.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» O Jesus diferente do Espiritismo
Ontem à(s) 7:39 pm por David de Oliveira

» Renan é afastado da presidência do Senado após tornar-se réu por peculato
Ontem à(s) 6:53 pm por David de Oliveira

» Oportunidades de emprego
Ontem à(s) 3:55 pm por Christiano

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 3:33 pm por Jarbas

» Absurdário Escatológico
Ontem à(s) 9:56 am por Ed

» Olá...
Sex 09 Dez 2016, 10:25 pm por Ed

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Sex 09 Dez 2016, 7:40 pm por Lit San Ares

» Meditações da Bíblia
Sex 09 Dez 2016, 4:59 pm por Discipulah

» Só há um jeito do Lula perder a próxima eleição!
Sex 09 Dez 2016, 7:36 am por gusto

Quem está conectado
37 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 37 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por David de Oliveira em Qui 30 Jan 2014, 5:04 pm

Diego Lisboa escreveu:
silvamelo escreveu:
Diego Lisboa escreveu:e falando em Jesus ele questionou instituições humanas, fazendo exegese dos textos percebe-se Silvamelo....
Não disse que Jesus "não questionou instituições humanas", eu disse que ele não combateu. Foi ele mesmo quem disse:

"O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui." João 18:36.

O texto que foi citado é de referência no julgamento de Jesus perante pilatos se não me  engano, no presente está: "pelejariam os meus servos para que eu não fosse entregue", combate físico não houve, mas existe muita controversa em torno da questão... Mas Jesus combateu com suas palavras analisando os textos evangélicos percebe-se até mesmo a concepção de reino de Deus ou reino dos céus, por exemplo, os evangelista fazem paradoxos do reino de Deus que integra pessoas na sociedade, na religião e culturalmente com a concepção das instituições que de vez em incluir, excluem de acordo com o legalismo do judaísmo e suas visões naquele tempo, até o reino de César é confrontado pela mensagem de Jesus, o reino de Deus é cura, inclusão social, boas-novas no grego é "evvangelion" termo utilizado bem antes no mundo greco-romano para denotar a notícia que o porta-voz trazia quando tinha uma guerra e obtinha-se vitórias, ou seja, evangelho para eles é notícia vinculada a sangue, guerra e morte, para os evangelista é vida e mostram isso em Jesus, no sermão do monte quando diz que são bem-aventurados o texto mais próximo é de Lucas, que aponta para os marginalizados e oprimidos pelos impostos e espoliação de roma, com o reino de Deus o consolo chega, acaba a injustiça social, econômica e religiosa da cultura judaica...

"(...) boas-novas no grego é "evvangelion" termo utilizado bem antes no mundo greco-romano para denotar a notícia que o porta-voz trazia quando tinha uma guerra e obtinha-se vitórias, ou seja, evangelho para eles é notícia vinculada a sangue, guerra e morte, para os evangelista é vida e mostram isso em Jesus, no sermão do monte quando diz que são bem-aventurados o texto mais próximo é de Lucas, que aponta para os marginalizados e oprimidos pelos impostos e espoliação de roma, com o reino de Deus o consolo chega, acaba a injustiça social, econômica e religiosa da cultura judaica".

Muito bom...


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8363
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Sex 31 Jan 2014, 12:53 pm

Diego Lisboa escreveu:
silvamelo escreveu:
Diego Lisboa escreveu:e falando em Jesus ele questionou instituições humanas, fazendo exegese dos textos percebe-se Silvamelo....
Não disse que Jesus "não questionou instituições humanas", eu disse que ele não combateu. Foi ele mesmo quem disse:

"O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui." João 18:36.

O texto que foi citado é de referência no julgamento de Jesus perante pilatos se não me  engano, no presente está: "pelejariam os meus servos para que eu não fosse entregue", combate físico não houve, mas existe muita controversa em torno da questão... Mas Jesus combateu com suas palavras analisando os textos evangélicos percebe-se até mesmo a concepção de reino de Deus ou reino dos céus, por exemplo, os evangelista fazem paradoxos do reino de Deus que integra pessoas na sociedade, na religião e culturalmente com a concepção das instituições que de vez em incluir, excluem de acordo com o legalismo do judaísmo e suas visões naquele tempo, até o reino de César é confrontado pela mensagem de Jesus, o reino de Deus é cura, inclusão social, boas-novas no grego é "evvangelion" termo utilizado bem antes no mundo greco-romano para denotar a notícia que o porta-voz trazia quando tinha uma guerra e obtinha-se vitórias, ou seja, evangelho para eles é notícia vinculada a sangue, guerra e morte, para os evangelista é vida e mostram isso em Jesus, no sermão do monte quando diz que são bem-aventurados o texto mais próximo é de Lucas, que aponta para os marginalizados e oprimidos pelos impostos e espoliação de roma, com o reino de Deus o consolo chega, acaba a injustiça social, econômica e religiosa da cultura judaica...
Metaforicamente falando é claro que existe um combate. Podemos, por assim dizer, afirmar que Jesus tem dois combates. O primeiro foi um combate espiritual, que está sendo travado até hoje, e o segundo é físico, que irá estabelecer o reino de Cristo na terra. Este é o Armagedon.

Agora fica fácil de entender o que eu estava dizendo. O Stairway dizia que Jesus não usou seu discurso para acabar com a escravidão. Eu respondi que as mensagens de Cristo tinham o objetivo de mudar o homem de dentro para fora, e isso colocava questões como a escravidão no pacote. Legislar dessa maneira é diferente de alguém que legisla de fora para dentro, onde são ditadas leis que devem ser obedecidas sob a égide da punição, a exemplo das instituições mundanas.

Jesus não veio para estabelecer uma nova instituição ou para mudar as instituições existentes. Ele veio transformar o homem interior que, muitas vezes, está por trás dessas instituições. Indiretamente, Jesus atingiu as instituições e isso podemos observar na melhora do código moral do mundo ocidental (até mundial, consequentemente) claramente influenciado pelo cristianismo (código esse que hoje está em declínio, anunciando o próximo combate). No entanto, Jesus não tencionava derrubar o reino de Roma naquele momento, da forma como Pilatos questionou. Pilatos queria saber se Cristo tinha uma linhagem real que representasse o povo de Israel e que pudesse apresentar algum perigo para Roma. Pilatos cogitava um combate físico e Jesus falava de combate espiritual.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Sex 31 Jan 2014, 12:56 pm

David de Oliveira escreveu:
silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:
silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:Essa ladainha de novo... ts,ts,ts...
Dizer que é ladainha é fácil. Quero ver explicar porque Deus usou a sombra do sacrifício de animais para redimir a humanidade através do sacrifício do seu próprio filho Jesus e ainda explicar porque Jesus aceitou morrer dessa morte se os sacrifícios não são uma ordem de Deus segundo a sua ótica...

David de Oliveira escreveu:A Aliança que Deus fez para a humanidade não tem nada a ver com essas leis más! Jesus já era um projeto de Deus muito antes de a nação israelita aparecer na face da terra.
Jesus já era um projeto de Deus antes da fundação do mundo, sendo que PASSAR PELA LINHAGEM DE ISRAEL estava no projeto! Se Deus projetou tudo conhecendo cada etapa do projeto é claro que Ele sabia das leis más também...

David de Oliveira escreveu:Quando Deus jurou a promessa para a humanidade,  não havia ninguém para que ele jurasse.
Isto sim não tem nada a ver com o que está sendo discutido aqui...

Dizer que é ladainha é fácil. Quero ver explicar porque Deus usou a sombra do sacrifício de animais para redimir a humanidade através do sacrifício do seu próprio filho Jesus e ainda explicar porque Jesus aceitou morrer dessa morte se os sacrifícios não são uma ordem de Deus segundo a sua ótica...




Esse negócio de “sombra” é um eufemismo dirigido aos judeus, e o pior é que quem não é judeu, se apega tanto a essa linguagem esquecendo-se que “sombra” não é nada!  




Jesus já era um projeto de Deus antes da fundação do mundo, sendo que PASSAR PELA LINHAGEM DE ISRAEL estava no projeto! Se Deus projetou tudo conhecendo cada etapa do projeto é claro que Ele sabia das leis más também...


A linhagem de Israel não vale nada! Eu não tenho nada a ver com ela, exceto somente a semente de Abraão.




David de Oliveira escreveu:
Quando Deus jurou a promessa para a humanidade,  não havia ninguém para que ele jurasse.

Isto sim não tem nada a ver com o que está sendo discutido aqui...
 


Tem absolutamente tudo! Tudo! Tudo! A ver!
Quando Deus nos deu a promessa não havia “leis ruins”, Israel, descendência humanas etc. etc. etc....



Essas pessoas que não querem largar a linguagem literal do Velho Testamento São judaizantes e não sabem. Aceitar essa linguagem é aceitar disfarçadamente o judaísmo. Não tenho nada contra só não me venham obrigar a aceitá-la, que aqui não tem nenhuma condições mesmo!  :chapeu: 
Tudo o que eu digo está lá no Novo Testamento. Não inventei nada. E olha que eu não sou judaizante!

O que aquele povo é e o que aquele povo foi não importa nada para a minha salvação. Mas há fatos inegáveis quanto a relação de Deus com Israel. Gostando ou não, a verdade é que TODAS AS PROFECIAS que falam de Jesus estão no Antigo Testamento e NÃO HOUVE QUALQUER OUTRO POVO em qualquer era pelo qual Deus anunciasse a Jesus:

"Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!" Isaías 52:7.

Se você parasse só até aí, até que eu concordaria contigo (com um pé atrás), mas dizer baboseiras de Deus para não questionar o Velho Testamento... Peraí...
E o que tem para ser questionado num testamento que não legisla sobre nós?

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por David de Oliveira em Sex 31 Jan 2014, 1:31 pm

silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:
silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:
silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:Essa ladainha de novo... ts,ts,ts...
Dizer que é ladainha é fácil. Quero ver explicar porque Deus usou a sombra do sacrifício de animais para redimir a humanidade através do sacrifício do seu próprio filho Jesus e ainda explicar porque Jesus aceitou morrer dessa morte se os sacrifícios não são uma ordem de Deus segundo a sua ótica...

David de Oliveira escreveu:A Aliança que Deus fez para a humanidade não tem nada a ver com essas leis más! Jesus já era um projeto de Deus muito antes de a nação israelita aparecer na face da terra.
Jesus já era um projeto de Deus antes da fundação do mundo, sendo que PASSAR PELA LINHAGEM DE ISRAEL estava no projeto! Se Deus projetou tudo conhecendo cada etapa do projeto é claro que Ele sabia das leis más também...

David de Oliveira escreveu:Quando Deus jurou a promessa para a humanidade,  não havia ninguém para que ele jurasse.
Isto sim não tem nada a ver com o que está sendo discutido aqui...

Dizer que é ladainha é fácil. Quero ver explicar porque Deus usou a sombra do sacrifício de animais para redimir a humanidade através do sacrifício do seu próprio filho Jesus e ainda explicar porque Jesus aceitou morrer dessa morte se os sacrifícios não são uma ordem de Deus segundo a sua ótica...




Esse negócio de “sombra” é um eufemismo dirigido aos judeus, e o pior é que quem não é judeu, se apega tanto a essa linguagem esquecendo-se que “sombra” não é nada!  




Jesus já era um projeto de Deus antes da fundação do mundo, sendo que PASSAR PELA LINHAGEM DE ISRAEL estava no projeto! Se Deus projetou tudo conhecendo cada etapa do projeto é claro que Ele sabia das leis más também...


A linhagem de Israel não vale nada! Eu não tenho nada a ver com ela, exceto somente a semente de Abraão.




David de Oliveira escreveu:
Quando Deus jurou a promessa para a humanidade,  não havia ninguém para que ele jurasse.

Isto sim não tem nada a ver com o que está sendo discutido aqui...
 


Tem absolutamente tudo! Tudo! Tudo! A ver!
Quando Deus nos deu a promessa não havia “leis ruins”, Israel, descendência humanas etc. etc. etc....



Essas pessoas que não querem largar a linguagem literal do Velho Testamento São judaizantes e não sabem. Aceitar essa linguagem é aceitar disfarçadamente o judaísmo. Não tenho nada contra só não me venham obrigar a aceitá-la, que aqui não tem nenhuma condições mesmo!  :chapeu: 
Tudo o que eu digo está lá no Novo Testamento. Não inventei nada. E olha que eu não sou judaizante!

O que aquele povo é e o que aquele povo foi não importa nada para a minha salvação. Mas há fatos inegáveis quanto a relação de Deus com Israel. Gostando ou não, a verdade é que TODAS AS PROFECIAS que falam de Jesus estão no Antigo Testamento e NÃO HOUVE QUALQUER OUTRO POVO em qualquer era pelo qual Deus anunciasse a Jesus:

"Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!" Isaías 52:7.

Se você parasse só até aí, até que eu concordaria contigo (com um pé atrás), mas dizer baboseiras de Deus para não questionar o Velho Testamento... Peraí...
E o que tem para ser questionado num testamento que não legisla sobre nós?
Pensando bem... você tem razão. É que nem discutir o sexo dos anjos. Mas isso nem sempre foi assim comigo. Hoje eu fico pensando em como era ingênuo, deleitando-me no Salmo 119.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8363
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Sex 31 Jan 2014, 1:43 pm

O que tem a ser questionado é sobre porque foi feito daquela forma.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Dom 02 Fev 2014, 2:11 am

Khwey escreveu:O que tem a ser questionado é sobre porque foi feito daquela forma.
Se entendemos que a expressão do Pai está em Jesus e que foram os anjos que ditaram a Lei a Moisés, ligando os pontos, dá para entender porque a Lei não refletiu a imagem do Pai, sendo apenas uma sombra, e porque Deus teve de vir Ele mesmo na pessoa de Jesus para estabelecer a expressão exata da Sua vontade.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Dom 02 Fev 2014, 11:59 am

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:O que tem a ser questionado é sobre porque foi feito daquela forma.
Se entendemos que a expressão do Pai está em Jesus e que foram os anjos que ditaram a Lei a Moisés, ligando os pontos, dá para entender porque a Lei não refletiu a imagem do Pai, sendo apenas uma sombra, e porque Deus teve de vir Ele mesmo na pessoa de Jesus para estabelecer a expressão exata da Sua vontade.
Eu entendo que a lei partiu de Deus, foi ideia dele, porque para mim está muito claro na bíblia.

Eu também entendo, pela mesma clareza, que o "anjo do Senhor" muitas vezes era o próprio Deus.

E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.

Ora, se a lei não refletiu a imagem do Pai, e então Deus teve que vir na pessoa de Jesus, a questão ainda quer saber porque foi feito assim.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Seg 03 Fev 2014, 1:07 am

Khwey escreveu:Eu entendo que a lei partiu de Deus, foi ideia dele, porque para mim está muito claro na bíblia.
A Lei partiu do Pai, mas a Bíblia diz que ela foi dada por anjos.

Khwey escreveu:Eu também entendo, pela mesma clareza, que o "anjo do Senhor" muitas vezes era o próprio Deus.
Pode ser que sim, mas eu não vejo com tanta clareza... Em alguns momentos no Antigo Testamento temos pistas de que foi Jesus quem falou, mas não dá para afirmar na grande maioria dos casos.

Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...

Khwey escreveu:Ora, se a lei não refletiu a imagem do Pai, e então Deus teve que vir na pessoa de Jesus, a questão ainda quer saber porque foi feito assim.
Existe tempo para todas as coisas debaixo do céu... Talvez porque os frutos ainda não estavam maduros e ainda não fosse o tempo da vindima... Essa é a minha suspeita.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Seg 03 Fev 2014, 1:30 am

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Eu entendo que a lei partiu de Deus, foi ideia dele, porque para mim está muito claro na bíblia.
A Lei partiu do Pai, mas a Bíblia diz que ela foi dada por anjos.
Por ordem dele.

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Eu também entendo, pela mesma clareza, que o "anjo do Senhor" muitas vezes era o próprio Deus.
Pode ser que sim, mas eu não vejo com tanta clareza... Em alguns momentos no Antigo Testamento temos pistas de que foi Jesus quem falou, mas não dá para afirmar na grande maioria dos casos.
Eu creio no que está escrito, coisa que foi dita até no novo testamento:

Marcos
12:26 E, acerca dos mortos que houverem de ressuscitar, não tendes lido no livro de Moisés como Deus lhe falou na sarça...

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...
Literalmente, com base no significado da palavra "anjo".

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Ora, se a lei não refletiu a imagem do Pai, e então Deus teve que vir na pessoa de Jesus, a questão ainda quer saber porque foi feito assim.
Existe tempo para todas as coisas debaixo do céu... Talvez porque os frutos ainda não estavam maduros e ainda não fosse o tempo da vindima... Essa é a minha suspeita.
Tudo já foi consumado, disse Jesus. Resta agora entender porque foi feito assim.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Seg 03 Fev 2014, 12:52 pm

Khwey escreveu:Eu creio no que está escrito, coisa que foi dita até no novo testamento:

Marcos
12:26 E, acerca dos mortos que houverem de ressuscitar, não tendes lido no livro de Moisés como Deus lhe falou na sarça...
Mas a Bíblia também diz que foi um anjo que falou:

"E, completados quarenta anos, apareceu-lhe o anjo do Senhor no deserto do monte Sinai, numa chama de fogo no meio de uma sarça." Atos 7:30.

Khwey escreveu:Literalmente, com base no significado da palavra "anjo".
Metaforicamente, se entendemos que anjos são espíritos e Moisés era de carne e osso...

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Seg 03 Fev 2014, 1:06 pm

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Eu creio no que está escrito, coisa que foi dita até no novo testamento:

Marcos
12:26 E, acerca dos mortos que houverem de ressuscitar, não tendes lido no livro de Moisés como Deus lhe falou na sarça...
Mas a Bíblia também diz que foi um anjo que falou:

"E, completados quarenta anos, apareceu-lhe o anjo do Senhor no deserto do monte Sinai, numa chama de fogo no meio de uma sarça." Atos 7:30.
Ambos eram Deus, o anjo era Deus assim como Jesus é Deus.

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Literalmente, com base no significado da palavra "anjo".
Metaforicamente, se entendemos que anjos são espíritos e Moisés era de carne e osso...
Este entendimento sobre anjo não consta na bíblia.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Seg 03 Fev 2014, 2:51 pm

Khey escreveu:Ambos eram Deus, o anjo era Deus assim como Jesus é Deus.
Há controvérsias...

Khwey escreveu:Este entendimento sobre anjo não consta na bíblia.
"Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?" Hebreus 1:14.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Seg 03 Fev 2014, 3:46 pm

silvamelo escreveu:
Khey escreveu:Ambos eram Deus, o anjo era Deus assim como Jesus é Deus.
Há controvérsias...
É preciso colocar para dar seguimento ao debate. E com base bíblica para não resumir apenas ao que você acha.

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Este entendimento sobre anjo não consta na bíblia.
"Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?" Hebreus 1:14.
Neste sentido Deus também é espírito ministrador, e também Jesus.

Jesus disse que espíritos não tem matéria, sendo portanto invisíveis. Já os anjos, todos eram visíveis quando interagindo com o homem.

A palavra "anjo" não significa que é invisível ou que é espírito.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por David de Oliveira em Seg 03 Fev 2014, 5:05 pm

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8363
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Seg 03 Fev 2014, 6:38 pm

Khwey escreveu:É preciso colocar para dar seguimento ao debate. E com base bíblica para não resumir apenas ao que você acha.
Não debato na base do achômetro. E nessa controvérsia você também só pode achar...

Khwey escreveu:Neste sentido Deus também é espírito ministrador, e também Jesus.

Jesus disse que espíritos não tem matéria, sendo portanto invisíveis. Já os anjos, todos eram visíveis quando interagindo com o homem.

A palavra "anjo" não significa que é invisível ou que é espírito.
O conceito de anjo está restrito apenas à morfologia da palavra? Paulo, no trecho citado em Hebreus, está falando de anjo pela morfologia da palavra, ou está usando o conceito genérico?

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Seg 03 Fev 2014, 6:41 pm

David de Oliveira escreveu:silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.
Pode esclarecer melhor?

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Seg 03 Fev 2014, 6:52 pm

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:É preciso colocar para dar seguimento ao debate. E com base bíblica para não resumir apenas ao que você acha.
Não debato na base do achômetro. E nessa controvérsia você também só pode achar...
O debate deve seguir com ideias e entendimento baseados na bíblia, quando então os textos base deverão ser apresentados.

De outra forma, para qualquer ideia apresentada poderemos simplesmente dizer...

Há controvérsias... E pronto, foi "resolvida" a questão.


silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Neste sentido Deus também é espírito ministrador, e também Jesus.

Jesus disse que espíritos não tem matéria, sendo portanto invisíveis. Já os anjos, todos eram visíveis quando interagindo com o homem.

A palavra "anjo" não significa que é invisível ou que é espírito.
O conceito de anjo está restrito apenas à morfologia da palavra? Paulo, no trecho citado em Hebreus, está falando de anjo pela morfologia da palavra, ou está usando o conceito genérico?
O significado da palavra anjo é mensageiro, e só.

Este mensageiro pode ser do céu ou da terra, conforme a vontade de Deus.


Lucas
22:43 E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por David de Oliveira em Seg 03 Fev 2014, 7:12 pm

David de Oliveira escreveu:silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.

Moisés quase sempre foi o "mensageiro" da Lei; ponto final.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8363
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por David de Oliveira em Seg 03 Fev 2014, 7:32 pm

David de Oliveira escreveu:
David de Oliveira escreveu:silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.

Moisés quase sempre foi o "mensageiro" da Lei; ponto final.
Para acreditar que foi o próprio Deus quem entalhou os dez mandamentos naquelas pedras tenho que acreditar nas palavras de Moisés, pois ele estava sozinho no cume da montanha. O problema é que eu não acredito em Moisés...

http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20101221114019AA5VXIR


  • Alexhaifa perguntou 3 anos atrás


Segundo a Torá - Diz que foi Deus 
Êxodo 31,18: “Quando Javé terminou de falar com Moisés no monte Sinai, entregoulhe as duas tábuas da aliança; eram tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus”. 

Mas segundo o Novo Testamente, diz que foi anjos 
Atos 7,30: “Quarenta anos depois, apareceu-lhe no deserto do monte Sinai um anjo 
na chama de uma sarça que ardia”. 
Atos 7,38:. “Foi ele, na assembléia do deserto, quem serviu de intermediário entre o 
anjo que lhe falava no monte Sinai e os nossos pais. Ele recebeu as palavras de vida, 
para transmiti-las a nós”. 
Atos 7,53: “Vocês receberam a Lei, promulgada através dos anjos, e não a 
observaram!”. 
Gálatas 3,19: “Então, por que é que foi dada a Lei? Ela foi acrescentada para mostrar 
as transgressões, até a chegada do descendente, em vista do qual foi feita a promessa. 
A Lei foi promulgada pelos anjos e um homem serviu de intermediário”. 

Afinal quem passou as leis a Moisés? Deus, um anjo ou vários anjos? 
Por que não se definem? Como algo provindo de uma mesma fonte poder produzir tantas 
divergências?


Melhor resposta

  • Angel respondido 3 anos atrás


[color][font]
Conforme mostra a Torá com certeza foi Deus quem falou com Moises nesta ocasião. 

Veja Alexhaifa que interessante, Moises subiu no Monte Sinai e lá permaneceu por 40 dias e 40 noites sem comer nem beber, como um anjo. Deus fez este milagre a fim de transmitir toda a Torá a Moises, mais tarde Moises transmitiu ao povo através de Yehoshua, e assim sucessivamente através das gerações; ao invés de ser transmitida oralmente com precisão, com receio de perder uma única palavra, a Torá passou a ser escrita, sem alteração. 

Sobre as Tábuas, Deus, Ele próprio, esculpiu nas primeiras duas pedras os Dez Mandamentos (as pedras vieram de cima). Inclusive outro milagre incrível ocorreu: era possível ler as palavras por igual em ambos lados (não em sentido contrário, que seria o normal). Além disto, como eram vazadas (atravessavam a pedra) sinais que eram colocados dentro e pertenciam às próprias letras, flutuavam desafiando a lei da gravidade. 

As primeiras pedras foram quebradas por Moises ao descer do Monte Sinai e avistar o povo cultuando o bezerro de ouro que haviam construído na sua ausência. Moshê retornou e subiu novamente ao Monte Sinai levando desta vez pedras terrestres. Lá permaneceu por mais 40 dias e noites e retornou com novas tábuas, desta vez esculpidas por ele com orientação Divina e sem todos os milagres da primeira. 

Em nenhum lugar na Torá fala de Deus ter dado as instruções a Moises por meio de algum Anjo. 

Paz, luz e amor 
Angel[/font][/color]


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8363
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Ter 04 Fev 2014, 12:52 pm

Khwey escreveu:O debate deve seguir com ideias e entendimento baseados na bíblia, quando então os textos base deverão ser apresentados.
Não existe esta exigência nas regras do fórum.

Khwey escreveu:De outra forma, para qualquer ideia apresentada poderemos simplesmente dizer...

Há controvérsias... E pronto, foi "resolvida" a questão.
Desde que não firam as regras do fórum, todos são livres para responder como quiser, e cada um é livre para aceitar, rejeitar, contrapor, refutar, etc.

Mas, como eu gosto de um debate franco, deixo registrado que quando eu disse "há controvérsias", foi porque existe essa afirmativa na teologia de que "anjo do Senhor" por vezes é uma designação para o próprio Deus, o que é muito difícil de provar, já que a Palavra não está dizendo isso.

Khwey escreveu:O significado da palavra anjo é mensageiro, e só.
Eu conheço o significado da palavra anjo. Mas você pode demonstrar que ela é usada na Bíblia apenas por sua morfologia e não pela sua conceituação genérica?

Khwey escreveu:Este mensageiro pode ser do céu ou da terra, conforme a vontade de Deus.

Lucas
22:43 E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia.
Falta agora você demonstrar com a Bíblia onde existe algum homem sendo chamado de anjo.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Ter 04 Fev 2014, 12:57 pm

David de Oliveira escreveu:
David de Oliveira escreveu:silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.

Moisés quase sempre foi o "mensageiro" da Lei; ponto final.
Ele era chamado de "anjo de Deus" em algum lugar? Se ele foi "mensageiro" da Lei, mas não foi um "anjo" de Deus, então estamos tratando de um conceito metafórico...

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Khwey em Ter 04 Fev 2014, 2:06 pm

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:O debate deve seguir com ideias e entendimento baseados na bíblia, quando então os textos base deverão ser apresentados.

Não existe esta exigência nas regras do fórum.
Isto é muito lógico em relação a debates sobre a bíblia.

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:De outra forma, para qualquer ideia apresentada poderemos simplesmente dizer...

Há controvérsias... E pronto, foi "resolvida" a questão.
Desde que não firam as regras do fórum, todos são livres para responder como quiser, e cada um é livre para aceitar, rejeitar, contrapor, refutar, etc.
Sim, e isto também vale para quem quiser fazer perguntas, a exemplo de pedir o contexto bíblico para todas as respostas.

silvamelo escreveu:Mas, como eu gosto de um debate franco, deixo registrado que quando eu disse "há controvérsias", foi porque existe essa afirmativa na teologia de que "anjo do Senhor" por vezes é uma designação para o próprio Deus, o que é muito difícil de provar, já que a Palavra não está dizendo isso.
A palavra diz sim, que o anjo era Deus.

Tudo tem que ser baseado na bíblia, pois é só nela que devemos depositar crédito.


silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:O significado da palavra anjo é mensageiro, e só.
Eu conheço o significado da palavra anjo. Mas você pode demonstrar que ela é usada na Bíblia apenas por sua morfologia e não pela sua conceituação genérica?
Basta substituir a palavra "anjo" por "mensageiro", e em nada afetará o contexto.

silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:Este mensageiro pode ser do céu ou da terra, conforme a vontade de Deus.

Lucas
22:43 E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia.
Falta agora você demonstrar com a Bíblia onde existe algum homem sendo chamado de anjo.
Anjo não é nome próprio, e sim um adjetivo.

O fato de estar escrito "anjo do céu", implica em haver mensageiro que não seja do céu.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por David de Oliveira em Ter 04 Fev 2014, 2:29 pm

silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:
David de Oliveira escreveu:silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.

Moisés quase sempre foi o "mensageiro" da Lei; ponto final.
Ele era chamado de "anjo de Deus" em algum lugar? Se ele foi "mensageiro" da Lei, mas não foi um "anjo" de Deus, então estamos tratando de um conceito metafórico...

Qual é o significado bíblico para "ANJO"?

Até onde eu sabia, o significado para "ANJO" era mensageiro. Parece que agora para "mensageiro" tem que ser "anjo de Deus"... 
Vivendo e aprendendo.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8363
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Ter 04 Fev 2014, 5:22 pm

Khwey escreveu:Sim, e isto também vale para quem quiser fazer perguntas, a exemplo de pedir o contexto bíblico para todas as respostas.
"Isto é muito lógico em relação a debates..."

Khwey escreveu:A palavra diz sim, que o anjo era Deus.

Tudo tem que ser baseado na bíblia, pois é só nela que devemos depositar crédito.
contextualiza isso aí para nós avaliarmos.

Khwey escreveu:Basta substituir a palavra "anjo" por "mensageiro", e em nada afetará o contexto.
O fato de não afetar o contexto não retira o sentido genérico da palavra...

Khwey escreveu:Anjo não é nome próprio, e sim um adjetivo.
Anjo não é nome próprio, mas é substantivo. A Bíblia DEFINE QUEM SÃO os anjos, conforme eu já demonstrei:

"Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?" Hebreus 1:14.

Quem são os anjos?

SÃO TODOS ELES ESPÍRITOS MINISTRADORES!

Agora vamos analisar toda a frase, pois nela existem especificados dois GÊNEROS de seres:

1) ESPÍRITOS MINISTRADORES = ANJOS = MENSAGEIROS

2) AQUELES QUE VÃO HERDAR A SALVAÇÃO = HOMENS AGRACIADOS POR DEUS

Homens, podem trabalhar como mensageiros? Claro que sim, desde que seja numa empresa onde se disponibiliza esse cargo. Porém, Mensageiros (ANJOS), no sentido genérico definido pela Bíblia, são os ESPÍRITOS QUE MINISTRAM para os homens.

Khwey escreveu:O fato de estar escrito "anjo do céu", implica em haver mensageiro que não seja do céu.
Correto. A exemplo dos anjos do Diabo que estão aqui mesmo na terra.

Mas ainda estou esperando você mostrar com a Bíblia homens que são chamados de anjos...


Última edição por silvamelo em Ter 04 Fev 2014, 5:27 pm, editado 1 vez(es)

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por silvamelo em Ter 04 Fev 2014, 5:26 pm

David de Oliveira escreveu:
silvamelo escreveu:
David de Oliveira escreveu:
David de Oliveira escreveu:silvamelo escreveu:
Khwey escreveu:E sobre certo ponto de vista, eu entendo que Moisés foi um anjo do Senhor.
Metaforicamente...


Eu entendo assim, mas não metaforicamente.

Moisés quase sempre foi o "mensageiro" da Lei; ponto final.
Ele era chamado de "anjo de Deus" em algum lugar? Se ele foi "mensageiro" da Lei, mas não foi um "anjo" de Deus, então estamos tratando de um conceito metafórico...

Qual é o significado bíblico para "ANJO"?

Até onde eu sabia, o significado para "ANJO" era mensageiro.
O bom e velho Português, David. Leia o que escrevi acima para o Khwey.

David de Oliveira escreveu:Parece que agora para "mensageiro" tem que ser "anjo de Deus"... 
Vivendo e aprendendo.
Você está todo confuso com o que eu escrevi. Volte, leia com mais atenção e pegue o fio da meada para o debate render melhor.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que a bíblia não condena a escravidão em nenhum momento?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 2:03 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum