.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
63 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 63 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Entendendo a parábola da figueira

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entendendo a parábola da figueira

Mensagem por Ab82 em Ter 03 Set 2013, 7:03 pm

Entendendo a parábola da figueira.



O motivo do presente artigo é o erro comum de associar a parábola da figueira (Mateus 24, Lucas 21 e Marcos 13) com a restauração de Israel. Nossos amigos futuristas acreditam que a parábola da figueira se refere à criação do estado independente de Israel que ocorreu em 1948 e que por isso estamos vivendo os últimos dias. Portanto este estudo servirá para explicar a parábola da figueira, o que por consequência derrubará tal interpretação. Este erro surge porque a bíblia em certas ocasiões faz este tipo de associação. Em Jeremias 21 vemos que aqueles que foram levados cativos a Babilônia foram comparados a figos ruins. Oséias 9 e vários outros lugares da bíblia fazem esse tipo de associação. Por conta disso, quando lemos a parábola da figueira em Mateus 24, Lucas 21 e Marcos 13 temos uma tendência a crer que esta parábola esteja se referindo a uma restauraçãode Israel como nação. Porém, antes de partirmos para a explicação da parábola, devemos ter em mente o que significa uma parábola.

Parábola:
 deriva do grego parabole (narrativa curta). É uma narração  alegórica que se utiliza de situações e pessoas para comparar a ficção com a realidade e através dessa comparação transmitir uma lição de sabedoria (a moral da história).

Apólogo:
 Gênero alegórico que ilustra um ensinamento de vida através de situações semelhantes às reais, envolvendo pessoas, objetos ou animais, seres animados ou inanimados.

Tendo isso em mente, está na hora de analisarmos a parábola:

Mateus 24:32
 - Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão.

Antes de mais nada, devemos saber qual é o contexto de Mateus 24 e seus paralelos (Lucas 21 e Marcos 13). O contexto é: “dias virão em que não se deixará pedra sobre pedra, que não seja derrubada” (Lucas 21:6). O texto fala da queda de Jerusalém em conexão com a vinda de Jesus. Isso por si só deveria descartar tal interpretação sobre a figueira se referir a Israel atual. Porém vamos mais afundo. Jesus além de falar por parábolas, as explicava. E aqui não acontece diferente, ele explica o significado da parábola:

Mateus 24:33
 - Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.

Aqui está a explicação, a figueira, seus ramos e suas folhas representam os sinais da volta do Cristo. A figueira não é um sinal da volta de Cristo, ela representa todos os sinais. A figueira representa aquela geração de judeus, onde as folhas que brotam em torno dela representam os sinais da volta de Cristo que ocorreram em torno daquela geração. O verão significa a volta de Jesus! Jesus disse que quando eles vissem tudo acontecer, eles saberiam que próximo estavam às portas. O que Tiago escreve anos depois?

Tiago 5:8-9
 - Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta.

Tiago já estava vivendo no tempo em que a figueira estava brotando folhas. O verão estava chegando nos dias de Tiago! Para uma melhor compreensão:


   Parábola da Figueira   
   Explicação da Parábola   
Figueira
Aquela geração
Folhas brotam
Sinais ocorrem
Verão está próximo
Volta de Jesus



Portanto, assim como os discípulos sabiam que o verão era próximo devido a figueira (árvore), assim também eles saberiam que a vinda de Jesus era próxima devido os sinais que aconteceriam. Para finalizar, veja como isso é relatado no evangelho de Lucas:

Lucas 21:29-30  - E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores; Quando já têm rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão.

Portanto, Jesus não está se limitando a figueira, mas à todas as árvores, o que demonstra que essa parábola nada tem a ver com uma restauração de Israel nos nossos dias. Jesus está usando algo físico e real (figueira e todas as árvores) para demonstrar o espiritual (sua volta, a chegada do reino). Isso é parábola. Pelas árvores (figueira) se sabe quando o verão está próximo, assim como, pelos sinais os discípulos saberiam quando a sua vinda estava próxima. Vimos que Tiago (e não só ele) atesta que a vinda estava próxima, portanto a parábola da figueira estava se cumprindo naqueles dias, isto é, os sinais estavam ocorrendo nos dias de Tiago.



Fonte:


http://preterista.blogspot.com.br/2012/06/entendendo-parabola-da-figueira.html

Ab82
Safira
Safira

Número de Mensagens : 133
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum