.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 2:38 pm por Jarbas

» Mulher de piloto do voo da Chapecoense pede desculpas: "Ele não é bandido"
Hoje à(s) 2:08 pm por gusto

» Onde congregar?
Hoje à(s) 1:39 pm por gusto

» A religião e o ateísmo - tópico oficial
Hoje à(s) 12:50 pm por gusto

» Palavras são palavras, nada mais do que palavras. Será?
Hoje à(s) 10:44 am por gusto

» Um conselho aos debatedores de internet
Hoje à(s) 10:23 am por gusto

» A Verdadeira Liberdade
Hoje à(s) 10:02 am por gusto

» Frases
Hoje à(s) 9:54 am por gusto

» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 10:47 pm por Lit San Ares

Quem está conectado
61 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 58 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Jarbas, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Ed em Sab 20 Set 2014, 2:52 pm

Explicando para quem não sabe o que é o TAL DIABO:


De fato, nem os cristãos compreendem como é que um anjo de D-us tentou e seduziu outros a desobedecer ao próprio D-us. E esta ideia é completamente contrária a tudo o que o Judaísmo ensina! Nós estudiosos das Escrituras Hebraicas, rejeitamos esta teoria de forma plena. O que é que, então, o Judaísmo explica com relação ao Satán?

Para começar, a palavra hebraica שטן “Satán” significa literalmente “Inibidor/ Evitador/ Impossibilitador”. Inibir quer dizer, tentar impedir alguém de realizar algo. Disso aprendemos que D-us foi quem criou as diversas dificuldades, obstáculos da vida; os quais temos que enfrentar neste mundo, exatamente para nos conduzir a auto-superação, e para nos levar ao progresso. Satán é o responsável por tornar as coisas difíceis, por desafiar e assim colaborar para que tenhamos a chance de vencer a nós mesmos; para passarmos no teste. Satán é um Maláh (por hora, entenderemos como Anjo) cujo propósito é especificado por D-us. A “tentação” existe dentro nós, por intermédio dos dois instintos que D-us mesmo criou no homem, tanto o inclinando ao bem como ao mal. O mais importante, é que somente esta habilidade de escolha absoluta torna possível que façamos o bem e o mal, com total e absoluta decisão pessoal. Temos a plena capacidade de recusar fazer o mal. Esta é a noção exata de que temos o direito que escolher tanto o bem como o mal.

A habilidade de escolher entre o bem e o mal é o que nos garante a noção de livre-arbítrio. Portanto, para nos induzir a escolher o bem é que HaShem nos oferece o bem no mundo vindouro, e para que mereçamos isso, é preciso que algo nos iniba, algo que tente nos impedir e que tenhamos que superar. Satán, portanto é nossa inclinação ao mal (Ietzer Hará). E a inclinação ao mal tenta nos impedir de fazer o bem, pois HaShem tem ordenado a ela fazer exatamente isso. Porquê? Para nos garantir livre arbítrio. Para que nossa escolha pelo bem seja sempre voluntária. Cada um de nós, todos os dias, luta contra seu mau instinto. Todos nós temos várias tentações que se manifestam durante o dia.

A habilidade de escolha entre o bem e o mal nos garante a liberdade. E assim como no exemplo de Iáacov (Jacó), temos a capacidade de vencer até mesmo os Malahím (entendamos como anjos por enquanto) se assim nos prepararmos. Por quê? Porque temos livre arbítrio. Portanto, o Talmud nos ensina que os homens são, neste sentido, mais importantes que os anjos, pois nós podemos lutar com qualquer anjo e até vencê-lo. Um anjo não pode mudar a nossa vontade.

O Satán não é – como pensam os cristãos – um anjo rebelde. Tal coisa é simplesmente impossível. Os anjos são seres de matéria elevada e sagrada porque foram criados desta forma, assim como os animais são animais porque foram criados desta maneira; os anjos estão constantemente contemplando a irradiação de HaShem por toda parte. Agora, acaso uma pessoa poderia estar no mar sem se molhar? Do mesmo modo um anjo não pode evitar a Divina Presença e por isso, não consegue deixar de ser sagrado. A santidade de toda criação, de todo o universo é contemplada de foram elevada pelos seres que são neste sentido, elevados; e por isso eles não podem parar de servir ao ETERNO, nem podem escolher não fazê-lo. Eles não possuem o livre arbítrio. Não podem contemplar outra coisa senão o ETERNO diante de si.

Além disso, seres humanos tem o mal instinto para tentá-los. Mas “anjos” não têm agentes que possam tentá-los… Afinal, quem seria o Satán do próprio Satán? Um ultra Satán? A verdade é que o Satán tem uma missão a cumprir como todo e qualquer “anjo”. E “anjos” não possuem livre arbítrio para escolher suas missões. Eles são apenas reflexos da vontade de D-us, no sistema em que foram criados para propósitos específicos.

Um homem certa vez, veio até um grande rabino, muito preocupado. Ele disse ao rabino: “Por favor, faça uma oração à Hashem para que remova minha má inclinação. Eu cometo muitos pecados e eu desejo parar!” O rabino respondeu: “Mas então, qual será o seu propósito no mundo quando você não mais tiver má inclinação? Se o seu propósito é viver para vencer sua má natureza?! Foi para isso que você foi criado! HaShem já tem bastantes anjos nos céus! Ele não precisa de mais. Ele te criou humano, para que você progrida na senda da justiça”.

Seres humanos podem melhorar a si mesmos, e este é seu propósito no mundo. Os “anjos”, não podem melhorar nem progredir, assim como os animais não progridem moralmente. Este não é, sequer, o propósito da sua existência. Por isso, anjos são descritos como seres constantemente, “em pé diante de HaShem”. Eles não podem fazer melhor que isso, não podem se elevar nem se diminuir. Eles então são descritos como estáticos: Seres sem personalidade. É sobre isso que Ieheskél (Ezequiel) estava falando quando disse:

5 E no meio da chama algo que se assemelhava a quatro [tipos de] animais do campo; e sua aparência parecia com a de seres humanos,

ו וְאַרְבָּעָה פָנִים, לְאֶחָת; וְאַרְבַּע כְּנָפַיִם, לְאַחַת לָהֶם

6 mas cada um tinha quatro rostos, e quatro asas,

ז וְרַגְלֵיהֶם, רֶגֶל יְשָׁרָה; וְכַף רַגְלֵיהֶם, כְּכַף רֶגֶל עֵגֶל, וְנֹצְצִים, כְּעֵין נְחֹשֶׁת קָלָל.

7 seus pés eram retos e suas plantas eram como as das patas de um bezerro, e brilhavam como a cor do cobre polido.

ח וידו (וִידֵי) אָדָם, מִתַּחַת כַּנְפֵיהֶם, עַל, אַרְבַּעַת רִבְעֵיהֶם; וּפְנֵיהֶם וְכַנְפֵיהֶם, לְאַרְבַּעְתָּם

8 Sob suas asas tinhas mãos humanas nos quatro lados,

ט חֹבְרֹת אִשָּׁה אֶל-אֲחוֹתָהּ, כַּנְפֵיהֶם: לֹא-יִסַּבּוּ בְלֶכְתָּן, אִישׁ אֶל-עֵבֶר פָּנָיו יֵלֵכוּ

9 e elas estavam unidas entre si. Quanto aos rostos, estes não se viravam quando os seres caminhavam, voltados sempre para frente.

י וּדְמוּת פְּנֵיהֶם, פְּנֵי אָדָם, וּפְנֵי אַרְיֵה אֶל-הַיָּמִין לְאַרְבַּעְתָּם, וּפְנֵי-שׁוֹר מֵהַשְּׂמֹאול לְאַרְבַּעְתָּן; וּפְנֵי-נֶשֶׁר, לְאַרְבַּעְתָּן

10 Tinham a aparência do rosto de um homem, e os quatro tinham a aparência de um leão do lado direito, de um touro do lado esquerdo, mas tinham também a cara de uma águia

Estes seres com aparência humana e animal descreve a missão destes anjos entre os homens, exatamente como a missão dos animais; servir aos propósitos do ser racional, o ser humano. O profeta Ieshaiáhu (Isaías); quando descrevendo suas visões celestiais, disse que “Acima [para atendê-los], se postavam Sefarins…” (Ieshaiah 6:2). Ora os Serafins são os “anjos” elevados e considerados superiores. E eles são descritos como parados em pé, no nível que HaShem lhes determinou.

Seres humanos são completamente diferentes. Humanos podem melhorar-se e elevar-se. E por isso o profeta Zehariáh disse ao Sumo Sacerdote, “Assim disse o ETERNO dos Exércitos: Se andares no Meu Caminho e cumprires Meus Mandamentos, praticares justiça em Minha casa e Guardares os Meus pátios, darei a ti livre acesso entre os [“anjos”] que estão à nossa volta”. (Zehariah 3:7).

Em outras palavras, HaShem estava dizendo que prometia ao Sacerdote a existência no mundo vindouro, em meio aos justos que lá estavam e que neste próximo mundo, eles caminharão entre os que estão à nossa volta [parados], ou seja, “anjos”. E do mesmo modo que anjos são seres perpetuamente estacionados, nós somos os que nos movemos rumo a um estágio mais elevado. E nosso propósito é especialmente, mover-nos rumo ao progresso moral e espiritual.

Como nós poderemos fazer isso? Sendo constantemente teimosos em procurar vencer nossa má inclinação. Em observar os Mandamentos de D-us. Portanto é preciso revisar os conceitos de muitos sobre o que as Escrituras Ensinam sobre o Satán. Satán não é, e nem poderia ser um anjo caído. Satan é apenas um anjo com um trabalho que para nós é desafiador. Satán não tem um reino paralelo. Satán não está competindo com D-us, nem está atrapalhando a criação. Ele sequer se satisfaz quando a pessoa se deixa vencer pela má inclinação. Ele sequer decide suas próprias missões. Satán é um anjo que nos impõe desafios, ao mando de D-us; um anjo que não permite que enganemos a nós mesmos com falsa modéstia ou hipocrisia moral; um anjo que traz a punição divina ao homem; que executa a correção do Criador. Satán não tem aparência maquiavélica, nem chifres, nem pele vermelha, nem rabo, nem mora em chamas, nem mesmo se veste de terno e gravata!

Satán é uma força, impessoal, enviada para nos desafiar, uma prova, uma avaliação que temos que superar para provar nosso valor, nossa real escolha. Satán pode ser percebido por meio de um desejo impróprio dentro de você. Claro, não existem coisas criadas justamente para nos fazer errar. Nós é que escolhemos errar. A possibilidade do erro faz-nos sentir a necessidade de melhora e nos induz ao progresso para o qual fomos criados. Mas tudo depende das escolhas que fazemos. O Satan executa sua missão de se opor a nós, por meio das coisas que nós mesmos valorizamos no mundo.

Então, se uma pessoa vem ao seu encontro e lhe oferece um objeto roubado por um preço insignificante, por exemplo; esta pessoa não é o Satán e nem está sendo “usada” pelo Satán. Esta pessoa é uma que não resistiu a sua própria má inclinação, e não resistindo à oposição do Satán, e por fim decidiu fazer o mal.

Não foi obrigada a isso, mas foi desafiada nas suas convicções morais e testada em sua fé na justiça e no bem. Se esta pessoa falhou e não passou na prova, esta pessoa que cometeu o pecado, quer cometer outro; como dizem os sábios, a recompensa de um pecado é outro pecado, e agora seria a sua vez de escolher.

Como pecou, esta pessoa estará melhor internamente se convencer a si mesma, de que o pecado é algo normal que todos fazem. Se você tratar esta situação como normal, é reflexo da sua decisão, e a forma como tal erro se apresenta em sua mente, e consequentemente o resultado da sua escolha também.

Todo ser humano deve tentar vencer o mal que há em si. E muita gente tenta fazer prevalecer sua ideia para aliviar a si mesma da culpa. Ninguém quer pecar sozinho. E pode até ser que a pessoa queira cometer um crime com sua ajuda! Ou talvez a pessoa tenha a satisfação de ver que não está só no erro, ou de ver você contradizer suas convicções; o que seria uma pessoa muito perturbada; porém muito frequente em nossa sociedade. A pessoa pode ter mil motivações ao pecado. Do mesmo modo, a figura da serpente no Éden, não se referia ao Satán; a quem os cristãos gostam de atribuir. Cobras não são diabos! São apenas cobras, répteis e nada mais. É apenas uma figuração da própria tentação humana, desenvolvida na mente do primeiro homem e da primeira mulher, motivada pela curiosidade e devaneios de ambos.

E como uma pessoa deve evitar sucumbir quando for testada pelo Satán enviado sob ordem de D-us? Vivendo uma vida de Torá, uma vida de acordo com a Lei Eterna. Isso envolve uma série de fatores que trabalham juntos. Posso até mencionar alguns:

* Estudar a Torá diariamente, melhorando tanto quantitativamente quanto qualitativamente seus estudos, sua busca por conhecimentos.

*Ser humilde e aceitar instrução dos sábios que receberam e preservam a Sagrada Tradição até hoje.

*Procurar desenvolver suas qualificações morais.

*Exercitar a introspecção, e o autodesenvolvimento na observância dos Mandamentos.

É impossível classificar tais conselhos por ordem de importância, e isso dependerá do nível moral e urgência de cada pessoa.

Nenhum de nós é capaz de destruir o Satán. O que nós devemos fazer é usar a oportunidade do desafio para vencer a nós mesmos, procurando compreender onde o Satán foi enviado a servir-nos de opositor, sabendo então que é exatamente nesta determinada qualidade que devemos agora nos superar. O Talmud nos instrui que a nossa Inclinação ao Mal constantemente tenta nos destruir espiritualmente, e HaShem constantemente nos ajuda a vencer nossas fraquezas, pelo simples fato de lutarmos pelo bem. Quando este mundo terminar, no mundo vindouro, o julgamento da história acontecerá. Após isso, a função do Satán estará cumprida neste mundo. Ele não mais precisará guiar as pessoas rumo ao progresso por intermédio das dificuldades que impõe, pois atingiremos o nível desejado por HaShem para este mundo. Uma vez terminado o julgamento, não precisaremos mais da expiação da morte, e consequentemente o Satán não mais será o agente da morte biológica, nem um opositor frente à escolha humana. Satán terá então a sua existência anulada, pois atingirá o propósito para o qual foi criado.

E isso não será uma injustiça com o Satán. Será como desligar uma máquina por não mais precisar usá-la. Acaso alguém choraria por desligar sua TV por não querer mais assisti-la? Do mesmo modo que máquinas, “anjos” não são seres conscientes, como nós humanos somos; não possuem nem emoções nem desejos. Eles apenas existem para seguir as instruções de HaShem e é exatamente isso que fazem. Nisso, eles se assemelham aos animais e por isso nas visões, são comparados como tais. Portanto, Satán foi criado para nos desafiar e nós podemos escolher vencer todos os desafios e consequentemente, vencer a nós mesmos, ou não. Mas, não foi sem propósito que todo ser foi criado. Sejam os animais ou os anjos! Quando nós lutamos contra nós mesmos, controlando-nos e aprendendo a superação, nós somos recompensados e juntamente conosco o Satán que cumpriu sua missão. A recompensa do Satán é a própria continuidade da sua existência! Que por fim atingirá seu ápice e será anulada quando não for mais necessária.

Diabo: Ele existe mesmo? http://www.chabad.org.br/interativo/faq/diabo.html

Os anjos podem pecar? http://www.chabad.org.br/biblioteca/artigos/anjosPodemPecar/home.html

Anjos têm livre escolha? http://www.chabad.org.br/interativo/faq/anjos_escolha.html

Anjos: Eles existem e têm diferentes missões http://www.chabad.org.br/interativo/faq/anjos.html

Os Anjos http://www.coisasjudaicas.com/2012/07/alma-no-fogo.html

Yetser Hara: Nosso lado negro http://www.chabad.org.br/interativo/faq/yetser.html

Yetzer hará, a nossa inclinação para o mau http://www.exegeseoriginal.blogspot.com.br/2011/06/o-diabo-nao-existe-e-so-nossa.html (Não endosso as referências neotestamentárias usadas no blog)

O diabo existe? 1/6 O monoteismo judeu http://www.youtube.com/watch?v=HHAqGyrJjsM

Quem é Lúcifer, Satanás ou Hasatan? e O que é o Inferno, Sheol, e Hades? http://www.youtube.com/watch?v=azSu1xeS2II (Postado recentemente - 20/05/2014) - Participação especial de Esh João Alves, no canal de Ilda Bueno

A verdade é simples, COMPLICADO é fugir dela! "O sábio pode mudar de opinião. O idiota NUNCA." Immanuel Kant


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Khwey em Sab 20 Set 2014, 3:47 pm

Ora, ora!

Ensino judaico sobre o diabo? hummm

Pelo que eu vejo na bíblia, quem nos ensinou a verdade sobre o diabo foi Jesus Cristo, este a quem os judeus não aceitam.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17150
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por irmão em Sab 20 Set 2014, 4:01 pm

Mas como será que eles  explicam a batalha entre Miguel e Satanás no livro de Apocalipse, e a queda de Satanás também no Apocalipse, e quando Jesus disse que viu Satanás caindo do céu com seus anjos?

Se achar alguma coisa, poste aí para o nosso enriquecimento.

irmão
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 1195
Idade : 39
Localização : minas gerais
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Ed em Sab 20 Set 2014, 5:52 pm

Khwey escreveu:Ora, ora!

Ensino judaico sobre o diabo? hummm

Pelo que eu vejo na bíblia, quem nos ensinou a verdade sobre o diabo foi Jesus Cristo, este a quem os judeus não aceitam.

Por isso eu publiquei, muito interessante...


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Guilherme em Sab 20 Set 2014, 6:05 pm

Interessante ! sim

Guilherme
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 1332
flag : Israel
Data de inscrição : 02/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por irmão em Sab 20 Set 2014, 8:39 pm

O texto é sem dúvida interessante!

irmão
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 1195
Idade : 39
Localização : minas gerais
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cuidado com a doutrina judaica...

Mensagem por Ed em Dom 21 Set 2014, 9:23 am

Vejam só o que respondeu o rabino a esta pergunta:

Por que visitamos o cemitério se a alma já não está no corpo? E com que freqüência é correto visitar pais falecidos? O que se reza ao lado do túmulo?

RESPOSTA:

Existem dois motivos pelos quais costuma-se visitar os túmulos no cemitério: um é orar pela elevação da alma e outro é pedir que o falecido interceda por nós perante D'us.

http://www.chabad.org.br/interativo/faq/cemiterio.html


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Ed em Dom 21 Set 2014, 9:31 am

Vale a pena se inteirar de tantas baboseiras nas perguntas e respostas de seus rabinos BEIT CHABAD

http://www.chabad.org.br/interativo/faq/ordem/

Página inicial: http://www.chabad.org.br/


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Khwey em Dom 21 Set 2014, 10:07 am

Ed escreveu:Vejam só o que respondeu o rabino a esta pergunta:

Por que visitamos o cemitério se a alma já não está no corpo? E com que freqüência é correto visitar pais falecidos? O que se reza ao lado do túmulo?

RESPOSTA:

Existem dois motivos pelos quais costuma-se visitar os túmulos no cemitério: um é orar pela elevação da alma e outro é pedir que o falecido interceda por nós perante D'us.

http://www.chabad.org.br/interativo/faq/cemiterio.html
Este daí é rabino católico.

Isto deve ser alguma piada.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17150
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por irmão em Dom 21 Set 2014, 10:11 am

As raízes do catolicismo são mais antigas do que imaginamos :risadinha:

irmão
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 1195
Idade : 39
Localização : minas gerais
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Ed em Dom 21 Set 2014, 10:45 am

irmão escreveu:As raízes do catolicismo são mais antigas do que imaginamos :risadinha:
E não é mesmo? sim


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Ed em Dom 21 Set 2014, 10:58 am

Khwey escreveu:
Ed escreveu:Vejam só o que respondeu o rabino a esta pergunta:

Por que visitamos o cemitério se a alma já não está no corpo? E com que freqüência é correto visitar pais falecidos? O que se reza ao lado do túmulo?

RESPOSTA:

Existem dois motivos pelos quais costuma-se visitar os túmulos no cemitério: um é orar pela elevação da alma e outro é pedir que o falecido interceda por nós perante D'us.

http://www.chabad.org.br/interativo/faq/cemiterio.html
Este daí é rabino católico.

Isto deve ser alguma piada.
Não é piada não, é site judeu mesmo, no duro!

Mas vale a pergunta, existe rabino católico? Se existir então não é mais rabino...


Rabino
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.






David de Sola Pool, rabino ortodoxo


Rabino (do hebraico clássico: רִבִּי, ribbī; no hebraico moderno: רַבִּי, rabbī), dentro do judaísmo, significa " professor, mestre " ou literalmente "grande". A palavra "Rabbi" ("Meu Mestre") deriva da raiz hebraica Rav, que no hebraico bíblico significa "grande" ou "distinto" (em conhecimento). A palavra "Rav" que significa (professor, mestre) acrescido do item por significado meu professor, meu mestre.
No judaísmo Rabino é um título usado para distinguir aquele que ensina, aquele que tem a autoridade dos doutores da Torá ou aquele apontado pelos líderes religiosos da comunidade. Hoje os rabinos são os responsáveis pelo ensino e aplicação dos ensinamentos do judaísmo. Ao contrário de outras religiões, o rabino não é um sacerdote, não sendo estritamente necessário para a realização da maioria dos atos do ciclo de vida judaico, como o casamento, bar-mitzvá, sepultamentos e outros. Os únicos atos que exigem a participação de um rabino são o get (divórcio), conversões e litígios que exijam a decisão de um tribunal rabínico.
No entanto, em nossos dias, em grande parte pela laicização da comunidade judaica, os rabinos assumiram o papel de condutores da maior parte das cerimonias religiosas. Ainda assim, no judaísmo não há a figura do "representante de Deus" ou de uma pessoa com um contato especial com a divindade, pois cada indivíduo é considerado como dotado de uma ligação direta com Deus.


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por David de Oliveira em Dom 21 Set 2014, 12:04 pm

"Satán é um Maláh"

Aqui no Brasil tem outro "Mala" que é igualzinho a Satán...


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8352
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Eduardo em Dom 21 Set 2014, 2:53 pm

É por isso que o Ex-presidente israelense sugere ao Papa "ONU das religiões":

http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/ex-presidente-israelense-sugere-ao-papa-onu-das-religioes


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Ed em Dom 21 Set 2014, 5:43 pm

ONU das religiões é um novo reinado aqui na terra...



Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3156 dias de existência com 228809 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por irmão em Dom 21 Set 2014, 6:38 pm

Eduardo escreveu:É por isso que o Ex-presidente israelense sugere ao Papa "ONU das religiões":

http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/ex-presidente-israelense-sugere-ao-papa-onu-das-religioes

Será que a religião judaica sabe disso?

irmão
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 1195
Idade : 39
Localização : minas gerais
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Jan Mozol em Seg 22 Set 2014, 11:48 am

Interessante,
Parece mais comum deísmo .
A divindade estaria dentro da pessoa e satã seria apenas um obstaculo para se alcançar a perfeição.


"Pois eu digo: Jesus Cristo virá nos arrebatar em 2010...
Maranata.
"Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa." (Apocalipse 3 : 11)"

Néééé!
O certo é isso:
“Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus” (2Ts 2.2-4)ACF

Jan Mozol
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3574
Idade : 54
flag : Argentina
Data de inscrição : 27/04/2008

http://www.thundercnc.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Demônios na crença judaica - Estudo Elucidador

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:36 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum