.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
82 usuários online :: 2 usuários cadastrados, 1 Invisível e 79 Visitantes :: 2 Motores de busca

Eterna, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Uma Refutação da Teoria da Evolução

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por docdeozI em Sex 14 Mar 2014, 7:57 am

A Seleção Natural é o coração da Teoria da Evolução, e apesar de muitos não concordarem de que a Evolução vai ao progresso, não é isso que está em livros:
“A seleção natural é o maior guindaste de todos os tempos. Ela elevou a vida da simplicidade
primeva a altitudes estonteantes de complexidade, beleza e aparente desígnio que hoje nos
deslumbram. Esse será um tema dominante no capítulo 4, "Por que quase com certeza Deus não
existe". Mas primeiro, antes de prosseguir dando minha principal razão para não acreditar na
existência de Deus, tenho a responsabilidade de descartar os argumentos positivos para a crença,
que foram sendo apresentados ao longo da história.”
Dawkins, Deus um Delírio.p. 87
“Hoje já não é possível contestar o próprio fato da evolução — ela ascendeu à categoria de
"teorema", ou fato obviamente corroborado —, mas ainda existe uma (ínfima) possibilidade de se
duvidar de que a seleção natural seja seu motor principal”.Dawkins, O Maior Espetáculo da
Terra As Evidências da Evolução.p. 26- grifo nosso
O resultado direto desta
guerra da natureza que se traduz pela fome e pela morte, é, pois, o fato mais
admirável que podemos conceber, a saber: a produção de animais superiores.
Não há uma verdadeira grandeza nesta forma de considerar a vida, com os seus
poderes diversos atribuídos primitivamente pelo Criador a um pequeno número de
formas, ou mesmo a uma só? Darwin, a Origem das Espécies, último parágrafo do livro.
 
A proposta da tópico é demonstrar que fome e morte levam a extinção, e não a um possível progresso. Não é nosso objetivo discutir aspectos ideológicos dessas afirmações no momento.
 
evolution.berkeley.edu/evosite/evo101/IIIENaturalSelection.shtml
education-portal.com/academy/lesson/selective-pressure-definition-example-quiz.html#lesson
A seleção natural é um dos mecanismos básicos da evolução, juntamente com a mutação, migração
e deriva genética.
Observação- como indica o exemplo dados dos besouros, a competição acontece entre indivíduos da
mesma espécie. Quem sobrevive e se reproduz mais é considerado “mais apto”.
 
Falta de alimentos, predação, doenças, dificuldades ambientais, competição e brigas entre espécies, seleção sexual- denominadas "pressão seletiva" eventualmente levariam a vida a uma maior complexidade?
 
Mas o que é COMPLEXIDADE BIOLÓGICA?
evolution.berkeley.edu/evosite/evo101/VIIC1aComplexNovelties.shtml
Aceitaremos como exemplo de aumento de complexidade aqueles dados pelos evolucionistas.
 
Trabalhando então com a HIPÓTESE: A Seleção Natural reduz a Complexidade Biológica, traremos argumentações baseadas em EXPERIMENTAÇÃO, OBSERVAÇÕES, e trabalhos de sites EVOLUCIONISTAS. Não será usado material CRIACIONISTA.
Todas as arguições fundamentadas inicialmente em sites evolucionistas e quando possível, com "PAPERS".
 

Comecem a estudar e solicito a colaboração para fazermos um debate mais acadêmico possível. Agradeço desde já a cooperação.

docdeozI
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 39
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por docdeozI em Sex 14 Mar 2014, 4:40 pm

Para refutar uma Teoria você deve entendê-la bem. Não tem uma teoria tão escamoteada e lisa como a teoria da evolução que não se compromete com definições cabais a respeito de nada e coisa nenhuma.Portanto é fundamental definir conceitos para refutá-la. Um deles é a Seleção Natural.Como é difícil definir Seleção Natural, vamos entender os mecanismos
exemplificados nos livros e sites evolucionistas.
1-Seleção Natural através da busca de alimentos:
Este exemplo é dado no Brasil Escola-tentilhões com bicos diferentes, comem sementes
diferentes....
educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/darwin-selecao-natural.htm
2-Predação
Exemplo clássico das maripsosa branca que é predada em um ambiente cinza.
brasilescola.com/biologia/selecao-natural.htm

3-Patologia-doenças:
Malária e anemia falciforme-em ambiente de malária, quem tem o traço falciforme resiste mais à
doença.- um adendo, fora do ambiente de Malária a anemia falciforme é uma doença grave, que faz
parte da triagem no teste do pezinho.
alunosonline.com.br/biologia/teoria-da-selecao-natural.html
4-Adaptação ao ambiente-climática:
capítulo III da Origem das Espécies de Darwin refere o efeito do clima
Besouro com anticongelante
noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisa/anticongelante-e-segredo-de-animais-que-sobrevivemao-
frio,dd08ecafcd5ea310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html
5-Competição pelo espaço, alimento:
infoescola.com/relacoes-ecologicas/competicao-2/
À primeira vista, parece que a ação do clima é absolutamente independente da luta pela existência;
mas é necessário lembrar que as variações climatéricas atuam diretamente sobre a quantidade de
nutrição, e produzem assim a mais viva luta entre os indivíduos, quer da mesma espécie, quer de
espécies distintas, que se nutrissem do mesmo gênero de alimentos.Darwin, Origem da Espéices,
p. 83.
6-Seleção Sexual
evolution.berkeley.edu/evosite/evo101/IIIE3Sexualselection.shtml
brasilescola.com/biologia/selecao-sexual.htm
Um caso especial de seleção natural,onde há a busca de parceiros para fazer a prole.

Um site com colocações sobre pressão seletiva:
education-portal.com/academy/lesson/selective-pressure-definition-example-quiz.html#lesson

Se vocês permitirem, com esses dados e os que daremos como exemplo de complexidade, efeito gargalo, troglóbios (troglobites), guppies (barrigudinhos), tentilhões (finches), cumpriremos a nossa missão de fazer picadinho dessa teoria...

docdeozI
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 39
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por docdeozI em Sex 14 Mar 2014, 4:54 pm

Vou dar um exemplo de redução de complexidade com os chatos dos TENTILHÕES que os evolucionistas sempre usam:
Diminuição do bico dos tentilhões pela seca e competição com tentilhões maiores- meu título, mostrando o efeito da competição e alimentos...  japinha 
Um casal de biólogos norte-americanos conseguiu observar pela primeira vez um fenômeno da seleção natural entre espécies de pássaros do início ao fim. Peter e Rosemary Grant, da Universidade de Princeton, verificaram a redução do tamanho médio de bicos em uma população de tentilhões-da-terra-médios (Geospiza fortis) no arquipélago de Galápagos, no Oceano Pacífico. As aves são as mesmas estudadas pelo naturalista Charles Darwin no século 19.
A descrição do que aconteceu está na edição de hoje da revista "Science" (sciencemag). Durante muitos anos as duas populações conviveram sem problemas porque a oferta de sua comida preferida --grandes sementes de árvore do gênero Tribulus-- era abundante. Mas, em um período de seca em 2003, os pássaros quase esgotaram o estoque do recurso. A fome acabou então dizimando centenas de G. fortis, porque os G. manirostris eram mais hábeis em achar e quebrar as raras sementes grandes.
Após o fim da seca, o que aconteceu é que a porcentagem de G. fortis com bico pequeno aumentou consideravelmente. No período de estresse, os pássaros precisavam de um bico bom para quebrar sementes pequenas, já que não tinham condições de competir pelas grandes. E a característica acabou permanecendo.
 
Pássaros exibem seleção natural em tempo real
da Folha de S. Paulo
 
 
de 2006
 
como eu sei que a princípio são menos complexos- bicos menores consomem sementes menores que contem e.g. menos gordura, menos energia.
 
Um exemplo clássico do consumo de energia é a comparação de países- grosso modo essa analogia poderia ser aceita, mas deve ser debatida...

docdeozI
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 39
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por docdeozI em Dom 16 Mar 2014, 8:19 pm

/2013/11/28/cientistas-resolvem-peca-importante-na-origem-da-complexidade-biologica/

da net nature wordpress
 
Observando a nova form, Ratcliff e Travisano descobriram que isso reproduzido quebrando-se ativamente e derramando células móveis individuais, que passam a crescer em novos clusters multicelulares. Eles desenvolveram um modelo matemático que explica a vantagem reprodutiva desta estratégia unicelular sobre alternativas hipotéticas em que o grupo iria produzir propágulos maiores. O modelo previu que a reprodução de células individuais seria mais bem sucedida no longo prazo. Mesmo que células individuais sejam menos propensas a sobreviver do que propágulos maiores, ou seja, essa desvantagem é mais do que compensada pelo seu número.


[size=15.555556297302246]Comentário:[/size]
[size=15.555556297302246]Vidas menos complexas apresentam vantagem. Demonstra que por meios naturais não haveria a transformação de procariontes (unicelulares) em procariontes (multicelulares) como pretende a tal da "árvore da vida" darwiniana...[/size]

docdeozI
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 39
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por docdeozI em Qua 19 Mar 2014, 2:33 pm

Começo com no mínimo 50000 exemplos de que estou correto-troglóbios-perderam pigmentação, olhos e tamanho sob forte pressão seletiva:

Wikipedia
Troglofauna are small cave-dwelling
animals that have adapted to their dark surroundings. Troglofauna and
stygofauna are the two types of subterranean fauna (based on
life-history). Both are associated with subterranean environments –
troglofauna are associated with caves and spaces above the water
table and stygofauna with water. Troglofaunal species include
spiders, insects, myriapods and others. Some troglofauna live
permanently underground and cannot survive outside the cave
environment. Troglofauna adaptations and characteristics include a
heightened sense of hearing, touch and smell.[1] Loss of under-used
senses is apparent in the lack of pigmentation as well as eyesight in
most troglofauna. Troglofauna insects may exhibit a lack of wings and
longer appendages.
 
J. Judson Wynne and William Pleytez –
Sensitive ecological areas and species inventory of Actun Chapat
Cave, Vaca Plateau, Belize. Journal of Cave and Karst
Studies, v. 67, no. 3, p. 148–157.

Culver and Holsinger (1992) estimate global
troglobite
diversity at 50,000 to 100,000 species.
 
Subterranean Ecosystems: A Truncated
Functional Biodiversity
This article emphasizes the truncated
nature of subterranean biodiversity at both the bottom (no primary
producers) and the top (very few strict predators) of food webs and
discusses the implications of this truncation both from functional
and evolutionary perspectives
Janine Gibert and Louis Deharveng
 Oxford JournalsLife
Sciences BioScience Volume 52, Issue 6Pp. 473-481.

docdeozI
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 39
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por Ed em Qua 19 Mar 2014, 4:52 pm

Eu sou uma pessoa simples que vê a vida com simplicidade...

Como é que eu vou entender a evolução das espécimes?

Vejam só, lá no comecinho das coisas segundo os evolucionistas, de alguma forma o nada começou a ter vida, sei lá como, um raio com os gases certos na temperatura certa na hora certa deu origem a um ser simples.

Beleza!

Mas de alguma outra forma este novo ser sobreviveu por um bom tempo e teve tempo de se dividir e deu origem a mais outra vida simples.

Beleza e resumindo:

Este ser insignificante começou a se locomover e acabou criando um par (ou vários) de pernas e percebeu que precisaria enxergar para poder utilizar as pernas que criou eba  Antes de pensar em criar um ôlho, precisou criar um cérebro para dar suporte ao ôlho.

Aliás, como é que a matéria ao acaso se auto criou e conseguiu evoluir para ter pernas, cérebro e DOIS olhos e ainda por cima uma boca e um ânus para gerir energia? pirou 

Eu acho que minha fé só é suficiente para crer em Deus, que é de muito mais fácil assimilação do que ter tamanha fé para crer em um absurdo desses que a ciência chama de Evolução das espécimes...  angel

Mais um resumo meu: O nada gera coisa nenhuma!  japinha


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3157 dias de existência com 228853 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por Jumper em Sex 21 Mar 2014, 8:20 pm

A proposta da tópico é demonstrar que fome e morte levam a extinção, e não a um possível progresso. Não é nosso objetivo discutir aspectos ideológicos dessas afirmações no momento.
Leva à extinção as espécies que não estão prontas para competir no meio com as outras espécies que estão ali.  
É muito difícil o evento catastrófico onde 100% das espécies envolvidas são extintas, as que sobrevivem são as que passam seus genes adiante. 

Observação- como indica o exemplo dados dos besouros, a competição acontece entre indivíduos da
mesma espécie. Quem sobrevive e se reproduz mais é considerado “mais apto”.
Sim, inclusive na espécie humana isso acontece.

Trabalhando então com a HIPÓTESE: A Seleção Natural reduz a Complexidade Biológica, traremos argumentações baseadas em EXPERIMENTAÇÃO, OBSERVAÇÕES, e trabalhos de sites EVOLUCIONISTAS. Não será usado material CRIACIONISTA.
Todas as arguições fundamentadas inicialmente em sites evolucionistas e quando possível, com "PAPERS".
Se reduzisse a complexidade então a quantidade de espécies seria menor a cada iteração, o que acontece é justamente o contrário onde espécies se especializam para cobrir nichos inexplorados ou com pouca competição.

como eu sei que a princípio são menos complexos- bicos menores consomem sementes menores que contem e.g. menos gordura, menos energia.
O que é "complexidade" para você?  Um bico menor é menos complexo?  Que noção estranha.

Vidas menos complexas apresentam vantagem. Demonstra que por meios naturais não haveria a transformação de procariontes (unicelulares) em procariontes (multicelulares) como pretende a tal da "árvore da vida" darwiniana...
Novamente, o que é complexidade?  Um célula unicelular é mais simples do que um ser pluricelular? Me parece uma falsa assumção já que há seres unicelulares bem complexos.
Outra, colônias de seres unicelulares levam vantagens em seres sozinhos.
Outra, seres capazes de "caçar" seres unicelulares, de forma indiscriminada e sem risco (afinal seria várias vezes maior) teria grande vantagens competitivas no meio.

A "tal" da árvore da vida é evidenciadas por fósseis, então é mais do que uma suposição.

Começo com no mínimo 50000 exemplos de que estou correto-troglóbios-perderam pigmentação, olhos e tamanho sob forte pressão seletiva:
Características em desuso são normalmente abandonadas, afinal porque uma minhoca precisaria de olhos quando ela vive a vida toda embaixo da terra?  Olhos seriam uma desvantagem para ela.
E, se um ser não enxerga mais, ele ficou mais simples?  É essa a sua ideia de simplicidade?
Você acha que 50.000 é um número alto?  Especialmente quando vários dos membros tem a mesma ascendência?

Seleção natural lida com sobrevivência, só isso.  Se o ser ficar mais "simples" ou mais "complexo", isso é irrelevante.   
Vide o caso dos primatas (nosso caso) que "perderam" o rabo ao descer das árvores.  Ficaram mais simples com isso?  Claro que não.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por Lit San Ares em Dom 23 Mar 2014, 10:34 am

Após o fim da seca, o que aconteceu é que a porcentagem de G. fortis com bico pequeno aumentou consideravelmente. No período de estresse, os pássaros precisavam de um bico bom para quebrar sementes pequenas, já que não tinham condições de competir pelas grandes. E a característica acabou permanecendo. 
E permanecerá até que pressões ambientais diferentes, ou "moleza" ambiental, favoreça os bicos grandes.
A velha questão: o pássaro dodô era gordo, grande, lento, manso, burro e não voava. Estava bem adaptado à sobrevivência?
Estava, no ambiente em que vivia. Até que o meio ambiente mudou, com o surgimento de um novo predador.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1807
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por DANNILO STELIO em Dom 23 Mar 2014, 2:36 pm

Na escola infantil, aprendi que um sapo virando gente era conto de fadas; na universidade, aprendi que era ciência (RON CARLSON). huaauhuahauha  


Se seres humanos não conseguem criar um cérebro, por que a Evolução conseguiria ?


Aliás, por que se chama o processo evolutivo de "seleção natural" ? Selecionar alguma coisa do meio das outras pressupõe inteligência, mas o Evolucionismo diz que tudo foi um processo aleatório, cego, sem inteligência ? Como conciliar essas contradições ?


Ah, foi através das mutações, respondem alguns. Mas como, se todas as mutações que se observou até hoje são prejudiciais aos organismos ?


Um exemplo de seleção natural muito usado nos livros é o de uma colônia de bactérias atacada por antibióticos, sendo que a maioria delas morre e algumas sobrevivem, as que resistem ao antibiótico. Mas quem garante que essa resistência veio de uma mutação, e não da característica original da  bactéria ? Além disso, as bactérias sobreviventes continuam sendo bactérias, não se transformam em outro tipo de organismo.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por Jumper em Seg 24 Mar 2014, 10:19 am

Na escola infantil, aprendi que um sapo virando gente era conto de fadas; na universidade, aprendi que era ciência (RON CARLSON).  
Continua sendo conto, já que não é assim que o "negócio" funciona.

Se seres humanos não conseguem criar um cérebro, por que a Evolução conseguiria ?
O que tem uma coisa a ver com a outra?  Eu tenho cérebro, você não?
Quer dizer então que para algo ter surgido naturalmente, esse algo tem que também ser criado artificialmente?   huaauhuahauha 

Aliás, por que se chama o processo evolutivo de "seleção natural" ? Selecionar alguma coisa do meio das outras pressupõe inteligência, mas o Evolucionismo diz que tudo foi um processo aleatório, cego, sem inteligência ? Como conciliar essas contradições ?
Pelo visto você não entende muito sobre como as coisas funcionam e sobre aquilo que está em discussão, apresentando uma visão limitada sobre como a natureza funciona.
A "Seleção natural", como o próprio nome diz, é feita naturalmente pelo meio onde os seres estão.  Em uma competição por recursos e pela sobrevivência, vence os seres com mais vantagens no ambiente em que eles estão.  Se o ambiente mudar, o que era uma vantagem pode virar uma desvantagem.
Evolução não é "aleatória" porquê a seleção natural não o é. 

Ah, foi através das mutações, respondem alguns. Mas como, se todas as mutações que se observou até hoje são prejudiciais aos organismos ?
hehe, não.   pirou 
Cada ser vivo possui centenas de mutações, algumas são prejudiciais, algumas são benéficas e a grande maioria é neutra.

Um exemplo de seleção natural muito usado nos livros é o de uma colônia de bactérias atacada por antibióticos, sendo que a maioria delas morre e algumas sobrevivem, as que resistem ao antibiótico. Mas quem garante que essa resistência veio de uma mutação, e não da característica original da  bactéria ? Além disso, as bactérias sobreviventes continuam sendo bactérias, não se transformam em outro tipo de organismo.
Se fosse uma característica original da bactéria, então nenhuma bactéria morreria pelo antibiótico.
Se 0.1% delas tiverem uma mutação que as torna resistentes aos antibiótico (ou uma mutação que ative o gene as deixando resistentes) então elas sobreviveriam e tomariam conta do meio onde estão.
Outro exemplo prático é que há bactérias capazes de digerir nylon, que por ser uma material artificial era até então indigerível.
Sobre bactérias continuarem sendo bactérias, porquê elas virariam outra coisa?  Elas já dominam o planeta.  Há mais bactérias na sua boca do que há pessoas no mundo.

Essa concepção que os criacionistas têm de evolução transformando magicamente um ser em outro é totalmente errada.  Não sabem discutir aí ficam inventando coisas que não estão lá.  Lastimável.
Evolução é um processo longo, não um conto onde um sapo vira um ser humano.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 24 Mar 2014, 1:21 pm

Jumper escreveu:
DANNILO STELIO
Na escola infantil, aprendi que um sapo virando gente era conto de fadas; na universidade, aprendi que era ciência (RON CARLSON).  
Continua sendo conto, já que não é assim que o "negócio" funciona.
Pela Evolução, humanos não foram anfíbios algum dia ?

Jumper escreveu:
DANNILO STELIO
Se seres humanos não conseguem criar um cérebro, por que a Evolução conseguiria ?
O que tem uma coisa a ver com a outra?  Eu tenho cérebro, você não?
Quer dizer então que para algo ter surgido naturalmente, esse algo tem que também ser criado artificialmente?   huaauhuahauha
Contraponho outra pergunta relacionada: se você encontrar um Rolex numa floresta, irá pensar que ele caiu de uma árvore ? (além de ficar muito alegre com o achado).

Jumper escreveu:
DANNILO STELIO
Aliás, por que se chama o processo evolutivo de "seleção natural" ? Selecionar alguma coisa do meio das outras pressupõe inteligência, mas o Evolucionismo diz que tudo foi um processo aleatório, cego, sem inteligência ? Como conciliar essas contradições ?
Pelo visto você não entende muito sobre como as coisas funcionam e sobre aquilo que está em discussão, apresentando uma visão limitada sobre como a natureza funciona.
A "Seleção natural", como o próprio nome diz, é feita naturalmente pelo meio onde os seres estão.  Em uma competição por recursos e pela sobrevivência, vence os seres com mais vantagens no ambiente em que eles estão.  Se o ambiente mudar, o que era uma vantagem pode virar uma desvantagem.
Evolução não é "aleatória" porquê a seleção natural não o é.
Ah, o velho argumento do "princípio especial' ou "princípio de exceção"... o que seria de nós sem ele, não é mesmo ?...
Se a evolução não é aleatória, assim como a seleção natural, de onde vem as regras que a definem ?


Jumper escreveu:
DANNILO STELIO
Ah, foi através das mutações, respondem alguns. Mas como, se todas as mutações que se observou até hoje são prejudiciais aos organismos ?
hehe, não.   pirou 
Cada ser vivo possui centenas de mutações, algumas são prejudiciais, algumas são benéficas e a grande maioria é neutra.
Jura ? pode mencionar algumas benéficas ? aproveite para esclarecer, se possível, O QUÊ seriam mutações prejudiciais, benéficas e neutras.

Jumper escreveu:

DANNILO STELIO
Um exemplo de seleção natural muito usado nos livros é o de uma colônia de bactérias atacada por antibióticos, sendo que a maioria delas morre e algumas sobrevivem, as que resistem ao antibiótico. Mas quem garante que essa resistência veio de uma mutação, e não da característica original da  bactéria ? Além disso, as bactérias sobreviventes continuam sendo bactérias, não se transformam em outro tipo de organismo.
Se fosse uma característica original da bactéria, então nenhuma bactéria morreria pelo antibiótico.Se 0.1% delas tiverem uma mutação que as torna resistentes aos antibiótico (ou uma mutação que ative o gene as deixando resistentes) então elas sobreviveriam e tomariam conta do meio onde estão.Outro exemplo prático é que há bactérias capazes de digerir nylon, que por ser uma material artificial era até então indigerível.Sobre bactérias continuarem sendo bactérias, porquê elas virariam outra coisa?  Elas já dominam o planeta.  Há mais bactérias na sua boca do que há pessoas no mundo.Essa concepção que os criacionistas têm de evolução transformando magicamente um ser em outro é totalmente errada.  Não sabem discutir aí ficam inventando coisas que não estão lá.  Lastimável.
Evolução é um processo longo, não um conto onde um sapo vira um ser humano.
Mas pela Evolução, os seres multicelulares não se originaram de outros unicelulares, como as bactérias ?

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por Jumper em Seg 24 Mar 2014, 2:43 pm

Pela Evolução, humanos não foram anfíbios algum dia ?
Você já foi seu avô algum dia?  
Humanos são humanos desde que a espécie surgiu, há variações em estatura, coloração, etc.
Obviamente que houve outras espécies humanóides antes, até um passado longinquo onde nossos ancestrais eram anfíbios.
Mas tais anfíbios não eram humanos da mesma forma que você não é o seu avô.

Contraponho outra pergunta relacionada: se você encontrar um Rolex numa floresta, irá pensar que ele caiu de uma árvore ? (além de ficar muito alegre com o achado).
Rolex não são seres vivos, não se reproduzem, não sofrem mutações, não interagem com o meio.  São apenas objetos inanimados.
Uma rocha também é um objeto inanimado e ninguém está dizendo que rochas "evoluem", pelo menos não no sentido biológico.

Ah, o velho argumento do "princípio especial' ou "princípio de exceção"... o que seria de nós sem ele, não é mesmo ?...
Não estou a par desse princípio.  A quê você se refere?

Se a evolução não é aleatória, assim como a seleção natural, de onde vem as regras que a definem ?
Ué, do meio onde os seres estão, não são regras por escrito nem são imutáveis, o meio muda logo as "regras" mudam.
Em uma forma simples, as regras são definidas pelos próprios seres que compõem o meio ao competir pelos recursos que ali estão.  Isso não é aleatório tampouco é necessário um deus para apitar o que os seres podem ou não podem fazer.

Jura ? pode mencionar algumas benéficas ? aproveite para esclarecer, se possível, O QUÊ seriam mutações prejudiciais, benéficas e neutras.
Uma mesma mutação pode ser benéfica e maléfica ao mesmo tempo sob contextos diferentes:  Um urso marrom albino no Pólo norte, o que seria algo prejudicial em uma região florestal vira algo benéfico em uma região de neve, pois ficaria mais camuflado aos seus arredores, tendo mais chances de sucesso ao caçar.
Exemplo de benefica em humanos é tolerância à lactose em adultos, comum em descendentes de europeus, em geral mamíferos adultos são intolerantes à lactose após desmamados.
A intolência à lactose em europeus é de cerca de 5% enquanto em africanos e asiáticos pode chegar a 90%.
Mutações neutras não alteram a capacidade do individuo em sobreviver e reproduzir.
Maléficas piorariam essa capacidade... 

Mas pela Evolução, os seres multicelulares não se originaram de outros unicelulares, como as bactérias ?
Sim, em um passado distante, em um ambiente totalmente diferente do atual e após um longo tempo.  As bactérias atuais são bem diferentes das que existiam naquele tempo.  Não foi um simples salto de unicelular para um multicelular, muito provavelmente foi um ser formado de um punhado de células idênticas e com o tempo elas foram se especializando mais e mais.  É uma pena que tais seres deixaram poucas evidências fósseis...
Uma teoria é a colonia de células formando uma entidade única:

A qual foi possível reproduzir em laboratório.

Você está assistindo a série Cosmos?  Fizeram um remake da versão original com Carl Sagan e está muito boa.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Uma Refutação da Teoria da Evolução

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 4:18 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum