.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
49 usuários online :: 4 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 45 Visitantes :: 2 Motores de busca

Arcolino Neto, David de Oliveira, Khwey, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

ICAR sobre os partidos de esquerda

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 26 Ago 2016, 6:21 pm



Quaesitum est ab hac Suprema Sacra Congregatione: 
1. Utrum licitum sit, partibus communistarum nomen dare vel eisdem favorem praestare; 
2. Utrum licitum sit edere, propagare vel legere libros, periodica, diaria vel folia, qual doctrine vel actioni communistarum patrocinantur, vel in eis scribere; 
3. Utrum Christifideles, qui actus, de quibus in n.1 et 2, scienter et libere posuerint, ad sacramenta admitti possint; 
4. Utrum Christifideles, Qui communistarum doctrinam materialisticam et anti Christianam profitentur, et in primis, Qui eam defendunt vel propagant, ipso facto, tamquan apostatae a fide catholica, incurrant in excommunicationem speciali modo Sedi Apostolicae reservatam. 
Emi ac Revmi Patres, rebus fidei ac morum tutandis praepositi, praehabito RR. DD. Consultorum voto, in consessu plenario feriae III (loco IV), diei 28 Iunii 1949, respondendum decreverunt: 
Ad 1. Negative: Communismus enim est materialisticus et antichristianus; duces autem communistarum autem duces, etsi verbis quandoque profitentur se religionem non oppugnare, re tamen, sive doctrina sive actione, Deo veraeque religioni et Ecclesia Christi sere infensos esse ostendunt; 
Ad 2. Negative: Prohibentur enim ipso iure (cf, CIC, can. 1399); 
Ad 3. Negative, secundum ordinaria principia de sacramentis denegandis iis, qui non sunt dispositi; 
Ad 4. Affirmative. 
Et sequenti feria V, die 30 eiusdem mensis et anni, Ssmus D. N. Pius divina Providentia Papa XII, in solit a audientia Excnio ac Revmo Dno Adsessori S. Officii impertita, relatam Sibi Emorum Patrum resolutionem adprobavit et in Actorum Apostolicae Sedis Commentario Officiali promulgari iussit. Datum Romae, die 1 Iulii 1949.


fonte:


pagina 334 - http://www.vatican.va/archive/aas/documents/AAS-41-1949-ocr.pdf

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6001
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sex 26 Ago 2016, 6:21 pm

o que acham sobre as afirmações acima? achei muito evasiva

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6001
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 1:33 pm

Facilitaria se traduzisse...

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sab 27 Ago 2016, 1:48 pm

gusto escreveu:Facilitaria se traduzisse...


nao sabe nada de latim? ai, caramba!

sem problemas eu traduzo

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6001
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 1:50 pm

A Elke sabia!

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 1:52 pm

Morre, aos 71 anos, a atriz Elke Maravilha:

Morre, aos 71 anos, a atriz Elke Maravi

A artista estava internada em como induzido, há um mês e meio em hospital no Rio, após uma cirurgia de úlcera

16/08/2016 07:52:45 - Atualizada às 16/08/2016 19:53:59

O Dia  
Rio - A atriz Elke Maravilha morreu, aos 71 anos, na madrugada desta terça-feira, 16, no Rio. Ela estava internada na Casa de Saúde Pinheiro Machado, Zona Sul da cidade, desde julho, em coma induzido após cirurgia de úlcera.
Antes de ser internada, ela rodava o Brasil com o espetáculo "Elke canta e conta", em que contava histórias de sua vida e cantava em vários idiomas. A atriz pode ser vista no cinema, em uma participação especial no filme Carrossel 2 – O Sumiço de Maria Joaquina.
 Divulgação Elke morreu em hospital na Zona Sul do Rio
Elke nasceu na Rússia e veio ao Brasil quando aos 6 anos. Poliglota, foi professora, tradutora e intérprete de línguas estrangeiras, inclusive de latim, além de bancária, secretária trilíngue e bibliotecária. Começou a carreira de modelo aos 24 anos, com o estilista Guilherme Guimarães, e, em TV, como jurada doCassino do Chacrinha, em 1972. Foi também jurada do Show de Calouros, de Silvio Santos, além de ter feito vários trabalhos como atriz na TV e no cinema.
No Facebook oficial da artista, foi divulgada a seguinte nota: “Avisamos que nossa Elke já não está por aqui conosco. Como ela mesma dizia, foi brincar de outra coisa. Que todos os deuses, que ela tanto amava, estejam com ela nessa viagem. Eros anikate 
Elke será velada amanhã, às 9h, no Teatro Carlos Gomes, no Centro. O enterro acontece às 16h, no Cemitério São João Batista.http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2016-08-16/morre-aos-71-anos-a-atriz-elke-maravilha.html


Última edição por gusto em Sab 27 Ago 2016, 1:53 pm, editado 1 vez(es)

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Sab 27 Ago 2016, 1:52 pm

A questão de saber se este é da Suprema Sagrada Congregação do: 

1. Se é lícito ser, ou para dar o nome das partes do mesmo em favor do comunista para conferi-los; 
2. Se é lícito comer, para propagar ou para ler os livros, periódicos, de papéis ou folhas, a qualidade do ensino ou da ação do apoio comunista destes, ou escrever sobre eles; fiel do ato de 
3. Se Cristo, referido no n.1 e 2, consciente e livremente definido, eles podem ser admitidos aos sacramentos; 
4. Se um cristão, que tornar a profissão de cristão e anti doutrina comunista do materialismo, e no primeiro, aqueles que defendem ou propagá-lo, o ato em si, como sobre o apóstata da fé católica, correr para a excomunhão reservada à Sé Apostólica, de uma maneira especial. 

Eu comprei-os Padres de La Salette, designados para proteger as questões de fé e moral é, após a obtenção de RR. DD. O desejo do grupo de consultores, na montagem de Sessão Plenária 3 (em vez de 4), 28 de junho de 1949, decidiu responder: 

Ad 1. Negativo: O comunismo é uma Antichristianus materialista e; eram os líderes dos líderes comunistas, às vezes em palavras, não para atacar a religião que eles mesmos professam, na verdade ele é, ou ensino, ou a ação de, por períodos de a inimizade de Deus, e para a adoração verdadeira e mostrar que a Igreja de Cristo; 
Ad 2. Negativo: Para nós somos proibidos pela própria lei (. Cf. CIC, pode 1399); 
Ad 3. Em caso negativo, de acordo com os princípios comuns no ser negado àqueles que não são eliminados; Para 4. afirmativa. 5 No dia seguinte da semana, o mês eo dia 30 do mesmo ano, pela Providência divina Papa Pio SSmum DN 12, para um trono de directivas emitidas pelo Santo Ofício da audiência Excnio e Revmo Dno Adsessori, encomendou o relatório se na 'Acta Apostolicae Sedis ", e promulgada na aprovação oficial para a resolução ordenou. Dado em Roma, dia 1º de julho 1949.
[size=14]Mostrar o original
[/size]

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6001
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 1:55 pm

Ser de esquerda é ser comunista?

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 2:33 pm

"Esquerda x Direita: Entenda de uma vez":








Como muitos leitores e quase todos os militantes não sabem muito bem que diabos é isso de “direita” e “esquerda” de que todo mundo fala, convém “eternizar” aqui no blog um post para esclarecer afinal esses dois conceitos básicos tão presentes no dia a dia do debate público no Brasil e no mundo. Eis a melhor síntese a respeito já publicada em nosso país. Volto em seguida:
(…) Normalidade democrática é a concorrência efetiva, livre, aberta, legal e ordenada de duas ideologias que pretendem representar os melhores interesses da população: de um lado, a “esquerda”, que favorece o controle estatal da economia e a interferência ativa do governo em todos os setores da vida social, colocando o ideal igualitário acima de outras considerações de ordem moral, cultural, patriótica ou religiosa. De outro, a “direita”, que favorece a liberdade de mercado, defende os direitos individuais e os poderes sociais intermediários contra a intervenção do Estado e coloca o patriotismo e os valores religiosos e culturais tradicionais acima de quaisquer projetos de reforma da sociedade.
Representadas por dois ou mais partidos e amparadas nos seus respectivos mentores intelectuais e órgãos de mídia, essas forças se alternam no governo conforme as favoreça o resultado de eleições livres e periódicas, de modo que os sucessos e fracassos de cada uma durante sua passagem pelo poder sejam mutuamente compensados e tudo concorra, no fim das contas, para o benefício da população.
Entre a esquerda e a direita estende-se toda uma zona indecisa de mesclagens e transigências, que podem assumir a forma de partidos menores independentes ou consolidar-se como política permanente de concessões mútuas entre as duas facções maiores. É o “centro”, que se define precisamente por não ser nada além da própria forma geral do sistema indevidamente transmutada às vezes em arremedo de facção política, como se numa partida de futebol o manual de instruções pretendesse ser um terceiro time em campo.
Nas beiradas do quadro legítimo, florescendo em zonas fronteiriças entre a política e o crime, há os “extremismos” de parte a parte: a extrema esquerda prega a submissão integral da sociedade a uma ideologia revolucionária personificada num Partido-Estado, a extinção completa dos valores morais e religiosos tradicionais, o igualitarismo forçado por meio da intervenção fiscal, judiciária e policial. A extrema direita propõe a criminalização de toda a esquerda, a imposição da uniformidade moral e religiosa sob a bandeira de valores tradicionais, a transmutação de toda a sociedade numa militância patriótica obediente e disciplinada.
Não é o apelo à violência que define, ostensivamente e em primeira instância, os dois extremismos: tanto um quanto o outro admitem alternar os meios violentos e pacíficos de luta conforme as exigências do momento, submetendo a frias considerações de mera oportunidade, com notável amoralismo e não sem uma ponta de orgulho maquiavélico, a escolha entre o morticínio e a sedução. Isso permite que forjem alianças, alternadamente ou ao mesmo tempo, com gangues de delinqüentes e com os partidos legítimos, às vezes desfrutando gostosamente de uma espécie de direito ao crime.
Não é uma coincidência que, quando sobem ao poder ou se apropriam de uma parte dele, os dois favoreçam igualmente uma economia de intervenção estatista. Isto não se deve ao slogan de que “os extremos se tocam”, mas à simples razão de que nenhuma política de transformação forçada da sociedade se pode realizar sem o controle estatal da atividade econômica, pouco importando que seja imposto em nome do igualitarismo ou do nacionalismo, do futurismo utópico ou do tradicionalismo mais obstinado. Por essa razão, ambos os extremismos são sempre inimigos da direita, mas, da esquerda, só de vez em quando.
A extrema esquerda só se distingue da esquerda por uma questão de grau (ou de pressa relativa), pois ambas visam em última instância ao mesmo objetivo. Já a extrema direita e a direita, mesmo quando seus discursos convergem no tópico dos valores morais ou do anti-esquerdismo programático, acabam sempre se revelando incompatíveis em essência: é materialmente impossível praticar ao mesmo tempo a liberdade de mercado e o controle estatal da economia, a preservação dos direitos individuais e a militarização da sociedade.
Isso é uma vantagem permanente a favor da esquerda: alianças transnacionais da esquerda com a extrema esquerda sempre existiram, como a Internacional Comunista, o Front Popular da França e, hoje, o Foro de São Paulo. Uma “internacional de direita” é uma impossibilidade pura e simples. Essa desvantagem da direita é compensada no campo econômico, em parte, pela inviabilidade intrínseca do estatismo integral, que obriga a esquerda a fazer periódicas concessões ao capitalismo.
Embora essas noções sejam óbvias e facilmente comprováveis pela observação do que se passa no mundo, você não pode adquiri-las em nenhuma universidade brasileira (…).
VOLTEI.
Isto que vai acima é um trecho do artigo “Democracia normal e patológica – 1“, de Olavo de Carvalho, publicado no dia 5 de outubro de 2011 no Diário do Comércio e incluído por mim no capítulo “Democracia” do nosso best seller O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota, o livro que esclarece essas e outras questões sobre a experiência individual, mental, social, cultural, política e intelectual brasileira.
Se você não quer ser uma Luciana Genro ou qualquer militante do PSOL, que usam conceitos como rótulos apenas para atacar adversários ou fazer os velhos aliados parecerem mais moderados do que são (como ao chamar o PT de “direita”), entender o que os conceitos realmente significam na realidade é fundamental para se conectar com ela. (E aos inocentes úteis, nunca é demais lembrar que o governo militar brasileiro foi estatizante, o que é um aspecto esquerdista, embora a esquerda insista em rotulá-lo como exemplo-mor de direitismo aplicado.)
A democracia no Brasil ainda está doente, como mostram mais uma vez as eleições deste ano, disputadas por três candidatos apenas de esquerda (Dilma, Marina e Aécio), mas para curá-la não há dúvida de que é preciso primeiro saber identificar a doença.
Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 2:42 pm

"A extrema direita propõe a criminalização de toda a esquerda, a imposição da uniformidade moral e religiosa sob a bandeira de valores tradicionais, a transmutação de toda a sociedade numa militância patriótica obediente e disciplinada." (Parte do texto acima, e é o que ocorre com Lula/Dilma).

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por gusto em Sab 27 Ago 2016, 2:43 pm

Agora acordem enquanto é tempo. angel

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ICAR sobre os partidos de esquerda

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:07 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum