.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 7:44 pm por Jarbas

»  Endurecimeto do Faraó
Hoje à(s) 5:38 pm por irmão

» DESAFIO AOS DO LIVRE ARBITRIO
Hoje à(s) 5:16 pm por Cartman

»  Arqueólogos encontram selo que comprova veracidade de histórias da Bíblia
Hoje à(s) 4:46 pm por Cartman

» A eleição torna-nos robôs?
Hoje à(s) 3:58 pm por Justo

» Livre arbítrio, auto idolatria
Hoje à(s) 3:53 pm por Justo

» Golpe é o cacete, agora é golpe no golpe!
Hoje à(s) 3:27 pm por David de Oliveira

» Consequências da Reeleição
Hoje à(s) 10:02 am por EVANGELISTA/RJ/MSN

» O homem na lua...
Ontem à(s) 11:38 pm por Khwey

Quem está conectado
54 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 52 Visitantes :: 2 Motores de busca

Jarbas, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Como Distinguir a Verdade da Falacia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como Distinguir a Verdade da Falacia

Mensagem por JRKM em Qua 16 Jan 2013, 3:38 pm

Na lógica e na retórica, uma falácia é um argumento logicamente inconsistente, sem fundamento, inválido ou falho na capacidade de provar eficazmente o que alega. Argumentos que se destinam à persuasão podem parecer convincentes para grande parte do público apesar de conterem falácias, mas não deixam de ser falsos por causa disso.

Reconhecer as falácias é por vezes difícil. Os argumentos falaciosos podem ter validade emocional, íntima, psicológica, mas não validade lógica. É importante conhecer os tipos de falácia para evitar armadilhas lógicas na própria argumentação e para analisar a argumentação alheia.

É importante observar que o simples fato de alguém cometer uma falácia não invalida toda a sua argumentação. Ninguém pode dizer: "Li um livro de Rousseau, mas ele cometeu uma falácia, então todo o seu pensamento deve estar errado". A falácia invalida imediatamente o argumento no qual ela ocorre, o que significa que só esse argumento específico será descartado da argumentação, mas pode haver outros argumentos que tenham sucesso. Por exemplo, se alguém diz:

"O fogo é quente e sei disso por dois motivos: 1. ele é vermelho; e 2. medi sua temperatura com um termômetro".

Nesse exemplo, foi de fato comprovado que o fogo é quente por meio da premissa 2. A premissa 1 deve ser descartada como falaciosa, mas a argumentação não está de todo destruída.

O básico de um argumento é que a conclusão deve decorrer das premissas. Se uma conclusão não é consequência natural das premissas, o argumento é inválido.

para mais aprofundamento clique no link http://pt.wikipedia.org/wiki/Fal%C3%A1cia

JRKM
AFASTADO!

Número de Mensagens : 1838
Idade : 36
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum