.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Pecador e criminoso, qual a diferença?

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por gusto em Qua 05 Mar 2014, 8:58 pm

Para Deus há diferença, ou todos terão o mesmo fim, segundo a Bíblia?

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Qua 05 Mar 2014, 11:39 pm

gusto escreveu:Para Deus há diferença, ou todos terão o mesmo fim, segundo a Bíblia?
Que pergunta... oh my 
Mas vamos lá...
A nível material, o fim é o mesmo para todos, no sentido de que TODOS VÃO MORRER (exceto, claro, os fiéis que estiverem vivos no momento do Arrebatamento).
Com relação ao destino eterno, claro que existe diferença. Se não tivesse, para quê Jesus viria ao mundo ?

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por gusto em Qui 06 Mar 2014, 8:49 pm

Pecadores cristãos serão salvos, é isso?

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Qui 06 Mar 2014, 9:42 pm

gusto escreveu:Pecadores cristãos serão salvos, é isso?
Depende do que VOCÊ entende por "pecadores cristãos". Favor esclarecer.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por gusto em Sab 08 Mar 2014, 9:56 am

DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:Pecadores cristãos serão salvos, é isso?
Depende do que VOCÊ entende por "pecadores cristãos". Favor esclarecer.

Ladrão cristão vai ser salvo?

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Dom 09 Mar 2014, 1:16 am

gusto escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:Pecadores cristãos serão salvos, é isso?
Depende do que VOCÊ entende por "pecadores cristãos". Favor esclarecer.

Ladrão cristão vai ser salvo?
Isso já aconteceu antes. Pode acontecer de novo. Veja só Lucas 23:
40 Respondendo, porém, o outro [MALFEITOR, LADRÃO], repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?


41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.


42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.


43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Dom 09 Mar 2014, 1:40 am

O tal ladrão ainda não foi salvo, pois ainda não aconteceu o juízo final para que se possa afirmar isto.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Dom 09 Mar 2014, 1:48 am

Khwey escreveu:O tal ladrão ainda não foi salvo, pois ainda não aconteceu o juízo final para que se possa afirmar isto.
Entao Jesus mentiu? o ladrão não foi ao paraíso ?

Além disso, o juízo final não é para salvação, apenas condenação.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Dom 09 Mar 2014, 1:54 am

DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:O tal ladrão ainda não foi salvo, pois ainda não aconteceu o juízo final para que se possa afirmar isto.
Entao Jesus mentiu? o ladrão não foi ao paraíso ?
Onde está escrito que ir para o paraíso implica em receber a vida eterna, coisa que só será dada quando Jesus voltar?

DANNILO STELIO escreveu:Além disso, o juízo final não é para salvação, apenas condenação.
Dá para colocar algum embasamento bíblico para estas palavras?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por gusto em Dom 09 Mar 2014, 8:29 am

DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:Pecadores cristãos serão salvos, é isso?
Depende do que VOCÊ entende por "pecadores cristãos". Favor esclarecer.

Ladrão cristão vai ser salvo?
Isso já aconteceu antes. Pode acontecer de novo. Veja só Lucas 23:
40 Respondendo, porém, o outro [MALFEITOR, LADRÃO], repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?


41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.


42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.


43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.
O ladrão que estava na cruz se converteu ali.

Não se faça de desentendido, ou peça sabedoria a Deus.

Estou falando de ladrão que se acha cristão, isto é, já convertido que é ignorante quanto ao pecado.

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 12:30 am

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:O tal ladrão ainda não foi salvo, pois ainda não aconteceu o juízo final para que se possa afirmar isto.
Entao Jesus mentiu? o ladrão não foi ao paraíso ?
Onde está escrito que ir para o paraíso implica em receber a vida eterna, coisa que só será dada quando Jesus voltar?

DANNILO STELIO escreveu:Além disso, o juízo final não é para salvação, apenas condenação.
Dá para colocar algum embasamento bíblico para estas palavras?
Então o ladrão foi para o paraíso, mas não recebeu a vida eterna ? quer dizer que ele pode ir para morte eterna no futuro ?

Quanto ao Juízo Final, Apocalipse não menciona ninguém sendo salvo lá. Veja AP 20:
11 E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiram a terra e o céu; e não foi achado lugar para eles.
12 E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
13 O mar entregou os mortos que nele havia; e a morte e o hades entregaram os mortos que neles havia; e foram julgados, cada um segundo as suas obras.
14 E a morte e o hades foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo.
15 E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Seg 10 Mar 2014, 12:42 am

DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:O tal ladrão ainda não foi salvo, pois ainda não aconteceu o juízo final para que se possa afirmar isto.
Entao Jesus mentiu? o ladrão não foi ao paraíso ?
Onde está escrito que ir para o paraíso implica em receber a vida eterna, coisa que só será dada quando Jesus voltar?

DANNILO STELIO escreveu:Além disso, o juízo final não é para salvação, apenas condenação.
Dá para colocar algum embasamento bíblico para estas palavras?
Então o ladrão foi para o paraíso, mas não recebeu a vida eterna ? quer dizer que ele pode ir para morte eterna no futuro ?
Pode.

DANNILO STELIO escreveu:Quanto ao Juízo Final, Apocalipse não menciona ninguém sendo salvo lá.
O próprio Jesus menciona.

Mateus
25:31 E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
25:32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
25:33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.

Está percebendo que ler toda a bíblia sem atentar para os pontos importantes não resolve?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 12:44 am

gusto escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:Pecadores cristãos serão salvos, é isso?
Depende do que VOCÊ entende por "pecadores cristãos". Favor esclarecer.

Ladrão cristão vai ser salvo?
Isso já aconteceu antes. Pode acontecer de novo. Veja só Lucas 23:
40 Respondendo, porém, o outro [MALFEITOR, LADRÃO], repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?


41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.


42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.


43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.
O ladrão que estava na cruz se converteu ali.

Não se faça de desentendido, ou peça sabedoria a Deus.

Estou falando de ladrão que se acha cristão, isto é, já convertido que é ignorante quanto ao pecado.

Explicou melhor. Até que enfim. Pensei que não conseguiria.
Pelo que entendi dessa explicação algo canhestra, vc se refere a pessoas que se dizem cristãos/religiosos/evangélicos, mas vivem reiterada e conscientemente na prática pecaminosa. 
A explicação é muito simples, meu caro. 1ª João, cap. 3:
4 Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.
6 Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece.

Por outro lado, "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia" (Pv 28.13)

Ou seja: mesmo o pior pecador pode alcançar misericórdia, ainda que seja "aos 45 do segundo tempo". Veja este caso relatado por Max Lucado, em seu livro "Nas garras da Graça":

"Sabe o que mais me perturba acerca de Jeffrey Dahmer?
O que mais me perturba não são os seus atos, embora odiosos. Dahmer foi culpado de dezessete assassinatos. Onze cadáveres foram encontrados em seu apartamento. Ele cortou bra­ços e comeu partes dos corpos. Meu dicionário contém 204 sinônimos para vil, mas nenhum deles é suficiente para descrever um homem que armazenou caveiras em seu refrigerador, e con­servou o coração de uma de suas vítimas. Ele redefiniu os limites da brutalidade. O monstro de Milwaukee dependurou-se no mais baixo de­grau da conduta humana, e então deixou-se cair. Mas não é isto o que mais me aborrece.
Posso dizer-lhe o que mais me incomoda a res­peito de Jeffrey Dahmer? Não foi o seu julgamen­to, por mais perturbador que tenha sido, com todas aquelas imagens dele sentado serenamente na corte, face gélida, inerte. Nenhum sinal de remorso, nenhuma sombra de pesar. Lembra-se de seus olhos de aço e seu semblante impassível? Mas não falo dele por causa de seu julgamento. Há uma outra razão. Permite-me dizer-lhe o que realmente me transtorna acer­ca de Jeffrey Dahmer? Posso contar-lhe?
Sua conversão.
Meses antes que um companheiro de cela o assassinasse, Jeffrey Dahmer tornou-se um cristão. Falou de seu arrependimento. Estava triste pelo que fizera. Profundamente triste. Confessou sua fé em Cris­to. Foi batizado. Iniciou uma nova vida. Começou a ler livros evangéli­cos e a assistir aos cultos na prisão.
Pecados lavados. Alma limpa. Passado perdoado.
Isso me transtorna. Não deveria, mas é assim que me sinto. Graça para um canibal? É possível que você tenha as mesmas reservas. Se não quanto a Dahmer, talvez sobre outro alguém. Quem sabe, relutan­te quanto a conversão de um estuprador, que se arrepende no leito de morte, ou de um molestador de crianças, que se converte na última hora. Nós os sentenciamos, não numa corte, mas em nossos corações. Temo-los posto atrás das grades e trancado a porta. Eles estão para sempre encarcerados, em nossa repugnância. E então, o impossível acontece: eles se arrependem.
Nossa reação? (Atrevamo-nos a confessá-la?) Cruzamos os braços, enrugamos a testa e dizemos: “Deus não o deixará escapar assim tão fácil. Não depois do que você fez. Deus é bom, mas não é tolo. A graça é para pecadores normais, como eu, não para pervertidos iguais a você”.
E para provar, buscamos Romanos. “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre...” E Paulo alista pecado sexual, maldade, egoísmo, ódio, ciúme, assassinato (Rm 1. 18-30). Nós queremos gritar “Isso mesmo, Paulo! Já era hora de alguém falar contra o pecado! Já era tempo de se arrancar a máscara do adultério e pôr à mostra a desonestidade! Pegue esses pervertidos. Agarre esses traficantes. Apoi­ado, Paulo! Nós, os decentes, os obedientes à lei, estamos com você!
Reação de Paulo?
“Vocês são tão ruins quanto eles. Quando afirmam que eles são maus e deveriam ser castigados, vocês estão falando de si mesmos, pois fazem essas mesmas coisas” (Rm 2.1 BV)."

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 12:56 am

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:O tal ladrão ainda não foi salvo, pois ainda não aconteceu o juízo final para que se possa afirmar isto.
Entao Jesus mentiu? o ladrão não foi ao paraíso ?
Onde está escrito que ir para o paraíso implica em receber a vida eterna, coisa que só será dada quando Jesus voltar?

DANNILO STELIO escreveu:Além disso, o juízo final não é para salvação, apenas condenação.
Dá para colocar algum embasamento bíblico para estas palavras?
Então o ladrão foi para o paraíso, mas não recebeu a vida eterna ? quer dizer que ele pode ir para morte eterna no futuro ?
Pode.

DANNILO STELIO escreveu:Quanto ao Juízo Final, Apocalipse não menciona ninguém sendo salvo lá.
O próprio Jesus menciona.

Mateus
25:31 E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
25:32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
25:33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.

Está percebendo que ler toda a bíblia sem atentar para os pontos importantes não resolve?

Estou percebendo que resolve menos ainda NÃO LER toda a Bíblia...
Por que chamamos JUÍZO FINAL ? é porque haverá outros juízos (julgamentos).
Os versículos que vc mencionou NÃO SE REFEREM AO JUÍZO FINAL.

Veja o v. 21. Não fala de TRONO BRANCO, mas sim de TRONO DA SUA GLÓRIA.
Veja o contexto: fala da volta de Cristo em glória, não do contexto e Ap.20.
Veja os que estão sendo julgados: NAÇÕES. 
Este é o JUÍZO DAS NAÇÕES, que acontecerá ANTES DO MILÊNIO. Como podemos afirmar ? ora, por simples exclusão: não há nenhuma outra oportunidade da volta de Cristo, no calendário escatológico, em que esse julgamento possa ser realizado.
Concluindo: JUÍZO FINAL, NINGUÉM SE SALVA.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Seg 10 Mar 2014, 1:06 am

DANNILO STELIO escreveu:
Estou percebendo que resolve menos ainda NÃO LER toda a Bíblia...
Por que chamamos JUÍZO FINAL ? é porque haverá outros juízos (julgamentos).
Os versículos que vc mencionou NÃO SE REFEREM AO JUÍZO FINAL.

Veja o v. 21. Não fala de TRONO BRANCO, mas sim de TRONO DA SUA GLÓRIA.
O trono do juízo de Deus é um só.

DANNILO STELIO escreveu:Veja o contexto: fala da volta de Cristo em glória, não do contexto e Ap.20.
Fala do juízo que acontecerá em função da volta de Jesus, o qual foi detalhado em Apocalipse.

DANNILO STELIO escreveu:Veja os que estão sendo julgados: NAÇÕES.
Sendo o juízo final, logicamente todas as nações estarão sendo julgadas.

DANNILO STELIO escreveu:Este é o JUÍZO DAS NAÇÕES, que acontecerá ANTES DO MILÊNIO. Como podemos afirmar ? ora, por simples exclusão: não há nenhuma outra oportunidade da volta de Cristo, no calendário escatológico, em que esse julgamento possa ser realizado.
Concluindo: JUÍZO FINAL, NINGUÉM SE SALVA.
Devo entender então que teremos um juízo que não é o final, mas que dará o veredito final?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 1:20 am

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
Estou percebendo que resolve menos ainda NÃO LER toda a Bíblia...
Por que chamamos JUÍZO FINAL ? é porque haverá outros juízos (julgamentos).
Os versículos que vc mencionou NÃO SE REFEREM AO JUÍZO FINAL.

Veja o v. 21. Não fala de TRONO BRANCO, mas sim de TRONO DA SUA GLÓRIA.
O trono do juízo de Deus é um só.

DANNILO STELIO escreveu:Veja o contexto: fala da volta de Cristo em glória, não do contexto e Ap.20.
Fala do juízo que acontecerá em função da volta de Jesus, o qual foi detalhado em Apocalipse.

DANNILO STELIO escreveu:Veja os que estão sendo julgados: NAÇÕES.
Sendo o juízo final, logicamente todas as nações estarão sendo julgadas.

DANNILO STELIO escreveu:Este é o JUÍZO DAS NAÇÕES, que acontecerá ANTES DO MILÊNIO. Como podemos afirmar ? ora, por simples exclusão: não há nenhuma outra oportunidade da volta de Cristo, no calendário escatológico, em que esse julgamento possa ser realizado.
Concluindo: JUÍZO FINAL, NINGUÉM SE SALVA.
Devo entender então que teremos um juízo que não é o final, mas que dará o veredito final?

"O trono do juízo de Deus é um só". Afirmação dedutiva sem respaldo bíblico.

No Juízo Final, as pessoas serão julgadas individualmente. No das nações, coletivamente, em relação ao seu proceder quanto ao povo de Israel.

O Juízo final acontece após a derrota da última rebelião de Satanás (Ap 20). Nesse momento, não há volta de Cristo em glória com santos e anjos. Isso aconteceu mil anos antes. Dizer que o Juízo acontecerá "em função da volta de Jesus" é uma falácia sem embasamento bíblico.

"Devo entender então que teremos um juízo que não é o final, mas que dará o veredito final" ? O Juízo das nações traz o veredito final sobre as nações, não sobre as pessoas individualmente. Por isso, ele não é o juízo final, já que não é o último julgamento a ser realizado.

A idéia de que haverá um único julgamento para salvos e não-salvos é uma simplificação errônea da escatologia.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Seg 10 Mar 2014, 1:32 am

DANNILO STELIO escreveu:
"Devo entender então que teremos um juízo que não é o final, mas que dará o veredito final" ? O Juízo das nações traz o veredito final sobre as nações, não sobre as pessoas individualmente. Por isso, ele não é o juízo final, já que não é o último julgamento a ser realizado.
Não é isto que temos nas palavras de Jesus, pois ele refere-se às pessoas:

Mateus
25:32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;

E então?

Devo entender que este é um juízo que não é o final, mas que pessoas serão separadas, a semelhança de bodes e ovelhas, a receberem cada um deles uma sentença final?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 1:44 am

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
"Devo entender então que teremos um juízo que não é o final, mas que dará o veredito final" ? O Juízo das nações traz o veredito final sobre as nações, não sobre as pessoas individualmente. Por isso, ele não é o juízo final, já que não é o último julgamento a ser realizado.
Não é isto que temos nas palavras de Jesus, pois ele refere-se às pessoas:

Mateus
25:32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;

E então?

Devo entender que este é um juízo que não é o final, mas que pessoas serão separadas, a semelhança de bodes e ovelhas, a receberem cada um deles uma sentença final?

Meu caro, se este Juízo de Mt 25 é o mesmo Juízo Final, por que a base do julgamento é diferente da mencionada em Apocalipse ?

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Seg 10 Mar 2014, 2:17 am

DANNILO STELIO escreveu:Meu caro, se este Juízo de Mt 25 é o mesmo Juízo Final, por que a base do julgamento é diferente da mencionada em Apocalipse ?
Isto não vem ao caso agora, porque estou me atendo nas palavras de Jesus, de antes de Apocalipse.

Se Jesus não estava referindo-se a um juízo final, por que o veredito é final?

Você pode explicar isto?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 8:18 am

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:Meu caro, se este Juízo de Mt 25 é o mesmo Juízo Final, por que a base do julgamento é diferente da mencionada em Apocalipse ?
Isto não vem ao caso agora, porque estou me atendo nas palavras de Jesus, de antes de Apocalipse.

Se Jesus não estava referindo-se a um juízo final, por que o veredito é final?

Você pode explicar isto?

Claro que vem ao caso.

Se as bases teológicas para cada julgamento são diferentes, então fica claro que não pode ser o mesmo Juízo.

O fato do veredito ser final não implica ser este o motivo do termo "Final" junto à palavra "Juízo". O "Final" de "Juízo Final" se dá por conta do fato desse ser O ÚLTIMO JULGAMENTO DE DEUS SOBRE A HUMANIDADE.
Espero ter sido bastante claro.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Seg 10 Mar 2014, 10:10 am

DANNILO STELIO escreveu:
O fato do veredito ser final não implica ser este o motivo do termo "Final" junto à palavra "Juízo". O "Final" de "Juízo Final" se dá por conta do fato desse ser O ÚLTIMO JULGAMENTO DE DEUS SOBRE A HUMANIDADE.
Espero ter sido bastante claro.
Ora, se o veredito já é o final, e assim decidindo o destino final de cada um, então para que outro julgamento?

 hummm

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por gusto em Seg 10 Mar 2014, 12:32 pm

DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
gusto escreveu:Pecadores cristãos serão salvos, é isso?
Depende do que VOCÊ entende por "pecadores cristãos". Favor esclarecer.

Ladrão cristão vai ser salvo?
Isso já aconteceu antes. Pode acontecer de novo. Veja só Lucas 23:
40 Respondendo, porém, o outro [MALFEITOR, LADRÃO], repreendia-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação?


41 E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez.


42 Então disse: Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino.


43 Respondeu-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.
O ladrão que estava na cruz se converteu ali.

Não se faça de desentendido, ou peça sabedoria a Deus.

Estou falando de ladrão que se acha cristão, isto é, já convertido que é ignorante quanto ao pecado.

Explicou melhor. Até que enfim. Pensei que não conseguiria.
Pelo que entendi dessa explicação algo canhestra, vc se refere a pessoas que se dizem cristãos/religiosos/evangélicos, mas vivem reiterada e conscientemente na prática pecaminosa. 
A explicação é muito simples, meu caro. 1ª João, cap. 3:
4 Todo aquele que vive habitualmente no pecado também vive na rebeldia, pois o pecado é rebeldia.
6 Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece.

Por outro lado, "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia" (Pv 28.13)

Ou seja: mesmo o pior pecador pode alcançar misericórdia, ainda que seja "aos 45 do segundo tempo". Veja este caso relatado por Max Lucado, em seu livro "Nas garras da Graça":

"Sabe o que mais me perturba acerca de Jeffrey Dahmer?
O que mais me perturba não são os seus atos, embora odiosos. Dahmer foi culpado de dezessete assassinatos. Onze cadáveres foram encontrados em seu apartamento. Ele cortou bra­ços e comeu partes dos corpos. Meu dicionário contém 204 sinônimos para vil, mas nenhum deles é suficiente para descrever um homem que armazenou caveiras em seu refrigerador, e con­servou o coração de uma de suas vítimas. Ele redefiniu os limites da brutalidade. O monstro de Milwaukee dependurou-se no mais baixo de­grau da conduta humana, e então deixou-se cair. Mas não é isto o que mais me aborrece.
Posso dizer-lhe o que mais me incomoda a res­peito de Jeffrey Dahmer? Não foi o seu julgamen­to, por mais perturbador que tenha sido, com todas aquelas imagens dele sentado serenamente na corte, face gélida, inerte. Nenhum sinal de remorso, nenhuma sombra de pesar. Lembra-se de seus olhos de aço e seu semblante impassível? Mas não falo dele por causa de seu julgamento. Há uma outra razão. Permite-me dizer-lhe o que realmente me transtorna acer­ca de Jeffrey Dahmer? Posso contar-lhe?
Sua conversão.
Meses antes que um companheiro de cela o assassinasse, Jeffrey Dahmer tornou-se um cristão. Falou de seu arrependimento. Estava triste pelo que fizera. Profundamente triste. Confessou sua fé em Cris­to. Foi batizado. Iniciou uma nova vida. Começou a ler livros evangéli­cos e a assistir aos cultos na prisão.
Pecados lavados. Alma limpa. Passado perdoado.
Isso me transtorna. Não deveria, mas é assim que me sinto. Graça para um canibal? É possível que você tenha as mesmas reservas. Se não quanto a Dahmer, talvez sobre outro alguém. Quem sabe, relutan­te quanto a conversão de um estuprador, que se arrepende no leito de morte, ou de um molestador de crianças, que se converte na última hora. Nós os sentenciamos, não numa corte, mas em nossos corações. Temo-los posto atrás das grades e trancado a porta. Eles estão para sempre encarcerados, em nossa repugnância. E então, o impossível acontece: eles se arrependem.
Nossa reação? (Atrevamo-nos a confessá-la?) Cruzamos os braços, enrugamos a testa e dizemos: “Deus não o deixará escapar assim tão fácil. Não depois do que você fez. Deus é bom, mas não é tolo. A graça é para pecadores normais, como eu, não para pervertidos iguais a você”.
E para provar, buscamos Romanos. “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre...” E Paulo alista pecado sexual, maldade, egoísmo, ódio, ciúme, assassinato (Rm 1. 18-30). Nós queremos gritar “Isso mesmo, Paulo! Já era hora de alguém falar contra o pecado! Já era tempo de se arrancar a máscara do adultério e pôr à mostra a desonestidade! Pegue esses pervertidos. Agarre esses traficantes. Apoi­ado, Paulo! Nós, os decentes, os obedientes à lei, estamos com você!
Reação de Paulo?
“Vocês são tão ruins quanto eles. Quando afirmam que eles são maus e deveriam ser castigados, vocês estão falando de si mesmos, pois fazem essas mesmas coisas” (Rm 2.1 BV)."
Então pecador e criminoso é tudo a mesma coisa.

Ou vive no espírito ou na carne. Sem meio termo.

Muitos vêem o cisco no olho do criminoso, mas não vê a trave no seu.

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10527
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Seg 10 Mar 2014, 12:40 pm

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
O fato do veredito ser final não implica ser este o motivo do termo "Final" junto à palavra "Juízo". O "Final" de "Juízo Final" se dá por conta do fato desse ser O ÚLTIMO JULGAMENTO DE DEUS SOBRE A HUMANIDADE.
Espero ter sido bastante claro.
Ora, se o veredito já é o final, e assim decidindo o destino final de cada um, então para que outro julgamento?

 hummm

Ok. Vamos lá.
Primeiro, considere que o Juízo das Nações ocorre ANTES do Milênio. Ora, neste momento, não acontece a ressurreição dos mortos não salvos, apenas dos justos (Ap 20.4-5).
Portanto, ainda restam muitas pessoas a serem julgadas; quando isso acontece ? no Juízo Final.

Além disso, durante o Milênio nascem outras pessoas, muitas das quais seguem Satanás em sua última tentativa de rebelião e são destruídas (Ap 20.7-9).
Novamente, temos muito mais pessoas a serem julgadas; quando isso acontece ? no Juízo Final.
Por fim, verifique que no Julgamento de Mateus 25 não ocorre ressurreição dos mortos, enquanto que no Juízo Final ocorre.




DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Khwey em Seg 10 Mar 2014, 1:12 pm

DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
O fato do veredito ser final não implica ser este o motivo do termo "Final" junto à palavra "Juízo". O "Final" de "Juízo Final" se dá por conta do fato desse ser O ÚLTIMO JULGAMENTO DE DEUS SOBRE A HUMANIDADE.
Espero ter sido bastante claro.
Ora, se o veredito já é o final, e assim decidindo o destino final de cada um, então para que outro julgamento?

 hummm

Ok. Vamos lá.
Primeiro, considere que o Juízo das Nações ocorre ANTES do Milênio. Ora, neste momento, não acontece a ressurreição dos mortos não salvos, apenas dos justos (Ap 20.4-5).
Se são apenas justos, então porque Jesus disse que alguns ficarão a esquerda?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por DANNILO STELIO em Sex 14 Mar 2014, 10:43 pm

Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
Khwey escreveu:
DANNILO STELIO escreveu:
O fato do veredito ser final não implica ser este o motivo do termo "Final" junto à palavra "Juízo". O "Final" de "Juízo Final" se dá por conta do fato desse ser O ÚLTIMO JULGAMENTO DE DEUS SOBRE A HUMANIDADE.
Espero ter sido bastante claro.
Ora, se o veredito já é o final, e assim decidindo o destino final de cada um, então para que outro julgamento?

 hummm

Ok. Vamos lá.
Primeiro, considere que o Juízo das Nações ocorre ANTES do Milênio. Ora, neste momento, não acontece a ressurreição dos mortos não salvos, apenas dos justos (Ap 20.4-5).
Se são apenas justos, então porque Jesus disse que alguns ficarão a esquerda?

No julgamento das Nações, todas as etnias participarão, justas e injustas.
Mas ressurreição, apenas dos justos, naquele momento.

DANNILO STELIO
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1639
Idade : 42
Localização : Macapá-AP-Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/02/2014

http://palavravivaefiel.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pecador e criminoso, qual a diferença?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:14 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum