.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
21 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 21 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Autoriza o Salmo 150 Tambores, Prcussão, Rock, Palmas, Danças que agrade à Carne e ao Mundo na Igreja?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Autoriza o Salmo 150 Tambores, Prcussão, Rock, Palmas, Danças que agrade à Carne e ao Mundo na Igreja?

Mensagem por Ed em Sex 23 Nov 2012, 5:37 pm

Um irmão escreveu uma carta um pouco insolente e agressiva, sobre o assunto.

O que houve com o salmo 150 da Bíblia de vocês? Acaso não é exatamente este abaixo? Proveniente da mesma ACF, e do mesmo Textus Receptus? E por que vocês se digladiam tanto uns contra os outros, filtrando o mosquito e engolindo um camelo, tão grande como a CONTENDA, e a SEMEADURA DA DISCÓRDIA entre irmãos (Provérbios 6:19) por um motivo tão fútil? É certo que devemos fugir da carnalidade dos ritmos sensuais, mas ...
[Hélio omitiu o restante, era meio agressivo, inflamatório, ...]


Eis minha resposta, curta (é indispensável ser complementada pelas leituras recomendadas):

Caro irmão:

1) O tom de seu e-mail está de lançar fogo, por isso é melhor eu não enviar a todo o grupo, na certa resultaria em pessoas ofendidas pelas palavras, talvez até virasse uma guerra ...

2) Quanto ao Salmo 150:
a) Em primeiro lugar, o verso 1 dá o contexto geral, que é o CÉU. Como lá não há ar para propagar o som, surge um grave problema para a posição de que os instrumentos são tais quais como os conhecemos, e o som é tal e qual o conhecemos, ondas propagando-se pela vibração das moléculas do ar. Não quero forçar ninguém a ter exatamente a posição que cito logo a seguir, mas espero que todos entendam que, por causa deste problema, a interpretação de um modo ou outro, deste salmo, não é base segura, se tomada isoladamente, para tal posição: outras provas mais explicitas e irrecusáveis são indispensáveis. Bem, todo mundo que eu conheço E que notou esse contexto e o problema físico com a propagação de ondas sonoras, tem a posição de que o resto do Salmo tem que ser figurativo- poético, referindo-se poeticamente a componentes do ser humano em corpo-alma-espírito. Cito artigo de The Metropolitan Tabernacle, em http://solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/MetaisCordasPercussaoNaIgreja-MetropolitanTabernacle.htm :

"Que tal Salmo 150? Ele convoca o povo de Deus para louvá-Lo com tamborins, dança e órgãos, ao lado dos instrumentos permitidos para o Templo. (O órgão, como já temos dito, era um instrumento de sopro com sete a dez flautas.) O salmo assim começa - ‘Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder.’

O 'santuário' aqui mencionado é descrito como 'o firmamento do seu poder' ou 'poderosa expansão' ou 'poderosos céus'. Não é o Templo terrestre, mas sim o templo do inteiro universo, até mesmo a expansão infinita além do universo, onde anjos voam ao comando de Deus, e a terra é um pequenino grão de poeira [Nota da Tradutora, Valdenira: Alguns expositores dizem que isto fala tanto do santuário terrestre como do mais amplo firmamento. Neste caso, este é outro salmo que cobre todo o espectro da vida – da adoração no Templo, à vida cívica, à vida social]. Como louvaríamos tal Deus?

O sexto verso do salmo nos diz que instrumentos não podem eles próprios ser um canal de louvor. Somente coisas que têm fôlego podem adorar. Somente almas viventes podem louvar ao Senhor. À luz disto, o salmo somente faz sentido quando entendido como um salmo ricamente figurativo, usando os tons característicos dos vários instrumentos para descrever as diferentes emoções da verdadeira adoração.

O puritano David Dickerson expressa isto em seu sumamente aplaudido comentário sobre os Salmos. Ele observa que 'a pluralidade e variedade destes instrumentos era adequada para representar os vários sentimentos do homem espiritual ... e para ensinar que o que deveria mover e inflamar a todos deveria ser as afeições e poderes de nossa alma para a adoração a Deus. Que melodia cada um [ser humano] deveria fazer dentro de si mesmo! ..., para mostrar a excelência do louvor de Deus, a qual nenhum instrumento, nenhuma expressão do corpo, poderia adequadamente expressar, seja com trombeta, saltério, etc.'


b) Em segundo lugar, eu sempre, nos meus tempos de estudante, tive que participar do desfile de 7 de Setembro, e eu tocava surdo (um tambor de uns 40 cm de diâmetro e 60 cm de altura) na banda do colégio, e eu ainda faria o mesmo, pois eram hinos patrióticos, e um crente pode tocar hinos desse tipo com tambor e cornetas, pelas ruas, eles não expressam sexualidade nenhuma nisso, não há neles pecado nenhum. Ocorreu o mesmo com meus filhos, sob minha aprovação como pai crente, todos eles desfilaram em bandas escolares. Minha esposa está na faixa dos 60 anos e toca instrumentos desde os 7 ou 8 anos de idade. Ela toca na igreja desde nossa conversão, em 1976. Tocou violão acústico dedilhado, hoje toca teclado Yamaha dedilhado. Meu filho Mauro (já na glória do Senhor) foi o melhor violonista clássico que eu conheci, e tocou na igreja, também tendo tocado o mesmo teclado Yamaha. Minha filha Sandra tocou violino e hoje toca violão acústico dedilhado ao ensinar na Escola Dominical. Minha filha Raquel tocou clarineta numa orquestra do Colégio. Vários dos meus netos (6 a 17 anos) tocam instrumentos musicais, inclusive na igreja. Servi o exército e marchei todos os dias ao som da banda, nela não toquei um tambor chamado surdo ou caixa por falta de oportunidade, em tudo isso não há pecado nenhum. O problema é que, mesmo no Velho Testamento, somente dois instrumentos (se me lembro bem, a harpa e a lira) eram usados DENTRO do Templo, mesmo assim silenciavam nos momentos mais solenes. Os tambores e cornetas eram usados para chamar o povo, mas não eram usados dentro do Templo, nem mesmo podiam tocar do lado de fora na hora do culto propriamente dito. Outros instrumentos podiam ser eram usados, mas somente nos desfiles cívicos (em Israel, uma teocracia sem igual nem similar, todo festival cívico também era religioso e também louvava a Deus, mas eram desfiles patrióticos, nacionais, militares, não eram cultos diretos e solenes dentro de um templo ou sinagoga ou igreja). Repitamos: mesmo no Velho Testamento, instrumentos diversos podiam ser usados FORA do Templo e FORA do momento do culto em si, mas somente harpa e lira eram usados dentro do Templo, na adoração direta a Deus, nos momentos de culto formal. Ler http://solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/MetaisCordasPercussaoNaIgreja-MetropolitanTabernacle.htm

c) Em terceiro lugar, SE devêssemos imitar todo o Velho Testamento (e não devemos imitar tudo dele), então que usássemos tambores e cornetonas nas músicas alegres mas não sexuais das torcidas de jogos esportivos de nossos acampamentos, e nos desfiles militares, e nas brincadeiras infantis, tudo isso sem sexualidade. Mas, do mesmo modo que posso correr 1 hora de bermudas e camiseta regatas e descalço, debaixo do calor do sol do verão paraibano e sobre a areia da praia, mas assim trajado não devo ir para uma audiência com o governador, nem dar minhas aulas na universidade, muito menos ir aos cultos na igreja, do mesmo modo eu posso tocar cornetona e bombão, bater palmas e pular de alegria e gritar nos desfiles militares e nas torcidas de esporte sadio, mas não, nunca, nos cultos diretos a Deus, na Sua igreja.

d) Em quarto lugar, para nós, da dispensação das igrejas locais, o Novo Testamento é infinitamente superior ao Velho Testamento, é o Novo Testamento (particularmente de Romanos a Filipenses, escritos diretamente para igrejas e pastores e crentes da dispensação das igrejas locais) que deve nos reger. O que não está claramente ordenado ou permitido no Novo Testamento (particularmente na parte mais específica para as igrejas, Romanos a Filemon), ou, pelo menos, não está em muitos exemplos elogiados por Deus no Novo Testamento, então não deve ser adotado por nós.

e) Em quinto lugar, sobre o uso da palavra "dança" no Salmo 150, ela já foi historicamente traduzida de um modo diferente, é plenamente possível uma tradução como a abaixo, da Biblia LTT (Literal do Texto Tradicional), em http://br.geocities.com/LTTAnotada/ (lembre que eu brigo pela infalibilidade de cada tracinho de cada letra do Texto Massorético hebraico e do Textus Receptus grego, defendo as traduções baseadas exclusivamente sobre eles e feitas com total fidelidade e competência e usando o método de equivalência formal, uma palavra por uma palavra do dicionário à luz do contexto, sem liberdades de modificá-las por frouxíssima equivalência dinâmica ou vergonhosa paráfrase. Mas eu não defendo que nenhuma tradução não possa ser um pouco melhorada em raras palavras de raros versos, adotando-se um sinônimo mais preciso, até mesmo porque isto faz-se necessário na comparação de tais Bíblias em diferentes séculos e línguas):

Salmo 150
1 Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no Seu santuário; louvai-O no firmamento do Seu poder.
2 Louvai-O pelos Seus atos poderosos; louvai-O conforme a excelência da Sua grandeza.
3 Louvai-O com o som de trombeta; louvai-O com o saltério e a harpa.
4 Louvai-O com o tamborim e a flauta volteante {*}, louvai-O com instrumentos de cordas e com órgãos.


{* "04234 mâchôwl" pode ser traduzido como "alegre girar numa roda", ou como "flauta volteante", ou como "coral que responde em eco"; a 2a. tradução é melhor e preferida pela Almeida Revista e Corrigida, por casar com o fato de estarmos no meio de uma lista de 9 instrumentos musicais! De qualquer modo, note que o contexto, continuando Sal 149, parece ser o de um desfile militar-cívico de Israel, numa ocasião sem similar, a vitória de Armagedom; ou o contexto é o céu, o "firmamento do seu poder", onde não há som no sentido físico usual, portanto não há instrumento musical no sentido usual, portanto a linguagem é figurada. O que é certo é que o contexto não é aquele de adoração direta a Deus, no Templo, muito menos em uma igreja, no N.T.}

5 Louvai-O com os címbalos sonoros; louvai-O com címbalos altissonantes.
6 Tudo quanto tem fôlego louve ao SENHOR. Louvai ao SENHOR.


Veja também:
http://www.solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/AMusicaSantaNaIgreja-Helio.htm
http://www.solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/BrassStringsPercussionInChurchWorship-Cloud.htm
http://www.solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/ComoConhecerTipoCertoMusica-AIves.htm
http://www.solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/MetaisCordasPercussaoNaIgreja-MetropolitanTabernacle.htm
http://www.solascriptura-tt.org/LiturgiaMusicaLouvorCulto/NaoPalmasRitmosInstrumentosDancantesCarismaticos-Helio99.htm


::


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3163 dias de existência com 228923 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11002
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum