.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 11:38 am por Jarbas

» Palavras são palavras, nada mais do que palavras. Será?
Hoje à(s) 10:44 am por gusto

» Um conselho aos debatedores de internet
Hoje à(s) 10:23 am por gusto

» A Verdadeira Liberdade
Hoje à(s) 10:02 am por gusto

» Frases
Hoje à(s) 9:54 am por gusto

» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 10:47 pm por Lit San Ares

» A eleição torna-nos robôs?
Ontem à(s) 10:29 pm por Lit San Ares

» DESAFIO AOS DO LIVRE ARBITRIO
Ontem à(s) 9:45 pm por Lit San Ares

»  Endurecimeto do Faraó
Ontem à(s) 8:44 pm por Lit San Ares

Quem está conectado
45 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 42 Visitantes :: 2 Motores de busca

gusto, Jarbas, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Ressurreição e Reencarnação

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Qui 09 Abr 2015, 2:33 pm

Ressurreição e reencarnação

4. A reencarnação fazia parte dos dogmas dos judeus, sob o nome de ressurreição. Só os saduceus, cuja crença era a de que tudo acaba com a morte, não acreditavam nisso. As idéias dos judeus sobre esse ponto, como sobre muitos outros, não eram claramente definidas, porque apenas tinham vagas e incompletas noções acerca da alma e da sua ligação com o corpo. Criam eles que um homem que vivera podia reviver, sem saberem precisamente de que maneira o fato poderia dar-se. Designavam pelo termo ressurreição o que o Espiritismo, mais judiciosamente, chama reencarnação. Com efeito, a ressurreição dá ideia de voltar à vida o corpo que já está morto, o que a Ciência demonstra ser materialmente impossível, sobretudo quando os elementos desse corpo já se acham desde muito tempo dispersos e absorvidos. A reencarnação é a volta da alma ou Espírito à vida corpórea, mas em outro corpo especialmente formado para ele e que nada tem de comum com o antigo. A palavra ressurreição podia assim aplicar-se a Lázaro, mas não a Elias, nem aos outros profetas. Se, portanto, segundo a crença deles, João Batista era Elias, o corpo de João não podia ser o de Elias, pois que João fora visto criança e seus pais eram conhecidos. João, pois, podia ser Elias reencarnado, porém, não ressuscitado.

6. A ideia de que João Batista era Elias e de que os profetas podiam reviver na Terra se nos depara em muitas passagens dos Evangelhos, (...). Se fosse errônea essa crença, Jesus não houvera deixado de a combater, como combateu tantas outras. Longe disso, ele a sanciona com toda a sua autoridade e a põe por princípio e como condição necessária, quando diz: "Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo." E insiste, acrescentando: Não te admires de que eu te haja dito ser preciso nasças de novo. (João - Cap. III)

9. O Espírito sopra onde quer; ouves-lhe a voz, mas não sabes nem donde ele vem, nem para onde vai (João - Cap. III): pode-se entender que se trata do Espírito de Deus, que dá vida a quem ele quer, ou da alma do homem. Nesta última acepção - "não sabes donde ele vem, nem para onde vai" - significa que ninguém sabe o que foi, nem o que será o Espírito. Se o Espírito, ou alma, fosse criado ao mesmo tempo que o corpo, saber-se-ia donde ele veio, pois que se lhe conheceria o começo. Como quer que seja, essa passagem consagra o princípio da preexistência da alma e, por conseguinte, o da pluralidade das existências. 

(O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo IV: Ninguém poderá ver o reino de Deus se não nascer de novo)


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Khwey em Qui 09 Abr 2015, 11:51 pm

Dentro do contexto bíblico, o que vale como sendo a verdade para o cristão é o que Jesus anunciou ao povo e ensinou aos apóstolos.

Jesus ensinou a ressurreição dos mortos, e Paulo acrescentou que o homem só morre uma vez.

Convém ressaltar que alguns exemplos usados por Deus como sendo sinais e milagres, são exceções à regra, dada a necessidade dos mesmos para comprovar a veracidade do que estava sendo anunciado, tal como lemos em João 4:48 e Marcos 16:17.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17150
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Qui 30 Abr 2015, 7:20 pm

Mary escreveu:mas no espiritismo explica sobre quem são os deuses egipcios??


rbarros escreveu:Não, o Espiritismo não explica quem são os deuses egípcios. Os faraós não eram deuses, mas se autointitulavam filhos dos deuses. Ramsés, na língua egípcia, quer dizer Filho do Sol (Ra = Sol; M'ses = Filho), onde o Sol era adorado como um deus. Note que daí vem o nomo "Moisés", ou seja, Filho.






rbarros escreveu:De lá, meu Espírito veio para cá. Após algum estudo, concluí que a estrela em questão era Sirius, da constelação do Cão Maior.

No Antigo Egito, a estrela Sirius era alvo de uma particular veneração e era representada pela deusa Isis, e pelo deusHermes. Os astrônomos nos tempo antigos (1.500 a.C.) descreviam Sirius como sendo de luz avermelhada, uma luz mais vermelha do que aquela do planeta Marte. Atualmente a sua luz é absolutamente branca! Talvez a mudança misteriosa da cor de Sirius tenha algo a ver com a estrela companheira de Sirius, já que ela é uma estrela binária. Ou seja, ela tornou-se branca após a chegada de sua companheira, exatamente como no meu sonho.





Então vc viveu no planeta Sirius da constelação maior  no local em que a Deusa isis vive e o Deus hermes vivem.

vc disse em outro topico  (http://gospelbrasil.topicboard.net/t9166-veja-o-que-um-bruxo-e-ocultista-famoso-diz-sobre-o-espiritismo-ele-confessa-que-baal-esteve-na-mesa-branca) que os espiritas não acreditam em demônios. 

entaõ o mal naõ existe?

hummm

rbarros vc bebeu o chá santo daime (que na minha opinião é uma droga fortissima) entrou em transe e conseguiu ver sua outra vida passada?

viu que foi Ramsés II .


Achei que sua visão tinha sido  por meditação mas este chá é uma bebida alucinógena .  oh my


Acho dificíl alguém beber ou injetar uma droga e não entrar em transe.


 andei pesquisando sobre está religião e achei isto:


Raimundo Irineu Serra nasceu em São Vicente Ferrer, no Estado do Maranhão em 1892. No final da primeira década do século, embarcou para o então Território do Acre para trabalhar nos seringais, onde se estabeleceu próximo à cidade de Brasileia, na fronteira com a Bolívia. Foi ali que Raimundo Irineu Serra, teve sua iniciação com a ayahuasca , recebendo a missão de uma entidade feminina associada com a Virgem Maria (Virgem da Conceição ou Rainha da Floresta) de expandir a doutrina e utilizar todo o conhecimento nela inserida para a cura.


fonte wikipédia


Este Raimundo recebeu uma missão de uma entidade feminina virgem da conceição depois que bebeu o santo daime.
 e assim a religião teve o inicio.

 vou ser sincera não dá para acreditar em sua reencarnação como sendo ramsés devido ao uso de droga alucinógena.


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Qui 30 Abr 2015, 7:24 pm

rbarros escreveu:reencarnação fazia parte dos dogmas dos judeus, sob o nome de ressurreição. Só os saduceus, cuja crença era a de que tudo acaba com a morte, não acreditavam nisso. As idéias dos judeus sobre esse ponto, como sobre muitos outros, não eram claramente definidas, porque apenas tinham vagas e incompletas noções acerca da alma e da sua ligação com o corpo. Criam eles que um homem que vivera podia reviver, sem saberem precisamente de que maneira o fato poderia dar-se. Designavam pelo termo ressurreição o que o Espiritismo, mais judiciosamente, chama reencarnação. Com efeito, a ressurreição dá ideia de voltar à vida o corpo que já está morto, o que a Ciência demonstra ser materialmente impossível, sobretudo quando os elementos desse corpo já se acham desde muito tempo dispersos e absorvidos. A reencarnação é a volta da alma ou Espírito à vida corpórea, mas em outro corpo especialmente formado para ele e que nada tem de comum com o antigo. A palavra ressurreição podia assim aplicar-se a Lázaro, mas não a Elias, nem aos outros profetas. Se, portanto, segundo a crença deles, João Batista era Elias, o corpo de João não podia ser o de Elias, pois que João fora visto criança e seus pais eram conhecidos. João, pois, podia ser Elias reencarnado, porém, não ressuscitado.


 Como Alan kardec sabia que os judeus acreditavam em reencarnação???

  alan kardec pertencia ao judaísmo?

hummm


Última edição por Mary em Qui 30 Abr 2015, 7:51 pm, editado 2 vez(es)


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Discipulo em Qui 30 Abr 2015, 7:44 pm

Desejo boa sorte para você Mary , quem sabe para você ele responde . Não irei me intrometer aqui , apenas ler e continuar lendo até sabermos a resposta

Não sei se é possível também argumentar , se ela quiser é claro, saber quem Eterna foi na vida passada .

No mais nao irei me intrometer aqui e apenas estarei lendo .

Discipulo
Banido

Número de Mensagens : 373
flag : Brasil
Data de inscrição : 21/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Qui 30 Abr 2015, 8:03 pm

rbarros escreveu:Ele veio de mansinho, sem forçar a barra, sem me atropelar. Foi no início dos anos 90, quando eu fazia cursos na Federação Espírita, inclusive o Curso de Desenvolvimento Mediúnico. Sua aproximação foi à noite no meu quarto, quando orava para dormir. No começo eu sentia um leve tremelique por todo o corpo, até que finalmente a incorporação se deu por completo.

Ou seja, não chamei, não insisti, não facilitei nada, pois foi tudo muito natural e surpreendente.

Quando a entidade se sentiu mais firme para atuar, eu apenas observava o seu comportamento: a começar pela postura, muito ereta, orgulhosa, altiva, peito para fora, barriga para dentro! Bem diferente de mim, que sou tímido e todo retraído...

Ele fazia gestos exatos com os braços, como se estivesse invocando forças do Universo! Bastava eu pensar em alguém para ela - a entidade - "coletar" com as mãos acima da cabeça e "enviar" energias para aquela pessoa a qual pensava. Mentalizava pessoas que estavam com problemas de saúde e, depois daquela "energização" a pessoa normalmente melhorava, era muito compensador!

Foi um tempo muito bom, pena que me afastei tanto...

Soube que se tratava de um faraó pela postura que ele fica quando parado, ou seja, os braços cruzados sobre o peito, assim:



Mas, o guardava só para mim, ninguém precisava saber de sua existência. O importante era o bem que fazíamos aos outros, e por tabela para mim mesmo.


Seu anjo da guarda é este faraó???

não sei se vc conhece mais existe uma kardecista a Márcia .

Márcia vai com frequencia no programa da Sonia Abrão ela diz que existe demônios e que o anjo da guarda existe e sempre temos que orar para ele. 

Rbarros vc ja teve ou viu seu anjo da guarda (sem ser com ramificações egipcias) alguma vez em toda a sua vida?


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Qui 30 Abr 2015, 8:16 pm

rbarros escreveu:Podemos imaginar soluções como câmaras pressurizadas, ambientadas para a atmosfera e gravidade ideais para a sua existência neste nosso mundo. Se tomarmos qualquer das pirâmides de Gizé, no Egito, notaremos que há câmaras em seu interior e abaixo do nível do solo, que são muito bem isoladas:



Sua aparição em público poderia ser feita através de hologramas, assim não precisariam sair de seus ambientes. E, quando o faziam, podiam usar máscaras especiais com suporte respiratório:


Expandir esta imagem Ver em tamanho real


Repare nos deuses com cara de animais e/ou com enormes chapéus sobre a cabeça. Não seriam estes artefatos máscaras respiratórias?



rbarros se vc te uma anjo faraó(entidade) que te ajuda e ajuda a vida de outras pessoas através de suas orações .

Eles não te disseram como desceram até a terra? Sua permanência aqui como foi (período)?


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Qui 30 Abr 2015, 8:35 pm

rbarros
Ele não é um guia, é apenas uma entidade que se uniu a mim para juntos orarmos e enviarmos boas energias às pessoas necessitadas.

No entanto, já faz tanto tempo que não o invoco, que nem sei mais se ele estará presente.

Ultimamente estava incorporando um Inca, o soberano do povo andino. Este me apareceu depois que frequentei o ritual da ayahuasca por três vezes.

É uma entidade que gosta de dançar (eu não danço, sou muito tímido). Para invocá-la, eu preciso ouvir e dançar uma certa música que tem um poder invocativo muito forte. Nem preciso dizer que só faço isso na mais completa solidão (sou separado, atualmente vivo só). Como a incorporei pouquíssimas vezes, não sei qual a sua real intenção. É tudo muito rápido, só dura o tempo em que a melodia está tocando - uns quinze minutos. Só sei que me faz um grande bem à minha fragilizada saúde física. Talvez seja um retorno do bem que fiz a outrem no passado pela incorporação do meu Faraó...

Mais ou menos assim que o imagino:


Expandir esta imagem


Engraçado que, depois disto, passei a me sentir muito atraído pelas rochas, assim como o povo inca!



quanto tempo vc ficou frequentando o santo daime??? 

e por quanto tempo bebeu o chá alucinógeno??

rbarros  contato com o inca é somente com o chá ou sóbrio vc também o vê?


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Cartman em Sex 01 Maio 2015, 4:52 am

Mary escreveu:Márcia vai com frequencia no programa da Sonia Abrão ela diz que existe demônios e que o anjo da guarda existe e sempre temos que orar para ele.

Os demônios, infelizmente existem e, fazem parte da natureza de algumas pessoas, desde o nascimento.

Não se pode eliminá-los, é necessário doutriná-los, para haver equilíbrio entre as forças do bem e do mal.

Quanto à ressurreição e reencarnação, eu pessoalmente, não acredito em vida após a morte... já que pra mim, os Deuses, nada mais são que; forças energéticas da natureza.


Khwey: todo mundo sabe que você é o "DELETÃO" do fórum.

Cartman
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1807
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sex 01 Maio 2015, 2:34 pm

Mary escreveu:Então vc viveu no planeta Sirius da constelação maior  no local em que a Deusa isis vive e o Deus hermes vivem.

Sírius é uma estrela, como o nosso Sol, e não um planeta. Como estrela, ela deve ter alguns planetas girando ao seu redor, como a Terra. Pelo que vi no meu sonho, eu vivia nalgum planeta habitável que girava em torno de Sírius.

Quanto aos deuses egípcios, eles estavam associados a Sírius, mas eram apenas figuras mitológicas, não eram de carne e osso como nós.

Mary escreveu:vc disse em outro topico que os espiritas não acreditam em demônios. 

entaõ o mal naõ existe?

hummm

Não acreditamos em demônios como são descritos pelas religiões. Os "demônios" nada mais são do que as almas desencarnadas, quando voltadas para o Mal. Nós os chamamos "obsessores". No entanto, estas almas podem ser doutrinadas, voltando a trilhar os caminhos do Bem.

Deus, em toda a sua bondade, jamais criaria, ou permitiria que se criassem, seres voltados exclusivamente para o mal.

Mary escreveu:rbarros vc bebeu o chá santo daime (que na minha opinião é uma droga fortissima) entrou em transe e conseguiu ver sua outra vida passada?

viu que foi Ramsés II .

Achei que sua visão tinha sido  por meditação mas este chá é uma bebida alucinógena .  oh my

Acho dificíl alguém beber ou injetar uma droga e não entrar em transe.

 vou ser sincera não dá para acreditar em sua reencarnação como sendo ramsés devido ao uso de droga alucinógena.

Mary, não está provado que a ayahuasca, que é o nome do chá ingerido no ritual do Daime, e que também é uma bebida de origem incaica, seja um alucinógeno. O que ela faz é expandir a consciência. Nem todos que a provam têm este tipo de visões, isto vai variar muito de indivíduo para indivíduo.

A sensação para quem toma o chá também varia muito, alguns não vêem nada, outros têm uma sensação de morte! Como eu já tenho um desenvolvimento mediúnico - que também promove uma certa expansão da consciência, para mim foi fácil ver estas vidas passadas.

E foi somente na terceira vez que tomei o chá que tive estas visões. Nas duas primeiras vezes, foi só frutstração. E, depois da terceira vez, não fui mais ao Daime.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sex 01 Maio 2015, 2:43 pm

Mary escreveu:

 Como Alan kardec sabia que os judeus acreditavam em reencarnação???

  alan kardec pertencia ao judaísmo?

hummm

Não, Kardec era católico por criação.

Hippolyte Léon Denizard Rivail (Lyon, 3 de outubro de 1804 — Paris, 31 de março de 1869) foi um influente educador, autor e tradutor francês. Sob o pseudônimo de Allan Kardec, notabilizou-se como o codificador do Espiritismo (neologismo por ele criado), também denominado de Doutrina Espírita. Foi discípulo do reformador educacional Johann Heinrich Pestalozzi e um dos pioneiros na pesquisa científica sobre fenômenos paranormais (mais notoriamente a mediunidade), assuntos que antes costumavam ser considerados inadequados para uma investigação do tipo.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sex 01 Maio 2015, 2:50 pm

Mary escreveu:
Seu anjo da guarda é este faraó???

não sei se vc conhece mais existe uma kardecista a Márcia .

Márcia vai com frequencia no programa da Sonia Abrão ela diz que existe demônios e que o anjo da guarda existe e sempre temos que orar para ele. 

Rbarros vc ja teve ou viu seu anjo da guarda (sem ser com ramificações egipcias) alguma vez em toda a sua vida?

Este faraó é uma entidade espiritual que incorporo eventualmente no silêncio do meu quarto para juntos orarmos pelos necessitados. Nós não nos comunicamos, não há diálogo e ninguém sabe de sua presença.

Não é meu anjo-da-guarda - não acredito em anjos-da-guarda - assim como não acredito em demônios.

Esta Márcia está confundindo Espiritismo com Catolicismo, ela precisa voltar a estudar a Doutrina Espírita!


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sex 01 Maio 2015, 2:57 pm

Mary escreveu:rbarros se vc te uma anjo faraó(entidade) que te ajuda e ajuda a vida de outras pessoas através de suas orações .

Eles não te disseram como desceram até a terra? Sua permanência aqui como foi (período)?

Não há diálogo entre eu e a entidade que incorporo, não dá para fazer uma sessão de perguntas e respostas!

Minha comunicação com os Espíritos normalmente se dá através de sonhos, mesmo assim, somente coisas muito importantes!

Costumo interpretar sonhos, se quiser podemos fazer uns testes: vc me conta o sonho e eu tento decifrá-lo!


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sex 01 Maio 2015, 3:08 pm

Mary escreveu:

quanto tempo vc ficou frequentando o santo daime??? 

e por quanto tempo bebeu o chá alucinógeno??

rbarros  contato com o inca é somente com o chá ou sóbrio vc também o vê?

Fui somente em três sessões, onde se toma duas vezes o chá por sessão. No centro que fui, os trabalhos começam às 22h e se estendem até as 6h do dia seguinte.O efeito do chá perdura por uma semana. Repito: o chá não é alucinógeno (senão seria proibido o seu uso), ele causa uma expansão da consciência, mas que varia de indivíduo para indivíduo.

O contato com o Inca se deu algum tempo depois que parei de ir ao daime; ele ocorre quando ouço uma determinada canção que tem um toque incaico. Quando a música acaba, o contato se desfaz. É algo muito breve, mas muito interessante!


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Eterna em Sex 01 Maio 2015, 5:34 pm

Khwey escreveu:Dentro do contexto bíblico, o que vale como sendo a verdade para o cristão é o que Jesus anunciou ao povo e ensinou aos apóstolos.

De fato!

Khwey escreveu:Jesus ensinou a ressurreição dos mortos, e Paulo acrescentou que o homem só morre uma vez.


Sim, só morremos uma vez. Depois devemos renascer da água e do espírito! O vento sopra e não sabemos de onde vem e nem para onde vai!

Khwey escreveu:Convém ressaltar que alguns exemplos usados por Deus como sendo sinais e milagres, são exceções à regra, dada a necessidade dos mesmos para comprovar a veracidade do que estava sendo anunciado, tal como lemos em João 4:48 e Marcos 16:17.

As exceções de Deus, que não são poucas, é um fato preocupante dado que suas leis são imutáveis! Paralelamente a João 4:48 temos a contradição em Lucas 16:19-31.


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3823
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sex 01 Maio 2015, 9:17 pm

Cartman escreveu:
Mary escreveu:Márcia vai com frequencia no programa da Sonia Abrão ela diz que existe demônios e que o anjo da guarda existe e sempre temos que orar para ele.

Os demônios, infelizmente existem e, fazem parte da natureza de algumas pessoas, desde o nascimento.

Não se pode eliminá-los, é necessário doutriná-los, para haver equilíbrio entre as forças do bem e do mal.

Eu sempre disse que os verdadeiros demônios são os seres humanos, e que a Terra é o verdadeiro Inferno...

Cartman escreveu:Quanto à ressurreição e reencarnação, eu pessoalmente, não acredito em vida após a morte... já que pra mim, os Deuses nada mais são que forças energéticas da natureza.

Mas o que os deuses têm a ver com o ciclo reencarnatório do nascer, morrer, renascer?


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Khwey em Sab 02 Maio 2015, 1:32 am

Eterna escreveu:
Sim, só morremos uma vez. Depois devemos renascer da água e do espírito! O vento sopra e não sabemos de onde vem e nem para onde vai!
Nascer da água e do Espírito significa mudar de vida.

Eterna escreveu:
As exceções de Deus, que não são poucas, é um fato preocupante dado que suas leis são imutáveis! Paralelamente a João 4:48 temos a contradição em Lucas 16:19-31.
E qual seria essa contradição?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17150
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Cartman em Sab 02 Maio 2015, 4:12 am

rbarros escreveu:
Mas o que os deuses têm a ver com o ciclo reencarnatório do nascer, morrer, renascer?

Os Deuses, representando as forças energéticas da natureza, ajudam na manutenção e sustentação da vida.

Sem a "deusa ou mãe" Lua, por exemplo, a existência de vida complexa, poderia nunca ter surgido por aqui.

Portanto, se realmente existe um ciclo reencarnatório, então ele automaticamente, será influenciado pelos Deuses.

Lembrando que Kali, na tradição hindu, é a Deusa da reencarnação. muito bom!


Khwey: todo mundo sabe que você é o "DELETÃO" do fórum.

Cartman
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1807
flag : Brasil
Data de inscrição : 04/04/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sab 02 Maio 2015, 5:14 pm

Cartman escreveu:Os Deuses, representando as forças energéticas da natureza, ajudam na manutenção e sustentação da vida.

Da vida orgânica, não da vida espiritual.

Cartman escreveu:Portanto, se realmente existe um ciclo reencarnatório, então ele automaticamente, será influenciado pelos Deuses.

Se os deuses são representação das energias naturais que sustentam a vida orgânica, então eles nada têm a ver com alma e espírito. A reencarnação sugere a volta do espírito à vida corpórea, sugere vida após a morte e vida antes da vida.

Cartman escreveu:Lembrando que Kali, na tradição hindu, é a Deusa da reencarnação. muito bom!

Mitologia apenas, nada mais.


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Discipulo em Sab 02 Maio 2015, 5:22 pm

MODERADO

O tal chá de santo daime é sim um chá alucinógeno rsrsrsrs
só ele , sim só ele que acredita que não é kkkk

MODERADO

Discipulo
Banido

Número de Mensagens : 373
flag : Brasil
Data de inscrição : 21/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por rbarros em Sab 02 Maio 2015, 5:47 pm

Antropólogos e adeptos religiosos frequentemente desaprovam o uso do termo "alucinógeno" para descrever a ayahuasca. O termo enteógeno (grego en- = dentro/interno, -theo- = deus/divindade, -genos = gerador), ou "gerador da divindade interna" uma vez que seu uso se dá em contextos ritualísticos específicos. Contudo, a categorização científica da ayahuasca, enquanto substância, sem levar em consideração qualquer contexto de uso, é de um alucinógeno psicodélico. Para a farmacologia, do ponto de vista bioquímico, essa categorização não possui qualquer juízo de valor, e simplesmente denota a substância como um alterador da percepção e da cognição que age sobre os receptores de serotonina. Mas ressalte-se que, para compreender seus efeitos psíquicos ou subjetivos, não se pode ignorar as crenças e contexto social de uso.

A controvérsia "enteógeno x alucinógeno" ocorre devido à conotação negativa que este último termo adquiriu em seu uso nos meios sociais e nos meios de comunicação. O etnofarmacologista Dennis McKenna, tendo em vista essa controvérsia, considera tanto o termo alucinógeno quanto o termo enteógeno como inadequados para descrever a ayahuasca, e diz preferir o termo "shamanic medicine".

Pesquisadores de medicina indígena, sistemas etnomédicos e adeptos religiosos consideram a possibilidade e/ou atribuem à substância propriedades curativas. Nas religiões tradicionais do Brasil e entre curandeiros "mestizos" da região andina, por exemplo, acredita-se que a ayahuasca é capaz de desintoxicar (purgar), reativar órgãos danificados e propiciar melhoras em quadros de dependência química, por exemplo. O Mestre Irineu, fundador do primeiro grupo neo-ayahuasqueiro, o Centro de Iluminação Cristã Luz Universal - Alto Santo, dizia que o seu daime podia curar todas as doenças, exceto aquelas que vieram por sentença divina. Entretanto, ele também dizia que "o Daime é para todos, mas nem todos são para o Daime" , e proibiu o proselitismo da bebida para os seus seguidores.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ayahuasca


Que o espírito dos selvagens permaneça um espírito selvagem!

rbarros
Moderador Espírita
Moderador Espírita

Número de Mensagens : 1400
Idade : 53
Localização : São Paulo - Capital
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/05/2012

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewforum.php?f=16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Discipulo em Sab 02 Maio 2015, 5:55 pm


o termo técnico não quer dizer que não seja , vai estudar biologia

Efeitos
O chá de Santo Daime é um alucinógeno. Tal propriedade se deve à presença nas folhas da chacrona de uma substância alucinógena denominada N,N-dimetiltriptamina (DMT). O DMT é destruído pelo organismo por meio da enzima monoaminaoxidase (MAO). No entanto, o caapi possui uma substância capaz de bloquear os efeitos da MAO: a harmalina. Desse modo, o DMT tem sua ação alucinógena intensificada e prolongada.

Outras plantas amazônicas também possuem DMT e são utilizadas por diversas tribos indígenas como um modo de experiência religiosa. Entre estas estão a jurema (Mimosa hostilis) e o yopo (Anadenanthera colubrina). A jurema é consumida na forma de chá, enquanto as sementes do yopo são maceradas e seu pó, consumido pela via intranasal (cheirado).

Caráter religioso e sintomatologia
Seu consumo está associado a práticas religiosas e parece ser utilizada por tribos indígenas da Amazônia desde 2000 a.C. As seitas religiosas mais conhecidas no Brasil são o Santo Daime e a União do Vegetal. Os efeitos, desse modo, estão bastante relacionados aos rituais religiosos onde se dá o consumo, baseados na crença da possibilidade de contato com outros planos espirituais. Há semelhança entre os efeitos da ayahusca e alucinógenos, como o LSD.


Desculpa a biologia e estudos não entram neste caso agora né , nestas horas eu  que queria saber o que o LIT San Ares pensa :

Ele já desmentiu você dizendo que os faraós sabiam ler sim e você não respondeu , ele poderia confirmar aqui se é alucinógeno ou não

Discipulo
Banido

Número de Mensagens : 373
flag : Brasil
Data de inscrição : 21/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Sab 02 Maio 2015, 5:58 pm

Ayahuasca

Chá do Santo Daime (Ayahuasca) 

Outros nomes 
Chá do Santo Daime, yajé, caapi, vinho de deus. Na linguagem Quéchua, aya significa espírito ou ancestral, e huasca significa vinho ou chá.

Aparência 
Os métodos de preparo variam conforme a tradição de cada local e da ocasião em que o consumo se dá. De qualquer maneira, o processo é longo e leva quase um dia para o preparo. As diversas beberagens geralmente contêm talos socados do cipó caapi (Banisteriopsis caapi) mais as folhas da chacrona (Psichotria viridis).

Efeitos 
O chá de Santo Daime é um alucinógeno. Tal propriedade se deve à presença nas folhas da chacrona de uma substância alucinógena denominada N,N-dimetiltriptamina (DMT). O DMT é destruído pelo organismo por meio da enzima monoaminaoxidase (MAO). No entanto, o caapi possui uma substância capaz de bloquear os efeitos da MAO: a harmalina. Desse modo, o DMT tem sua ação alucinógena intensificada e prolongada.




Outras plantas amazônicas também possuem DMT e são utilizadas por diversas tribos indígenas como um modo de experiência religiosa. Entre estas estão a jurema (Mimosa hostilis) e o yopo (Anadenanthera colubrina). A jurema é consumida na forma de chá, enquanto as sementes do yopo são maceradas e seu pó, consumido pela via intranasal (cheirado). 

Caráter religioso e sintomatologia 
Seu consumo está associado a práticas religiosas e parece ser utilizada por tribos indígenas da Amazônia desde 2000 a.C. As seitas religiosas mais conhecidas no Brasil são o Santo Daime e a União do Vegetal. Os efeitos, desse modo, estão bastante relacionados aos rituais religiosos onde se dá o consumo, baseados na crença da possibilidade de contato com outros planos espirituais. Há semelhança entre os efeitos da ayahusca e alucinógenos, como o LSD. 

Riscos à saúde 
Pode haver sensação de medo e perda do controle, levando a reações de pânico. O consumo do chá pode desencadear quadros psicóticos permanentes em pessoas predispostas a essas doenças ou desencadear novas crises em indivíduos portadores de doenças psiquiátricas (transtorno bipolar, esquizofrenia). 
 



História da Ayahuasca Profª Drª Ana Cecília Marques 1 
Hamer Nastasy Palhares 2 A Ayahuasca é conhecida em diferentes culturas pelos seguintes nomes: yajé, caapi, natema, pindé, kahi, mihi, dápa, bejuco de oro, vine of gold, vine of the spirits, vine of the soul e a transliteração para a língua portuguesa resultou em hoasca. Também é conhecida amplamente no Brasil como "chá do Santo Daime" ou "vegetal". Na linguagem Quechua, aya significa espírito ou ancestral, e huasca significa vinho ou chá (Luna & Amaringo, 1991; Grob et al., 1996). Este nome, tanto se aplica à bebida preparada por meio da mistura da Banisteriopsis caapi e da Psichotria viridis, quanto à primeira das plantas. Apesar das variações acerca das plantas usadas, farmacologicamente, boa parte delas são similares. Nesta revisão, o termo ayahuasca será usado para designar a bebida resultante da decocção destas duas plantas combinação. 
As diversas preparações geralmente contêm talos socados da Banisteriopsis caapi ou espécies correlatas mais as folhas da Psichotria viridis. As plantas adicionadas à Ayahuasca ajudam a maximizar as experiências de estimulação visual e as sensações de contato com forças e locais sobrenaturais e divinos. Os métodos de preparo variam conforme o grupo, como um chá quente ou amassando-se junto à água fria, deixando-se em descanso por aproximadamente 24 horas. É um processo longo que leva quase um dia para o preparo, o que torna a "tecnologia" de produção insuficiente para a produção de grandes quantidades (Karniol & Seibel, Parecer do Grupo de Trabalho, 1986). 

História 
As origens do uso da Ayahuasca na bacia Amazônica remontam à Pré-história. Não é possível afirmar quando tal prática teve origem, no entanto, há evidências arqueológicas através de potes, desenhos que levam a crer que o uso de plantas alucinógenas ocorra desde 2.000 a.C. 
No século XVI, há relatos de que os espanhóis e portugueses, detentores das florestas do Novo Mundo, observaram a utilização de bebidas na cultura indígena e recriminaram-na: "quando bêbados, perdem o sentido, porque a bebida é muito poderosa, por meio dela comunicam-se com o demônio, porque eles ficam sem julgamento, e apresentam várias alucinações que eles atribuem a um deus que vive dentro destas plantas" (Guerra, 1971). 
O uso destas plantas foi condenado pela Santa Inquisição em 1616, o cerimonial persistiu de forma escondida dos dominadores Europeus. Os padres jesuítas descreveram o uso de "poções diabólicas" pelos nativos do Peru no século XVII. 
A história moderna da Ayahuasca começa em 1851 quando o botânico inglês R. Spruce noticia o uso de bebidas que intoxicam entre os índios Tukanoan, no Brasil. Estes convidaram-no a participar de uma cerimônia que incluía a infusão que eles chamavam "caapi". Spruce apenas tomou uma pequena quantidade daquela "nauseous beverage", mas não se deu conta dos profundos efeitos que ela teve sobre seus amigos. Os Tukanoans mostraram a Spruce a planta da qual caapi derivava, e ele coletou espécies da planta e das flores. Spruce chamou-a de Banisteria caapi, e estudo posteriores levaram-no a concluir que caapi, yage e ayahuasca eram nomes indígenas para a mesma poção feita daquela videira.A Banisteria caapi de Spruce foi reclassificada como Banisteriopsis caapi pelo taxonomista Morton em 1931. 
Em 1858, Spruce encontrou a mesma planta sendo usada na tribo Guahibo, na margem superior do rio Orinoco, na Colômbia e Venezuela, e, no mesmo ano, entre os Záparos dos Andes Peruanos, que denominavam-na Ayahuasca. 
Simson's, em 1886 foi quem primeiro observou a mistura das plantas na confecção da Ayahuasca. 
Apesar da coleta e identificação da Ayahuasca datar de 1851, os alcalóides já eram conhecidos desde a primeira metade do século XIX, o que se deve à facilidade de extração dos mesmos, bem como aos possíveis usos clínicos: logo, a Harmalina foi isolada da Peganum harmala em 1840. Sete anos depois, a Harmina foi identificada. A "telepatina" - harmina- foi identificada na "yajé" em 1905 (Zerda e Bayon). 
O começo do século vinte foi marcado por mais confusão do que esclarecimentos acerca da Ayahuasca, muitos identificaram-na, equivocadamente, do ponto de vista da botânica. Até que, em 1939, Chen & Chen descobriu que tanto a caapi, yagé e ayahuasca eram a mesma bebida. Foram estes mesmos pesquisadores que confirmaram que a harmina, telepatina e banisterina eram a mesma substância. 
Em 1957, Hochstein and Paradies encontraram, além de Harmina, também Harmalina e Tetrahidroharmina. 
Em 68, identificou-se a N,N dimetiltriptamina (DMT) como outro alcalóide deste chá. Este já havia sido sintetizado em 1931 porém só foi identificado como substância natural em 1955, na planta Piptadenia peregrina (Anadenanthera peregrina). 
Os princípios da ação farmacológica da Ayahuasca foram traçados na década de 60 e sugeriam a interação das beta-carbolinas presentes na Banisteriopsis e do DMT proveniente da P. viridis. 
O estudo de Rivier & Lindgren identificou os alcalóides presentes na decocção em 1972, isto é: Harmina, Harmalina, Tetrahidroharmina e Dimetiltriptamina. 

Antropologia e uso da Ayahuasca 

Plantas com propriedades alucinógenas vem sendo utilizadas com finalidades místicas e religiosas em diferentes culturas primitivas (Andritzky, 1989; Callaway, 1996; Desmerchelier, 1996; Luna, 1984). Há relatos do uso das poções em toda a Amazônia, chegando à costa do Pacífico no Peru, Colômbia e Equador, bem como na costa do Panamá, sendo que foi reconhecida em pelo menos 72 tribos indígenas, com pelo menos 40 diferentes nomes. 
Entre as diversas tribos da bacia Amazônica, a Ayahuasca é percebida como uma poção mágica inebriante, de origem divina, que "facilita o desprendimento da alma de seu confinamento corpóreo", voltando ao mesmo conforme a vontade e carregada de conhecimentos sagrados. Entre os nativos é usada para propósitos de cura, religião e para fornecer visões que são importantes no planejamento de caçadas, prevenção contra espíritos malévolos, bem como contra ataques de feras da floresta. 
Antes da colonização européia, postula-se que as plantas inebriantes eram amplamente usadas com fins de bruxaria, rituais religiosos, cura e contato com forças sobrenaturais (Dobkin de Rios, 1972; Harner, 1973) 
Entre os Tukanoans, o yajé é responsável pela arquitetura da tribo, pois as imagens geométricas induzidas pelo efeito do chá desempenham um importante papel na estrutura da vida cultural desta tribo, sendo que as experiências relacionadas à Ayahuasca pertencem a uma realidade mais nobre que a ordinária (Spruce, 1908). 
Para os Cashinahua o uso da ayahuasca só deve ser feito em condições extremas pois é considerada uma experiência desagradável e amedrontadora. Os índios Jivaro do Equador, relatam que a experiência com Ayahuasca é a vida real, ao passo que a realidade cotidiana é apenas uma ilusão. As visões são guiadas e manipuladas pelos xamãs, o que resulta em visões grupais sintônicas, que são incluídas dentro dos rituais religiosos próprios destas culturas. 
O uso da Ayahuasca sobreviveu aos ataques das culturas dominadoras e pouco a pouco espalhou-se para os mestiços chegando enfim às pequenas cidades da região Amazônica. Nestas cidades o uso da bebida foi redimensionado, sendo que os xamãs da Amazônia Peruana referem-se a si mesmos como vegetalistas. Estes "plant-doctors" ajudam as pessoas das áreas rurais e as populações pobres da áreas suburbanas que geralmente não têm outras opções em situações críticas na esfera da saúde física, mental e em "problemas sobrenaturais" (Luna, L. E., 1984). 
Tais vegetalistas apresentam a tendência a especializarem-se em algumas poucas plantas e usam estes "ensinamentos" em sua prática. Assim, há tabaqueiros que usam tabaco, "toeros" que usam várias espécies de Brugmansia species; "catahueros" que usam resinas da catahua (Hura crepitans), "perfumeros" que usam diversas espécies de plantas com aromas fortes e por fim os "ayahuasqueros" que se utilizam da ayahuasca em seus rituais. 
Os Xamãs usam a bebida em um contexto de cura. Eles tomam a Ayahuasca para melhor diagnosticar a natureza da doença do paciente. Vegetalistas podem receber o dom da cura por meio de espíritos da floresta e seu papel é o de, muitas vezes, intermediar a transmissão do conhecimento médico para o mundo dos humanos, possibilitando assim a cura. 
Os espíritos "plant teachers" são responsáveis por ensinarem aos xamãs algumas músicas sobrenaturais chamadas "icaros", tanto dentro das sessões de ayahuasca quanto durante os sonhos que se seguem. Os "plant teachers" dão estas canções mágicas aos xamãs ou vegetalistas então estes podem cantá-las ou sussurrá-las durante a sessão de cura. Segundo a explicação dos xamãs, quando uma pessoa se torna doente, seu "padrão energético torna-se distorcido". Sob a influência da Ayahusca, o xamã pode ver a distorção e corrigí-la através de massagens, sucção, plantas medicinais, hidroterapia e restauração da alma do doente. 
A similaridade entre estes métodos xamãs e as técnicas orientais podem ser notadas. De forma interessante, os xamãs escolhem plantas medicinais baseados em características visuais, como formas e cores. Por exemplo, uma planta que produz flores de formas semelhantes a uma orelha podem e devem ser usadas para tratamento de doenças relacionadas à orelha e audição. Parte do treinamento dos xamãs, logo, envolve a prática de reconhecer e aprender a respeito dos poderes das plantas e dos animais e suas "virtudes escondidas". 
É digno de nota o fato de que muitos xamãs não usam os ensinamentos da Ayahuasca com pessoas que estejam doentes mentalmente. 
Outra tentativa de uso curativo da Ayahuasca foi empreendido na província de San Martin, no Peru, na década de 80, por um grupo misto de médicos franceses e peruanos, na tentativa de facilitar o tratamento da dependência química à pasta de cocaína, sendo que não se conhece nenhum estudo científico controlado, que possa corroborar este resultado (Mabit, 1996). 

Ayahuasca e religião 
No século passado, além do consumo da mistura entre as populações indígenas, várias igrejas adotaram o uso da ayashuasca em rituais sincréticos, especialmente no Brasil, onde os efeitos psicoativos são acoplados a conceitos das doutrinas Judaica, Cristã, Africana entre outras. As principais religiões deste módulo incluem a UDV (União do Vegetal), CEFLURIS (Santo Daime), Barquinha e o Alto Santo (Labilgalini Junior, 1998). 
O uso da hoasca dentro de tais contextos religiosos foi oficialmente reconhecido e protegido pela lei no Brasil em 1987. Tais seitas incluíram a Ayahuasca em seus rituais de comunhão como um simbolismo comparável ao "pão e vinho". Estas igrejas argumentam que a poção ajuda a promover concentração pronunciada e contato direto com o plano espiritual. Segundo a União do Vegetal, a beberagem é o "veículo, meio" da ação religiosa e não o fim. 
Calcula-se que o número de pessoas que fazem uso regular da Hoasca (i.e., aproximadamente 1x/mês), na América do Sul, excluindo-se as populações indígenas, poderia chegar a 15.000, isto em 1997 (Luna, L. E., 1997). 
A primeira destas igrejas começou a ser formada na década de 1920 no Brasil, e hoje dois grupos, a União do Vegetal (UDV or 'Herbal Union') e o Santo Daime, continuam em amplo processo de crescimento. Estas igrejas neo-cristãs espalham-se pelas áreas urbanas das grandes cidades, em rituais que se repetem em geral uma vez por semana ou quinzena. Os membros da igreja cultivam as plantas necessárias ao feitio do chá, supervisionam seu preparo e estocagem. Em algumas religiões não é incomum que membros da seita, dado a longa duração dos cultos, tomem várias doses durante o curso de uma noite.
A UDV é a maior e mais organizada destas religiões e não permite o uso de Ayahuasca por pessoas que não sejam membros já efetivos da seita. É também contrária a uso de drogas bem como ao uso da Ayahuasca fora do contexto religioso, pois a considera "inadequada ao uso indiscriminado por parte de pessoas não-iniciadas e sem a orientação de um dirigente religioso". 
Enquanto o uso regular da Ayahuasca ocorre raramente entre os indígenas- mesmo que a considerável porcentagem destes tenham-na experimentado em alguma fase de suas vidas- entre os membros das igrejas o consumo é estável numa base semanal ou quinzenal, dentro dos contextos cerimoniais. 
Dentro da perspectiva religiosa, o potencial de expansão das seitas que usam ayahuasca é largo. Através da incorporação de uma substância psicoativa de tal peso em cerimônias religiosas podem ser alcançados efeitos nas práticas religiosas antes inexeqüíveis. 

Ayauhuasca e a expansão do consumo 
É crescente o uso da Ayahuasca, inclusive nas Américas e Europa (Callaway & Grob, 1998) o que se deve a vários fatores: o volume de publicações literárias de impacto bem como a mídia do depoimento de pessoas famosas (Cazenave, 2000); os "Works" da seita Santo Daime em diferentes países; a facilidade de aquisição de pacotes de turismo, o que por muitos é conhecido por "drug tourism" onde os usuários, em busca de experiências novas, aventuram-se por expedições floresta adentro onde são realizados rituais em que é convidado a beber a Ayahuasca, geralmente não inclusa no preço inicial. Tais pacotes podem girar por volta de U$1100 a 1300, o que não é tão caro se comparado a uma sessão de Ayahuasca que pode sair por U$800 no "underground" norte americano, conforme aferidos na internet. Alguns destes sites dizem que o pacote não inclui o uso da beberagem e que não se trata de "Ayahuasca tourism", no entanto, recomendam, paradoxalmente, que as pessoas se abstenham de alimentos que possam levar a interações medicamentosas com os IMAO. 
O crescente número de indivíduos que vem experimentando a Ayahuasca de maneira descontextualizada, visitas a seitas com o único intuito de conhecer a bebida, e a atual possibilidade de se usar a Pharmahuasca: combinação sintética dos ingredientes psicoativos da Ayahuasca (Ott, J. 1994; Ott, J. 1999). Outra forma crescente de se usar a combinação de ingredientes ativos da Ayahuasca é por meio da "Anahuasca", (Ayahuasca borealis), ou seja, combinação de plantas que produzem resultados semelhantes: esta possibilidade leva a incontáveis combinações de plantas que poderiam produzir, em diferentes graus, o "Efeito Ayahuasca" (Ott, J; 1999). 1 Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo 
2 Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (UNIAD) da Universidade Federal de São Paulo

Fonte:Site Álcool e Drogas sem Distorção (www.einstein.br/alcooledrogas)/Programa Álcool e Drogas (PAD) do Hospital Israelita Albert Einstein



http://www.antidrogas.com.br/cha.php


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Mary em Sab 02 Maio 2015, 6:00 pm

discordo de vc e do wikpédia o santo daime é uma droga alucinógena..

a droga pode causar  diversos efeitos diferentes em uma ser humano .


Última edição por Mary em Sab 02 Maio 2015, 6:01 pm, editado 1 vez(es)


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Discipulo em Sab 02 Maio 2015, 6:01 pm

só para acrescentar  mais uma fonte Mary

1 Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo



E wikipedia  qualquer pessoa pode ir la e modificar a seu bel prazer , então wikipedia é bom sim , mas é meio suspeito se analisado apenas como única fonte

Discipulo
Banido

Número de Mensagens : 373
flag : Brasil
Data de inscrição : 21/03/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ressurreição e Reencarnação

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:40 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum