.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
43 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 42 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Teoria da evolução

Página 13 de 17 Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14, 15, 16, 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Khwey em Sab 10 Jan 2015, 9:24 pm

Lit San Ares escreveu:Eu te chamei de leão-da-montanha antes. Seja mais imaginativo.
Eu respondi as suas perguntas.

Mas, você...



japinha

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Burke em Sab 10 Jan 2015, 9:59 pm



Rapazes , (desculpem a condescendência, é apenas um desanuviamento tira-faiscas), um dos dois (ou ambos) estão a usar a FALÁCIA DE APELO À AUTORIDADE , se alguém tem ou não o livro é irrelevante, se tem em ebook, ou em impresso, sabemos (todos) que UMA sentença lógica pode refutar um imenso compêndio, , ou uma única linha de um livro pode ser irrebatível, pouco importa então se alguém tem ou não um livro, desde que o debate seja basilado em lógica bem arrematada.
(porém SIM é relevante alguém mentir, e desnecessário).


Sobre o tema, talvez eu ingresse no debate, no qual tenho conhecimento razoável, então pergunto se o Evolucionimo que o Lit está a defender é o Darwinismo, ou o Neo-Darwinismo que ULTRAPASSA Darwin para incluir a GÊNESE DA CRIAÇÃO pela evolução ao acaso, cousa que muitos ateus não sabem, mas não era a proposta de Darwin, não tão longe.

Também pergunto se vocês já passaram pela AQUIESCÊNCIA de que não há problema algum em cristãos admitirem que Deus permitiu a MICRO-ESPECIAÇÃO (sub-especiação), mas isot não siginifica admitir que a evolução se processe EM LIMITAÇÕES , capaz de transceder nichos biológicos os mais distantes.







Burke
Banido

Número de Mensagens : 264
flag : BrUSA
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Burke em Sab 10 Jan 2015, 10:10 pm



LIT SAN ANDREAS , presumo que és ateu o agnóstico , ou equivoco-me ?
porque justo Dawkins, que ATE´para muitos no ateismo é criticado por ser mais IDEOLÓGICO do que propriamente um argumentador de ciência ? Haveriam melhores referências.

A questão de evolucionismo é que, simplesmente, toda a estrutura do Darwinismo -evolucionismo é baseado no ACHO, em brincadeiras de LIGAR PONTINHOS , de ACHAR morfologias parecidas, até ai um dia ACHARAM que a terra era chata porque se adequava aos olhos SENTIDOS humanos, nem por isto era facto. Acharam que a física tinha que ser Newtoniana, mas hoje se aceita que deve ser Relativista (o que fere nossos sentidos).

ALEGO - o Evolucionismo é fácil de refutar!
E já declino como - É IMPOSSÍVEL que se dê UTILITARISMO significativo para PRESERVAÇÃO de um specimem, a CADA PASSO de uma suposta 'mutação evolutiva'. O que os cientistas na ANSIA DE EXPURGAR DEUS da ciência fazem, é pegar o PRODUTO FINAL e dizer 'ai tem utilidade estas asas, este bico, isto e aquilo', mas NUNCA explicam TODOS os passos evolutivos e sua UTILIDADE para preservar a espécie.

E sem UTILIDADE , simplesmente a mutação aleatória TEM QUE SER EXPURGADA da espécie, segundo os corolários evolutivos, de que o que é inútil não evolui, no máximo se desordena ou se torna uma desvantagem para a sobrevivência.




Burke
Banido

Número de Mensagens : 264
flag : BrUSA
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Burke em Sab 10 Jan 2015, 10:18 pm

EXEMPLO :

A  facilidade com que se refuta o NEO-DARWINISMO - QUAL o benefício para 'preservação da espécie' no aparecimento das primeiras células FOTOSENSÍVEIS, se não havia então UM COMPLEXO SISTEMA RECEPTOR para tanto transportar os sinais até o cérebro, quanto interpretá-los ?

Nota- este sistema complexo de 'transporte e interpretação', demandaria MILHÕES de anos para ser formado, não se tratando de meras células mutadas ao acaso, uma uma RESPOSTA biológica complexa para interpertar e usar a fotosensibilidade.

Ora, sem este sistema mui COMPLEXO de interpetação 'visual', células fotosensíveis seriam um PESO morto, no máximo uma inocuidade que NÃO TINHA porque GATILHAR todo um sistema complexo para uso daquela 'luz captada'.  

Pior, para que as células fotosensíveis 'sobevivessem' e passassem às gerações posteriores, seria necessário Humor aquoso e meios de morfológicos de mantê-las (as INÚTEIS, sem ainda função na qualidade de vida).

Então como as primeiras células fotosensíveis seriam COMPLETAS INÚTEIS, TODA a teoria da SELEÇÃO NATURAL com PODERES ILIMITADOS cai por terra, pois a seleção se dá em função de características que BENEFICIAM A SOBREVIVÊNCIA, mas não há MELHOR sobrevivência em quase NENHUMA mutação em estágio inicial.

Burke
Banido

Número de Mensagens : 264
flag : BrUSA
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Khwey em Sab 10 Jan 2015, 11:40 pm

Burke escreveu:
se alguém tem ou não o livro é irrelevante
Concordo.


Ora, o ateu vem aqui tirar uma onda com a cara do crente, vem querer falar sobre o conteúdo bíblico e nem por isto cobramos dele que tenha lido todo o livro.

Então, está muito claro que ele está usando este argumento para não continuar o debate.



Burke escreveu:Sobre o tema, talvez eu ingresse no debate, no qual tenho conhecimento razoável, então pergunto se o Evolucionimo que o Lit está a defender é o Darwinismo, ou o Neo-Darwinismo
Por motivo óbvio ele passou a defender uma ideia particular que ele tem sobre a teoria da evolução, criticando então todas as fontes de pesquisa apresentadas e até o próprio livro que ele mesmo indicou. Tudo isto para evitar de ter que concordar comigo quando eu apresento o que a teoria da evolução ensina.

Melhor seria se lesse o tópico, mesmo que no modo dinâmico, para se inteirar melhor do que se passa por aqui.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Burke em Dom 11 Jan 2015, 10:27 am

Khwey escreveu:
Burke escreveu:
se alguém tem ou não o livro é irrelevante
Concordo.

Ora, o ateu vem aqui tirar uma onda com a cara do crente, vem querer falar sobre o conteúdo bíblico e nem por isto cobramos dele que tenha lido todo o livro.

Então, está muito claro que ele está usando este argumento para não continuar o debate.


Burke escreveu:Sobre o tema, talvez eu ingresse no debate, no qual tenho conhecimento razoável, então pergunto se o Evolucionimo que o Lit está a defender é o Darwinismo, ou o Neo-Darwinismo
Por motivo óbvio ele passou a defender uma ideia particular que ele tem sobre a teoria da evolução, criticando então todas as fontes de pesquisa apresentadas e até o próprio livro que ele mesmo indicou. Tudo isto para evitar de ter que concordar comigo quando eu apresento o que a teoria da evolução ensina.

Melhor seria se lesse o tópico, mesmo que no modo dinâmico, para se inteirar melhor do que se passa por aqui.


só tem o problema de tua FAMA 'e pregresso', em melar e tergiversar em  debates, senão ficaria mais fácil crer que o problema é só da 'banda de lá'. Justamente por que desconfio do ateismo-militante, MAS também de tua 'estratégia de debates', o mais fácil é resumirem o que cada um defende, e ai começarem dai, este papo de quem citou qual livro, não vai desembaraçar o tópico.

Quanto a 'ler de forma dinâmica', se dois ou mais já estão sem objetividade há 11 páginas, e  ainda discutindo quem leu o que,  o melhor a fazer é resumir o posicionamento de cada lado, e ai continuar segundo a ciência e a lógica.

Burke
Banido

Número de Mensagens : 264
flag : BrUSA
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Khwey em Dom 11 Jan 2015, 4:29 pm

O melhor a fazer é ler mesmo, para não pegar o bonde andando, e então poder contribuir com alguma coisa que preste e relacionada com assunto que está sendo discutido.

Isto porque as coisas que colocou não tem nada a ver com a questão.


Enquanto tentam colocar algo de que se tire algum proveito, continuamos a tirar uma onda com a cara do ateu:

Lit San Ares escreveu:

Agora ele vai apresentar o "inteligente" argumento de que eu quis dizer que um peixe transforma-se em mamífero, em poucos minutos.
Discursando para terceiros novamente? Sinal de insegurança de alguém que procura apoio. Na verdade o que você quer dizer fica dentro da sua mente. O que você escreve é o que conta e, caracoles... vá escrever mal assim no quinto dos infernos.
Você precisa voltar para a escola. Ensino fundamental. Não estou fazendo uma piada.

Ele vai dizer: _Tire o peixe da água e veja o que acontece!
Absurdo. Jamais faria uma provocação tão descuidada quanto essa. Tal tolice poderia sair de um defensor do engodo conhecido como Criacionismo Científico. Não de mim.
É mesmo???
Então tal tolice não sairia de um ateu???  angel

Reveja...

Lit San Ares escreveu: Muito bem... pegue três cães, mergulhe-os 400 metros dentro do ambiente marinho e observe o que acontecerá.
O que acontecerá, Khwey?
Não era sobre esse tipo de coisa que você estava se referindo?

E tolice "ao inverso" pode???

hihihi

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Burke em Dom 11 Jan 2015, 11:07 pm

Khwey escreveu:O melhor a fazer é ler mesmo, para não pegar o bonde andando, e então poder contribuir com alguma coisa que preste e relacionada com assunto que está sendo discutido.

Isto porque as coisas que colocou não tem nada a ver com a questão.



Não tenho culpa de que és parco em conhecimento relacionado ao título do tópico, já que o que postei é EXATAMENTE o argumento IRREBATÍVEL sobre o título, não tenho culpa se você já está sendo pressionado pelo Lit, e ainda não consegue SEQUER nível para entender os BASILARES que postei.... , sabes com sempre é, posto para pessoas que tenham nível para me acompanhar...em bíblia, em conhecimentos gerais.


Burke
Banido

Número de Mensagens : 264
flag : BrUSA
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Khwey em Dom 18 Jan 2015, 10:19 pm

Khwey escreveu:
Lit San Ares escreveu:
A TE ensina que peixes mudaram para mamíferos?
Diga-me o nome de um transicional (em biologia) que indique a evolução de um peixe para um mamífero.
Ora vejam só!!!

Ele quer saber se a teoria da evolução ensina que peixes mudaram para mamíferos!!!

E ele ainda quer que eu diga o nome de um transicional.
E eu por acaso creio nisto???
Mas eu vou procurar para ver se já adotaram algum desenho, e aí eu te mostro.  :risadinha:
Como eu fiquei devendo isto...
Eu já encontrei o suposto transicional.



http://hypescience.com/humanos-evoluiram-de-uma-especie-de-tubarao-pre-historico/

E como eu disse, é apenas um desenho, como sempre.

Mas já está dando o que falar em um site criacionista...


"Esqueça o macaco; evoluímos do tubarão! "
http://www.criacionismo.com.br/2012/06/esqueca-o-macaco-evoluimos-do-tubarao.html

japinha

E também já apareceu quem contesta, mas o ancestral do homem continua sendo um peixe:


http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/2013/09/fossil-de-peixe-reescreve-historia-evolutiva-do-homem.shtml

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por nandokiss em Qua 21 Jan 2015, 8:57 am

Gente, bom dia.

a Experiencia de Miller não é um ponto a favor do evolucionismo, já que constatou que através descargas elétricas, e ciclos de aquecimento e condensação de água, pode-se obter após algum tempo, diversas moléculas orgânicas (aminoácidos)? 


Ergueu a maleta e

acompanhou o homem (...). Contornaram a praça e enviesaram pela rua

larga depois do viaduto.

Samuel rawet

nandokiss
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 984
Idade : 42
Localização : Brasília
flag : Canada
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por silvamelo em Qua 21 Jan 2015, 3:50 pm

Burke escreveu:
Khwey escreveu:
Burke escreveu:
se alguém tem ou não o livro é irrelevante
Concordo.

Ora, o ateu vem aqui tirar uma onda com a cara do crente, vem querer falar sobre o conteúdo bíblico e nem por isto cobramos dele que tenha lido todo o livro.

Então, está muito claro que ele está usando este argumento para não continuar o debate.


Burke escreveu:Sobre o tema, talvez eu ingresse no debate, no qual tenho conhecimento razoável, então pergunto se o Evolucionimo que o Lit está a defender é o Darwinismo, ou o Neo-Darwinismo
Por motivo óbvio ele passou a defender uma ideia particular que ele tem sobre a teoria da evolução, criticando então todas as fontes de pesquisa apresentadas e até o próprio livro que ele mesmo indicou. Tudo isto para evitar de ter que concordar comigo quando eu apresento o que a teoria da evolução ensina.

Melhor seria se lesse o tópico, mesmo que no modo dinâmico, para se inteirar melhor do que se passa por aqui.


só tem o problema de tua FAMA 'e pregresso', em melar e tergiversar em debates, senão ficaria mais fácil crer que o problema é só da 'banda de lá'. Justamente por que desconfio do ateismo-militante, MAS também de tua 'estratégia de debates', o mais fácil é resumirem o que cada um defende, e ai começarem dai, este papo de quem citou qual livro, não vai desembaraçar o tópico.

Quanto a 'ler de forma dinâmica', se dois ou mais já estão sem objetividade há 11 páginas, e ainda discutindo quem leu o que, o melhor a fazer é resumir o posicionamento de cada lado, e ai continuar segundo a ciência e a lógica.
Esperando objetividade, seriedade e honestidade intelectual para entrar nesse debate. Da forma como está sendo conduzido, fica muito difícil participar...

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 46
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Burke em Qua 21 Jan 2015, 11:49 pm

nandokiss escreveu:Gente, bom dia.

a Experiencia de Miller não é um ponto a favor do evolucionismo, já que constatou que através descargas elétricas, e ciclos de aquecimento e condensação de água, pode-se obter após algum tempo, diversas moléculas orgânicas (aminoácidos)? 

Não Nando, desculpe mas não pode,
esta falácia que vocês leêm em foruns ateístas está demodè e há muito refutada, visto que o que Miller porduziu NEM são os aminoácidos de cadeia necessária ao homem (de 'mão' correta), NEM prova coisa alguma sobre evolução destas SIMPLÓRIAS cadeias de aminoácidos, nada esta experiência fala sobre 'aglutinação ordenada das moléculas em meio ambiente, e seleção natural para gerar complexidade'.


Burke
Banido

Número de Mensagens : 264
flag : BrUSA
Data de inscrição : 11/07/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Dom 25 Jan 2015, 5:16 am

Peço desculpas pela demora em responder. O tempo me foge.
Rapazes , (desculpem a condescendência, é apenas um desanuviamento tira-faiscas), um dos dois (ou ambos) estão a usar a FALÁCIA DE APELO À AUTORIDADE , se alguém tem ou não o livro é irrelevante, se tem em ebook, ou em impresso, sabemos (todos) que UMA sentença lógica pode refutar um imenso compêndio, , ou uma única linha de um livro pode ser irrebatível, pouco importa então se alguém tem ou não um livro, desde que o debate seja basilado em lógica bem arrematada.
(porém SIM é relevante alguém mentir, e desnecessário).
O Khwey, para manter as aparências, achou necessário e o fez sem qualquer problema de consciência, pelo jeito.
Sobre o tema, talvez eu ingresse no debate, no qual tenho conhecimento razoável, então pergunto se o Evolucionimo que o Lit está a defender é o Darwinismo, ou o Neo-Darwinismo que ULTRAPASSA Darwin para incluir a GÊNESE DA CRIAÇÃO pela evolução ao acaso, cousa que muitos ateus não sabem, mas não era a proposta de Darwin, não tão longe.
Defendo a Síntese Evolutiva Moderna. Gênese da Criação? Explique melhor, por favor.
Também pergunto se vocês já passaram pela AQUIESCÊNCIA de que não há problema algum em cristãos admitirem que Deus permitiu a MICRO-ESPECIAÇÃO (sub-especiação), mas isot não siginifica admitir que a evolução se processe EM LIMITAÇÕES , capaz de transceder nichos biológicos os mais distantes.
Não vejo problema algum num cristão aceitar a evolução das espécies.

LIT SAN ANDREAS , presumo que és ateu o agnóstico , ou equivoco-me ?
Você está equivocado Burke. Eu sou católico, embora um tanto quanto afastado de minha religião.
Andreas? Apenas Lit é suficiente... mas também pode me chamar pelo meu nome verdadeiro: Adauto.

porque justo Dawkins, que ATE´para muitos no ateismo é criticado por ser mais IDEOLÓGICO do que propriamente um argumentador de ciência ? Haveriam melhores referências.
Dawkins? Khwey está muito mais fixado em Dawkins do que eu. Citei  o livro do biólogo inglês na lista que apresentei páginas atrás.

Por mim, a “questão” Dawkins  poderia ter  parado por ali ou ser citada esporadicamente. Em vez de falar do livro (O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA – Companhia das Letras – 2009) me sentiria tranqüilo em falar do trabalho de Reinaldo José Lopes, Stephen  Jay Gould, Colin Tudge, etc, que também foram citados.  Mas admito que não gostei  quando o mentiroso confesso afirmou que não li o livro que possuo, e mostrou uma ilustração de terceira qualidade, como sendo uma cópia fiel da que está na obra.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Khwey em Dom 25 Jan 2015, 3:01 pm

Lit San Ares escreveu:
(porém SIM é relevante alguém mentir, e desnecessário).
O Khwey, para manter as aparências, achou necessário e o fez sem qualquer problema de consciência, pelo jeito.
O Khwey já explicou isto. Aquilo foi uma ironia e eu acho que foi só um que não entendeu!

Então, poder ser que um outro é que está tentando manter as aparências, fazendo de conta que não entendeu.


Lit San Ares escreveu:
Dawkins? Khwey está muito mais fixado em Dawkins do que eu. Citei  o livro do biólogo inglês na lista que apresentei páginas atrás.
Eu explico isto.

Quem ler desde o início vai perceber que em todas as fontes de pesquisa apresentadas foram apontados erros, de modo a invalidar os argumentos feitos com base nelas.

Ora, o que eu fiz foi pedir por uma fonte de pesquisa mais correta e confiável, em que eu pudesse me basear para expor os meus argumentos sem perder o meu tempo, sem que os mesmos fossem ignorados por estarem sendo embasados em erros grotescos.

O tal livro foi indicado...

Lit San Ares escreveu:
Capacidade eu tenho. O que eu não tenho é permissão. O material de que disponho está presente no livro O MAIOR ESPETÁCULO DA TERRA de Richard Dawkins, Companhia das Letras e não posso violar o direito autoral.
E então eu passei a usá-lo, quando que, para o meu espanto, até nele foram encontrados os mesmos erros que foram apontados nas outras fontes de pesquisa.

Ainda assim eu preferi continuar usando o livro, por motivo óbvio.
:risadinha:

Lit San Ares escreveu:e mostrou uma ilustração de terceira qualidade, como sendo uma cópia fiel da que está na obra.
São suas palavras. Não foi dito que era uma cópia fiel.

Para muitos o que eu mostrei já seria o bastante para provar que eu tenho o livro, menos para um, também por motivo óbvio.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Ter 27 Jan 2015, 8:33 pm

A questão de evolucionismo é que, simplesmente, toda a estrutura do Darwinismo -evolucionismo é baseado no ACHO, em brincadeiras de LIGAR PONTINHOS , de ACHAR morfologias parecidas, até ai um dia ACHARAM que a terra era chata porque se adequava aos olhos SENTIDOS humanos, nem por isto era facto. Acharam que a física tinha que ser Newtoniana, mas hoje se aceita que deve ser Relativista (o que fere nossos sentidos).
A evolução das espécies é encarada como uma realidade acima de qualquer dúvida razoável pela biologia moderna, Burke. A Síntese Evolutiva Moderna representa  no momento o melhor conjunto de explicações e ideias para compreender essa realidade.
Ela (a “Síntese”) cairá? É possível. Já foi citado neste espaço, um cientista que parece estar trabalhando de maneira consistente para isso. Só que ele continua defendendo a evolução das espécies, mesmo trabalhando contra a “Síntese”.
Ao meu ver, quem quer contradizer a evolução das espécies (o que é encarado como fato, não a teoria) deve defender o fixismo e a ideia da Terra Jovem.
 
ALEGO - o Evolucionismo é fácil de refutar! 
Ainda não foi refutado Burke. Com todos os biólogos trabalhando na questão, ainda não foi refutado.


E já declino como - É IMPOSSÍVEL que se dê UTILITARISMO significativo para PRESERVAÇÃO de um specimem, a CADA PASSO de uma suposta 'mutação evolutiva'. O que os cientistas na ANSIA DE EXPURGAR DEUS da ciência fazem, é pegar o PRODUTO FINAL e dizer 'ai tem utilidade estas asas, este bico, isto e aquilo', mas NUNCA explicam TODOS os passos evolutivos e sua UTILIDADEpara preservar a espécie.
Produto final? Nâo existe um produto final, a não ser que a espécie se extinga durante o processo evolutivo. O que temos aí, está em processo de mudança. Essa mudança pode ser lenta, pode ser rápida.
Mudanças evolutivas podem muito bem levar ao desaparecimento e não à preservação de uma espécie. Não se trata de um utilitarismo (esse termo fica melhor no campo da filosofia e não da biologia), mas sim de uma deriva. O próprio ambiente  sofre uma “deriva” e o que pode ser bom para uma espécie hoje, pode ser letal em futuro próximo ou distante.


E sem UTILIDADE , simplesmente a mutação aleatória TEM QUE SER EXPURGADA da espécie, segundo os corolários evolutivos, de que o que é inútil não evolui, no máximo se desordena ou se torna uma desvantagem para a sobrevivência.
Na verdade, mutações podem ser inócuas. E se uma mutação sem utilidade não atrapalhar a sobrevivência do indivíduo/espécie, não tem porque ela ser expurgada. Uma mutação que resultar em dificuldade para a sobrevivência em determinado ambiente normalmente será expurgada é claro, mas não necessariamente.  A cauda do pavão é um exemplo claro. Seleção sexual é um fator que não pode ser ignorado.
 


A  facilidade com que se refuta o NEO-DARWINISMO - QUAL o benefício para 'preservação da espécie' no aparecimento das primeiras células FOTOSENSÍVEIS, se não havia então UM COMPLEXO SISTEMA RECEPTOR para tanto transportar os sinais até o cérebro, quanto interpretá-los ?
Porque sistemas fotossensíveis podem ser úteis mesmo sem um sistema nervoso receptor complexo. Você está subestimando a utilidade das  “células fotossensíveis”.



Nota- este sistema complexo de 'transporte e interpretação', demandaria MILHÕES de anos para ser formado, não se tratando de meras células mutadas ao acaso, uma uma RESPOSTA biológica complexa para interpertar e usar a fotosensibilidade.

Ora, sem este sistema mui COMPLEXO de interpetação 'visual', células fotosensíveis seriam um PESO morto, no máximo uma inocuidade que NÃO TINHA porque GATILHAR todo um sistema complexo para uso daquela 'luz captada'.  

Pior, para que as células fotosensíveis 'sobevivessem' e passassem às gerações posteriores, seria necessário Humor aquoso e meios de morfológicos de mantê-las (as INÚTEIS, sem ainda função na qualidade de vida).

Então como as primeiras células fotosensíveis seriam COMPLETAS INÚTEIS, TODA a teoria da SELEÇÃO NATURAL com PODERES ILIMITADOS cai por terra, pois a seleção se dá em função de características que BENEFICIAM A SOBREVIVÊNCIA, mas não há MELHOR sobrevivência em quase NENHUMA mutação em estágio inicial.
Não seriam inúteis como não são inúteis. Na verdade, seres unicelulares podem apresentar características fotossensíveis. Fotorreceptores são encontrados comumente mesmo em protozoários que possuem as chamadas manchas ocelares. Determinados protozoários possuem fototropismo positivo enquanto outros possuem fototropismo negativo. Em metazoários  temos estruturas fotossensíveis que não formam imagens (ocelos). Platelmintos possuem tais estruturas fotossensíveis e sistema nervoso primitivo.
Planárias possuem ocelos que mesmo sem formar imagens, informam o sistema nervoso sobre a presença de luminosidade, sua intensidade e direção.
Minhocas possuem células fotossensíveis espalhadas pela epiderme  e moluscos  bivalves possuem  receptores sensíveis à luminosidade que em muito se assemelham a olhos com dupla retina, mas que também não parecem capazes de formar imagens.
 
Mesmo “sem um sistema mui Complexo de interpretação ‘visual’”, células fotossensíveis seriam e são  um peso muito bem aceito na sobrevivência de um indivíduo ou de uma espécie.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Fraude Gigantesca conhecida como teoria da evolução

Mensagem por Marcusmho em Seg 23 Fev 2015, 9:36 pm

a verdade não é bem como nos contaram, propositalmente


Taxas de erosão:
As medições mostram que existem rios que escavam o seu leito em mais de 1.000 mm de altura cada 1.000 anos enquanto outros só retiram 1 mm em 1.000 anos. A redução de altura média para todos os continentes do mundo é à volta de 60 mm cada 1.000 anos(chuvas, ventos e sol). Na escala de vida humana, estas taxas de erosão são pequenas. Mas para aqueles que dizem que os continentes têm bilhões de anos, as taxas são avassaladoras. Uma altura de 150 quilómetros de continente seria erodido em 2,5 bilhões de anos. Desafia o bom senso. Se a erosão tem estado a atuar ao longo de milhões de anos, não haveria continentes na terra. Este problema foi levantado por um número de geólogos que calcularam que a América do Norte deveria ter sido aplanada em 10 milhões de anos se a erosão se tivesse mantido à velocidade atual. Este é um espaço de tempo ridículo se compararmos com os supostos 2,5 bilhões de anos dos continentes que eles dizem ter.


Meteoritos fósseis:
Excetuando os estratos superiores da Terra, os meteoritos fósseis são muito raros, o que demonstra que os estratos não estiveram expostos durante milhões de anos.


[b]Planetas esfriando:
Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão estão esfriando. Júpiter, por exemplo, irradia mais ou menos o dobro da energia que recebe do Sol; Saturno, o triplo. Se o sistema tivesse bilhões ou mesmo milhões de anos, esses cinco planetas estariam absolutamente congelados há muito tempo. (A Família Int. “Contato” nº 15)


[b]Campo magnético da terra:
Na década de 70, o professor de física Dr. Thomas Barnes reparou que medições feitas desde 1835 mostravam que este campo estava a decair 5% por século (medições arqueológicas mostram também que o campo era 40% mais forte do que hoje no ano 1.000 a.C.). Barnes calculou que a corrente não poderia estar a decair há mais de 10.000 anos, ou então a sua potência original seria tão grande que derreteria a terra. Este modelo é, obviamente, incompatível com os milhares de milhões de anos necessários aos evolucionistas (Creation 20(2):15 March-May 1999)


[b]DNA em fósseis:
Muitos cientistas relataram terem descoberto DNA em fósseis que se diz terem milhões de anos. Alguns relataram ter reavivado bactéria dos intestinos duma abelha, supostamente com 15-40 milhões de anos. E, mais recentemente, investigadores alegam ter reavivado bactérias de rochas que se diz terem a idade de 250 milhões de anos. Agora alguns geólogos e microbiologistas em Inglaterra relatam ter encontrado DNA em pequenas inclusões em cristais de sal variando de “idade” entre 11 e 425 milhões de anos. As suas descobertas foram publicadas no prestigiado jornal Nature (Fish 2002). O DNA fragmenta-se em cadeias com 100-200 unidades de comprimento, que, a água apenas, iria fragmentar completamente em menos 50.000 anos, e que, a radiação de fundo apenas, iria eventualmente destruir a informação no DNA, mesmo na ausência de água e oxigénio. Existem pessoas bem conhecidas e respeitadas que acreditam que o DNA não pode sobreviver mais do que 100.000 anos ou à volta disso. A sua constituição química básica significa que as suas ligações se desfazem.


[b]Dinossauros não mineralizados:
Muitos restos de dinossauros ainda não estão completamente mineralizados. Mais de metade do fóssil é ainda osso original e não pedra! Alguns até possuem substâncias químicas da altura em que o animal estava vivo (proteínas e aminoácidos)! Alguns fósseis de peixe ainda mantinham o cheiro a peixe quando foram descobertos. (Taylor 1989, 28)


[b]Oceanos Poluídos pelo Sal e níquel: 

O processo evolucionário necessita de milhões de anos para operar com sucesso. Entretanto, mesmo se a Terra tivesse apenas 10 milhões de anos de idade — uma fração do tempo necessário para a “evolução” ocorrer — os oceanos do mundo estariam tão fortemente carregados com depósitos de sal e de outros minerais solúveis que estariam tão mortos quanto o Mar Morto. Considerando a quantidade de níquel existente nos oceanos e tendo em consideração a taxa a que o níquel está a ser adicionado à água devido aos meteoritos, o tempo de acumulação corresponde a alguns milhares e não milhões de anos (Baker 1998, 25).


Coluna geológica (inversões): 
Segundo a coluna geológica, a várias camadas que se sobrepõe na crosta terrestre onde os fósseis mais antigos ficam abaixo e os mais recentes acima, entretanto, A famosa falha de carreamento Heart Mountain , no Wyoming, tem mantido os geólogos perplexos há anos; de acordo com a datação pelos fósseis, os estratos mais antigos, com uma espessura entre 450 a 500 metros e entre 50 a 100 km de extensão, estão colocados por cima dos mais recentes. Argumenta-se que a parte mais antiga foi levantada e transportada por cima da mais recente; Pierce (1957) admite que esta explicação ortodoxa é fantástica mas que não encontra uma explicação alternativa (Taylor 1996, 448).


Contrariando o princípio dos fósseis ?antigos? e ?novos? conforme os paleontólogos os classificam, existem longas faixas onde as coisas estão invertidas. Os fósseis antigos encontram-se situados por cima dos fósseis novos no Glacier National Park no Canadá (com 800 km de comprimento), na China e na Escandinávia (com 140.000 km 2 de extensão). Em vários lugares encontram-se camadas pré-cambrianas (as mais antigas) sobre um leito cretáceo. E nos estados de Tennessee e Geórgia (E.U.A.) uma grande ?falha? estende-se por centenas de quilómetros em que os depósitos cambrianos se sobrepõem aos depósitos carboníferos. Isto, em termos evolucionistas, representa uma inversão na ordem dos acontecimentos em, pelo menos, 300 milhões de anos (Santos 1988)


A População Humana: 
De acordo com os evolucionistas, a humanidade evoluiu no Grande Vale do Rift, no nordeste da África, cerca de 200 mil anos atrás. Agora, vamos considerar por um momento as severas implicações práticas disso. Se assumirmos que a taxa de crescimento populacional entre o homem primitivo era aproximadamente similar à taxa existente hoje — pouco mais de 1% — e se assumirmos que a população humana total da Terra 200 mil anos atrás era de apenas 100 indivíduos, então ela teria crescido para vários trilhões (não bilhões) em menos de dez mil anos! Talvez a taxa anual de crescimento de 1% seja alta demais. Entretanto, mesmo se usarmos uma taxa menor, ainda obteremos uma expansão astronômica na população em apenas alguns milhares de anos. Por exemplo, alguns historiadores reconhecem que a população do planeta como um todo durante o tempo do nascimento de Jesus Cristo era em torno de 100 milhões de habitantes. Com base na população atual (ano de 2012) de 7 bilhões, isso representa um aumento anual de longo prazo de pouco mais de um quinto de 1% (0,212%). Se aplicarmos essa mesma taxa anual de crescimento à nossa população humana que vivia no nordeste da África, ela teria crescido de 100 indivíduos para 157 bilhões em apenas 10 mil anos. Após mais alguns milênios não haveria espaço no planeta para nem mais uma única pessoa, isto por que crescemos de forma exponencial em curtos espaços, mesmo com a escassez de alimento a população se manteria em níveis altos e o avanços tecno-científico cresceria junto com o crescimento da população, no entanto tivemos que começar do zero a pouco tempo atrás.
Como você pode ver, a teoria do Grande Vale do Rift é impossível. Se extrapolarmos retroativamente a partir da população atual usando somente um taxa anual de crescimento um pouquinho maior (porém ainda conservadora) — 0,302% em vez de 0,212% — descobrimos que uma população inicial de 100 pessoas teria aumentado para 7 bilhões, a atual população mundial, em cerca de 6 mil anos. Isto é totalmente consistente com a estrutura cronológica encontrada na Bíblia.


Conflito com Outros Ramos da Ciência (Segunda Lei da Termodinâmica)
Todos os ramos da ciência — com uma exceção — reconhecem e aceitam a Segunda Lei da Termodinâmica. Essa lei diz que todos os processos ordeiros no universo estão se movendo continuamente para um estado menos ordeiro. Em resumo, eles estão se deteriorando. O exemplo mais óbvio é a perda progressiva do calor. Cada objeto, grande ou pequeno, terrestre ou interestrelar, está perdendo calor por meio da radiação. Esse calor nunca pode ser recuperado em sua totalidade, o que significa que todo sistema ordeiro eventualmente perderá calor e morrerá, a não que mais calor seja adicionado a partir de outra fonte. Essa lei recebe o respeito em todos os ramos da ciência, exceto na Biologia Evolucionária. Por quê? Porque ela refuta um dogma fundamental da Evolução — que um sistema ordeiro pode avançar, de forma puramente acidental e entrar em um estado mais ordeiro. Em resumo, a Segunda Lei da Termodinâmica, que algumas vezes é chamada de Lei da Entropia, garante que nada nunca pode evoluir. Portanto, a não ser que outros ramos da ciência estejam seriamente errados, a assim chamada ciência da Evolução é completamente falsa.


[b]A Mutação das Drosófilas: 

Os evolucionistas insistem que uma série de mutações aleatórias precisam eventualmente levar ao aparecimento de uma que de algum modo confira uma vantagem real, ou potencial, a uma espécie, por menor que seja a mudança. Em sua obstinação em fornecer evidências experimentais disso, eles criaram incontáveis gerações da mosca drosófila (Drosophila melanogaster) sob condições controladas nos laboratórios e induziram mutações aleatórias em seu código genético por meio da irradiação e outros métodos. Como a mosca-da-fruta pode produzir uma nova geração a cada duas semanas, os cientistas podem observar os resultados em centenas de gerações. Quantas novas espécies foram produzidas por esse processo? Quantas novas proteínas? Quantas novas enzimas? A resposta: nem uma sequer. Se milhões de mutações aleatórias são necessárias antes que uma mutação verdadeiramente benéfica apareça, então o que acontece com aquelas mutações que não são imediatamente fatais para o organismo e que são transmitidas para a próxima geração? Essas mutações deletérias, a partir de um ponto de vista estatístico, excederiam em muito o número de mutações benéficas. Assim, a inevitável entrada das mutações deletérias no banco genético de toda a espécie resultaria na progressiva deterioração de uma espécie e no seu eventual desaparecimento, então o mecanismo que eles estavam usando para explicar a evolução precisaria levar inexoravelmente, não à criação de novas espécies, mas à destruição das existentes!


Proto-Galáxias (galáxias primitivas): 
Os proponentes do Big Bang acreditam que ao olharem cada vez mais longe no espaço, estão a olhar para trás no tempo muitos bilhões de anos, para uma época muito mais próxima do chamado acontecimento primordial - o Big-Bang, as galáxias nestas regiões seriam bem jovens e primitivas no início do universo, Contudo, em vez de observarem qualquer “Proto-Galáxia” eles vêm “galáxias normais, com grandes famílias de estrelas” ou seja, galáxias que para eles seriam velhas demais ou evoluídas demais para estar nos primórdios do universo. (Creation ex nihilo 21(3) 1999, 9)


Datações: 
Existem pelo menos seis métodos radiométricos disponíveis. A data que se assume que a amostra tem determinará qual o método que será usado porque cada um deles dará um resultado diferente. 
Por exemplo: quando ossos de dinossauro contendo carbono são encontrados, não se lhes faz datação com C-14 porque o resultado seria de apenas alguns milhares de anos. Visto que isto não estaria de acordo à data assumida baseada na coluna geológica, os cientistas usam outro método de datação de modo a se obter uma idade mais próxima do resultado desejado. Todos os resultados radiométricos que não estão de acordo com as idades pré-designadas na coluna geológica são rejeitadas. (Hovind 1998, 47)


Decaimento constante: 
O decaimento radioativo tem sido considerado como sendo um processo constante, que ocorre por transmutação aleatória dos átomos do elemento instável. Quando estamos perante um número elevado de átomos existe uma certa certeza estatística de que em qualquer momento um número específico de átomos estará num processo de decaimento ou mudança espontâneo. Estes números dar-nos-ão a taxa de decaimento mas tudo está baseado no pressuposto de que se trata de um processo aleatório. No entanto, trabalhos estatísticos levados a cabo por Anderson e Spangler (1973) mostraram que, de fato, o processo de decaimento não é aleatório; isto significa que a taxa de decaimento não pode ser conhecida ao certo, pondo em questão todo o processo de datação radiométrica (Anderson 1972). 


Carbono-14: 
O método do Carbono-14 foi inventado por Willard Libby no início da década de 1950 na Universidade de Chicago. Embora não sejam de desprezar, os métodos de datação são sobre-valorizados. Willard Libby disse que o seu método só era correto para objetos com apenas alguns milhares de anos. O Carbono-14 (o isótopo instável do estável Carbono-12) é formado na atmosfera pela ação dos raios cósmicos sobre os átomos de Azoto-14 (Nitrogênio-14) do ar. Contudo, a instabilidade relativa deste Carbono-14 origina que ele comece imediatamente a decair para Nitrogênio-14, a forma isotópica estável do carbono. A ?meia-vida? do Carbono-14 (o tempo que leva para metade do Carbono-14 de um sistema dado decair de volta a Nitrogênio-14) é aproximadamente de 5.730 anos. Por isso, depois de mais ou menos seis meias-vidas, ou seja, à volta de 35.000 anos, não existiria praticamente nenhum Carbono-14 para ser medido (alguns cientistas afirmam poder medir quantidades extremamente pequenas até aos 80.000 anos, ou 14 meias-vidas, mas isso é muito duvidoso). O radiocarbono (Carbono-14) não devia encontrar-se em rochas “antigas”, mas encontra-se! Uma vez mortas as criaturas, o radiocarbono existente nos seus organismos devia decompor-se rapidamente. Após milhões de anos, os seus restos estariam completamente livres de radiocarbono. Mas as amostras de materiais orgânicos retirados de todas as camadas de rocha, como fósseis, carvão, calcário, gás natural e grafite, têm todas radiocarbono mensurável. Estas descobertas são relatadas na literatura científica secular (mas geralmente são rejeitadas como erros de medição, sendo estes erros de medição muito improvável).
[/b][/b][/b][/b][/b][/b]

Marcusmho
Barro
Barro

Número de Mensagens : 5
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Qua 25 Fev 2015, 2:18 am

Falhas da TE? Isso mais está me parecendo uma tentativa de mostrar as falhas da geologia, da astronomia,  da Teoria da Relatividade, da história institucionalizada, etc.
Bem, eu havia dito que a Terra Jovem teria que ser defendida.
“Post” longo.  Peço perdão por  responder aos poucos e assumidamente tratando do mais fácil antes.
Taxas de erosão:
As medições mostram que existem rios que escavam o seu leito em mais de 1.000 mm de altura cada 1.000 anos enquanto outros só retiram 1 mm em 1.000 anos. A redução de altura média para todos os continentes do mundo é à volta de 60 mm cada 1.000 anos(chuvas, ventos e sol). Na escala de vida humana, estas taxas de erosão são pequenas. Mas para aqueles que dizem que os continentes têm bilhões de anos, as taxas são avassaladoras. Uma altura de 150 quilómetros de continente seria erodido em 2,5 bilhões de anos. Desafia o bom senso. Se a erosão tem estado a atuar ao longo de milhões de anos, não haveria continentes na terra. Este problema foi levantado por um número de geólogos que calcularam que a América do Norte deveria ter sido aplanada em 10 milhões de anos se a erosão se tivesse mantido à velocidade atual. Este é um espaço de tempo ridículo se compararmos com os supostos 2,5 bilhões de anos dos continentes que eles dizem ter.
Por favor estude a movimentação das placas tectônicas e o efeito de tal processo na formação dos atuais continentes  e das  cadeias montanhosas.
[b]Meteoritos fósseis:
Excetuando os estratos superiores da Terra, os meteoritos fósseis são muito raros, o que demonstra que os estratos não estiveram expostos durante milhões de anos.
Meteoritos fósseis? O termo é absolutamente novo para mim. Por  favor explique o que são meteoritos fósseis.
 
 
[b]Planetas esfriando:
Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão estão esfriando. Júpiter, por exemplo, irradia mais ou menos o dobro da energia que recebe do Sol; Saturno, o triplo. Se o sistema tivesse bilhões ou mesmo milhões de anos, esses cinco planetas estariam absolutamente congelados há muito tempo. (A Família Int. “Contato” nº 15)
Mostre os cálculos que demonstram  o processo pelo qual os  planetas  além de Marte estão esfriando  e,  se possível, os métodos de observação que permitiram ver o decaimento  na temperatura do planetóide Plutão.
 
 
[b]DNA em fósseis:
Muitos cientistas relataram terem descoberto DNA em fósseis que se diz terem milhões de anos. Alguns relataram ter reavivado bactéria dos intestinos duma abelha, supostamente com 15-40 milhões de anos. E, mais recentemente, investigadores alegam ter reavivado bactérias de rochas que se diz terem a idade de 250 milhões de anos. Agora alguns geólogos e microbiologistas em Inglaterra relatam ter encontrado DNA em pequenas inclusões em cristais de sal variando de “idade” entre 11 e 425 milhões de anos. As suas descobertas foram publicadas no prestigiado jornal Nature (Fish 2002). O DNA fragmenta-se em cadeias com 100-200 unidades de comprimento, que, a água apenas, iria fragmentar completamente em menos 50.000 anos, e que, a radiação de fundo apenas, iria eventualmente destruir a informação no DNA, mesmo na ausência de água e oxigénio. Existem pessoas bem conhecidas e respeitadas que acreditam que o DNA não pode sobreviver mais do que 100.000 anos ou à volta disso. A sua constituição química básica significa que as suas ligações se desfazem.
Muitos cientistas... investigadores...  alguns  geólogos... pessoas  bem conhecidas...
Vago demais. Precisamos de alguns nomes para uma análise mais detalhada.
 
[b]Dinossauros não mineralizados:
Muitos restos de dinossauros ainda não estão completamente mineralizados. Mais de metade do fóssil é ainda osso original e não pedra!
Fonte  da afirmação, por favor.
Alguns até possuem substâncias químicas da altura em que o animal estava vivo (proteínas e aminoácidos)! Alguns fósseis de peixe ainda mantinham o cheiro a peixe quando foram descobertos. (Taylor 1989, 28)
Peixes de que período geológico?
 
 
[b]Oceanos Poluídos pelo Sal e níquel:
O processo evolucionário necessita de milhões de anos para operar com sucesso.
Na verdade, em determinadas situações, bastam algumas décadas. Em outras, o tempo pode ser ainda mais curto.
Entretanto, mesmo se a Terra tivesse apenas 10 milhões de anos de idade — uma fração do tempo necessário para a “evolução” ocorrer — os oceanos do mundo estariam tão fortemente carregados com depósitos de sal e de outros minerais solúveis que estariam tão mortos quanto o Mar Morto. Considerando a quantidade de níquel existente nos oceanos e tendo em consideração a taxa a que o níquel está a ser adicionado à água devido aos meteoritos, o tempo de acumulação corresponde a alguns milhares e não milhões de anos (Baker 1998, 25).
E essa quantidade inacreditável de sal e minerais solúveis viriam de onde? E por que não poderiam vir nas quantidades que resultariam nas presentes atualmente  em nossos oceanos?
A População Humana:
De acordo com os evolucionistas, a humanidade evoluiu no Grande Vale do Rift, no nordeste da África, cerca de 200 mil anos atrás. Agora, vamos considerar por um momento as severas implicações práticas disso. Se assumirmos que a taxa de crescimento populacional entre o homem primitivo era aproximadamente similar à taxa existente hoje — pouco mais de 1% — (...)
Se assumirmos?
 Se nós assumirmos?
Eu não assumo, já que esse argumento  é ridículo, esbarrando  nas condições em que populações humanas viviam, dependentes do meio ambiente (pecuária e agricultura em seus primórdios mais primitivos), com expectativa de vida baixíssima e mortalidade infantil inacreditável entre outros fatores.
(...)  e se assumirmos que a população humana total da Terra 200 mil anos atrás era de apenas 100 indivíduos, então ela teria crescido para vários trilhões (não bilhões) em menos de dez mil anos!
De onde foi tirada essa informação de que 200 mil anos atrás a população humana era de apenas 100 indivíduos?
Talvez a taxa anual de crescimento de 1% seja alta demais. Entretanto, mesmo se usarmos uma taxa menor, ainda obteremos uma expansão astronômica na população em apenas alguns milhares de anos. Por exemplo, alguns historiadores reconhecem que a população do planeta como um todo durante o tempo do nascimento de Jesus Cristo era em torno de 100 milhões de habitantes. Com base na população atual (ano de 2012) de 7 bilhões, isso representa um aumento anual de longo prazo de pouco mais de um quinto de 1% (0,212%). Se aplicarmos essa mesma taxa anual de crescimento à nossa população humana que vivia no nordeste da África, ela teria crescido de 100 indivíduos para 157 bilhões em apenas 10 mil anos. A Após mais alguns milênios não haveria espaço no planeta para nem mais uma única pessoa, isto por que crescemos de forma exponencial em curtos espaços, mesmo com a escassez de alimento a população se manteria em níveis altos e o avanços tecno-científico cresceria junto com o crescimento da população, no entanto tivemos que começar do zero a pouco tempo atrás.
Raciocínio superficial. Estando na dependência do meio ambiente, a população humana se manteria em equilíbrio com a disponibilidade de alimento.  Não há qualquer obrigatoriedade matemática para o aumento populacional. As questões ambientais estão sendo completamente ignoradas por essa linha de raciocínio. Na verdade, o crescimento populacional poderia muito bem, ficar no vermelho, como já ficou. Também não há qualquer obrigatoriedade no desenvolvimento tecnológico, podendo haver longos períodos de marasmo.
Como você pode ver, a teoria do Grande Vale do Rift é impossível. Se extrapolarmos retroativamente a partir da população atual usando somente um taxa anual de crescimento um pouquinho maior (porém ainda conservadora) — 0,302% em vez de 0,212% — descobrimos que uma população inicial de 100 pessoas teria aumentado para 7 bilhões, a atual população mundial, em cerca de 6 mil anos. Isto é totalmente consistente com a estrutura cronológica encontrada na Bíblia.
Novamente o número  100, só que agora, na aurora do surgimento das primeiras civilizações.

De onde foi tirado esse número, Marcus?

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por ElderNatalRN em Sex 27 Fev 2015, 5:23 pm

Burke escreveu:

Rapazes , (desculpem a condescendência, é apenas um desanuviamento tira-faiscas), um dos dois (ou ambos) estão a usar a FALÁCIA DE APELO À AUTORIDADE ,  se alguém tem ou não o livro é irrelevante, se tem em ebook, ou em impresso,  sabemos (todos) que UMA sentença lógica pode refutar um imenso compêndio, , ou uma única linha de um livro pode ser irrebatível, pouco importa então se alguém tem ou  não um livro, desde que o debate seja basilado em lógica bem arrematada.
(porém SIM é relevante alguém mentir, e desnecessário).


Sobre o tema, talvez eu ingresse no debate, no qual tenho conhecimento razoável, então pergunto se o Evolucionimo que o Lit está a defender é o Darwinismo, ou o Neo-Darwinismo que ULTRAPASSA  Darwin para incluir a GÊNESE DA CRIAÇÃO pela evolução ao acaso, cousa que muitos ateus não sabem, mas não era a proposta de Darwin, não tão longe.

Também pergunto se vocês já passaram pela AQUIESCÊNCIA de que não há problema algum em cristãos admitirem que Deus permitiu a MICRO-ESPECIAÇÃO (sub-especiação), mas isot não siginifica admitir que a evolução se processe EM LIMITAÇÕES , capaz de transceder nichos biológicos os mais distantes.







EXISTE O ARGUMENTO DA AUTORIDADE QUE SERVE APENAS PARA ISENTAR ALGUÉM DE TER TODA A TRABALHEIRA DE DEMOSTRAR TODAS AS SUPOSTAS PROVAS; MAS NÃO PROVA, NEM ENCERRA QUALQUER ASSUNTO OU O TORNA DECISIVO, APENAS TRANSFERE A RESPONSABILIDADE DA(S) AFIRMAÇÕES, O ARGUMENTO SÓ É LANÇADO QUANDO O OPONENTE REQUISITA AS PROVAS DE UMA AFIRMAÇÃO. ORA QUEM NÃO QUER A OPINIÃO DE UM ESPECIALISTA, TODOS NÓS FAZEMOS ISSO QUADO VAMOS AO DENTISTA OU MEDICO. A FALACIA DA AUTORIDADE ENTRA QUANDO ALGUÉM APELA COMO VALOR DEFINITIVO OU SUPERIOR: MINHA RESPOSTA É MELHOR DO QUE A SUA, PORQUE ME BASEIO NUMA AUTORIDADE, ISSO DE FATO É UMA FALACIA. 

ATÉ MESMO PORQUE NÃO É RARO ENTRE VARIAS AUTORIDADES DIVERGEM SOBRE UM  MESMO ASSUNTO!

PARABÉNS PELA POSTAGEM, Burke!

ElderNatalRN
Safira
Safira

Número de Mensagens : 108
Idade : 35
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/08/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Dom 01 Mar 2015, 4:51 am

Campo magnético da terra:
Na década de 70, o professor de física Dr. Thomas Barnes reparou que medições feitas desde 1835 mostravam que este campo estava a decair 5% por século (medições arqueológicas mostram também que o campo era 40% mais forte do que hoje no ano 1.000 a.C.). Barnes calculou que a corrente não poderia estar a decair há mais de 10.000 anos, ou então a sua potência original seria tão grande que derreteria a terra. Este modelo é, obviamente, incompatível com os milhares de milhões de anos necessários aos evolucionistas (Creation 20(2):15 March-May 1999)
 E não ocorreu a Barnes que o fenômeno era parte de um processo cíclico, apresentando diversas anomalias, variações e até reversões no correr de milhões de anos, sendo afetado, entre outras coisas, pelos raios cósmicos?
Barnes foi inocente.

Reversões magnéticas... Aqui temos uma situação contrariando a ideia da “Terra Nova”. Reversões magnéticas  não são periódicas, mas os intervalos  entre elas estão na casa de centenas de milhares de anos. A última (reversão Brunhes-Matuyama) ocorreu a 780 mil anos.. Um período longo (até 5 milhões de anos) em que o campo magnético se mantem estável, é chamado de cron.

Barnes não tinha conhecimento delas, das reversões magnéticas?
Coluna geológica (inversões): 
Segundo a coluna geológica, a várias camadas que se sobrepõe na crosta terrestre onde os fósseis mais antigos ficam abaixo e os mais recentes acima, entretanto, A famosa falha de carreamento Heart Mountain , no Wyoming, tem mantido os geólogos perplexos há anos; de acordo com a datação pelos fósseis, os estratos mais antigos, com uma espessura entre 450 a 500 metros e entre 50 a 100 km de extensão, estão colocados por cima dos mais recentes. Argumenta-se que a parte mais antiga foi levantada e transportada por cima da mais recente; Pierce (1957) admite que esta explicação ortodoxa é fantástica mas que não encontra uma explicação alternativa (Taylor 1996, 448).


Contrariando o princípio dos fósseis ?antigos? e ?novos? conforme os paleontólogos os classificam, existem longas faixas onde as coisas estão invertidas. Os fósseis antigos encontram-se situados por cima dos fósseis novos no Glacier National Park no Canadá (com 800 km de comprimento), na China e na Escandinávia (com 140.000 km 2 de extensão). Em vários lugares encontram-se camadas pré-cambrianas (as mais antigas) sobre um leito cretáceo. E nos estados de Tennessee e Geórgia (E.U.A.) uma grande ?falha? estende-se por centenas de quilómetros em que os depósitos cambrianos se sobrepõem aos depósitos carboníferos. Isto, em termos evolucionistas, representa uma inversão na ordem dos acontecimentos em, pelo menos, 300 milhões de anos (Santos 1988)
Temos  aqui  (estou aceitando a informação dada  como sendo digna de crédito) uma questão ainda não explicada pela ciência. E...?
 Isso significa que a Terra é jovem?  Não.
Você quer defender que as camadas geológicas  revelam  um passado apenas recente, que elas não são dignas de crédito ou que simplesmente elas não existem?
Muito bem, se você  defende que elas não existem, por que no espaço ocupado pela camada geológica (ou no espaço ao qual você  pode dar o nome que quiser) onde são encontradas criaturas do cretáceos, não encontramos mamíferos modernos?
Ou encontramos e tal informação é escondida por paleontólogos desonestos?
Aqui está. Encontrar  fósseis  de animais modernos, distribuídos em camadas geológicas antigas (ou ditas antigas) de maneira indiscriminada, seria um argumento realmente forte contra a antiguidade do planeta.
A argumentação acima não prova a juventude do planeta.   Mostra um mistério a ser solucionado e não resolve qualquer das reais dificuldades para se sustentar a ideia de um planeta jovem.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Sex 06 Mar 2015, 5:50 am

Conflito com Outros Ramos da Ciência (Segunda Lei da Termodinâmica)
Todos os ramos da ciência — com uma exceção — reconhecem e aceitam a Segunda Lei da Termodinâmica. Essa lei diz que todos os processos ordeiros no universo estão se movendo continuamente para um estado menos ordeiro. Em resumo, eles estão se deteriorando. O exemplo mais óbvio é a perda progressiva do calor. Cada objeto, grande ou pequeno, terrestre ou interestrelar, está perdendo calor por meio da radiação. Esse calor nunca pode ser recuperado em sua totalidade, o que significa que todo sistema ordeiro eventualmente perderá calor e morrerá, a não que mais calor seja adicionado a partir de outra fonte. Essa lei recebe o respeito em todos os ramos da ciência, exceto na Biologia Evolucionária. Por quê? Porque ela refuta um dogma fundamental da Evolução — que um sistema ordeiro pode avançar, de forma puramente acidental e entrar em um estado mais ordeiro. Em resumo, a Segunda Lei da Termodinâmica, que algumas vezes é chamada de Lei da Entropia, garante que nada nunca pode evoluir. Portanto, a não ser que outros ramos da ciência estejam seriamente errados, a assim chamada ciência da Evolução é completamente falsa.
Apenas para  aqueles que não sabem que a Segunda Lei da Termodinâmica  diz respeito à sistemas fechados.
O criador desse argumento (alguns diriam, dessa pequena picaretagem)  foi Duane T. Gish que tratou de ignorar que  Entropia não tem nada a ver com grau de complexidade de um sistema, nem é o grau de desordem de um sistema.  Aqui estamos tratando de perda de energia em um sistema e esse sistema tem que ser um sistema fechado.

O planeta Terra é um sistema fechado?  O Sol contradiz isso. O resto do Universo, também.
 
Proto-Galáxias (galáxias primitivas):
Os proponentes do Big Bang acreditam que ao olharem cada vez mais longe no espaço, estão a olhar para trás no tempo muitos bilhões de anos, para uma época muito mais próxima do chamado acontecimento primordial - o Big-Bang, as galáxias nestas regiões seriam bem jovens e primitivas no início do universo, Contudo, em vez de observarem qualquer “Proto-Galáxia” eles vêm “galáxias normais, com grandes famílias de estrelas” ou seja, galáxias que para eles seriam velhas demais ou evoluídas demais para estar nos primórdios do universo. (Creation ex nihilo 21(3) 1999, 9)
O problema é que já em 2012 as lentes do Hubble  captaram feixes de luz daquela que é possivelmente, a galáxia mais antiga  já observada. De acordo com o informe da NASA, esses feixes de luz viajaram mais de 13,2 bilhões de anos luz até chegarem às lentes  do Hubble (e também do telescópio Spitzer).
Eduardo Cypriano, do departamento de astronomia do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo, afirma que essa pequena galáxia já existia antes da formação da maioria das estrelas do universo. Com aproximadamente 1% da massa da Via Láctea, tal descoberta vai de encontro com as teorias aceitas sobre a origem do universo.

Aí está a sua “proto-galáxia”. Esqueça o universo adolescente.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Dom 08 Mar 2015, 10:31 am

O Marcus não apareceu mais. Troll?
Datações: Existem pelo menos seis métodos radiométricos disponíveis. A data que se assume que a amostra tem determinará qual o método que será usado porque cada um deles dará um resultado diferente. (...)
Decaimento constante: 
O decaimento radioativo tem sido considerado como sendo um processo constante, que ocorre por transmutação aleatória dos átomos do elemento instável. Quando estamos perante um número elevado de átomos existe uma certa certeza estatística de que em qualquer momento um número específico de átomos estará num processo de decaimento ou mudança espontâneo. Estes números dar-nos-ão a taxa de decaimento mas tudo está baseado no pressuposto de que se trata de um processo aleatório. No entanto, trabalhos estatísticos levados a cabo por Anderson e Spangler (1973) mostraram que, de fato, o processo de decaimento não é aleatório; isto significa que a taxa de decaimento não pode ser conhecida ao certo, pondo em questão todo o processo de datação radiométrica (Anderson 1972). 
Meu discernimento me trai. Por que um processo de decaimento não aleatório (ou seja, um processo que não é incerto nem fortuito) não pode ser conhecido ao certo?
Carbono-14: O método do Carbono-14 foi inventado por Willard Libby no início da década de 1950 na Universidade de Chicago. Embora não sejam de desprezar, os métodos de datação são sobre-valorizados. (...)

Mas a questão é que a aceitação da TE antecedeu as formas de datação radiométrica. Elas (as datações) são retardatárias e já se sabia que a Terra era muito, mas muito antiga, antes do surgimento de tais formas de datação. A TE já se sustentava antes e independente delas.


 Abaixo a geologia e a datação radiométrica.
Como elas não são confiáveis (de acordo com o material apresentado), vamos substituí-los por...?
Qual o método de datação utilizado para se provar que 6 ou 10 mil anos atrás, triceratops e diplódocos dividiam as planícies da América do Norte, com bisões, alces e caribus, sendo caçados por dimetrodontes, lobos, pumas e tiranossauros?
 
A Mutação das Drosófilas: 
Os evolucionistas insistem que uma série de mutações aleatórias precisam eventualmente levar ao aparecimento de uma que de algum modo confira uma vantagem real, ou potencial, a uma espécie, por menor que seja a mudança.
Na verdade não precisam. Não existe uma obrigatoriedade e é o ambiente que dará a palavra final. Uma mutação supostamente benéfica num ambiente, em outro significaria morte.
Em sua obstinação em fornecer evidências experimentais disso, eles criaram incontáveis gerações da mosca drosófila (Drosophila melanogaster) sob condições controladas nos laboratórios e induziram mutações aleatórias em seu código genético por meio da irradiação e outros métodos. Como a mosca-da-fruta pode produzir uma nova geração a cada duas semanas, os cientistas podem observar os resultados em centenas de gerações. Quantas novas espécies foram produzidas por esse processo?
Até onde eu saiba nenhuma. E?
Quantas novas proteínas? Quantas novas enzimas? A resposta: nem uma sequer.
Estou confuso. O surgimento de uma nova espécie  envolve a necessidade de criação de uma nova proteína?
Se milhões de mutações aleatórias são necessárias antes que uma mutação verdadeiramente benéfica apareça, então o que acontece com aquelas mutações que não são imediatamente fatais para o organismo e que são transmitidas para a próxima geração?
Permanecem inócuas. Mutações neutras são aquelas cujos efeitos não influenciam a aptidão para a sobrevivência dos indivíduos. E aqui está: é aceito atualmente, que a maioria (imensa maioria) das mutações não possuem um efeito significativo (positivo ou negativo) na capacidade de sobrevivência dos indivíduos. Então, é bom parar de pensar em preto e branco.
 
Essas mutações deletérias, a partir de um ponto de vista estatístico, excederiam em muito o número de mutações benéficas. Assim, a inevitável entrada das mutações deletérias no banco genético de toda a espécie resultaria na progressiva deterioração de uma espécie e no seu eventual desaparecimento, (...)
Como já foi dito, a maioria das mutações é inócua e as deletérias que prejudicassem o indivíduo de maneira drástica, o eliminariam (e a ela mesma), não passando para as gerações futuras. A velha e boa (na verdade, particularmente cruel) seleção natural cuidaria da questão.

então o mecanismo que eles estavam usando para explicar a evolução precisaria levar inexoravelmente, não à criação de novas espécies, mas à destruição das existentes!
Errado. O mecanismo levaria a exterminação dos inadequados a uma determinada situação e a um determinado meio ambiente. Sim, uma nova espécie poderia ser criada. Está continuamente sendo criada... de certa maneira.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Ed em Seg 16 Mar 2015, 11:51 am

Resumindo a terroria da evolução... [descontração]



Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3160 dias de existência com 228873 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Christiano em Dom 30 Ago 2015, 11:30 pm

Iguana achada no Brasil é ‘elo perdido’ na evolução dos lagartos http://fb.me/6PtbJsMNH


http://familiasbiblicas.forumbrasil.net/ | http://cbp18.ideaboard.net/ | Pastor Christiano Jabur

Christiano
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1074
Idade : 40
Localização : Assis, SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

http://cbp18.ideaboard.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Lit San Ares em Sab 19 Set 2015, 9:33 pm

Christiano escreveu:Iguana achada no Brasil é ‘elo perdido’ na evolução dos lagartos http://fb.me/6PtbJsMNH
A matéria é legal.
Um fragmento:

"Esse fóssil indica que o grupo é antigo e provavelmente tem origem no sul de Pangeia. É possível que, após a ruptura do subcontinente, os acrodontes dominaram o Velho Mundo e os iguanídeos surgiram fora dessa linhagem de acrodontes que foi deixada isolada na América do Sul", afirma Caldwell.
"A América do Sul se manteve isolada até 5 milhões de anos atrás, quando se uniu à América do Norte. E vemos essa troca de organismos entre as duas extremidades do continente: um lagarto do Velho Mundo no Novo Mundo em uma época que não esperávamos encontrar nada parecido. Ele responde a várias dúvidas sobre a origem dos iguanídeos", afirma o cientista.





Essa união significou uma verdadeira guerra zoológica, em que os marsupiais da América do Sul levaram a pior.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Rafaelo em Dom 14 Fev 2016, 12:02 pm

Temos que aprender que a ciência trabalha com dois jeitos...1-Observando...2-Teses Teorias....
pra Ciência provar algo tem que qualquer cientista conseguir chegar ao mesmo estudo e chegar ao mesmo resultado......

Então vamos lá para se provar esta teoria só tem 2 jeitos...
1-Fosseis....
Sabemos que eles não mudam Ex: os dinossauros a pessoa pode ter morrido, o animal pode ter morrido a 102565896655 de anos luz...Os seus fósseis não mudam
Então esta já caiu por terra pois nunca comprovaram nada a este respeito....Tentaram achar alguns anos atraz uma familia onde se dizia ser mas quando foram estudar chegaram a um consenso que estavam ERRADOS...
2-DNA,RNA,Ribossomos,cromossomos...ou seja genética
E este ainda é mais curto até hoje não conseguiram provar em genes que o homem veio do macaco ou de algum outro animal... o que existe é semelhanças por isso a ciência trabalha com Ex: ratos em laboratórios,a mais tempo tinham macacos...mais isso e por ter semelhanças no aparelho digestivo POR ISSO....Mas aprendemos que ouro não é bronze jabuticaba não é uva
pode parecer mas não é não tem a mesma genética....

Então por isso é uma tese fraca uma teoria sem fundamento que vai ficar até o fim deste jeito...

Deus abençoe


Mas vòs sois a geração eleita, o sacerdòcio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;
I Pedro 2:9

Rafaelo
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 314
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/02/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Teoria da evolução

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:35 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 13 de 17 Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14, 15, 16, 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum