.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
60 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 59 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Embrapa desmente bandidos do MPF, CIMI e ongs, sobre questão indigena no sul do país

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Embrapa desmente bandidos do MPF, CIMI e ongs, sobre questão indigena no sul do país

Mensagem por elielsantos em Qua 08 Maio 2013, 7:05 pm

Finalmente um estudo sério desmente bandidos do Ministério Público Federal, CIMI e Ongues indigenistas. veja matéria abaixo:

URGENTE: Relatório da Embrapa desmente laudos da Funai


[SIZE="1"]Produtor rural Raul das Neves, dono de uma fazenda no Mato Grosso do Sul,
mostra o documento de sua terra. Demarcação pela Funai anula o título.[/SIZE]

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) produziu relatório entregue à Casa Civil no qual demonstra que a maioria das ocupações de índios no Mato Grosso do Sul é recente. A Funai vem exigindo a criação várias terras indígenas na região baseados em laudos que atestam a ocupação antiga do território.

O problema tomou proporções graves quando a presidente Dilma Rousseff, em visita ao Show Rural realizado em Cascavel, no Paraná, em fevereiro passado, recebeu as primeiras reclamações de produtores rurais denunciado os processos fraudulentos da Funai. Os presidentes das Federações da Agricultura dos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul, além da Presidente da CNA, Senadora Katia Abreu, entregaram à Presidente um relatório com as denuncias. Dilma mandou Gleisi investigar o assunto.

Gleisi botou a Embrapa no circuito e pediu um mapeamento da ocupação e das características das terras de maneira a verificar a justeza dos estudos desenvolvidos pela Funai. Na semana passada, a Embrapa finalizou o primeiro levantamento.

O documento é bombástico. valendo-se de várias fontes e técnicas, incluindo imagens de satélite, a Embrapa concluiu que a presença de índios nos locais que a Funai tenta demarcar como Terra Indígena é recente ou até inexistente. A presença mais antiga data de 1990, uma área chamada de Tekoha Porã, reúne índios vindos de Naviraí (MS) e constitui uma aldeia inserida na malha urbana de Guaíra. A maioria sobrevive com Bolsa Família e cesta básica.

Nas demais áreas, os índios estão presentes a partir de 2007; em cinco delas só foi registrada a presença de índios a partir do ano passado, 2012, muitos deles vindos do Paraguai. Em quatro das 15 áreas avaliadas sequer há índios, constatou a Embrapa.

Gleisi já encaminhou o relatório ao ministro da Justiça recomendando que os estudos da Funai no Oeste do Paraná sejam suspensos. O estudo da Embrapa explica e reforça os rumores de queda da cúpula da Funai.

A Federação da Agricultura do Paraná, que mobiliza agricultores para irem a Brasília, debita a criação da tensão ao envolvimento de setores de universidades estaduais e federais, em especial Unioeste, UEM e Unila, além do Cimi, Ministério Público e ONGs menos conhecidas.

Gleisi vai para a audiência com uma opinião formada: “Não resolveremos uma injustiça cometendo outras.” Ela defende soluções alternativas para o problema dos índios – que precisam de assentamentos, saúde, educação e programas de acesso à renda – e não com a expulsão dos produtores rurais.

A foto é de Marcello Casal Jr., da Agência Brasil.

Fonte: Site Questão Indígena

Mais informaçôes no site: Suiá Missú


Sou somente um vendedor de frutas e verduras no Feirão do Bem ti vi, Barra do Garças - MT.

Meu blog: http://verdureiroeliel2.blogspot.com

elielsantos
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 67
Localização : Barra do Garças
flag : Brasil
Data de inscrição : 24/05/2011

http://verdureiroeliel2.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Embrapa desmente bandidos do MPF, CIMI e ongs, sobre questão indigena no sul do país

Mensagem por Mary em Qua 08 Maio 2013, 10:44 pm

Uma atitude errada expulsar os agricultores de suas próprias terras...mais nesta história existe uma atitude de ganhar votos ....pois em 2014 terá a eleição para presidente....


na pesquisa datafolha dilma ganha com 66% dos votos...


pelo andar da carruagem está história ainda vai longe pois os agricultores estão ficando sem casa e sem terras para plantar....



"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Embrapa desmente bandidos do MPF, CIMI e ongs, sobre questão indigena no sul do país

Mensagem por Gleison Elias em Qui 09 Maio 2013, 12:05 am

Enquanto isso, centenas de crianças por ano são mortas, vivas, sufocadas debaixo da terra por indigenas.

Se um macumbeiro matar alguém, (macumbeiro nada macumbeiro por sinal, mas sim um pai-de-hitler) dizendo ser por motivo religioso, a justiça irá prende-lo?

Sim né...

E a Funai, não faiz nada com esses indios assassinos? Tem eles mais direito do que nós? Tem eles direito de matar? Cadê a justiça nisso? Tem eles direito a propriedades, enquanto milhares ou milhões vivem em periferias morando em um barraco em terra que não é propria?? aff!

Gleison Elias
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 76
Idade : 21
Localização : Sul de MG
flag : Brasil
Data de inscrição : 05/05/2013

http://www.autenticismo.tk

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Embrapa desmente bandidos do MPF, CIMI e ongs, sobre questão indigena no sul do país

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 2:01 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum