.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
66 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 65 Visitantes :: 2 Motores de busca

Christiano

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

A Triste Realidade da Igreja

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Randfal em Dom 15 Abr 2012, 8:48 pm

Shalom para todos!


Se Yeshua está sendo anunciado em várias igrejas evangélicas, por que existem tantas divisões?
Por que existe uma tremenda falta de unidade?
Vamos nos lembrar agora da oração sacerdotal do Messias, descrita no Evangelho de João, capítulo 17, versos 20 a 23:
“Eu não rogo somente por estes, mas também por aqueles que, pela sua palavra, hão de crer em mim;
para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.
E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.
Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim e que tens amado a eles como me tens amado a mim.”


Fica claro o desejo de Yeshua, o Cabeça da Igreja, que os Seus seguidores sejam um só Nele e no Pai = D'us.
Nunca existiu alguma doutrina ou alguma recomendação para que os seguidores de Yeshua fossem tão divididos, tão desunidos e alienados da realidade como são nos dias de hoje.
A maioria das denominações são verdadeiras “empresas de viagens que levam para o céu”, cada uma com a sua oferta de pacote.
Não se preocupam em impactar a sociedade em que vivemos com a realidade do Reino de D'us, mas somente em levar os seus associados ao Céu (pura ilusão).
Não trabalham para a vinda do Reino, mas para a implantação de mais uma denominação, de mais uma igreja no bairro ou cidade, mais uma fonte de renda para seus projetos e planos, visando o aumento do império denominacional ou ministerial.
O Reino de D'us é ignorado, o que interessa é o “reino da denominação”, ou o “reino ministerial do pastor”.
E quando tratamos destas verdades com alguém que está no meio evangélico, aparecem as mais variadas desculpas, entre elas:

“A igreja é feita por homens e mulheres, e não por anjos.”;
“Não existe igreja visível que seja perfeita, apenas Yeshua (Jesus) conhece a Sua Noiva.”;
“A igreja, os pastores e as denominações não salvam ninguém.”;
“Não devemos olhar para o homem, mas devemos olhar para Jesus.”;
“Ouça tudo e retenha o que é bom.”;
“A vida de cada um está oculta em Cristo.”;
“Cada um dará contas de si mesmo a Deus.”
“A vinda de Jesus está próxima!”;
“O amor está se esfriando.”

E então, a coisas permanecem no mesmo.
Podemos destacar uma desculpa muito utilizada: a salvação.
Se o Eterno está salvando almas nestas igrejas, isto já é suficiente para que as pessoas se conformem com as condições atuais das denominações = longe do Reino de D'us.
Não podemos concordar com o fato de que, havendo salvação nestas igrejas não significa que elas podem permanecer da maneira que estão, não podemos crer que a Igreja de Yeshua deva se preocupar em levar o homem para o Céu (pura ilusão), moldando as pessoas conforme suas doutrinas, sua história, suas tradições humanas e seus pastores.
Quando tentamos reagir contra tais coisas, muitos dizem: “fique quieto, não saia de onde você está, não contrarie o pastor, não julgue, senão você vai perder sua salvação!”
Que absurdo! Sabemos que a salvação não depende da denominação, nem da sua situação atual, nem do pastor, mas de minha Fé no Messias de Israel.
Mas, nem por isso eu vou me conformar, ficando quietinho com a minha salvação, negligenciando o Reino de D'us.
Com o que será que a maioria das pessoas que fazem parte das denominações se importa?
1 – salvação;
2 – cargos ministeriais;
3 – prosperidade financeira;
4 – amizades;
5 – outras conveniências.

E o Reino de D'us?
Muitas delas nem sabem sobre ele, só sabem que ele existe.
Isto acontece porque as questões denominacionais estão muito mais em evidência do que as coisas do Eterno.
A igreja acaba sendo moldada com base naquilo que seus líderes pensam ser o ideal para ela, para seus superiores ou para seus concílios.
Sabemos que a Igreja é o Corpo do Messias, sendo Ele mesmo o Cabeça deste Corpo. E o que interliga os membros do Corpo, inclusive o Cabeça?
Se perguntarmos isto, a maioria na igreja responderá: “quem interliga os membros é Cristo!”
Em contrapartida, perguntamos: “então, por que há tantas divisões, se Cristo está na maioria das igrejas?”
O Cabeça do Corpo é Um, porém os membros são muitos e estão divididos, não ligados, sendo assim, o Messias não é o que interliga os membros.
O Cabeça é o que guia os movimentos do Corpo, porém os membros precisam estar interligados uns com os outros, para que O Cabeça possa mover os membros corretamente.
E o qual seria o elemento que percorre todo o corpo, inclusive a cabeça? Qualquer um responderia: “é o sangue.”
O sangue é sinônimo de vida, pois onde não corre o sangue, o local morre, apodrece.
Então, mesmo se um membro do corpo estiver ligado por meio dos nervos, ossos e músculos, se não houver sangue, este membro pode ser amputado do corpo, isto é, ele está lá, mas quase sem vida, quase que inutilizado, perdendo os movimentos ordenados pelo cérebro.
O mesmo ocorre com as árvores e sua seiva. Se algum dos galhos ficar sem receber a seiva, ele apodrece e morre.

O rabino Sha’ul (apóstolo Paulo) no livro de Romanos, capítulo 11, nos ensina que Israel é a oliveira, e que nós gentios fomos enxertados nela.
Nos versos 17 e 18, ele diz: “E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles e feito participante da raiz e da seiva da oliveira, não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti.”
Esta “seiva” percorre toda a árvore, mantendo-a viva e interligada com os seus ramos, sejam eles naturais ou enxertados. Esta “seiva” é o “sangue” que interligada os membros do Corpo do Messias, inclusive Ele mesmo está interligado por ela, para quando O Cabeça ordenar os movimentos, estes membros obedeçam corretamente.
E quem sustenta os membros ou ramos através da seiva, é a Raiz.
Mas afinal, o que seria esta “seiva”(sangue) e esta “raiz”?

SEIVA = seriam todas as coisas que o Eterno estabeleceu para Israel, a fim de torná-lo luz para as nações.
RAIZ = seriam os “dons e a vocação (chamado) de D'us”, os quais “são sem arrependimento” (irrevogáveis).
A verdade é que a Igreja e Israel são inseparáveis.
O mesmo “sangue” que corre nas veias do Corpo do Messias (Igreja), é a mesma “seiva” que percorre a Oliveira (Israel).
Isto é confirmado pelas palavras do rabino Sha’ul em Efésios 2: 11-16:
“Portanto, lembrai-vos de que vós, noutro tempo, éreis gentios na carne e chamados incircuncisão pelos que, na carne, se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; que, naquele tempo, estáveis sem Messias, separados da comunidade de Israel e estranhos aos concertos da promessa, não tendo esperança e sem ELOHIM no mundo.
Mas, agora, no Messias Yeshua, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue do Messias chegastes perto.
Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derribando a parede de separação que estava no meio, na sua carne, desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz, e, pela cruz, reconciliar ambos com ELOHIM em um corpo, matando com ela as inimizades.”


A Igreja veio a ser constituída por judeus e gentios, porque através do Sangue de Yeshua, nós gentios fomos enxertados na Oliveira = Israel.
Quem nos enxerta, quem nos liga é o Messias, mas Ele não nos mantém interligados, em unidade.
O Eterno sempre quis guiar a Israel no deserto e em qualquer lugar onde o Seu povo fosse.
O mesmo acontece com a Igreja, por isso ela não pode continuar separada de Israel, isto é, sem participar da seiva e da raiz da Oliveira, sem ter o verdadeiro sangue do Messias percorrendo todo o Corpo.
Mesmo com a maioria dos judeus permanecendo na incredulidade, a Igreja não pode continuar a rejeitá-los, pois o Eterno nunca os rejeitou totalmente e nem invalidou Suas promessas e Seus propósitos por causa dos desobedientes.
A verdade é que o Cabeça não está guiando o Corpo como deveria, pois os membros estão desconectados pela falta de um mesmo sangue legítimo, uma mesma seiva legítima, de uma mesma raiz legítima.
Por isso as coisas estão assim, cada um para si e “Deus” por todos!
Umas das grandes ilusões da igreja e que a maioria não vê, porque não se interessa pela verdade e sim pelo que é conveniente, seria o fato daquilo que envolve o crescimento numérico, a expansão territorial, a grandeza de seus templos, a influência e a fama de seus pastores.
E ela permanece sem cumprir os reais propósitos de D'us, sendo o principal deles, trazer o Reino para a Terra pela Fé = fidelidade e testemunho aos judeus incrédulos e a todas as nações que ainda não creram na salvação do D'us de Israel, através de Seu Filho, Yeshua HaMashiach de Israel.
Quando a seiva da oliveira começar a correr pelos interiores dos ramos naturais e dos ramos enxertados, a Igreja será interligada em um só propósito, se movendo conforme o Cabeça,Yeshua, assim ordenar.

A Igreja está centrada demais no Evangelho e na salvação, esquecendo-se do seu legado profético junto a Israel, afastando-se cada vez mais deste propósito por causa de uma falsa interpretação de quem é Yeshua, uma interpretação oriunda de Roma e de seus concílios.
A Igreja conhece a Yeshua conforme Roma a fez conhecer, um Cristo desfigurado de suas raízes judaicas, um que veio abolir a Torah e estabelecer uma nova religião afastada e independente de Israel.
As interpretações teológicas dos textos bíblicos e suas traduções hoje se voltam para uma substituição de Israel pela Igreja, as promessas feitas ao povo escolhido foram revertidas para ela, as bênçãos, as alianças, quase tudo foi centralizado em Cristo e para a Igreja.
Israel é tratado como “filho rebelde”, um povo rejeitado, assassinos de Cristo.
Enquanto a Igreja estiver assim, ela jamais poderá cumprir os propósitos do Eterno aqui na Terra, e sendo assim, Yeshua não retornará.
Por que? Porque a Noiva deveria estar vestida com vestes judaicas e não romanas.
Cremos que, apesar de esforçarmos em anunciar estas e mais coisas sobre as verdades que envolvem o Reino de D'us e a real situação da Igreja, muitas pessoas ainda nos tratam como “adeptos de alguma seita”, ou “crentes judaizantes”.
Mas o nosso trabalho não depende só da nossa fé e esforço, pois quem arranca as pessoas pela raiz, tirando-as desta terra seca e desta cegueira espiritual é o próprio D'us.
Isto porque cremos que a Igreja está tão extremamente arraigada nestas ilusões teológicas criadas ao longo dos séculos por homens que se voltaram contra Israel e o povo judeu, que somente pelo Espírito Santo é que ela será despertada por completo.


RESTAURAÇÃO JÁ!

Randfal
SUSPENSO

Número de Mensagens : 166
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Cal em Seg 16 Abr 2012, 6:09 am

Será mesmo que as igrejas evangélicas atuais estão mesmo nesse mar de lama que muitos se apressam em julgar?

A resposta é: Depende.

Depende do referencial utilizado, se você compara as igrejas atuais com uma igreja idealizada, perfeita que jamais existiu, então elas estão ruins mesmo, mas é o que se espera, sempre que você compara a fantasia com a realidade a realidade tende a ser decepcionante mesmo.

Agora se deixarmos um pouco de lado esse discurso de exigir dos outros uma perfeição jamais alcançada e fizermos uma crítica mais justa, comparando as igrejas modernas com exemplos reais do passado então o resultado deixa de ser ruim e passa a ser bom.

Vamos comparar então:

As igrejas evangélicas no início da reforma punia com a morte aqueles que ela considerava herege, Calvino foi o exemplo mais notório disso, enquanto que as igrejas de hoje seus membros com quase unanimidade são contra a pena de morte.

As igrejas evangélicas do começo do século passado eram divididas entre igreja para brancos e igreja para negros, cada uma acusando os membros da outra de não terem alma e serem iguais aos animais, em uma forma nada disfarçada de racismo enquanto que as igrejas evangélicas de hoje não barram ninguém na porta por causa de sua etnia ou cor.

As igrejas do passado não tinham nenhuma diretriz em relação a entorpecentes, havia casos esparsos de um ou outro nesse sentido mas nada institucionalizado enquanto que as igrejas de hoje tem programas para a recuperação de viciados em entorpecentes, elas colhem muitos fracassos para cada sucesso mas ainda assim é um esforço louvável que poucos se dispõe a fazer além de serem as poucas instituições que fazem algo pela recuperação social de presidiários, novamente, o índice de sucesso é baixo, mas já é melhor do que o desprezo do resto da sociedade.

Não se engane a respeito de algo, tem muita coisa na igreja evangélica que considero repugnante, principalmente nas igrejas neo-pentecostais de líderes como Macedo e Valdemiro, mas uma crítica para ser intelectualmente honesta deve levar em conta todos os dados e comparado com o que foi no passado arrisco dizer que a igreja evangélica nunca esteve em uma condição tão boa em toda a sua história.



Última edição por Cal em Seg 16 Abr 2012, 8:12 am, editado 1 vez(es)


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Diego Yo'ets em Seg 16 Abr 2012, 8:08 am

Cal escreveu: Não se engane a respeito de algo, tem muita coisa na igreja evangélica que considero repugnante, principalmente nas igrejas pentecostais de líderes como Macedo e Valdemiro, mas uma crítica para ser intelectualmente honesta deve levar em conta todos os dados e comparado com o que foi no passado arrisco dizer que a igreja evangélica nunca esteve em uma condição tão boa em toda a sua história.

Cal vc está certinho, de certa forma, mesmo com tanta divisão eclesiastica a coisa melhorou, mas como vc mesmo disse anda longe da perfeição. Será que não é importante destacar os atos repgnantes para que a mesma possa melhorar ainda mais???
Será que a atual conjuntura de fato é indiferente ao critério reprovação divina só porque melhorou um pouquinho??

Na minha opinião, acredito que tem muito que se melhorar na coletividade, e acho que isso é sobremaneira impossível acontecer, já que "verdades" novas todos os dias surgem. Vc destacou bem o lado social e sua melhoras, no entanto o quesito espiritual do entendimento correto das Escrituras vai de mal a pior e isso só tende a crescer.

Ps: Os ladrões que vc citou são Neo-Pentecostais e não pentecostais, o que para teologia faz diferença, quanto pra mim não.

Abração..


Última edição por Diego Yo'ets em Seg 16 Abr 2012, 8:15 am, editado 1 vez(es)


Acessem:


Diego Yo'ets
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2206
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/01/2010

http://adonayechad.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Cal em Seg 16 Abr 2012, 8:13 am

Diego Yo'ets escreveu:
Ps: Os ladrões que vc citou são Neo-Pentecostais e não pentecostais, o que para teologia faz diferença, quanto pra mim não.

Abração..
Corrigido, valeu.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por famado em Seg 16 Abr 2012, 9:42 am

Muito bom post o do Cal.

famado
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3373
Idade : 48
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por darkshi em Seg 16 Abr 2012, 11:48 am

Um detalhe que pode passar a impressão do autor do tópico é pq hj o que aparece na grande mídia não representa nem em maioria do que são as igrejas evangélicas. Neo-pentecostais e até diria algumas para-pentecostais (difícil considerar IURD e IMPD são cristãs) são minorias em nosso país, mas são os que aparecem em escândalos e são as que compram horas na TV aberta.

Sim, as igrejas tem problemas, mas não são esses que Macedos e Valdomiros causam.


"Teleology is like a mistress to a biologist: he cannot live without her but he's unwilling to be seen with her in public." J. B. S. Haldane

darkshi
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1692
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/11/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por David de Oliveira em Seg 16 Abr 2012, 12:24 pm

Está aparecendo no fórum uma solução para todos os problemas religiosos: A religião "Judaísmo Messiânico"! Será que eles vão ser a salvação do mundo?


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8359
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Seg 16 Abr 2012, 12:39 pm

David de Oliveira escreveu:Está aparecendo no fórum uma solução para todos os problemas religiosos: A religião "Judaísmo Messiânico"! Será que eles vão ser a salvação do mundo?
Na verdade a triste realidade é a do mundo sem Jesus
culpar a Igreja é juntar o joio e o trigo e igualar
sei que existe uma igreja autentica

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Seg 16 Abr 2012, 12:46 pm

Mas sua observação é propicia e faz sentido
a Igreja tem problemas
as sinagogas não
é essa a filosofia em geral

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Seg 16 Abr 2012, 12:52 pm

darkshi escreveu:Um detalhe que pode passar a impressão do autor do tópico é pq hj o que aparece na grande mídia não representa nem em maioria do que são as igrejas evangélicas. Neo-pentecostais e até diria algumas para-pentecostais (difícil considerar IURD e IMPD são cristãs) são minorias em nosso país, mas são os que aparecem em escândalos e são as que compram horas na TV aberta.

Sim, as igrejas tem problemas, mas não são esses que Macedos e Valdomiros causam.
positivinho

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Seg 16 Abr 2012, 12:55 pm

Acusar os problemas da Igreja sem pertencer a ela é de fato uma acusação
Reconhecer os problemas da Igreja pertencendo a ela é uma confissão
A verdadeira preocupação é quando isso é acusação
pois não pertencendo a Igreja do Senhor
não sendo a virgem prudente
ou será as loucas
ou não é mais virgem japinha

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por darkshi em Seg 16 Abr 2012, 1:40 pm

David de Oliveira escreveu:Está aparecendo no fórum uma solução para todos os problemas religiosos: A religião "Judaísmo Messiânico"! Será que eles vão ser a salvação do mundo?

é. percebi que o forum virou vitrine para heréticos.


"Teleology is like a mistress to a biologist: he cannot live without her but he's unwilling to be seen with her in public." J. B. S. Haldane

darkshi
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1692
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/11/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por RenatoPaulo em Seg 16 Abr 2012, 2:21 pm

Cal escreveu:Será mesmo que as igrejas evangélicas atuais estão mesmo nesse mar de lama que muitos se apressam em julgar?

A resposta é: Depende.

Depende do referencial utilizado, se você compara as igrejas atuais com uma igreja idealizada, perfeita que jamais existiu, então elas estão ruins mesmo, mas é o que se espera, sempre que você compara a fantasia com a realidade a realidade tende a ser decepcionante mesmo.

Agora se deixarmos um pouco de lado esse discurso de exigir dos outros uma perfeição jamais alcançada e fizermos uma crítica mais justa, comparando as igrejas modernas com exemplos reais do passado então o resultado deixa de ser ruim e passa a ser bom.

Vamos comparar então:

As igrejas evangélicas no início da reforma punia com a morte aqueles que ela considerava herege, Calvino foi o exemplo mais notório disso, enquanto que as igrejas de hoje seus membros com quase unanimidade são contra a pena de morte.

As igrejas evangélicas do começo do século passado eram divididas entre igreja para brancos e igreja para negros, cada uma acusando os membros da outra de não terem alma e serem iguais aos animais, em uma forma nada disfarçada de racismo enquanto que as igrejas evangélicas de hoje não barram ninguém na porta por causa de sua etnia ou cor.

As igrejas do passado não tinham nenhuma diretriz em relação a entorpecentes, havia casos esparsos de um ou outro nesse sentido mas nada institucionalizado enquanto que as igrejas de hoje tem programas para a recuperação de viciados em entorpecentes, elas colhem muitos fracassos para cada sucesso mas ainda assim é um esforço louvável que poucos se dispõe a fazer além de serem as poucas instituições que fazem algo pela recuperação social de presidiários, novamente, o índice de sucesso é baixo, mas já é melhor do que o desprezo do resto da sociedade.

Não se engane a respeito de algo, tem muita coisa na igreja evangélica que considero repugnante, principalmente nas igrejas neo-pentecostais de líderes como Macedo e Valdemiro, mas uma crítica para ser intelectualmente honesta deve levar em conta todos os dados e comparado com o que foi no passado arrisco dizer que a igreja evangélica nunca esteve em uma condição tão boa em toda a sua história.


Cal o que vc escreve é sua opiniao e todos podem dar a sua opiniao.
Nao estou de acordo com o que vc escreve,e para ser sincero ja esperava um comentario desses.

Ora esta mais que provado que vc prefere as igrejas visiveis do que a espiritual.
Claro que sim!Pois elas todas trabalham para o mundo...

De qualquer maneira e nao dependendo de comentario seja ele de quem for,eu e muitos como eu continuaremos fieis á Igreja de "fantasia".
Vc nao precisa de me responder,porque nao respondi a pensar no seu comentario,mas sim para "mostrar"que estamos atentos...

RenatoPaulo
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1418
Idade : 43
flag : Alemanha
Data de inscrição : 25/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Cal em Seg 16 Abr 2012, 7:07 pm

RenatoPaulo escreveu:Cal o que vc escreve é sua opiniao e todos podem dar a sua opiniao.
Nao estou de acordo com o que vc escreve, e para ser sincero ja esperava um comentario desses.
Exato, todos podem dar sua opinião e você pode ficar a vontade para discordar.

Ora esta mais que provado que vc prefere as igrejas visiveis do que a espiritual.
Claro que sim!Pois elas todas trabalham para o mundo...
Preferir implica em opções, como eu nunca vi essa tal igreja "perfeita" não a teria como opção, o que eu já vi são igrejas formadas por seres humanos, e como tais possuem seus erros e acertos, minha comparação e posterior conclusão se atém ao fato de que as igrejas modernas tem um número de acertos maior que as antigas e principalmente a ausência de erros graves como a morte de desafetos e racismo.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Seg 16 Abr 2012, 8:38 pm

A Igreja em si aos trancos e barrancos procura levar o evangelho de Jesus
as perseguições as guerrinhas denominacionais, as brigas de doutrinas
tudo isso tem contribuido para muitos optarem em ficarem apenas como expectadores e desligarem a TV na hora do lanche, mas...
, sabemos da existencia do joio e do trigo
das virgens loucas e das prudentes
sendo assim tratar a Igreja como um todo fica muito dificil

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Sargento em Seg 16 Abr 2012, 8:40 pm

Mas nisto tudo a igreja de Cristo será apresentada ao seu noivo pura, justa, imaculada e sem ruga... Aquele que é fiel assim o disse e assim o fará.


Sl 17:8 Protege-me como à menina dos teus olhos...

Um membro da Igreja Dos Eleitos
http://igrejadoseleitos.com/

Sargento
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1211
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/03/2012

http://igrejadoseleitos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Seg 16 Abr 2012, 8:44 pm

Sargento escreveu:Mas nisto tudo a igreja de Cristo será apresentada ao seu noivo pura, justa, imaculada e sem ruga... Aquele que é fiel assim o disse e assim o fará.

e digo mais
Tô dentro :chapeu:

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Randfal em Seg 16 Abr 2012, 9:47 pm

Shalom para todos!

Olá irmão Cal e demais:

A intenção deste tópico foi a de trazer à tona uma realidade que, infelizmente, muitos ainda não conseguem ver e outros ignoram, se preocupando apenas com a salvação deles.
E de também apresentar, não uma solução ou "fórmula mágica" para que a Igreja saia desta situação, mas apresentar a oportunidade das pessoas crentes pensarem sobre a história de sua religião, e crerem que ainda há um caminho para a Igreja.
Creio que muitos, quando pesquisarem sobre as raízes de sua fé, vã se deparar com muitos desvios que aconteceram durante os séculos da era cristã.
E a maioria destes desvios trouxeram a Igreja para esta realidade que nós encontramos.
A questão não é sobre perfeição, ou afirmar que a Igreja não pode ter problemas, afinal, ela é composta por seres humanos, não por anjos, mas a questão é sobre o rumo que esta Igreja tomou e está tomando em relação ao Reino de D'us.

Gostaria de fazer uma pergunta a todos, porém sei que tem gente aqui que gosta de fazer "chacota", mas pude perceber também que, graças a D'us, a maioria aqui é séria e sensata.

Muito bem:
Realmente, não existe igreja "visível" aos nossos olhos que seja perfeita, pois só o Messias conhece a Sua Noiva.
Mas, existiu uma Igreja modelo para todas as outras: A Igreja do 1º século, a Igreja que começou em Atos dos Apóstolos.

Agora, a pergunta:
Será que, se a Igreja não tivesse sido brutalmente influenciada por Roma e seu império, no 3º e 4º séculos, ela estaria hoje da maneira que está?

Randfal
SUSPENSO

Número de Mensagens : 166
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por David de Oliveira em Seg 16 Abr 2012, 10:35 pm

Está havendo uma generalização apressada aqui.
Não foi só Roma que perseguiu a Igreja não!!!


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8359
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por felipe_ssilva em Seg 16 Abr 2012, 11:45 pm

Amigo, primeiro é preciso lembrar que a Igreja não são templos construidos por homens, são as pessoas que são lavadas e remidas, e chamadas por Deus para pregar o seu reino. Na Biblia, existem exemplos de Igrejas que acabaram se desviando e se esquecendo do Evangelho pregado por Jesus Cristo (como as Igrejas em Apocalipse). A Biblia diz:

"E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?

Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.

Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro." Mateus 13:28-30

Ou seja, existe e sempre existirá o joio no meio do trigo, porém nosso papel, como discipulos de Jesus Cristo, é orar e mostrar para essas pessoas que elas estão erradas, e pregar o Evangelho de Jesus à toda criatura.

A Biblia também fala que devemos orar pelos judeus e por Israel. Como nessa promessa:

"Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam." Salmos 122:6

Mas tem alguns pontos importantes e claros que não podemos deixar de dizer aqui. A Biblia fala que precisamos orar pelos judeus, mas não que precisamos viver como eles. A Biblia diz:

"E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão." Mateus 3:9

"Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?" Gálatas 2:14

E ainda diz mais:

"Tens tu fé? Tem-na em ti mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova." Romanos 14:22

Ora, fomos chamados para liberdade em Cristo Jesus, e não para vivemos segundo os judeus. Não estou dizendo que não devemos nos importar com os judeus, mas devemos orar sim pela salvação de Israel. E concordo com você em que muitas pessoas que se dizem cristãs, não estão cumprindo o seu papel. Mas creio que a pergunta mais importante que todos deveriamos fazer seria:

"O que o Senhor Jesus faria em meu lugar?"

Se fossemos capazes de responder à essa pergunta em tudo que fizemos em nossa vida, então verdadeiramente estaremos seguindo o modelo de Cristo, lembrando, que o verdadeiro objetivo da Palavra de Deus é desenvolver no homem o caracter de Jesus Cristo. Mas Deus sabe que somos falhos, por isso nos diz:

"Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo." I João 2:1

Uma ótima noite!!!
Abraços amigos e irmãos!!! :)

felipe_ssilva
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 17
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Sargento em Ter 17 Abr 2012, 6:50 am

Olá Randfal...

Será que, se a Igreja não tivesse sido brutalmente influenciada por Roma e seu império, no 3º e 4º séculos, ela estaria hoje da maneira que está?

O que foi influenciado foram instituições e denominações... a igreja permanece intacta e fiel como sempre foi.
Essa igreja não se define por nomes ou paredes... são os filhos de Deus... e tal como a Bíblia testifica, os filhos de Deus não podem ser enganados porque conhecem Deus.

Ainda que seja iludido mil vezes sempre será renovado porque é Deus quem o sustenta... ainda que caia não ficará nunca em baixo porque Deus não deixa... isto claro, o trigo, a igreja... e sempre que cair será para aprendizagem mas jamais deixará de conhecer Deus pois é essa a sua promessa em "todos me conhecerão"... garantia da salvação.

É dever da igreja sim defender o evangelho e a verdade pois foi para dar testemunho da verdade que fomos chamados, mas a igreja sabe que na verdade nunca esteve em perigo pois aquele que fez a promessa é fiel para levá-la ao pleno cumprimento... a igreja sempre esteve limpa e sempre será.


Sl 17:8 Protege-me como à menina dos teus olhos...

Um membro da Igreja Dos Eleitos
http://igrejadoseleitos.com/

Sargento
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1211
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/03/2012

http://igrejadoseleitos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Jefté em Ter 17 Abr 2012, 8:25 am

Sargento disse:
O que foi influenciado foram instituições e denominações... a igreja permanece intacta e fiel como sempre foi.
Essa igreja não se define por nomes ou paredes... são os filhos de Deus... e tal como a Bíblia testifica, os filhos de Deus não podem ser enganados porque conhecem Deus.

Ainda que seja iludido mil vezes sempre será renovado porque é Deus quem o sustenta... ainda que caia não ficará nunca em baixo porque Deus não deixa... isto claro, o trigo, a igreja... e sempre que cair será para aprendizagem mas jamais deixará de conhecer Deus pois é essa a sua promessa em "todos me conhecerão"... garantia da salvação.

É dever da igreja sim defender o evangelho e a verdade pois foi para dar testemunho da verdade que fomos chamados, mas a igreja sabe que na verdade nunca esteve em perigo pois aquele que fez a promessa é fiel para levá-la ao pleno cumprimento... a igreja sempre esteve limpa e sempre será.
Amém!
Concordo PLENAMENTE!

Portanto, disse Aquele tem todo poder no céu e na terra (Mat. 28:18):
"Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós." (Jo. 14:18)

"Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis." (Jo. 14:19)

"Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito." (Jo. 14:26)

"Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;" (Mat. 16:18)


Jefté
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 205
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Sargento em Ter 17 Abr 2012, 9:14 am

E só para complementar:

Ele prosseguiu: Por isso vos disse: Ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lho for concedido.
João 6:65-66




Todo aquele que o Pai me dá virá a mim, e o que vem a mim não o lançarei fora.
Pois desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.
Ora, esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não deixe perecer nenhum daqueles que me deu, mas que os ressuscite no último dia.
Esta é a vontade de meu Pai: que todo aquele que vê o Filho e nele crê, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.
João 6:37-41


Por causa da fidelidade do Senhor, não existe como a igreja ser corrompida.


Sl 17:8 Protege-me como à menina dos teus olhos...

Um membro da Igreja Dos Eleitos
http://igrejadoseleitos.com/

Sargento
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1211
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/03/2012

http://igrejadoseleitos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por oliveira leite em Ter 17 Abr 2012, 12:48 pm

Agora, a pergunta:
Será que, se a Igreja não tivesse sido brutalmente influenciada por Roma e seu império, no 3º e 4º séculos, ela estaria hoje da maneira que está?


outra pergunta: Será que se os judeus não tivessem mentido e subornado os soldados romanos, não tivessem matado os profetas, e a igreja não tivesse sido brutalmente influenciada pelos judeus, ela estaria hoje da maneira que está?

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por David de Oliveira em Ter 17 Abr 2012, 1:37 pm

Todos nós sabemos que Igreja não é igreja (observem os “is”).
O enunciado desse tópico deveria ser ao invés de “A Triste Realidade da Igreja”, seria: “A triste realidade das denominações”.
Devemos ficar bem atentos para a intenção bem velada desse tópico, que já começou dissimulado.


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8359
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Triste Realidade da Igreja

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 4:11 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum