.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
54 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 52 Visitantes :: 2 Motores de busca

Khwey, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Natais dos fins de anos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Natais dos fins de anos

Mensagem por David de Oliveira em Qui 25 Dez 2014, 11:48 am

Natais dos fins de anos
Lembro-me dos natais de minha infância pobre e ingênua. Logo pelas manhãs dos dias 25 escalava o muro que dava para um campo de futebol. Lá é que estavam os meninos que iam mostrar os seus brinquedos que ganharam quando se levantaram bem cedinho de seus natais maravilhosos. “Foi presente de natal”! Comemoravam todos orgulhosos, como que agradecidos pela recompensa de se comportarem bem durante o ano. Eu nunca acreditei naquele velho barrigudo de nariz vermelho, mas sempre achava que a minha família estava sendo punida de alguma forma, por não nos presentear como faziam as outras famílias.
Após esses longos anos, depois de viver esse capitalismo forjado pela ambição, arrogância e orgulho do Homem pelo homem, vivi os mais variados natais de minha vida, mas nunca me deixei levar por essa hipócrita ilusão do natal de fim de ano. O natal de fim de ano é o natal do Homem, da sociedade e do comércio; disso todos nós sabemos de cor, mas a grande maioria dos comedores de perus não está nem um pouco preocupada com isso.
Quer saber? Eu também não quero nem saber! Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, nem sequer em dezembro e muito menos em algum dia ou mês de algum ano do passado! Jesus, como disse o profeta Miquéias, é “desde os dias da eternidade” e se alguém quer comemorar o seu dia de “aparecimento”, esse deve ser um judeu. Sim, veio para eles, mas quem mais precisaria de comer peru, não acha motivo para isso. Excetuando-se para quem ele veio, o “natal de verdade é o natal da Verdade”, do verbo, da Palavra do criador que se fez carne. O nascimento dessa Palavra é que deve ser comemorada, mas apesar disso, essa Palavra se voltou para a humanidade toda, somente depois da morte do natal encarnado.
Enfim, o natal da ilusão chega como chega toda a ilusão do natal, mas não é a vida uma mera ilusão? Ilusão por ilusão, comamos e bebamos o natal de fim de ano!
David de oliveira   


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8352
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

O aniversário sem data de Jesus!

Mensagem por Ed em Qui 25 Dez 2014, 5:57 pm

Almeida Corrigida e Revisada Fiel
Lucas 2
1  E ACONTECEU naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse

2  (Este primeiro alistamento foi feito sendo Quirino presidente da Síria).

3  E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.

4  E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi),

5  A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.

6  E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz.

7  E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

8  Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.

9  E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor.

10  E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo:

11  Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

12  E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura.

13  E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo:

14  Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens.

15  E aconteceu que, ausentando-se deles os anjos para o céu, disseram os pastores uns aos outros: Vamos, pois, até Belém, e vejamos isso que aconteceu, e que o Senhor nos fez saber.

16  E foram apressadamente, e acharam Maria, e José, e o menino deitado na manjedoura.

17  E, vendo-o, divulgaram a palavra que acerca do menino lhes fora dita;

18  E todos os que a ouviram se maravilharam do que os pastores lhes diziam.

19  Mas Maria guardava todas estas coisas, conferindo-as em seu coração.

20  E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito.

21  E, quando os oito dias foram cumpridos, para circuncidar o menino, foi-lhe dado o nome de Jesus, que pelo anjo lhe fora posto antes de ser concebido.

22  E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor

23  (Segundo o que está escrito na lei do Senhor: Todo o macho primogênito será consagrado ao Senhor);

24  E para darem a oferta segundo o disposto na lei do Senhor: Um par de rolas ou dois pombinhos.

25  Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele.

26  E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor.

27  E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei,

28  Ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse:

29  Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra;

30  Pois já os meus olhos viram a tua salvação,

31  A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;

32  Luz para iluminar as nações, E para glória de teu povo Israel.

33  E José, e sua mãe, se maravilharam das coisas que dele se diziam.

34  E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado

35  (E uma espada traspassará também a tua própria alma); para que se manifestem os pensamentos de muitos corações.

36  E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade;

37  E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia.

38  E sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus, e falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém.

39  E, quando acabaram de cumprir tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para a sua cidade de Nazaré.

40  E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

41  Ora, todos os anos iam seus pais a Jerusalém à festa da páscoa;

42  E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa.

43  E, regressando eles, terminados aqueles dias, ficou o menino Jesus em Jerusalém, e não o soube José, nem sua mãe.

44  Pensando, porém, eles que viria de companhia pelo caminho, andaram caminho de um dia, e procuravam-no entre os parentes e conhecidos;

45  E, como o não encontrassem, voltaram a Jerusalém em busca dele.

46  E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os.

47  E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas.

48  E quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos.

49  E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

50  E eles não compreenderam as palavras que lhes dizia.

51  E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava no seu coração todas estas coisas.

52  E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228832 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por David de Oliveira em Sex 26 Dez 2014, 10:39 am

Ed escreveu:Almeida Corrigida e Revisada Fiel
Lucas 2
1  E ACONTECEU naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse

2  (Este primeiro alistamento foi feito sendo Quirino presidente da Síria).

3  E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.

4  E subiu também José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi),

5  A fim de alistar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.

6  E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz.

7  E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

8  Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho.

9  E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor.

10  E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo:

11  Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

12  E isto vos será por sinal: Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa manjedoura.

13  E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo:

14  Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens.

15  E aconteceu que, ausentando-se deles os anjos para o céu, disseram os pastores uns aos outros: Vamos, pois, até Belém, e vejamos isso que aconteceu, e que o Senhor nos fez saber.

16  E foram apressadamente, e acharam Maria, e José, e o menino deitado na manjedoura.

17  E, vendo-o, divulgaram a palavra que acerca do menino lhes fora dita;

18  E todos os que a ouviram se maravilharam do que os pastores lhes diziam.

19  Mas Maria guardava todas estas coisas, conferindo-as em seu coração.

20  E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito.

21  E, quando os oito dias foram cumpridos, para circuncidar o menino, foi-lhe dado o nome de Jesus, que pelo anjo lhe fora posto antes de ser concebido.

22  E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor

23  (Segundo o que está escrito na lei do Senhor: Todo o macho primogênito será consagrado ao Senhor);

24  E para darem a oferta segundo o disposto na lei do Senhor: Um par de rolas ou dois pombinhos.

25  Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele.

26  E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor.

27  E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei,

28  Ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse:

29  Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra;

30  Pois já os meus olhos viram a tua salvação,

31  A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;

32  Luz para iluminar as nações, E para glória de teu povo Israel.

33  E José, e sua mãe, se maravilharam das coisas que dele se diziam.

34  E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado

35  (E uma espada traspassará também a tua própria alma); para que se manifestem os pensamentos de muitos corações.

36  E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade;

37  E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia.

38  E sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus, e falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém.

39  E, quando acabaram de cumprir tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para a sua cidade de Nazaré.

40  E o menino crescia, e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

41  Ora, todos os anos iam seus pais a Jerusalém à festa da páscoa;

42  E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa.

43  E, regressando eles, terminados aqueles dias, ficou o menino Jesus em Jerusalém, e não o soube José, nem sua mãe.

44  Pensando, porém, eles que viria de companhia pelo caminho, andaram caminho de um dia, e procuravam-no entre os parentes e conhecidos;

45  E, como o não encontrassem, voltaram a Jerusalém em busca dele.

46  E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os.

47  E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas.

48  E quando o viram, maravilharam-se, e disse-lhe sua mãe: Filho, por que fizeste assim para conosco? Eis que teu pai e eu ansiosos te procurávamos.

49  E ele lhes disse: Por que é que me procuráveis? Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?

50  E eles não compreenderam as palavras que lhes dizia.

51  E desceu com eles, e foi para Nazaré, e era-lhes sujeito. E sua mãe guardava no seu coração todas estas coisas.

52  E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.

Esse é o natal do Jesus Homem, mas há o natal da Palavra do "Eterno Salvador da humanidade" e não o seu natal humano, pois na eternidade não há o conceito de "natal". A humanidade quer o natal da esperança, das palavras de vida, do anuncio de uma vida futura e eterna; isso, só ele poderia nos dar. O que se deve anunciar não é o "Jesus enviado de Israel", mas o Jesus eterno, anunciador das palavras de vida. Deixemos os presépios para aqueles que dão maior importância para o secundário.   


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8352
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por Ed em Sex 26 Dez 2014, 11:58 am

Porque Ele nasceu, tonando-se o Verbo em carne, CELEBREMOS!

É o ato mais marcante da humanidade! Quanto a isto não há a menor dúvida.

No entanto, não há datas, não há duendes nem afins, há sim que se comemorar todos os dias ne nossas existência, pois éramos perdidos e agora somos achados!

A Ele toda hona e toda glória!

Aleluia!


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228832 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por gusto em Sab 27 Dez 2014, 10:15 am

Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. Mateus 22:14

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10517
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por David de Oliveira em Dom 28 Dez 2014, 11:33 am

gusto escreveu:Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos. Mateus 22:14
Você deve ter errado de tópico. Favor verificar o erro.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8352
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por Guilherme em Dom 28 Dez 2014, 11:54 am

Todo ano a mesma ladainha. Poderiam fazer o seguinte. Ajuntar uns amigos e ensaiar um punhado de hinos natalinos cristaos e ir fazer um flash mob no shopping, no metro e outros lugares publicos.
E essa introducao do topico foi um dos textos mais deprimidos que li aqui neste forum. Rapaz, crentes  rabugentos, deprimidos....

Espero que tenham tido um otimo natal. Celebremos o nascimento do Rei!

E nao adianta ficar com picuinha, roendo esse osso de crente mal humorado!  Ano que vem vai ser a mesma ladainha como foi no ano passado....

As decoracoes que fizemos este ano ficaram otimas!! o grupo da igreja ficou fa!

Feliz Ano Novo!!



Guilherme
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 1332
flag : Israel
Data de inscrição : 02/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por David de Oliveira em Dom 28 Dez 2014, 12:09 pm

Guilherme escreveu:
Todo ano a mesma ladainha. Poderiam fazer o seguinte. Ajuntar uns amigos e ensaiar um punhado de hinos natalinos cristaos e ir fazer um flash mob no shopping, no metro e outros lugares publicos.
E essa introducao do topico foi um dos textos mais deprimidos que li aqui neste forum. Rapaz, crentes  rabugentos, deprimidos....

Espero que tenham tido um otimo natal. Celebremos o nascimento do Rei!

E nao adianta ficar com picuinha, roendo esse osso de crente mal humorado!  Ano que vem vai ser a mesma ladainha como foi no ano passado....

As decoracoes que fizemos este ano ficaram otimas!! o grupo da igreja ficou fa!

Feliz Ano Novo!!


Esse é o natal terreno, da terra. Eu também participo, mas não é a minha essência.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8352
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Natais dos fins de anos

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 1:49 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum