Na lista dos deputados que viraram alvo de seus próprios discursos estão Eduardo Cunha, Caio Nárcio e Raquel Muniz. Os dois últimos viram a prisão do pai e do marido