.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
64 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 64 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Tiago, primo de Jesus, filho de Alfeo/Cefas, Apóstolo.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tiago, primo de Jesus, filho de Alfeo/Cefas, Apóstolo.

Mensagem por Forista Exegese em Seg 22 Fev 2016, 10:01 pm

As motivações de escrita da carta aos Gálatas. Essa epístola é uma das que mais gosto porque tem uma coloração ímpar da personalidade de Paulo. Ali São Paulo revela toda a sua autoridade, alguns fundamentos da fé católica e ainda sua rispidez. Paulo viaja até a Galácia na sua primeira viagem missionária fundando uma igreja. Seu costume era sempre constituir alguém para supervisionar a igreja, mas nunca deixando de ter notícias de como andava a situação por ali.  O que aconteceu na igreja dos gálatas é que se infiltraram nela judeus-cristãos ensinando a judaizar como uma recomendação padrão. A comunidade questiona tais procedimentos pois não foram ensinados pelo querido Paulo. Entretanto, eles insistem que é assim, e para isso colocam em causa a autoridade de Paulo. Para eles, Paulo não tem autoridade e sequer é apóstolo, pois não conviveu com Nosso Senhor (já discutido os critérios). Sendo assim, a igreja se deixa levar por esse grupo e começa a judaizar. Paulo procura notícias da igreja e é surpreendido não somente com a mudança de conduta dos seus filhos na fé, mas com a sua autoridade em causa. Para Paulo o seu apostolado é legítimo pois foi outorgado pelo próprio Jesus. É um apóstolo mais espiritual (revelado) do que carnal (critérios), mesmo sabendo que os apóstolos possuíam a primazia. Paulo não nega.
Vejamos então como ele conduz a carta:

Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos), Gálatas 1:1

Percebemos assim que o conteúdo da carta vai derivar justamente sobre apostolado, autoridade, judaizar. Aqui ele já começa a reclamar a sua autoridade.

Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Gálatas 1:6-8

O nosso bispo Paulo mostra na carta a que veio. Amaldiçoa qualquer que ensine evangelho diferente.  Percebam que Paulo exerce toda a sua autoridade pois ela estava sendo questionada por alguns.  Paulo justifica sua autoridade explicando que ela foi dada pelo próprio Jesus e assim partiu pregando o evangelho e fundando igrejas. Ele também narra que a missão dada a ele não foi designada por nenhum apóstolo.

17 Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco

Agora muito pensam que por causa disso, Paulo não reconhece a primazia dos que eram antes dele apóstolos. Paulo reconhece essa autoridade, mas ela não pode ir de encontro ao evangelho. Não entrarei nessa caso o conflito de interesses sobre a prática do judaísmo. O importante é que Paulo reclama sua autoridade. Contudo, sabendo da primazia dos apóstolos o nosso apóstolo dos gentios volta para saber se o que ele está anunciando está correto. Aproveita para receber instruções dos apóstolos, dos ritos, do anúncio e etc.  Ele se encontra com Cefas, Pedro e passa quinze dias com o líder da igreja. E acrescenta:

E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor. Gálatas 1:19

Conclui-se claramente que Paulo, na carta, quer demonstrar a sua autoridade e ao mesmo tempo dizer que também se encontrou com os apóstolos. Para Paulo esse encontro é narrado na carta como forma de provar que os que tinham a primazia não tiveram restrições com o trabalho do nosso bispo. E sendo assim, não teria motivo de ser questionado por qualquer outro.

E, quanto àqueles que pareciam ser alguma coisa (quais tenham sido noutro tempo, não se me dá; Deus não aceita a aparência do homem), esses, digo, que pareciam ser alguma coisa, nada me comunicaram; Gálatas 2:6

O apóstolo argumenta que se o evangelho pregado aos gálatas tivesse algum problema, nesse momento os que eram antes dele teriam lhe ordenado uma outra norma.

E conhecendo Tiago, Cefas e João, que eram considerados como as colunas, a graça que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão; Gálatas 2:9

Portanto, dadas a situação da carta e o motivo de sua escrita. Paulo em síntese quer se apresentar como autoridade outorgada pelo próprio Jesus. Os apóstolos antes dele, foram consultados na medida do possível. Ele se encontrou com Cefas, procurou por outros mas não viu, apenas Tiago. Depois voltou a Jerusalém novamente e encontrou-se com João, além dos outros antes. Durante todos esses encontros e nesse tempo não se opuseram a ele, pelo contrário lhe deram a mão. Com isso, fica evidente que Tiago, irmão do Senhor, era apóstolo mesmo, porque não fazia nem sentido São Paulo mencioná-lo por causa que ele mesmo está sendo questionado em sua autoridade apostólica. Pelo contrário, isso serviria até de argumento em favor do apóstolo dos gentios:

"Tiago também não era apóstolo. E não exerceu o episcopado? Por que vocês não consideram a minha autoridade também?"
Papista

Análise - Gramática Grega:

O sentido de exclusão de ει μη visto, por exemplo, em Galátas 6:14 e 1 João 5:5
.
Vejamos um exemplo com a inclusão da palavra ουδεις (nenhum):

αθηναιοι δε παντες και οι επιδημουντες ξενοι εις ουδεν ετερον ευκαιρουν η λεγειν τι και ακουειν καινοτερον. Atos 17:21 The New Testament in the Original Greek Byzantine Textform 2005
.
Porquanto todos os Atenienses e os habitantes temporários, os estrangeiros, em nenhum outro diferente estavam dedicando tempo disponível que estar dizendo algo e estar ouvindo novo. Atos 17:21 Tradução Literal
.
1) Porquanto os cidadãos de Atenas, assim como todos os estrangeiros que ali viviam não se preocupavam com nenhum outro assunto, pois estavam falando e procurando saber as últimas novidades. Atos 17:21  Tradução Livre
.
Isto significa, que o vocábulo "nenhum" está sendo usado de forma enfática, vamos analisar a exclusão dele:

2) Porquanto os cidadãos de Atenas, assim como todos os estrangeiros que ali viviam não se preocupavam com outro diferente, pois estavam falando e procurando saber as últimas novidades.

Isto significa que em 1), nenhum outro assunto, isto é, não havia nenhum assunto digno de preocupação para todos os Atenienses e os estrangeiros, exceto um assunto, já em 2) havia outros assuntos, porém, só um estava sendo digno de preocupação por parte dos Atenienses, portanto, a idéia é que o vocábulo "nenhum" limita o vocábulo "outro (diferente)".

Vejamos uma análise de um dos resultados da pesquisa da Mensagem nº198.
.
Porém, a obra de si mesmo esteja examinando cada um e então em si mesmo somente a causa de jactância terá e não em o outro diferente. Gálatas 6:4
.
E sua obra examine; e então de si mesmo somente glorificação terá, e não de outro. Versão Padre Guillermo Jünemann Beckchaefer.

Cada um deve encontrar motivo de orgulho, examinando a própria obra e não comparando-se a outra pessoa.  O texto não está a a dizer: "e não comparando-se com nenhuma outra pessoa".  Isto significa que pode-se comparar a obra de si próprio com as obras em outras pessoas, pois elas existem, não são limitadas pelo vocábulo "nenhuma", porém, o motivo de orgulho deve ser unicamente vindo da própria examinação.
.
Voltando a Gálatas 1:19 na Mensagem nº 194.
.
Portanto, acerca da comida das coisas sacrificadas a ídolos, temos sabido que nada ídolo em o mundo e que nenhum Deus outro (diferente), se não um. 1 Coríntios 8:4 Tradução Literal.
.
Portanto, acerca da comida das coisas sacrificadas a ídolos, temos sabido que um ídolo nada está sendo em o mundo e que nenhum outro (diferente) Deus está sendo, se não, um. 1 Coríntios 8:4 Tradução Contextual.
.
Comparando com 1 Coríntios 8:4 com Gálatas 1:19:

Porém, outro (diferente) dos apóstolos não vi, se não a Tiago, o irmão do Senhor.
.
Interpretação:
.
Vamos analisar a seguinte hipótese, retirando o final dos versos:
.
Portanto, acerca da comida das coisas sacrificadas a ídolos, temos sabido que um ídolo nada está sendo em o mundo e que nenhum outro (diferente) Deus está sendo. 1 Coríntios 8:4 Tradução Contextual.
.
Somente por esta parte, não há nenhum (outro) Deus diferente do que eles já conheciam, sequer um, então,  complementa-se a informação a respeito deste Deus, o conhecido, de que ele estar ser um, uma exclusão.
.
O vocábulo "nenhum" está a nos informar que não existem outros seres com a qualidade de Deus, limitado o vocábulo "outro (diferente)"

Vamos analisar a seguinte hipótese, retirando o final:
.
Porém, outro (diferente) dos apóstolos não vi. Gálatas 1:19:

Paulo não diz: "Nenhum outro (diferente) dos apóstolos não vi",  se estive assim, o Tiago, com certeza, seria um dos apóstolos entre os doze, comparando com a mesma forma literária em 1 Coríntios 8:4 e outras explanações feitas.

Porém, outro (diferente) dos apóstolos não vi, se não a Tiago, o irmão do Senhor.

No verso original, não temos o vocábulo "nenhum", que estaria limitando o vocábulo "outro diferente" a um só apóstolo, então a ideia é que existem outros apóstolos! Então esta ideia tem que estar na tradução para o português, sendo a tradução porposta:
.
Conclusão:
.
Porém, outro (diferente) apóstolo dos apóstolos não vi, se não a Tiago, o irmão do Senhor.
.
Porém, outro apóstolo (diferente) dos apóstolos não vi, se não a Tiago, o irmão do Senhor. Gálatas 1:19:
.
Em termos práticos, Paulo está a afirmar, que haviam outros apóstolos além dos doze apóstolos, porém, em Jerusalém, ele somente viu os apóstolos Pedro e Tiago.

Eusébio de Cezareia não errou ao interpretar o relato da examinação feita por Hegesipo, citado em História Eclesiástica - Livro III Cap X, pois realmente, o Simeão, irmão do Apóstolo Tiago, o menor, filhos de Alfeu\Cléofas, são primos do Salvador.

Traduções propostas:  
.
Historia Eclesiástica, Livro III - Dos parentes de Nosso Salvador. Capítulo XX "Porém, ainda sobreviviam os, a partir dos parentes do Senhor, netos de Judá, da descendência carnal, sendo chamado dele, de irmão."
.
História Eclesiástica - Livro III Cap X: "Porém, vamos adiante as próximas pessoas em sucessão, depois do Testemunho de Tiago, que vive e está faltando, sendo que atualmente Jerusalém foi capturada e os apóstolos e os discípulos do Senhor que conservam a Palavra, estão em toda as direções. Perante à este, de todas as partes, por virem eles juntos e ao mesmo tempo em direção, ao benefício dos descendentes segundo a carne do Senhor em quantidade e destes, brilhavam ao redor entre eles, todavia, naquele tempo, à conselho que viva, também de pessoas reunidas, todos a respeito de quem está sendo devido da posição sucessora de Tiago determinar digno de ser feito. E realmente, a partir de uma só opinião de todos, o Simeão, o qual sendo filho de Clópas, e que da boa mensagem/evangelho está sendo relembrando do escrito (Escritura) neste local, habitação temporária no trono, por estar a examinar de primo, à medida que realmente aviso tendo chegado a ser do Salvador, visto portanto que Hegesipo examinava o Clópas, irmão do José, estar existindo."

A assembleia seguindo a decisão dos apóstolos, o irmão/primo/parente d(o) Senhor; o Tiago, o havendo chamado por todos justo, a partir dos tempos d(o) Senhor até ao(e) nosso, já que muitos a Tiago chamavam, porém, este desde o útero da mãe dele santo sendo, vinho e bebida forte não ingeriu, tão pouco animal com sangue comeu. História Eclesiástica.

Porém, ele ainda em a sétima hipótese dele e estas coisas a respeito dele está dizendo: Após a ressurreição dos mortos, o Senhor entregou (proferiu) a gnose (conhecimento) aos Tiago, o chamado “o Justo”, João e a Pedro, estes aos apóstolos restantes os entregaram, já os apóstolos restantes ao setenta está sendo para dentro e Barnabé estava sendo. História Eclesiástica, Livro II Cap I, verso 4:

Quantos a ser Tiago?

A) O Tiago, o menor, filho de Maria, esposa de Cleófas/Alfeu é um dos doze apóstolos: Mateus 10:3; Marcos 3:18; Lucas 6:15-16; João 14:22, Atos 1:13 está sendo o mesmo Tiago, irmão de José, filho de Maria: Mateus 27:56, Marcos 15:40, Marcos 16:1, Lucas 24:10. Sendo por Gálatas 1:19, o mesmo Tiago, proeminente na igreja primitiva, primo/parente do Senhor, que está distinto dos apóstolos e em destaque. Mateus 13:55; Marcos 6:3; Atos 12:17; Atos 15:13; Atos 21:18; 1 Cor 15:7 Gálatas 1:19, 2:9, 2:12 e Judas 1:1.

B) Um Tiago, pai do apóstolo Judas, "Judas de Tiago" em Lucas 6:16 é traduzido " Judas, FILHO de Tiago", conforme Mensagem nº 108, João 14.22, Atos 1:13 e em um manuscrito da antiga tradução siríaca.

A Maria de Cleófas é citada como a "mãe de Tiago e de José" (Mateus 27:55-56), a "mãe de Tiago' (Marcos 16:1-8; Lucas 24:10) e também a "mãe de Tiago, o menor e de José" ( Marcos 15:40-47), logo, é mãe do Apóstolo Tiago, o menor e também a "esposa de Cleófas" ( João 19:25), a Maria de Cleófas é também a "irmã/prima/parente” da mãe de Jesus" (João 19:25), ela é também esposa de Alfeu, já que Alfeu e Cléofas são formas gregas derivadas de um único nome, em aramaico Claphai e em hebraico Halphai, daí, o termo “califado”, observar possibilidade do termo/nome no contexto.

Os apóstolos tornaram-se anciões/presbíteros com o passar do tempo: Os apóstolos na Igreja em Jerusalém: Atos Capítulo 8; a transição: Atos Capítulo 11, 12 e 15, isto de certa forma, evidencia a trajetória do Apóstolo Tiago.





Forista Exegese
Safira
Safira

Número de Mensagens : 161
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/05/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum