.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
53 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 51 Visitantes :: 2 Motores de busca

Khwey, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Os Brasis americanos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os Brasis americanos

Mensagem por elielsantos em Sex 30 Nov 2012, 3:28 pm

Escrito por Felipe Moura Brasil
Os matemáticos hão de concordar comigo: ou houve fraude em Ohio, Colorado, Illinois, Filadélfia e companhia, ou só brasileiro vota por lá.

Eu tento esquecer as eleições dos EUA, mas elas não me deixam, o que posso fazer? Senão eu, quem vai informar vocês dos suspeitíssimos resultados em favor de Obama, após o término da contagem em cada estado? Arnaldinho Jabor? Jorge Pontual? Globo Online?

Das 66 zonas eleitorais da Filadélfia, Obama obteve mais de 97% dos votos em 20; 99% ou mais em 6, incluindo uma vitória por 9.955 votos a 55 (!) de Mitt Romney; e, em 59 (!) seções de até mil eleitores, Romney não obteve 1 (hum!) voto sequer. Somando essas 59, Obama chegou a 19.605 votos contra 0 (zero!) do adversário republicano.
Em algumas áreas centrais de Illinois, os totais de votos foram semelhantes aos da Filadélfia. Das 50 zonas de Chicago, Obama obteve 98% ou mais em 10; sendo 99% em 6. Em Ohio, estado decisivo na eleição, o caso foi ainda mais aberrante. Em 44 distritos de Cleveland, chegou a 99,8%. Em mais de 100 seções do Condado de Cuyahoga, Obama venceu com uma contagem superior a 99%, sendo que em mais de 50 Romney recebeu no máximo 2 (dois!) votos, incluindo as 16 onde seu nome saiu com um redondíssimo 0 (zero!). E acredite: Romney venceu algumas seções em Cuyahoga. Isso mesmo: o candidato que ZEROU em muitas, VENCEU em outras, em áreas próximas.

Em 2 condados de Ohio - assim como em 10 do Colorado -, o número de votantes excedeu o da população com idade para votar, chegando milagrosamente a 104% e 109% do número de eleitores registrados. (Muitos votantes não só de Ohio, mas também de Nevada, Texas e Carolina do Norte reclamaram ainda que, quando selecionavam Romney nas máquinas de touch-screen, o "X" era marcado em Obama.) Isto sem contar outros 31 condados que passaram de incríveis 90%, sendo a média nacional pouco superior a 70%.

Não vou nem falar dos fiscais republicanos expulsos dos locais de votação na Filadélfia, da parede de uma seção pintada de Obama, das cédulas negadas aos militares da ativa, das doações estrangeiras ilegais à campanha democrata; muito menos repetir que o "presidente" só venceu onde não foram exigidos documentos com fotos e que ele mesmo, quando diretor do Project Vote da ACORN, empenhou-se em afrouxar as exigências, como se elas desestimulassem os votos em geral, e não os votos ilegais.

Nem ditadores como Saddam Hussein, Mahmoud Ahmadinejad e Hugo Chávez obtiveram 99% ou 100% dos votos nas urnas de seus países, como bem lembrou o radialista Rush Limbaugh, mas ninguém melhor do que Obama, lembro eu, o presidente que se autoriza por lei a mandar prender ou matar qualquer cidadão americano e que não é incomodado pelos jornalistas quando deixa morrer quatro no exterior, representa o progresso: o progresso definitivo das ditaduras.

Enquanto a imprensa e os próprios conservadores se limitam a atribuir a reeleição do "presidente" a fatores demográficos, estratégicos, financeiros e até tecnológicos, e o Partido Republicano vai dando mais uma de PSDB em matéria de complacência masoquista, os matemáticos hão de concordar comigo: ou houve fraude em Ohio, Colorado, Illinois, Filadélfia e companhia, ou só brasileiro vota por lá.

*****

NOTA DE RODAPÉ: As declarações de Paula Broadwell, biógrafa e amante do agora ex-diretor da CIA, David Petraeus, de que o anexo da agência no consulado em Benghazi havia sido usado como prisão secreta de dois membros de milícias líbias e que o ataque terrorista ao prédio era parte de um "esforço para resgatá-los" nem precisam ser confirmadas para que se possa tirar delas duas lições básicas, além da obviedade de que Obama tem muito mais motivos do que parece para continuar empurrando o episódio com a barriga e a lábia, mesmo após as eleições. São elas: 1) nunca conte segredos de Estado à sua amante; 2) a imprensa mundial de hoje só atenta minimamente para fatos relevantes quando eles vêm embrenhados em escândalos sexuais.

"A verdade é filha do tempo", dizia Santo Tomás de Aquino. Mas agora os tempos são outros. Para os jornalistas atuais - quando muito -, a verdade é filha do adultério.



Felipe Moura Brasil edita o Blog do Pim.


Sou somente um vendedor de frutas e verduras no Feirão do Bem ti vi, Barra do Garças - MT.

Meu blog: http://verdureiroeliel2.blogspot.com

elielsantos
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 67
Localização : Barra do Garças
flag : Brasil
Data de inscrição : 24/05/2011

http://verdureiroeliel2.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:00 pm

As eleições presidenciais roubadas

Em um dos mais próximos concursos na história dos EUA, a eleição presidencial de 2000 entre Democrática vice-presidente Al Gore eo governador republicano do Texas, George W. Bush (doravante referida como Bush Jr. para distingui-lo de seu pai, que também foi um presidente ), o resultado final dependia de como o voto foi na Flórida. Investigações independentes em que o estado revelou irregularidades graves dirigidos principalmente contra as minorias étnicas e moradores de baixa renda que geralmente votaram fortemente democrata. Alguns 36.000 eleitores recentemente registrados foram rejeitados porque seus nomes nunca tinha sido adicionado aos cadernos eleitorais pelo secretário de Estado da Flórida Kathleen Harris. Em virtude do cargo que ocupou, Harris presidiu o processo eleitoral do estado, enquanto se ser um membro ativo do comitê de campanha de Bush Jr. em todo o estado. Outros eleitores se transformaram, porque eles foram declarados - quase sempre incorretamente - ". Criminosos condenados" Em várias delegacias democratas, autoridades estaduais fecharam as urnas cedo, deixando as linhas de supostos eleitores encalhado.

Sob as ordens de Governador Jeb Bush (irmão de Bush Jr.), soldados do estado perto de locais de votação adiada pessoas por horas enquanto busca seus carros. Algumas delegacias necessárias duas identificações foto que muitos cidadãos não têm. O requisito da lei da Flórida era apenas uma identificação com foto. Passado pouco antes da eleição, a lei em si representava uma dificuldade especial para os eleitores de baixa renda e idosos que não possuem drivers licenças ou identificações outra foto. Urnas incontáveis desapareceram ou foram encontradas em lugares inexplicáveis ou nunca foram coletados a partir de certos Africano-Americano distritos. Durante a recontagem, agitadores do Partido Republicano enviado de Washington DC pela direção nacional republicano invadiram a Dale County Board Canvassing, socos e pontapés um dos funcionários, gritou e bateu na porta de seu escritório, e, geralmente, criou um clima de intimidação que causou a bordo para abandonar a sua recontagem e aceite o duvidosa pró-Bush contagem.


Última edição por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:15 pm, editado 1 vez(es)


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:01 pm

Em seguida, uma maioria de cinco a quatro conservadora na Suprema Corte dos EUA em uma decisão decidiu que seria feita uma recontagem na Flórida e seria uma violação da cláusula Décima Quarta Emenda da igual proteção porque condados diferentes têm maneiras diferentes de contar os votos. Nesse ponto Gore estava por trás por apenas algumas centenas ou menos votos na Flórida e foi ganhando terreno a cada tentativa de uma recontagem. Ao impedir um registro completo, os juízes entregou votos eleitorais da Flórida e da presidência de Bush, uma eleição roubada em que os ativistas conservadores da Suprema Corte desempenhou um papel fundamental.

Apesar de Bush Jr. perdeu voto popular do país com Gore por mais de meio milhão, ganhou o colégio eleitoral ea própria presidência. Flórida não era o único problema. Abusos e maus-tratos similares de eleitores e votos ocorreram em outras partes do país. Um estudo realizado por cientistas da computação e cientistas sociais estima que quatro a seis milhões de votos foram deixados contados na eleição de 2000.


Última edição por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:06 pm, editado 1 vez(es)


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:02 pm

A disputa presidencial entre 2004 democrata John Kerry e do atual presidente George W. Bush foi outra eleição roubada. Cerca de 105 milhões de cidadãos votaram em 2000, mas em 2004 a participação subiu para pelo menos 122 milhões. Pré-eleitorais pesquisas indicaram que entre os recordes 16,8 milhões de novos eleitores Kerry era um grande favorito, fato que passou grande parte não declarada pela imprensa. Além disso, havia cerca de dois milhões progressistas que tinham votado para Ralph Nader em 2000 que mudaram para Kerry em 2004. No entanto, os oficiais 2004 contagens mostraram Bush Jr. com 62 milhões de votos, cerca de 11,6 milhões a mais do que ele conseguiu em 2000. Enquanto isso Kerry mostrou votos apenas oito milhões a mais que Gore receberam em 2000. Ter alcançado seu registro 2004 notável, Bush precisava ter mantido toda a sua 50,4 milhões a partir de 2000, além de a maioria dos novos eleitores, além de uma grande parte dos desertores muito liberais Nader. Nada na campanha e nas pesquisas de opinião sugerem tal cruzamento de uma massa. Os números simplesmente não batem.

Em estados-chave como Ohio, os democratas alcançado imenso sucesso no registro de novos eleitores, superando os republicanos em até 00:55. Além disso, o Partido Democrata foi extraordinariamente unidos em torno de seu candidato - ou certamente contra o presidente em exercício. Em contraste, os elementos de destaque dentro do GOP exibido desafeto aberta, expressando publicamente sérias dúvidas sobre enormes déficits do governo Bush de orçamento, política externa irresponsável, tendências teocráticas e ameaças às liberdades individuais. Sessenta jornais que havia endossado Bush em 2000 recusou-se a fazê-lo em 2004; 40 deles endossou Kerry.


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:09 pm

Durante todo o dia da eleição de 2004, mostraram Kerry à frente por 53 a 47 por cento, dando-lhe uma vantagem nacional de cerca de 1,5 milhões de votos, e uma sólida vitória no colégio eleitoral. No entanto, estranhamente, a contagem oficial deu a Bush a eleição por dois milhões de votos. O que se segue são exemplos de como o Partido Republicano "vitória" foi garantida.

Em alguns lugares, um grande número de formulários de registro democratas desapareceu, junto com cédulas e cédulas provisórias. Às cédulas foram enviadas aos eleitores antes do dia da eleição, tarde demais para ser devolvidas a tempo.
Normalmente é confiável distribuíção pelo Departamento de Estado foram, por algum motivo distribuída pelo Pentágono em 2004. Quase a metade dos seis milhões de eleitores americanos que vivem no exterior - um número notável dos quais formados anti-Bush organizações - nunca receberam suas cédulas ou tenho-os demasiado tarde para votar. Militares, geralmente mais inclinados a apoiar o presidente, encontrou problemas desse tipo com seus votos no exterior. Uma pessoa familiarizada com o meu trabalho, Rick Garves, me enviou este relato de sua tentativa de lançar uma votação no exterior:

Eu preenchi os formulários para registrar para votar ausente desde que eu moro aqui na Suécia. Eles foram até mesmo feito em uma reunião para "Democratas no Exterior, em Estocolmo." Eu enviei as formas e quando eu tenho o meu pacote de volta eu olhei para ele e eles me como sendo do militar. É claro que eu não sou e nunca fui. Eu também nunca verificado quaisquer caixas nos formulários nem remotamente perto de qualquer coisa insinuando que eu era militar.


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:11 pm

Então, não houve tempo suficiente para corrigir o "erro" e eu não me incomodei mesmo para votar, porque eu sabia que eles iriam verificar e descobrir que eu não sou um militar e meu voto seria invalidada. Agora eu pergunto ainda mais se isso aconteceu por causa do Pentágono assumir a manipulação do registro dos eleitores ausentes e também, quantos mais no exterior eleitores tiveram o mesmo problema?

Dezenas de milhares de eleitores democratas foram retiradas dos rolos em vários estados por causa de "delitos" nunca cometeram, ou cometido por alguém, ou por nenhuma razão dada. Livros de registo em delegacias democratas foram freqüentemente fora de prazo ou incompletos.
Eleitor Outreach of America, uma empresa financiada pelo Comitê Nacional Republicano, coletou milhares de formas de registro de eleitores em Nevada, prometendo transformá-los em funcionários públicos, mas então sistematicamente destruídos aqueles que pertencem aos democratas.

Recintos democráticas - ramais recorde desfrutando - foram privados de um número suficiente de assembleias de voto e de máquinas de voto, e muitas das máquinas que mantinham quebrar. Depois de esperar longas horas, muitas pessoas voltaram para casa sem votar. O analista observou político e escritor, Gregory Elich, me enviou este relato de sua experiência do dia da eleição:

Lembro-me de ser surpreendido quando fui votar antes de trabalhar aqui em Ohio, em 2004. Normalmente, em época de eleição, eu posso ir para o local de votação antes do trabalho, andar e estar em uma cabine de votação em menos de dois minutos, até mesmo em uma eleição presidencial. Em 2004, quando cheguei vi uma linha longa e sinuosa de pessoas. Esperei vinte minutos, e a linha de mal se movia. Era claro que eu seria atrasado para o trabalho, se eu persistiu, então eu deixei e decidiu levar uma hora ou mais de tempo de férias no meio do dia para votar. Eu pensei que com certeza, no meio do dia de trabalho, a linha não seria ruim. A linha foi pior, e ele me levou quase duas horas para votar.


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:12 pm

Meu bairro é cerca de 65 a 70 por cento Africano-Americana. No dia seguinte, em conversa com um Africano-Americano colega de trabalho, ela me disse que ela esperou na fila por quatro horas. E ouvi histórias de pessoas que esperam mais tarde, enquanto 7 horas. Eu também parou na estação de correios, ea votação foi um tema de conversa para aqueles de nós na linha de correios. O homem à frente de mim, que morava em um bairro bem-fazer, disse que ficou surpreso ao ouvir as histórias, porque só levou dois minutos para votar. Apenas histórias anedóticas, mas não havia mais tantos, que há certamente parecia ser um padrão em relação a bairros ricos versus trabalho.

Pro-Bush recinto quase sempre tinha o suficiente máquinas de votação, todos trabalhando bem para fazer votação rápida e conveniente. Um padrão semelhante foi observado com populações estudantis em vários estados: estudantes em faculdades cristãs conservadoras tiveram pouca ou nenhuma espera nas urnas, enquanto os alunos de faculdades de artes liberais foram forçados a alinhar por até 10 horas, fazendo com que muitos desistam.

Em Lucas County, Ohio, nunca um local de votação aberta, as máquinas de votação foram trancados em um escritório e, aparentemente, ninguém conseguiu encontrar a chave. No Condado de Hamilton muitos eleitores ausentes não poderia lançar uma votação democrática para presidente porque o nome de John Kerry foi "acidentalmente" removido quando Ralph Nader foi retirado da cédula.

A assembleia de voto em uma igreja evangélica conservadora em Miami County, Ohio, gravou um impossivelmente alto comparecimento às urnas de 98 por cento, enquanto que um local de votação na República Democrática do centro da cidade de Cleveland registrou um comparecimento incrivelmente baixo de 7 por cento.

Latinos, nativos americanos, e os eleitores americanos Africano no Novo México que favoreceram Kerry por 2-1 eram cinco vezes mais propensos a ter seus votos nulos e descartado em distritos supervisionados por autoridades eleitorais republicanos. Muitos foram prontamente dada cédulas provisórias que, posteriormente, nunca foram contados. Nessas mesmas áreas democratas Bush "ganhou" um surpreendente 68-31 vitória de virada por cento. Um juiz republicano no Novo México descartado centenas de votos provisórios emitidos a favor de Kerry, aceitando apenas aqueles que foram para Bush.


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:13 pm

Quadros de ativistas de direita, muitos deles fundamentalistas religiosos, foram financiados pelo Partido Republicano. Implantado para os principais recintos democratas, eles distribuíram panfletos alertando que os eleitores que tinham bilhetes de estacionamento não pagos, um registro de prisão, ou apoio à criança devido seria preso nas urnas - tudo falso. Eles foram de porta em porta oferecendo para "entregar" cédulas para o escritório próprio, e anunciando que os republicanos foram para votar na terça-feira (dia da eleição) e dos Democratas na quarta-feira.

Os observadores eleitorais democráticos em Ohio, Arizona, e outros estados, que tentaram acompanhar a contagem de votos da eleição noite, foram ameaçados e fechou por esquadrões de valentões do GOP. No Condado de Warren, Ohio, imediatamente após o fechamento das urnas oficiais republicanos anunciou um "ataque terrorista" de alerta, e ordenou a imprensa para sair. Eles, então, mudou-se todas as cédulas para um armazém onde a contagem foi realizada em segredo, produzindo um registro espantosamente alto para Bush, cerca de 14.000 votos a mais que ele tinha recebido em 2000. Não foram os terroristas que atacaram Warren County.

Bush Jr. também fez muito bem com as populações fantasmas. O número de votos em seus Perry e municípios Cuyahoga, em Ohio, excedeu o número de eleitores registrados, criando taxas de afluência tão elevada como 124 por cento. Em Miami County quase 19.000 votos adicionais misteriosamente apareceu na coluna de Bush depois de todos os recintos havia relatado. Em uma delegacia conservador pequeno subúrbio de Columbus, onde apenas 638 pessoas foram registradas, as máquinas touchscreen computados 4.258 votos para Bush.

Em quase metade dos municípios do Novo México, mais votos foram informadas que foram registrados como sendo elenco, e as contagens foram consistentemente em favor de Bush. Estes resultados fantasmas foram demitidos pelo secretário republicano do Novo México de Estado como um "lapso administrativo".

E as pesquisas mostraram Xit Kerry solidamente à frente de Bush Jr., tanto o voto popular e do colégio eleitoral. Sondagens são uma medida excepcionalmente precisa de eleições. Nas últimas três eleições na Alemanha, por exemplo, sondagens nunca foram fora por mais de três


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:13 pm

décimos de um por cento. Ao contrário de pesquisas de opinião comuns, a amostra de saída é retirada de pessoas que acabaram de votar. Que exclui aqueles que dizem que vão votar, mas nunca chegam às urnas, aqueles que não podem ser provados, porque eles não têm telefone ou de outra forma não pode ser alcançado em casa, aqueles que estão indecisos ou que mudar as suas mentes sobre quem apoiar, e aqueles que são afastados das urnas, por uma razão ou outra. Sondagens têm vindo a ser considerado tão confiável que as organizações internacionais usá-los para validar os resultados eleitorais em países ao redor do mundo.

Os republicanos argumentaram que, em 2004, as pesquisas estavam erradas porque foram feitas somente na parte da manhã, quando os eleitores de Kerry saiu em maior número. (Aparentemente, os eleitores de Bush são dorminhocos tarde.) De fato, a pesquisa foi feita em intervalos aleatórios durante todo o dia, e à noite os resultados foram tão favorecendo Kerry como a amostragem anterior. Argumentou-se também que os pesquisadores de saída se concentrou mais em mulheres (que favoreceu Kerry) do que os homens, ou talvez um grande número de taciturno republicanos estavam menos inclinados do que falante democratas para falar com os pesquisadores. Nenhuma evidência foi apresentada para justificar essas especulações fantasiosas.

Mais revelador, as discrepâncias entre sondagens e contas oficiais nunca foram aleatórias, mas trabalhou para a vantagem de Bush em 10 de 11 estados decisivos, que foram muito próximos de chamar, às vezes em até 9,5 por cento em New Hampshire, um inédito de margem de erro para uma pesquisa de saída. Em Nevada, Ohio, Novo México, e sondagens de Iowa registradas vitórias sólidas para Kerry, mas o registro oficial em cada caso foi para Bush, um resultado mistificadora.



"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Mary em Sex 30 Nov 2012, 8:14 pm

Nos estados que não foram muito disputado as pesquisas se mostrou bastante preciso. Assim sondagens em Utah previu uma vitória de Bush de 70,8-26,4 por cento, o resultado real foi 71,1-26,4 por cento. No Missouri, onde as pesquisas previam uma vitória de Bush de 54 a 46 por cento, o resultado final foi de 53 a 46 por cento.

Uma explicação para as estranhas anomalias em contagens voto foi encontrado na utilização generalizada de máquinas touchscreen de votação electrónica. Estas máquinas produziu resultados que favoreceram consistentemente Bush sobre Kerry, muitas vezes em contradição assustadoramente consistente para sair urnas.

Em 2003, mais de 900 profissionais de informática tinha assinado uma petição pedindo que todos os sistemas touchscreen incluir uma trilha de auditoria verificáveis. Máquinas de voto touchscreen pode ser facilmente programado para ir mortos no dia da eleição ou jogar votos para o candidato errado ou fazer desaparecer votos, deixando a impressão de que tudo está funcionando bem. Um pequeno número de agentes pode facilmente acessar a rede de computador inteiro através de uma máquina e, assim, mudar votos na vontade. As máquinas touchscreen usar o código de segredo comercial, e são testados, revisados e certificados em completo sigilo. Contagens verificadas são impossíveis porque as máquinas não deixam rastro de papel de confiança.

Desde a introdução do touchscreen de votação, os resultados das eleições parlamentares anômalos têm vindo a aumentar. Em 2000 e 2002, do Senado e da Câmara concursos e estaduais raças legislativas na Carolina do Norte, Nebraska, Alabama, Minnesota, Colorado, e em outros lugares produzidos viradas dramáticas e enigmático, sempre à custa de democratas, que foram substancialmente à frente nas pesquisas. Todos os eleitores da Geórgia usaram máquinas Diebold touchscreen em 2002, e governador em exercício da Geórgia Democrática e compete senador democrata, que foram bem à frente nas pesquisas pouco antes da eleição, perdido em incríveis turnos de dois dígitos de voto.

Em alguns condados no Texas, Virgínia e Ohio, os eleitores que pressionaram o nome do democrata concluiu que o candidato do Partido Republicano foi escolhido. Isso nunca aconteceu o contrário. Ninguém relatou escolher um republicano e acabar com o democrata. Em Cormal County, Texas, três candidatos do Partido Republicano venceu o concurso touchscreen por exatamente 18.181 votos cada, uma quase impossibilidade estatística.

Este pode ser o dado mais revelador de tudo: No Novo México, em 2004, Kerry perdeu todos os recintos equipados com máquinas touchscreen, independentemente dos níveis de renda, etnia, e os padrões de voto anteriores. A única coisa que consistente com o seu derrota nesses recintos foi a presença da máquina em si touchscreen. Na Flórida Bush, registrado inexplicavelmente saltos pontiagudos em seu voto (em comparação a 2000) nos municípios que utilizavam máquinas touchscreen, incluindo municípios que tinham mostrado aumentos recordes no recenseamento eleitoral democrata. 5

Em suma, apesar de um arsenal de truques sujos que impediam as pessoas de votar, aqueles que o fizeram chegar ao votar ainda foi decisiva para Kerry - mas teve seus votos subvertida por um sistema viciado.

Empresas como a Diebold, Sequoia, e de mercado ES & S que as máquinas touchscreen são propriedade de apoiantes militantes do partido republicano. Essas empresas se recusaram a permitir que as autoridades eleitorais para avaliar o software da máquina votação secreta. Aparentemente segredos corporativos são mais importantes do que os direitos de voto. Com efeito, as empresas têm privatizado o sistema eleitoral, tornando-se vulnerável a resultados fixos.

Em 2006 eleições intercalares do Congresso, os democratas venceram novamente a Casa com uma maioria de 30 lugares e no Senado por um assento. Isso pode levar-nos a concluir que as eleições honestas ganhou o dia. Para ter certeza, os EUA sistema eleitoral é uma colcha de retalhos de 50 sistemas estaduais diferentes, todos com adicionais condado-nível variações. Portanto, deve ter sido conduzido honestamente processos eleitorais em muitas partes do país.

Ainda assim, o que tem que ser explicado é por isso que a vitória democrata foi tão relativamente magro. Dado o cruzamento massivo relatado nas pesquisas, por que não foi um deslizamento de terra de maior magnitude? De 15 a 30 por cento dos eleitores republicanos de outrora supostamente ou comutados ou ficado em casa. Ganhos mais democratas em 2006 foram em geral republicanos, brancos, de periferia, bairros de classe média. Enquanto isso tradicionais redutos democratas realizou bastante firme. Parece que os republicanos perderam porque enquanto eles se concentraram em tentar suprimir e minar a base democrata, eles perderam uma grande parte dos seus próprios seguidores.

Em vários estados, os residentes em áreas democratas foram confrontados por listas de registro expurgados, ameaças falsamente base de prisão, e exigente requisitos de identificação do eleitor. Irregularidades foram tão ultrajante na Virgínia que o FBI foi chamado dentro De acordo com as pesquisas, o Senado republicano George Allen deveria ter perdido Virgínia por uma margem substancial em vez de alguns milhares de votos. Irregularidades tela de toque e táticas desânimo do eleitor ajudou fechar a lacuna, mas não o suficiente. No distrito da Flórida 13, o candidato democrata Christine Jennings perdeu por algumas centenas de votos, após 18.000 votos foram perdidos por máquinas touchscreen que não deixou rastro de papel para corrigir a situação.

Democratas perderam outra cadeira na Flórida, e pelo menos dois em Ohio, relatórios Harvey Wasserman, que deveria ter ganho de acordo com as pesquisas. Os democratas deveriam ter vencido a Casa por 50 ou mais lugares e no Senado por uma margem maior, Wasserman sugeriu em uma entrevista de rádio (Pacifica, maio de 2007).

Máquinas foram descritas como "defeituosas", ou com "falhas". Este não é geralmente o caso. Se fosse simplesmente uma questão de mau funcionamento, os erros que ocorrem de forma aleatória, em vez de sempre favorecendo o GOP. O que estamos a lidar com não são máquinas com defeito, mas máquinas fixas.

Os Estados Unidos são o único país (em comparação com a Europa Ocidental), que torna difícil para as pessoas a votar. Historicamente, os obstáculos foram direcionados para os eleitores de baixa renda e minorias étnicas. Em 2006, vários estados desclassificado eleitores se suas informações de registro não combinam perfeitamente com algum outro registro, como uma carteira de motorista. Devido a isso, pelo menos, 17 por cento dos cidadãos elegíveis em maior condado do Arizona foram o registro negado. Em alguns estados as pessoas que realizam de eleitor dirige acusação criminal por risco erros inofensivos, incluindo erros na coleta de formas. Na Flórida cerca de 50.000 eleitores foram purgados em 2004 (além de muitos purgado em 2000), muitos deles Africano-Americano, que ainda não puderam votar em 2006. Em vários estados e municípios a guerra subterrânea contra a democracia eleitoral continua.

http://www.michaelparenti.org/stolenelections.html

leiam também :Será que JFK roubou a eleição de 1960?

http://stonezone.com/article.php?id=391


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 03/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os Brasis americanos

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 1:55 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum