.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 4:36 am por Jarbas

» O que você está ouvindo agora?
Hoje à(s) 1:32 am por Christiano

» Por que o espiritismo pegou tanto no Brasil
Hoje à(s) 12:02 am por Cartman

» Já existíamos antes de nascermos
Ontem à(s) 11:48 pm por Khwey

» Por que Deus permite a injustiça?
Ontem à(s) 11:45 pm por Khwey

» Só há um jeito do Lula perder a próxima eleição!
Ontem à(s) 11:27 pm por gusto

» Dar a outra face...
Ontem à(s) 11:10 pm por Cartman

» Lula é o maior farsante do Brasil', afirma Silas Malafaia
Ontem à(s) 10:27 pm por gusto

» Agora o Brasil sai da crise...
Ontem à(s) 10:25 pm por gusto

Quem está conectado
59 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 58 Visitantes :: 2 Motores de busca

Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Página 4 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 22 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Existe salvação fora da igreja(instituição religiosa)? sim ou não?

87% 87% 
[ 13 ]
0% 0% 
[ 0 ]
13% 13% 
[ 2 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 15

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por David de Oliveira em Qui 21 Out 2010, 11:56 am

"...conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).".
Eu diria que é "quase isso". A Salvação não depende diretamente de caridade, mas, esta, está implícita no AMOR e neste, sim, a salvação depende.
David


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8180
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por silvamelo em Qui 21 Out 2010, 2:30 pm

David de Oliveira escreveu:"...conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).".
Eu diria que é "quase isso". A Salvação não depende diretamente de caridade, mas, esta, está implícita no AMOR e neste, sim, a salvação depende.
David
positivinho

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 46
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por DEMAR em Sab 23 Out 2010, 4:34 am

David de Oliveira escreveu:"...conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).".
Eu diria que é "quase isso". A Salvação não depende diretamente de caridade, mas, esta, está implícita no AMOR e neste, sim, a salvação depende.
David
Mas note que eu coloquei "CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO)". E é claro que válida é a caridade decorrente do AMOR, ou seja: incondicional e livre de qualquer interesse.

KHWEY,
Grato pela resposta. E o respaldo foi excelente, que, por si só, esclarece tudo. positivinho positivinho

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Dom 24 Out 2010, 3:28 pm

DEMAR escreveu:Todos estão abrangidos pela Graça e para ela manifestar-se salvadora a todos os homens, é necessária a FÉ (Pela Graça sois salvos, MEDIANTE/ATRAVÉS da Fé...). Considerando, ainda, que a FÉ SEM OBRAS É MORTA, PARA NADA APROVEITA, É VÃ, ESTERIL, então, conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).
Demar, "pela graça sois salvos mediante a fé e isto não vem de vós..." Mais uma: Rom. 9.

11 (pois não tendo os gêmeos ainda nascido, nem tendo praticado bem ou mal, para que o propósito de Deus segundo a eleição permanecesse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),

12 foi-lhe dito: O maior servirá o menor.

13 Como está escrito: Amei a Jacó, e aborreci a Esaú.

14 Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De modo nenhum.

15 Porque diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia, e terei compaixão de quem me aprouver ter compaixão.

16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus que usa de misericórdia.

17 Pois diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei: para em ti mostrar o meu poder, e para que seja anunciado o meu nome em toda a terra.

18 Portanto, tem misericórdia de quem quer, e a quem quer endurece.

19 Dir-me-ás então. Por que se queixa ele ainda? Pois, quem resiste à sua vontade?

20 Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?

21 Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para uso honroso e outro para uso desonroso?

22 E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;

Ef. 2.1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,

Tamanha a clareza dos textos, desnecessário se faz comentários da minha parte.

[ ]s.



http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Khwey em Dom 24 Out 2010, 8:55 pm

Estes textos acima estão referindo-se aos vasos da honra e também da desonra, que foram formados em função do plano de salvação que Deus elaborou para salvar todos os homens que crerem.

Quando se lê "não por causa das obras", devemos entender que tratam-se das obras da lei.

Porque...


Meus irmãos, que aproveita se alguém
disser que tem fé, e não tiver as obras?
Porventura a fé pode salvá-lo?
(Tiago 2:14)

Assim também a fé, se não tiver as obras,
é morta em si mesma.
(Tiago 2:17)

Ou ainda:

O qual recompensará cada um segundo as
suas obras; a saber:
A vida eterna aos que, com perseverança
em fazer bem, procuram glória, honra e
incorrupção;
(Rom 2:6,7)

Eu não entendo qual é a dificuldade em entender o que são vasos da honra e da desonra, e qual é a diferença entre obras da lei e obras da fé!

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por DEMAR em Qui 28 Out 2010, 12:57 am

Well,
DEMAR escreveu:Todos estão abrangidos pela Graça e para ela manifestar-se salvadora a todos os homens, é necessária a FÉ (Pela Graça sois salvos, MEDIANTE/ATRAVÉS da Fé...). Considerando, ainda, que a FÉ SEM OBRAS É MORTA, PARA NADA APROVEITA, É VÃ, ESTERIL, então, conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).
Demar, "pela graça sois salvos mediante a fé e isto não vem de vós..."
Well, faça um esforço para enxergar; vc. consegue. Preste atenção nos textos seguintes. Todos, sem exceção, são aquinhoados pela Graça, que nada mais é do que OPORTUNIDADE DE SALVAÇÃO, e não a SALVAÇÃO em si. “PORQUE A GRAÇA DE DEUS SE HÁ MANIFESTADO, TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS. ENSINANDO-NOS QUE, RENUNCIANDO À IMPIEDADE, E ÀS CONCUPISCENCIAS MUNDANAS, VIVAMOS NESTE PRESENTE SÉCULO SOBRIA, E JUSTA, E PIAMENTE” (Tito 2:11/12). O texto demonstra, com clareza, que para a Graça SE TORNAR SALVADORA, é necessário que a nossa conduta seja reta, despojada da IMPIEDADE (desamor ao próximo...) e de tudo aquilo que nos prejudica e também ao próximo, ou seja: devemos eliminar o pecado, que é a violação da Lei de Deus. Portanto, a Graça exige condições e boa conduta de nossa parte, para que se manifeste, entre elas, O AMOR AO PRÓXIMO, que não pode ser exercido através de PALAVRAS, “DE BOCA”, mas sim por OBRA e Verdade. A expressão “renunciando à impiedade” significa que, para a atuação da Graça, é necessário que nos tornemos PIEDOSOS, e, é inadmissível alguém declarar-se PIEDOSO, se não amar o próximo e não ajudá-lo em suas necessidades e aflições, ou seja: PRATICAR AS BOAS OBRAS EM PROL DO PRÓXIMO. E "viver PIAMENTE", também. Como se isso não bastasse, a GRAÇA, ainda, só se manifestará salvadora ATRAVÉS da Fé, e essa FÉ, como está escrito nas Escrituras, não pode ser a fé morta, vã, inútil, que para nada aproveita,etc., mas a fé ACOMPANHADA DAS BOAS OBRAS. “A QUEM PENSAR QUE A FÉ POR SI SÓ É SUFICIENTE, SOU LEVADO A DIZER: ACREDITAS NA EXISTÊNCIA DE DEUS? PORVENTURA AINDA NÃO VÊ, Ó HOMEM SEM PERCEPÇÃO, QUE A FÉ SEM OBRAS É INÚTIL E MORTA?” (Tg.2:20). Então, Well, não sejas o homem sem percepção a que alude o texto. Se aceitarmos o seu entendimento sobre a Graça, temos que admitir que TODOS, SEM EXCEÇÃO, (inclusive criminosos, bandidos, gente de má índole,etc.) já estão salvos, porque Tito 2:11/12 diz:”TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS”, e mesmo porque, DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS. Isto posto, a GRAÇA não é “DE GRAÇA”, ela exige PERFEIÇÃO (Sede perfeitos....(Jesus)). Conclusão: A SALVAÇÃO VEM DAS OBRAS DECORRENTES DO AMOR AO PRÓXIMO, e isso é bíblico e representa a essência do Evangelho de Cristo.
Mais uma: Rom. 9.
11 (pois não tendo os gêmeos ainda nascido, nem tendo praticado bem ou mal, para que o propósito de Deus segundo a eleição permanecesse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
É motivo de muita estranheza o fato de vc., que quer demonstrar entendimento da Bíblia, CONFUNDIR OBRAS DA LEI COM OBRAS DE CARIDADE, OBRAS DE DEUS. O versículo que apresentou diz respeito à obras da LEI mosaica, que representavam os ritualismos e práticas exteriorizadas, antigamente, consistentes em “batismos, jejuns, sacrifícios de animais, frequência aos templos em horário determinado, etc.”, no Velho Testamento, e que, assim agindo, pensavam que conseguiriam a salvação diante do Deus-Jeová. É claro que essas práticas (OBRAS DA LEI), não SALVAM, mas sim, AS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO). Portanto, obras da lei e obras de caridade são diferentes e inconfundíveis. Nada a ver uma com a outra.

12 foi-lhe dito: O maior servirá o menor.
13 Como está escrito: Amei a Jacó, e aborreci a Esaú.
14 Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De modo nenhum.
15 Porque diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia, e terei compaixão de quem me aprouver ter compaixão.
16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus que usa de misericórdia.
17 Pois diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei: para em ti mostrar o meu poder, e para que seja anunciado o meu nome em toda a terra.
18 Portanto, tem misericórdia de quem quer, e a quem quer endurece.
19 Dir-me-ás então. Por que se queixa ele ainda? Pois, quem resiste à sua vontade?
20 Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?
21 Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para uso honroso e outro para uso desonroso?
22 E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;
Ef. 2.1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,
Tamanha a clareza dos textos, desnecessário se faz comentários da minha parte.
Os textos acima apresentados NADA TEM A VER COM O ASSUNTO aqui tratado. Mas, se forem tão claros como vc. pretende, porque não os explicou?!. Não há necessidade de apenas citar versículos isolados, porque para isto me valho da minha Bíblia....O debate exige explicações e fundamentação...

Khwey,
Estes textos acima estão referindo-se aos vasos da honra e também da desonra, que foram formados em função do plano de salvação que Deus elaborou para salvar todos os homens que crerem.
Quando se lê "não por causa das obras", devemos entender que tratam-se das obras da lei.
Porque...

Meus irmãos, que aproveita se alguém
disser que tem fé, e não tiver as obras?
Porventura a fé pode salvá-lo?(Tiago 2:14)

Assim também a fé, se não tiver as obras,
é morta em si mesma.(Tiago 2:17)

Ou ainda:

O qual recompensará cada um segundo as
suas obras; a saber:
A vida eterna aos que, com perseverança
em fazer bem, procuram glória, honra e
incorrupção;(Rom 2:6,7)

Eu não entendo qual é a dificuldade em entender o que são vasos da honra e da desonra, e qual é a diferença entre obras da lei e obras da fé!
Perfeito o raciocínio e a interpretação....Os textos apontados por vc., por si só, já são suficientes para demonstrar os fatores que conduzem à "salvação" (VIDA ETERNA): amor ao próximo demonstrado através da prática de boas obras em benefício dos carentes, necessitados e menos favorecidos pela sorte, etc.,etc.- Os textos são claros nesse sentido, não requerendo "malabarismos" p/ a interpretação. Mas, cada um no seu estágio evolutivo...Jesus já prevíra que existiriam aqueles que "tendo olhos de ver, não veem; tendo ouvidos de ouvir, não ouvem". Ademais, existe a determinação contida nos mandamentos deixados pelo Mestre Jesus:"amar a Deus...e O PRÓXIMO COMO A SI MESMO", e a recomendação acrescentada: NÃO AMAR POR PALAVRA OU BOCA, mas por OBRAS. O perfil do VERDADADEIRO CRISTÃO foi revelado pelo próprio Jesus, quando disse:"NISSO TODOS CONHECERÃO QUE SOIS MEUS DISCÍPULOS: SE VOS AMARDES UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI". E se o amor deverá ser externado através de OBRAS, então não consigo entender porque muitos esperam a salvação fora deste contexto...


DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por silvamelo em Qui 28 Out 2010, 2:00 am

então não consigo entender porque muitos esperam a salvação fora deste contexto...
O problema é quando o sujeito começa a acreditar que é muito bonzinho e passa a se fiar na caridade que faz, se esquecendo que a nossa salvação se deve ao sacrifício de Cristo:

"Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades como um vento nos arrebatam" (Isaías 64:6).

"E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria" (1 Coríntios 13:3).

Exercer a caridade é preciso, mas com amor e entendimento.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 46
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por DEMAR em Qui 28 Out 2010, 2:16 am

DEMAR escreveu:Well,
DEMAR escreveu:Todos estão abrangidos pela Graça e para ela manifestar-se salvadora a todos os homens, é necessária a FÉ (Pela Graça sois salvos, MEDIANTE/ATRAVÉS da Fé...). Considerando, ainda, que a FÉ SEM OBRAS É MORTA, PARA NADA APROVEITA, É VÃ, ESTERIL, então, conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).
Demar, "pela graça sois salvos mediante a fé e isto não vem de vós..."
Well, faça um esforço para enxergar; vc. consegue. Preste atenção nos textos seguintes. Todos, sem exceção, são aquinhoados pela Graça, que nada mais é do que OPORTUNIDADE DE SALVAÇÃO, e não a SALVAÇÃO em si. “PORQUE A GRAÇA DE DEUS SE HÁ MANIFESTADO, TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS. ENSINANDO-NOS QUE, RENUNCIANDO À IMPIEDADE, E ÀS CONCUPISCENCIAS MUNDANAS, VIVAMOS NESTE PRESENTE SÉCULO SOBRIA, E JUSTA, E PIAMENTE” (Tito 2:11/12). O texto demonstra, com clareza, que para a Graça SE TORNAR SALVADORA, é necessário que a nossa conduta seja reta, despojada da IMPIEDADE (desamor ao próximo...) e de tudo aquilo que nos prejudica e também ao próximo, ou seja: devemos eliminar o pecado, que é a violação da Lei de Deus. Portanto, a Graça exige condições e boa conduta de nossa parte, para que se manifeste, entre elas, O AMOR AO PRÓXIMO, que não pode ser exercido através de PALAVRAS, “DE BOCA”, mas sim por OBRA e Verdade. A expressão “renunciando à impiedade” significa que, para a atuação da Graça, é necessário que nos tornemos PIEDOSOS, e, é inadmissível alguém declarar-se PIEDOSO, se não amar o próximo e não ajudá-lo em suas necessidades e aflições, ou seja: PRATICAR AS BOAS OBRAS EM PROL DO PRÓXIMO. E "viver PIAMENTE", também. Como se isso não bastasse, a GRAÇA, ainda, só se manifestará salvadora ATRAVÉS da Fé, e essa FÉ, como está escrito nas Escrituras, não pode ser a fé morta, vã, inútil, que para nada aproveita,etc., mas a fé ACOMPANHADA DAS BOAS OBRAS. “A QUEM PENSAR QUE A FÉ POR SI SÓ É SUFICIENTE, SOU LEVADO A DIZER: ACREDITAS NA EXISTÊNCIA DE DEUS? PORVENTURA AINDA NÃO VÊ, Ó HOMEM SEM PERCEPÇÃO, QUE A FÉ SEM OBRAS É INÚTIL E MORTA?” (Tg.2:20). Então, Well, não sejas o homem sem percepção a que alude o texto. Se aceitarmos o seu entendimento sobre a Graça, temos que admitir que TODOS, SEM EXCEÇÃO, (inclusive criminosos, bandidos, gente de má índole,etc.) já estão salvos, porque Tito 2:11/12 diz:”TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS”, e mesmo porque, DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS. Isto posto, a GRAÇA não é “DE GRAÇA”, ela exige PERFEIÇÃO (Sede perfeitos....(Jesus)). Conclusão: A SALVAÇÃO VEM DAS OBRAS DECORRENTES DO AMOR AO PRÓXIMO, e isso é bíblico e representa a essência do Evangelho de Cristo.
Mais uma: Rom. 9.
11 (pois não tendo os gêmeos ainda nascido, nem tendo praticado bem ou mal, para que o propósito de Deus segundo a eleição permanecesse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
É motivo de muita estranheza o fato de vc., que quer demonstrar entendimento da Bíblia, CONFUNDIR OBRAS DA LEI COM OBRAS DE CARIDADE, OBRAS DE DEUS. O versículo que apresentou diz respeito à obras da LEI mosaica, que representavam os ritualismos e práticas exteriorizadas, antigamente, consistentes em “batismos, jejuns, sacrifícios de animais, frequência aos templos em horário determinado, etc.”, no Velho Testamento, e que, assim agindo, pensavam que conseguiriam a salvação diante do Deus-Jeová. É claro que essas práticas (OBRAS DA LEI), não SALVAM, mas sim, AS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO). Portanto, obras da lei e obras de caridade são diferentes e inconfundíveis. Nada a ver uma com a outra.

12 foi-lhe dito: O maior servirá o menor.
13 Como está escrito: Amei a Jacó, e aborreci a Esaú.
14 Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De modo nenhum.
15 Porque diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia, e terei compaixão de quem me aprouver ter compaixão.
16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus que usa de misericórdia.
17 Pois diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei: para em ti mostrar o meu poder, e para que seja anunciado o meu nome em toda a terra.
18 Portanto, tem misericórdia de quem quer, e a quem quer endurece.
19 Dir-me-ás então. Por que se queixa ele ainda? Pois, quem resiste à sua vontade?
20 Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?
21 Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para uso honroso e outro para uso desonroso?
22 E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;
Ef. 2.1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,
Tamanha a clareza dos textos, desnecessário se faz comentários da minha parte.
Os textos acima apresentados NADA TEM A VER COM O ASSUNTO aqui tratado. Mas, se forem tão claros como vc. pretende, porque não os explicou?!. Não há necessidade de apenas citar versículos isolados, porque para isto me valho da minha Bíblia....O debate exige explicações e fundamentação...

Khwey,
Estes textos acima estão referindo-se aos vasos da honra e também da desonra, que foram formados em função do plano de salvação que Deus elaborou para salvar todos os homens que crerem.
Quando se lê "não por causa das obras", devemos entender que tratam-se das obras da lei.
Porque...

Meus irmãos, que aproveita se alguém
disser que tem fé, e não tiver as obras?
Porventura a fé pode salvá-lo?(Tiago 2:14)

Assim também a fé, se não tiver as obras,
é morta em si mesma.(Tiago 2:17)

Ou ainda:

O qual recompensará cada um segundo as
suas obras; a saber:
A vida eterna aos que, com perseverança
em fazer bem, procuram glória, honra e
incorrupção;(Rom 2:6,7)

Eu não entendo qual é a dificuldade em entender o que são vasos da honra e da desonra, e qual é a diferença entre obras da lei e obras da fé!
Perfeito o raciocínio e a interpretação....Os textos apontados por vc., por si só, já são suficientes para demonstrar os fatores que conduzem à "salvação" (VIDA ETERNA): amor ao próximo demonstrado através da prática de boas obras em benefício dos carentes, necessitados e menos favorecidos pela sorte, etc.,etc.- Os textos são claros nesse sentido, não requerendo "malabarismos" p/ a interpretação. Mas, cada um no seu estágio evolutivo...Jesus já prevíra que existiriam aqueles que "tendo olhos de ver, não veem; tendo ouvidos de ouvir, não ouvem". Ademais, existe a determinação contida nos mandamentos deixados pelo Mestre Jesus:"amar a Deus...e O PRÓXIMO COMO A SI MESMO", e a recomendação acrescentada: NÃO AMAR POR PALAVRA OU BOCA, mas por OBRAS. O perfil do VERDADADEIRO CRISTÃO foi revelado pelo próprio Jesus, quando disse:"NISSO TODOS CONHECERÃO QUE SOIS MEUS DISCÍPULOS: SE VOS AMARDES UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI". E se o amor deverá ser externado através de OBRAS, então não consigo entender porque muitos esperam a salvação fora deste contexto...


Silvamelo,

Vislumbro que vc. não leu a minha postagem com atenção...Leia, caso queira, novamente. Brevemente darei resposta. dormidinha

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por silvamelo em Qui 28 Out 2010, 3:13 am

DEMAR escreveu:
DEMAR escreveu:Well,
DEMAR escreveu:Todos estão abrangidos pela Graça e para ela manifestar-se salvadora a todos os homens, é necessária a FÉ (Pela Graça sois salvos, MEDIANTE/ATRAVÉS da Fé...). Considerando, ainda, que a FÉ SEM OBRAS É MORTA, PARA NADA APROVEITA, É VÃ, ESTERIL, então, conclui-se que a salvação DEPENDE DAS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO).
Demar, "pela graça sois salvos mediante a fé e isto não vem de vós..."
Well, faça um esforço para enxergar; vc. consegue. Preste atenção nos textos seguintes. Todos, sem exceção, são aquinhoados pela Graça, que nada mais é do que OPORTUNIDADE DE SALVAÇÃO, e não a SALVAÇÃO em si. “PORQUE A GRAÇA DE DEUS SE HÁ MANIFESTADO, TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS. ENSINANDO-NOS QUE, RENUNCIANDO À IMPIEDADE, E ÀS CONCUPISCENCIAS MUNDANAS, VIVAMOS NESTE PRESENTE SÉCULO SOBRIA, E JUSTA, E PIAMENTE” (Tito 2:11/12). O texto demonstra, com clareza, que para a Graça SE TORNAR SALVADORA, é necessário que a nossa conduta seja reta, despojada da IMPIEDADE (desamor ao próximo...) e de tudo aquilo que nos prejudica e também ao próximo, ou seja: devemos eliminar o pecado, que é a violação da Lei de Deus. Portanto, a Graça exige condições e boa conduta de nossa parte, para que se manifeste, entre elas, O AMOR AO PRÓXIMO, que não pode ser exercido através de PALAVRAS, “DE BOCA”, mas sim por OBRA e Verdade. A expressão “renunciando à impiedade” significa que, para a atuação da Graça, é necessário que nos tornemos PIEDOSOS, e, é inadmissível alguém declarar-se PIEDOSO, se não amar o próximo e não ajudá-lo em suas necessidades e aflições, ou seja: PRATICAR AS BOAS OBRAS EM PROL DO PRÓXIMO. E "viver PIAMENTE", também. Como se isso não bastasse, a GRAÇA, ainda, só se manifestará salvadora ATRAVÉS da Fé, e essa FÉ, como está escrito nas Escrituras, não pode ser a fé morta, vã, inútil, que para nada aproveita,etc., mas a fé ACOMPANHADA DAS BOAS OBRAS. “A QUEM PENSAR QUE A FÉ POR SI SÓ É SUFICIENTE, SOU LEVADO A DIZER: ACREDITAS NA EXISTÊNCIA DE DEUS? PORVENTURA AINDA NÃO VÊ, Ó HOMEM SEM PERCEPÇÃO, QUE A FÉ SEM OBRAS É INÚTIL E MORTA?” (Tg.2:20). Então, Well, não sejas o homem sem percepção a que alude o texto. Se aceitarmos o seu entendimento sobre a Graça, temos que admitir que TODOS, SEM EXCEÇÃO, (inclusive criminosos, bandidos, gente de má índole,etc.) já estão salvos, porque Tito 2:11/12 diz:”TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS”, e mesmo porque, DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS. Isto posto, a GRAÇA não é “DE GRAÇA”, ela exige PERFEIÇÃO (Sede perfeitos....(Jesus)). Conclusão: A SALVAÇÃO VEM DAS OBRAS DECORRENTES DO AMOR AO PRÓXIMO, e isso é bíblico e representa a essência do Evangelho de Cristo.
Mais uma: Rom. 9.
11 (pois não tendo os gêmeos ainda nascido, nem tendo praticado bem ou mal, para que o propósito de Deus segundo a eleição permanecesse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
É motivo de muita estranheza o fato de vc., que quer demonstrar entendimento da Bíblia, CONFUNDIR OBRAS DA LEI COM OBRAS DE CARIDADE, OBRAS DE DEUS. O versículo que apresentou diz respeito à obras da LEI mosaica, que representavam os ritualismos e práticas exteriorizadas, antigamente, consistentes em “batismos, jejuns, sacrifícios de animais, frequência aos templos em horário determinado, etc.”, no Velho Testamento, e que, assim agindo, pensavam que conseguiriam a salvação diante do Deus-Jeová. É claro que essas práticas (OBRAS DA LEI), não SALVAM, mas sim, AS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO). Portanto, obras da lei e obras de caridade são diferentes e inconfundíveis. Nada a ver uma com a outra.

12 foi-lhe dito: O maior servirá o menor.
13 Como está escrito: Amei a Jacó, e aborreci a Esaú.
14 Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De modo nenhum.
15 Porque diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia, e terei compaixão de quem me aprouver ter compaixão.
16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus que usa de misericórdia.
17 Pois diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei: para em ti mostrar o meu poder, e para que seja anunciado o meu nome em toda a terra.
18 Portanto, tem misericórdia de quem quer, e a quem quer endurece.
19 Dir-me-ás então. Por que se queixa ele ainda? Pois, quem resiste à sua vontade?
20 Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?
21 Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para uso honroso e outro para uso desonroso?
22 E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;
Ef. 2.1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,
Tamanha a clareza dos textos, desnecessário se faz comentários da minha parte.
Os textos acima apresentados NADA TEM A VER COM O ASSUNTO aqui tratado. Mas, se forem tão claros como vc. pretende, porque não os explicou?!. Não há necessidade de apenas citar versículos isolados, porque para isto me valho da minha Bíblia....O debate exige explicações e fundamentação...

Khwey,
Estes textos acima estão referindo-se aos vasos da honra e também da desonra, que foram formados em função do plano de salvação que Deus elaborou para salvar todos os homens que crerem.
Quando se lê "não por causa das obras", devemos entender que tratam-se das obras da lei.
Porque...

Meus irmãos, que aproveita se alguém
disser que tem fé, e não tiver as obras?
Porventura a fé pode salvá-lo?(Tiago 2:14)

Assim também a fé, se não tiver as obras,
é morta em si mesma.(Tiago 2:17)

Ou ainda:

O qual recompensará cada um segundo as
suas obras; a saber:
A vida eterna aos que, com perseverança
em fazer bem, procuram glória, honra e
incorrupção;(Rom 2:6,7)

Eu não entendo qual é a dificuldade em entender o que são vasos da honra e da desonra, e qual é a diferença entre obras da lei e obras da fé!
Perfeito o raciocínio e a interpretação....Os textos apontados por vc., por si só, já são suficientes para demonstrar os fatores que conduzem à "salvação" (VIDA ETERNA): amor ao próximo demonstrado através da prática de boas obras em benefício dos carentes, necessitados e menos favorecidos pela sorte, etc.,etc.- Os textos são claros nesse sentido, não requerendo "malabarismos" p/ a interpretação. Mas, cada um no seu estágio evolutivo...Jesus já prevíra que existiriam aqueles que "tendo olhos de ver, não veem; tendo ouvidos de ouvir, não ouvem". Ademais, existe a determinação contida nos mandamentos deixados pelo Mestre Jesus:"amar a Deus...e O PRÓXIMO COMO A SI MESMO", e a recomendação acrescentada: NÃO AMAR POR PALAVRA OU BOCA, mas por OBRAS. O perfil do VERDADADEIRO CRISTÃO foi revelado pelo próprio Jesus, quando disse:"NISSO TODOS CONHECERÃO QUE SOIS MEUS DISCÍPULOS: SE VOS AMARDES UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI". E se o amor deverá ser externado através de OBRAS, então não consigo entender porque muitos esperam a salvação fora deste contexto...


Silvamelo,

Vislumbro que vc. não leu a minha postagem com atenção...Leia, caso queira, novamente. Brevemente darei resposta. dormidinha
Não questionei a sua postagem. Só acrescentei que a caridade tem de ser acompanhada de amor e entendimento... Isso precisa ficar claro.

Eu já fui espírita. Eu sei que lá eles ensinam que o caminho para o aperfeiçoamento é a caridade. Este ensino é ineficaz, porque deixa de fora o principal, que é o sacrifício de Jesus. Ninguém será salvo fazendo caridade, se não receber Jesus como seu Senhor e Salvador!

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 46
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Elder Henrique de Souza em Qui 28 Out 2010, 4:33 am

Quando Jesus foi sacrificado, isto foi imputado pela justiça divina.

Assim dizem que Cristo pagou por nossos pecados, mas isso contradiz a justiça divina, pois está escrito: Deu 24:16 Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada um morrerá pelo seu pecado. De acordo com essa lei, Jesus foi inocentemente punido, contrariando todo o código.

Eu digo, foi esta contradição que foi usada por Deus, que nos salvou, parece confuso, mas não é. Quando a justiça( instituição) pune um inocente como culpado, ela se torna devedora do inocente julgado em todo o código que ela se contradisse, pagando muito caro por isso.

Com o Messias não foi diferente, Ele foi julgado como culpado pela justiça divina, Ele o próprio Juiz e Pai, de acordo com a lei, os pais não são punidos por causa dos filhos, isto quebra toda base sobre o qual ela, a lei se sustenta, ou seja, a de ser justa e perfeita, punindo apenas cada um segundo as suas obras.

Assim TODA a Lei se tornou devedora Dele e TODO o código se quebrou sobre Ele, dando-lhe o direito de refazer a Lei como Ele quiser.

Assim Ele refez todo o código em nossos corações, mas sem o antigo titulo de divida, como Ele disse: escreverei a minha lei no coração de meus filhos.

E do que se trata essa Lei? Ora, o amor! Pois que consiste amar a Deus como está escrito? Obedecer a seus mandamentos, Tiago chamava esta lei de A lei Real.

O amor cumpre todos os propósitos de Deus.

O amor é a Lei que Deus disse que escreveria no coração de seus filhos, como está escrito em Jeremias, a Lei da Liberdade, ou a Lei Real como escreveu Tiago.

E por que Real?... Do Rei para realeza(seus filhos).

E por que Da Liberdade?... Porque assim como no principio o (homem) era livre, esta mesma Lei os libertará.

Foi com esta Lei, que Deus fez o homem, a imagem do Deus e seus filhos, tabernaculo para os deuses(seus filhos), e a terra, o berço dos deuses. Porque assim está escrito: “Sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo, contudo caíreis como qualquer um, e morrereis como qualquer homem, ó princeps”.

E por que princeps?...Porque sois filhos do Rei.
E quando disse: “nossa imagem”, falava Ele a seus filhos, um santuário para morarmos.

E foi por esta Lei, que Ele os salvou, pois nenhum dos seus propósitos podem ser frustrado, como escreveu Jó.

O amor é a forma mais plena da vontade de Deus e sua irresistível graça, para seus filhos.

Como está escrito: Deus é amor.

Ele ergueu Aquela Cruz, para todos verem.

A mais escandalosa prova de amor aos deuses.

Na mais extraordinária manifestação de poder e gloria, e agora, Ele é mais amado do que nunca, mais adorado do que nunca, e mais desejado do que nunca.

Que Exibido!… E como tem do que se exibir… Magnífico!… Esplêndido!… Lindo!… Maravilhoso!… É impossível resisti-lo… impossível vencê-lo… É impossível não amá-lo…

Ele, O Deus, O Romântico dos românticos, Arquiteto Supremo Criador do Universo, compôs a mais bela historia de amor: “Deus e os seus filhos”.

Aplausos para Ele… Lindo, Magnífico, Esplêndido, Maravilhoso, Perfeito, Incrível, Fantástico, Fabuloso, Extraordinário, O Mais Perfeito Encantador, O Vencedor, O Deus dos deuses.

E por que deuses?... Ora, se sois filhos do Deus, sois deuses!

Como Cristo mesmo disse: “Eu disse: sois deuses, e se as escrituras chamam deuses aqueles a quem apalavra de Deus é dirigida, logo as escrituras não podem ser anulada”.

Elder Henrique de Souza
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 240
Idade : 35
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Qui 28 Out 2010, 10:00 am

"Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados." João 8:24


DEMAR escreveu:Well, faça um esforço para enxergar; vc. consegue. Preste atenção nos textos seguintes
Beleza!!!

DEMAR escreveu:Todos, sem exceção, são aquinhoados pela Graça, que nada mais é do que OPORTUNIDADE DE SALVAÇÃO, e não a SALVAÇÃO em si. “PORQUE A GRAÇA DE DEUS SE HÁ MANIFESTADO, TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS. ENSINANDO-NOS QUE, RENUNCIANDO À IMPIEDADE, E ÀS CONCUPISCENCIAS MUNDANAS, VIVAMOS NESTE PRESENTE SÉCULO SOBRIA, E JUSTA, E PIAMENTE” (Tito 2:11/12). O texto demonstra, com clareza, que para a Graça SE TORNAR SALVADORA, é necessário que a nossa conduta seja reta, despojada da IMPIEDADE (desamor ao próximo...) e de tudo aquilo que nos prejudica e também ao próximo, ou seja: devemos eliminar o pecado, que é a violação da Lei de Deus. Portanto, a Graça exige condições e boa conduta de nossa parte, para que se manifeste, entre elas, O AMOR AO PRÓXIMO, que não pode ser exercido através de PALAVRAS, “DE BOCA”, mas sim por OBRA e Verdade. A expressão “renunciando à impiedade” significa que, para a atuação da Graça, é necessário que nos tornemos PIEDOSOS, e, é inadmissível alguém declarar-se PIEDOSO, se não amar o próximo e não ajudá-lo em suas necessidades e aflições, ou seja: PRATICAR AS BOAS OBRAS EM PROL DO PRÓXIMO. E "viver PIAMENTE", também. Como se isso não bastasse, a GRAÇA, ainda, só se manifestará salvadora ATRAVÉS da Fé, e essa FÉ, como está escrito nas Escrituras, não pode ser a fé morta, vã, inútil, que para nada aproveita,etc., mas a fé ACOMPANHADA DAS BOAS OBRAS. “A QUEM PENSAR QUE A FÉ POR SI SÓ É SUFICIENTE, SOU LEVADO A DIZER: ACREDITAS NA EXISTÊNCIA DE DEUS? PORVENTURA AINDA NÃO VÊ, Ó HOMEM SEM PERCEPÇÃO, QUE A FÉ SEM OBRAS É INÚTIL E MORTA?” (Tg.2:20). Então, Well, não sejas o homem sem percepção a que alude o texto. Se aceitarmos o seu entendimento sobre a Graça, temos que admitir que TODOS, SEM EXCEÇÃO, (inclusive criminosos, bandidos, gente de má índole,etc.) já estão salvos, porque Tito 2:11/12 diz:”TRAZENDO SALVAÇÃO A TODOS OS HOMENS”, e mesmo porque, DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS. Isto posto, a GRAÇA não é “DE GRAÇA”, ela exige PERFEIÇÃO (Sede perfeitos....(Jesus)). Conclusão: A SALVAÇÃO VEM DAS OBRAS DECORRENTES DO AMOR AO PRÓXIMO, e isso é bíblico e representa a essência do Evangelho de Cristo.
Pelo seu raciocínio um ateu caridoso estará salvo. Colega Demar, ao afirmar você que a salvação depende das obras de caridade você mostra que não conhece nada das Escrituras. A salvação nunca dependeu de obra nenhuma, pois ela é um dom de Deus que não vem de nós. Cristo disse: "sem mim, NADA podeis fazer"; "Só vem a mim aqueles que o Pai trouxer"; "É por eles que eu rogo. Não rogo pelo mundo, mas pelos que tu me destes"; etc.

Mais uma: Rom. 9.
11 (pois não tendo os gêmeos ainda nascido, nem tendo praticado bem ou mal, para que o propósito de Deus segundo a eleição permanecesse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama),
DEMAR escreveu:É motivo de muita estranheza o fato de vc., que quer demonstrar entendimento da Bíblia, CONFUNDIR OBRAS DA LEI COM OBRAS DE CARIDADE, OBRAS DE DEUS. O versículo que apresentou diz respeito à obras da LEI mosaica, que representavam os ritualismos e práticas exteriorizadas, antigamente, consistentes em “batismos, jejuns, sacrifícios de animais, frequência aos templos em horário determinado, etc.”, no Velho Testamento, e que, assim agindo, pensavam que conseguiriam a salvação diante do Deus-Jeová. É claro que essas práticas (OBRAS DA LEI), não SALVAM, mas sim, AS OBRAS DE CARIDADE (AMOR AO PRÓXIMO). Portanto, obras da lei e obras de caridade são diferentes e inconfundíveis. Nada a ver uma com a outra.
Motivo de estranheza é você não perceber que o verso citado sobre os gêmeos refere-se ao bem e ao mal e a eleição da parte de DEus. Por isso evitei colocar minhas palavras.

12 foi-lhe dito: O maior servirá o menor.
13 Como está escrito: Amei a Jacó, e aborreci a Esaú.
14 Que diremos, pois? Há injustiça da parte de Deus? De modo nenhum.
15 Porque diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia, e terei compaixão de quem me aprouver ter compaixão.
16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus que usa de misericórdia.
17 Pois diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei: para em ti mostrar o meu poder, e para que seja anunciado o meu nome em toda a terra.
18 Portanto, tem misericórdia de quem quer, e a quem quer endurece.
19 Dir-me-ás então. Por que se queixa ele ainda? Pois, quem resiste à sua vontade?
20 Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim?
21 Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para uso honroso e outro para uso desonroso?
22 E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;
Ef. 2.1 Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados,
Tamanha a clareza dos textos, desnecessário se faz comentários da minha parte.
DEMAR escreveu:Os textos acima apresentados NADA TEM A VER COM O ASSUNTO aqui tratado. Mas, se forem tão claros como vc. pretende, porque não os explicou?!. Não há necessidade de apenas citar versículos isolados, porque para isto me valho da minha Bíblia....O debate exige explicações e fundamentação...
Demar, leia novamente: Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus que usa de misericórdia. Reparou que o apóstolo diz que não depende do nosso querer?? Vou falar mais o que??

Demar, obras de caridade não salva ninguém. É Deus quem efetua em nós o querer e o realizar, é Deus que prepara as boas obras de antemão e nos dá para realizarmos. A fé vem DELE e ELE não dá a fé para todos. Ele é o Autor e o Consumador da nossa fé. Consegue entender isso?

Obras têm que ver com galardão e não tem que ver com salvação. O homem morto em seus delitos e pecados recebeu vida (graça) de Deus. Todos pecaram e foram destituídos da glória de Deus e DEus elegeu seus filhos. Ele é o autor e consumador!!! Precisa falar mais alguma coisa???

Em tempo: autor = criador; consumador = realizador.

"Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados." João 8:24

[ ]s.



http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Khwey em Qui 28 Out 2010, 2:59 pm

Para Deus efetuar alguma coisa em alguém tem uma condição, é preciso que antes alguma coisa seja feita por quem tem interesse:


De sorte que, meus amados, assim como
sempre obedecestes, não só na minha
presença, mas muito mais agora na minha
ausência, assim também operai a vossa
salvação com temor e tremor;
Porque Deus é o que opera em vós tanto
o querer como o efetuar, segundo a sua boa
vontade.
(Fil 2:12,13)

É claro neste contexto a necessidade da obediência, para que então Deus opere o querer e o efetuar.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por DEMAR em Sex 29 Out 2010, 4:27 am

Aqui vai mais uma "pedra pro sapato" daqueles que acreditam (erroneamente), que a morte de Jesus na Cruz, por si só, os torna SALVOS:

Hebreus 5:9: "E, SENDO ELE CONSUMADO, VEIO A SER CAUSA DE ETERNA SALVAÇÃO PARA TODOS OS QUE O OBEDECEM".

CONSUMADO, no texto, significa a MORTE NA CRUZ, ou o SANGUE DERRAMADO por JESUS. Soa lógico, que são simbologias que representam o EVANGELHO, portanto, incabível a interpretação LITERAL. Diz o texto que a MORTE DE JESUS causa a salvação para TODOS QUE O OBEDECEM. E o que é obedecer Jesus, senão cumprir rigorosamente o seu Evangelho, consubstanciado no AMOR AO PRÓXIMO?!!. Diante disso e do que o Khwey apresentou em sua postagem, SÓ SENDO CEGO PARA DISCORDAR (ou ingênuo...). Vê-se que a salvação exige CONDUTA/AÇÃO, mêrce do nosso livre arbítrio. Nada mais.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Sex 29 Out 2010, 11:19 am

DEMAR escreveu:Hebreus 5:9: "E, SENDO ELE CONSUMADO, VEIO A SER CAUSA DE ETERNA SALVAÇÃO PARA TODOS OS QUE O OBEDECEM".
Ok. Qual o problema?

Vamos recapitular: em Adão todos pecaram. Todos nós estávamos nos lombos de Adão, viemos de Adão. A matriz se contaminou e gerou filiais com defeito. Isso, entretanto, não nos isenta da responsabilidade dos nossos atos, pois cada um de nós seremos julgados segundo as nossas obras para fins de galardão (veja Apoc. 22.12).

Prossigamos: todos nós estávamos mortos em nossos delitos e pecados, mas Deus vivificou os seus eleitos (Ef. 2.1). Quem são os eleitos? São as ovelhas, é o trigo, os filhos de Deus, a saber os que creem no seu nome.

- Só vem a Jesus aqueles que o Pai trouxer;
- é ELE quem efetua o querer e o realizar;
- é ELE quem cria a fé, consuma a fé e dá a fé aos seus eleitos;
- é ELE quem prepara as boas obras de antemão e dá aos seus eleitos para que eles as realizem;
- é ELE quem faz da mesma massa vasos para uso honroso e para uso desonroso;
- é ELE que usa de misericórdia para quem ELE quer usar e endurece a quem lhe apraz;
- é ELE quem elege independente do bem ou do mal que a pessoa possa fazer antes mesmo dessa pessoa nascer;
- é ELE que elege seus escolhidos antes da fundação do mundo (Ef. 1.4);
- enfim, é ELE quem anuncia o fim desde o princípio e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam e que diz: o meu conselho será firme e farei toda a minha vontade (Is. 46.10).

"Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados." João 8:24

:chapeu:



http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Diego Yo'ets em Sex 29 Out 2010, 11:25 am

Ap 14:12, Tg 2:24.


Acessem:


Diego Yo'ets
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2206
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/01/2010

http://adonayechad.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Sex 29 Out 2010, 11:31 am

Diego, nunca afirmei que as obras não são importantes e que não precisa obedecer ao Senhor. Nunca disse isso. O que reitero é que a salvação não depende de obra nenhuma!!!!! Vide minha última postagem acima da sua.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Diego Yo'ets em Sex 29 Out 2010, 11:52 am

Eu não me referi a ninguém respondi apenas o tópico, nem li resposta de ninguém.

Fica em paz.


Acessem:


Diego Yo'ets
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2206
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/01/2010

http://adonayechad.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Sex 29 Out 2010, 11:55 am

Diego escreveu:Eu não me referi a ninguém respondi apenas o tópico, nem li resposta de ninguém.

Fica em paz.
Sem problema, mas foi bom eu ter ratificado.
[ ]s.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Diego Yo'ets em Sex 29 Out 2010, 12:01 pm

ok...

É bom que sabe que é pelas obras que podemos ver a fé. Ya'akov disse que fé sem obras é morta, Sha'ul tbm disse que sem fé ninguém agrada a Deus, Yeshua disse que a perseverança dos que se salvam está na fé e nas obras, portanto uma coisa não anda distante da outra.

É IMPOSSÍVEL separar a fé das obras e vice-versa. Elas são entre si o suporte para que uma não gere salvação sem a outra.

Obedência a Torah é importante e gera a fé em Yeshua.

Fé em Yeshua é importante e gera a obediência a Torah.

E nessa relação só recebe o favor imerecido quem possui uma moeda com as duas faces.


Acessem:


Diego Yo'ets
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2206
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/01/2010

http://adonayechad.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Khwey em Sex 29 Out 2010, 12:09 pm

Seremos julgados segundo as nossas obras para fins de galardão, e um galardão é a vida eterna:

O qual recompensará cada um segundo as
suas obras; a saber:
A vida eterna aos que, com perseverança
em fazer bem, procuram glória, honra e
incorrupção;
(Rom 2:6,7)

Conclui-se que para receber a vida eterna, que é galardão, implica em fazer obras:

Meus irmãos, que aproveita se alguém
disser que tem fé, e não tiver as obras?
Porventura a fé pode salvá-lo?
(Tiago 2:14)

A salvação, que é galardão pelas boas obras, é a vida eterna na nova terra.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Sex 29 Out 2010, 1:34 pm

Diego escreveu:E nessa relação só recebe o favor imerecido quem possui uma moeda com as duas faces.
Entretanto essa moeda não é forjada por nenhum de nós.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Well em Sex 29 Out 2010, 1:38 pm

Khwey escreveu:A salvação, que é galardão pelas boas obras, é a vida eterna na nova terra.
A salvação não é galardão. Mateus 20. Salvação é graça e graça é algo imerecido.

=====+++++++++++========

Um recado aos espíritas e aos que creem na salvação pelas obras:

A Bíblia declara que a missão de Cristo foi justamente redimir a humanidade pela sua morte na cruz (Jo. 1.29; I Pd. 2.24; I Jo. 1.7,9; 2.1). O homem não pode redimir-se a si mesmo através de suas obras (Sl. 49.6-8, 15). A razão humana não consegue admitir que a salvação é uma dádiva exclusiva de Deus (Ef. 2.8-9). O ser humano quer salvar-se a si próprio lançando mão de sua capacidade, sabedoria e razão. Segundo a Bíblia, "a palavra da cruz é loucura para os que perecem." I Cor. 1,18-25)


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Elder Henrique de Souza em Sex 29 Out 2010, 4:29 pm

A questão é: A Salvação se perde? É fácil dizer que não, mas quero provar juridicamente que não se perde.

O que acontece quando os filhos de Deus o desobedecem, quando se desviam de seus caminhos? Ele os manda pro inferno? E os condena eternamente? Não! Em salmos 89;30-36 Ele deixa bem claro que serão severamente disciplinados, mas não retira deles a salvação, creio que morte(física) também inclui nesta disciplina.


Slm 89:30 Se os seus filhos abandonarem a minha lei e não seguirem as minhas ordenanças,
se violarem os meus decretos e deixarem de obedecer aos meus mandamentos, com a vara castigarei o seu pecado, e a sua iniqüidade com açoites; mas não afastarei dele o meu amor; jamais desistirei da minha fidelidade. Não violarei a minha aliança nem modificarei as promessas dos meus lábios. De uma vez para sempre jurei pela minha santidade, e não mentirei a Davi, que a sua linhagem permanecerá para sempre, e o seu trono durará como o sol; e será estabelecido para sempre como a lua, a fiel testemunha no céu".

Hb 12:6 , pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho".


Deus manda quem ama para o inferno, aqueles a quem chama de filho? De modo algum.


(Sl 89;36) trata-se claramente da promessa messiânica, pois a escritura deixa bem claro que o descendente(semente) é Cristo (Gl 3:16). Mas do que se trata o juramento? Trata-se de uma interposição aos herdeiros da promessa(Hb 6;17), para mostrar o quanto Ele é imutável em sua vontade. Assim, também, não é vontade de vosso Pai, que está nos céus, que um destes pequeninos se perca(Mt 18:14). Gálatas 3:8 Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. E a promessa é dada a todos partindo de Abraão, confirmada a Davi e os profetas, e saindo de Israel para todas a nações.


Ora, e o que Ele diz quanto a sua vontade?


Isa 46:10 Que anuncio o fim desde o princípio, e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam; que digo: O meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade.


Mas será que talvez possa Ele( O invencível) fracassar, se tratando que possamos, dizem assim, não corresponder a Sua vontade?...


Jó 42:2 "Sei que podes fazer todas as coisas; nenhum dos teus propósitos pode ser frustrado.


Mas está escrito em Jo 1:12, apenas aos que receberam têm o direito de se tornarem filhos. Mas será que é pelo livre-arbítrio?... Não! Diz pela, e somente pela vontade de Deus.


Joã 1:12 Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus,
Joã 1:13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas da vontade de Deus.


Que quer dizer sangue? Descendência? E carne? De fato, Paulo diz que na carne não há nenhuma boa vontade, E que quer dizer nem da vontade do homem? Da minha vontade, é..., digo isso porque sou homem.
De fato quanto ao Juramento Ele diz?


Sl 89:35 De uma vez para sempre jurei pela minha santidade, e não mentirei a Davi,
Is 45:23 Por mim mesmo eu jurei, a minha boca pronunciou com toda integridade uma palavra que não será revogada: Diante de mim todo joelho se dobrará; junto a mim toda língua jurará.
Hb 7:21 Mas este com juramento por aquele que lhe disse: Jurou o Senhor, e não se arrependerá; Tu és sacerdote eternamente, Segundo a ordem de Melquisedeque,
Hb 7:28 Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre.
Hb 6:17 Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento; Hb 6:13 Porque, quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha outro maior por quem jurasse, jurou por si mesmo, Gl 3:16 Ora, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. Não diz: E aos descendentes, como se falando de muitos, porém como de um só: E ao teu descendente, que é Cristo.
2Cr 21:7 Porém o SENHOR não quis destruir a casa de Davi por causa da aliança que com ele fizera, segundo a promessa que lhe havia feito de dar a ele, sempre, uma lâmpada e a seus filhos.


E do que se trata a promessa?

1Jo 2:25 E esta é a promessa que ele mesmo nos fez, a vida eterna.


Dizem que nada é impossível para Deus, mas descobri uma coisa que é impossível para Deus!


Hb 6:18 para que, mediante duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, forte alento tenhamos nós que já corremos para o refúgio, a fim de lançar mão da esperança proposta;


As duas coisas imutáveis são: A promessa e o juramento (Hb 6).
Gostaria que fizesse uma observação em Rm 6;23.


Rm 6:23 porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.


Mas se a vida eterna é um dom como diz em (Rm 6;23), então ela é irrevogável, como diz em (Rm 11;29:

Rm 11:29 porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis.

Mas alguém ainda poderá dizer: Mas o salário do pecado é a morte! Sim!… certamente o salário do pecado é a morte. E todos morrem!… Pois pela lei, a paga do pecado é a morte, mas conforme (Gl 3;17), a lei não pode anular a promessa, logo os filhos da promessa viverão eternamente, pois a promessa é a vida eterna.

Gl 3:17 E digo isto: uma aliança já anteriormente confirmada por Deus, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não a pode ab-rogar, de forma que venha a desfazer a promessa.


E quem são os filhos da promessa?


Rm 9:8 Isto é, estes filhos de Deus não são propriamente os da carne, mas devem ser considerados como descendência os filhos da promessa.
Gl 4:28 Vós, porém, irmãos, sois filhos da promessa, como Isaque.
At 2:39 Pois para vós outros é a promessa, para vossos filhos e para todos os que ainda estão longe, isto é, para quantos o Senhor, nosso Deus, chamar.
Jo 1:13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.


Mas alguém ainda poderá dizer assim: Veja que a vida eterna é um dom “em” Jesus Cristo, o nosso Senhor(Rm 6;23), ou seja somente estando “em” Jesus… E isto quer dizer que temos que permanecer Nele por nossos próprios esforços?… Tenho varias versões que dizem “por” ao invés de “em”, isto é português comum! A preposição “em” é quase como “bom bril” na língua portuguesa, serve pra indicar muitas coisas… E Cristo não é um lugar, mas uma pessoa, a preposição “por” é universal, pois substitui quase todas as outras preposições, dependendo do contexto. Ou seja, o dom gratuito de Deus é a vida eterna “por” Cristo Jesus, nosso Senhor. E o que quer dizer “por”? quer dizer: “por” um decreto dado por Deus através de Jesus cristo, na cruz, que não há mais condenação. O grego infelizmente é muito pobre em preposições.


Rm 5:18 Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também, por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida.
Rm 8:1 Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.
Rm 8:34 Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.


E o que quer dizer “para os que estão em cristo Jesus” (Rm 8;1)?… Os que por Ele foram salvos!
Romanos 5:1 (LTT2009)
Havendo [nós], pois, sido declarados justos em- decorrência- d[a] fé, temos paz para com Deus por meio do nosso Senhor Jesus Cristo,

Elder Henrique de Souza
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 240
Idade : 35
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Khwey em Sex 29 Out 2010, 6:13 pm

Salvação não é a graça. A graça é o meio por onde se dará a salvação:

Porque Deus amou o mundo de tal
maneira que deu o seu Filho unigênito, para
que todo aquele que nele crê não pereça,
mas tenha a vida eterna.
(João 3:16)

E em nenhum outro há salvação, porque
também debaixo do céu nenhum outro nome
há, dado entre os homens, pelo qual
devamos ser salvos.
(Atos 4:12)

Está escrito que depende da aceitação desta graça para que se dê a salvação:

Porque a Escritura diz: Todo aquele que
nele crer não será confundido.
(Rom 10:11)

Porque todo aquele que invocar o nome
do Senhor será salvo.
(Rom 10:13)

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Khwey em Sex 29 Out 2010, 6:16 pm

Deus não tira a salvação???

Resposta:


Então disse o Senhor a Moisés: Aquele
que pecar contra mim, a este riscarei do meu
livro.
(Ex 32:33)

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soteriologia - tópico oficial (parte I)

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:16 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 22 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum