.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
66 usuários online :: 3 usuários cadastrados, 1 Invisível e 62 Visitantes :: 1 Motor de busca

gusto, Khwey, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Preconceito da revista Época ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Eduardo em Qua 11 Abr 2012, 6:54 am

Publicada na edição nº 346 da revista Época (3/1/2005), a reportagem “E no princípio era o que mesmo?”, gerou polêmica na ocasião e descontentamento por parte das fontes consultadas. Como recentemente alguém tocou no assunto, no Twitter, resolvi republicar e recordar aqui as reações enviadas à revista e publicadas na íntegra no site da Sociedade Criacionista Brasileira (SCB), na seção “Controvérsia”.

Continue lendo: Preconceito da revista Época


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por E.Ramos em Qua 11 Abr 2012, 9:06 am

A Época faz parte do grupo econômico da TV Globo.Aí já viu.

E.Ramos
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 1193
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Jumper em Qua 11 Abr 2012, 9:12 pm

Não estou certo se devo, mas vamos lá, uma crítica desse post do Michelson Borges:

cujo curso de Biologia vai além dos requisitos exigidos pelo MEC, ao ensinar tanto o criacionismo quanto o evolucionismo (mesmo os alunos evolucionistas não reclamam), ela ignorou (deliberadamente?) essa informação.
Criacionismo é religião, Evolução é ciência, o fato da jornalista não ter falado essa informação na matéria foi um ponto positivo, afinal, escola não é lugar de religião.

“Por causa da excelência de seus ensaios, [Gould] tornou-se conhecido entre não-biólogos como o mais destacado teórico da evolução. Em contraste, os biólogos evolucionistas com quem discuti seu trabalho tendem a vê-lo como um homem cujas ideias são tão confusas que quase não vale a pena ocupar-se delas, mas alguém que não se deve criticar em público por ao menos estar do nosso lado contra os criacionistas” (New York Review of Books, novembro de 1995). Bastante esclarecedoras essas palavras.
Visto que qualquer tipo de discussão na esfera científica em torno da Evolução se transforma imediatamente em "TEORIA DA EVOLUÇÃO ESTÁ EM CRISE!! CRIACIONISMO É A PURA VERDADE" no meio criacionista.
Acredito que Gould pode ser visto como um multiplicador, alguém que traduz o teoríco para o popular... não é a exatamente o tipo de pessoa que um biológo procuraria para tirar suas dúvidas.

Quando se refere ao movimento do Design Inteligente, Eliane diz que ele se baseia em “argumentos sofisticados e supostamente baseados na ciência”, mas não dá espaço suficiente para a defesa desses argumentos. Fica tudo mais ou menos na opinião. Depois ela ainda arremata, dizendo que “os cientistas não concordam com essa visão”. Bem vago isso, não? E Michael Behe – citado por ela – e outros, o que são? Não são cientistas?
São, mas não na área que interessa. Behe não se manteve perante um juri tentando explicar a complexidade irredutível, Design Inteligente é um movimento morto, é pseudo-ciência, não produz hipóteses refutáveis nem Teorias nem experimentos nem nada. É como dizer "Tudo é tão complexo, eu não entendo nada, logo um ser onipotente criou tudo", é um apelo à ignorância.

Aliás, questionamentos levantados por Behe, em seu livro A Caixa Preta de Darwin, ainda não foram adequadamente respondidos.
Não tem como responder algo a alguém que não quer ver a resposta.
Vários das tais irredutibilidades propostas por behe se mostraram redutíveis.

Behe informa ainda que “numerosos estudantes aprendem em seus livros a ver o mundo através de uma lente evolucionista. Eles, contudo, não aprendem como a evolução darwiniana poderia ter produzido qualquer um dos sistemas bioquímicos notavelmente complicados que tais textos descrevem”
"Não se sabe como tal sistema complexo surgiu, LOGO, é irredutível, LOGO, Deus fez tudo." apelo à ignorância.
Alunos aprendem CIÊNCIA. Coisa que o Design Inteligente não é.
Como diz a wikipedia:
"Críticos apontam que o argumento da complexidade irredutível assume que as partes necessárias do sistema sempre foram necessárias e consequentemente não poderiam ter sido adicionadas sequencialmente.[69][70] Argumenta-se que algumas partes que são inicialmente só um pouco vantajosas podem posteriormente se tornar necessárias à medida que outros componentes mudam. Além disso, eles argumentam, a evolução frequentemente procede alternando partes preexistentes ou as removendo do sistema, ao invés de sempre adicioná-las . Isso é algumas vezes chamado de "objeção do andaime", criando uma analogia com andaimes, que podem suportar um prédio "irredutivelmente complexo" até que o mesmo seja completado e possa sustentar a si mesmo.[71] Behe admitiu, ter usado uma "prosa irregular", e que seu "argumento contra o Darwinismo não se sustenta à prova lógica".[72] A complexidade irredutível permanece um argumento popular entre defensores do design inteligente; no julgamento de Dover, a corte decidiu que "A alegação do Professor Behe para a complexidade irredutível foi refutada em artigos de pesquisa revisados por pares e foi rejeitado pela comunidade científica em geral".[73]"
http://pt.wikipedia.org/wiki/Design_Inteligente#Complexidade_irredut.C3.ADvel
É como diz quer um prédio é irredutivelmente complexo, afinal, se tirar o Terreo, o prédio desaba!!! Logo, Deus fez o prédio!!


Mas acho que o cúmulo da sua argumentação preconceituosa ocorreu ao comparar a proposta de se ensinar criacionismo e evolucionismo nas escolas com o revisionismo a respeito do Holocausto judeu. (...) Os criacionistas sérios respeitam e se pautam pelo método científico.
Hmmm, não, não respeitam tampouco pautam. Nem DI nem Criacionismo se pautam no método científico, pois não geram hipóteses refutáveis, nem aplicações, nem experimentos, nem evidências, muito menos Teorias... é religião, crença, dogma. Não existe sequer 1 criacionismo ou 1 Design Inteligente, existem várias versões e subversões do mesmo.


Se a teoria da evolução tivesse evidências factuais como o episódio do Holocausto, obviamente que não haveria cientistas que advogariam o modelo criacionista.
Ciência não é democracia (afinal, a "realidade" não é democrática), não é a maioria que decide se a Teoria deve ser aceita ou não, se tais "cientistas" advogam o "modelo" criacionista, o problema é deles. Se criaciosnimo é científico então cadê os artigos publicados??
Evolução há várias comprovações, as quais, obviamente, um criacionista vai rejeitar veementemente por motivos/crenças pessoais, entre elas:
* especiação (surgimento de novas espécies, algo bem documentado e ocorre naturalmente hoje em dia)
* registro de fósseis vivendo em uma época e em uma época somente, ou seja, não existiram nem antes nem depois... ou seja, daonde vieram eles?
* código genético (há várias formas de comparar o código genêtico e verificar o parentesco, uma forma simples é via retrovirus)
* Evolução é um ‘problema’ para vários pesquisadores de doenças: afinal como tratar uma doença que está sempre mudando?
* código genético + seleção natural = evolução. Simples assim.
Criacionistas não querem largar o criacionismo por crenças pessoais ou por ganha pão: eles ganham dinheiro através da crença de outras pessoas que acreditam no mesmo, logo alguêm que lançou um livro sobre criacionismo não vai largar o mesmo (afinal é religião).
‘Evolucionistas’ (cientistas no geral) ganham dinheiro/fundos para pesquisa baseado em usos práticos da Evolução, com pesquisas sérias no assunto (claro que há quem ganhe dinheiro vendendo livro, mas é a minoria, visto que 99% dos cientistas são Evolucionistas, ou como eu gosto de dizer: cientistas)
http://www.talkorigins.org/indexcc/CA/CA215.html

Lamento também o fato de a matéria não ter publicado sequer uma entrevista com um criacionista sério
O problema está negritado... essas palavras não devem ser colocadas juntas... ou o criacionista é muito inocente ou é muito malandro.
Eu pelo menos estou cansado de ver criacionistas desonestos, distorcendo teorias e pesquisas reais em prol da crença.

tendo dado espaço, por outro lado, a duas entrevistas com evolucionistas declarados: o astrofísico Marcelo Gleiser e o sociólogo Maurício Martins.
Ou, como eu gosto de falar: cientistas.
Procura agora algum ‘cientista criacionista’ que não esteja ligado a algum centro religioso.

Se a ciência e a imprensa se detivessem aos fatos, deixando o juízo de valores (ou as conclusões quanto às origens) aos leitores, estariam cumprindo de forma mais efetiva seu papel.
Exato! Só que isso depoe contra o criacionismo, que não se baseia em ‘fatos’.
O que é o criacionismo que não o juízo de valores? (valores bíblicos)
Ou conclusões quanto às origens? (Genesis)

O Trabalho da Ciência é ter uma mente aberta, se baseando em evidências, experimentos, formando hipóteses, Teorias
Nada na ciência é irrefutável... qualquer um pode desprovar que 2+2=4, mas é preciso mais do que complexidade irredutivel para tal (afinal 2+2=4 é irredutivelmente complexo, logo Deus fez 2+2=4?)

Ah, vamos ver os leitores:
O do presidente da SCB não tem porque discutir... muito blablabla e pouco conteúdo.

“Sr. Diretor de Redação: A Teoria do Design Inteligente é uma teoria científica.
Não, não é. Uma Teoria Científica é formada por hipotéses para explicar fatos e possui aplicações científicas... Os defensores do Design Inteligente nunca apresentaram DI como Teoria Científica formalmente .

Fomos descaracterizados na reportagem ‘E no princípio era o que mesmo?’ como criacionistas
Então DI é criacionismo? Eu meio que suspeitava disso...

Ah, esse parece interessante:
“Prezados senhores, li com atenção o tema especial ‘E no princípio era... o que mesmo?’. Certamente é motivo de grande atenção o fato do enorme fracasso do ensino obrigatório, exclusivo do evolucionismo durante o último século no Brasil, apoiado pelas cátedras e coadjuvado pela mídia, ter produzido apenas 11% de evolucionistas ateus! A causa principal desse fracasso é que as evidências estão destruindo a frágil ideia da evolução.
11% Evolucionistas ateus?? Cara, para ser evolucionista é preciso ser ateu? Non-sense.
Eu saí da escola evolucionista e cristão, como a maioria da minha escola, só anos depois que eu virei ateu quando eu passei a discutir tal assunto.
Que o ensino no Brasil é um fracasso isso não se tem dúvidas. Ainda mais quando as maiores religiões do país falam que pensamento crítico é algo que deva ser evitado.

Vejamos algumas: (1) nada em biologia faz sentido à luz do acaso cego. O acaso nega o conceito científico de causa e efeito, introduz conceitos mitológicos e mágicos inaceitáveis sob o ponto de vista científico, mas defendidos por ‘cientistas’ evolucionistas. [...] É uma maneira enganosa de não explicar nada.
Perfeito! Só que evolução não é acaso! Seleção natural não é acaso! A Teoria da Evolução fala sobre a sobrevivência dos mais APTOS, e não da sobrevivência aleatória das espécies.
Seleção natural é observável, natural e com certeza não é mitológico.

(2) A abiogênese é uma crendice popular aceita e defendida pela evolução! Desde 1864, Louis Pasteur, cientista criacionista convicto, destruiu essa crendice que continua até hoje nos livros de biologia. Eis um excelente exemplo para tirar das trevas nossa ciência, pois, como Pasteur, estaríamos produzindo vacinas e fazendo a verdadeira ciência progredir.
Opa, desonestidade detectada: leitor está colocando um espantalho para atacar a Evolução!!
ABIOGENESE NÃO É EVOLUÇÃO! Uma trata do surgimento da vida e a outra do surgimento das espécies, e acredite ou não são assuntos bem diferentes.
Pasteur foi contra o surgimento espontaneo de vida complexa (moscas, ratos, etc) a partir matéria orgânica... cara, ele estava 100% certo!
Agora, não é por causa do conhecimento científico de Pasteur de 200 anos atrás que devemos descartar como surgiu a vida... porque a vida surgiu em algum momento... e ela com certeza surgiu da não-vida... afinal, mesmo que Deus tenha feito Hocus-Pocus e plim-plim, ele fez a vida surgiu de algo... Afinal, Adao não foi criado do Barro???? Claro que a realidade não é tão florida.
E como diria Lavoisier: Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.



(3) Os ‘incontáveis’ elos de Darwin não foram encontrados. Não encontramos mais do que 30 supostos elos intermediários. Deveriam ser bilhões. A árvore da vida evolutiva está comprometida.
1) Fosseis é algo raro de acontecer, precisa de condições bem específicas.
2) Há elos suficientes encontrados de humanos,
3) Se só 1 elo fosse encontrado isso seria prova de que tal elo nunca existiu? É o que o leitor está propondo.


(4) Os fósseis contestam a evolução. Os fósseis, segundo a evolução, seriam poucos e escassos. Só o fato de encontrarmos milhões, toneladas de fósseis animais e bilhões de toneladas de carvão fóssil vegetal, além das toneladas de fósseis nas gélidas turfeiras e o petróleo fóssil, desmentem a evolução. Os fósseis surgem por soterramento rápido, afogamento na lama. Catástrofe. Nada de uniformismo lento!
O fato de montamos uma escada evolutiva temporal (evolução em si não é ‘escada’, é como uma árvore, mas a cada época só há tais folhas, onde umas duram e outras menos), já prova Evolução existe.
Agora, uniformismo lento? Quem falou tal besteira? Até onde sabemos é nas catastrófes que há os grandes saltos evolutivos e tais catástrofes são bem comuns mesmo em curtos períodos de tempo. Afinal eras glaciais ocorrem a cada poucos milhares de anos, terremotos fortes a cada poucos anos, tsunamis idem, enxurradas, incêndios, etc em menos tempo ainda.
Cara, a natureza é uma luta sem fim pela sobrevivência.

(5) A ancestralidade comum está em cheque. A embriologia evolucionista é uma fraude. Ensino enganoso e fraudulento já contestado desde 1868, mas teimosamente defendido por cientistas descuidados. A similaridade da morfologia dos ossos ou órgãos homólogos aponta para um arquiteto, engenheiro e Criador inteligente. Os órgãos vestigiais humanos inventados pelo evolucionismo (que chegou a ter mais de 150 órgãos vestigiais listados) são produto da ignorância.
Opinião (e crença) pessoal.
O Leitor se refere a um ensino que não é ensinado há mais de 50 anos e que só ficou em voga algumas décadas. Lamentável.

A seleção natural fracassou. Os exemplos citados são muito frágeis. As 13 ‘espécies’ dos tentilhões de Darwin se cruzam entre si e dão descendentes férteis. Confundiram variedades com espécies. A mariposa Biston betularia está sendo contestada, e a resistência de bactérias [a antibióticos] e outros seres vivos são exemplos frágeis.
E essas 13 ‘espécies’ não são encontradas em nenhum outro lugar do mundo!!
Beleza, chame esses tentilhões de sub-espécies, mas o simples fato de que uma espécie se subdividiu em 13 para ocupar o nicho de uma região me diz que, bem, seleção natural não fracassou.

(7) O coordenador do Projeto Genoma Humano é criacionista [em parte, talvez]. O Dr. Francis Collins afirma com todas as letras que o genoma humano sempre foi conhecido por Deus, pois Ele é o Criador e codificador dessa enciclopédia informativa, o nosso DNA.
E? Falácia do Apelo à autoridade. Irrelevante. Pessoas tem opiniões pessoais.


Sugerimos uma entrevista com o Dr. Francis Collins. Lembramos ainda que Nicolau Copérnico, Galileu Galilei, Johannes Kepler, Francis Bacon, Isaac Newton, Carlos Linneu, Gregório Mendel, Louis Pasteur – todos eles foram criacionistas.
E aí de quem não fosse criacionista! Falar que cientistas famosos da antiguidade eram criacionistas é falácia: Como ser algo além de criacionista numa época onde não se permitia ser algo além de criacionista? Galileu só pelo fato de falar que o sistema solar era heliocêntrico já foi censurado e com prisão domiciliar, imagina se ele afirmasse que as espécies evoluem naturalmente!! Ia ser cabeça rolando no mínimo.
Estamos onde estamos baseados nas descobertas de tais cientistas... e vários cientistas que afirmaram que a Terra era antiga (tipo, com centenas de milhares de anos), foram mandados à fogueira. Igreja católica é fogo...
Por sorte não vivemos mais numa época onde a religião dita o que pode ou não pode ser pesquisado, não é???


Os modernos criacionistas estão nos ombros de gigantes da ciência.
Só até onde convêm. Terra antiga é algo que se tem como científico há séculos, mas vê se os criacionistas usam isso. Claro que não, uma Terra antiga é algo que não está na Bíblia, LOGO, não é real.

Merecem o mesmo nível de atenção, respeito e exposição na mídia e na cátedra.
Mostrem trabalho, simples assim.

O resultado da pesquisa do IBOPE mostra o óbvio: 89% dos leitores da revista Época, os pais dos alunos e os estudantes não aguentam mais esse ensino evolucionista unilateral!
Ciência não é democracia, não é porque uma maioria acha que a Terra é jovem e que Deus fez tudo que a Terra se tornará jovem e que Deus fez tudo.
Realidade não obedece desejos pessoais.

Acordem! Está na hora de despertar, comparar e discutir o criacionismo com o evolucionismo, na base das evidências científicas dentro das salas de aulas, desde o ensino fundamental até a pós-graduação.
Criacionismo é religião, Evolução é ciência. Não tem como comparar coisas distintas. Evidências científicas criacionistas é inexistente, apenas falácias existem.


Daqui a pouco o evolucionismo, o maior mito científico, pode estar banido, como querem 75% dos brasileiros.” (Roberto César de Azevedo, bacharel e licenciado em Biologia pela Universidade de São Paulo)
Então a maioria leiga em ciência deve ditar o que a ciência faz??? Típico da religião.


Outro leitor:
que aparece na página 77, não esclarece como os cientistas explicam o simples salto das substâncias ‘inorgânicas’ para uma célula viva completa
Não foi um simples salto, não foi do dia para a noite... é algo gradual... moléculas orgânicas surgindo naturalmente é bem conhecido, complexidade surgindo da simplicidade também.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Cal em Qua 11 Abr 2012, 9:34 pm

Jumper, o resto do seu post inteiro está correto, as pessoas não entendem conceitos simples, DI não é ciência simplesmente por não ter nada que possa ser medido ou comprovado, vamos a título de concessão teórica imaginar que realmente um deus tenha criado tudo e usado a evolução para isso, mesmo que essa hipótese remota estivesse correta uma vez que esse suposto criador fez a mais absoluta questão de não deixar o menor rastro ou vestígio de sua ação o DI não seria científico, ou seja, mesmo que fosse verdade a ação dos seus defensores que querem ensinar na qualidade de ciências não se justifica.

Mas tem um ponto no seu post que não está correto:

Jumper escreveu:Galileu só pelo fato de falar que o sistema solar era heliocêntrico já foi censurado e com prisão domiciliar, imagina se ele afirmasse que as espécies evoluem naturalmente!! Ia ser cabeça rolando no mínimo.
Não foi bem assim, a situação envolvendo Galileu é mais complexa que isso, Galileu foi confrontado com um argumento que na época ele não teve condições de responder, o argumento da paralaxe estelar, como resposta Galileu escreve um livro aonde dois personagem discutem o assunto, um personagem inteligente e outro um idiota, no personagem inteligente ele coloca seus argumentos no idiota algumas palavras do papa, essa foi a razão da atitude da ICAR.

Hoje sabemos que a paralaxe estelar ocorre porém só pode ser percebida com o uso de aparelhos modernos devido a distância das estrelas.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por O Questionador em Qua 11 Abr 2012, 10:17 pm

Rapaz, quer ler o post de alguém indignado? Leia o post do Jumper. Chega a sair fagulhas após cada ponto.


Mas não tiro a razão dele, ler que "os criacionistas seguem o método científico" chega a doer. Acho que uma facada na barriga dói menos pra alguns.

O Questionador
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 523
Localização : Na Selva.
flag : Brasil
Data de inscrição : 31/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Eduardo em Qui 12 Abr 2012, 7:29 am



Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Cal em Qui 12 Abr 2012, 8:08 am

Não vou repetir tudo o que foi dito pelo Fabris nesse tópico, se existissem motivos científicos válidos para acreditar que a Terra é jovem como querem alguns criacionistas isso estaria lotado de evidências apontando nessa direção.

Paleontologia, Geologia, Física, Química, Astronomia entre outras apresentam diversas evidências de que a Terra tem bilhões de anos, não vai ser uma pesquisa obscura que vai contrariar tudo isso.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Eduardo em Qui 12 Abr 2012, 2:03 pm

O que você chama de "pesquisa obscura" foi aceito com revisão por pares pelas maiores publicações científicas.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Sales em Qui 12 Abr 2012, 2:15 pm

Sei que não tem haver com o assunto aqui, mas, a capa da revista parece uma piada... colocam uma mulher feliz e sorridente frente a uma foto/matéria de um desastre (tsunami) que matou milhares de pessoas... Parece gozação da miséria dos outros... Será que os designers não perceberam isso?

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Jumper em Qui 12 Abr 2012, 5:47 pm

O Questionador escreveu:Rapaz, quer ler o post de alguém indignado? Leia o post do Jumper. Chega a sair fagulhas após cada ponto.


Mas não tiro a razão dele, ler que "os criacionistas seguem o método científico" chega a doer. Acho que uma facada na barriga dói menos pra alguns.
Cara, é fogo... querem defender o criacionismo? Beleza, mas não deturpem a ciência nem usem de falácias nas discussões...
O problema maior não é desconhecimento... O autor desse blog conhece a ciência, só que ele escolheu ser seletivo no que ele usa. É um desserviço à sociedade, pois ele assusta pessoas que poderiam aumentar o desenvolvimento científico (e talvez mudar o cenário brasileiro de exportador de matéria-prima e importador de tecnologia).

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Jumper em Qui 12 Abr 2012, 6:23 pm

Eduardo escreveu:O que você chama de "pesquisa obscura" foi aceito com revisão por pares pelas maiores publicações científicas.
O que ele publicou foram as descobertas do Halo de Polonio e o fato de ter sido publicado em revista científica não torna um dogma. Segundo estudos feito em cima do trabalho do Gentry se percebe várias inconsistências.
Todo trabalho científico pode ser revisado após publicado.

Recomendo esse blog em portugues sobre o assunto:
http://cienciaxreligiao.blogspot.com.br/2007/07/terra-jovem-refutada.html


SE a Terra tivesse 6.000 anos, ou fosse jovem, ou tivesse sido criada rapidamente, haveria muitas outras formas de se comprovar isso mas é exatamente o oposto que ocorre.

Vendo o que o Fabris postou no tópico... não vejo porque discutir mais o assunto. É um assunto morto e enterrado.
Fabris escreveu:- Gentry não tem qualquer credibilidade científica, quando afirma que halos de polônio embasam a criação segundo o Gênesis

- Gentry errou na escolha de suas amostras

- Gentry omitiu o fato de que polônio só surge do decaimento do urânio e radônio, elementos que têm meias-vidas de milhões a bilhões de anos.

Gentry, portanto, não passa de mais uma das intermináveis fraudes criacionistas.


Sem falar que isso não tem relação alguma com a Teoria da Evolução.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Eduardo em Qui 12 Abr 2012, 6:31 pm

Jumper escreveu:
Eduardo escreveu:O que você chama de "pesquisa obscura" foi aceito com revisão por pares pelas maiores publicações científicas.
O que ele publicou foram as descobertas do Halo de Polonio e o fato de ter sido publicado em revista científica não torna um dogma. Segundo estudos feito em cima do trabalho do Gentry se percebe várias inconsistências. Todo trabalho científico pode ser revisado após publicado. Recomendo esse blog ...
Blog ????

Com todo respeito mas espero uma revisão a altura.

Vendo o que o Fabris postou no tópico...
Conheço Fabris a dez anos e até hoje não vi nenhum trabalho dele sobre este assunto em publicações indexadas. Se aqueles quesitos dele sobre Gentry estiverem corretos é só publicá-los. O que vocês estão esperando ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Jumper em Qui 12 Abr 2012, 8:58 pm


Blog ????

Com todo respeito mas espero uma revisão a altura.
Bom, eu posso pedir para o autor do blog baixar o nível...

Conheço Fabris a dez anos e até hoje não vi nenhum trabalho dele sobre este assunto em publicações indexadas. Se aqueles quesitos dele sobre Gentry estiverem corretos é só publicá-los. O que vocês estão esperando ?
É isso mesmo? Você está se prendendo ao fato do Gentry ter publicado seu artigo numa revista científica na década de 70?
Já falei, ciência não é dogma, ciência é formada por seres humanos, é por isso que existem as revisões, as pesquisas. Artigos científicos não se tornam "leis".
Gentry publicou as observações feitas por ele, a conclusão da Terra Jovem foi feita FORA do artigo e que vai contra todo o nosso conhecimento científico acumulado ao longo dos séculos.



Robert V. Gentry studied halos which appeared to have arisen from Po-218 rather than U-238 and concluded that solid rock must have been created with these polonium inclusions, which decayed with a half-life of 3 minutes. They could not have been formed from molten rock which took many millennia to cool (the standard theory) because polonium decays in a few minutes. This is taken by creationists as evidence that the Earth was formed instantaneously (Gentry 1992).
Critics of Gentry, including Thomas A. Baillieul (Baillieul 2005) and John Brawley (Brawley 1992), have pointed out that Po-218 is a decay product of radon, which as a gas can be given off by a grain of uranium in one part of the rock and migrate to another part of the rock to form a uraniumless halo. Apparently a large number of radon atoms are caught or adsorbed at a particular point. This has not been proved experimentally, but is supported by the fact that Gentry's "polonium halos" are found along microscopic cracks in rocks that also contain uranium halos (Wakefield 1988).
Gentry's work has been continued and expanded by the creationist Radioactivity and the Age of the Earth (R.A.T.E.) project that was operating between 1997 and 2005 (Wieland 2003). However, Collins (1997), Wakefield (1988) and others have repeatedly offered rebuttals of the radiohalo evidence for a young Earth in peer-reviewed publications.

http://en.wikipedia.org/wiki/Radiohalo#Controversy

E esse artigo: http://www.csun.edu/~vcgeo005/gentry/tiny.htm
Se refere a esse aqui:
Wakefield, J. R. (1988), "The geology of 'Gentry’s Tiny Mystery'", Journal of Geological Education 36: 161–175.
Ou seja, é um artigo científico...

Como falei, é um assunto morto. É uma conclusao forçada em cima de um modelo ultrapassado feito com experimentos mal-feitos.

SE a Terra fosse jovem tais evidências seriam abundantes, mas não há nenhuma área do conhecimento humano que chega nessa conclusão independentemente.
Antropologia, Geologia, Astronomia, Paleontologia para citar algumas...
Podemos contar as camadas sedimentares anuais de lagos para chegar a valores em torno de 100 mil anos.
E há inúmeros artigos científicos (algo que, subitamente, virou de tamanha importância para criacionistas, nesse caso, claro) publicados no assunto.
Alguns artigos do Gentry refutam todos os outros artigos embasados que mostram o contrário independentemente??? A resposta é não.


Cara, a tua fé precisa disso? Você precisa acreditar de pé junto que a Terra é jovem para manter a tua fé?
Não, porque alguém que depende de um artigo com uma conclusão obscura e forçada ao qual vários geologos e geofísicos publicaram várias críticas ao método do mesmo e onde não chegaram ao mesmo resultado seguindo o método científico é alguém que pede para ser enganado.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Eduardo em Qui 12 Abr 2012, 9:08 pm

Esse texto da CSUN não vale, eles não submetem os artigos a peer review. É o caso da Current Opinion, que confia no autor para apresentar uma perspectiva acurada e imparcial. Em razão dessa inconstância você tem que me provar onde aquele artigo foi publicado, se for revista, terá que provar a revisão pré-publicação.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Jumper em Qui 12 Abr 2012, 9:33 pm

cara, to tendo um Deja Vú... discuti esse mesmo assunto onde o outro debatedor fazia as mesmas colocações sempre: "isso não vale, tal artigo não é peer-review" e ignorava as demais colocações, afinal, nesse caso, peer-review é essencial (afinal, quantos artigos científicos que dão margem ao criacionismo existem?).

Bom, quanto ao assunto:
Odom, L.A., and Rink, W.J., 1989, "Giant Radiation-Induced Color Halos in Quartz: Solution to a Riddle," Science, v. 246, pp. 107-109

Wakefield, J. Richard , 1988, Geology of Gentry's "Tiny Mystery", Journal of Geological Education, May, 1988

If you are specifically referring to Gentry's 1992 "Creation's Tiny Mystery" 3rd Edition, then almost every peer reviewed work dealing with radioactive decay refutes it, because in order to avoid internal conflicts within his argument Gentry was forced to conclude that decay rates for his chosen polonium isotopes remained constant while those of a select few other radioactive isotopes were much, much greater until recently for some unknown reason, after which time they have remained absolutely constant.

I will give him credit though, to my knowledge he is one of the very few people (if not the only) to make a serious attempt, at least in the past half dozen or so decades, to publish Creationist oriented work for mainstream peer review on a subject similar to what he has some credentials in (Master's degree in physics from the U of Fla and an honorary doctorate of sciences from a small liberal arts college).


O 2o artigo foi o que eu já postei, o 1o foi publicado na mesma revista que o Gentry.

Cara... essa alegação do Gentry não se mantêm... não há suporte científico experimental.

Então, mais algum motivo para rejeitar a ciência?


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Starway to Heaven em Sex 13 Abr 2012, 8:12 pm

Evolução tem embasamento científico, criacionismo mesmo que realmente tenha acontecido não. Simples. Se quiser só levar o seu filho à aulas de ensino religioso.

Mas afinal acho isso uma tremenda bobagem. Como se fizesse realmente diferença acreditar que a Terra tem 6.000 ou um bilhão de anos. Isso não influência em absolutamente em nada na fé. E os apologistas mais sérios não batem de frente com a TdE pq é guerra perdida.

Starway to Heaven
Safira
Safira

Número de Mensagens : 151
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Eduardo em Sex 13 Abr 2012, 8:53 pm

Jumper escreveu:Wakefield, J. Richard , 1988, Geology of Gentry's "Tiny Mystery", Journal of Geological Education, May, 1988
O próprio Wakefield admite que "O Mistério Tiny" de Gentry não desapareceu nem um pouco, ao contrário, os halos de polônio, parecem cada vez mais sem precursores detectáveis, ainda estão lá:

"Ainda assim, devemos dar o seu Nada Gentry devido. Na geologia explica totalmente a ocorrência aparente dos halos de polônio, como descrito por Gentry. Eles permanecem um mistério menor no campo da física." Alguém pode, eventualmente, encontrar uma explicação em termos de deposição química quirkish ou identificação errada dos halos, mas por enquanto o "Mistério Tiny" sobrevive! "

Esclarecimrntos sobre Wakefield do que foi omitido:

http://www.halos.com/book/ctm-15-e.htm

http://www.icr.org/article/polonium-radiohalos-still-a-very-tiny-mystery/

http://www.icr.org/article/radiohalos-significant-exciting-research-results/


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Preconceito da revista Época ?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 12:03 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum