.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
74 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 72 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O Cântico de Lameque

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Cântico de Lameque

Mensagem por Ed em Qua 06 Mar 2013, 7:19 am

E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar. Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete. – Gênesis 4.23-24

Caim, após a condenação por seu assassinato, fugido de DEUS, funda uma cidade com o nome de seu filho, Enoque, que quer dizer “iniciado”. Esta cidade pode representar a tentativa de Caim de fundar uma cidade sem a presença e a autoridade de DEUS sobre ela. Alia-se, em definitivo, a Satanás.

“Os descendentes de Caim desenvolveram a primeira civilização: Jabal adquiriu gado e é chamado o pai da agricultura. Jubal inventou instrumentos de música e é considerado pai das belas artes; Tubalcaim inventou ferramentas e armas, começando assim uma indústria em embrião.” – Paul Hoff, O Pentateuco.

Temos assim que Satanás proliferou, já nas primeiras civilizações, a ideia da sociedade subjugada ao Industrial, ao banidoístico e ao Financeiro, em contraste com  a sociedade Patriarcal, baseada em pequenos nichos autossustentáveis, com criadores de gado e lavouras familiares.

Lameque, então, surge como o primeiro polígamo, zombando do casamento e alardeando sua desobediência. Era, portanto, um homem de extrema perversão.

E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar. Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete. – Gênesis 4.23-24

Estes versículos representam o auge da violência e da vanglória da maldade, por parte dos descendentes de Caim. É o “cântico da espada”, uma verdadeira ode à violência. Ele está aqui zombando de DEUS, zombando do juízo de DEUS, zombando da vida humana, zombando do casamento, zombando de tudo o que é bom e exaltando a violência, pois sem motivo matou e, lavado em sangue inocente, o domínio do mal o tomou totalmente. Orgulha-se disso, Lameque!

DEUS faz este registro em Sua Eterna Palavra para nos mostrar quão terrível é o caminho dos que se afastam de Sua Bondade e Misericórdia (Salmos 1). Basta vermos como DEUS tratou o assassino Caim com brandura e como Caim se recusou lhe dar ouvidos. O fim da jornada é uma sociedade plural e violenta, mergulhada em padrões de modernidade e no desprezo pela presença e padrões de DEUS.

Foi esta geração de Caim que enfrentou o dilúvio, por ter se corrompido totalmente (Gen. 6.5), culminando o juízo de DEUS. Com o dilúvio, toda a geração de Caim desapareceu da face da Terra. Já não encontravam lugar no plano de DEUS.

E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. – Mateus 24.37

Não será esta a presente condição da humanidade que corre para o abismo? As religiões do egoísmo são encabeçadas pela “psicofagia freudiana e junguiana”, que defendem a unhas e dentes a autoestima a qualquer custo (egolatria). Seguem-lhes, bem de perto, as religiões paganizadas, travestidas de cristianismo (seitas pentecostais e neopentecostais, neo evangélicas, liberais e ecumênicos).

Extremada violência, desprezo pelo casamento, banalização da vida humana. O cântico de Lameque ecoa hoje nos telejornais, nas novelas, nos filmes, nas revistas, em toda uma sociedade que caminha a passos largos em direção ao juízo de DEUS. Orgulham-se disso os homens vis e corrompidos, mortos em delitos e pecados (Ef 2.1-3).

O pior e o mais trágico, ecoa nos púlpitos pragmáticos pós-modernos, com escusas de amor pelo mundo (ver I João 2.15-17).

Toda geração que toma para si o cântico de Lameque, vangloriando-se de suas maldades, também sofrerá juízo, pois não encontrará lugar no plano de DEUS, pois nem O aceitam, nem O honram, nem O desejam (ver Romanos 1.18-32).

O plano do diabo era o de claramente impedir o cumprimento da promessa do Redentor (Gen. 3.15), para isso buscou corromper de tal forma a humanidade a ponto de ser impossível haver uma “linhagem messiânica” para que o Verbo pudesse se fazer carne.

Com a morte de Abel e a perversão dos descendentes de Caim o diabo, aparentemente, parecia estar em vantagem e parecia que tudo em seus terríveis planos seguiam a passos largos.

Qual a situação? Toda uma sociedade que:

- Desprezava o casamento;

- Excedia em violência;

- Zombava de DEUS.

Então, a misericórdia de DEUS outra vez vai agir na humanidade. Que DEUS de bondade nós temos!

Sim, em DEUS há esperanças!

E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou. E a Sete também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então se começou a invocar o nome do SENHOR. – Gênesis 4.25-26

Apesar da maldade humana, DEUS continua agindo para cumprir Sua Promessa de providenciar um Redentor (Gen. 3.15).

Podemos abrir um parêntese, e perguntar: Poderia Adão e Eva ter tido filhos antes do pecado?

Vejamos:

1. O primeiro casamento aconteceu antes do pecado (Gen. 2. 18-25);

2. No primeiro casamento DEUS ordena que o homem se “multiplique e encha a terra” (Gen. 1.28), frutificando as bênçãos do casamento (os filhos);

3. Após o pecado, uma das consequências à mulher foi que DEUS lhe disse que: “Multiplicarei grandemente”, referindo-se às dores e ao sofrimento do parto (Gen. 3.16), o que indica que antes o parto possivelmente existia, pois o pecado trouxe este juízo sobre as mulheres. É possível que o parto fosse parte da benção de ter filhos, praticamente indolor.

Então, podemos concluir que:

1. O casamento é tão sagrado que foi criado por DEUS, que realizou a primeira cerimônia pessoalmente, antes da queda do homem;

2. O sexo matrimonial é benção e seu desvio, ou perversão, constitui extremado pecado e uma transgressão contra DEUS;

3. O fruto do casamento são os filhos, herança de DEUS, sendo que o parto era parte da benção da concepção. Não foi DEUS que desejou a dor do parto nas mulheres, mas a dor veio em consequência do pecado. Como parte do Seu Juízo, consequência da queda.

DEUS então, em sua infinita misericórdia, perpetua a linhagem messiânica, com uma tão grande resposta à perversidade humana que não deixamos de nos emocionar perante Sua Bondade.

1. DEUS responde a uma sociedade infame que o casamento tem valor imensurável diante de Seus olhos Santos;

2. Ao abençoar a sofrida família de Adão, DEUS abençoou muitas geração, pois a declaração de Eva quer dizer literalmente DEUS me deu outra “semente” (filho) apontando para a confiança do casal de que DEUS cumpriria Sua promessa (Gen 3.15);

3. Sete significa literalmente “substituto”, que aponta para a confirmação da confiança do primeiro casal de que DEUS providenciaria um “substituto” para si (Gen. 3.15), o Redentor messiânico;

4. É de incrível milagre que o primeiro casal tenha permanecido estruturado num tempo de tão extremada maldade e foi, portanto, um milagre de DEUS demonstrando assim Seu amor pela família que Ele criou.

Queridos, estas passagens não nos trazem ao coração um excelente ensino para as gerações hodiernas de uma sociedade corrupta, violenta e adúltera, onde as famílias de crentes sofrem em meio à perversão de um mundo que caminha para o abismo?

Talvez algumas das infinitas lições espirituais poderiam ser listadas assim:

1. DEUS ama o casamento e preserva as famílias;

2. DEUS criou o casamento e abençoa o lar;

3. DEUS odeia a perversão e nenhum de Seus planos poderá ser impedido;

4. Devemos confiar (como esposos, pais, mães, esposas, filhos, etc) de que DEUS cuidará de nós, em meio a uma sociedade tão corrupta, confiemos e descansemos n’Ele...(penso até no hino para o sermão: 314CC)

...E poderíamos continuar por muitas linhas, não é mesmo? DEUS nos ama tanto! Nós é que sofremos muitas por não buscarmos conhecer o Seu amor, andando por vistas. Andemos, portanto, por fé e não pelo que nós vemos. DEUS cuida de nossos lares, apesar de todos os ataques do diabo.

Em maior abrangência: DEUS cumpriu Sua promessa de enviar o Messias, o Salvador! DEUS cumprirá Sua promessa, ainda que alguns a tenham por tardia, em enviar Seu amado Filho para arrebatar-nos e reger a terra com vara de ferro no Reino Milenar.

Não desanimemos, portanto, diante do eco do Cântico de Lameque que o mundo profere, orgulhoso da desobediência. Permaneçamos firmes em obedecer a DEUS e em nos alegrarmos em Suas Promessas. Logo veremos nosso Redentor!

Amém, ora vem Senhor Jesus!

Pr Miguel Ângelo
Missionário Batista Fundamentalista e Independente

fonte

https://br.groups.yahoo.com/neo/groups/fundamentalismo_biblico/conversations/messages/7997


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3159 dias de existência com 228868 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum