.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Já existíamos antes de nascermos
Ontem à(s) 5:37 pm por Eterna

» Um conselho aos debatedores de internet
Ontem à(s) 4:18 pm por Eterna

» Eleição, a dor e a loucura do incrédulo.
Ontem à(s) 4:03 pm por Eterna

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Ontem à(s) 3:33 pm por Cartman

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 12:15 pm por Jarbas

»  Endurecimeto do Faraó
Ontem à(s) 4:14 am por Lit San Ares

» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 3:39 am por Lit San Ares

» PREDESTINAÇÃO DE DEUS
Sab 03 Dez 2016, 10:10 pm por gusto

» Onde congregar?
Sab 03 Dez 2016, 10:01 pm por gusto

Quem está conectado
64 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 62 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 8:44 am

É claro que os cristãos de hoje não irão provar com certeza a existência de Jesus porque ninguém neste século viveu a 2000 mil anos atrás, mas as evidencias são muito forte de que ele realmente tenha existido.
Apesar dos ateus não aceitarem os documentos históricos que falem sobre Jesus por acharem que foram fraudados, não existiu ninguém ainda que provasse estas fraudes, não existe nenhum documento da antiguidade que descreve que o personagem nunca existiu e uma pessoa por exemplo que perde sua identidade não quer dizer que não exista mais.
Jerusalém uma cidade Santa, o centro das atenções judaicas conhecia todos os supostos messias que apareceram por lá e por incrível que pareça não existem relatos que Jesus de nazaré foi um fantasma criado para favorecer um conto de fadas.
Existe um ditado popular que quem cala consente e a história se calou quando o cristianismo começou a crescer e a divulgar a ressurreição do personagem Jesus.
A maior evidencia que prova que o líder cristão existiu são os seus seguidores que morreram pela fé na ressurreição dele. O que estavam ganhando aqueles seguidores em troca de um fantasma que nunca existiu para entregar seus corpos para serem comidos por leões, mortos em fogueira e apedrejados em plena praça pública?
Aguardo as considerações. Fiquemos na paz.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por oliveira leite em Qua 13 Mar 2013, 9:27 am

Gostei positivinho

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Cal em Qua 13 Mar 2013, 10:00 am

Eri o profeta dos ateu escreveu:É claro que os cristãos de hoje não irão provar com certeza a existência de Jesus porque ninguém neste século viveu a 2000 mil anos atrás, mas as evidencias são muito forte de que ele realmente tenha existido.
Apesar dos ateus não aceitarem os documentos históricos que falem sobre Jesus por acharem que foram fraudados, não existiu ninguém ainda que provasse estas fraudes, não existe nenhum documento da antiguidade que descreve que o personagem nunca existiu e uma pessoa por exemplo que perde sua identidade não quer dizer que não exista mais.
Jerusalém uma cidade Santa, o centro das atenções judaicas conhecia todos os supostos messias que apareceram por lá e por incrível que pareça não existem relatos que Jesus de nazaré foi um fantasma criado para favorecer um conto de fadas.
Existe um ditado popular que quem cala consente e a história se calou quando o cristianismo começou a crescer e a divulgar a ressurreição do personagem Jesus.
A maior evidencia que prova que o líder cristão existiu são os seus seguidores que morreram pela fé na ressurreição dele. O que estavam ganhando aqueles seguidores em troca de um fantasma que nunca existiu para entregar seus corpos para serem comidos por leões, mortos em fogueira e apedrejados em plena praça pública?
Aguardo as considerações. Fiquemos na paz.
Esse assunto já foi abordado várias vezes aqui, se formos nos ater apenas a evidência histórica sem se deixar levar pelo comprometimento ideológico a conclusão é essa:

Existiu um homem chamado Jesus que serviu de inspiração para as crenças cristãs? A probabilidade é bem grande que sim.

Os eventos narrados nos evangelhos aconteceram? Não.

As evidências que temos suportam com uma base razoável a existência de Jesus mas são pífias para endossar os relatos fantásticos dos evangelhos, se tais houvessem de fato ocorrido seria de se esperar muito mais.

Sendo assim, a descrença se justifica na evidência disponível e para quem tem fé a existência ou não de evidências é irrelevante.

A fé cristã é (ou deveria ser) uma verdade absoluta para seus seguidores, não há margens nos dogmas dessas crenças para algo a menos do que isso, e sendo crenças absolutas elas não podem depender de fatores relativos, como interpretação de documentos históricos para se manter ou cair.


Última edição por Cal em Qua 13 Mar 2013, 10:23 am, editado 1 vez(es)


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Jumper em Qua 13 Mar 2013, 10:14 am

É claro que os cristãos de hoje não irão provar com certeza a existência de Jesus porque ninguém neste século viveu a 2000 mil anos atrás, mas as evidencias são muito forte de que ele realmente tenha existido.
Por isso que existem documentos e registros da época. Por isso que sabemos que Ramsés existiu e quando existiu. Por isso que sabemos toda a trajetória de "Alexandre o Grande".

não existe nenhum documento da antiguidade que descreve que o personagem nunca existiu e uma pessoa por exemplo que perde sua identidade não quer dizer que não exista mais
Como seria um documento que descreveria que um personagem nunca existiu?
Seria um documento da época falando que tal pessoa não exista?
Tipo, "Eu, Pedro, nascido e criado em Jerusálem por volta do ano 750 do calendário romano jamais conheci Jesus e jamais vi ele ressuscitar ao 3o dia"
Hmm, não rola.


Jerusalém uma cidade Santa, o centro das atenções judaicas conhecia todos os supostos messias que apareceram por lá e por incrível que pareça não existem relatos que Jesus de nazaré foi um fantasma criado para favorecer um conto de fadas.
Sei, então ausência de evidência de inexistência é evidência de existência?
Se Jesus realmente existiu... porque ainda existem Judeus? Ah, simples... porque Jesus não cumpriu as profecias.
http://www.webjudaica.com.br/religiao/textosDetalhe.jsp?textoID=22&temaID=4
Onde, entre outros:
"- Trará uma era de paz mundial, fim do ódio, da opressão, do sofrimento e do mal-estar. Como está escrito: "Nação não levantará espada contra nação e o homem não aprenderá mais a fazer guerra." (Isaías 2:4) "
Isso aconteceu?

Existe um ditado popular que quem cala consente e a história se calou quando o cristianismo começou a crescer e a divulgar a ressurreição do personagem Jesus.
Cristianismo começou como uma seita judaica mais de 60 anos de sua suposta morte. Nessa época duvido que tenha alguém que esteve vivo durante a época da crucificação.
O Cristianismo estatal (ou seja, desde a adoção pelo império romano até cerca de 1 século atrás) sempre foi voraz em acabar com a competição. Então não é quem cala consente, é quem cala vive.
(não que eu ache o cristianismo moderno muito melhor, mas pelo menos eles não matam "infiéis" mas fogueiras... o que é um ponto positivo... apesar que eu acho que eles não fazem isso porque é crime e tal)

A maior evidencia que prova que o líder cristão existiu são os seus seguidores que morreram pela fé na ressurreição dele.
Então quase todas as religiões são verdadeiras porque na grande maioria delas os seguidores morrem pela fé.
"Ih, o cara fez um ataque-bomba suicida... o deus dele deve existir então!"

O que estavam ganhando aqueles seguidores em troca de um fantasma que nunca existiu para entregar seus corpos para serem comidos por leões, mortos em fogueira e apedrejados em plena praça pública?
Sei, então a prova da existência de Jesus são pessoas que se mataram em nome de uma crença um século depois?
Por essa lógica, todas as pessoas que foram mortas nas fogueiras pela inquisição estavam certas em suas crenças? Afinal, elas foram mortas pelas convicções que tinham.

Aguardo as considerações. Fiquemos na paz.
Não há consideração... não há vestígio algum que Jesus tenha realmente existido.
Tipo, qual o nome dele? Onde ele nasceu? Quando ele nasceu? O que ele fez?
E isso em se falando de "Jesus histórico", "Jesus Deus" é algo que não se sabe nada de primeira mão.
Se a crença no cristianismo tivesse sido expurgada no 1o século e Roma tivesse adotado uma outra crença, você provavelmente estaria defendendo essa outra crença com tanta força quanto está defendendo o cristianismo.

Pessoas são influenciáveis, se alguém vende uma idéia bem então as pessoas vão adotá-la. O cristianismo sempre vendeu a idéia de paraíso no além-vida e isso vende bem entre a camada pobre da população, o que numa Roma em decadência é boa parte da população.

Então, você não vai convencer ninguém com esse papo de que pessoas se mataram em nome de uma fé logo a fé é verdadeira ou que não há nenhuma prova da existência da época... simplesmente porque é uma idéia ridícula.



Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 10:58 am

Eu preciso ir trabalhar e depois com calma irei respondendo cada uma das questões. Pelo que sei nenhum líder terrorista morreu primeiro para deixar como exemplo que ao explodir uma bomba no seu corpo ganhará alguma coisa. Pelo contrário ele criou uma religião e mandou os outros se explodissem. Fora disto tenho conhecimento que as famílias dos homens bombas ganham uma certa premiação em dolar. É o ditado: Toma lá da cá.
Jesus ao contrário de muitos resolveu primeiro matar a cobra e mostrar o pau. Ele se entregou para ser sacrificado e depois ressucitou para mostrar sua divindade. Profetizou que todos sofreriam perseguições e o cristianismo teve forças para avançar.
O verdadeiro islamismo não interpreta que o seus fiéis precisam se explodir para alcançar alguma coisa. Alguns terroristas radicais com suas interpretações religiosas particulares por motivos políticos usaram da doutrina islã para reverter os fatos. Há uma certa troca de interesse na questão.
Os seguidores de Jesus pelo que sei nada ganhavam e morriam porque viram seu mestre morto e ressucitado. Ninguém seria idiota ou maluco para morrer por um fantasma e não ganhar porcaria nenhuma. Só ateus mesmo para pensar numa coisa destas.
Quem amigos morreira por um fantasma que não viram ressucitado ou que nunca existiu?
Quem amigos criaria um mito para sofrer perseguição dos judeus e serem maltratados pelos romanos?
A conspiração contra o cristianismo será grande porque virou uma riqueza para os cofres da mídia e muitos ateus se aproveitam da situação para propagar certas conspirações. Será que ninguém percebe isto?
A ideía é usar o terrorismo dos homens bombas como forma de fé para promoverem que os cristãos morream pela fé sem ter visto nada. Acontece que nenhuma teoria prova que aqueles malucos que inventaram um fantasma estavam ganhando alguma coisa a não ser humilhação, desprezo e taxados como traidores.
E aí qual a saída agora para os descrentes?

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Jumper em Qua 13 Mar 2013, 1:54 pm

Pelo que sei nenhum líder terrorista morreu primeiro para deixar como exemplo que ao explodir uma bomba no seu corpo ganhará alguma coisa. Pelo contrário ele criou uma religião e mandou os outros se explodissem.
Líderes lideram, se não liderassem não seriam líderes. Quando se matam em nome de uma causa eles se tornam mártires. E não são poucos os mártires na história. Novamente, em várias crenças. Logo não é específico ao cristianismo o martírio.

Pelo contrário ele criou uma religião e mandou os outros se explodissem.
E tais pessoas morrem pela fé... o que se encaixa no exemplo que você deu.
Ou seja, o fato de alguém se matar em nome de uma crença é comum e não algo específico ao cristianismo.

Fora disto tenho conhecimento que as famílias dos homens bombas ganham uma certa premiação em dolar. É o ditado: Toma lá da cá.
Então você se mataria em nome de uma causa (cristã digamos) caso dessem 1 milhão para a sua família? O que você ganha nesse caso? O dinheiro para a família é para você não ter essa preocupação, mas você não vai ganhar o dinheiro.

Jesus ao contrário de muitos resolveu primeiro matar a cobra e mostrar o pau. Ele se entregou para ser sacrificado e depois ressucitou para mostrar sua divindade. Profetizou que todos sofreriam perseguições e o cristianismo teve forças para avançar.
Mostrou a divindade? Para quem? Onde?
Existe algum registro romano da ressureição de Jesus da época? Tipo, não é toda hora que alguém levanta da tumba e isso geraria um bafafá e tanto na colónia.
Já que esse foi um evento tão importante, porque levou mais de 20 anos para alguém escrever a respeito?

Os seguidores de Jesus pelo que sei nada ganhavam e morriam porque viram seu mestre morto e ressucitado. Ninguém seria idiota ou maluco para morrer por um fantasma e não ganhar porcaria nenhuma. Só ateus mesmo para pensar numa coisa destas.
Cara, crença é crença... o povo é simplório e quer acreditar que existe algo além dessa vida.
Se não fosse o caso não existiriam (ou teria existido) milhares de religiões e divindades.

Quem amigos morreira por um fantasma que não viram ressucitado ou que nunca existiu?
Que provas que alguém no sec. II tinha que Jesus existiu?
Como tal pessoa saberia diferenciar entre ele ter existido ou não? Tendo ressuscitado ou não?
Baseado no que alguém está pregando?
E se estivessem aumentando a história, adicionando elementos sobrenaturais ao profeta Jesus? Como alguém sem estudo e raciocínio crítico saberia distinguir uma lorota de um fato que realmente aconteceu? Principalmente quando ela quer acreditar nisso.
Se hoje cristãos não tem raciocínio crítico e lógico, imagina na época.

Quem amigos criaria um mito para sofrer perseguição dos judeus e serem maltratados pelos romanos?
Duvido que quem criou o cristianismo já tivesse essa idéia que décadas a frente eles seriam perseguidos por outros judeus (já que cristianismo era uma seita judaíca com poucas diferenças no início) e pelos romanos.

A conspiração contra o cristianismo será grande porque virou uma riqueza para os cofres da mídia e muitos ateus se aproveitam da situação para propagar certas conspirações. Será que ninguém percebe isto?
Meu caro... houve perseguição aos cristãos quando o mesmo não era estatal, quando estatizou a crença foram os cristãos que passaram a perseguir as demais crenças e qualquer coisa que fosse "mal vista" pela Igreja.
O cristianismo moderno é fruto disso: Querendo controlar a sociedade e ditar o que é certo ou errado para a população.
Vocês de santo não tem é nada.

A ideía é usar o terrorismo dos homens bombas como forma de fé para promoverem que os cristãos morream pela fé sem ter visto nada. Acontece que nenhuma teoria prova que aqueles malucos que inventaram um fantasma estavam ganhando alguma coisa a não ser humilhação, desprezo e taxados como traidores.
E aí qual a saída agora para os descrentes?
Se a defesa da sua fé é que alguém morreu pela fé 2000 anos atrás então a defesa inexiste.
Crença é crença. As vezes pessoas se matam por sua crença. Isso não prova que tal crença seja real, apenas que teve bons marketeiros.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Cal em Qua 13 Mar 2013, 2:05 pm

Jumper escreveu:
Mostrou a divindade? Para quem? Onde?
Existe algum registro romano da ressureição de Jesus da época? Tipo, não é toda hora que alguém levanta da tumba e isso geraria um bafafá e tanto na colónia.
Já que esse foi um evento tão importante, porque levou mais de 20 anos para alguém escrever a respeito?

O problema é mais grave do que isso, segundo Mateus quando Jesus morreu houveram várias ressurreições e aqueles que se levantaram dos mortos foram para Jerusalem e foram vistos por várias pessoas.

Não é um caso de ressurreição discreta que um ou outro soldado sabe-se lá a razão teria se silenciado, é uma multidão de ressucitados e outra multidão presenciando várias ressurreições.

Não termos fontes históricas romanas ou judaicas disso só aponta para uma direção.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 9:56 pm

Jumper escreveu:
Cara, crença é crença... o povo é simplório e quer acreditar
que existe algo além dessa vida.
O povo de israel estava preparado para não acreditar em qualquer impostor messias. Muitos apareceram na história dos judeus e todos eles foram rejeitados. Se Jesus não tivesse voltado dos mortos nenhum deles acreditariam e o cristianismo não teria força para seguir em frente. Qual a razão do cristinismo de Jesus ser aceitado na época pelos seus discípulos?


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 10:10 pm

Quando os inventores do cristianismo comesassem a divulgar que um tal Jesus de Nazare passou pela palestina, foi rejeitado pelos judeus, preso, morto e crucificado pela jurisdição de poncios pilatos, os sacerdotes judeus, fariseu, saduceus e escribas não saberiam se o tal existiu ou não?
Muitos com certeza iriam responder: Nunca vimos este tal messias Rei dos judeus passar pela nossa cultura religiosa. O povo de Israel tinha como centro das atenções a cidade de Jerusalém onde se matava e apredejava os falsos profetas.
Quem teria a esquizofrenia de criar um fantasma para enganar aos judeus?
Este papo que Jesus não existiu é pura conspiração contra o cristianismo.


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 10:39 pm

Será que os inventores do fantasma JC tinham a certeza que iriam enganar os judeus?
E porque eles inventariam uma doutrina a partir de um messias que nunca existiu para provocar os judeus a ira e serem perseguidos e mortos?
Achas que quando o bicho pegasse aqueles seguidores iriam continuar seguindo um tal fantasma que os inventores criaram sem trazer nenhuma prova de sua existência?
Um povo preparado para receber o messias do velho testamento iria acreditar numa farsa?
Faça-me o favor!


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 10:41 pm

Jump escreveu: Duvido que quem criou o cristianismo já tivesse essa idéia que
décadas a frente eles seriam perseguidos por outros judeus (já que cristianismo
era uma seita judaíca com poucas diferenças no início) e pelos romanos.
Porque não se eles estavam inventando uma doutrina que ía contra as leis judaicas?
A sua dúvida não confere com a realidade dos inventores


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 10:54 pm

Jump escreveu:
Se a defesa da sua fé é que alguém morreu pela fé 2000 anos atrás então a
defesa inexiste.
Crença é crença. As vezes pessoas se matam por sua
crença. Isso não prova que tal crença seja real, apenas que teve bons
marketeiros.
E os judeus tinham bons marketeiros. Eram os anciãos e escribas do povo juntamente com os fariseus que entendiam de toda a sua cultura religiosa para instruir ao povo santo. Se eles deram a sua vida por um homem é porque algo de sobrenatural aconteceu. Aqueles fanáticos religiosos do judaísmo não iriam acreditar em qualquer falso messias como não acreditaram em tantos outros que passaram por lá. Isto é fato.
Meu caro... houve perseguição aos cristãos quando o mesmo não era estatal, quando estatizou a crença foram os cristãos que passaram a perseguir as demais crenças e qualquer coisa que fosse "mal vista" pela Igreja.
O cristianismo moderno é fruto disso: Querendo controlar a sociedade e ditar o que é certo ou errado para a população.
Vocês de santo não tem é nada.
Voce precisa entender que a ICAR misturou cristianismo com política, mas a princípio os cristãos é que foram perseguidos.
Então você se mataria em nome de uma causa (cristã digamos) caso dessem 1 milhão para a sua família? O que você ganha nesse caso? O dinheiro para a família é para você não ter essa preocupação, mas você não vai ganhar o dinheiro.
O cristianismo não ofereceu nenhum dinheiro para morrer por JC.
E tais pessoas morrem pela fé... o que se encaixa no exemplo que você deu.
Ou seja, o fato de alguém se matar em nome de uma crença é comum e não algo específico ao cristianismo.
Como eu já te expliquei que um povo preparado não morreria por um messias falso. Se morreu é porque eles foram bem instruídos.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 11:18 pm

Jumper escreveu: Como seria um documento que descreveria que um personagem nunca existiu?
Seria um documento da época falando que tal pessoa não exista?
Tipo, "Eu, Pedro, nascido e criado em Jerusálem por volta do ano 750 do calendário romano jamais conheci Jesus e jamais vi ele ressuscitar ao 3o dia"
Hmm, não rola.
Não precisaria. O cristianismo não teria força para prosseguir dentro dos conceitos judaicos. Ele seria esquecido e pararia no meio do caminho dando a entender que o personagem nunca existiu.

Sei, então ausência de evidência de inexistência é evidência de existência?
Se Jesus realmente existiu... porque ainda existem Judeus? Ah, simples... porque Jesus não cumpriu as profecias.
"- Trará uma era de paz mundial, fim do ódio, da opressão, do sofrimento e do mal-estar. Como está escrito: "Nação não levantará espada contra nação e o homem não aprenderá mais a fazer guerra." (Isaías 2:4) "
Isso aconteceu?
Aconteceu sim. Jesus veio trazer a doutrina da paz e os homens é que fazem a guerra. Ainda existem judeus porque o plano fará com que eles fiquem esperando pelo mesmo messias de 2000 mil anos atrás em sua segunda vinda.
Pela lógica se o cristianismo cresceu dentro da cultura de um povo santo é porque o Jesus histórico existiu.


Cristianismo começou como uma seita judaica mais de 60 anos de sua suposta morte. Nessa época duvido que tenha alguém que esteve vivo durante a época da crucificação.
Engano seu. Pelos evangelhos, JC morreu no ano 33 e alguns anos depois as cartas de Paulo começaram a surgir antes do primeiro evangelho 30 anos depois da sua morte. Durante esta época existia muitos seguidores que viram Jesus vivo.
Então quase todas as religiões são verdadeiras porque na grande maioria delas os seguidores morrem pela fé.
"Ih, o cara fez um ataque-bomba suicida... o deus dele deve existir então!"
E maomé existiu.


Sei, então a prova da existência de Jesus são pessoas que se mataram em nome de uma crença um século depois?
Por essa lógica, todas as pessoas que foram mortas nas fogueiras pela inquisição estavam certas em suas crenças? Afinal, elas foram mortas pelas convicções que tinham.
O cristianismo surgiu no primeiro século e não 1 século depois.
Não há consideração... não há vestígio algum que Jesus tenha realmente existido.
Tipo, qual o nome dele? Onde ele nasceu? Quando ele nasceu? O que ele fez?
E isso em se falando de "Jesus histórico", "Jesus Deus" é algo que não se sabe nada de primeira mão.
João batista não tem nehum registro histórico de onde ele nasceu, quando nasceu, onde viveu etc..., mas flávio Josefo diz que ele existiu. Está vendo a conspiração contra o Jesus de Nazaré???????

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qua 13 Mar 2013, 11:20 pm

oliveira leite escreveu:Gostei
Ainda tenho muitas novidades que ateus não terão como responder.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Jumper em Qua 13 Mar 2013, 11:40 pm

Amanhã eu leio suas respostas... mas vejo que você gosta de ditados... aqui vai um: "Quem conta um conto aumenta um ponto". Conhece esse?
Conhece telefone sem fio?
Se alguém contasse uma história hoje, e essa história fosse passada de pessoa para pessoa, sem que a mesma seja registrada em livros (como é o caso do N.T., que só foi escritos décadas depois), como você que essa história estaria depois de vários anos "por aí"? Intacta?
E se quem contasse essa história a tivesse como ganha pão? Será que tal pessoa não daria uma incrementada? Afinal quanto mais pessoas crendo melhor. Logo elementos sobrenaturais seriam adicionados.

Eu te pergunto, já que você é cristão, qual era a crença dos 1os cristãos antes da Fé ser estatizada? Uma coisa eu te garanto, é muito diferente daquela que você pratica.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 8:20 am

Jumper escreveu:Amanhã eu leio suas respostas... mas vejo que você gosta de ditados... aqui vai um: "Quem conta um conto aumenta um ponto". Conhece esse?
Conhece telefone sem fio?
Se alguém contasse uma história hoje, e essa história fosse passada de pessoa para pessoa, sem que a mesma seja registrada em livros (como é o caso do N.T., que só foi escritos décadas depois), como você que essa história estaria depois de vários anos "por aí"? Intacta?
E se quem contasse essa história a tivesse como ganha pão? Será que tal pessoa não daria uma incrementada? Afinal quanto mais pessoas crendo melhor. Logo elementos sobrenaturais seriam adicionados.
O novo testamento(O cristianismo) foi muito complexo para ter sido inventado. Se por causa de uma mentira, esta mentira foi passando de geração em geração, até quando uma mentira seria suportada e não fosse descoberta?
De onde o inventor iria tirar um batismo no Espírito Santo,(uma realidade e um costume que todos desconheciam na época), para fazer pessoas falarem em línguas estrangeiras se ele sabia que ninguém iria falar? Só esta farsa já seria o bastante para o cristianismo ser esquecido. Será que voce não observa que a criação do Batismo no ES só poderia ter sido uma idéias divina?
De uma coisa eu te garanto: O povo de Israel não entraria nesta farsa e se foi algum engraçadinho judeu revoltado contra sua própria religião ou alguns pagãos fora da cultura judaica a coisa seria pior e a mentira iria ser vista com mais facilidade. Para isto acontecer da maneira como os inventores céticos entendem os caras teriam que ter uma mentalidade extra terrestre para conseguir inventar um fantasma e encaixar nas verdades anteriores a ponto de mudar a mentalidade de muitos judeus em relação ao cristianismo. Hoje temos judeus cristão convertidos com a farsa que os mentirosos conseguiram realizar. Jumper meu amigo, mentiras tem pernas curtas. Caia na real, Jesus foi tão real quanto qualquer um de nós.

Eu te pergunto, já que você é cristão, qual era a crença dos 1os cristãos antes da Fé ser estatizada? Uma coisa eu te garanto, é muito diferente daquela que você pratica.
Olha existem inúmeras teorias a respeito da origem do cristianismo, mas quando elas são sincronizadas com os documentos históricos que a história já possui elas entram em contradição. Os primeiros cristãos com certeza eram muitos diferentes dos de hoje e não há como fazer esta comparação. Eles estavam em um nível muito mais fortalecido espiritualmente que os de nossos dias.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 8:27 am

Cal escreveu:
Esse assunto já foi abordado várias vezes aqui, se formos nos ater apenas a evidência histórica sem se deixar levar pelo comprometimento ideológico a conclusão é essa:
Existiu um homem chamado Jesus que serviu de inspiração para as crenças cristãs? A probabilidade é bem grande que sim.
Os eventos narrados nos evangelhos aconteceram? Não.
As evidências que temos suportam com uma base razoável a existência de Jesus mas são pífias para endossar os relatos fantásticos dos evangelhos, se tais houvessem de fato ocorrido seria de se esperar muito mais.
Sendo assim, a descrença se justifica na evidência disponível e para quem tem fé a existência ou não de evidências é irrelevante.
A fé cristã é (ou deveria ser) uma verdade absoluta para seus seguidores, não há margens nos dogmas dessas crenças para algo a menos do que isso, e sendo crenças absolutas elas não podem depender de fatores relativos, como interpretação de documentos históricos para se manter ou cair.[/quote]Oo estudiosos dos evangelhos disseram: Sem fé é impossivel agradar a Deus, mas aquele que se aproxima dele creia que ele exista. O plano de Deus foi pela fé e tudo foi planejado as ocultas e revelado para os que viram e creram. Judas não creu e para ele não houve revelação. Assim é o mundo.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 8:32 am

Voces querem ver outra forte evidencia da existência de Jesus Cristo:
A destruição de Jerusalém. Aqui não ficará pedra sobre pedra.
Tudo aconteceu conforme o lider cristão profetizou. Jerusalém foi sitiada e mais de 1 milhão e 100 mil judeus foram mortos segundo fontes históricas. Jesus ainda disse que se aqueles dias não fosse abreviados nenhuma carne se salvaria. Este acontecimento fizeram aqueles inventores serem mais acreditados.


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 8:45 am

Cal escreveu:
O problema é mais grave do que isso, segundo Mateus quando Jesus morreu houveram várias ressurreições e aqueles que se levantaram dos mortos foram para Jerusalem e foram vistos por várias pessoas.
Não é um caso de ressurreição discreta que um ou outro soldado sabe-se lá a razão teria se silenciado, é uma multidão de ressucitados e outra multidão presenciando várias ressurreições.
Não termos fontes históricas romanas ou judaicas disso só aponta para uma direção.
Olha amigo, não existe problema não, o maior problema é o ceticismo que não fazem as pessoas enxergaram como Deus agiu no seu plano. O evangelho diz que estes ressuscitado apareceram a muitos depois de sua ressurreição, mas não se fala porquem eles foram vistos. A comunidade cristã era grande e com certeza muitos também não sabiam do ocorrido. Talvez Jesus pediu para que ninguém fizesse alarme e não divulgasse como ele sempre pediu quando realizava algum milagre. Tudo foi as escondidas dentro de um plano de padrão de fé.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 8:56 am

Vou deixar um resumo porque Jesus não apareceu muito na história:
Ninguém dava importancia a Jesus segundo os evangelhos. Era um homem desprezado por ter nascido em nazaré, cidade pobre e desprezada, eles tinham testemunhos que os próprios nazarenos tinham lhe rejeitado(sua cidade natal), os samaritanos lhe fizeram pouco caso, judas iscariotes seu seguidor difamava Jesus como um impostor e os escribas, saduceus e fariseus lhe chamavam de mentiroso. Tudo isto proporcionou para que ninguém desse crédito a Jesus e seus seguidores. Jesus personificou suas pregações bem longe dos termos da palestina e só ía por lá quando era em tempos de festas, mas mesmo assim quando ía se ocultava. Passou a maior parte do tempo na galiléia e nos desertos e passou despercebido a maior parte do tempo. Quando os judeus viram que a coisa já estava despencando para um lado bem crítico e eles estavam sendo ameaçados pelos sinais que Jesus fazia, resolveu agir. Foi perseguido e morto e em apenas 3 dias mataram o líder e espalharam seus seguidores. Zombaram dele perguntando se ele fosse o Rei dos judeus que descesse da cruz. Sua morte humilhante foi mais um testemunho para os judeus e romanos que aquele homem era realmente um impostor e não tinha nada de filho de Deus e rei dos judeus. Quem se importaria com um homem deste?
Os Romanos e os sacerdotes judeus foram testemunhas de que Jesus foi morto e não tinha mais nada seus seguidores a fazer.
Quando menos se espera e pensavam que tudo estava acabado surge aquele comentário que Jesus tinha ressuscitado dentre os mortos. Sumiram no corpo e inventaram a história da ressurreição. Os judeus não queriam de forma nenhuma que esta notícia se espalhasse na palestina porque temiam perder a autoridade judaica perante Roma. Deram uma grande soma de dinheiro para os soldados mentirem. Diante desta mentira quem acreditaria que Jesus ressuscitou? Com certeza estes seguidores de Cristo eram considerados como malucos e uma seita que veio para tirar a paz dos judeus e serem inimigos do império Romano.
Os seguidores de Jesus andavam se escondendo com medo dos judeus e cada vez mais Jesus não tinha nenhum valor para ninguém.
Dias depois começaram a pregar a ressurreição e os judeus se sentindo ameaçados começaram a perseguir os seguidores de Jesus. Esta nova seita não tinha nome e mais tarde eles foram nomeados de cristãos da seita de Nazaré no qual se tornou o cristianismo de Jesus Cristo. Jesus morreu e não teve nenhum historiador que se importasse com esta nova seita pregada pelo nazareno, por isto Jesus passou despercebido durante a sua pregação de 3 anos e meio pelas terras de Israel.
Os cristãos sempre sofreram perseguição e se Jesus de fato era o filho de Deus que ressucitou dos mortos não deixaria seus seguidores sofressem opressão da forma como estavam acontecendo. Assim ainda mais ninguém se interessava pelo cristianismo.
A perseguição aos cristãos é uma prova concreta que eles tiveram um líder cristão e não precisaria ele estar com seu nome em qualquer documento histórico. A perseguição aos cristãos já era uma forte evidencia que Jesus Cristo era o líder da seita.
Flávio josefo quando nasceu Jesus já tinha morrido, mas falou sim de Jesus Cristo.

Eis o texto:
Texto Grego:
Naquela época vivia Jesus, homem sábio, se é que o podemos chamar de homem. Ele realizava obras extraordinárias, ensinava aqueles que recebiam a verdade com alegria e fez-se seguir por muitos judeus e gregos. Ele era o Cristo. E quando Pilatos o condenou à cruz, por denúncia dos maiorais da nossa nação, aqueles que o amaram antes continuaram a manter a afeição por ele. Assim, ao terceiro dia, ele apareceu novamente vivo para eles, conforme fora anunciado pelos divinos profetas e, a seu respeito, muitas coisas maravilhosas aconteceram. Até a presente data subsiste o grupo dos cristãos, assim denominado por causa dele.

Texto Árabe:
Naquela época vivia Jesus, homem sábio, de excelente conduta e virtude reconhecida. Muitos judeus e homens de outras nações converteram-se em seus discípulos. Pilatos ordenou que fosse crucificado e morto, mas aqueles que foram seus discípulos não voltaram atrás e afirmaram que ele lhes havia aparecido três dias após sua crucificação: estava vivo. Talvez ele fosse o Messias sobre o qual os profetas anunciaram coisas maravilhosas.

Versão paleoeslava
Uma outra e interessante versão do "Testimonium" foi encontrada em cinco fragmentos da "Guerra Judaica", numa tradução para o Paleoeslavo, que remonta aos séculos XI-XII. Ainda que se trate, evidentemente, de uma interpolação, posto que inexistente no original grego da obra, não deixa de ser muito curioso o modo como o autor se vale de passos evangélicos para compor uma história da prisão e condenação de Jesus absolutamente inédita. Eis o texto:
"Apareceu então um homem, se é que podemos chamar-lhe homem. A sua natureza e as atitudes exteriores eram humanas, mas a sua aparência e as suas obras eram divinas. Os milagres que realizava eram grandes e surpreendentes. Uns diziam dele ' É o nosso primeiro legislador que ressuscitou dos mortos e dá provas de suas capacidades, operando muitas curas ´. Outros julgavam-no enviado por Deus. Opunha-se em muitas coisas à Lei e não observava o sábado, segundo o costume dos antepassados; todavia, não fazia nada de impuro, nem nenhum trabalho manual, dispondo apenas da palavra. Muitos entre a multidão o seguiam e escutavam seus ensinamentos; os espíritos de muitos se agitavam pensando que, graças a ele, as tribos de Israel se libertariam do jugo romano. Costumava estar, de preferência, em frente da cidade, no monte das Oliveiras. Vendo a sua força e que, com as palavras, fazia tudo o que queria, pediram-lhe para entrar na cidade, massacrar as tropas romanas e Pilatos, e passar a governá-los. Mas ele não lhes dava ouvidos. Mais tarde, os chefes dos hebreus vieram a saber de tudo aquilo, reuniram-se com o Grande Sacerdote e disseram: ´ Somos impotentes e fracos para resistirmos aos romanos, como um arco frouxo. Vamos dizer a Pilatos o que ouvimos e não teremos aborrecimentos´. E foram falar dele a Pilatos. Este enviou homens, mandou matar muitos entre a multidão e prendeu o doutor de milagres. Informou-se melhor sobre ele e vendo que fazia o bem, e não o mal, que não era rico, nem ávido de poder real, libertou-o; de fato, tinha curado a sua mulher, que estava moribunda. E regressado ao local habitual, retomou o cumprimento de suas obras, e novamente um número maior de pessoas se aglomerou em torno dele. Os doutores da Lei, feridos pela inveja, deram trinta talentos a Pilatos, para que o mandasse matar. Este aceitou-os e deu-lhes autoridade para serem eles próprios a fazer o que desejavam. Desse modo, apossaram-se dele e o crucificaram, apesar da lei dos antepassados."

Tiago, irmão de Jesus
Menos polêmica do que o Testimonium é esta passagem em que Flávio Josefo também cita Jesus, mas sem parecer crer nele como o Messias. Ela aparece já no final das Antiguidades Judaicas, quando Josefo descreveu a situação política da Judeia na década de 60.
"E agora César, tendo ouvido sobre a morte de Festus, enviou Albinus à Judeia, como procurador. Mas o rei privou José do sumo sacerdócio, e outorgou a sucessão desta dignidade ao filho de Ananus [ou Ananias], que também se chamava Ananus. Agora as notícias dizem que este Ananus mais velho provou ser um homem afortunado; porque ele tinha cinco filhos que tinham todos atuado como sumo sacerdote de Deus, e que tinha ele mesmo tido esta dignidade por muito tempo antes, o que nunca tinha acontecido com nenhum outro dos nossos sumos sacerdotes. Mas este Ananus mais jovem, que, como já dissemos, assumiu o sumo sacerdócio, era um homem temperamental e muito insolente; ele era também da seita dos Saduceus, que são muito rígidos ao julgar ofensores, mais do que todos os outros judeus, como já tinhamos dito anteriormente; quando, portanto, Ananus supôs que tinha agora uma boa oportunidade: Festus estava morto, e Albinus estava viajando; assim ele reuniu o sinédrio dos juízes, e trouxe diante dele o irmão de Jesus, o que era chamado Cristo, cujo nome era Tiago e alguns outros; e quando ele formalizou uma acusação contra eles como infratores da lei; ele os entregou para serem apedrejados; mas para aqueles que pareciam ser os mais equânimes entre os cidadãos, e igualmente mais precisos quanto as leis, eles não gostaram do que foi feito; eles também enviaram ao rei (Herodes Agripa II); pedindo que ele ordenasse a Ananus que não agisse assim novamente, porque isto que ele tinha feito não se justificava; alguns deles foram também ao encontro de Albinus, que estava na estrada retornando de Alexandria, e informaram a ele que era ilegal para Ananus reunir o sinédrio sem o seu consentimento. Albinus concordou com eles e escreveu iradamente a Ananus, e o ameaçou dizendo que ele seria punido pelo que havia feito; por causa disso, o rei Agripa tirou o sumo sacerdócio dele, quando ele o tinha exercido por apenas três meses, e fez Jesus, filho de Damneus, sumo sacerdote."
[/color}

Nunca foi provado que estes textos foram falsificados ou acrescentados como uma fraude.


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por oliveira leite em Qui 14 Mar 2013, 9:19 am



Tumulo de Davi

Livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
Abraão gerou a Isaque; e Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá e a seus irmãos;
E Judá gerou, de Tamar, a Perez e a Zerá; e Perez gerou a Esrom; e Esrom gerou a Arão;
E Arão gerou a Aminadabe; e Aminadabe gerou a Naassom; e Naassom gerou a Salmom;
E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;
E Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias.
E Salomão gerou a Roboão; e Roboão gerou a Abias; e Abias gerou a Asa;
E Asa gerou a Josafá; e Josafá gerou a Jorão; e Jorão gerou a Uzias;
E Uzias gerou a Jotão; e Jotão gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias;
E Ezequias gerou a Manassés; e Manassés gerou a Amom; e Amom gerou a Josias;
E Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para babilônia.
E, depois da deportação para a babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel gerou a Zorobabel;
E Zorobabel gerou a Abiúde; e Abiúde gerou a Eliaquim; e Eliaquim gerou a Azor;
E Azor gerou a Sadoque; e Sadoque gerou a Aquim; e Aquim gerou a Eliúde;
E Eliúde gerou a Eleázar; e Eleázar gerou a Matã; e Matã gerou a Jacó;
E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.
De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para a babilônia até Cristo, catorze gerações.
Mateus 1:1-17

tumulo de Abraão



Os mortos se provam pelos tumulos, no caso de Jesus, fica ainda mais dificil, pois esta vazio
larga de ser ironico e mostra a tua cara

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 9:45 am

Lucas deve ter ganhado muito crédito dos historiadores da época porque no início de sua carta ele diz que fez uma apurada investigação dos fatos para ver quem era realmente os construtores do cristinismo e ofereceu para uma pessoa chamada teófilo.
Investigou e foi primeiro saber quem era o tal de João batista que falavam os outros evangelhos de mateus e marcos ou os supostos comentários dos cristãos na época.
João soube por pequenos detalhes sobre a sua origem e sua pregação de um batismo no desero onde tudo começou e por fim ainda soube que herodes tinham mandado decapitar a JB porque este se meteu na vida de herodes.
Depois que leram nos documentos históricos de Flávio josefo que JB realizava um batismo e que foi preso por herodes porque este se meteu na vida íntima de Herodes aí todos viram que Lucas tinha falado uma verdade.
Lucas com certeza falou a verdade e com o crédito que recebeu de todos as margens para se acreditar que JC existiu teria sido grandes.
Lucas foi pesquisar e soube que o primo de Jesus existiu e tinha um irmão chamado Tiago no qual nos documentos de flávio josefo também se fala.
Ainda querem insistir nesta conspiração que Jesus nunca existiu?
Até quando?


Se apoiar em teorias céticas que não provam nada para satisfazer um ceticismo pessoal é um desespero pelo apelo a autoridade. question
http://eriveltonoprofeta.blogspot.com.br/

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Eri o profeta dos ateu em Qui 14 Mar 2013, 9:55 am


Sabem porque Deus fez um plano e colocou Jesus de nazaré como filho de um carpinteiro?
Respondo: Para percebermos que ele foi o carpinteiro do projeto judaico/cristão.
Glória a Deus nas alturas.

Eri o profeta dos ateu
Safira
Safira

Número de Mensagens : 136
Idade : 57
flag : Brasil
Data de inscrição : 11/03/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por oliveira leite em Qui 14 Mar 2013, 10:08 am

Errado,,não havia nenhuma profecia que Jesus seria filho de um carpinteiro
José não foi seu pai biologico
e a carpintaria não teve nenhuma relevancia biblica :chapeu:

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Jumper em Qui 14 Mar 2013, 10:26 am

O novo testamento(O cristianismo) foi muito complexo para ter sido inventado. Se por causa de uma mentira, esta mentira foi passando de geração em geração, até quando uma mentira seria suportada e não fosse descoberta?
Eu não acho que foi inventada, acho que foi aumentada. Pregadores e profetas existiam vários em Jerusalem . Os elementos sobrenaturais foram acrescidos com o tempo principalmente para facilitar a "venda" da crença.

Não vejo religiões como mentiras, vejo como desejo de crer no sobrenatural. Para nós é mentira/falso que dançar faz chover, que sacrificar um animal ajuda a curar doenças mas vários povos acreditaram em coisas assim (e em coisas piores) e por muito tempo também.

De onde o inventor iria tirar um batismo no Espírito Santo,(uma realidade e um costume que todos desconheciam na época), para fazer pessoas falarem em línguas estrangeiras se ele sabia que ninguém iria falar?
Batismo: há ritos judaicos envolvendo água para purificar o corpo. Inclusive é parte da conversão ao judaísmo.
E é rito religioso, e ritos religiosos não falta em religião alguma.

Falar em línguas estrangeiras? Você quer dizer balbuciar palavras e dizer que está falando língua dos anjos?

Só esta farsa já seria o bastante para o cristianismo ser esquecido. Será que voce não observa que a criação do Batismo no ES só poderia ter sido uma idéias divina?
Nada surge do nada. Rituais de iniciação são comuns em várias crenças e isso não as torna reais.
Sua crença não se torna verdadeira apenas por ser sua crença.

De uma coisa eu te garanto: O povo de Israel não entraria nesta farsa e se foi algum engraçadinho judeu revoltado contra sua própria religião ou alguns pagãos fora da cultura judaica a coisa seria pior e a mentira iria ser vista com mais facilidade.
Sei... por isso que não existe mais Judeus hoje né? Todos viraram cristãos.
Cara, cristianismo não nasceu do jeito que é hoje... vê se entende isso, havia pouca diferença entre cristianismo e judaísmo nas primeiras décadas.

Para isto acontecer da maneira como os inventores céticos entendem os caras teriam que ter uma mentalidade extra terrestre para conseguir inventar um fantasma e encaixar nas verdades anteriores a ponto de mudar a mentalidade de muitos judeus em relação ao cristianismo.
Cara, cristianismo não surgiu do dia para a noite... foram décadas até chegar em sua versão inicial.
Você está subestimando a criatividade da época.

Hoje temos judeus cristão convertidos com a farsa que os mentirosos conseguiram realizar. Jumper meu amigo, mentiras tem pernas curtas. Caia na real, Jesus foi tão real quanto qualquer um de nós.
Se mentira tem perna curta, então porque existem outras crenças? Afinal, se a crença cristã é real então todas as outras são mentiras. Então pela sua lógica (se é que podemos chamar de lógica) só deveria existir a fé cristã.
Obviamente esse não é o caso, obviamente as pessoas não questionam "mentiras" quando tais mentiras lhes são convenientes.
Crença é crença. A maioria dos cristãos não largaria a fé caso a mesma se provasse errada e isso fecha o assunto. Pelo contrário, falaria que tais provas estão erradas/inexistem/foram forjadas.
A isso eu chamo de fé cega e isso não é de hoje.


Olha existem inúmeras teorias a respeito da origem do cristianismo, mas quando elas são sincronizadas com os documentos históricos que a história já possui elas entram em contradição. Os primeiros cristãos com certeza eram muitos diferentes dos de hoje e não há como fazer esta comparação. Eles estavam em um nível muito mais fortalecido espiritualmente que os de nossos dias.
Claro que estavam... era praticamente judaísmo com alguns elementos cristãos.

estudiosos dos evangelhos disseram: Sem fé é impossivel agradar a Deus, mas aquele que se aproxima dele creia que ele exista. O plano de Deus foi pela fé e tudo foi planejado as ocultas e revelado para os que viram e creram. Judas não creu e para ele não houve revelação. Assim é o mundo.
E depois você questiona como que mentiras podem ter durado tanto. É simples: é só criar um livro religioso que exalta a ignorância, a fé cega e pune quem pensa por si só.
Simples assim.

Voces querem ver outra forte evidencia da existência de Jesus Cristo:
A destruição de Jerusalém. Aqui não ficará pedra sobre pedra.
Tudo aconteceu conforme o lider cristão profetizou. Jerusalém foi sitiada e mais de 1 milhão e 100 mil judeus foram mortos segundo fontes históricas. Jesus ainda disse que se aqueles dias não fosse abreviados nenhuma carne se salvaria. Este acontecimento fizeram aqueles inventores serem mais acreditados.
Mesmo? A destruição de Jerusalém que aconteceu nos anos 70?
Cara, o evangelho de Marcos foi escrito após Jerusalém ter sido destruída.

Olha amigo, não existe problema não, o maior problema é o ceticismo que não fazem as pessoas enxergaram como Deus agiu no seu plano. O evangelho diz que estes ressuscitado apareceram a muitos depois de sua ressurreição, mas não se fala porquem eles foram vistos. A comunidade cristã era grande e com certeza muitos também não sabiam do ocorrido. Talvez Jesus pediu para que ninguém fizesse alarme e não divulgasse como ele sempre pediu quando realizava algum milagre. Tudo foi as escondidas dentro de um plano de padrão de fé.
Mesmo? Então centenas de pessoas se ressuscitam e isso não causa nenhum alarde?
Comunidade Cristã em Jerusalém? Na época de Jesus? A mesma que pediu para que Barrabás fosse solto no lugar de Jesus?
Sem noção o que você fala... imagina só, dezenas de pessoas ressuscitando, vários dias depois de terem morrido e ninguém fica sabendo nem a informação vaza! Cara, isso teria convertido o império romano naquele momento!
No mínimo teria uma nota de rodapé no jornal da época...

A perseguição aos cristãos é uma prova concreta que eles tiveram um líder cristão e não precisaria ele estar com seu nome em qualquer documento histórico. A perseguição aos cristãos já era uma forte evidencia que Jesus Cristo era o líder da seita.
Seitas existem aos montes, cristianismo é uma seita que vingou, se separando da religião-mãe.

Pelo seu texto e baseado na discussão até aqui:
Jesus teve pouco apelo em vida, fazendo pregações e sendo discípulo de João Batista, tendo alguns seguidores fiéis até sua morte, após Jesus morrer eles foram perseguidos em Jerusalém. Os seguidores se separam e começam a espalhar a seita, tendo pouco sucesso no início e adicionando elementos sobrenaturais com o tempo para ajudar a vender a crença, décadas depois resolvem colocar o que lembrar em papel (o que explica as contradições nas narrativas, afinal cada um se lembra de um jeito). O resto é história.

Elementos sobrenaturais são floreios para vender a história. É muito melhor dizer que seu líder morreu, ressuscitou e subiu aos céus do que simplesmente dizer que ele morreu.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Eu trago aos ateus fortes evidências que Jesus de nazaré existiu.

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 12:18 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum