.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
43 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 42 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

A confiança em Deus é fruto de relacionamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A confiança em Deus é fruto de relacionamento

Mensagem por Discipulah em Seg 16 Abr 2012, 10:29 am

“Coloquei toda minha esperança no Senhor; ele se inclinou para mim e ouviu o meu grito de socorro. Ele me tirou de um poço de destruição, de um atoleiro de lama; pôs os meus pés sobre uma rocha e firmou-me num local seguro. Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor. Como é feliz o homem que põe no Senhor a sua confiança, e não vai atrás dos orgulhosos, dos que se afastam para seguir deuses falsos!” (Salmos 40.1-4).

Paz e tranqüilidade em meio às tribulações da vida não são coisas fáceis de se ter e manter. Mas se a esperança estiver em Deus é possível experimentá-las mesmo que os “montes se abalem”. Aquele que confia em Deus sabe que pode acreditar nEle em qualquer circunstância. Não importa a dificuldade, o problema, pois Ele sempre está presente. Ele não olha de longe como se estive alheio ao que nos acontece. Nos momentos de angústia e tribulação sempre está do nosso lado. Esse é o nosso Deus!

E a verdadeira confiança em Deus é desenvolvida à medida que o nosso contato com Ele vai se estreitando. É um conhecimento diário da pessoa dEle, uma amizade diária que vai amadurecendo e se tornando sólida, mas tão sólida que chega um ponto em que Ele vem ao nosso encontro na nossa angústia e diz: “Estou contigo na angústia, o livrarei e o glorificarei”(Sl 91.15). O nosso amado Salvador prometeu: “Eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos” (Mt 28.20). Quer mais segurança do que essa de saber que o próprio Deus está junto de nós em todo o momento?

É uma certeza e convicção que brota lá dentro do coração de uma forma tão forte que podemos afirmar: “Eu sei em quem tenho crido” (2 Tm 1.12).

E para passar com firmeza pelo vale de tribulação é necessário confiar e crer de todo o coração no Senhor. E confiança é fruto de relacionamento. Ninguém confia numa pessoa que não se conhece. O exemplo de Abraão nos mostra isso. Genesis 15.6 fala: “E creu ele no SENHOR, e foi-lhe imputado isso por justiça”. O que o texto está dizendo é que Abraão não acreditou somente nas palavras que Deus estava lhe dizendo, mas primeiramente acreditou na sua Pessoa. Em outras palavras como diz o Dicionário Vine: “Abraão veio a experimentar uma relação pessoal com Deus em vez de experimentar uma relação impessoal com Suas promessas”[1]

Essa confiança em Deus gera a paciência. Paciência para permanecer inabalável confiante no Senhor até a chegada da resposta seja ela qual for: “E foi assim que, depois de esperar pacientemente, Abraão alcançou a promessa.” (Hb 6:15).

A falta de relacionamento com Deus, por outro lado, dá origem à insegurança. Essa, por sua vez, causa rebelião. E a rebelião nada mais é do que uma rejeição aos preceitos, conselhos e mandamentos de Deus. A pessoa começa a desacreditar nEle. E esse é um ponto muito decadente.

“E, quando o Senhor os enviou de Cades-Barnéia, disse: “Entrem lá e tomem posse da terra que lhes dei”. Mas vocês se rebelaram contra a ordem do Senhor, o seu Deus. Não confiaram nele, nem lhe obedeceram.” (Dt 9:23).
Tendo contato com o Senhor diariamente através de Sua Palavra e oração começamos a desenvolver uma intimidade pessoal com Ele. Passamos sentir a presença de Sua companhia. Sabemos que não estamos só. Jesus se preocupou tanto conosco que nos prometeu o Consolador, que é o Espírito Santo (Jo 14.16). Ele veio para ficar em Seu lugar aqui na terra até a Sua volta. Ele conhece nossas fraquezas e limitações: “Da mesma forma o Espírito nos ajuda em nossa fraqueza, pois não sabemos como orar, mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis” (Rm 8.26).

Sabendo disso, nossa fé no Senhor só aumenta. Deus está com a gente. Nunca estaremos desamparados e jamais ficaremos decepcionados: “Clamaram a ti, e foram libertos; em ti confiaram, e não se decepcionaram” (Sl 22:5).

Sarah
***************************
[1] Vine, pg. 648

Discipulah
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1747
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum