.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» O Jesus diferente do Espiritismo
Ontem à(s) 7:39 pm por David de Oliveira

» Renan é afastado da presidência do Senado após tornar-se réu por peculato
Ontem à(s) 6:53 pm por David de Oliveira

» Oportunidades de emprego
Ontem à(s) 3:55 pm por Christiano

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 3:33 pm por Jarbas

» Absurdário Escatológico
Ontem à(s) 9:56 am por Ed

» Olá...
Sex 09 Dez 2016, 10:25 pm por Ed

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Sex 09 Dez 2016, 7:40 pm por Lit San Ares

» Meditações da Bíblia
Sex 09 Dez 2016, 4:59 pm por Discipulah

» Só há um jeito do Lula perder a próxima eleição!
Sex 09 Dez 2016, 7:36 am por gusto

Quem está conectado
40 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 39 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O problema emblemático do carro zero no Brasil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leitura O problema emblemático do carro zero no Brasil

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Qua 07 Maio 2014, 4:19 pm



Já faz um tempo que eu tenho vontade de colocar um post aqui sobre carros. Quando morava no Brasil, me revoltava com o preço dos carros e a cara de pau do governo brasileiro. Não é a toa que as montadoras no Brasil não encerraram os dois últimos anos no vermelho como aconteceu com as daqui dos EUA.

Mesmo fabricando 14 milhões a menos de automóveis somente em 2009, o Brasil ainda fechou positivo. E muito desse fato se deve ao preço exorbitante do carro no Brasil, o que faz com que o brasileiro inclusive troque menos de carro.
Os americanos trocam muito mais vezes de carro que os brasileiros e por dois simples motivos: A facilidade de se comprar um carro e o preço que pode chegar a 1/5 dos preços praticados no Brasil.


Comprar um carro nos EUA é muito mais fácil que no Brasil. Se você tem o dinheiro para pagar à vista, pode comprar mesmo sendo turista ou vivendo ilegalmente. Porém, se desejar fazer um financiamento, aí vai precisar de alguns documentos. Os bancos dificilmente financiarão um carro para um imigrante que não está em dia com a imigração mas, diferentemente do Brasil, aqui as lojas menores financiam o carro elas mesmas. Você precisará provar que trabalha, tem conta bancária e comprovante de endereço. Os juros serão maiores devido ao risco mas, sem muita burocracia você sai da loja com seu carro em menos de 2 horas.

Considerados altos aqui, os juros não passam de 1% ao mês. Muito engraçado foi eu assistindo TV, vendo os anúncios de carros com juros de financiamento de 3%. Achei muito alto e pensei que alguma coisa não estava certa! Depois descobri que era 3% anual!!?? E eu que já paguei 3,89% de juros MENSAIS no Brasil comprando carros usados. Um financiamento de 4 anos aqui para um carro de 35 mil dólares paga-se mais ou menos 1500 dólares de juros totais. Meu ultimo financiamento de carro no Brasil de 4 anos iria pagar 18 mil reais de juros. Quase 50% do valor do carro que comprei!


Nova Hyundai Tucson - 20 mil dólares 0KM

Isso foi uma das coisas que me deixou mesmo impressionado. Os baixos juros (o certo é ‘o juro’, mas fica tão esquisito!) e a rapidez em que o carro é vendido. Desde o cumprimento inicial, negociação, até você sair da loja com o carro (mesmo zero km!!), não se passam duas horas. Incrível não? Outro detalhe importante, que não posso deixar de falar é que os carros obrigatoriamente tem que ter seguro. Sem seguro você nem mesmo tira a habilitação americana(veja meu posts carteira de habilitação da Flórida ). Se não renovar o seguro, reze...Reze para não ser parado pela polícia ou não se envolver em um acidente em que os danos sejam superiores a 500 dólares. Você vai preso se não arcar com os prejuízos que causou. Veja o post Dirigir nos EUA


Mas afinal, por que o carro no Brasil é tão caro? Infelizmente no Brasil os carros custammuito mais do que valem. Eu sinto pena do povo brasileiro que, se desejar se locomover de maneira mais rápida e confortável tem que pagar 40% do valor do carro em impostos para o governo. Tem IPI, ICMS, PIS, Cofins, IPVA e por aí vai. Isso quer dizer que em um carro cujo valor é 50 mil reais (um volkswagen Polo Sedan), 20 mil reais são impostos e 30 mil reais é o que vai para as montadoras. A coisa fica pior se você pensar em quantos por cento os 20 mil são dos 30 mil, ou seja, quantos por cento o imposto é do valor que fica com a montadora(valor real do carro). Divida 20 por 30 e o resultado é 0,666...Multiplique por 100 e você tem 66,66% !!! O total em impostos somam 66,66% do valor que fica com a montadora.



Agora vem a roubalheira....desses 66,66%, você ainda paga 4% de IPVA e 6% se o carro for importado. Quer dizer que eu pago imposto (IPVA) dos impostos que já paguei?? Sim, paga... Você paga 4% ou 6% anualmente sobre o valor total dos quais 66% já eram impostos. Literalmente paga-se imposto do imposto. Onde já se viu isso?


75 mil reais no Brasil - 15 mil dólares nos EUA
Eu já vi promoçoes na TV por 9.990 dolares

Na foto acima fala que o preço nos EUA é por volta de 32 mil reais. Mas pense em um americano que tem um emprego médio e ganha 3 mil dólares comparado a um brasileiro que ganhe 3 mil reais. O americano olha para esse carro e pensa que ele custa 5 vezes o seu salário. O brasileiro olha para esse carro e pensa que ele custa 25 vezes o seu salário - E mais um salário inteiro de IPVA por ano - inviável...

Eu sei amigo, uma vergonha... No final das contas são 66,66% + 4% = 70,66% do valor que fica com a montadora que você tem que pagar para o governo brasileiro para sair andando com seu carro novo. Eita presidente Lula!? Assim o povo não vai pra frente!! Nem vou fazer as contas após 5 anos pagando IPVA qual é o valor final dessa brincadeira.


PaísVALOR FINAL DO CARRO + IMPOSTOSIMPOSTOS EMBUTIDOS NO VALOR DO CARRO
BRASIL
50 MIL
 22 MIL (70,66% do valor que vai pra montadora)
EUA
50 MIL
3 MIL ( 6,1% do valor que vai para a montadora)




Um carro de 25 mil reais no Brasil é chamado de carro popular e convenhamos, e uma porcaria. Tem itens de segurança como freios ABS, air bags, barras laterais, etc? Tá brincando? Um carro popular nos EUA custa menos de 10 mil unidades da moeda, (menos de 10 mil dólares).


Um carro de 25 mil dólares nos EUA seria um Volkswagen Tiguan ou um Ford Edge.
Ford Edge

Volksvagem Tiguan e Edge, ambos 23 mil dolares

O preço final do carro no Brasil está entre os mais altos do mundo. Aliado a isso tem a ganância e acordos entre as montadoras para que todas mantenham os preços em certo patamar. Isso não acontece nos EUA. A briga pelo consumidor aqui é pra valer. Outro dia eu vi na TV uma promoção da Toyota. A marca estava vendendo o Corolla por 9,990 e o Camry por 13.990,00 dólares. Esse carro no Brasil, o Camry, custa 131.000,00 reais! Os americanos não acreditam quando eu conto. O preço normal desse carro aqui é de 21 mil dólares. O imposto sobre carros nos EUA você paga uma vez na hora da compra. 6,1% é a média nacional. Na Flórida é 6,5% e não existe IPVA. Pagou o carro acabaram-se os impostos sobre ele.


Existe também a briga na TV que é até interessante. Pessoas dirigindo o carro da concorrência e apontando todos os defeitos...isso é bem comum!



Agora para os apaixonados. Quais carros os americanos preferem? Quais carros se vê mais nas ruas americanas? Quais são as marcas mais famosas? Olha, eu poderia ficar escrevendo aqui o dia inteiro. Tem marca que não acaba mais. A grande maioria são americanas(Ford, GM, Cadilac, Lincon, etc) e japonesas(Honda, Acura, Toyota, Nissan, etc), seguidas pelas coreanas (Hyundai, Kia e outras)e depois as Nórdicas (Volvo, BMW , Mercedes e Volkswagem). Em dez meses que moro aqui não ví sequer um Fiat, Renault ou Citroen como é comum na Europa e no Brasil.



Os japoneses e coreanos são os mais acessíveis. A Kia tem carros até de 8 mil dólares. A Toyota tem o Iaris que custa uns 10 mil. O Corolla é considerado um carro barato, “standard” (alguns até dizem ‘de pobre!’) e custa por volta de 15 mil dólares. Um carro considerado caro aqui nos EUA custa por volta de 45 mil dólares. Esses, são poucos os que compram. Não pelo fato de não terem o dinheiro mas porque acreditam que é muito dinheiro a ser pago por um automóvel. É evidente que tem gente disposta a pagar 80 mil dólares em uma Mercedes, mas é bem difícil.

Preciso dizer isso aqui. No Brasil eu nunca vi uma pessoa negra dirigindo uma Mercedes. Aqui já perdi as contas... Eu fico muito contente quando vejo uma pessoa negra em uma Mercedes, um Audi ou uma BMW. Isso é comum, bem comum aqui e eu fico pensando que as pessoas tem mais oportunidades nos EUA e que coisas assim não são só privilégio de uma minoria rica como no Brasil.



Recentemente lendo alguns artigos da 4rodas e outros sobre os preços de carros no Brasil, lí que um de nossos ministros disse que para nos igualarmos à “argentina” onde os impostos totais somam 24% seria necessária uma reforma “fiscal” e que isso só seria sentido no bolso do consumidor em aproximadamente 20 anos. 20 anos? Vinte anos eu to dirigindo a minha cadeira de rodas! Vai tomar...


Vamos comparar. Deixa eu pegar a minha calculardora...


Automóvel   EUA + impostos Us$                 Brasil + impostos R$
Toyota Corola17.458,00        68.858,00
Toyota Camry21.007,00                                            136.240,00
Volkswagen Jetta18.887,0089.336,00
Volksvagem Toureg43.505,25269.360,00
Ford Fusion20.975,0085.446,00
Ford Edge28.989,00136.188,00
BMW X548.787,00464.800,00

Eu sei, é de desanimar...Os preços estão em dólares.


Se você for comprar um carro aqui e pagar em Reais precisa multiplicar o valor pela taxa cambial do dólar que hoje gira em torno de 1,70. Eu coloquei os preços em dólar pra ter uma idéia do valor do carro comparado aos salários nos EUA. Por ex, uma pessoa que ganha 1500 dólares pode, com tranquilidade, comprar um volksvagem Jetta, que é bem comum. Jetta aqui nao é carro de gente rica. As prestações ficam menores que 170 dólares para financiamentos maiores que 48 meses. Uma pessoa ganhando 1500 reais no Brasil com muita dificuldade acaba comprando um gol ou outro carro popular. Infelizmente com a taxação de impostos sobre os carros no Brasil, somente uma minoria vai continuar tendo o poder aquisitivo para adquirir carros confortáveis e, o mais importante, com ítens de segurança. Itens de segurança, como freios ABS e Air Bags, não deveriam ser privilegio só de uma minoria brasileira. Toda pessoa deveria ter direito.



Enquanto isso, seu Lula desfila de terno Ricardo Almeida pela bagatela de 10 mil a peça. E o salário dele dá pra isso é?? :-( Gostaria de saber que carro ele dirige...


Leia mais aqui:
http://quatrorodas.abril.com.br/reportagens/carro-tao-caro-brasil-394648.shtml

http://www.sindlab.org/noticia02.asp?noticia=11410

Se quiser consultar os preços dos carros nos EUA vá na página do google em inglês (http://www.google.com/) e nao .br e digite o nome da montadora.

Sabia que você pode importar um carro dos EUA e pagar mais barato que no Brasil?
http://www.youtube.com/watch_popup?v=qFrxPNbJ92A


Os carros que desfilam aqui pelas ruas. Repetindo, são carros da classe média (preços em dólares):

BMW X5 48 mil



Mazda CX7 21 mil


Volkswagen Tiguan 23 mil



Acura TL 35 mil






Audi Q5 35 mil





Chevy Traverse 29 mil





New Kia Sportage 18 mil






Buick Enclave 35 mil





Lincon MKZ 35 mil




Cadillac CTS 34 mil





Nissan Murano 28 mil




Carros baratos:

Toyota Yaris 10 mil











Ja vi anunciado por 5 mil dolares

Kia Forte 13 mil













Vi na TV por 8 mil dolares
Todas as fotos usadas neste post foram baixadas dos websites das montadoras.













O primeiro carro que comprei aqui. Uma Toyota Hilux 97 automatica, completa.
Paguei 3 mil dolares.



Fonte desta matéria: http://brasileirovivendonoseua.blogspot.com.br/2010/09/comprar-um-carro-nos-eua.html

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitura Re: O problema emblemático do carro zero no Brasil

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Qua 07 Maio 2014, 4:21 pm



Aumentam queixas sobre má qualidade de carro zero e importado no Brasil
Dados do Ministério da Justiça apontam alta de 34,7% nas reclamações referentes a veículos novos e 36,7% nas relacionadas a importados em 2013
O Dia

Rio - Mesmo diante de uma queda nas vendas registrada em 2013, o setor automotivo vem sendo cada vez mais alvo de queixas com relação a vícios e má qualidade de carros novos ou importados. É o que aponta o Ministério da Justiça, que reúne dados de todos os Procons do Brasil.
De acordo com levantamento feito para o iG, as queixas sobre a qualidade dos carros zero subiram 34,7% entre 2012 a 2013, de 2.681 para 4.100, enquanto reclamações relacionadas a veículos importados cresceram de 401 para 633, um aumento de 36,7%. Entre as queixas estão incluídas aquelas relacionadas a má qualidade de serviços.

Nos três primeiros meses do ano, o movimento de reclamações continua. Até o final de março, foram registradas 1.207 reclamações relacionadas a carros zero, e 215 sobre veículos importados.

Desde 2009, as reclamações sobre má qualidade de carros zero cresceram 61% e, sobre importados, 80%. A indústria automotiva vendeu 3,5 milhões de veículos leves no Brasil em 2013, e 3,6 milhões em 2012, segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

As reclamações com relação à garantia dos veículos novos e importados cresceram praticamente na mesma proporção das reclamações sobre a qualidade dos carros. Para solucionar conflitos, há quem recorra à esfera judicial para garantir os direitos e tentar minimizar possíveis prejuízos.

É o caso de Maria do Carmo Nascimento e Francisco Elias Nascimento, que vivem em São Paulo. Vanessa Gomes do Nascimento Ferreira, de 33 anos, é filha do casal e advogada. Ela decidiu entrar com uma ação judicial em fevereiro deste ano contra a Ford. A montadora e a concessionária se recusaram a pagar o reparo de uma pane na transmissão do modelo Eco Sport 2.0.

O problema surgiu cinco meses após a compra do veículo zero, em maio de 2013. Após revisão, a falha voltou a acontecer. Segundo os consumidores, na ocasião a Ford alegou mau uso do veículo aos consumidores. Procurada pelo iG, a empresa não comentou o assunto.

A família obteve há cerca de um mês liminar (decisão provisória da Justiça) favorável que dá 30 dias para a montadora reparar o veículo. A Ford entrou com recurso.

Além da troca do veículo ou devolução do dinheiro, a família também reclama o pagamento das despesas e pede uma indenização por danos morais, conta a filha do casal. "Hoje temos de pagar táxi e a guarda do carro, que está parado.Compramos um veículo zero justamente para não ter dor de cabeça", diz Vanessa.

Luiz Moan, presidente da Anfavea, afirma que os conflitos que vão para a esfera judicial geralmente apontam avaliações técnicas diferentes por parte de montadoras e consumidores. "A decisão judicial é respeitada integralmente", ressalta.

“Já caí do cavalo com carro usado. Pensei que não teria problemas com um carro zero" (Luiz Besson Junior, cirurgião-dentista)

O cirurgião-dentista Luiz Besson Junior, de 35 anos, comprou em 2013 um carro zero em Ourinhos, no interior de São Paulo. Pagou pelo Jetta, da Volkswagen, R$ 72,8 mil. Após quatro meses da compra, ele conta que começou a ouvir um barulho vindo da caixa de direção em curvas com velocidade acima de 45 km e também quando há trepidação.

Luiz diz ter uma sensação de insegurança, apesar de a concessionária apontar que não há problema de segurança. "A caixa de direção já foi trocada duas vezes, mas o problema voltou a acontecer". O dentista conta que a concessionária apontou que a fabricante iria procurá-lo caso verificasse problemas.

A loja se ofereceu para trocar o veículo, mas pede que o consumidor pague a diferença de preço, mas Luiz insiste na troca ou conserto. "Já caí bastante do cavalo com carro usado. Comprei um carro novo pensando que não iria mais ter problemas. Percorro 90 km por dia para ir e voltar do trabalho e preciso do carro".

A Volkswagen informa, em nota, que já solicitou à sua Central de Relacionamento com o Cliente que verifique a queixa para buscar uma solução para o caso.

Corte de custos e recalls

A indústria automobilística se defende ao apontar que vem aprimorando a identificação de irregularidades nos veículos. "Os serviços de atendimento ao cliente recebem as queixas de um lado e, de outro, são realizados testes contínuos de qualidade pelas montadoras. Caso seja detectado risco, é realizado um recall", aponta Luiz Moan, presidente da Anfavea.

Já foram realizados 28 recalls no País envolvendo modelos lançados em 2013 e neste ano, segundo dados do Ministério da Justiça. Moan vê o crescimento de recalls como positivo. "O processo é cada vez mais eficiente. As montadoras priorizam a fidelização dos clientes".

Sobre as reclamações, o presidente da Anfavea aponta que, entre elas, existem aquelas resultantes de mau uso do veículo, provocadas de forma mais frequente por uso de combustível adulterado e condições de pavimento das ruas.

O executivo ressalta que o programa Inovar-Auto, regime automotivo criado em janeiro de 2013 e que reduz impostos para empresas que fabricarem carros no Brasil, também incentiva pesquisas em tecnologia, o que contribui para o aprimoramento da qualidade dos veículos. Moan também afirma que mais marcas montam centros de engenharia no País.

Mais marcas e menos custos aumentam problemas

Diversas montadoras foram atraídas recentemente para o mercado brasileiro, e ampliaram o número de modelos comercializados no País.

Mas a atividade econômica de países da Europa e também nos Estados Unidos continua fraca, o que impulsiona projetos globais com foco em redução de custos.

Como consequência, novos lançamentos podem envolver um tempo menor de produção, o que pode criar problemas, aponta o consultor especializado no setor automobilístico, Leandro Mattera. "Também de olho em custos, montadoras produzem modelos mais simples em mercados emergentes como o Brasil. Falta preocupação com durabilidade e robustez do carro".

Moan afirma que os veículos comercializados no País passam por testes de acordo com a legislação norte-americana e europeia. "Temos o mesmo nível segurança. O que ocorre é que algumas empresas realizam estes testes com empresas independentes, que testam os veículos com outros critérios. Nossos associados buscam mais rigor com relação a isso".

A falta de estoque de peças no mercado nacional também pode provocar queixas com relação à qualidade de serviços. "A situação é mais alarmante quando se trata de carros importados", conta Mattera. Moan, porém, diz que o problema é pontual.

Mattera aponta que problemas em relação à qualidade podem ser mais recorrentes em marcas que produzem veículos de baixo custo. Empresas que montaram recentemente sua rede de concessionárias também podem encontrar mais dificuldades para qualificá-las para o pós-venda.

Consumidor tem direito a troca

Segundo a associação de consumidores Proteste, a troca de carro novo com defeito é garantida por lei se o reparo não for feito em 30 dias pela concessionária ou montadora, como determina o artigo 18 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), ou se o problema persistir.

Em caso de negativa de troca da concessionária e da montadora, o consumidor pode ter de recorrer à Justiça para a substituição do veículo por outro novo – ou para a devolução do valor pago.

Há juízes e tribunais que determinam que a troca ou mesmo a devolução do valor do carro seja feita logo no início do processo. Nesses casos, é concedida antecipação de tutela ou liminar.

Existem ainda decisões judiciais que, embora não determinem a troca ou devolução imediata da valor, obrigam as montadoras a concederem aos consumidores o uso de um carro reserva durante a tramitação do processo.


fonte:

http://odia.ig.com.br/noticia/economia/2014-05-07/aumentam-queixas-sobre-ma-qualidade-de-carro-zero-e-importado-no-brasil.html

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum