.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
82 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 80 Visitantes :: 2 Motores de busca

Christiano, EVANGELISTA/RJ/MSN

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez - 14:49
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O ateu pode crer em algo?

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por okara em Qua 30 Maio - 18:36

Não sou do ramo, apenas vendo suplementos naturais que ajudam muito a saúde. O que sei sobre as chamadas terapias alternativas não é muito, mas sei que muitas das citadas aqui são muito mais sérias do que parecem.

Quanto aos sentimentos influenciar a saúde, isto é fato inquestionável. As doenças chamadas de psicossomáticas já foram amplamente provadas, embora ainda existam algumas dúvidas tipo: as doenças mentais afetam o corpo causando as doenças, eles só pioram as doenças já existentes ou são as doenças que geram desequilíbrios emocionais?

Seja como for, sabemos, por exemplo, que o ódio afeta o estômago e o fígado. Isto já é conhecido há milênios (tanto que acreditavam que o fígado, e não o coração, era o órgão dos sentimentos) e fácil de se verificar: pense em algo que você odeia muito ou preste atenção num momento que tiver com muito raiva: a primeira coisa que você sente é o estômago doer.

E, para os ultra-materialistas, foram feitos testes medindo acidez do estômago, e verificou-se que ela elevava-se sempre que a pessoa sentia raiva.

Por isto, hoje em dia duvido muito que um gastro sério não reconheça que a raiva atinge o estômago. Eles podem, como eu disse, discutir entre os que acreditam que todo problema gástrico comece por desajustes psicológicos (não acreditava nisto, mas estou cada dia mais inclinado e acreditar) e os que defendem que a raiva não causa, mas piora os problemas.

A tristeza ela atua mais no intestino, o que acaba levando também a problemas no sistema imunológico e ai gera uma série de reações em cadeia que causam tudo que é doença. O estresse atua no coração (taquicardia) e também o estômago.

Tudo isto foi provado, e as explicações nem são difíceis: os sentimentos influenciam os neurotransmissores (aumentando ou diminuindo) que mandam estímulos nervosos pro sistema simpático ou pro para-simpático (e em alguns casos para o sistema antipático) que altera sua frequência cardíaca, taxa de glicose (por isto recomentam também aos diabéticos evitar passar raiva), bile, etc.

Tem quem diga que terapia alternativa e meramente psicológica, aliás quem ponha toda a psicologia como alternativa, eu pouco me importo com isto, pois como disse, já tá mais que provado que doenças psicossomáticas existem mesmo, sendo assim, técnicas como meditação, massagem (todos os estilos), Yoga funcionam justamente diminuindo estes efeitos (não só, pois trabalham o corpo tb, mas principalmente).

Já os centros psiquicos do corpo, creio que você está falando dos chacras, ou centros de energia. Eles são os pontos do corpo que mais acumulam energia (também chamada Chi na China ou Prana na Índia).

Na verdade muito disto é só questão de nome, pois se falar de centros nervosos e estímulos nervosos, qq materialista aceita, mas como os orientais não tinham estas preocupações técnicas (eles queriam curar, não queria saber como era o processo de cura) eles davam nomes tipo Chakras, Prana, Chi, ki...

São centenas de pontos, mas setes já os chakras principais: Muladhara (genital, na base da espinha), Svadhisthana (umbigo), Manipura (estômago), Anahata (coração), Visuddha (garganta, laringe), Ajña (terceiro olho), Sahasrara (topo da cabeça)

Técnicas de massagem e acupuntura utilizam estes Chakras e a energia que flui entre eles (esta movimentação da energia é chamada por alguns de Kundalini, ou despertar da Kundalini, que seria uma serpente mística). Então há muito misticismo nisto tudo (nada contra, eu até gosto), mas os Chakras realmente existem, são centros nervosos importantes.

Cada Chakra teria uma cor, sendo o primeiro (genital) vermelho e subindo até o violeta (como o arco-iris), o que origina a cromoterapia. Quanto a cromoterapia, a influência das cores TAMBÉM já foi provada, pois se você fica muito tempo num ambiente muito vermelho, isto estimula sentimentos mais instintivos (principalmente sexo e raiva), enquanto o azul claro acalma. PORÉM eu só confio na parte da cromoterapia quando a gente VÊ o estímulo, mas não acredito (muito) quando ela diz que tem efeito mesmo se vc tiver de olhos vendados e "banhado" por uma luz colorida.

O Reike também utiliza os chakras, mas este você precisa de muito mais fé para acreditar nos resultados. Basicamente vc passa sua energia para outra pessoa sem tocá-la. O principio é o mesmo do passe espírita que é o mesmo de bênçãos em várias religiões.


Visitem:
mentesvencedoras.forumeiros.com/t38-equivocos-sobre-a-doutrina-espirita

okara
SUSPENSO

Número de Mensagens : 53
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por O Questionador em Qua 30 Maio - 19:03

okara escreveu:Não existem só um ou dois experimentos supostamente positivos, existem centenas de experimentos realizados de formas sérias, nos mais variados lugares do mundo. É como eu disse, quer uma fonte confiável? Basta pesquisas documentos feitos nas universidades.

Portanto você poderá postar vários experimentos feitos por cientistas, mas eu também poderei mostrar vários igualmente feito por cientistas, com estatísticas, duplo-cego e tudo bonitinho.

Só que não estou afim de gastar meu tempo com isto. Até pq, depois de mostrar os dados da acupuntura vou ter que mostrar da quiropraxia (reinventar a roda), psicanálise, etc...

Eu sou psicólogo, e mesmo com todo material sério que temos, tem pessoas que não aceitarão nunca que a psicologia é de fato uma ciência, principalmente quem idolatra medicamentos. Então deixa o povão se entupir de remédio.

Eu sei que boa (e muito boa) parte dos médicos não passa de traficantes de drogas embelezada, mas vale a pena gastar meu tempo tentando provar isto? Ainda mais para quem tá correndo pro tudo ou nada.


Que ótimo, quero que você me mostre então esses testes duplo-cegos, revisados e publicados que validam tanto a acupuntura. Afinal quem faz as alegações deve também fornecer as provas, não é assim?

Estou esperando.

okara escreveu:Quantas das ciências que você defende hoje não foram chamadas de esquisoterisses no passado? Duvida da magnetoterapia? Ouve tempo que duvidavam da existência de qualquer tipo de magnetismo. Duvida da homeopatia (também não acredito muito) mas a nanotecnologia taí para mostrar como coisas infinitamente pequenas podem fazer diferenças gritantes. Você vai dizer que uma coisa é completamente diferente da outra, de fato são diferentes, mas não completamente, pois já há quem está usando uma para demonstrar a outra. Quanto a água benta, tem um filme, se não me engano é "o que somos nós" em que fotografam uma molécula de água num microscópio eletrônico de última geração, depois pegam a mesma água e pedem prum monge (budista se não me engano) abençoa-la, e fotografam de novo, a diferença é vizivel para qq criança.




Você realmente caiu naquele conto de fadas da "água emotiva" de Quem Somos Nós(não que eu esteja surpreso por isso)?

Também pudera.

Permita que eu lhe explique como "o monge fez o cristal de água mais bonito":

O que sr. Masaru Emoto(criador do mito) faz é simplesmente pegar um copo de água benzido e procurar o cristal mais bonito formado. É óbvio que sempre haverá um cristal bem formado entre bilhares formados juntos, quando ele pega um copo escrito "raiva" ele simplesmente procura um cristal "feio" e diz que aquilo simboliza o que acontece com a água toda. Entendeu sr.okara como o senhor foi enganado?

A maior prova disso é que Masaru Emoto se recusa a fazer testes duplo-cegos, em outras palavras, se derem um copo pra ele sem o rótulo de "que emoção o impregnou" ele simplesmente não vai ter idéia alguma de que cristal escolher, e como os cristais não se alteram em nada, vão ter tanto cristais "bonitos" como "feios". Em verdade, Emoto chegou em uma entrevista a dizer que “não entende muito bem esse negócio de duplo-cego”. http://quaest.io/?title=masaru-emoto

Dá pra imaginar porque ele "não entende muito bem" como funciona um duplo-cego?

Eu imagino, porque se eu fizesse como ele e vendesse "Águas Indigo geometricamente perfeitas”, por U$ 35,00 a garrafinha, eu também "não entenderia" como se faz um duplo-cego. Pena que eu não seja mal caráter.

Espero não ter estrago muito o "truque" que lhe impressionou tanto okara. Mas como você disse, realmente é uma coisa pra qualquer criança ver e acreditar, disse bem, criança, não adulto.


okara escreveu:Eu vendo produtos naturais de alta tecnologia, desenvolvida por cientistas que trabalharam na NASA, e de todas as pessoas que compraram (e usaram, pois tem imbecis que compram e não usam) não houve um único que não sentiu diferença. Ainda assim frequentemente ouço pessoas dizer: não acredito nisto.


Obrigado, mas não estou interessado em seus produtos.

okara escreveu:Ok, não acreditem, azar. Eu sei que funciona e eu tenho provas suficientes para ME convencer. É o que me basta.


Que ótimo, feliz és tu, que vives no mundo quântico de Quem Somos Nós e Masaru Emoto. Eu prefiro viver no mundo real, mas cada um sabe o que é melhor pra sua vida.

O Questionador
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 523
Localização : Na Selva.
flag : Brasil
Data de inscrição : 31/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por sabino-sp em Sab 7 Jul - 9:14

sabino-sp escreveu:
Cal escreveu:O ateu pode crer em várias coisas, a única coisa que um ateu não pode crer que caso creia deixa de ser ateu é em deus(es), só isso.

Nada impede que um ateu acredite que possam ocorrer eventos absolutamente impossíveis e contra as leis da física como por exemplo o Corinthians faturar uma Libertadores.

Ô Cal agora vc chutou o pau da barraca
eu sou corinthiano ..a gente chega lá

Ô Cal profetiza mais nós corintianos agradecemos

sabino-sp
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2161
Idade : 63
Localização : Santo André - São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por E.Ramos em Sab 7 Jul - 10:44

...o corinthias venceu pela fé.

Ninguém sabe se dá mais medo quando este timinho ganha ou perde. :p

E.Ramos
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 1193
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Josoco em Sab 7 Jul - 11:40

sabino-sp escreveu:
sabino-sp escreveu:
Cal escreveu:O ateu pode crer em várias coisas, a única coisa que um ateu não pode crer que caso creia deixa de ser ateu é em deus(es), só isso.

Nada impede que um ateu acredite que possam ocorrer eventos absolutamente impossíveis e contra as leis da física como por exemplo o Corinthians faturar uma Libertadores.

Ô Cal agora vc chutou o pau da barraca
eu sou corinthiano ..a gente chega lá

Ô Cal profetiza mais nós corintianos agradecemos

gargalhada gargalhada gargalhada gargalhada

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Mary em Sab 7 Jul - 12:46

claro que sim.....

acredita em sua existência .....

já é um bom começo......



:risadinha: hihi


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 02/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Lit San Ares em Sex 20 Jul - 22:39

Como disse o professor Blanco, nunca vi um ateu num avião em queda.

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Jumper em Sab 21 Jul - 16:36

Lit San Ares escreveu:Como disse o professor Blanco, nunca vi um ateu num avião em queda.
E como eu costumo falar, quando um avião começa a cair não há reza forte que o faça parar de cair.
Outra, nunca vi um religioso ir para a Igreja quando quebra a perna.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Sab 21 Jul - 18:34

Ateus podem acreditar em DI's alienigenas, como Richard Dawkins.

[]s

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Mary em Sab 21 Jul - 18:39

E como eu costumo falar, quando um avião começa a cair não há reza forte que o faça parar de cair.
Outra, nunca vi um religioso ir para a Igreja quando quebra a perna.

o religioso pode chamar um táxi é ir até a igreja de muletas .

:risadinha:



Última edição por mary jane em Sab 21 Jul - 21:45, editado 1 vez(es)


"Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por Mim" (João 14:6)  


Eu não vim chamar os justos, mais sim,os pecadores ao arrependimento (Marcos 2:17)
    
Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.(João 14:26)

Mary
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1743
Localização : SP
flag : Brasil
Data de inscrição : 02/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Sab 21 Jul - 19:22

Alfredo Bernachi também acredita que Jesus Cristo não existiu e a Bíblia foi escrita por "padres".

Depois de desenvolver projetos importantes , como resolver um Sudoku e dar banho no cachorro, me dedicarei à leitura do seu best seller mais recente,publicado no 4 Shared.

[]s

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Lit San Ares em Sab 21 Jul - 21:23

Jumper escreveu:
Lit San Ares escreveu:Como disse o professor Blanco, nunca vi um ateu num avião em queda.
E como eu costumo falar, quando um avião começa a cair não há reza forte que o faça parar de cair.
Outra, nunca vi um religioso ir para a Igreja quando quebra a perna.
Já eu, "vi" mais de um ficar na igreja, quando deveria ter ido para o hospital. O resultado... funesto.

Como dizem os árabes: "reze para Alá, mas amarre seu camelo".

Lit San Ares
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1809
Localização : Palucidar
flag : Brasil
Data de inscrição : 20/07/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Cal em Sab 21 Jul - 22:14

sabino-sp escreveu:
sabino-sp escreveu:
Cal escreveu:O ateu pode crer em várias coisas, a única coisa que um ateu não pode crer que caso creia deixa de ser ateu é em deus(es), só isso.

Nada impede que um ateu acredite que possam ocorrer eventos absolutamente impossíveis e contra as leis da física como por exemplo o Corinthians faturar uma Libertadores.

Ô Cal agora vc chutou o pau da barraca
eu sou corinthiano ..a gente chega lá

Ô Cal profetiza mais nós corintianos agradecemos
Corinthians campeão da Libertadores ai, caramba!

Os maias estavam certos, 2012 é o fim do mundo mesmo! :risadinha:


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por fabio roberto dias em Qua 8 Ago - 8:42

Acredito no “laicismo” do Brasil; perante a lei todos deveriam ser iguais, como cidadãos temos direitos e deveres e os fatos sociais impostos pelos sistemas deveriam, por isso, serem despidos. Não meço um homem pela sua opção sexual, religião, classe social, ideologia, meço-o pelo seu caráter, por aquilo que ele pode produzir de positivo para si mesmo e para os outros. Conheço péssimos cristãos, pessoas que não valem um centavo furado, que envergonham o Deus que acreditam com as suas posições auto-indugentes e alienadas, que apenas se apegam a ele por estúpida obrigação e medo. Isso não pode ser tomado como verdade! Tenho muito medo dessa alienação. O que não se pode perdoar no ser humano é a ignorância e a prepotência.


Só o ateísmo pode pacificar o mundo de hoje. positivinho

fabio roberto dias
Barro
Barro

Número de Mensagens : 5
Idade : 34
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Alfredo Bernacchi em Qua 15 Ago - 11:26

Nenhum mistério nisso... O ateu crê nele mesmo.
Deus é, segundo o dicionário, o Ser supremo; o espírito infinito e eterno, criador e preservador do Universo. Ente tríplice e uno, infinitamente perfeito, livre e inteligente, criador e regulador do Universo.
ATEU é uma pessoa que não acredita nisso! É só isso! Não é simples?
Poxa, essa já não é uma boa definição?

Para o Ateu essa crença é pura fantasia e Deus, a melhor invenção comercial do homem que ainda quer ser à imagem e semelhança dele!
Todo o mais, que é peculiar ao ser humano (educação, lealdade, bondade, amizade, amor, respeito às leis e os bons costumes da sociedade), é peculiar ao Ateu, que não acredita em deuses. Nesse aspecto, não tem diferença. Certo?!...
Errado! Tem diferença sim e muita diferença – PARA MELHOR. Reparem bem:

“O Ateu valoriza o homem acima de tudo. Isso já começa a fazer a diferença. Acreditar em si mesmo é muito bom. Muuuuiiito bom!... Muito saudável, muito produtivo e até psicologicamente mais vantajoso. O homem sem valor é um nada! E o Ateu sabe o seu valor.

Seu sentido apurado de justiça, seu amor comum, puro e desinteressado é magnífico, porque tudo é gerado dentro dele! Ele tem a capacidade de trilhar o bem e livra-se do mal. Por sua própria iniciativa, afasta-se dos caminhos errados, pois sabe que tem ninguém fazendo isso por ele. Valoriza a amizade entre os homens, a atenção e o carinho no trato dos seus semelhantes, que o tratam de forma igual, evidentemente.

Se o ateu for agredido ou insultado, cabe revidar, sempre pronto para bater com a direita em quem lhe atingir a face. Perdoar também é possível, segundo o seu próprio julgamento e as circunstâncias em que isso ocorreu, mas não deixar mais a cara na reta é obrigatório.

O Ateu é o único responsável pelos seus atos, planta o seu dia de amanhã, pois sabe que a vida é uma só e o seu futuro depende dele mesmo. Não obedece mandamentos, mas 180.000 leis, aqui no Brasil, e a ordem natural das coisas, segundo a sociedade em que vive. Acredita no Universo como está vendo, na Natureza imperfeita como um acontecimento físico-químico casual de infinitas proporções, acredita na Ciência que cura doenças e melhora a vida, na Evolução das espécies, crê que está hoje aqui hoje, por acaso, como parte da Natureza. Não estava aqui ontem e não estará amanhã. Crê que a morte cerebral encerra a sua passagem na vida e na prole como a sua continuação física e biológica, até que um dia tudo se acabe.

O Ateu não está preso a qualquer dogma ou conceito irreal, fantasioso, hipotético e abstrato, político ou religioso. O Ateu é orientado pela lógica e pelo bom senso, nas suas atitudes, julgamentos e conclusões. Para ele, tudo tem que fazer sentido, ser bem entendido e assimilado e se possível verificado, ou não será aceito como verdade. Isso evita que caia nas muitas armadilhas dos espertos, fique preso a misticismos e esoterismos. A Verdade tem lógica, é clara, límpida, irrefutável, ou é mentira. Agora... Você já imaginou um ateu aceitar que alguém caminhou sobre as águas?! Ressuscitou?! Não dá, certo?

O Ateu previne-se contra lavagem cerebral, não se deixa influenciar por repetições sem fundamento, pelo contrário, quer entender tudo, quer ser livre para raciocinar. Mente aberta, livre, sem rancores, obsessões, fanatismos, irracionalidades!

O Ateu não tem medo de nada que não seja natural, nem de ninguém que não seja de carne e osso. Sua coragem e autenticidade são bandeiras de conduta, sua personalidade irrefutável, seus princípios de lealdade, caráter e dignidade com a sua sociedade, são rígidos, porque tem uma responsabilidade maior com seus semelhantes.

O Ateu não é falso, não acredita em falsidade, não aceita e não convive com ela. A Verdade é sua bandeira mais alta, por isso o Ateu é verdadeiro e honesto. Ateu é sincero. É franco e leal. Ateu não mente.

O Ateu quer estar bem com a sua consciência que não pode ser maculada, porque dela retira o fluido da sua justiça. Se o Ateu errar, vai pedir perdão ao ofendido. Mas, na justiça do Ateu, são dois olhos por um e assim não guarda rancor. Esquece! Por outro lado, valoriza muito o que fazem por ele e dá reciprocidade em tudo.

O Ateu não gosta de ser iludido, enganado, ludibriado ou explorado. Desconfia sempre. Confere sempre, consegue identificar um vigarista de longe! O Ateu não é bobo, é cético, é precavido, porque desenvolve mais a sua inteligência e raciocínio. Dificilmente será passado pra trás.
Se o ateu deve dar uma esmola a um carente ou não, ele mesmo resolve. Pode preferir ajudar outro mais esforçado contribuindo no seu trabalho, do que manter viciados pedintes nas portas de igrejas. Esse julgamento é dele. De qualquer forma não espera nada de volta. E de uma forma ou de outra, o que ele fizer será direto ao carente. Nunca através de terceiros que irão dividir o seu esforço de ajuda, tirando para si mesmos o maior quinhão.

O Ateu é corajoso, destemido e, para ajudar o seu irmão, não se acovarda diante de nenhuma circunstância. Acredita em si mesmo, mas conhece perfeitamente as suas limitações. Então, não se expõe, se cuida melhor também, com mais responsabilidade nos seus atos. Sabe que ninguém mais está cuidando dele salvo ele mesmo.

O Ateu não acredita nem convive com coisas mentirosas: horóscopos, pais de santo, advinhos, bruxarias, runa, tarô, cristais, mandingas, patuás, cartomancia, quiromancia, espiritos, demônios, santos, almas, psicografias, viagem astral, regressão a vidas passadas etc. Acredita na hipnose como algo científico que muita gente usa indevidamente para enganar o próximo.

O Ateu é um estudioso da vida um observador cético de tudo o que se passa à sua volta. A tudo quer entender e saber a explicação, pois foi assim que atingiu seu estágio de sabedoria. Ateu é sábio diante de muitos ingênuos, crédulos e equivocados.

O Ateu é dono do seu próprio juízo. Não tem regras impostas, mas as suas regras, dentro da lei e dos bons costumes. Por isso, a sua responsabilidade é maior, porque dele mesmo parte o julgamento e as conseqüências pelos seus atos. Assim, CONCORDA, com a maioria dos mandamentos bíblicos, porque, pelo seu julgamento, estão certos, nenhuma vantagem nisso porque são dons do homem, retirado de outras fontes, mas não ama nenhum deus sobre todas as coisas, porque está errado. Sobre todas as coisas o ateu ama a justiça, a verdade, a amizade, a lealdade e o seu semelhante, porque isso lhes dará frutos positivos no seu estreito tempo de vida aqui na Terra.

O Ateu tem certeza de que espíritos não existem. Não vive vendo fantasmas, coisas do outro mundo, tendo visões ou escutando coisas estranhas, porque é protegido desses distúrbios pela força da sua mente incrédula. Nenhum mal absorve, vindo de qualquer fonte mística, pois tem o controle das ações e não pode ser psicologicamente atingido porque não acredita nessas coisas. Simples assim.

O Ateu resolve seus problemas, meditando, buscando o melhor do seu raciocínio, as soluções na sua cultura apurada. É um sábio a favor de si mesmo e dos seus semelhantes, mas aceita ajuda, se verdadeira, e assimila o conselho dos seus amigos. O Ateu trata seus semelhantes com carinho, porque sabe das suas dificuldades.

O Ateu, pelas próprias circunstancias da discriminação, tem maior responsabilidade sobre o seu modo de vida, porque defende uma causa justa e verdadeira. Tem maior valor como cidadão, e é sempre alvo de inveja. Ele busca em suas atitudes, servir como um exemplo e, dificilmente, será um exemplo ruim. Sua filosofia nada tem a ver com a formação do ser humano e suas características pessoais trazidas pela criação, crença ou educação, mas dificilmente será um bandido. Apenas um cidadão com defeitos e qualidades, que não acredita em deuses, que são muletas psicológicas, e assim vive feliz de cabeça erguida e consciente da sua grandeza.”

Isso é ser um ateu. Essa é a sua filosofia de vida.

Alfredo Bernacchi
¹
¹

Número de Mensagens : 454
Idade : 75
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 05/05/2012

http://alfredobernacchifalandofrancamente.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Cal em Qua 15 Ago - 16:08

Alfredo Bernacchi escreveu:“O Ateu valoriza o homem acima de tudo. Isso já começa a fazer a diferença. Acreditar em si mesmo é muito bom. Muuuuiiito bom!... Muito saudável, muito produtivo e até psicologicamente mais vantajoso. O homem sem valor é um nada! E o Ateu sabe o seu valor.
Existem ateus niilistas sabia?

Seu sentido apurado de justiça, seu amor comum, puro e desinteressado é magnífico, porque tudo é gerado dentro dele! Ele tem a capacidade de trilhar o bem e livra-se do mal. Por sua própria iniciativa, afasta-se dos caminhos errados, pois sabe que tem ninguém fazendo isso por ele. Valoriza a amizade entre os homens, a atenção e o carinho no trato dos seus semelhantes, que o tratam de forma igual, evidentemente.
Não existe nenhuma relação de causa entre ateísmo e sentido apurado de justiça, nada impede um ateu de ser uma pessoa exemplar mas isso não é consequência automática de seu ateísmo, se assim fosse Stalin não teria feito o que fez entre outros ateus que foram moralmente condenados pela História.

O Ateu não está preso a qualquer dogma ou conceito irreal, fantasioso, hipotético e abstrato, político ou religioso.
Todos os conceitos são abstratos, representações simbólicas que tentam interpretar a realidade, se correspondem a realidade ou não é outra história, mas não deixam de ser abstrações por causa disso.

O Ateu previne-se contra lavagem cerebral, não se deixa influenciar por repetições sem fundamento, pelo contrário, quer entender tudo, quer ser livre para raciocinar. Mente aberta, livre, sem rancores, obsessões, fanatismos, irracionalidades!
Diga isso para as populações de países comunistas, majoritariamente atéia e que sofreu em algum estágio lavagem cerebral e se deixou influenciar por promessas de utopia.

O Ateu não tem medo de nada que não seja natural, nem de ninguém que não seja de carne e osso.
Finalmente algo certo, ninguém teme algo que não acredita existir, isso não é exclusividade atéia.

O Ateu não é falso, não acredita em falsidade, não aceita e não convive com ela. A Verdade é sua bandeira mais alta, por isso o Ateu é verdadeiro e honesto. Ateu é sincero. É franco e leal. Ateu não mente.
Todos os seres humanos mentem, ateus são humanos, logo, ateus mentem.

A mentira ao contrário do que muitos acham não é sempre maléfica, trata-se em muitos casos de um inescapável apaziguador social, o mundo teria muito mais conflitos se as pessoas fossem sinceras o tempo todo.

O Ateu não gosta de ser iludido, enganado, ludibriado ou explorado.
Só o ateu?

O Ateu é um estudioso da vida um observador cético de tudo o que se passa à sua volta. A tudo quer entender e saber a explicação, pois foi assim que atingiu seu estágio de sabedoria. Ateu é sábio diante de muitos ingênuos, crédulos e equivocados.
Sério, se os outros ateus fossem como você eu iria forjar uma conversão só para não ser associado a um grupo tão arrogante, felizmente os ateus são um grupo por demais heterogêneo.

O Ateu tem certeza de que espíritos não existem.
Não tem, ninguém tem, não ter motivos para acreditar em algo é muito diferente de ter certeza que algo não existe, para ter certeza que espíritos não existem seria necessário conhecer plenamente o universo e todas as suas dimensões, algo humanamente impossível, e até que você prove o contrário ateus ainda são humanos.

Isso é ser um ateu. Essa é a sua filosofia de vida.
Não, isso é a sua visão ufanista e delirante do que viria a ser um ateu, nada impede que um ateu alcance essa sua visão de civismo mas não há nada que indique uma relação de causa entre o que você descreve e ateísmo.

É impressionante a semelhança entre o discurso que você faz de ateísmo com o discurso dos calvinistas em relação aos tais eleitos, prova que fanatismo pode atingir qualquer grupo humano.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Qua 15 Ago - 16:33

Nenhum mistério nisso... O ateu crê nele mesmo.
Deus é, segundo o dicionário, o Ser supremo; o espírito infinito e eterno, criador e preservador do Universo. Ente tríplice e uno, infinitamente perfeito, livre e inteligente, criador e regulador do Universo.
ATEU é uma pessoa que não acredita nisso! É só isso! Não é simples?
Poxa, essa já não é uma boa definição?

Incrivelmente SIM, é uma ótima definição que até refuta todo o restante do seu texto.

Ser ateu É SOMENTE NÃO CRER EM DEUS(SES).

Posso ser um religioso cético?Sim.

Posso ser um ' observador da vida e estudioso' cristão?Sim.

Pode ser um religioso 'não lludibriado, explorado e que pensa livremente'?Também sim.

Funciona para todo o seu texto. A única que NÃO PODE HAVER É : a) um teísta que não acredita em Deus; b) um ateu que acredita em Deus.

Todos os outros conceitos que você alugou, simplesmente não são sinônimos de ser ateu.Repare que estou usando sua própria definição de ateísmo.

O resto, o Cal já respondeu.

[]s

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Qua 15 Ago - 16:47

Vou responder os parágrafos que o Cal não respondeu, o que ele disse considero que está irretocável:

Ateu resolve seus problemas, meditando, buscando o melhor do seu raciocínio, as soluções na sua cultura apurada. É um sábio a favor de si mesmo e dos seus semelhantes, mas aceita ajuda, se verdadeira, e assimila o conselho dos seus amigos. O Ateu trata seus semelhantes com carinho, porque sabe das suas dificuldades.

'Ora',caro Alfredo..o que isso tem q ver com ateísmo?Qualidades de sabedoria, altruísta e amabilidade são caraterísticas que qualquer pode desenvolver INDEPENDENTEMENTE da crença ou não crença em Deus.


O Ateu, pelas próprias circunstancias da discriminação, tem maior responsabilidade sobre o seu modo de vida, porque defende uma causa justa e verdadeira. Tem maior valor como cidadão, e é sempre alvo de inveja
Que tiro ao lado!Qual é a correlação entre não crer em Deus e ser alvo de inveja?Se os ateus são tão alvos de 'inveja', porque existem ONG's militantes que reclamam PRECISAMENTE DO PRECONCEITO que existe contra pessoas que não crêem em Deus?

E ateísmo é uma causa 'justa e verdadeira' para VOCÊ.Hitler também pensava que os campos de concentração para judeus eram uma causa justissíma e muito verdadeira.

Ele busca em suas atitudes, servir como um exemplo e, dificilmente, será um exemplo ruim. Sua filosofia nada tem a ver com a formação do ser humano e suas características pessoais trazidas pela criação, crença ou educação, mas dificilmente será um bandido.


Alfredo, SER ATEU É DESCRER EM DEUS. Não existe nenhuma regra de conduta que diga 'ser ateu é'..tem jeito não.

Sempre lembrando de Stalin,Pol Pot e Mao Tse Tsung, maiores assassinos da história mundial.Você se espelha neles?Não foram exemplos ruins?Não eram 'bandidos'?

Apenas um cidadão com defeitos e qualidades, que não acredita em deuses,
Ora bem...agora você falou bem.

que são muletas psicológicas

Alfredo, como brioso estudante e escritor já ouviu falar da falácia genética?

e assim vive feliz de cabeça erguida e consciente da sua grandeza.”

Ou inconsciente de uma psicose megalomaníaca.

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Jumper em Qua 15 Ago - 17:07

E ateísmo é uma causa 'justa e verdadeira' para VOCÊ.Hitler também pensava que os campos de concentração para judeus eram uma causa justissíma e muito verdadeira.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Reductio_ad_Hitlerum
Não compare direito de liberdade religiosa (e da religião) com campos de concentração, ok?

Sempre lembrando de Stalin,Pol Pot e Mao Tse Tsung, maiores assassinos da história mundial.Você se espelha neles?Não foram exemplos ruins?Não eram 'bandidos'?
E, como você falou, e para você ver como é ruim comparar maçãs com bananas e usar a carta nazista, Hitler era cristão numa nação cristã e fez o que fez e ele não fez os campos de concentração sem apoio popular.

Ateísmo não é comunismo, comunismo que usa do ateísmo como forma de controle populacional. Ateus tampouco comem crianças no café da manhã.

Ao meu ver, estado deve ser laico, não deve nem apoiar nem perseguir religiões ou ausência de religião.
Sem falar que o ateu moderno não tem nada a ver com esses ateus supracitados.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Qua 15 Ago - 17:29

http://pt.wikipedia.org/wiki/Reductio_ad_Hitlerum
Não compare direito de liberdade religiosa (e da religião) com campos de concentração, ok?

Para que foi a citação?

Não, A.B. disse que o ateísmo é uma causa ' justa e verdadeira'.Eu disse que tem muitas pessoas que fizeram bobajadas - como Hitler- e que supostamente foi em nome da justiça e da verdade.

Abolir o pensamento é errado e é isso que o ateísmo militante pretende: abolir uma forma de cosmovisão teísta.

Espero ter sido claro.


E, como você falou, e para você ver como é ruim comparar maçãs com bananas e usar a carta nazista, Hitler era cristão numa nação cristã e fez o que fez e ele não fez os campos de concentração sem apoio popular.

Ateísmo não é comunismo, comunismo que usa do ateísmo como forma de controle populacional. Ateus tampouco comem crianças no café da manhã.

Não,Hitler não era cristão, tão pouco ateu, mas não era cristão, certamente. Se quiser pode abrir um tópico a respeito, para não desvirtuar este.Mas se ler um pouco sobre a religião do Reich e trechos de falas de Hitler, verá que ele era mais um panteísta e considerava o Cristianismo uma 'invenção de cerébros doentes' , com bases no judaísmo.

É claro que ele não era burro e era um ótimo manipulador das massas..nada melhor do que usar a religião para dizer que estava 'fazendo o trabalho de deus'.

Está malhando um espantalho: eu disse que ateus 'comiam crianças'?Não, o que eu fiz foi uma réplica ao A.B. onde lhe foi demonstrado que ser ateu não é sinônimo de ser ou não civilizado.

Ser ateu é somente descrer em Deus.Ponto.

Ao meu ver, estado deve ser laico, não deve nem apoiar nem perseguir religiões ou ausência de religião.
Sem falar que o ateu moderno não tem nada a ver com esses ateus supracitados.

O dia que me mostrarem que ser ateu é sinônimo de ser um ótimo caráter, em que lugar essa corralação é explicíta no ateísmo, vocês vencem o debate.

Até lá, ficamos com a definição clássica de ateísmo - descrer em divindades, partindo do ponto que existem ateus excelentes pessoas e ateus que não prestam, como religiosos,deístas ou crentes no Coelho da Páscoa.

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por O Questionador em Sab 15 Set - 1:08

Alfredo Bernacchi escreveu:

“O Ateu valoriza o homem acima de tudo. Isso já começa a fazer a diferença. Acreditar em si mesmo é muito bom. Muuuuiiito bom!... Muito saudável, muito produtivo e até psicologicamente mais vantajoso. O homem sem valor é um nada! E o Ateu sabe o seu valor.

Seu sentido apurado de justiça, seu amor comum, puro e desinteressado é magnífico, porque tudo é gerado dentro dele! Ele tem a capacidade de trilhar o bem e livra-se do mal. Por sua própria iniciativa, afasta-se dos caminhos errados, pois sabe que tem ninguém fazendo isso por ele. Valoriza a amizade entre os homens, a atenção e o carinho no trato dos seus semelhantes, que o tratam de forma igual, evidentemente.

Se o ateu for agredido ou insultado, cabe revidar, sempre pronto para bater com a direita em quem lhe atingir a face. Perdoar também é possível, segundo o seu próprio julgamento e as circunstâncias em que isso ocorreu, mas não deixar mais a cara na reta é obrigatório.

O Ateu é o único responsável pelos seus atos, planta o seu dia de amanhã, pois sabe que a vida é uma só e o seu futuro depende dele mesmo. Não obedece mandamentos, mas 180.000 leis, aqui no Brasil, e a ordem natural das coisas, segundo a sociedade em que vive. Acredita no Universo como está vendo, na Natureza imperfeita como um acontecimento físico-químico casual de infinitas proporções, acredita na Ciência que cura doenças e melhora a vida, na Evolução das espécies, crê que está hoje aqui hoje, por acaso, como parte da Natureza. Não estava aqui ontem e não estará amanhã. Crê que a morte cerebral encerra a sua passagem na vida e na prole como a sua continuação física e biológica, até que um dia tudo se acabe.

O Ateu não está preso a qualquer dogma ou conceito irreal, fantasioso, hipotético e abstrato, político ou religioso. O Ateu é orientado pela lógica e pelo bom senso, nas suas atitudes, julgamentos e conclusões. Para ele, tudo tem que fazer sentido, ser bem entendido e assimilado e se possível verificado, ou não será aceito como verdade. Isso evita que caia nas muitas armadilhas dos espertos, fique preso a misticismos e esoterismos. A Verdade tem lógica, é clara, límpida, irrefutável, ou é mentira. Agora... Você já imaginou um ateu aceitar que alguém caminhou sobre as águas?! Ressuscitou?! Não dá, certo?

O Ateu previne-se contra lavagem cerebral, não se deixa influenciar por repetições sem fundamento, pelo contrário, quer entender tudo, quer ser livre para raciocinar. Mente aberta, livre, sem rancores, obsessões, fanatismos, irracionalidades!

O Ateu não tem medo de nada que não seja natural, nem de ninguém que não seja de carne e osso. Sua coragem e autenticidade são bandeiras de conduta, sua personalidade irrefutável, seus princípios de lealdade, caráter e dignidade com a sua sociedade, são rígidos, porque tem uma responsabilidade maior com seus semelhantes.

O Ateu não é falso, não acredita em falsidade, não aceita e não convive com ela. A Verdade é sua bandeira mais alta, por isso o Ateu é verdadeiro e honesto. Ateu é sincero. É franco e leal. Ateu não mente.

O Ateu quer estar bem com a sua consciência que não pode ser maculada, porque dela retira o fluido da sua justiça. Se o Ateu errar, vai pedir perdão ao ofendido. Mas, na justiça do Ateu, são dois olhos por um e assim não guarda rancor. Esquece! Por outro lado, valoriza muito o que fazem por ele e dá reciprocidade em tudo.

O Ateu não gosta de ser iludido, enganado, ludibriado ou explorado. Desconfia sempre. Confere sempre, consegue identificar um vigarista de longe! O Ateu não é bobo, é cético, é precavido, porque desenvolve mais a sua inteligência e raciocínio. Dificilmente será passado pra trás.
Se o ateu deve dar uma esmola a um carente ou não, ele mesmo resolve. Pode preferir ajudar outro mais esforçado contribuindo no seu trabalho, do que manter viciados pedintes nas portas de igrejas. Esse julgamento é dele. De qualquer forma não espera nada de volta. E de uma forma ou de outra, o que ele fizer será direto ao carente. Nunca através de terceiros que irão dividir o seu esforço de ajuda, tirando para si mesmos o maior quinhão.

O Ateu é corajoso, destemido e, para ajudar o seu irmão, não se acovarda diante de nenhuma circunstância. Acredita em si mesmo, mas conhece perfeitamente as suas limitações. Então, não se expõe, se cuida melhor também, com mais responsabilidade nos seus atos. Sabe que ninguém mais está cuidando dele salvo ele mesmo.

O Ateu não acredita nem convive com coisas mentirosas: horóscopos, pais de santo, advinhos, bruxarias, runa, tarô, cristais, mandingas, patuás, cartomancia, quiromancia, espiritos, demônios, santos, almas, psicografias, viagem astral, regressão a vidas passadas etc. Acredita na hipnose como algo científico que muita gente usa indevidamente para enganar o próximo.

O Ateu é um estudioso da vida um observador cético de tudo o que se passa à sua volta. A tudo quer entender e saber a explicação, pois foi assim que atingiu seu estágio de sabedoria. Ateu é sábio diante de muitos ingênuos, crédulos e equivocados.

O Ateu é dono do seu próprio juízo. Não tem regras impostas, mas as suas regras, dentro da lei e dos bons costumes. Por isso, a sua responsabilidade é maior, porque dele mesmo parte o julgamento e as conseqüências pelos seus atos. Assim, CONCORDA, com a maioria dos mandamentos bíblicos, porque, pelo seu julgamento, estão certos, nenhuma vantagem nisso porque são dons do homem, retirado de outras fontes, mas não ama nenhum deus sobre todas as coisas, porque está errado. Sobre todas as coisas o ateu ama a justiça, a verdade, a amizade, a lealdade e o seu semelhante, porque isso lhes dará frutos positivos no seu estreito tempo de vida aqui na Terra.

O Ateu tem certeza de que espíritos não existem. Não vive vendo fantasmas, coisas do outro mundo, tendo visões ou escutando coisas estranhas, porque é protegido desses distúrbios pela força da sua mente incrédula. Nenhum mal absorve, vindo de qualquer fonte mística, pois tem o controle das ações e não pode ser psicologicamente atingido porque não acredita nessas coisas. Simples assim.

O Ateu resolve seus problemas, meditando, buscando o melhor do seu raciocínio, as soluções na sua cultura apurada. É um sábio a favor de si mesmo e dos seus semelhantes, mas aceita ajuda, se verdadeira, e assimila o conselho dos seus amigos. O Ateu trata seus semelhantes com carinho, porque sabe das suas dificuldades.

O Ateu, pelas próprias circunstancias da discriminação, tem maior responsabilidade sobre o seu modo de vida, porque defende uma causa justa e verdadeira. Tem maior valor como cidadão, e é sempre alvo de inveja. Ele busca em suas atitudes, servir como um exemplo e, dificilmente, será um exemplo ruim. Sua filosofia nada tem a ver com a formação do ser humano e suas características pessoais trazidas pela criação, crença ou educação, mas dificilmente será um bandido. Apenas um cidadão com defeitos e qualidades, que não acredita em deuses, que são muletas psicológicas, e assim vive feliz de cabeça erguida e consciente da sua grandeza.”

Isso é ser um ateu. Essa é a sua filosofia de vida.


Bullshit.


abençoado escreveu:
Posso ser um religioso cético?Sim.


Ein? Ôô

Como é que é isso rpz?

abençoado escreveu:
O dia que me mostrarem que ser ateu é sinônimo de ser um ótimo caráter, em que lugar essa corralação é explicíta no ateísmo, vocês vencem o debate.


Que nada, liga naum, isso é coisa do Alfredo msm...


"Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você."
Friedrich Nietzsche

O Questionador
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 523
Localização : Na Selva.
flag : Brasil
Data de inscrição : 31/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Sab 15 Set - 17:05

Simples, Questionador.

Cético é alguém que tem razões fundadas, para crer em algo, que não se conforma como as coisas lhe são colocadas.

Eu posso deduzir (como deduzo) que Deus é uma realidade perfeitamente comprovada pela razão.

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por O Questionador em Dom 16 Set - 0:40

abençoado escreveu:Simples, Questionador.

Cético é alguém que tem razões fundadas, para crer em algo, que não se conforma como as coisas lhe são colocadas.

Eu posso deduzir (como deduzo) que Deus é uma realidade perfeitamente comprovada pela razão.


Significado de Cético:

adj e s.m. Diz-se do ou adepto do ceticismo.
P. Extensão. Sujeito que não acredita, duvida, ou caracteriza-se como incrédulo.
Adapto ou que faz referência ao ceticismo.
(Etm. do grego: skepticos)

http://www.dicio.com.br/cetico/

abençoado, cético não é, e nunca foi, aquele que "acredita com razões fundadas", cético é aquele que "de tudo duvida", então de cara você já não pode ser um cético, porque dessa forma você não poderia ter fé, que é "a certeza sem duvidar". Percebe?

Cético é aquele que duvida de tudo quanto não é evidente, não existe isso de "um cético com razões fundadas", porque nem a própria razão é garantia de algo, o cético é aquele que tudo duvida, a menos do que não seja evidente(e sendo evidente não necessita de "bases na razão"), ou seja, está em dúvida até do que a Ciência põe como verdadeiro, ele pode usar a Ciência como ferramente enquanto dê resultados práticos, mas não crê piamente nela se não como objeto, nunca como filosofia absoluta.

Exemplo nº1: A Ciência pode dizer que existe um átomo batizado de hidrogênio que tem um elétron e um próton, os métodos que usamos comprovam isso, posso ter certeza que esse átomo realmente existe mesmo? Não.
Para isso seria necessário que alguém visse um átomo, você já viu um átomo abençoado? Não, ninguém nunca viu, então quem me garante que este átomo(e os outros) não é apenas uma anomalia da natureza? Quem me garante que ele não só "parece ter um elétron e um próton"? Quem me garante que ele não está mostrando o que nós queremos ver? Quem garante que não é um demônio brincalhão pregando uma peça na humanidade(sim porque não)?

Exemplo nº2: A História diz que um cara chamado "Alexandre, o Grande" existiu, foi rei e blá, blá, blá, ele pode ter existido e feito tudo que dizem? Sim, mas eu posso dizer que ele existiu msm como dizem com absoluta certeza? Não, ninguém pode me garantir que ele existiu como tal, podem ter inventado que ele existiu, ele pode não ter sido ninguém e inventado tudo sobre ele msm, até o nome, ou eu posso estar, como no filme de Matrix, em uma sala com um computador plugado na minha cabeça me forçando a ter a ilusão de que estou aqui agora digitando pra vc, mas na verdade toda essa realidade ser mentira, incluindo a Ciência, incluindo a História, incluindo Alexandre, o Grande, incluindo você, quem me garante que não? Você? Então abençoado, eu não posso nem msm ter certeza plena de que Alexandre, o Grande, de fato existiu, eu posso estar sendo enganado, então não tenho como acreditar nisso como plena certeza. Eu posso até dar um certo crédito, enquanto melhor opção pra História que eu tenho pra aquele período, mas não posso afirmar isso com 100% de certeza, eu não posso ter todos os fundamentos pra afirmar isso, porque isso não é evidente, eu não vivi naquela época e nem sei se ele era realmente assim.

Percebe que não podemos ter certeza absoluta nem dessas coisas, que parecem tão corriqueiras, meu caro abençoado? Quanto mais de Deus. Mais uma vez, isso não quer dizer que um cético não possa usar o conhecimento da Ciência a seu favor, significa que ele apenas sabe que não pode ter certeza absoluta de que aquilo que ela diz é a absoluta verdade além do que é evidente.

Nós só podemos ter certeza do que é evidente, eu tenho certeza que a gravidade existe, porque isso é evidente, ela pode até não funcionar realmente como dizem(massa atraindo massa), mas seu efeito é perceptível, tanto aqui quanto na China, e todos nós podemos constatar que os objetos caem para a Terra. Eu posso constatar que existo porque penso, isso é evidente(penso, logo existo), por isso não preciso acreditar, "ter fé", que existo nem por um instante, porque é evidente.

Então: Seu Deus é evidente? Eu posso tocar nele? Perceber ele? Provar ele? Se seu Deus for evidente, tangível, então sim, você pode ser um cético e acreditar em Deus abençoado, mas se seu Deus não for evidente então não, você não pode ser um cético e acreditar em Deus ao msm tempo, ou uma coisa ou outra, porque isso é contra a própria essência do termo "cético" que é "aquele que de tudo duvida", ninguém pode "acreditar em Deus" duvidando de tudo abençoado, é um paradoxo.

Você pode até se dizer cético, mas você nunca será, não assim, não com essa postura religiosa, teria que se desapegar de tudo, por em xeque todas as certezas "fundadas na razão" que pensa ter, é uma postura desafiadora e extremamente radical, muito poucas pessoas aliás tem noção do que é deixar toda a pretensão de certeza de lado para ficar na dúvida.

Se bem que a palavra "cético" hoje já se tornou tão banalizada e vulgarizada, tratada como vírgula, tanta gente se dizendo "cética" mas acreditando até na fada do dente, que isso nem me surpreende mais.



"Aquele que luta com monstros deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você."
Friedrich Nietzsche

O Questionador
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 523
Localização : Na Selva.
flag : Brasil
Data de inscrição : 31/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Dom 16 Set - 11:07

abençoado, cético não é, e nunca foi, aquele que "acredita com razões fundadas", cético é aquele que "de tudo duvida", então de cara você já não pode ser um cético, porque dessa forma você não poderia ter fé, que é "a certeza sem duvidar". Percebe?

Vai dar no mesmo.Você LEVANTA UM QUESTIONAMENTO (exerce uma postura cética), investiga e obtém JUSTIFICAÇÕES FUNDADAS.

Eu posso ser um cético e questionar (como questiono) a validade dos argumentos ateístas.

De outra maneira, também posso ter (como tenho) BOAS RAZÕES para crer em Deus, sem apelar para a fé (apesar de também ter fé).

Se eu tenho EVIDÊNCIAS suficientes para estabelecer uma posição, isso não deixa de fazer de mim um cético.

Se o ceticismo fosse seguido à letra como você diz, não existiriam ateus no mundo,pois a insuficiência de evidências para a existência de Deus NÃO É CONDIÇÃO PARA SE DIZER QUE DEUS NÃO EXISTE, segundo a filosofia cética de 'questionar' e não ' negar'.









abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por abençoado em Dom 16 Set - 11:10

Então: Seu Deus é evidente? Eu posso tocar nele? Perceber ele? Provar ele? Se seu Deus for evidente, tangível, então sim, você pode ser um cético e acreditar em Deus abençoado, mas se seu Deus não for evidente então não, você não pode ser um cético e acreditar em Deus ao msm tempo, ou uma coisa ou outra, porque isso é contra a própria essência do termo "cético" que é "aquele que de tudo duvida", ninguém pode "acreditar em Deus" duvidando de tudo abençoado, é um paradoxo.

Evidencialismo NÃO É empirismo!

Eu tenho BOAS EVIDÊNCIAS que você tem um cerébro e é uma pessoa real, sem poder tocar ou vê-lo.

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ateu pode crer em algo?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 14:47


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum