.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Não ameis o mundo...
Ontem à(s) 9:59 pm por Criaturo

» O papa João Paulo II vai ressuscitar? (preferível que católicos não leiam)
Ontem à(s) 5:54 pm por Anderson Cargnin Vanerlin

» O que você está ouvindo agora?
Ontem à(s) 2:39 pm por Jarbas

» Consequências da Reeleição
Dom 10 Dez 2017, 2:41 pm por EVANGELISTA/RJ/MSN

» Hipocrisia Hebraica
Dom 10 Dez 2017, 12:26 pm por irmão

» Fórum Adventista
Sab 09 Dez 2017, 10:32 pm por Cartman

» Noticiário Escatológico
Sab 09 Dez 2017, 7:02 pm por Jarbas

» imbecilidade...
Sab 09 Dez 2017, 2:11 pm por gusto

» Fomos projetados ? E o que nos faz HUMANOS e não meros animais ?
Sex 08 Dez 2017, 7:57 pm por Criaturo

Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


PMDB deve tentar neutralizar ou reduzir os danos da Lava Jato

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

PMDB deve tentar neutralizar ou reduzir os danos da Lava Jato

Mensagem por Christiano em Sex 13 Maio 2016, 3:52 pm

avatar
Christiano
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1231
Idade : 41
Localização : Assis, SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

http://cbp18.ideaboard.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PMDB deve tentar neutralizar ou reduzir os danos da Lava Jato

Mensagem por gusto em Sab 14 Maio 2016, 9:14 am

Mas alguém tem dúvida disso? Era a Dilma ou eles...

E o povo, nem todos, caíram na deles.


Quem ama não fala palavrão, não é preconceituoso, não xinga...(não é um Trump da vida) :risadinha:
avatar
gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10916
Idade : 48
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PMDB deve tentar neutralizar ou reduzir os danos da Lava Jato

Mensagem por David de Oliveira em Sab 14 Maio 2016, 10:53 am

Por que não me iludo? 

[size=31]O dinheiro tomou Doril[/size]

Sumiço de milhões dos cofres públicos durante os governos de Iris Rezende e Maguito Vilela (PMDB) vira caso de polícia com a prisão de um diretor do banco de Goiás e ameaças de morte
No final da manhã de 21 de outubro passado, três homens tratavam de enfiar cinco caixas dentro do porta-malas de um Ômega escuro. Eram aproximadamente 12h30 e na calçada à frente do prédio sede do Banco do Estado de Goiás (BEG), pedestres passavam apressados pelo carro, estacionado numa das esquinas mais movimentadas do centro de Goiânia, no cruzamento das avenidas Goiás e Anhanguera. Concluída a operação aparentemente insuspeita, o funcionário da tesouraria do banco Pedro Cosme Viveiros voltou para o interior do edifício e se dirigia ao elevador quando foi interpelado pelo diretor financeiro do banco, Edivaldo da Silva Andrade, que conversava ao telefone celular. "Sobrou alguma coisa?" "Não, senhor", respondeu Viveiros prontamente. A missão fora cumprida. A furtiva movimentação liderada por Edivaldo naquela prosaica manhã de quarta-feira acabara de retirar do banco, debaixo do nariz de dezenas de pessoas, R$ 5 milhões em notas de R$ 100 e R$ 50, ao todo 92.250 cédulas cuidadosamente contadas e embaladas por Pedro Cosme, que não tinha idéia de que o dinheiro seria desviado. Provisionado a mando de Edivaldo sob o pretexto de que seria usado para honrar o pagamento de indenizações trabalhistas em favor de ex-funcionários da Caixa Econômica do Estado de Goiás (Caixego) – instituição cuja liquidação ordinária vinha sendo conduzida pelo próprio Edivaldo –, o dinheiro tomou chá de sumiço.
http://istoe.com.br/29253_O+DINHEIRO+TOMOU+DORIL/

Dinheiro roubado da Caixego foi devolvido a partir de uma conta da Allstom, empresa hoje enrolada com a corrupção na Petrobras
Os R$ 5 milhões desviados da Caixego e, segundo o Ministério Público, utilizados na campanha de Iris Rezende em 1998, acabaram misteriosamente sendo devolvidos ao Estado e permitiram, na sequência, que os bens bloqueados do médico Otoniel Machado – um dos principais acusados no escândalo – fossem liberados.
O dinheiro foi repentinamente depositado em uma conta da própria Caixego, em processo de liquidação, no ano 2000.
O Ministério Público rastreou a devolução e descobriu que os R$ 5 milhões saíram dos cofres do BNDES, na forma de empréstimo, para uma conta bancária da empresa Allstom do Brasil Ltda., que manteve contrato de fornecimento de equipamentos de geração de energia elétrica com o Governo de Goiás na primeira gestão de Iris (1983-1987). Da Allstom, o dinheiro foi para uma conta da metalúrgica mineira Indústria Ferroviária Nacional, antes de chegar à conta do doleiro Joaquim Elias de Andrade, de onde saiu para a Caixego.
A Allstom é uma empresa francesa  que fornece equipamentos pesados, a mesma que está envolvido no pagamento de propinas em pelo menos três casos de corrupção em investigação dentro da Petrobrás, na gestão do PT.
http://goias24horas.com.br/35354-dinheiro-roubado-da-caixego-foi-devolvido-a-partir-de-uma-conta-da-allstom-empresa-hoje-enrolada-com-a-corrupcao-na-petrobras/
avatar
David de Oliveira
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 8465
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: PMDB deve tentar neutralizar ou reduzir os danos da Lava Jato

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum