.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
65 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 62 Visitantes :: 2 Motores de busca

Ed, EVANGELISTA/RJ/MSN, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Sab 23 Mar 2013, 5:04 pm

gusto escreveu:Hebreus 4:15;
Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado.

1 Pedro 2:22;
O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano.

1 João 3:5;
E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os nossos pecados; e nele não há pecado.


Em tudo semelhante aos irmãos, inclusive sob a lei, para sem mancha nos libertar da lei.

Então Jesus veio libertar-nos da Lei e Ele praticava,como deu o exemplo??

Ou será que não praticar a Lei é que mostrou o fim da mesma??

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por gusto em Sab 23 Mar 2013, 9:17 pm

Jesus foi EM TUDO obediente, até na morte, e morte de cruz.

Nos libertou da lei para vivermos em novidade de vida, não mais como ESCRAVOS do pecado, pois está escrito:

"Quem pratica o pecado,(transgressão da lei), é ESCRAVO DO PECADO". (João).

Como pode o escravo do pecado, dizer que Cristo o libertou.

"Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres", (Jesus). sim

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens: 5861
Idade: 44
Localização: Ponta Grossa Pr
flag: Brasil
Data de inscrição: 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Seg 25 Mar 2013, 10:16 am

gusto escreveu:Jesus foi EM TUDO obediente, até na morte, e morte de cruz.

Nos libertou da lei para vivermos em novidade de vida, não mais como ESCRAVOS do pecado, pois está escrito:

"Quem pratica o pecado,(transgressão da lei), é ESCRAVO DO PECADO". (João).

Como pode o escravo do pecado, dizer que Cristo o libertou.

"Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres", (Jesus). sim

Como é que ele nos libertou? Não foi transgredindo a lei fazendo maldito segundo a lei? Não foi quando ele foi feito pecado diante de Deus?

Tu dizes que todo o peca é escravo do pecado, e tu não pecas? logo sempre que pecas mostras que és escravo do pecado? Então como Cristo te libertou? Não vês que não sabes o que estás a dizer?

E além disso o que foi livre foi a nova criatura não o corpo.

Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.
Romanos 7:22-23


Por isso é que sirvo a Deus com o meu espirito (entendimento), mas o meu corpo sempre vai servir o pecado, pois o que quero fazer não faço e o que não quero já faço; por isso é que aqueles que acham que vão ser julgados segundo as obras vai tudo para o inferno, pois não sabem o que estão dizendo.

Eu nem sei para quê estar discutindo isto se no meu texto já mostrei que Jesus transgrediu, queres ser teimoso, sê teimoso á vontade.


Última edição por Zaqueu em Seg 25 Mar 2013, 10:29 am, editado 3 vez(es)

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por David de Oliveira em Seg 25 Mar 2013, 10:32 am

Zaqueu escreveu:Vê mais uma vez e deixa de fazer perguntas que estão respondidas aqui:

De uma forma muito simples quero explicar-te porque apesar de Cristo transgredir as obras da lei, ele nunca pecou contra o Pai.

Cristo transgrediu contra o sacerdócio Levítico, pois só havia perdão pelo sangue pelo sacerdócio Levítico.

Mc.2:7 7 - Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?

E além disso segundo a lei ele não podia ser sacerdote e nem profeta, porque tais ministérios só podiam saír da tribo de Levi e ele vinha de Judá.

Quebrou a lei do sacerdócio Levítico abolindo os sacrifícios instituídos pela lei, dizendo: não quero sacrifícios

Mt.9:13 13 - Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.


Quebrou a lei dos alimentos proibidos pela lei

Mc.7:19 Porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora; ao dizer isto considerou puros todos os comidas?

Quebrou a lei da proibição do contacto som os leprosos, mortos e com fluxo.

Mt.8:2-3 Quebrou a lei da contaminação do leproso
Mc.5:41 Quebrou a lei da contaminação do morto
Lc.8:45 Quebrou a lei da contaminação do fluxo

Nm.5:1-22 - Ordena aos filhos de Israel que lancem fora do arraial a todo o leproso, e a todo o que padece fluxo, e a todos os imundos por causa de contato com algum morto. 3 - Desde o homem até a mulher os lançareis; fora do arraial os lançareis; para que não contaminem os seus arraiais, no meio dos quais eu habito.


Quebrou a lei do sábado em que não se podia fazer qualquer obra sob pena de morte.

Mc.2:2423 - E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas. 24 - E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?

Ele mesmo confessava que fazia obras ao sábado dizendo:eu também trabalho.

Jo.5:17 6 - E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado. 17 - E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. 18 - Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.



A escritura diz claramente que ele quebrava o sábado da lei, e queriam matá-lo porque esse era o juízo da lei


Quebrou a lei que diz: honra teu pai e tua mãe enquanto viverem. Por ele tinham de os abandoar para o seguir.

Lc.14:26 - Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.

Ao ponto de dizer a um que ia enterrar a seu pai: deixa os mortos cuidar dos seus mortos e vai pregar o evangelho.

Quebrou a lei do juízo sobre a adúltera quando lhe disse:não te condeno. Quando a lei dizia: a adultera matarás por apedrejamento.

Jo.8:5 5 - E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?

Fazendo-se assim maior que a lei não a cumprindo.

Quebrou a lei do divórcio arbitrário do homem, para fazer uma lei que penalizasse a ambos

Mc.10:2-5,11-12 2 - E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher? 3 - Mas ele, respondendo, disse-lhes: Que vos mandou Moisés? 4 - E eles disseram: Moisés permitiu escrever carta de divórcio e repudiar1 - E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela. 12 - E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.

Quebrou a lei do lugar santo e sagrado de culto instituído pela lei.

Jo.4:21-24 21 - Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22 - Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. 23 - Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. 24 - Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.


E muitas outras mais leis gravíssimas aos olhos do sacerdócio levítico, em que muitas vezes dia: os antigos diziam assim mas eu agora digo desta forma.

No entanto bastava uma só transgressão para quebrar todas as leis e fazer-se culpado de todas.

Mas a verdade, é que ele nunca pecou contra Deus, nem transgrediu a sua lei que é espiritual e não mandamento carnal de obras.

Primeiro porque a lei só durou até joão Batista, sendo ele o último Sacerdote Levita levantado por Deus, filho de Zacarias o sumo sacerdote.

Porque todos os profetas e a lei duraram até João.
Mateus 11:13

Foi quando ele batizou Jesus, que a lei acabou e começou o ministério de Cristo, que não é segundo a lei Levítica, mas segundo a ordem de Melquisedeque, que é um ministério eterno. logo já não estava debaixo da lei para ser condenado pela lei.


Em segundo lugar quando ele diz que veio cumprir a lei e os profetas não se está referindo aos mandamentos (doutra forma não os quebrava), mas ao que a lei e os profetas anunciaram desde o principio acerca dele, e por isso está escrito:


Lucas 24:44 - E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se CUMPRISSE tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.


E outra vez:

Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Isto é, a justiça de Deus (Cristo) pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
Romanos 3:21-22


E outra vez ele diz o que veio cumprir usando o livro do profeta Isaías:


Lucas 4:17 - E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito: 18 - O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, 19 - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR. 20 - E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. 21 - Então começou a dizer-lhes: Hoje se CUMPRIU esta Escritura em vossos ouvidos.


Foi isto que ele veio cumprir, não obras da lei. Veio morrer para tornar o homem justo e santo, libertando-o da escravidão do pecado e da cegueira das trevas, coisa que o homem não podia alcançar pelas obras da lei, mas em Cristo foi dado gratuitamente pela oferta do seu corpo.


Pois ele é o fim da lei, e nele encontramos a nossa justiça e santidade; o objetivo da lei que era tornar o homem justo diante de Deus, por Cristo é estabelecido em nós gratuitamente.


Romanos 10:4 - Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.



Alem disso a lei é para os pecadores e não para os justos como Cristo era. Quem obedece á lei de Moisés mostra que não é justo e que Cristo para ele veio em vão, mas que ainda é pecador estando na mesma condição de que qualquer impio que não crê em Deus; porque se é por graça já não é por obras.

Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra.
Romanos 11:6

Você está tendo uma experiência de lidar com um "endurecido". Prepara para aguentar muuuuuitas asneiras.


“nós não somos seres humanos que têm uma experiência espiritual. Nós somos seres espirituais que têm uma experiência humana”. Teilhard de Chardin (1881-1955)

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens: 6404
flag: Brasil
Data de inscrição: 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Salomão em Seg 25 Mar 2013, 10:36 am

Zaqueu escreveu:De uma forma muito simples quero explicar-te porque apesar de Cristo transgredir as obras da lei, ele nunca pecou contra o Pai.

Cristo transgrediu contra o sacerdócio Levítico, pois só havia perdão pelo sangue pelo sacerdócio Levítico.

Mc.2:7 7 - Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?

E além disso segundo a lei ele não podia ser sacerdote e nem profeta, porque tais ministérios só podiam saír da tribo de Levi e ele vinha de Judá.

Quebrou a lei do sacerdócio Levítico abolindo os sacrifícios instituídos pela lei, dizendo: não quero sacrifícios

Mt.9:13 13 - Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.


Quebrou a lei dos alimentos proibidos pela lei

Mc.7:19 Porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora; ao dizer isto considerou puros todos os comidas?

Quebrou a lei da proibição do contacto som os leprosos, mortos e com fluxo.

Mt.8:2-3 Quebrou a lei da contaminação do leproso
Mc.5:41 Quebrou a lei da contaminação do morto
Lc.8:45 Quebrou a lei da contaminação do fluxo

Nm.5:1-22 - Ordena aos filhos de Israel que lancem fora do arraial a todo o leproso, e a todo o que padece fluxo, e a todos os imundos por causa de contato com algum morto. 3 - Desde o homem até a mulher os lançareis; fora do arraial os lançareis; para que não contaminem os seus arraiais, no meio dos quais eu habito.


Quebrou a lei do sábado em que não se podia fazer qualquer obra sob pena de morte.

Mc.2:2423 - E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas. 24 - E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?

Ele mesmo confessava que fazia obras ao sábado dizendo:eu também trabalho.

Jo.5:17 6 - E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado. 17 - E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. 18 - Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.



A escritura diz claramente que ele quebrava o sábado da lei, e queriam matá-lo porque esse era o juízo da lei


Quebrou a lei que diz: honra teu pai e tua mãe enquanto viverem. Por ele tinham de os abandoar para o seguir.

Lc.14:26 - Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.

Ao ponto de dizer a um que ia enterrar a seu pai: deixa os mortos cuidar dos seus mortos e vai pregar o evangelho.

Quebrou a lei do juízo sobre a adúltera quando lhe disse:não te condeno. Quando a lei dizia: a adultera matarás por apedrejamento.

Jo.8:5 5 - E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?

Fazendo-se assim maior que a lei não a cumprindo.

Quebrou a lei do divórcio arbitrário do homem, para fazer uma lei que penalizasse a ambos

Mc.10:2-5,11-12 2 - E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher? 3 - Mas ele, respondendo, disse-lhes: Que vos mandou Moisés? 4 - E eles disseram: Moisés permitiu escrever carta de divórcio e repudiar1 - E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela. 12 - E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.

Quebrou a lei do lugar santo e sagrado de culto instituído pela lei.

Jo.4:21-24 21 - Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22 - Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. 23 - Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. 24 - Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.


E muitas outras mais leis gravíssimas aos olhos do sacerdócio levítico, em que muitas vezes dia: os antigos diziam assim mas eu agora digo desta forma.

No entanto bastava uma só transgressão para quebrar todas as leis e fazer-se culpado de todas.

Mas a verdade, é que ele nunca pecou contra Deus, nem transgrediu a sua lei que é espiritual e não mandamento carnal de obras.

Primeiro porque a lei só durou até joão Batista, sendo ele o último Sacerdote Levita levantado por Deus, filho de Zacarias o sumo sacerdote.

Porque todos os profetas e a lei duraram até João.
Mateus 11:13

Foi quando ele batizou Jesus, que a lei acabou e começou o ministério de Cristo, que não é segundo a lei Levítica, mas segundo a ordem de Melquisedeque, que é um ministério eterno. logo já não estava debaixo da lei para ser condenado pela lei.


Em segundo lugar quando ele diz que veio cumprir a lei e os profetas não se está referindo aos mandamentos (doutra forma não os quebrava), mas ao que a lei e os profetas anunciaram desde o principio acerca dele, e por isso está escrito:


Lucas 24:44 - E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se CUMPRISSE tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.


E outra vez:

Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Isto é, a justiça de Deus (Cristo) pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
Romanos 3:21-22


E outra vez ele diz o que veio cumprir usando o livro do profeta Isaías:


Lucas 4:17 - E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito: 18 - O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, 19 - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR. 20 - E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. 21 - Então começou a dizer-lhes: Hoje se CUMPRIU esta Escritura em vossos ouvidos.


Foi isto que ele veio cumprir, não obras da lei. Veio morrer para tornar o homem justo e santo, libertando-o da escravidão do pecado e da cegueira das trevas, coisa que o homem não podia alcançar pelas obras da lei, mas em Cristo foi dado gratuitamente pela oferta do seu corpo.


Pois ele é o fim da lei, e nele encontramos a nossa justiça e santidade; o objetivo da lei que era tornar o homem justo diante de Deus, por Cristo é estabelecido em nós gratuitamente.


Romanos 10:4 - Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.



Alem disso a lei é para os pecadores e não para os justos como Cristo era. Quem obedece á lei de Moisés mostra que não é justo e que Cristo para ele veio em vão, mas que ainda é pecador estando na mesma condição de que qualquer impio que não crê em Deus; porque se é por graça já não é por obras.

Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra.
Romanos 11:6
Desculpa amigo , sei que não tem essa intenção mas na aparencia tu estas chamado Jesus de mentiroso por varias razões :
1-Ele disse que venho para cumprir a lei e não revogar- Mateus 5 :17
2-A lei de moisés vem de Deus e não de moisés ( apenas a escreveu em um livro ) então a lei de moisés é constituido por mandamentos e JESUS disse ter guaradado todos os mandamentos de Deus se tive quebrado algum mandamento da lei de moisés estaria quebrando um mandamento de Deus-João 15 :10
3- SE Ele tivesse quebrado algum mandamento ele não teria falado para o jovem rico guardar -MATEUS 19 :17
4- oS FARISEUS é que acusava jesus de ter quebrado a lei de moisés e jesus também disse que os fariseus não guardava a lei de moisés , quem tinha razão ?- João 7:19
infelizmente irmão tu estas dando razão aos farisesu... mas vou orar por você para enxergar os erros de interpretação !

Salomão
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 537
Idade: 33
Localização: vitória, ES
flag: Brasil
Data de inscrição: 31/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por gusto em Seg 25 Mar 2013, 10:03 pm

David Oliveira escreveu:Você está tendo uma experiência de lidar com um "endurecido". Prepara para aguentar muuuuuitas asneiras.

pirou Endurecido é quem diz que o cordeiro sem mancha era manchado. :risadinha:

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens: 5861
Idade: 44
Localização: Ponta Grossa Pr
flag: Brasil
Data de inscrição: 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por gusto em Seg 25 Mar 2013, 10:08 pm

Salomão escreveu:Desculpa amigo
Zaqueu, seu amigo?

2 Timóteo 3:5;
Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens: 5861
Idade: 44
Localização: Ponta Grossa Pr
flag: Brasil
Data de inscrição: 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:18 am

Salomão escreveu:
Zaqueu escreveu:De uma forma muito simples quero explicar-te porque apesar de Cristo transgredir as obras da lei, ele nunca pecou contra o Pai.

Cristo transgrediu contra o sacerdócio Levítico, pois só havia perdão pelo sangue pelo sacerdócio Levítico.

Mc.2:7 7 - Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?

E além disso segundo a lei ele não podia ser sacerdote e nem profeta, porque tais ministérios só podiam saír da tribo de Levi e ele vinha de Judá.

Quebrou a lei do sacerdócio Levítico abolindo os sacrifícios instituídos pela lei, dizendo: não quero sacrifícios

Mt.9:13 13 - Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.


Quebrou a lei dos alimentos proibidos pela lei

Mc.7:19 Porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora; ao dizer isto considerou puros todos os comidas?

Quebrou a lei da proibição do contacto som os leprosos, mortos e com fluxo.

Mt.8:2-3 Quebrou a lei da contaminação do leproso
Mc.5:41 Quebrou a lei da contaminação do morto
Lc.8:45 Quebrou a lei da contaminação do fluxo

Nm.5:1-22 - Ordena aos filhos de Israel que lancem fora do arraial a todo o leproso, e a todo o que padece fluxo, e a todos os imundos por causa de contato com algum morto. 3 - Desde o homem até a mulher os lançareis; fora do arraial os lançareis; para que não contaminem os seus arraiais, no meio dos quais eu habito.


Quebrou a lei do sábado em que não se podia fazer qualquer obra sob pena de morte.

Mc.2:2423 - E aconteceu que, passando ele num sábado pelas searas, os seus discípulos, caminhando, começaram a colher espigas. 24 - E os fariseus lhe disseram: Vês? Por que fazem no sábado o que não é lícito?

Ele mesmo confessava que fazia obras ao sábado dizendo:eu também trabalho.

Jo.5:17 6 - E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado. 17 - E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também. 18 - Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.



A escritura diz claramente que ele quebrava o sábado da lei, e queriam matá-lo porque esse era o juízo da lei


Quebrou a lei que diz: honra teu pai e tua mãe enquanto viverem. Por ele tinham de os abandoar para o seguir.

Lc.14:26 - Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.

Ao ponto de dizer a um que ia enterrar a seu pai: deixa os mortos cuidar dos seus mortos e vai pregar o evangelho.

Quebrou a lei do juízo sobre a adúltera quando lhe disse:não te condeno. Quando a lei dizia: a adultera matarás por apedrejamento.

Jo.8:5 5 - E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?

Fazendo-se assim maior que a lei não a cumprindo.

Quebrou a lei do divórcio arbitrário do homem, para fazer uma lei que penalizasse a ambos

Mc.10:2-5,11-12 2 - E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher? 3 - Mas ele, respondendo, disse-lhes: Que vos mandou Moisés? 4 - E eles disseram: Moisés permitiu escrever carta de divórcio e repudiar1 - E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela. 12 - E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.

Quebrou a lei do lugar santo e sagrado de culto instituído pela lei.

Jo.4:21-24 21 - Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22 - Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. 23 - Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. 24 - Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.


E muitas outras mais leis gravíssimas aos olhos do sacerdócio levítico, em que muitas vezes dia: os antigos diziam assim mas eu agora digo desta forma.

No entanto bastava uma só transgressão para quebrar todas as leis e fazer-se culpado de todas.

Mas a verdade, é que ele nunca pecou contra Deus, nem transgrediu a sua lei que é espiritual e não mandamento carnal de obras.

Primeiro porque a lei só durou até joão Batista, sendo ele o último Sacerdote Levita levantado por Deus, filho de Zacarias o sumo sacerdote.

Porque todos os profetas e a lei duraram até João.
Mateus 11:13

Foi quando ele batizou Jesus, que a lei acabou e começou o ministério de Cristo, que não é segundo a lei Levítica, mas segundo a ordem de Melquisedeque, que é um ministério eterno. logo já não estava debaixo da lei para ser condenado pela lei.


Em segundo lugar quando ele diz que veio cumprir a lei e os profetas não se está referindo aos mandamentos (doutra forma não os quebrava), mas ao que a lei e os profetas anunciaram desde o principio acerca dele, e por isso está escrito:


Lucas 24:44 - E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se CUMPRISSE tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.


E outra vez:

Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Isto é, a justiça de Deus (Cristo) pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
Romanos 3:21-22


E outra vez ele diz o que veio cumprir usando o livro do profeta Isaías:


Lucas 4:17 - E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito: 18 - O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, 19 - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR. 20 - E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. 21 - Então começou a dizer-lhes: Hoje se CUMPRIU esta Escritura em vossos ouvidos.


Foi isto que ele veio cumprir, não obras da lei. Veio morrer para tornar o homem justo e santo, libertando-o da escravidão do pecado e da cegueira das trevas, coisa que o homem não podia alcançar pelas obras da lei, mas em Cristo foi dado gratuitamente pela oferta do seu corpo.


Pois ele é o fim da lei, e nele encontramos a nossa justiça e santidade; o objetivo da lei que era tornar o homem justo diante de Deus, por Cristo é estabelecido em nós gratuitamente.


Romanos 10:4 - Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.



Alem disso a lei é para os pecadores e não para os justos como Cristo era. Quem obedece á lei de Moisés mostra que não é justo e que Cristo para ele veio em vão, mas que ainda é pecador estando na mesma condição de que qualquer impio que não crê em Deus; porque se é por graça já não é por obras.

Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra.
Romanos 11:6
Desculpa amigo , sei que não tem essa intenção mas na aparencia tu estas chamado Jesus de mentiroso por varias razões :
1-Ele disse que venho para cumprir a lei e não revogar- Mateus 5 :17
2-A lei de moisés vem de Deus e não de moisés ( apenas a escreveu em um livro ) então a lei de moisés é constituido por mandamentos e JESUS disse ter guaradado todos os mandamentos de Deus se tive quebrado algum mandamento da lei de moisés estaria quebrando um mandamento de Deus-João 15 :10
3- SE Ele tivesse quebrado algum mandamento ele não teria falado para o jovem rico guardar -MATEUS 19 :17
4- oS FARISEUS é que acusava jesus de ter quebrado a lei de moisés e jesus também disse que os fariseus não guardava a lei de moisés , quem tinha razão ?- João 7:19
infelizmente irmão tu estas dando razão aos farisesu... mas vou orar por você para enxergar os erros de interpretação !



E achas que as palavras sem entendimento que colocas tu colocas aí são verdadeiras e as que eu coloco da mesma bíblia são falsas? Porque as tuas são verdadeiras quando nem sequer estão explicadas, e as minhas são falsas quando eu tudo explico?

Porque não explicas cada situação que escrevo e foges para outras escrituras que nem entendes o que estás dizendo?

No entanto tudo isso está respondido aí, mas como muitos o teu problema é entender.

Sobre o jovem rico, ele ainda não era justificado como justo como Jesus era isso só depois da morte de Cristo. Também ele mandou o leproso dar a oferta ao sacerdote determinada pela lei, e tu tens ido dar pala tua cura do pecado?

Já agora ora por ti porque tu ainda estás debaixo da maldição da lei e cego pelo velho pacto.

Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido;E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles.Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará.
2 Coríntios 3:14-16

Quando te converteres a Cristo, então entenderás. Porém, isso não está em tua mão.

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:26 am

Salomão, como sempre mentes quando dizes que Jesus cumpriu todos os mandamentos da lei quando te mostrei que é mentira, ele veio cumprir a lei e os profetas, não os mandamentos da lei. Aprende:


Mas a verdade, é que ele nunca pecou contra Deus, nem transgrediu a sua lei que é espiritual e não mandamento carnal de obras.

Primeiro porque a lei só durou até joão Batista, sendo ele o último Sacerdote Levita levantado por Deus, filho de Zacarias o sumo sacerdote.

Porque todos os profetas e a lei duraram até João.
Mateus 11:13

Foi quando ele batizou Jesus, que a lei acabou e começou o ministério de Cristo, que não é segundo a lei Levítica, mas segundo a ordem de Melquisedeque, que é um ministério eterno. logo já não estava debaixo da lei para ser condenado pela lei.


Em segundo lugar quando ele diz que veio cumprir a lei e os profetas não se está referindo aos mandamentos (doutra forma não os quebrava), mas ao que a lei e os profetas anunciaram desde o principio acerca dele, e por isso está escrito:


Lucas 24:44 - E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se CUMPRISSE tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.


E outra vez:

Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Isto é, a justiça de Deus (Cristo) pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença.
Romanos 3:21-22


E outra vez ele diz o que veio cumprir usando o livro do profeta Isaías:


Lucas 4:17 - E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito: 18 - O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, 19 - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR. 20 - E, cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. 21 - Então começou a dizer-lhes: Hoje se CUMPRIU esta Escritura em vossos ouvidos.


Foi isto que ele veio cumprir, não obras da lei. Veio morrer para tornar o homem justo e santo, libertando-o da escravidão do pecado e da cegueira das trevas, coisa que o homem não podia alcançar pelas obras da lei, mas em Cristo foi dado gratuitamente pela oferta do seu corpo.


Pois ele é o fim da lei, e nele encontramos a nossa justiça e santidade; o objetivo da lei que era tornar o homem justo diante de Deus, por Cristo é estabelecido em nós gratuitamente.


Romanos 10:4 - Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.



Alem disso a lei é para os pecadores e não para os justos como Cristo era. Quem obedece á lei de Moisés mostra que não é justo e que Cristo para ele veio em vão, mas que ainda é pecador estando na mesma condição de que qualquer impio que não crê em Deus; porque se é por graça já não é por obras.

Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra.
Romanos 11:6

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Jeanbanak em Ter 26 Mar 2013, 2:27 am

gusto escreveu:Mais um que se lá estivesse, diria: Crucifica-o! sim

Sem dúvida e concordo com ele!
Mas em partes!

Diga-se de passagem que tudo o que ele citou vem de uma tradução feita para idiomas populares
mais de 300 anos depois da história original.

Flávio Joséfo por exemplo que era Judeu e viveu muito mais próximo da época
em que dizem ter vindo o Jesus. E contou uma história sobre um homem parecido
com o do NT.

Esses tempos atrás eu vi uma entrevista daquele padre que chamou os protestantes de otários e ele disse:
"A Bíblia foi feita por católicos e para católicos!"

Depois eu lembrei que eles tinham traduzido do jeito deles e montaram do jeito deles tive de concordar!
Agora essa história (NT) pra mim só passa no pente fino, e tem que concordar veementemente com o antigo testamento. se for contra ele é uma clara demonstração de anti-semitismo, visto que foi por este mesmo texto (NT) que por mais de 2000 anos ainda sofremos perseguição, inquisição e etc, que deveria ficar na memória de todos!

Mas sei que existe o texto em hebraico do NT, e espero que mostrem neste texto hebraico, longe das tradições católicas o verdadeiro Messias a todos!




Última edição por Jeanbanak em Ter 26 Mar 2013, 2:31 am, editado 1 vez(es)


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 978
Idade: 26
Localização: são josé dos pinhais
flag: Brasil
Data de inscrição: 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:29 am

gusto escreveu:
David Oliveira escreveu:Você está tendo uma experiência de lidar com um "endurecido". Prepara para aguentar muuuuuitas asneiras.

pirou Endurecido é quem diz que o cordeiro sem mancha era manchado. :risadinha:

Quando não se pode negar a verdade só resta os pretextos para fugir das resposta e o rir do japonês, vá lá uma também para ti. japinha

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:33 am

Jeanbanak escreveu:
gusto escreveu:Mais um que se lá estivesse, diria: Crucifica-o! sim

Sem dúvida em concordo com ele!
Mas em partes!

Diga-se de passagem que tudo o que ele citou vem de uma tradução feita para idiomas populares
mais de 300 anos depois de Flávio Joséfo por exemplo que era Judeu e viveu muito mais próximo da época
em que dizem ter vindo o Jesus.

Esses tempos atrás eu vi uma entrevista daquele padre que chamou os protestantes de otários e ele disse:
"A Bíblia foi feita por católicos e para católicos!"

Depois que lembrei que eles tinham traduzido do jeito deles e montaram do jeito deles tive de concordar
agora essa história pra mim só passa no pente fino, e tem que concordar veementemente com o antigo testamento. se for contra ele é uma clara demonstração de anti-semitismo, visto que foi por este mesmo texto (NT) que por mais de 2000 anos ainda sofremos perseguição, inquisição e etc, que deveria ficar na memória de todos!

Mas sei que existe o texto em hebraico do NT, e espero que mostrem neste texto hebraico, longe das tradições católicas o verdadeiro Messias a todos!



A bíblia foi feita pelos católicos, e eu que pensava que era a palavra de Deus? Sendo assim quem decide o que é bom e é mau, és tu? :chapeu:

Amigo, a palavra de Deus nada tem a ver com a letra escrita, mas sim com o espirito da letra, o entendimento. Muitos tem a bíblia, mas poucos são os que possuem a palavra de Deus.

O próprio Cristo, se ele não falasse de acordo com a graça anunciada de todos os profetas, eu mesmo não creria nele, mas todo o que tem Cristo tem o testemunho (palavra de Deus escrita nele) de Deus em si mesmo.

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Jeanbanak em Ter 26 Mar 2013, 2:36 am

Porque Cristo transgredia a Lei de Moisés???


Porque a tradução capciosa do Catolicismo tronou o verdadeiro Messias,
num anti-semita que dizia e fazia coisas contra ensinamentos da Torah!

A Torah Foi dada pelo criador de todas as coisas!

Ai vem o suposto filho contradiz tudo e tudo bem????
Vocês deviam ter começado a ler a Bíblia pelo começo
não pela metade!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 978
Idade: 26
Localização: são josé dos pinhais
flag: Brasil
Data de inscrição: 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Jeanbanak em Ter 26 Mar 2013, 2:41 am

Zaqueu escreveu:
Jeanbanak escreveu:
gusto escreveu:Mais um que se lá estivesse, diria: Crucifica-o! sim

Sem dúvida em concordo com ele!
Mas em partes!

Diga-se de passagem que tudo o que ele citou vem de uma tradução feita para idiomas populares
mais de 300 anos depois de Flávio Joséfo por exemplo que era Judeu e viveu muito mais próximo da época
em que dizem ter vindo o Jesus.

Esses tempos atrás eu vi uma entrevista daquele padre que chamou os protestantes de otários e ele disse:
"A Bíblia foi feita por católicos e para católicos!"

Depois que lembrei que eles tinham traduzido do jeito deles e montaram do jeito deles tive de concordar
agora essa história pra mim só passa no pente fino, e tem que concordar veementemente com o antigo testamento. se for contra ele é uma clara demonstração de anti-semitismo, visto que foi por este mesmo texto (NT) que por mais de 2000 anos ainda sofremos perseguição, inquisição e etc, que deveria ficar na memória de todos!

Mas sei que existe o texto em hebraico do NT, e espero que mostrem neste texto hebraico, longe das tradições católicas o verdadeiro Messias a todos!



A bíblia foi feita pelos católicos, e eu que pensava que era a palavra de Deus? Sendo assim quem decide o que é bom e é mau, és tu? :chapeu:

Amigo, a palavra de Deus nada tem a ver com a letra escrita, mas sim com o espirito da letra, o entendimento. Muitos tem a bíblia, mas poucos são os que possuem a palavra de Deus.

O próprio Cristo, se ele não falasse de acordo com a graça anunciada de todos os profetas, eu mesmo não creria nele, mas todo o que tem Cristo tem o testemunho (palavra de Deus escrita nele) de Deus em si mesmo.


Sério? Que legal!!
Veja, não foi eu quem disse somente fiz uma citação de um padre católico que afirmou tais coisas.
O fato é que enquanto os Judeus permaneceram obedientes a palavra inicial aqui comiamos as migalhas da verdade plena sobre o Messias, sobre a vinda dele, sobre seus feitos e etc...
Se tivesse lido a Torah saberia que a narrativa feita por Roma sobre Jesus é contrária a Torah. Muitas
declarações e ações dele retiram dele o cargo de Messias bastaria ter lido o AT... Paz!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 978
Idade: 26
Localização: são josé dos pinhais
flag: Brasil
Data de inscrição: 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:49 am

Jeanbanak escreveu:
Zaqueu escreveu:
Jeanbanak escreveu:
gusto escreveu:Mais um que se lá estivesse, diria: Crucifica-o! sim

Sem dúvida em concordo com ele!
Mas em partes!

Diga-se de passagem que tudo o que ele citou vem de uma tradução feita para idiomas populares
mais de 300 anos depois de Flávio Joséfo por exemplo que era Judeu e viveu muito mais próximo da época
em que dizem ter vindo o Jesus.

Esses tempos atrás eu vi uma entrevista daquele padre que chamou os protestantes de otários e ele disse:
"A Bíblia foi feita por católicos e para católicos!"

Depois que lembrei que eles tinham traduzido do jeito deles e montaram do jeito deles tive de concordar
agora essa história pra mim só passa no pente fino, e tem que concordar veementemente com o antigo testamento. se for contra ele é uma clara demonstração de anti-semitismo, visto que foi por este mesmo texto (NT) que por mais de 2000 anos ainda sofremos perseguição, inquisição e etc, que deveria ficar na memória de todos!

Mas sei que existe o texto em hebraico do NT, e espero que mostrem neste texto hebraico, longe das tradições católicas o verdadeiro Messias a todos!



A bíblia foi feita pelos católicos, e eu que pensava que era a palavra de Deus? Sendo assim quem decide o que é bom e é mau, és tu? :chapeu:

Amigo, a palavra de Deus nada tem a ver com a letra escrita, mas sim com o espirito da letra, o entendimento. Muitos tem a bíblia, mas poucos são os que possuem a palavra de Deus.

O próprio Cristo, se ele não falasse de acordo com a graça anunciada de todos os profetas, eu mesmo não creria nele, mas todo o que tem Cristo tem o testemunho (palavra de Deus escrita nele) de Deus em si mesmo.


Sério? Que legal!!
Veja, não foi eu quem disse somente fiz uma citação de um padre católico que afirmou tais coisas.
O fato é que enquanto os Judeus permaneceram obedientes a palavra inicial aqui comiamos as migalhas da verdade plena sobre o Messias, sobre a vinda dele, sobre seus feitos e etc...
Se tivesse lido a Torah saberia que a narrativa feita por Roma sobre Jesus é contrária a Torah. Muitas
declarações e ações dele retiram dele o cargo de Messias bastaria ter lido o AT... Paz!


E como provas o que foi adulterado e o que não foi, estavas lá na altura? È exatamente por conhecer toda a escritura que falo assim. Ès tu que decides o certo e o errado?

Mas a verdade é que todo aquele que é de Deus conhecerá a Deus, e isso não depende do que os homens dizem ou falam, mas é a aliança de Deus.

Porque esta é a aliança que depois daqueles dias Farei com a casa de Israel, diz o Senhor; Porei as minhas leis no seu entendimento, E em seu coração as escreverei; E eu lhes serei por Deus, E eles me serão por povo;E não ensinará cada um a seu próximo, Nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece o Senhor; Porque todos me conhecerão, Desde o menor deles até ao maior.
Hebreus 8:10-11

Amigo, isto de ter Deus não é um mito, é uma realidade, e todo o que o tem o conhece.

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:53 am

Todo aquele a quem Deus chamar saberá discernir a verdade da mentira, pois nem que o homem vivesse 1000 anos lendo a bíblia, jamais por ler conheceria a Deus, pois o homem natural não pode conhecer a Deus, nem sequer desejá-lo.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
1 Coríntios 2:14-16

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Ter 26 Mar 2013, 2:54 am

Amanhã há mais!

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Jeanbanak em Ter 26 Mar 2013, 3:13 am

Pois é provar tudo isso com NT e falar e falar e falar...não vai levar a nada ainda assim a história prova que foi feito, produzido, criado mais de 300 anos depois da história ter sido contada.

Claro que constantino deu sua ajuda, depois disso ficou fácil perseguir os Judeus...

Não é preciso estar la pra saber que a doutrina ali criada, não é do bem, é só voltar em média dois mil anos e vais ver toda essa doutrina do NT despejando veneno sobre os Judeus... Esse é o NT atual...

Se o que ali diz mostrasse a verdade pura e plena tantas atrocidades não teriam acontecido e eu não estaria te lembrando delas agora!

Vou deixar algumas reflexões.

Jesus não cumpriu as profecias relativas ao Messias

O que espera-se que o Messias cumpra em sua chegada? A Bíblia diz que ele:

- Construirá o Terceiro Templo (Ezequiel 37:26-28)
- Reunirá todos os Judeus de volta na Terra de Israel (Isaías 43:5-6)
- Trará uma era de paz mundial, fim do ódio, da opressão, do sofrimento e do mal-estar. Como está escrito: "Nação não levantará espada contra nação e o homem não aprenderá mais a fazer guerra." (Isaías 2:4)
- Espalhará conhecimento universal a respeito do D'us de Israel, unindo toda a raça humana numa só. Como está dito: "D'us será o Rei sobre todo o mundo e neste dia, D'us será único e Seu nome será único." (Zacarias 14:9)

O fato histórico é que Jesus não cumpriu nenhuma destas profecias messiânicas.

O Cristianismo contradiz a teologia judaica

- D'us como trindade

A idéia cristã da Trindade Divina divide D'us entre três entes distintos: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Mateus 28:19)
Constrastando isto com o Shmá, a das bases da crença judaica: "Ouve Israel, o Senhor é nosso D'us, o Senhor é Um" (Deuteronômio 6:4). Os Judeus declaram a unidade de D'us diariamente, escrevem-na em suas portas (mezuzot), e a representam em seus corações e cabeças (tefilin). Esta constatação da unidade divina é a primeira frase que uma criança judia deve aprender, e a última prece ditas antes de morrer.

Segundo a lei judaica, o serviço religioso para um D'us dividido em três partes é considerado idolatria - um dos mandamentos pelo qual o Judeu deve preferir a morte a ter que transgredir. Isto explica porque durante a Inquisição e outros momentos da história os Judeus preferiram a morte à conversão.

- Homem como D'us

Os cristãos acreditam que D'us desceu à Terra na forma humana, como diz Jesus: "Eu e o Pai somos um." (João 10:30).

Maimônides dedica a maior parte de seu "Guia dos Perplexos" à idéia fundamental de que D'us é incorpóreo, ou seja, não assume nenhuma forma física. D'us é eterno, além do conceito de tempo. É infinito, além do conceito de espaço. Ele não pode nascer ou morrer. Dizer que D'us assume uma forma humana diminui sua divindade e sua unidade. Como diz a Torá: "D'us não é um mortal." (Números 23:19) Além de que, se fosse D'us não morreira.

O Judaísmo diz que o Messias nascerá de pais humanos, com atributos físicos normais, como qualquer outro ser humano. Ele não será um semi-deus, e não possuirá características sobre-naturais. De fato, a cada geração há um indivíduo com características que podem levá-lo ao papel de Messias. Maimônides - Leis dos Reis 11:3).

- Intermediário para a Oração

Uma das bases da crença cristã é que as orações são dirigidas a D'us através de um intermediário, ou seja, a confissão de pecados ao sacerdote. O próprio Jesus é um intermediário: "Nenhum homem chegará ao Pai a não ser eu."

No Judaísmo, a reza é um assunto pessoal, entre cada indivíduo e D'us. Como diz a Bíblia: "D'us está próximo de todos que chamam por Ele." (Salmos 145:18). Além do mais, os Dez Mandamentos dizem: "Vocês não devem ter nenhum outro deus perante a Mim", isto é, é proibido que haja um intermediário entre D'us e o homem. (Maimônides - Leis da Idolatria cap. 1).

Jesus não possuia as qualificações pessoais esperadas no Messias

- Messias como profeta

Jesus não era um profeta. Profecias só podem acontecer na Terra de Israel, quando a terra é habitada por uma maioria judaica. Durante o período de Ezra (300 a.e.c), a maioria dos Judeus se recusou a voltar da Babilônia para Israel, portanto as profecias terminaram com a morte dos últimos profetas: Hagai, Zacarias e Malaquias.

Jesus apareceu em cena cerca de 300 anos depois que as profecias haviam terminado.

- Descendência de David

O Messias deve ser descendente, por parte de pai, do Rei David (Genêsis 49:10 e Isaías 11:1). De acordo com o Cristianismo, Jesus nasceu de uma mãe virgem e por não contarem se Yosef (José) o tomou como adotivo, ou que sua mãe era da descendência de Davi, anula-se a possibilidade da descendência.

- Observância da Torá

O Messias levará o Povo Judeu para o cumprimento total das leis da Torá. A Torá declara que todas as mitzvot são eternas, e qualquer um que venha para mudá-la é imediatamente identificado como falso profeta. (Deuteronômio 13:14).

Ao longo do Novo Testamento, Jesus contradiz a Torá e diz que seus mandamentos não são mais aplicáveis. (João 1:45 e 9:16, Atos 3:22 e 7:37).


A crença judaica é baseada na revelação nacional


Das 15.000 religiões que surgiram na história da humanidade, apenas o Judaísmo se baseia na revelação nacional, isto é, D'us fala com toda a Nação Judaica. Se D'us quer criar uma religião, faz sentido que ele se dirija a todo o povo, e não apenas a uma pessoa.

O Judaísmo, é a única entre as principais religiões que não credita a alegação de milagres como base para o estabelecimento da religião. De fato, a Bíblia diz que D'us as vezes concede o poder dos milagres para charlatãos para testar a lealdade do Povo Judeu à Torá. (Deuteronômio 13:4).

Maimônides alega (Fundamentos da Torá, cap. 8): "Os Judeus não acreditaram em Moshé devido aos milagres que ele realizou. Sempre que a crença do homem é baseada em milagres, ele tem constantes dúvidas, pois é possível que os milagres tenham sido feitos por magia ou feitiçaria. Todos os milagres realizados por Moshé foram por necessidade, e não para provar sua profecia. O que é então a base da crença judaica? A revelação no Monte Sinai, que todo o povo viu com seus próprios olhos e ouviu com seus próprios ouvidos, independentemente do testemunho de terceiros, como está escrito: Face a face, D'us falou com você. A Torá também afirma: "D'us não fez esta aliança com nossos antepassados, mas com cada um de nós, que está vivo hoje.(Deuteronômio 5:3)

Judaísmo não é milagres. É a experiência pessoal de cada homem, mulher e criança.

Judeus e Não-Judeus


O Judaísmo não exige que todos se convertam à religião judaica. A Torá de Moshé é uma verdade para toda a humanidade, sendo Judeus ou não. O Rei Solomão pediu para D'us que atendesse às orações de não-Judeus que iam ao Templo Sagrado (Reis I 8:41-43). O profeta Isaías refere-se ao Templo como uma "Casa para todas as nações". O serviço do Templo durante Sucot caracterizava-se por 70 oferendas correspondendo às 70 nações do mundo. (Na realidade, o Talmud diz que se os romanos tivessem percebido quanto benefício estavam obtendo do Templo, nunca teriam o destruído).

Os Judeus nunca buscaram ativamente conversos ao Judaísmo porque a Torá prescreve um caminho íntegro para os não-Judeus seguirem, conhecido como os "Sete Mandamentos de Noé". Maimônides explica que qualquer ser humano que fielmente observa estas leis morais básicas, ganha um próprio lugar em céu.

Trazendo o Messias

De fato, o mundo está em necessidade desesperada da redenção Messiânica. Guerra e poluição ameaçam nosso planeta; ego e confusão corroem vida familiar. Além disso, estamos atentos aos problemas da sociedade, e isso faz com que nós sempre almejemos a redenção. Como diz o Talmud, um das primeiras perguntas que um Judeu deve responder no Dia do Julgamento é: "Você ansiou pela chegada do Messias?"

Como podemos acelerar a vinda do Messias? O melhor modo é amar toda a humanidade generosamente, manter as mitzvot da Torá, e encorajar outros para as mantenham também.

Apesar da escuridão, o mundo parece direcionado para a redenção. Um sinal aparente é que os Judeus voltaram à Terra de Israel e fizeram-na florescer uma vez mais. Além disso, há um grande número de jovens Judeus retornando cada vez mais à tradição da Torá.

O Messias pode vir em qualquer momento e tudo depende de nossas ações. D'us está pronto quando nós estivermos. Como dizia o Rei David: "A Redenção virá hoje - se você atender à Sua voz.


Shalom e até a próxima!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 978
Idade: 26
Localização: são josé dos pinhais
flag: Brasil
Data de inscrição: 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por silvamelo em Ter 26 Mar 2013, 12:59 pm

Jeanbanak escreveu:Não é preciso estar la pra saber que a doutrina ali criada, não é do bem, é só voltar em média dois mil anos e vais ver toda essa doutrina do NT despejando veneno sobre os Judeus... Esse é o NT atual...

Se o que ali diz mostrasse a verdade pura e plena tantas atrocidades não teriam acontecido e eu não estaria te lembrando delas agora!
Não podia deixar passar em branco uma bobagem dessas dita por você, meu caro. Gostaria que você apontasse no Novo Testamento aonde está escrito que devemos perseguir os judeus. Qual é o ensino que insinua isso?

Eu sou cristão e não sou perseguidor de judeus. 100% dos cristãos que eu convivo não são perseguidores de judeus.

O desafio agora é você mostrar baseado em que ensino neotestamentário os "cristãos" atrravés da História perseguiram judeus...

Um outro desafio para você: baseado em que passagens os judeus se acham no direito de perseguirem os palestinos?

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens: 4194
Idade: 44
Localização: Rio de Janeiro
flag: Brasil
Data de inscrição: 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Jeanbanak em Ter 26 Mar 2013, 2:22 pm

silvamelo escreveu:
Jeanbanak escreveu:Não é preciso estar la pra saber que a doutrina ali criada, não é do bem, é só voltar em média dois mil anos e vais ver toda essa doutrina do NT despejando veneno sobre os Judeus... Esse é o NT atual...

Se o que ali diz mostrasse a verdade pura e plena tantas atrocidades não teriam acontecido e eu não estaria te lembrando delas agora!
Não podia deixar passar em branco uma bobagem dessas dita por você, meu caro. Gostaria que você apontasse no Novo Testamento aonde está escrito que devemos perseguir os judeus. Qual é o ensino que insinua isso?

Eu sou cristão e não sou perseguidor de judeus. 100% dos cristãos que eu convivo não são perseguidores de judeus.

O desafio agora é você mostrar baseado em que ensino neotestamentário os "cristãos" através da História perseguiram judeus...

Idade Média

A Idade Média, ou Idade das Trevas. O "Santo Império Romano" procurava expandir a nova fé nas tribos pagãs da Europa ocidental: entre os ostrogodos no norte e no leste, os visigodos no oeste, e no Império Franco que se estendia do Mar Mediterrâneo e do Oceano Atlântico até o rio Elba, uma região maior do que a atual França.

No início deste período, encontramos exemplos de tendências anti-judias na literatura da Igreja. No final do século IV, o Bispo de Antíoco, Crisistom, um grande orador, escreveu uma série de oito sermões contra os judeus. Ele tinha visto cristãos falando com judeus, fazendo juramentos em frente da Arca, e alguns observavam as festas judaicas. Ele queria colocar um fim nisto, num esforço para trazer seu povo de volta ao que chamava de a fé verdadeira, e os judeus se tornaram o alvo de sua série de sermões. Em suas palavras: “A sinagoga não é apenas um local de meretrício e um teatro, é também um covil de ladrões e de bestas selvagens. Nenhum judeus adora Deus”.

Pode-se facilmente ver que um judeu cristão que queria manter sua herança, ou um cristão gentio que queria aprender mais sobre o ancestral do cristianismo teria muitas dificuldades sob esta pressão. Além disso, Crisistom procurava separar completamente o cristianismo do judaísmo. Ele assim escreveu no seu Quarto Discurso: Eu já disse bastante sobre aqueles que se dizem estar do nosso lado, mas estão ansiosos por seguir os ritos judaicos... é contra os judeus que eu desejo fazer batalha”.

Outra infeliz contribuição que Crisistom fez ao anti-semitismo cristão foi em declarar todo o povo judeu culpado pela morte de Cristo. A etiqueta “assassinos de Cristo”, aplicada ao povo judeu foi reafirmada por anti-semitas no desenrolar dos próximos 16 séculos.

Vejamos este assunto por um momento e acabemos com ele de uma vez por todas. Para justificar o libelo de assassinos de Cristo, foi citado Mateus 27:25. Nesta passagem, o povo judeu é mostrado como admitindo responsabilidade coletiva pela crucificação de Cristo: “E o povo todo respondeu: caia sobre nós o seu sangue e sobre nossos filhos”.

1. A responsabilidade coletiva de todo um povo por todas as gerações não pode ser validada pelas palavras de poucos. Eles estavam falando em nome deles mesmo, não por Israel.

2. Se eles foram mantidos como responsáveis pela morte de Ieshua pela sua participação, então os não-judeus são também responsáveis, porque foi um soldado romano gentio que concretamente crucificou e pregou os pregos (cf. Romanos 3:1). Bem, se não todos os gentios, ao menos podemos manter como responsáveis todos os italianos... Acho que você pode ver para onde nos leva este argumento.


Krister Stendahl, deão da Faculdade de Teologia da Universidade de Harvard, afirmou: “Que . . . as declarações do Novo Testamento têm servido como sanção ‘divina’ para o ódio contra os judeus é um fato bem conhecido e comumente aceito.”

Embora a maior parte do Novo Testamento tenha sido escrito por judeus que se tornaram seguidores de Jesus, existem diversas passagens do livro que se mostram claramente como anti-semitas, ou que foram utilizadas para propósitos anti-semitas, por exemplo :

Jesus diz, ao falar com um grupo de fariseus: "Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não entra em vós. Eu falo do que vi junto de meu Pai, e vós fazeis o que também vistes junto de vosso pai. Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fósseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão. (…) Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes? Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus." (Evangelho segundo João 8:37-39, 44-47)

Estevão, ao falar diante do conselho de uma sinagoga, pouco antes de sua execução: "Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais. A qual dos profetas não perseguiram vossos pais? Até mataram os que anteriormente anunciaram a vinda do Justo, do qual vós agora fostes traidores e homicidas; Vós, que recebestes a lei por ordenação dos anjos, e não a guardastes." (Atos dos Apóstolos 7:51-53)

"Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo." (Apocalipse 3:9)

Vamos depois destes fatos pular direto para a Inquisição


A INQUISIÇÃO

O próximo evento histórico a marchar a história mundial é a infamada Inquisição. De acordo com a Lei Canônica, a inquisição não estava autorizada a interferir nos assuntos internos dos judeus, mas a procurar cristãos heréticos que tinham regredido. Entretanto, esta lei foi rescindida baseado em que a presença de judeus causava o desenvolvimento de heresia nas comunidades cristãs.

Em meados do século XV, foi iniciada a Inquisição Espanhola. Na Espanha, dezenas de milhares de judeus foram forçados a se batizar. Em função disto, eles eram considerados cristãos e se esperava que se comportassem como cristãos. Estes judeus batizados eram conhecidos como Conversos ou Cristãos Novos. Se um camundongo é pego dentro de uma jarra com biscoitos, isto não o torna um biscoito. Da mesma maneira, forçar alguém a se batizar não o torna um cristão.

Estes conversos portanto ainda praticavam muitos dos costumes judeus, como acender as velas de Sexta-feira de noite, mudar a roupa branca no Sábado, se abster de comer porco e peixes sem escamas, observar os Dias de Festa, etc. Ser pego praticando qualquer um dos 37 costumes era base para ser levado perante um tribunal da Inquisição. Os cristãos deveriam procurar por estes sinais e relatar qualquer regressão. Uma vez trazido perante o tribunal, não havia forma de escapar da punição:

Se você confessar e não se arrepender, você será queimado vivo;

Se você confessar e se arrepender, você será humilhado em público. Qualquer passo em falso dado depois resultará em morte certa.

Se você não confessar, mesmo sendo inocente, você será torturado até confessar e depois queimado.

A igreja não podia executar as vítimas, e então os passava a um braço secular do tribunal da Inquisição. O sangue não deveria verter, e daí a fogueira. Isto era justificado por um texto em João 15:6 – “Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora à semelhança do ramo, e secará; e o apanham, lançam no fogo e o queimam”.

Incidentalmente, todas as propriedades eram confiscadas, enriquecendo o tribunal da Inquisição.

Judeus praticantes (não Conversos) foram ultimamente trazidos perante os tribunais da Inquisição, como se acreditavam que eles eram judaizantes, exercendo má influência sobre os conversos. Eles também julgados e queimados.

A Inquisição na Espanha, durou de 1481 até 1820. Mais de 350.000 judeus sofreram punições.


Acho que mostrei provas o suficiente para deixar claro que a doutrina do Novo Testamento possui, graças aos seus inventores, temas e visões anti-semitas.

Um outro desafio para você: baseado em que passagens os judeus se acham no direito de perseguirem os palestinos?

Isso não acontece, nenhum Judeu persegue Palestino, o que ocorre é luta por território!
Se estudasse saberia que não existe uma luta especificamente religiosa contra os Palestinos como ocorreu com os Judeus através do Nazismo, das Cruzadas, da Inquisição, etc.!
Existe sim e declarada uma luta por território...
Se estiver fazendo um paralelo com o Nazismo é bom Refletir entre o que ocorre com os Palestinos e o que ocorreu com os Judeus e porque eles brigam!

Entenda a História

O conflito mais recente entre os dois povos se intensificou a partir da Primeira Guerra Mundial, quando se deu o fim do Império Otomano, e a Palestina, que fazia parte dele, passou a ser administrada pela Inglaterra. A região possuía 27 mil quilômetros quadrados e abrigava uma população árabe de um milhão de pessoas, enquanto os habitantes judeus não ultrapassavam 100 mil,. A Inglaterra apoiava o movimento sionista, criado no final do século 19 com o objetivo de fundar um Estado judaico na região da Palestina, considerada o berço do povo judeu. O papel dos ingleses naquele momento era o de criar esse "lar nacional" para os judeus, que vinham sofrendo perseguições e violências em todo o mundo, mas sem violar os direitos dos palestinos árabes que já viviam ali. Assim, na década de 20, ocorreu uma grande migração de judeus para a Palestina.

Depois de 1933, com a ascensão do nazismo na Alemanha e o aumento das perseguições contra os judeus na Europa, a migração judaica para a região cresceu vertiginosamente. Os palestinos, por sua vez, resistiram a essa ocupação e os conflitos se agravaram. Após a Segunda Guerra Mundial e o fim do Holocausto, que levou ao extermínio de 6 milhões de judeus, a crescente demanda internacional pela criação de um estado israelense fez com que a Organização das Nações Unidas (ONU) aprovasse, em 1947, um plano de partilha da Palestina em dois Estados: um judeu, ocupando 57% da área, e outro palestino (árabe), com o restante das terras. "Essa partilha, desigual em relação à ocupação histórica, desagradou os países árabes em geral", afirma Alexandre Hecker.

Em 1948, os ingleses finalmente desocuparam a região e os judeus fundaram, em 14 de maio, o Estado de Israel. Um dia depois, os árabes, insatisfeitos com a partilha, declaram guerra à nova nação, mas acabaram derrotados. "O conflito permitiu a Israel aumentar seu território para 75% das antigas terras palestinas: o restante foi anexado pela Transjordânia (a parte chamada Cisjordânia) e pelo Egito (a faixa de Gaza)", explica o professor. Em consequência disso, muitos palestinos refugiaram-se em Estados árabes vizinhos, enquanto boa parte permaneceu sob a autoridade israelense. "Outras guerras se sucederam por causa de fronteiras, com vantagens para Israel e sempre sem uma solução para o problema dos refugiados". Apesar de algumas tentativas de acordos e planos de paz, a situação atual ainda é de muito impasse, principalmente pelo fato de os palestinos, liderados pelo movimento radical islâmico Hamas, não reconhecerem o direito de existência de Israel. Na opinião de Alexandre, "a guerra entre palestinos e judeus só terá um fim quando for criado um Estado palestino que ocupe, de forma equitativa com Israel, a totalidade do território tal qual ele se apresentava em 1917".


Portanto não existe perseguição e sim uma guerra pela terra.


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 978
Idade: 26
Localização: são josé dos pinhais
flag: Brasil
Data de inscrição: 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por gusto em Qua 27 Mar 2013, 7:42 pm

Zaqueu escreveu:
gusto escreveu:
David Oliveira escreveu:Você está tendo uma experiência de lidar com um "endurecido". Prepara para aguentar muuuuuitas asneiras.

pirou Endurecido é quem diz que o cordeiro sem mancha era manchado. :risadinha:

Quando não se pode negar a verdade só resta os pretextos para fugir das resposta e o rir do japonês, vá lá uma também para ti. japinha
Era manchado, ou não?

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens: 5861
Idade: 44
Localização: Ponta Grossa Pr
flag: Brasil
Data de inscrição: 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Qua 27 Mar 2013, 8:23 pm

gusto escreveu:
Zaqueu escreveu:
gusto escreveu:
David Oliveira escreveu:Você está tendo uma experiência de lidar com um "endurecido". Prepara para aguentar muuuuuitas asneiras.

pirou Endurecido é quem diz que o cordeiro sem mancha era manchado. :risadinha:

Quando não se pode negar a verdade só resta os pretextos para fugir das resposta e o rir do japonês, vá lá uma também para ti. japinha
Era manchado, ou não?

Jesus transgrediu a lei ou não?

Eu nunca falei que Jesus era pecador, vocês é que dizem que eu disse isso; porque não lês outra vez o texto?

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Zaqueu em Qua 27 Mar 2013, 8:27 pm

Tudo o que tu e os outros perguntam está aí no texto.

Transgrediu as obras da lei ou não???

Zaqueu
Pérola
Pérola

Número de Mensagens: 250
flag: Brasil
Data de inscrição: 21/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por gusto em Qua 27 Mar 2013, 8:36 pm

Zaqueu escreveu:Eu nunca falei que Jesus era pecador, vocês é que dizem que eu disse isso; porque não lês outra vez o texto?

E quem trangride a lei é o quê?

Acorda tu que dormes... dormidinha

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens: 5861
Idade: 44
Localização: Ponta Grossa Pr
flag: Brasil
Data de inscrição: 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Porque Cristo transgredia a lei de Moisés?

Mensagem por Ton em Sex 03 Maio 2013, 10:11 pm

É confirmado que Yeshua não cometeu pecado algum (Jo 8:46 / 2Cor 5:21 / Hb 4:15).
E como "Pecado" é definido como sendo a "Transgressão da Torah" (1Jo 3:4), logo Yeshua nunca Transgrediu a Torah de DEUS.
Um estudo contextual dos Evangelhos mostra que Yeshua se atritava apenas com algumas tradições dos anciãos que eram contra a Torah.


Última edição por Ton em Sab 04 Maio 2013, 9:26 am, editado 1 vez(es)


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens: 3210
Idade: 27
Localização: Serra/ES
flag: Brasil
Data de inscrição: 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum