.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 1:33 pm por Jarbas

» Pr Paulo Brasil - Nota triste de falecimento
Hoje à(s) 8:23 am por Ed

» Já existíamos antes de nascermos
Ontem à(s) 5:37 pm por Eterna

» Um conselho aos debatedores de internet
Ontem à(s) 4:18 pm por Eterna

» Eleição, a dor e a loucura do incrédulo.
Ontem à(s) 4:03 pm por Eterna

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Ontem à(s) 3:33 pm por Cartman

»  Endurecimeto do Faraó
Ontem à(s) 4:14 am por Lit San Ares

» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 3:39 am por Lit San Ares

» PREDESTINAÇÃO DE DEUS
Sab 03 Dez 2016, 10:10 pm por gusto

Quem está conectado
58 usuários online :: Nenhum usuário registrado, 1 Invisível e 57 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por Randfal em Sab 14 Abr 2012, 11:21 am

Shabat Shalom para todos!

"Você ja parou para refletir sobre o porquê do Império Romano, dominador de Israel, destruidor de Jerusalém e inimigo ferrenho dos judeus, ter aderido a "fé" em Yeshua, um judeu, e absorvido o que lhes interessava da fé judaica exposta nas Escrituras em geral, adotando-a parcialmente?

Neste resumo apresentaremos alguns fatos que comprovam o porquê do paganismo romano ter aderido facilmente parte da Fé Messiânica em Yeshua, testemunhada pelos discípulos judeus e gentios messiânicos, transformando-a em “catolicismo romano”, uma nova religião baseada em conceitos absorvidos de outros seguimentos religiosos mais antigos.

O deus Mitra

Mitra pertence às mitologias persa, indiana e romana. Na Índia e Pérsia representava a luz (deus solar). Representava também o bem e a libertação da matéria. Chamavam-na de "Sol Vencedor".
Algumas peculiaridades do mitraísmo foram agregadas a outras religiões, como o cristianismo romano.
Por exemplo, desde a antiguidade, o nascimento de Mitra era celebrado em 25 de dezembro, mais tarde o catolicismo substituiu o deus Mitra por Yeshua, porém a data de nascimento continuou sendo celebrada conforme o mitraísmo, com exceção do aniversariante, pois Yeshua nasceu em meados de setembro e outubro, quando é celebrada a Festa de Sucot (Tabernáculos) em Israel até os dias de hoje.
Mitra foi adorado por quase todos os soberanos persas: Ciro o reverenciava; sob Dario houve um breve eclipse, pois este, segundo alguns especialistas, era partidário de Zoroastro; porém a crença em Mitra reaparece com Artaxerxes.
A partir do século II o culto a Mitra era dos mais importantes eventos no Império Romano e numerosos santuários (Mithraea, singular Mithraeum) foram construídos. A maior parte eram câmaras subterrâneas, com bancos em cada lado, raras vezes eram grutas artificiais.
Imagens do culto eram pintadas nas paredes, e numa delas aparecia quase sempre Mithras que matava o touro sacrificial. Mitra retorna ao primeiro plano como deus do sol, dos juramentos e dos contratos, sob a influência dos Magos.
No Panteão dos Deuses avésticos, Mitra seria filho de Anihata ou Anahita, a gênia feminina do fogo, uma espécie de Virgem Imaculada, “Mãe de Deus”.
É a única figura feminina associada a Mitra, pois este permanecerá celibatário por toda a vida, exigindo de seus admiradores a prática do controle de si, a renúncia e a resistência a toda forma de sensualidade.
Curioso é a biografia do rei Mitrídate VI Eupator, rei do Ponto, anterior ao nascimento do Messias Yeshua. Seu nascimento foi anunciado por um cometa, um raio caiu sobre o recém-nascido, deixando-lhe uma cicatriz. A educação deste rei é uma longa série de provas de iniciação. É visto durante sua coroação como uma encarnação de Mitra. A biografia real é muito próxima do Natal cristão.
No mitraísmo, o Mitra é um deus de forma humana e Yeshua é igualmente considerado um deus dentro do cristianismo católico e derivados, mesmo que a mensagem principal dos Evangelhos em conformidade com as profecias dão ênfase a um Messias carnal descendente da linhagem do Rei David gerado milagrosamente pelo poder do Criador, e não um pseudo deus encarnado.
No tocante ao culto e à liturgia, estes se faziam no interior do Mithraeum e na presença dos fiéis.
A liturgia constava de ofícios e orações; manducação de pão e sumpção de água e vinho, acompanhadas de fórmulas sagradas; danças de luzes e fórmulas de êxtase; orações ao nascer do Sol, ao meio-dia e ao ocaso. As festas realizavam-se no sétimo mês do ano, mas todos os meses se festejava uma semana inteira, sendo cada dia destinado a um planeta. Comemorava-se, de modo especial, o dia natalício do deus (Natalis Invicti), a 25 de dezembro.

Do Mitraísmo ao Catolicismo Romano

O fim do mitraísmo coincide com o seu zênite no século III d.C. e vem acompanhado da entronização do "cristianismo" como religião do Império Romano. O imperador romano Constantino manifestou uma certa simpatia pelo mitraísmo, principalmente na sua versão de “Sol invictus”.
Quando este primeiro imperador "cristão" colocou todas as religiões pagãs na clandestinidade, porém poupou os mitraístas pois estes possuíam muita influência junto aos militares romanos que eram a força e alicerce do Império.
O mitraísmo sobreviveu em Roma até 394 sendo que a Basílica de São Pedro foi construída sobre o local do último culto mitraíco: o Phrygianum.
A partir daí, o cristianismo construiu, boa parte de seus templos, acima de cavernas que continham Mithrae, seja em Roma seja nas províncias do Império. A catedral de Canterbury e a de São Paulo em Londres, o mosteiro do Monte Saint-Michel e algumas catedrais em Paris estão construídas sobre antigos Mithraeum em ruínas.
Os pontos comuns entre o cristianismo romano e derivados e o mitraísmo são inúmeros.
O nascimento do Messias é anunciado por uma estrela assim como o de Mitridate Eupator.
Ambos são nascidos de uma Virgem Imaculada que toma o nome de “Mãe de Deus”.
Segundo o catolicismo, a caverna e a gruta são os locais de nascimentos tanto de o Messias quanto de Mitra.
A presença de pastores e de seu rebanho também estão presentes em ambos os nascimentos. A gruta de Belém é prenhe de luz e Mitra é um deus solar. Além do mais, o ouro, símbolo do Sol, tem uma importância crucial na liturgia cristã.
D’us é Amor, mas também é Luz. Segundo o catolicismo romano, o nascimento dos dois deuses foi a 25 de dezembro, solstício de Verão no Hemisfério Norte.
Sabe-se que o Messias não teria nascido no dia 25 e que, somente com o fim do mitraísmo, a Igreja Cristã, “cristianizou” o dia como a festa do Natal. Tanto o Messias Yeshua como Mitra eram castos e celibatários.
Todas as duas religiões são fundadas sobre um sacrifício salvador do Mundo, mas com a morte do Messias, o cristianismo tira a sua vantagem e sua superioridade. A morte do Touro encontra um símile na luta de São Jorge com o dragão. A vontade de neutralizar as potências do mal, a guerra entre as duas potências e a vitória do Bem.
A consagração do pão e do vinho estão presentes entre os cristãos e os iniciados de Mitra. No grau de Soldado (Miles), o iniciado é marcado com uma cruz de ferro em brasa sobre a fronte. A imortalidade da alma e a ressurreição final. As igrejas antigas possuem criptas subterrâneas que evocam os templos mitraícos.
A fraternidade e o espírito democrático das primeiras comunidades cristãs se assemelham muito ao mitraísmo. A fonte jorrando da rocha, a utilização de sinos, os livros e as velas, a água santa e a comunhão, a santificação do Domingo (fora da tradição judaica do Sábado em conformidade com a originalidade do Mandamento Divino).
O deus sol presente nas imagens do mitraísmo e catolicismo.
O dia separado pelo paganismo em geral que considerava o sol o deus da luz é o domingo, isto é, o dia do sol, sunday.
Baseado neste fato foi muito simples para o catolicismo romano manipular alguns textos bíblicos e alterar o Evangelho de Marcos, contradizendo os outros evangelhos e profecias que narram o mesmo fato da ressureição de Yeshua e assim o catolicismo invalidou a observância original do 4º Mandamento, mantendo o dia pagão de adoração ao sol.


VI – BIBLIOGRAFIA

BARBAULT, Anne, Introdução à Astrologia, Ed. Nova Fronteira, Rio de Janeiro, 1991.
CHEVALIER, J. e Gheerbrant, A. Dicionário de Símbolos, José Olimpio Editôra, Rio de Janeiro, 1988.
COIL, Henry Wilson, Coil’s Masonic Encyclopedia, Macoy Publishing & Masonic Supply Co., Inc., Richmond, Virginia, 1995.
ELIADE, Mircea, História das Crenças e das Idéias Religiosas, IV vols., Zahar Ed., Rio de Janeiro, 1983.
ELIADE, Mircea, Iniciaciones Místicas, Ed. Taurus, Madri, 1975.
Encyclopaedia Britannica, 30 vol., 1982
FARIA, Romildo de (org.), Fundamentos de Astronomia, ed. Papirus, Campinas, 1987.
FRANZ, Cumont, Astrology and Religion among the Greeks and Romans, Kessinger Reprints (1912), Montana, s/d.
FRANZ, Cumont, Mysteries of Mithra, Kessinger Reprints (1910), Montana, s/d.
FRANZ, Cumont, Oriental Religions in Roman Paganism, Kessinger Reprints (1911), Montana, s/d.
FRAU ABRINES, Lorenzo, Diccionario Enciclopédico de la Masonería, vol. v, Editorial del Valle de Mexico, México, 1976.
FRAZER, James George, O Ramo de Ouro, Círculo do Libro – Zahar, São Paulo, 1986.
GIBBON, Edward, The History of the Decline and Fall of the Roman Empire, III vols., The Penguin Press, England, 1994.
GROUSSET, R. e LÉONARD, E.G. Encyclopedie de la Pléiade - Histoire Universelle, III vols., Librairie Gallimard, Paris, 1957.
HALL, M.P. An Encyclopedic Outline of Masonic, Hermetic, Qabbalistic and Rosicrucian Symbolical Philosophy, Golden Anniversary Edition, The Philosophical

Randfal
SUSPENSO

Número de Mensagens : 166
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por I74M4R em Sab 14 Abr 2012, 2:55 pm

O mitraismo não teve fim com o cristianismo.........
Ele se Disfarçou como CRISTIANISMO.......e esta ai ate hoje....

Temos a Ceia de Mitraica inserida no meio cristão ate hoje.......
E que muitos acham que e a ceia do senhor....
quando na propia escritura não da respaldo pra o que e praticado
como santa ceia no meio cristão.......

O Salvador não fundou o CRISTIANISMO.....o nome cristão esta na biblia
que o propio constantino mas seu jeronimo traduziram.....
Por esses motivos acredito que a RELIGIÂO CRISTA foi criada por constantino.....E vai cair como todas as outras .....

O Cristianismo ....é uma religião criada por constantino onde ele consiliou da maneira dele o mitraismo com os principios do salvador .....e criou o CRISTIANISMO.....

Ate hoje muitos acreditam na trindade.....PAI FILHO E ESPIRITO SANTO....que traduzindo pra eles significa....NINRODE, SEMIRAMES"a mulher do $ REAL", e TAMUS ......TAMUS é o mesmo Deus SOl ou na maneira disfarçada JESUS CRISTO.....

O Deus do Cristianismo....é o DEUS SOL conhecido por muitos por JESUS CRISTO......


I74M4R
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 432
Idade : 27
Localização : Vitoria-ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por RenatoPaulo em Sab 14 Abr 2012, 4:10 pm

I74M4R escreveu:
O Deus do Cristianismo....é o DEUS SOL conhecido por muitos por JESUS CRISTO......

Se isso fosse verdade,eles nao precisavam de esconder nada.
Mas assim nao,porque atraves do Santo Nome de Jesus Cristo,eles assim conseguem mais "adeptos" e unicamente por causa Dele,repito por causa Dele o mundo ainda gira.

Jesus Cristo é o unico salvador dos homens e sem Ele ninguem consegue se salvar.
Mas a verdade é uma...Ele consegue ainda hoje incomodar muita gente!

Assim atraves Dele conseguimos ver e conhecer os verdadeiros demonios,ou seja os filhos das trevas,pois eles se manifestam como multidoes.
Apenas nao consegue ver quem nao quer ou quem é cego.

RenatoPaulo
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1418
Idade : 43
flag : Alemanha
Data de inscrição : 25/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por I74M4R em Sab 14 Abr 2012, 8:29 pm

RenatoPaulo escreveu:

Se isso fosse verdade,eles nao precisavam de esconder nada.
Mas assim nao,porque atraves do Santo Nome de Jesus Cristo,eles assim conseguem mais "adeptos" e unicamente por causa Dele,repito por causa Dele o mundo ainda gira.

Jesus Cristo é o unico salvador dos homens e sem Ele ninguem consegue se salvar.
Mas a verdade é uma...Ele consegue ainda hoje incomodar muita gente!

Assim atraves Dele conseguimos ver e conhecer os verdadeiros demonios,ou seja os filhos das trevas,pois eles se manifestam como multidoes.
Apenas nao consegue ver quem nao quer ou quem é cego.

Não mim refiro a "pessoa" ao qual conhecemos por JESUS "Yahushua"........Mim refiro a pessoa em que eles homenagearam com esse nome Jesus ....

ja esta mais que provado que Jesus é um nome dado pelo imperio religioso romano......Jesus nunca foi o nome do messias....isso e fato...

O nome Jesus foi criado em 1515 pelo padre João ferreira de almeida.......
O Jesus que eles criaram e a figura do DEUS SOL romano conhecido como MITRA......

I74M4R
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 432
Idade : 27
Localização : Vitoria-ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por oliveira leite em Ter 17 Abr 2012, 5:16 pm

O imperio Romano não aderiu a nada já que matavam os cristãos
quando Roma aderio ao cristianismo não era mais imperio nenhum

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por Randfal em Ter 24 Abr 2012, 6:46 pm

Shalom para todos!

http://www.ensinandodesiao.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=221&Itemid=28

xauzinho

Randfal
SUSPENSO

Número de Mensagens : 166
flag : Brasil
Data de inscrição : 01/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por oliveira leite em Qua 25 Abr 2012, 8:25 am

"Você ja parou para refletir sobre o porquê do Império Romano, dominador de Israel, destruidor de Jerusalém e inimigo ferrenho dos judeus, ter aderido a "fé"

Dinheiro, tudo girou em torno do dinheiro
agora quem pagou?

E, congregados eles com os anciãos, e tomando conselho entre si, deram muito dinheiro aos soldados,
Dizendo: Dizei: Vieram de noite os seus discípulos e, dormindo nós, o furtaram.
E, se isto chegar a ser ouvido pelo presidente, nós o persuadiremos, e vos poremos em segurança
Mateus 28:12-14

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por Edy Brilhador em Qua 27 Jun 2012, 2:07 pm

[quote="I74M4R"]
RenatoPaulo escreveu:

ja esta mais que provado que Jesus é um nome dado pelo imperio religioso romano......Jesus nunca foi o nome do messias....isso e fato...

O nome Jesus foi criado em 1515 pelo padre João ferreira de almeida.......
O Jesus que eles criaram e a figura do DEUS SOL romano conhecido como MITRA......

-------

provado onde? quem provou? "I74M4R", acho que você está mal informado.

Edy Brilhador
Barro
Barro

Número de Mensagens : 1
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/06/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por I74M4R em Qua 27 Jun 2012, 3:49 pm

[quote="Edy Brilhador"]
I74M4R escreveu:
RenatoPaulo escreveu:

ja esta mais que provado que Jesus é um nome dado pelo imperio religioso romano......Jesus nunca foi o nome do messias....isso e fato...

O nome Jesus foi criado em 1515 pelo padre João ferreira de almeida.......
O Jesus que eles criaram e a figura do DEUS SOL romano conhecido como MITRA......

-------

provado onde? quem provou? "I74M4R", acho que você está mal informado.

Eu to mal Informado ou vc esta?
tem Certeza?

Jesus
Iesous
Iesus
qual deles?

Pesquise melhor amigo....JESUS esse nome so tem 500 anos de existencia...
falam tanto da igreja catolica e cai no engodo deles

I74M4R
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 432
Idade : 27
Localização : Vitoria-ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por Sargento em Sex 29 Jun 2012, 9:56 am

Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Bem, porque o Diabo se disfarça em anjo de luz?
Porque tentou Cristo com as escrituras?
Porque usa o mal uma aparência de bem?
Porque irá o anticristo querer parecer Deus?

O motivo é sempre o mesmo!

Se o mal fosse óbvio seria evitado logo de caras, mas a todos esses agentes lhes foi dado o poder e se ocultarem sob a aparência do bem para que apenas o espírito os discernisse a todos independentemente da sua aparência e todos cumpram assim o seu propósito.


Sl 17:8 Protege-me como à menina dos teus olhos...

Um membro da Igreja Dos Eleitos
http://igrejadoseleitos.com/

Sargento
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1211
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/03/2012

http://igrejadoseleitos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por oliveira leite em Sex 29 Jun 2012, 6:14 pm

Porque a crença é livre
e o homem tem o livre arbitrio

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que o Império Romano aderiu a crença em Yeshua?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:38 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum