.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
58 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 57 Visitantes :: 2 Motores de busca

Christiano

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O homem e o ato de fazer o bem

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por gusto em Dom 20 Set 2015, 9:10 pm

Não há reencarnação, Eterna.

É só mais uma mentira semeada pelo pai dela.

Quem avisa amigo é. :chapeu:


1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9949
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 20 Set 2015, 9:24 pm

gusto escreveu:Não há reencarnação, Eterna.

É só mais uma mentira semeada pelo pai dela.

Quem avisa amigo é. :chapeu:
Há sim! Você pode não acreditar, mas há sim! Esta não é a sua primeira vida, tanto quanto não será a última!


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por gusto em Dom 20 Set 2015, 9:28 pm

Eterna escreveu:
gusto escreveu:Não há reencarnação, Eterna.

É só mais uma mentira semeada pelo pai dela.

Quem avisa amigo é. :chapeu:
Há sim! Você pode não acreditar, mas há sim! Esta não é a sua primeira vida, tanto quanto não será a última!
Só gato que tem sete vidas :risadinha:


1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9949
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 20 Set 2015, 9:42 pm

gusto escreveu:
Eterna escreveu:
gusto escreveu:Não há reencarnação, Eterna.

É só mais uma mentira semeada pelo pai dela.

Quem avisa amigo é. :chapeu:
Há sim! Você pode não acreditar, mas há sim! Esta não é a sua primeira vida, tanto quanto não será a última!
Só gato que tem sete vidas :risadinha:

Tadinho do bichano! Mas você tem mais sorte do que ele porque terá tantas vidas quantas forem necessárias para seu aprimoramento espiritual.


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por gusto em Dom 20 Set 2015, 10:04 pm

Eterna escreveu:
gusto escreveu:
Eterna escreveu:
gusto escreveu:Não há reencarnação, Eterna.

É só mais uma mentira semeada pelo pai dela.

Quem avisa amigo é. :chapeu:
Há sim! Você pode não acreditar, mas há sim! Esta não é a sua primeira vida, tanto quanto não será a última!
Só gato que tem sete vidas :risadinha:

Tadinho do bichano! Mas você tem mais sorte do que ele porque terá tantas vidas quantas forem necessárias para seu aprimoramento espiritual.

Eclesiastes 12:7
E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.

Quando os mortos ouvirem a voz do Filho de Deus, ressuscitarão, o espírito voltará de novo aos seus corpos, que estão sendo preparados na casa do Pai.

"Na casa do Pai tem muitas moradas, e quando eu for, lhes prepararei lugar." (Jesus Cristo)


1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9949
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por rbarros em Seg 21 Set 2015, 8:08 am

Somente a reencarnação explica certas mazelas da vida.

A doutrina da unicidade da vida não satisfaz e não responde questionamentos como: Por quê uns nascem perfeitos enquanto outros nascem defeituosos? Para onde vai o Espírito de crianças mortas, para o Céu ou para o Inferno, se não tiveram tempo para serem maus nem bons? Por que os bons morrem cedo? Por que uns nascem em berço de ouro enquanto outros nascem na mais profunda miséria? Por que uns têm o toque de midas, enquanto outros - por mais que se esforcem - só conhecem o fracasso? Por que a sorte sorri para uns, e parece fugir de outros?

A reposta cristã-evangélica-católica-etc. para estas questões é o simples "Vontade de Deus", ao passo que para a doutrina da reencarnação a resposta está no merecimento - bom ou mau - adquirido em vidas passadas.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1362
Idade : 52
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Zigurd em Seg 21 Set 2015, 11:09 am

rbarros escreveu:Somente a reencarnação explica certas mazelas da vida.

A doutrina da unicidade da vida não satisfaz e não responde questionamentos como: Por quê uns nascem perfeitos enquanto outros nascem defeituosos? Para onde vai o Espírito de crianças mortas, para o Céu ou para o Inferno, se não tiveram tempo para serem maus nem bons? Por que os bons morrem cedo? Por que uns nascem em berço de ouro enquanto outros nascem na mais profunda miséria? Por que uns têm o toque de midas, enquanto outros - por mais que se esforcem - só conhecem o fracasso? Por que a sorte sorri para uns, e parece fugir de outros?

A reposta cristã-evangélica-católica-etc. para estas questões é o simples "Vontade de Deus", ao passo que para a doutrina da reencarnação a resposta está no merecimento - bom ou mau - adquirido em vidas passadas.

Bom dia, caro rbarros. Existem respostas mais apuradas - segundo a doutrina cristã - para todas essas questões que vc levantou. Porém, aceitá-las ou não como verdadeiras, é o que define se a pessoa segue tal doutrina ou não.

Por ora, vou me limitar a alguns pontos apenas mas que já respondem a - praticamente - todas aquelas questões.


  • "Vontade" de Deus, não é a mesma coisa que "permissão" divina. Deus é soberano para permitir ações do homem mesmo que estas não agradem a Sua vontade, assim o homem estará aprendendo com seus próprios erros. Feliz é o homem que consegue discernir entre o que seja a sua própria vontade e a vontade de Deus, e atende somente a esta.
  • "Sucesso", "sorte", "fracasso"... Não têm qualquer relação com o objetivo de uma vida cristã. Nosso objetivo é a santificação, viver em comunhão com Deus; a salvação é pela vontade estrita de Deus. Assim, podemos estar em comunhão com Deus sendo bem-sucedido ou fracassado nos parâmetros humanos, a condição "material" não nos condena e nem nos justifica.
  • Não existe homem "bom"! A partir da rebeldia do primeiro casal, o homem por descendência nasce com uma natureza má, então, ele precisa entregar sua vida a Deus para que o bem possa ser praticado. Ninguém nasce "filho de Deus", tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal: a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Jo 1:12s)


[]'s

Zigurd
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 251
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Rafael Mori em Seg 21 Set 2015, 1:07 pm

rbarros escreveu:Somente a reencarnação explica certas mazelas da vida.

A doutrina da unicidade da vida não satisfaz e não responde questionamentos como: Por quê uns nascem perfeitos enquanto outros nascem defeituosos? Para onde vai o Espírito de crianças mortas, para o Céu ou para o Inferno, se não tiveram tempo para serem maus nem bons? Por que os bons morrem cedo? Por que uns nascem em berço de ouro enquanto outros nascem na mais profunda miséria? Por que uns têm o toque de midas, enquanto outros - por mais que se esforcem - só conhecem o fracasso? Por que a sorte sorri para uns, e parece fugir de outros?

A reposta cristã-evangélica-católica-etc. para estas questões é o simples "Vontade de Deus", ao passo que para a doutrina da reencarnação a resposta está no merecimento - bom ou mau - adquirido em vidas passadas.
"E disse-lhe o Senhor: Quem fez a boca do homem? ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o Senhor?"
Êxodo 4:11
As mazelas do mundo são causadas pelo pecado, inclusive a pobreza, ou esses problemas que tu citou.

Rafael Mori
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 262
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/09/2014

https://eusouamigo.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por rbarros em Seg 21 Set 2015, 9:22 pm

Ora, ora, ora...

Não entendeu uma linha do que escrevi... Mas, tudo bem, agradeço a resposta dada!

Wink

Só não vou me abster de discuti-la. Então, vamos a ela...


Zigurd escreveu:Bom dia, caro rbarros. Existem respostas mais apuradas - segundo a doutrina cristã - para todas essas questões que vc levantou. Porém, aceitá-las ou não como verdadeiras, é o que define se a pessoa segue tal doutrina ou não.

Ok, estou de acordo. Seguimos as doutrinas mais por afinidade do que pela razão...

Zigurd escreveu:Por ora, vou me limitar a alguns pontos apenas mas que já respondem a - praticamente - todas aquelas questões.

"Vontade" de Deus, não é a mesma coisa que "permissão" divina. Deus é soberano para permitir ações do homem mesmo que estas não agradem a Sua vontade, assim o homem estará aprendendo com seus próprios erros.


Sim, a isto chamamos "livre arbítrio". Deus respeita a nossa vontade, mas é preciso saber que quem planta vento, colhe tempestade, pois a plantação é livre, mas a colheita é obrigatória.

Zigurd escreveu:Feliz é o homem que consegue discernir entre o que seja a sua própria vontade e a vontade de Deus, e atende somente a esta.

Por que o homem não pode seguir a sua própria vontade, se Deus lhe deu o tal livre arbítrio? Não lhe parece um paradoxo? Deus nos dá o dom de decidir por nós mesmos mas somos obrigados a seguir a Sua vontade? Aliás, obrigados por quem?

Zigurd escreveu:[*]"Sucesso", "sorte", "fracasso"... Não têm qualquer relação com o objetivo de uma vida cristã. Nosso objetivo é a santificação, viver em comunhão com Deus; a salvação é pela vontade estrita de Deus. Assim, podemos estar em comunhão com Deus sendo bem-sucedido ou fracassado nos parâmetros humanos, a condição "material" não nos condena e nem nos justifica.

[*]

Aqui que digo que você não entendeu o que eu escrevi.

Sucesso, sorte, fracasso, existem - independente de qual religião se está seguindo. E existem também independente do valor que se dá a estas coisas.

No entanto, o que determina que estas coisas aconteçam, se levarmos em conta apenas uma única existência?

Onde está a Justiça Divina se assim for? Por que uns privilegiados (religiosos ou não), em detrimento a uns tantos desgraçados?

As respostas a estas questões, e muitas outras, somente a doutrina da reencarnação pode nos dar.

Zigurd escreveu:Não existe homem "bom"! A partir da rebeldia do primeiro casal, o homem por descendência nasce com uma natureza má, então, ele precisa entregar sua vida a Deus para que o bem possa ser praticado.

Eu não concordo que o homem já nasça mau, acredito na pureza das crianças! Os homens se tornam maus a partir do momento que a sociedade lhes corrompe! Ainda assim, há homens que conseguem superar o mau e permanecem bons! Nem todos são maus, nem toda maldade é assim irrecuperável...

Zigurd escreveu:Ninguém nasce "filho de Deus", tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal: a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Jo 1:12s)

Diga que nem todos nascem cristãos, "tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal".

Se Deus é Pai, todos são seus filhos.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1362
Idade : 52
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por rbarros em Seg 21 Set 2015, 9:29 pm

Rafael Mori escreveu:"E disse-lhe o Senhor: Quem fez a boca do homem? ou quem fez o mudo, ou o surdo, ou o que vê, ou o cego? Não sou eu, o Senhor?"

Taí, fez por quê? Por que Deus, que é Pai de Amor e Bondade, causaria um sofrimento destes a suas próprias criaturas, se não tivesse um motivo justo? E onde está este motivo justo senão nos erros cometidos em vidas passadas?

Rafael Mori escreveu:As mazelas do mundo são causadas pelo pecado, inclusive a pobreza, ou esses problemas que tu citou.

Uma criança que nasce aleijada, ou sem o cérebro, que pecado cometeu para merecer isto? Ou será que a tal criança estará pagando pelo pecado de seus pais? - É justo isso?

A Doutrina da Reencarnação nos diz que esta criança nasceu assim devido ao suicídio em vida passada, ou a atos reprováveis que ela mesma cometeu... Todo mal infligido ao corpo espiritual (perispírito) se refletirá em vidas futuras!


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1362
Idade : 52
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Zigurd em Dom 27 Set 2015, 1:50 pm

rbarros escreveu:Ora, ora, ora...

Não entendeu uma linha do que escrevi... Mas, tudo bem, agradeço a resposta dada!

Wink

Só não vou me abster de discuti-la. Então, vamos a ela...


Zigurd escreveu:Bom dia, caro rbarros. Existem respostas mais apuradas - segundo a doutrina cristã - para todas essas questões que vc levantou. Porém, aceitá-las ou não como verdadeiras, é o que define se a pessoa segue tal doutrina ou não.

Ok, estou de acordo. Seguimos as doutrinas mais por afinidade do que pela razão...

Zigurd escreveu:Por ora, vou me limitar a alguns pontos apenas mas que já respondem a - praticamente - todas aquelas questões.

"Vontade" de Deus, não é a mesma coisa que "permissão" divina. Deus é soberano para permitir ações do homem mesmo que estas não agradem a Sua vontade, assim o homem estará aprendendo com seus próprios erros.


Sim, a isto chamamos "livre arbítrio". Deus respeita a nossa vontade, mas é preciso saber que quem planta vento, colhe tempestade, pois a plantação é livre, mas a colheita é obrigatória.

Zigurd escreveu:Feliz é o homem que consegue discernir entre o que seja a sua própria vontade e a vontade de Deus, e atende somente a esta.

Por que o homem não pode seguir a sua própria vontade, se Deus lhe deu o tal livre arbítrio? Não lhe parece um paradoxo? Deus nos dá o dom de decidir por nós mesmos mas somos obrigados a seguir a Sua vontade? Aliás, obrigados por quem?

Zigurd escreveu:[*]"Sucesso", "sorte", "fracasso"... Não têm qualquer relação com o objetivo de uma vida cristã. Nosso objetivo é a santificação, viver em comunhão com Deus; a salvação é pela vontade estrita de Deus. Assim, podemos estar em comunhão com Deus sendo bem-sucedido ou fracassado nos parâmetros humanos, a condição "material" não nos condena e nem nos justifica.





[*]

Aqui que digo que você não entendeu o que eu escrevi.

Sucesso, sorte, fracasso, existem - independente de qual religião se está seguindo. E existem também independente do valor que se dá a estas coisas.

No entanto, o que determina que estas coisas aconteçam, se levarmos em conta apenas uma única existência?

Onde está a Justiça Divina se assim for? Por que uns privilegiados (religiosos ou não), em detrimento a uns tantos desgraçados?

As respostas a estas questões, e muitas outras, somente a doutrina da reencarnação pode nos dar.

Zigurd escreveu:Não existe homem "bom"! A partir da rebeldia do primeiro casal, o homem por descendência nasce com uma natureza má, então, ele precisa entregar sua vida a Deus para que o bem possa ser praticado.

Eu não concordo que o homem já nasça mau, acredito na pureza das crianças! Os homens se tornam maus a partir do momento que a sociedade lhes corrompe! Ainda assim, há homens que conseguem superar o mau e permanecem bons! Nem todos são maus, nem toda maldade é assim irrecuperável...

Zigurd escreveu:Ninguém nasce "filho de Deus", tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal: a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Jo 1:12s)

Diga que nem todos nascem cristãos, "tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal".

Se Deus é Pai, todos são seus filhos.



[*]

Acho que entendi, sim, o que vc escreveu. E lhe respondi. Talvez a resposta não tenha sido bem percebida, vou tentar ser mais claro.

- Vc questiona acerca de quem determina o sucesso, fracasso etc. Eu lhe respondi que tais fatores não são os que norteiam a vida cristã. Ora, se isso não importa para o cristão ter uma vida em comunhão com Deus, então, é porque tais circunstâncias não são determinadas por Deus, e Ele não privilegia quem quer que seja em detrimento de outros. Todas essas "diferenças" surgem como consequência da vida que o homem escolheu por sua própria desobediência. 

- Quando um cristão fala de bondade, não é da mesma forma que os não cristãos entendem. Por isso dizemos que nenhum homem consegue fazer o bem, o que nos resta é o esforço. A criança também já nasce com a mesma tendência dos pais, para a desobediência a Deus. E isto é um mal inato! Em virtude desse mal, ficamos vulneráveis à prática de outros males que conheceremos no decorrer da nossa existência.

- E, para finalizar, Deus é Pai para todos que aceitam o Filho como Salvador. É isso que a doutrina cristã ensina, e eu creio e entendo o porquê.

Zigurd
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 251
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 27 Set 2015, 6:32 pm

Zigurd escreveu:

  • Não existe homem "bom"! A partir da rebeldia do primeiro casal, o homem por descendência nasce com uma natureza má, então, ele precisa entregar sua vida a Deus para que o bem possa ser praticado. Ninguém nasce "filho de Deus", tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal: a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Jo 1:12s). []'s

Não existe criação divina com a natureza má. A rebeldia do primeiro casal demonstra que desde o início o homem teve o livre arbítrio, do contrário já teria sido criado com a natureza má. Ninguém quer atribuir a criação do mau a Deus. Mas se o diabo existe e, tudo quanto existe é criação divina, o diabo é cria divina. Por mais que vocês não gostem da ideia - o diabo foi criado por Deus porque tudo quanto existe é cria divina.


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Khwey em Dom 27 Set 2015, 6:57 pm

Em tratando-se do criador, o Deus da bíblia, para quem crê nas palavras dela, existe sim, criação divina com natureza má:

Provérbios
16:4 O Senhor fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios, até o ímpio para o dia do mal.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 27 Set 2015, 7:16 pm

Khwey escreveu:Em tratando-se do criador, o Deus da bíblia, para quem crê nas palavras dela, existe sim, criação divina com natureza má:

Provérbios
16:4 O Senhor fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios, até o ímpio para o dia do mal.

Perfeito! Em assim sendo o primeiro casal já foi criado rebelde para que a raça humana se perpetuasse. E assim aconteceu...

Ah, tem também aquela situação que algumas pessoas foram criadas para escândalo ... Claro, ele precisa mostrar que é Deus e não deus!


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Zigurd em Dom 27 Set 2015, 7:24 pm

Eterna escreveu:
Zigurd escreveu:

  • Não existe homem "bom"! A partir da rebeldia do primeiro casal, o homem por descendência nasce com uma natureza má, então, ele precisa entregar sua vida a Deus para que o bem possa ser praticado. Ninguém nasce "filho de Deus", tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal: a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Jo 1:12s). []'s

Não existe criação divina com a natureza má. A rebeldia do primeiro casal demonstra que desde o início o homem teve o livre arbítrio, do contrário já teria sido criado com a natureza má. Ninguém quer atribuir a criação do mau a Deus. Mas se o diabo existe e, tudo quanto existe é criação divina, o diabo é cria divina. Por mais que vocês não gostem da ideia - o diabo foi criado por Deus porque tudo quanto existe é cria divina.
 
Deus criou um anjo de luz, e este se fez diabo.

Deus criou o homem bom, e este se fez mau. Somente através de Jesus o homem pode voltar ao estado anterior.

Zigurd
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 251
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Zigurd em Dom 27 Set 2015, 7:28 pm

Khwey escreveu:Em tratando-se do criador, o Deus da bíblia, para quem crê nas palavras dela, existe sim, criação divina com natureza má:

Provérbios
16:4 O Senhor fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios, até o ímpio para o dia do mal.

Sim, Deus criou todas coisas para os seus propósitos.

Zigurd
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 251
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Khwey em Dom 27 Set 2015, 7:36 pm

Eterna escreveu:
Perfeito! Em assim sendo o primeiro casal já foi criado rebelde para que a raça humana se perpetuasse. E assim aconteceu...
Está errado porque não é assim que está escrito.

Quando foi criado, o primeiro casal não tinha conhecimento do bem e do mal, para que se possa dizer que eles foram criados rebeldes.

Isto sem falar que não foi para o dia do mal, a criação deles.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 27 Set 2015, 8:28 pm

Khwey escreveu:
Eterna escreveu:
Perfeito! Em assim sendo o primeiro casal já foi criado rebelde para que a raça humana se perpetuasse. E assim aconteceu...
Está errado porque não é assim que está escrito.

Quando foi criado, o primeiro casal não tinha conhecimento do bem e do mal, para que se possa dizer que eles foram criados rebeldes.

Isto sem falar que não foi para o dia do mal, a criação deles.

Ah tá! Então, se não foi o livre arbítrio, como foi que aconteceu a desobediência? O que eu quero perguntar é - como a ausência de conhecimento pôde gerar o pecado? Porque esse casal foi exposto ao pecado sem qualquer defesa a sua inocência?


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por rbarros em Dom 27 Set 2015, 8:33 pm

O deus bíblico - segundo o entendimento da maioria dos que seguem a bíblia ao pé da letra - é um deus contraditório...

Deus cria um ser sem maldade, ou seja um anjo, este se rebela (demonstra sentimentos de maldade), e este anjo rebelde consegue estragar a obra divina que viria logo após. Deus errou a fórmula.

Deus cria então um casal mortal, sem maldade, e este também se rebela (demonstra sentimentos de maldade). Então Deus, novamente, errou a fórmula.

Um deus que erra não pode ser um deus...


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1362
Idade : 52
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Khwey em Dom 27 Set 2015, 8:45 pm

Eterna escreveu:
Khwey escreveu:
Eterna escreveu:
Perfeito! Em assim sendo o primeiro casal já foi criado rebelde para que a raça humana se perpetuasse. E assim aconteceu...
Está errado porque não é assim que está escrito.

Quando foi criado, o primeiro casal não tinha conhecimento do bem e do mal, para que se possa dizer que eles foram criados rebeldes.

Isto sem falar que não foi para o dia do mal, a criação deles.

Ah tá! Então, se não foi o livre arbítrio, como foi que aconteceu a desobediência? O que eu quero perguntar é - como a ausência de conhecimento pôde gerar o pecado? Porque esse casal foi exposto ao pecado sem qualquer defesa a sua inocência?
Isto daí não tem nada a ver com o que eu coloquei.

Eu afirmei que, segundo a bíblia, existe sim criação divina com a natureza má, contrariando o que você havia dito.

Respondendo a pergunta, o único conhecimento que eles tinham era sobre não comer o fruto de uma certa árvore.

Então era só obedecer a isto.

Eles tinham a liberdade para fazer uma escolha, enquanto que aquele que é criado com a natureza má, não tem.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 27 Set 2015, 9:24 pm

Khwey escreveu:
Eterna escreveu:
Khwey escreveu:
Eterna escreveu:
Perfeito! Em assim sendo o primeiro casal já foi criado rebelde para que a raça humana se perpetuasse. E assim aconteceu...
Está errado porque não é assim que está escrito.

Quando foi criado, o primeiro casal não tinha conhecimento do bem e do mal, para que se possa dizer que eles foram criados rebeldes.

Isto sem falar que não foi para o dia do mal, a criação deles.

Ah tá! Então, se não foi o livre arbítrio, como foi que aconteceu a desobediência? O que eu quero perguntar é - como a ausência de conhecimento pôde gerar o pecado? Porque esse casal foi exposto ao pecado sem qualquer defesa a sua inocência?
Isto daí não tem nada a ver com o que eu coloquei.

Eu afirmei que, segundo a bíblia, existe sim criação divina com a natureza má, contrariando o que você havia dito.

Respondendo a pergunta, o único conhecimento que eles tinham era sobre não comer o fruto de uma certa árvore.

Então era só obedecer a isto.
Se não tinha nada a ver, começou a ter!  Toda resposta gera dúvidas que merecem respostas para o deslinde da conversação.

Eles tinham a liberdade para fazer uma escolha, enquanto que aquele que é criado com a natureza má, não tem.

Esclareça qual liberdade lhes foi concedida, haja vista que não foram orientados que poderiam receber determinações diferente. Por fim, me parece que aquele que é criado com a natureza má sofre (??) ou executa determinações impostas. Novamente pergunto: - onde houve liberdade?


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Khwey em Dom 27 Set 2015, 9:46 pm

Eterna escreveu:
Esclareça qual liberdade lhes foi concedida, haja vista que não foram orientados que poderiam receber determinações diferente. Por fim, me parece que aquele que é criado com a natureza má sofre (??) ou executa determinações impostas. Novamente pergunto: - onde houve liberdade?
A liberdade está no fato deles terem desobedecido. Eles puderam escolher.

Assim como também poderiam ter escolhido obedecer ao que foi pedido.

Quem é criado com a natureza má, sempre vai desobedecer, pois foi criado para servir ao criador nesta condição.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Zigurd em Seg 28 Set 2015, 9:42 am

Embora a vontade de Deus seja que todos se salvem (1 Tm 2:4), não há injustiça divina ao permitir que alguns se percam, já que Deus por Sua Graça providenciou todos os meios necessários para a salvação e os colocou à disposição do homem. Então, é pegar ou largarhummmm...

Jesus, meu Senhor e meu Deus. Esta declaração procede do íntimo da alma de todos os que aceitam a salvação de Deus, porque trata-se de uma revelação do Espírito Santo. Quem não crê que Jesus é poderoso para nos salvar já está morto, e assim continuará até que a sua fé seja suficiente para abrir o seu coração, e receber essa verdade.

Zigurd
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 251
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Eterna em Dom 11 Out 2015, 10:45 pm

Khwey escreveu:
Eterna escreveu:
Esclareça qual liberdade lhes foi concedida, haja vista que não foram orientados que poderiam receber determinações diferente. Por fim, me parece que aquele que é criado com a natureza má sofre (??) ou executa determinações impostas. Novamente pergunto: - onde houve liberdade?
A liberdade está no fato deles terem desobedecido. Eles puderam escolher.

Assim como também poderiam ter escolhido obedecer ao que foi pedido.

Quem é criado com a natureza má, sempre vai desobedecer, pois foi criado para servir ao criador nesta condição.

Entendo sua colocação, mas entender não significa concordar! Veja você que Adão e Eva desobedeceram sem entender o significado de contrariar uma ordem.

Ambos foram criados para ficar andando pelo paraíso sem qualquer preocupação, exceto pelo fruto de uma árvore! Ambos tinham inteligência mas seu foco principal deveria ser o fruto de uma árvore?

 Restam ainda outras dúvidas:

Adão e Eva foram criados com a natureza má? Se a resposta for positiva, todos nós somos descendentes de uma natureza má?

Quem é criado com a natureza má está salvo por não ter liberdade de escolha ou já está condenado por ter sido mau?


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3784
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Zigurd em Ter 13 Out 2015, 12:45 am

Eterna escreveu:
Zigurd escreveu:

  • Não existe homem "bom"! A partir da rebeldia do primeiro casal, o homem por descendência nasce com uma natureza má, então, ele precisa entregar sua vida a Deus para que o bem possa ser praticado. Ninguém nasce "filho de Deus", tornam-se tão somente aqueles que são feitos como tal: a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que creem no seu nome; Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (Jo 1:12s). []'s

Não existe criação divina com a natureza má. A rebeldia do primeiro casal demonstra que desde o início o homem teve o livre arbítrio, do contrário já teria sido criado com a natureza má. Ninguém quer atribuir a criação do mau a Deus. Mas se o diabo existe e, tudo quanto existe é criação divina, o diabo é cria divina. Por mais que vocês não gostem da ideia - o diabo foi criado por Deus porque tudo quanto existe é cria divina.

O homem por descendência nasce com uma natureza má. É isso que está anotado em meu comentário.

O diabo, como tal, não é criação divina. Ele é um anjo, obviamente criado por Deus, mas pelo mau uso da liberdade recebida, escolheu não permanecer na verdade, introduziu a mentira na humanidade, com ela o pecado que resulta na morte do homem (Jo 8:44). É isso que a Bíblia ensina. Portanto, quem crê nas palavras de Jesus, não pode mesmo gostar das ideias contrárias a isso.

Zigurd
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 251
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O homem e o ato de fazer o bem

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:44 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum