.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
66 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 65 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em 2011-12-19, 14:49
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O "Culto das Emoções" e o Culto Racional

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O "Culto das Emoções" e o Culto Racional

Mensagem por Randfal em 2012-04-15, 18:23

Shalom para todos!


“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de YHWH, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a ELOHIM, que é o vosso culto racional”. (Romanos 12:1).

Hoje em nossos dias, a maioria dos cultos nas denominações evangélicas estão sendo conduzidos por manifestações 100% emocionais.
As pessoas não pensam e nem refletem sobre o que realmente estão fazendo nos momentos quando a Congregação deveria estar seguindo os parâmetros bíblicos no que diz respeito à reunião de culto a D'us.
Existe uma tremenda falta de reverência e desrespeito com aqueles que visitam o lugar pela 1ª vez, momentos quando a ministração da Palavra de D'us é desprezada e mal anunciada nos púlpitos, dando lugar a manifestações esquisitas, alvoroços inúteis, gritarias, pronúncias de línguas que são realmente estranhas, falácias triunfalistas, frases de efeito emocional, gírias pentecostais, etc.
As pessoas se sentem emocionalmente muito bem, saem “leves” destas manifestações, porém o espírito e a razão permanecem no mesmo nível: bem abaixo do que a pessoa poderia chegar.
Muitos saem “cheios” de alegria por se satisfazerem nestes momentos, mas não crescem espiritualmente, continuam sem interesse de estudar a Bíblia, continuam sem interesse em freqüentar os estudos bíblicos.
Muitos que defendem estas manifestações, gostam de utilizar este texto: “O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.” (João 3:8).
Mas, será que as mesmas são mesmo pelo Espírito?

O Eterno, D'us de Israel, Criador de todas as coisas, nos conhece verdadeiramente.
E só Ele sabe a maneira correta para Adorá-Lo, em espírito e em verdade.
Ele não só procura os verdadeiros adoradores, mas Ele nos ensina a Adorá-Lo.
E este ensinamento de forma geral teve seu início na edificação do Tabernáculo, no deserto com o povo de Israel.
Uma compreensão mais clara e ampla sobre tudo o que envolveu este lugar, com certeza pode e muito ajudar a igreja em adorar e cultuar ao Eterno de maneira correta, estreitando ainda mais o relacionamento com Adonai.
Agora, cabe uma pergunta: a maioria das igrejas evangélicas tem ensinado sobre este Tabernáculo?
Com certeza não.
Isto porque a igreja, em sua maioria, vem desprezando quase tudo no que se refere ao Tanach (Antigo Testamento), e ás coisas que o Eterno estabeleceu para Israel (exceto o dízimo, isto eles não se atrevem em deixar de falar).
A igreja, em sua maioria, ainda desconhece em muitos aspectos, a forma que o D'us de Israel trata com o homem.
E nunca foi somente por meio da Sua Palavra dita, ou pelos profetas, ou por Suas manifestações de poder.
O Tabernáculo, por exemplo, em si ele é um instrumento pelo qual o homem deveria compreender ontem e hoje que tipo de adoração agrada ao Eterno.
Aí cabe mais outra pergunta: por que, mesmo havendo estas reuniões emocionais, quando muitos dizem ser “espirituais”, quase não há manifestações visíveis do poder de D'us? (quando há, entendemos que é por causa da misericórdia do Eterno)
Quando as pessoas se reúnem para cultuar Adonai, elas devem proporcionar um ambiente agradável ao Espírito de D'us, porém, quando se manifestam da maneira que eles acham ou pensam que deve ser, com certeza o ambiente será bem desagradável para Adonai.
Não existe uma fórmula ou alguma receita para adorar ao Eterno, mas existem PRINCÍPIOS ESPIRITUAIS ESTABELECIDOS PELO D'US DE ISRAEL PARA UMA REUNIÃO DE CULTO.
E estes princípios foram estabelecidos diante do povo judeu, através do Tabernáculo.
A igreja precisa de uma vez por todas entender que os parâmetros estabelecidos por D'us para Israel são direcionados para todas as nações, Israel é o padrão nacional Teocrático para o mundo.
Porém, ela pensa que é auto-suficiente, que agora ela é “o Israel de Deus”, sendo isto um enorme engano, uma cegueira sem fim.
Muitos não se cansam de cantar uma canção, cujo um dos trechos diz; “No Santo dos Santos, a fumaça me esconde, só Teus olhos me vêem”, mas a maioria nem sabe o que realmente significa e nem onde fica o “SANTO DOS SANTOS”.

O MISHKAN (Tabernáculo) = MODELO DE RELACIONAMENTO ENTRE D'US E O HOMEM
OBJETIVO PRINCIPAL = ENSINAR O POVO A SER UMA MORADA PARA D'US, ATRAVÉS DO ESPÍRITO DE D'US.


O MISHKAN (Tabernáculo) = LOCAL DE HABITAÇÃO DA GLÓRIA DE D'US, DO SEU TESTEMUNHO, DA SUA MANIFESTAÇÃO

No Mishkan havia três esferas de manifestações de culto:
ÁTRIO (Pátio)
SANTO LUGAR
SANTO DOS SANTOS

NO ÁTRIO = Era totalmente descoberto e compunha-se de três elementos: a porta, o altar e a pia.
Eram realizados formas de culto MENOS REFINADOS (menos perfeitos, completos, purificados). Isto nos fala também de nossa primeira experiência com o Eterno: a Salvação!
Acontecia a lavagem das mãos e a oferenda dos Sacrifícios. Todo o Israel tinha acesso a este lugar. Os objetos usados eram feitos de BRONZE.

SANTO LUGAR = Eram realizados formas de culto MAIS REFINADOS (mais perfeitos, completos, purificados).
Apenas os Sacerdotes tinham acesso. Lá, acontecia o acendimento da Menorah (Candelabro), do Incenso e ali estavam também os Pães da Proposição.
Os objetos usados eram feitos de OURO.


SANTO DOS SANTOS = Este é o lugar mais interior do Tabernáculo.
Ali há somente a Arca e a Presença do Eterno!
Ali tudo pára: o tempo, nossa vida, nossos anseios e finalmente poderemos desfrutar da presença do Pai e receber d’Ele aquilo que está em Seu coração.
Somente o Sumo Sacerdote poderia entrar, uma vez por semana.
Era o culto que transcendia o mundo material, era o contato direto com o Eterno, O SOBRENATURAL DE ADONAI DIANTE DOS OLHOS HUMANOS.
Existiam lá o Véu e a Arca da Aliança, que continham: As Tábuas da Torah, a Vara de Arão que floresceu e o Maná.

O que estes elementos representam na prática do culto ao Eterno?
Assim como que no Tabernáculo havia três esferas de manifestações de culto, assim também nós devemos cultuar, servir ao Eterno em todas as esferas da vida:

NO ÁTRIO = representa servir a D'us com as nossas emoções, com o cotidiano da vida, na nossa simples vida diária devemos mostrar a quem servimos = D'us;
O Átrio é a primeira entrada no Reino de D'us, quando lavamos a nossa vida, somos purificados do nosso pecado, da nossa imundícia, daquilo que nos separa de D'us = NOVO NASCIMENTO.
Mas lembremos de uma coisa: estas emoções fazem parte da primeira experiência, comumente chamada de “primeiro amor”. Com certeza na maioria das vezes, há sinceridade e arrependimento sincero nestas ocasiões e aí o Espírito de D'us se manifesta na pessoa e ela nasce de novo PELO ESPÍRITO, ALELUIA!


SANTO LUGAR = representa servir a D'us como o intelecto, usando a inteligência, aquilo que é racional.
A pessoa começa a entender os propósitos do Eterno, desde o princípio da humanidade, até o estabelecimento do Reino aqui na Terra.
Há um esforço em se estudar as Escrituras, pois isto é uma forma de se adorar a D'us: “E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos PELA RENOVAÇÃO DO VOSSO ENTENDIMENTO, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de ELOHIM.” (Romanos 12:2).
A verdadeira renovação do entendimento (mente, intelecto), só acontece com a adoração através do pensamento, estudando a Torah e o restante das Escrituras, DA MANEIRA CORRETA, meditando e investindo tempo no conhecimento de D'us.

SANTO DOS SANTOS = representa a forma mais sublime de relacionamento com D'us, quando podemos chamar de EXPERIÊNCIA DA ETERNIDADE, REINO DOS CÉUS, SOBRENATURAL, TRANSCEDENTE, INIMAGINÁVEL.
É o momento quando as nossas EMOÇÕES se fundem juntamente com o nosso INTELECTO, produzindo a FÉ que nos traz EXPERIÊNCIAS com D'us.
Apenas neste último estágio é que o homem conhece quem é D'us.
E assim como somente o Sumo Sacerdote poderia entrar neste lugar, atravessando o véu, assim também somente pelo MESSIAS YESHUA podemos também entrar.

O Tabernáculo terrestre é a MATERIALIZAÇÃO do Tabernáculo ETERNO.
É a forma que YHWH utilizou para O VALOR DA SANTIDADE, A IMPORTÂNCIA DA ADORAÇÃO E DEVOÇÃO, O PESO E A GRAVIDADE DO PECADO, E A IMPORTÂNCIA DE SE VIVER SENDO LUZ PARA AS NAÇÕES.
“Não sabeis vós que sois o Tabernáculo de ELOHIM e que o Espírito Santo habita em vós?
Se alguém destruir o Tabernáculo de ELOHIM, ELOHIM o destruirá; porque o Tabernáculo de ELOHIM, que sois vós, é Sagrado.”
(1 Coríntios 3:16,17).
As pessoas vivem afirmando que são “Templo do Espírito Santo”, mas não têm a menor idéia do seja isto! Se preocupam com o exterior, mas não sabem como deve ser o interior!
Yeshua advertiu severamente alguns fariseus com estas palavras: “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniqüidade.” (Mateus 23:25);
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia.” (Mateus 23:27).

Muitos estacionam no Átrio (emoções) e não se esforçam em avançar para o Santo Lugar (intelecto).
Outros já querem saltar para o Santo Lugar, sem passarem pela experiência do Átrio.
E ainda existem aqueles que querem entrar no Santo dos Santos, sem experimentarem o Átrio e o Santo Lugar, ou mesmo passando apenas por uma destas manifestações.

Uma curiosidade é que quando o Tabernáculo era montado, a cada vez que o povo de Israel parava no deserto, acontecia de dentro para fora, ou seja do Santo dos Santos até o Átrio.
Já aprenderemos aqui que o Eterno inicia seu tratamento conosco a partir de dentro, daquilo que temos de mais interior: o espírito.
As divisões citadas do Tabernáculo representam corpo, alma e espírito.
E é justamente por causa disso que o Eterno inicia seu processo de redenção no homem a partir do espírito, pois o Espírito de D'us tem comunhão com o nosso espírito, nos re-ligando ao Criador!
Yeshua disse, quando interrogado pelos fariseus: “E, interrogado pelos fariseus sobre quando havia de vir o Reino de D'us, respondeu-lhes e disse: O Reino de D'us não vem com aparência exterior.
Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Ei-lo ali! Porque eis que o Reino de D'us está entre vós.”
(Lucas 17:20,21).

O culto racional mencionado por Sha’ul em Romanos 12, significa “congregar-se com entendimento”, em esforço intenso e ativo, SEPARADO, CONSAGRADO, que agrada ao Eterno.
O que vemos hoje? Até para quem ainda não serve ao Eterno, existe certa dificuldade em se participar de um culto em muitas igrejas.
Muitos reclamam do exagero do barulho, das gritarias, dos que se reúnem nas portas durante as reuniões para conversar, dos comportamentos estranhos dentro do templo, tais como: sapatear, rodopiar, cair várias vezes, risos incontidos, uma dificuldade enorme em se ouvir a pregação, etc.
O que tem acontecido com mais freqüência seria a falta de reverência, tanto no agir e se comportar, quanto no vestir.
Um dos motivos desta decadência é o fato de muitas igrejas terem se tornados similares a um clube social.
A maioria das pessoas participa de forma negligente, não se dão conta que estão na Casa de Adonai.
Usam o local de adoração, culto e aprendizado de D'us para colocarem a conversa em dia, venderem produtos de revistas, atenderem ligações de celular, etc.
E muitos ainda dizem: “melhor dentro da igreja do que na rua!”
E sabemos que a maioria é mais alcançada pela Graça de D'us NAS RUAS, do que dentro do Templo.
Yeshua advertiu os fariseus dizendo: “Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os seus lábios, mas o seu coração está longe de Mim. Mas em vão Me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.” (Mateus 15:7,8).

Randfal
SUSPENSO

Número de Mensagens : 166
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O "Culto das Emoções" e o Culto Racional

Mensagem por sabino-sp em 2012-04-15, 19:25

Nem todos são assim mas tem muita gente mesmo que não tem a devida reverencia na presença de Deus
os que se dizem crentes deviam procurar ser um povo santo de bons costumes com uma vida no altar , um textemunho de vida honrada bondosa caridosa ao invés de ficar dizendo ser salvo diferente que é melhor que os outros por terem uma religião diferente , que sua vida falasse pela pessoa uma vida sem máculas um verdadeiro cristão e que quem olhasse visse o rosto de cristo em seu rosto brilhar
Obs.: nosso comportamento é quem deve falar por nós

abraços

sabino-sp
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2161
Idade : 63
Localização : Santo André - São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O "Culto das Emoções" e o Culto Racional

Mensagem por Randfal em 2012-04-24, 17:47

Shalom para todos!

http://www.ensinandodesiao.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=221&Itemid=28

xauzinho

Randfal
SUSPENSO

Número de Mensagens : 166
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O "Culto das Emoções" e o Culto Racional

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 19:11


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum