.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» O Jesus diferente do Espiritismo
Ontem à(s) 7:39 pm por David de Oliveira

» Renan é afastado da presidência do Senado após tornar-se réu por peculato
Ontem à(s) 6:53 pm por David de Oliveira

» Oportunidades de emprego
Ontem à(s) 3:55 pm por Christiano

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 3:33 pm por Jarbas

» Absurdário Escatológico
Ontem à(s) 9:56 am por Ed

» Olá...
Sex 09 Dez 2016, 10:25 pm por Ed

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Sex 09 Dez 2016, 7:40 pm por Lit San Ares

» Meditações da Bíblia
Sex 09 Dez 2016, 4:59 pm por Discipulah

» Só há um jeito do Lula perder a próxima eleição!
Sex 09 Dez 2016, 7:36 am por gusto

Quem está conectado
32 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 32 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Pirou Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por E.Ramos em Qui 02 Fev 2012, 12:46 pm

O que sou afinal?

Briga entre entidades tem causado muita insegurança e revolta. :risadinha:


Daniel Sottomaior, dono da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos define ateísmo:
"…ateísmo é a ausência de crença em quaisquer divindades"
http://www.atea.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=49&Itemid=54


Por outro lado, Eli Vieira, presidente da Liga Humanista Secular do Brasil, comentou que a definição de ateísmo usada pelo Sottomaior era/é uma falácia.


'Daniel Sottomaior comete falácia ao definir o que é ateísmo'
por Eli Vieira

Quantos anônimos criativos por aqui. Vejamos:

Senhora Crente, você comete o mesmo erro do Daniel Sottomaior no texto, que é tentar definir ateísmo pela etimologia. O Caruê cometeu a mesma coisa, e ainda alegou que ignorar o "a" em "ateísmo" é uma falácia.


Em primeiro lugar, vou perguntar que falácia é essa. Filosofia da lógica é um campo de pesquisa filosófica sério. Inventar falácias que não existem é como falar de biologia e inventar que fungos são plantas.

Aqui está, para quem está aqui para debate de verdade, uma boa explicação do que é falácia etimológica: http://goo.gl/iUNyl

Para aqueles que estão aqui para disputa de ego, recomendo não entrar no link acima e não tentar debater.

Definir ateísmo é um trabalho filosófico que já foi feito por diversos filósofos, entre eles Colin McGinn e Michael Martin. Obras filosóficas sobre ateísmo estão disponíveis para consulta, como o "Cambridge Companion to Atheism", que foi traduzido recentemente para o português.

Tentar apelar para a etimologia para definir ateísmo é como dizer numa aula de matemática que aprender cálculo significa aprender do que são feitas pedrinhas, pois "cálculo" significa literalmente "pedrinha" pela etimologia.

A falácia etimológica é um erro repetidamente cometido por ateus e foi cometido pelo Daniel Sottomaior neste texto, e estou criticando justamente para que aprendamos a nos munir de melhores argumentos; dado que quando definimos ingenuamente ateísmo como ausência de crença não teremos elemento algum para reclamar de Ives Gandra, muito menos acusá-lo de ser "ilógico". Repito, ilógico é usar a falácia etimológica, e acrescento, mais ilógico ainda é não saber rebater aos meus argumentos aqui, inventando que não incorrer na falácia etimológica é outra falácia (??!).

Rodrigo, eu falei em definirmos ateísmo como ausência de crença em deuses na condicional, obviamente não defino assim, e estava ilustrando como definir dessa forma torna incoerente o texto do Daniel.

O ateísmo é, sim, uma crença ou conjunto de crenças. E isso não é um demérito. Conhecimento também é um tipo de crença: a crença verdadeira e justificada. Eis link com uma definição de crença feita por filósofos: http://www.defnarede.com/c.html

E uma definição correta de ateísmo:

"Em sentido forte, é a crença na inexistência do divino em geral. A distinção é importante, pois muitas pessoas religiosas não são teístas (ver teísmo) nem ateístas, ou seja, acreditam em entidades sobrenaturais que não correspondem à ideia do Deus teísta, que é basicamente a ideia de Deus presente nas grandes tradições religiosas do Ocidente: judaísmo, cristianismo e islamismo." http://www.defnarede.com/a.html

Lidar com definições e conceitos ignorando o trabalho dos filósofos é como lidar com animais e plantas ignorando o trabalho dos biólogos e lidar com ondas e partículas ignorando o trabalho dos físicos.

Uma gafe conceitual de um ateu definindo ateísmo é análoga a uma gafe de um enfermeiro procurando o baço ou o fígado no lado errado

http://www.paulopes.com.br/2011/12/daniel-sottomaior-comete-falacia-ao.html

E.Ramos
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 1193
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Jumper em Qui 02 Fev 2012, 1:11 pm

Sei... Inexistência na crença ou crença na inexistência.... que dilema hein? Realmente, isso é uma crise maior que a Européia...

Se eu digo que não acredito em Papai Noel, então qual seria o correto:
a) Acredito que Papai Noel não exista.
b) Não acredito na existência do Papai Noel
Pessoas diferentes responderão A ou B, qual o certo? Não sei se há, logo podemos dizer que a descrença no Papai Noel (seja ela A ou B) está em crise? Com certeza não.

Agora, crer na inexistência de algo é assumir uma posição sobre a existência desse algo.
Quando eu digo que eu não acredito em algo, eu tenho a posição em aberto, apesar de que no momento eu não acreditar nesse algo posso mudar de opinião um dia.



Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Segatti em Qui 02 Fev 2012, 4:36 pm

Os ateus costumam usar essa artimanha de colocar a fé pro lado dos outros, afinal eles não tem fé, como se isso desse mais força ao argumento deles. Triste para eles que ateísmo é crença/fé sim senhor.

Segatti
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Qui 02 Fev 2012, 5:32 pm

NÃO, vou enfatizar outra vez, NÃO acreditar em deus é crença?

Desse jeito:

Não colecionar selos é um hobby.

Não roubar é um crime.

Não jogar futebol é um esporte.

Nada impede os ateus de terem crenças diversas mas se antônimos como crença/descrença virarem sinônimos vamos logo jogar a gramática fora.



Última edição por Cal em Qui 02 Fev 2012, 5:37 pm, editado 1 vez(es)


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por E.Ramos em Qui 02 Fev 2012, 5:37 pm

Afinal, sou crente ou não? hummm

O ateísmo é uma religião que não permite ressalvas.

Definição é definição.

Decidam-se.

Brincadeiras à parte.

As pessoas levam à sério sim.
Nem vem com essa história da crise, já bem explicada da europa.

Afinal, ser ateu, foi uma escolha muito bem pensada, equilibrada, racional...não é?

...vem cá, vamos e venhamos, que tá bagunçado tá.

Esses caras não perdoam nada; tornar tudo relativo dá nisso.

Fora as brigas de bastidores, resultando que o coitado do Eli Vieira, por pressão de muitos lados, terá que se desculpar pelos próximos 5 anos, conceitualmente é perigoso.

Expõe a fragilidade de uma "ideologia" onde não existe regras.

O agnóstico se sai melhor nesta, com mais coerência e naturalidade.

Se é prá ser ateu, tem que ser de verdade, tem que fazer vale a pena.

Pros mais velhos, fica aquela propaganda da tostines....

Limites...quem precisa?

E.Ramos
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 1193
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Segatti em Qui 02 Fev 2012, 6:11 pm

Cal escreveu:NÃO, vou enfatizar outra vez, NÃO acreditar em deus é crença?

Desse jeito:

Não colecionar selos é um hobby.

Não roubar é um crime.

Não jogar futebol é um esporte.

Nada impede os ateus de terem crenças diversas mas se antônimos como crença/descrença virarem sinônimos vamos logo jogar a gramática fora.


Significado de Crença

s.f. Ação de acreditar na verdade ou na possibilidade de uma coisa.
Convicção íntima.
Opinião que se adota com fé e convicção.
Fé religiosa.

Não existir nenhuma divindade não é uma possibilidade? Ateus não tem convicção de que isso seja verdade? Logo é uma crença, mesmo que não precise necessariamente de fé.

Segatti
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por E.Ramos em Qui 02 Fev 2012, 6:13 pm

Cal escreveu:NÃO, vou enfatizar outra vez, NÃO acreditar em deus é crença?

...o problema não está em não crer, e sim em ter a certeza/crença de que Deus não existe.

Os ateus são crentes, assim com eu.

E.Ramos
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 1193
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Qui 02 Fev 2012, 7:00 pm

eramos escreveu:
Cal escreveu:NÃO, vou enfatizar outra vez, NÃO acreditar em deus é crença?

...o problema não está em não crer, e sim em ter a certeza/crença de que Deus não existe.

Os ateus são crentes, assim com eu.
A maioria dos ateus que conheço não dizem que tem certeza de que deus não existe, até porque isso é impossível, e sim que não tem nenhum motivo razoavel para acreditar em nenhuma das divindades apresentadas até o momento.

Mas é claro que por conveniência se foca na opinião de algum ateu xiita para justificar a sentença.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por athos em Qui 02 Fev 2012, 8:18 pm

Cal escreveu:NÃO, vou enfatizar outra vez, NÃO acreditar em deus é crença?

Desse jeito:

Não colecionar selos é um hobby.

Não roubar é um crime.

Não jogar futebol é um esporte.

Nada impede os ateus de terem crenças diversas mas se antônimos como crença/descrença virarem sinônimos vamos logo jogar a gramática fora.


Descrer sem evidências é crer na inexistência. (pura fé)

Antônimos e sinônimos não se aplica a tudo, já que você citou o ato de roubar relacionando ao crime, cito o exemplo do ato de pensar.



Penso = existo.

Não penso = existo. (Estando em coma por exemplo)

Spoiler:
(Obs: O Exemplo acima deveras medíocre, porém serve pra ilustrar).

Creio = crença;

Não acredito = crença, quando a maioria da evidências diz o contrário. (Ex: Não acredito que o homem foi a Lua)


Obs:

Existe uma diferença entre CRER e ACREDITAR. Apenas para dar um exemplo, uma pessoa podia ACREDITAR que o Dr. Zerbini (famoso cirurgião brasileiro) era capaz de fazer um transplante de coração. Porém, tal pessoa teria que CRER na habilidade daquele cirurgião (e achar‑se doente) para deitar-se numa mesa de operações e permitir que o médico lhe tirasse o coração para colocar outro no lugar.

O fato de crer não se trata apenas de "saber" ou "acreditar" a respeito de algum assunto, mas receber em sua própria vida a ação daquilo ou daquele em quem se crê. No caso da salvação, cremos ao aceitarmos a Cristo como Salvador logo sua Palavra em nossa vidas.


Última edição por athos em Qui 02 Fev 2012, 8:29 pm, editado 1 vez(es)


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por athos em Qui 02 Fev 2012, 8:22 pm

Cal escreveu:(...)e sim que não tem nenhum motivo razoavel para acreditar em nenhuma das divindades apresentadas até o momento.

A partir de sua frase, Conclui-se então que todo ateu é formado em Teologia...



Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Qui 02 Fev 2012, 8:32 pm

athos escreveu:
Descrer sem evidências é crer na inexistência. (pura fé)
Quando o assunto é a existência de algo aqueles que afirmam ficam com todo o ônus da prova, sabe qual a razão? Muito simples, apenas aquilo que existe deixa rastros e evidências, aquilo que não existe não deixa, portanto pedir evidências de inexistência é tão lógico como perguntar quantos quilômetros tem a cor verde, não faz o menor sentido.

Se aplicassemos esse critério que você sugere qualquer descrença seria uma crença, já que não se pode provar a inexistência de Odin ou de Zeus.

Antônimos e sinônimos não se aplica a tudo, já que você citou o ato de roubar relacionando ao crime, cito o exemplo do ato de pensar.

Penso = existo.

Não penso = existo. (Estando em coma por exemplo)
Seu exemplo é ruim porque usa uma entidade que pensa em uma condição excepcional, além dessa correlação pensar/existir servir apenas como afirmativa e não como negativa, por exemplo, uma pedra não pensa no entanto ela existe.


Creio = crença;

Não acredito = crença, quando a maioria da evidências diz o contrário. (Ex: Não acredito que o homem foi a Lua)
Quais evidências contrariam o ateísmo? Se você estivesse em condições de provar a existência de deus não haveriam mais ateus no mundo do mesmo modo que não existem mais pessoas que acreditem que o Sol gira ao redor da Terra.


Obs:

Existe uma diferença entre CRER e ACREDITAR. Apenas para dar um exemplo, uma pessoa podia ACREDITAR que o Dr. Zerbini (famoso cirurgião brasileiro) era capaz de fazer um transplante de coração. Porém, tal pessoa teria que CRER na habilidade daquele cirurgião (e achar‑se doente) para deitar-se numa mesa de operações e permitir que o médico lhe tirasse o coração para colocar outro no lugar.
Crer e acreditar são sinônimos, não tem diferença entre eles.

O fato de crer não se trata apenas de "saber" ou "acreditar" a respeito de algum assunto
Se trata sim, saber e acreditar são coisas diferentes e crer se refere exclusivamente a segunda, por exemplo, eu não sei se existe vida em outros planetas mas acredito que possa existir, eu sei que a Terra gira ao redor do Sol não preciso acreditar nisso.

mas receber em sua própria vida a ação daquilo ou daquele em quem se crê. No caso da salvação, cremos ao aceitarmos a Cristo como Salvador logo sua Palavra em nossa vidas.
Isso é uma crença (se é real ou não é outro caso), mas salvo o caso de você estar em condições de prover um dado objetivo, ao invés de mero relato pessoal, ela será crença e não conhecimento, fé e não saber.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Jumper em Sex 03 Fev 2012, 11:30 am

Descrer sem evidências é crer na inexistência. (pura fé)
Não entendi... para eu "descrer" em algo é preciso provar a inexistência de algo?
Cara, isso é irreal... como você conseguirá descrer em qualquer coisa se é impossível provar a inexistência de qualquer coisa?
Coisa de louco isso.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por nandokiss em Sex 03 Fev 2012, 11:32 am

a idéia de Deus esta acima da compreensao humana. o melhor caminho é nao emitir julgamento. nao afirmar nem negar. oh my


Ergueu a maleta e

acompanhou o homem (...). Contornaram a praça e enviesaram pela rua

larga depois do viaduto.

Samuel rawet

nandokiss
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 984
Idade : 42
Localização : Brasília
flag : Canada
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Jumper em Sex 03 Fev 2012, 2:54 pm

O certo é ser agnóstico então? (Que não afirma nem nega)


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Segatti em Sex 03 Fev 2012, 6:57 pm

Deus tem evidências, ou você crê que elas estão enganadas, ou crê que elas estão certas. É igual crer na teoria da evolução, existem evidências para a mesma, cabe a pessoa julgar, mas como obviamente não tem como se mostrar como uma verdade absoluta uma coisa dessas fica só na base da crença mesmo. Não são questões como 2 + 2 = 4.

Segatti
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Segatti em Sex 03 Fev 2012, 7:33 pm

Segatti escreveu:Deus tem evidências, ou você crê que elas estão enganadas, ou crê que elas estão certas. É igual crer na teoria da evolução, existem evidências para a mesma, cabe a pessoa julgar, mas como obviamente não tem como se mostrar como uma verdade absoluta uma coisa dessas fica só na base da crença mesmo. Não são questões como 2 + 2 = 4.



Só para complementar meu post deixo aqui esse vídeo. Ateus não gostam de admitir que CREEM que Deus não existe, porque isso implica que eles tem que justificar isso. A justifica deles sempre vai ficar na "falta" de argumentos nos teístas, porque argumentos para sustentar o ateísmo não existem.

Segatti
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Sex 03 Fev 2012, 8:53 pm

Segatti escreveu:
Só para complementar meu post deixo aqui esse vídeo. Ateus não gostam de admitir que CREEM que Deus não existe, porque isso implica que eles tem que justificar isso. A justifica deles sempre vai ficar na "falta" de argumentos nos teístas, porque argumentos para sustentar o ateísmo não existem.
Algo que parece ser absurdamente difícil para os cristãos entenderem, o ateísmo apenas é uma descrença em divindades, não há em si mesmo qualquer conteúdo epistemológico ou didático, portanto, qualquer argumento ateu é apenas a antítese das afirmações sobre a existência de divindades, logo, a origem dos argumentos sempre será dos que alegam que deus(es) existe(m).


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Segatti em Sex 03 Fev 2012, 11:51 pm

Cal escreveu:
Segatti escreveu:
Só para complementar meu post deixo aqui esse vídeo. Ateus não gostam de admitir que CREEM que Deus não existe, porque isso implica que eles tem que justificar isso. A justifica deles sempre vai ficar na "falta" de argumentos nos teístas, porque argumentos para sustentar o ateísmo não existem.
Algo que parece ser absurdamente difícil para os cristãos entenderem, o ateísmo apenas é uma descrença em divindades, não há em si mesmo qualquer conteúdo epistemológico ou didático, portanto, qualquer argumento ateu é apenas a antítese das afirmações sobre a existência de divindades, logo, a origem dos argumentos sempre será dos que alegam que deus(es) existe(m).

Realmente me equivoquei sobre as provas. Mas apesar disso afirmo que:

1) Existem argumentos sólidos para a existência de Deus.
2) Como não existe como provar ou desprovar definitivamente a existência de Deus, ambos teístas e ateístas creem.

Abraços

Segatti
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por E.Ramos em Sab 04 Fev 2012, 10:57 am

Jumper escreveu:O certo é ser agnóstico então? (Que não afirma nem nega)

...tô falando que tem bagunça aí.
Olha a confusão.

Na Bíblia isso já não acontece; é o livro mais fantástico e inteligente do mundo, porque nela você não irá encontrar autodefinições em bolinhas ou em tópicos.

E não há deméritos, ao longo dos séculos, foi traduzida em mais de 2400 línguas e idiomas diferentes.
É de longe o livro mais lido do mundo, mais de 6 bilhões de cópias, deixando o 2º lugar empoeirado, com algo em torno de 1 Bilhão.

...na história, sempre houve a conveniência de espertinho$, políticos...mas Ela pode ser lida e interpretada atemporalmente e em qualquer nação, sem perder a essência de ser o manual de sobrevivência dos terráqueos.

Contra números não há argumentos.

E.Ramos
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 1193
Localização : São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 25/06/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Sab 04 Fev 2012, 3:15 pm

eramos escreveu:Na Bíblia isso já não acontece; é o livro mais fantástico e inteligente do mundo, porque nela você não irá encontrar autodefinições em bolinhas ou em tópicos.
Como é que é? Não acontecem discussões sobre interpretações, significados e definições nos relatos bíblicos?

Pergunte se as pessoas já estão destinadas a condenação ou salvação ou se depende do livre-arbítrio para se salvarem e terá uma discussão interminável entre calvinistas e armianistas cada um citando vários trechos.

Pergunte se a lei ainda deve ser cumprida e terá legalistas e defensores da graça cada um com vários textos discutindo.

Pergunte se os relatos do Apocalipse já aconteceram e terá dispensacionalistas, pré e pós milenistas em discussões eternas.

Pergunte se deus é uma trindade ou não e aparecerá testemunhas de Jeová... deixa para lá, já deu para entender não é mesmo? As discussões a respeito de definições ou graus de ateísmo são ínfimas comparadas as contradições entre as diferentes correntes de pensamento dentro do cristianismo.

E não há deméritos, ao longo dos séculos, foi traduzida em mais de 2400 línguas e idiomas diferentes.
É de longe o livro mais lido do mundo, mais de 6 bilhões de cópias, deixando o 2º lugar empoeirado, com algo em torno de 1 Bilhão.
Existe uma diferença drástica entre sucesso literário e dizer a verdade, Paulo Coelho deve ser o escritor brasileiro mais bem sucedido de nossa história, nem por isso seus livros são bons, funk é extremamente popular e é uma porcaria.

...na história, sempre houve a conveniência de espertinho$, políticos...mas Ela pode ser lida e interpretada atemporalmente e em qualquer nação, sem perder a essência de ser o manual de sobrevivência dos terráqueos.
Hã? O que dizer dos povos que sobreviveram por milênios sem nunca terem ouvido falar dela? Antes dos europeus chegarem aqui existiam várias civilizações e culturas que sobreviveram por longos períodos sem ela e só morreram porque foram exterminados.

Contra números não há argumentos.
Existe argumento sim, o nome dele é falácia de apelo as multidões, achar que algo é correto baseado na opinião de muitos e não de fatos, basta lembrar que houve época que todas as pessoas acreditavam que o Sol girava ao redor da Terra, isso fez com que isso fosse verdade?


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por athos em Sab 04 Fev 2012, 6:17 pm

Cal escreveu:
athos escreveu:
Descrer sem evidências é crer na inexistência. (pura fé)
Quando o assunto é a existência de algo aqueles que afirmam ficam
com todo o ônus da prova, sabe qual a razão?
O ônus é de quem afirma seja na existência ou na inexistência.

Cal escreveu:
Muito simples, apenas aquilo que existe deixa rastros e evidências, aquilo que não existe não deixa, portanto pedir evidências de
inexistência é tão lógico como perguntar quantos quilômetros tem a cor verde, não faz o menor sentido.

E quando chegamos no por que existem? a causa daquilo?

A ciência só avançou por causa dos "porquês" e dos "e se", dos que criam em um porque, em uma causa.

Mas quando chegamos no quem criou tudo? qual foi a causa de tudo estar criado? o Big Bang? qual foi a causa do Big-Bang?

"O Big-bang foi fruto de uma Causa Incausada" = Ops! Território de Deus.

"O Big-Bang ainda não tem uma causa explicada pela ciência, mas no futuro os ciêntistas explicarão" = Fé.

Ateísmo é fé pois ele não pode provar que a causa incausada não é Deus, já nós podemos provar que é Deus, pois essa causa incausada
criou Tudo, Vive (pois para que algo ocorra precisa de movimento, e para explicar o movimento é necessário a força que provocou
este movimento), e explica nossos sentimentos, emoções e dádivas de espírito, e o nosso espírito.

Aqui entra a fé do teísmo:
O que nós temos que fazer vocês creem, não é na existência de Deus, pois isso é óbvio, e sim que esse Deus é o Deus
Judaico-cristão, e fazemos isso através da palavra, pois a fé vem pelo ouvir, e o ouvir a Palavra de Deus.

___________________________________________________________________

Spoiler:
Cal afirma: "pedir evidências de inexistência é ilógico e não faz sentido".

"A NASA afirma: Há um meteoro vindo em nossa direção do tamanho da Lua, de acordo com os estudos tal, tal e tal, nas coordenadas
tal, tal e tal"

Aplicando sua métrica, o presidente Obama vem a público e fala.

"Não existe nem um meteoro vindo em nossa direção, fiquem despreocupados, obrigado pela atenção".

"Ufa! Estamos salvos"


Cal escreveu:
Se aplicassemos esse critério que você sugere qualquer descrença seria uma crença, já que não se pode provar a inexistência de Odin
ou de Zeus.
Odin e Zeus não podem ser o Criador de Tudo, nem Onipotentes, o Eu Sou (significado do nome Deus), pois se observa características
humanas neles.

Zeus faz sexo com humanos e foi criado (logo uma criatura) pois era o caçula da família divina, destronou seu pai, casou-se com
Hera, e teve muitos amores e etc .

Assim como Odin, ele perdeu um olho, Era filho de Borr e da jotun ("gigante") Bestla, irmão de Vili e Ve, esposo de Frigg e pai de
muitos dos deuses.


Cal escreveu:
Antônimos e sinônimos não se aplica a tudo, já que você citou o ato de roubar relacionando ao crime, cito o exemplo do ato
de pensar.

Penso = existo.

Não penso = existo. (Estando em coma por exemplo)
Seu exemplo é ruim porque usa uma entidade que pensa em uma condição
excepcional, além dessa correlação pensar/existir servir apenas como afirmativa e não como negativa, por exemplo, uma pedra não
pensa no entanto ela existe.

Crer e crer na inexistência também são atos excepcionais. Pois ambos são crenças.

diferente do ato de não roubar não ser crime.


A comparação correta seria:

Roubar e ser pego = crime.

Roubar e não ser pego = crime.

Pois roubar é crime, e ambos cometem o ato de roubar.

Crer (acreditar) na existência = crença.

Crer (acreditar) na inexistência = crença.

Pois crer é uma crença e ambos creêm.

Cal escreveu:
Quais evidências contrariam o ateísmo?

A sua falta de evidência, já que a fé ateísta é baseada apenas no descrédito(ignorância do saber).

Cal escreveu:
Se você estivesse em condições de provar a existência de deus não haveriam mais ateus no mundo do mesmo modo que não existem mais
pessoas que acreditem que o Sol gira ao redor da Terra.

Não existem? existem e por pura ignorância do assunto onde se revela essa verdade que é na astrologia, assim como Deus, existem
pessoas que não acreditam por simples ignorância do assunto onde se revela essa verdade que é no espírito e na Bíblia.


Cal escreveu:

Obs:
Existe uma diferença entre CRER e ACREDITAR. Apenas para dar um exemplo, uma pessoa podia ACREDITAR que o Dr. Zerbini (famoso
cirurgião brasileiro) era capaz de fazer um transplante de coração. Porém, tal pessoa teria que CRER na habilidade daquele
cirurgião (e achar‑se doente) para deitar-se numa mesa de operações e permitir que o médico lhe tirasse o coração para colocar
outro no lugar.

Crer e acreditar são sinônimos, não tem diferença entre eles.
A comparação foi no Antropoformismo instalados nela, pensei que estava explicito...

Não leve tudo nas exatas meu caro.

Cal escreveu:
O fato de crer não se trata apenas de "saber" ou "acreditar" a respeito de algum assunto

Se trata sim, saber e acreditar são coisas diferentes e crer se refere exclusivamente a segunda, por exemplo, eu não sei se existe
vida em outros planetas mas acredito que possa existir, eu sei que a Terra gira ao redor do Sol não preciso acreditar
nisso.

Não disse ao contrário, que saber ou acreditar eram coisas iguais por isso usei ou. Mini bonequinho de palha
detected.


A premissa do crer (fé) do Teísmo não são as provas da existência de Deus, pois até nós somos uma, o fine-tuning, e sim a parte do
Espírito, que só podemos explanar sobre o que sentimos, não podemos obrigar ninguém a sentir o que sentimos, a não ser por
intercessão da Fé(Crer).

Cal escreveu:
mas receber em sua própria vida a ação daquilo ou daquele em quem se crê. No caso da salvação, cremos ao
aceitarmos
a Cristo como Salvador logo sua Palavra em nossa vidas.

Isso é uma crença (se é real ou não é outro caso), mas salvo o caso de você estar em condições de prover um dado objetivo, ao invés
de mero relato pessoal, ela será crença e não conhecimento, fé e não saber.

Deus fez: os homens reconhecerem o pecado através da Lei, Nosso objetivo: livrar-nos desse pecado, através de: Jesus Cristo, Por
intermédio de: Arrependimento.


Spoiler:
Antes as pessoas poderiam se arrepender de seus pecados, mas teriam que pagar seu salário que era através de uma morte,
por isso os sacrifícios de animais, mas isto ficava exclusivo a apenas ao povo Judaico, e se quisesse falar com Deus precisava se
purificar por isso os sacerdotes que não se casavam, não bebiam e só serviam a Deus (mas ficava exclusivo aos sacerdotes).

Porém agora o véu se rasgou, e tudo se fez novo em Cristo Jesus, temos acesso direto a Deus e ao seu perdão por intermédio de
Jesus, sem precisar de sacerdotes ou sacrifícios de expiação.

O povo de Israel foi o povo que Deus conseguiu se revelar através de Abraão, Deus estava disposto a perdoar, mas não dava
pois se Ele se revelasse a um injusto (impio) a Sua Justiça o consumiria, e por estar oculto para não consumir os homens que eram
pecadores os homens perderam a Fé.

Até que nasceu Abraão o pai da fé, e por intermédio dele, Deus se revelou, e aproveitou o momento oportuno para fazer uma promessa
pra ele de que sua descendência seria grandiosa como areia da praia, pois com essa promessa Deus controlaria sua própria Justiça
sobre a humanidade, da mesma forma que o arco-iris na destruição com águas, pois a tempos em que o mundo todo se desvia do
espirito (que é a imagem e semelhança dEle), e nesse tempo Ele vai querer aplicar Sua Justiça (pois fica todo mundo dando lugar a
carne{instinto de sobrevivência/ego} Homem matando homem, criancinha da África passando fome, e etc ).

Mas por causa da promessa a Abraão, não o faz (vemos aqui sua onipotência, se Ele quisesse destruir agente, simplesmente não
prometia, mas se quisesse continuar com agente Ele teria que ir contra Sua Justiça ao não aplica-la no momento de total apostasia,
então usou de um artifício fazendo uma promessa).


Obs: Desculpa a demora na tréplica estava ocupado.


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por athos em Sab 04 Fev 2012, 6:18 pm

Cal escreveu:
Segatti escreveu:
Só para complementar meu post deixo aqui esse vídeo. Ateus não gostam de admitir que CREEM que Deus não existe, porque isso implica que eles tem que justificar isso. A justifica deles sempre vai ficar na "falta" de argumentos nos teístas, porque argumentos para sustentar o ateísmo não existem.
Algo que parece ser absurdamente difícil para os cristãos entenderem, o ateísmo apenas é uma descrença em divindades, não há em si mesmo qualquer conteúdo epistemológico ou didático, portanto, qualquer argumento ateu é apenas a antítese das afirmações sobre a existência de divindades, logo, a origem dos argumentos sempre será dos que alegam que deus(es) existe(m).

Regra: O Ônus é de quem alega qualquer coisa. (ponto)


Não tem nada de 'quem alega existência', o ônus é de quem alega seja existência ou inexistência.

Descartar uma vertente, por evidências ou contradições, e demostrar seu ônus é uma coisa.

Mas descartar uma vertente, apenas por descartar, além de primitivo e não querer adquirir sabedoria, tem um significado mais profundo, que a tal vertente lhe afetaria caso fosse verdadeira (nesse caso te mostra pecador), é mas fácil descarta-la.


Se eu sou vulcanólogos e afirmo que existe um vulcão subterrâneo, e ele vai entrar em erupção em duas semanas, trago meu ônus a partir dos estudos, tal, tal e tal, feito por geólogos e vulcanólogos da minha equipe altamente gabaritados sobre o assunto.

Mas se o prefeito da cidade onde se encontra o vulcão afirma em seu discurso, "Não existe vulcão nenhum, e nada vai entrar erupção, fiquem calmos"; ele não precisa apresentar o Ônus dele?



Um aluno novo chega na escola.

Um veterano vai até ele e diz: "Olá tudo bem? meu nome é Cal."

"Sim, meu nome é Athos" - Afirma o aluno novo.

Depois de 20 min de conversa.

Cal: "Já, falei de mais, me fale mais sobre você? você gosta de futebol? tem algum hobby?".

Athos: "Eu, gosto de ir pra igreja, ouvir a Palavra de Deus".

Cal: "Ah! então você acredita em Deus? por que você acredita em Deus".

Athos: "Sim, por que ele é o Criador do universo, o principio e o fim, a força que sustenta o Tudo e se apresenta no Tudo, a causa incausada entre outras coisas, que é descrita unicamente no Deus judaico-cristão, que agora podemos ter acesso através de Jesus Cristo,... (2 minutos depois) e você qual sua religiãos?".

Cal:"Eu não acredito em Deus."

Athos: "Por que não?"

Cal: "Não vou dizer, pois o Ônus é só de quem alega existência".

Athos: " oh my ".


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Articulador Responde Cal

Mensagem por athos em Sab 04 Fev 2012, 6:29 pm

Roberto (Articulador) por sugestão minha leu esse tópico, e escreveu seu parecer, sobre você Cal e seus argumentos, e me deu autorização de postar aqui.


Rober escreveu:
Corrigindo o Cal pela décima vez
sobre a correta aplicação do Ônus Probandi
:


Este papo-fiado enfadonho de : 'ônus só dos teistas' é DESONESTIDADE intelectual (pode dizer ao Cal, já passamos muitas vezes por este 'argumento') - não existe em nenhuma enciclopédia, nenhum tratado filosófico, nada que tivesse uma 'rusga' de autoridade, esta cantilena de 'ônus só de quem afirma existir'. Este truque INFANTIL foi criado pela militância ateista por pura fraqueza argumentativa. Caso clássico de 'eu faço as regras, para não poder ser refutado por elas' :


Esse TRUQUE do ateismo é contra a metodologia científica (portanto anti-científico) :
SAGAN : "ausência de evidência não é evidência de ausência"
Karl Popper : "não importa quantos cisnes brancos se veja, isto não resulta que não possa existir um preto"


Estas duas frases espelham a metodologia científica (como o Athos arguiu, foram a impulsionadoras de todas as descobertas), e alguém dizer esta tolice de 'se não provar, não existe, ou é evidência de inexistir' (ou correlatos), é uma bobajada diversionista de gente tentanto travestir sua FÉ de ''racionalismo'' (a para nos provar que é 'racional' vai contra a ciência ???!!! .. pois é..rs).

Para enfadar disse o Cal "existência deixa rastro", apenas 'esqueceu' que temos o direito de defender que todo o universo é um imenso RASTRO de Deus, já que o ateismo SEQUER tem uma hipótese alternativa, e ganhamos de W.O. na validação de nossa HIPÓTESE (continuará sendo hipótese, mas É uma, coisa que o ateismo nem tem, isto sim geraria um ônus deles até calarem-se, por estarem tentando vender FÉ como 'racionalismo'). Além do que Cal, aguardaremos então você nos mostrar os RASTROS do ateu ateismo no universo, mutatis-mutandis - mesmo peso, mesma medida (o dia que um ateu aprender a usar este conceito Cristão, passará a achar as escapadelas do ateísmo bem ridículas). Outra coisa sobre 'deixar rastros', pergunte a um médico qual o 'rastro' que ele precisa para em um exame tomográfico dizer INEXISTE UM TUMOR..tsc, evidente que sua 'lógica' é uma mera avestruzagem, e antes que diga não se pode fazer o mesmo com Deus (pelos seus valores ontológicos alegados) leia o item (c) abaixo, e mais a metodologia científica que lembrei acima.


Resumindo as falácias grosseiras do ateismo :
a) falácia de definição restrita (Ônus só de teistas).
É de quem alega qualquer coisa COM a intenção de provar.
Ônus não existe como corolário da observação natural, antes é um construto filosófico advindo do direito Grego (Onus probandi), só ai já ficaria ridicularizada a tentativa dos ateus de deformarem este conceito - não só pela sua origem não ter esta restrição indevida ('não se aplicaria à alegação de inexistência'), COMO ônus continuar a ser usado mundialmente sem esta 'restrição' inventada (exemplo, alguém entra com uma ação cautelar tentando provar que INEXISTE um determinado débito, evidente que o ônus é de quem impetrou a ação de provar o alegado, pode-se citar muitos casos - ação negatória (INEXISTÊNCIA) de paternidade, exame médico para provar INEXISTÊNCIA de um vírus, etc).

b) Falácia de Inversão de causa-consequência
o 'argumento' do ateismo não somente é indevido, mas se vira contra eles mesmos, pois o religioso NÃO diz que pode provar Deus (naturalistamente) - logo NUNCA teve ônus algum - mas o ateu quando vem com aquelas logorreicas de que ateismo é 'racional, lero-lero' ele granjeia ÔNUS de provar seu 'racionalismo', justamente por estar tentando expurgar fé de sua ideologia (então há evidências, apresente-as, vosso ÔNUS Cal).

c) Falsa dicotomia.
A 'não'prova : AINDA que algum cristão dizesse que poderia provar Deus de forma naturalista e falhasse : NÃO invoca inexistência (evidente, Sagan também o acha, o método científico, e até as muitas descobertas da ciência).

d) Argumentum ad Lapidem.
a 'NÃO hipótese' (nenhuma hipótese do ateismo para a existência do universo) > ter uma Hipotese teista (que além de não contrariar nenhum ponto da cosmologia, ainda se torna exigível ao analisarmos estes pontos, e nunca foi refutada - quer filosóficamente, quer naturalisticamente).
evidente que é falsa e boba esta tentativa.

e) Falácia de declive escorregadio.
Aquelas goiabadas de comparar 'divindades' com fraquezas MATERIAIS notórias (o Athos já falou de Zeus, traido pelos filhos, tinha limites, precisava de sexo, enfim... evidências de ser um mito criado pelo homem), com um Deus que é descrito como não tendo NENHUMA SUJEIÇÃO à matéria (a criou, onipotente, onisciente, onipresente, atemporal, incorpóreo,... ÚNICO entre qualquer mito humano).
argumento de ateu novato-deslumbrado.


Enfim,

- Ateus sempre tiveram ônus de se 'provarem', já que alegam que o ateísmo não é baseado em fé, e ainda seria 'racional' - Ora..'racional' é uma conclusão derivada de evidências (cadê elas ?..rs). Lógico que podemos roncar enquanto eles tentam resolver o tiro-no-dedão de uma forma honesta.

- religiosos NÃO tem ônus algum, pois não advogam que Deus possa ser provado epistêmicamente, usando metodologia científica, naturalismo. Assim além de cairmos no direito de debate filosófico metafísico (onde não há ônus), somos o ÚNICO LADO honesto, que não tenta travestir sua fé de 'mero racionalismo'.


O resto é palha ateista!



E pediu que eu mostra-se a seguinte mensagem:

Rober escreveu:Diga ao Cal que eu falei para ele deixar de ser desmemoriado por conveniência: que todos estes pseudo-argumentos do botequim-ateista eu cansei de refutar em nossos debates.


Cal escreveu:A ideia de Deus é irrefutável, pois nada provaria que Ele não existe.

athos
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1156
Idade : 25
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/12/2008

http://www.peniel.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Sab 04 Fev 2012, 8:06 pm

athos escreveu:
O ônus é de quem afirma seja na existência ou na inexistência.
Se notar, mas pelo visto quis mesmo deixar passar em branco não afirmei inexistência, nunca disse categoricamente que é impossível deus(es) existir(em), o que afirmei é que não temos nenhuma evidência da existência de qualquer ser sobrenatural, divindades inclusas, e novamente, se em discussões a respeito de existência, seja lá do que for, o ônus da prova ficar com quem nega então chegaríamos a conclusão deque tudo existe, uma vez que é impossível provar a inexistência do que quer que seja quando o ambiente é o universo, uma por não conhecermos todo o universo e duas por elementos inexistentes não produzirem provas ou evidências.

Seguindo sua lógica poderiamos concluir: Não podemos provar que unicórnios não existem na imensidão do universo, logo tanto a crença como a descrença em um ambiente sem qualquer motivo razoavel ou evidência devemos acreditar que unicórnios existem.

Tente entender, para um cético não existe diferença de conceitos por popularidade, uma vez que deus e unicórnios dispõe da mesma quantidade de evidências objetivas que suportem a alegação de sua existência, ou seja nenhuma, não temos motivos para acreditar neles, quer torcer o dicionário do avesso e chamar isso de crença fique a vontade.

E quando chegamos no por que existem? a causa daquilo?

A ciência só avançou por causa dos "porquês" e dos "e se", dos que criam em um porque, em uma causa.
Existe um diferença gritante entre crença científica (teoria) e crença religiosa (fé), a primeira está disposta a ser complementada, corrigida ou descartada diante de evidências contrárias, no caso da crença religiosa ela se mantém independente dos fatos.

Céticos mantém uma postura científica da realidade, nos providencie uma evidência objetiva, verificável da existência de deus e mudamos de opinião no ato, até lá, temos tantas razões para acreditar em divindades como em duendes.

Mas quando chegamos no quem criou tudo? qual foi a causa de tudo estar criado? o Big Bang? qual foi a causa do Big-Bang?
Grifo meu, aqui está um pedido de princípio sem justificativa, pergunta por um quem, personalizando o universo sem motivos que endossem tal, o universo pode até ter sido criado por um ser consciente, a hipótese existe, mas a pergunta parte do princípio que isso é um fato.

"O Big-bang foi fruto de uma Causa Incausada" = Ops! Território de Deus.
Errado, território do desconhecido, todas as vezes que os nossos antepassados taparam o desconhecidos com seres sobrenaturais isso se mostrou um erro, das chuvas aos terremotos, das formações geológicas aos seres vivos, e todas as vezes que a resposta foi encontrada ela era natural, nenhuma vez sequer se confirmou a sobrenaturalidade do que quer que fosse.

Baseado na experiência quando não sabemos de algo devemos dizer Não sabemos. e não Foi (entidade venerada) que fez.

"O Big-Bang ainda não tem uma causa explicada pela ciência, mas no futuro os ciêntistas explicarão" = Fé.
Existe uma diferença sutil entre credulidade e credibilidade, a ciência providenciou respostas a várias e várias questões, estamos debatendo isso em um meio virtual graças a capacidade da ciência em resolver problemas e questões, nossa esperança nas respostas da ciência aos mistérios do cosmo vem do reconhecimento de seus méritos e não de crença simplesmente.

Ateísmo é fé pois ele não pode provar que a causa incausada não é Deus, já nós podemos provar que é Deus, pois essa causa incausada
criou Tudo, Vive (pois para que algo ocorra precisa de movimento, e para explicar o movimento é necessário a força que provocou
este movimento), e explica nossos sentimentos, emoções e dádivas de espírito, e o nosso espírito.
Voltamos a questão do ônus da prova, mas tem um dado que você está se esquecendo, ainda que o ônus da prova estivesse em igualdade, não está, mas se estivesse o resultado da balança penderia aos que afirmam que deus existe devido as promessas e ameaças que fazem em nome dele, jamais vi algum ateu prometer vida eterna caso alguém deixasse de acreditar em deus ou ameaçar com tormento eterno caso continuasse acreditando, como quem diz que o deus cristão existe faz isso o ônus da prova lhe recai duas vezes.

Aqui entra a fé do teísmo:
O que nós temos que fazer vocês creem, não é na existência de Deus, pois isso é óbvio, e sim que esse Deus é o Deus
Judaico-cristão, e fazemos isso através da palavra, pois a fé vem pelo ouvir, e o ouvir a Palavra de Deus.
Nosso conceito de óbvio é totalmente disparate.

Obviedade é algo comum, cotidiano, que dispõe de vários exemplos análogos, por exemplo, pombas voarem, é comum ver uma pomba, faz parte do cotidiano, outras aves semelhantes a pomba voam, logo é óbvio que ela voe, estranho seria se não voasse.

Agora você chama um ser que supostamente seria onipotente, onipresente e oniciente de óbvio? Você poderia citar um exemplo comum de onipotência? Algo cotidiano de onipresença? Outros seres análogos com oniciência?

Se deus existisse ele seria muitas coisas mas garanto que obviedade não faz parte delas.

___________________________________________________________________

Spoiler:
Cal afirma: "pedir evidências de inexistência é ilógico e não faz sentido".

"A NASA afirma: Há um meteoro vindo em nossa direção do tamanho da Lua, de acordo com os estudos tal, tal e tal, nas coordenadas
tal, tal e tal"

Aplicando sua métrica, o presidente Obama vem a público e fala.

"Não existe nem um meteoro vindo em nossa direção, fiquem despreocupados, obrigado pela atenção".

"Ufa! Estamos salvos"
Seu exemplo foi péssimo, a NASA teria provas da existência do meteoro, e sim, antes de se pronunciar sobre o assunto o presidente iria verificar essas provas, o que jamais aconteceria é a NASA afirmar sem nenhuma base algo dessa magnitude e depois ficar dizendo: "Você não tem provas da inexistência do meteoro." "O ônus da prova da inexistência do meteoro é seu."

Consegue imaginar um mundo funcionando sobre questões importantes se as pessoas tivessem que ficar provando inexistências?

Odin e Zeus não podem ser o Criador de Tudo, nem Onipotentes
Eu não disse isso, eu disse que você não está em condições de provar a inexistência deles, como você provaria que na imensidão do universo não existe um ser chamado Odin? Que provas um ser inexistente produz para que você pudesse apresentá-las?
o Eu Sou (significado do nome Deus), pois se observa características
humanas neles.
Observa-se várias características humanas na divindade judaico-cristã também, mas independente disso, ter ou não características humanas não prova inexistência, mas seu bom senso lhe diz que não tem nenhum motivo lógico e racional para acreditar que Odin exista, os céticos aplicam os mesmos princípios em relação ao Eu Sou.

Zeus faz sexo com humanos e foi criado (logo uma criatura) pois era o caçula da família divina, destronou seu pai, casou-se com
Hera, e teve muitos amores e etc .
Jeová engravida com o Espírito Santo uma virgem e nasce Jesus, as diferenças entre os relatos são mínimas.

Assim como Odin, ele perdeu um olho, Era filho de Borr e da jotun ("gigante") Bestla, irmão de Vili e Ve, esposo de Frigg e pai de
muitos dos deuses.
Jesus é ferido com uma lança e passa fome, novamente, a diferença entre os relatos são mínimas.
Crer e crer na inexistência também são atos excepcionais. Pois ambos são crenças.
Por que essa lógica não se aplica a sua descrença do deus elefante indiano? Ou nos deuses que já citei, uma vez que é tudo crença está tudo em pé de igualdade, o problema é que a realidade não se curva as nossas crenças, e é lógico que crenças tão contraditórias não podem estar todas certas, como separamos da melhor forma possível as crenças falsas das verdadeiras? Aqueles que afirmarem determinada crença devem prová-las, como a inexistência do que quer que seja não deixa provas não exigimos isso da descrença, seja ela do que for, mas como aquilo que existe deixa evidências é mais do que justo pedir para se apresentá-las, principalmente quando se faz promessas e ameaças em nome de tal crença.




A comparação correta seria:

Roubar e ser pego = crime.

Roubar e não ser pego = crime.
Não seria, você quer equiparar forçosamente acreditar e não acreditar como sendo crença, mas eu não vejo problema nenhum para o bem da discussão lhe fazer essa concessão semântica, quer chamar descrença em crença de inexistência chame, só considero tal coisa uma inutilidade.



A sua falta de evidência, já que a fé ateísta é baseada apenas no descrédito(ignorância do saber).
Ok, podemos concluir que a completa "falta de evidências da inexistência" (como isso soa mal) de Odin refuta completamente sua fé cristã, certo? Estou apenas aplicando a exata medida que você está aplicando ao ateísmo.

Não existem? existem e por pura ignorância do assunto onde se revela essa verdade que é na astrologia, assim como Deus, existem
pessoas que não acreditam por simples ignorância do assunto onde se revela essa verdade que é no espírito e na Bíblia.
Não acreditamos por não termos nenhum exemplo verificável dos relatos bíblicos, abra o mar com um cajado, dê um exemplo de onipotência divina, em nome de Jesus faça uma tempestade parar imediatamente ou sobreviva dentro de um peixe debaixo da água por três dias fazendo uma oração ou qualquer outro dado objetivo de que tal entidade de fato exista e poderá criticar nossa descrença, até lá, os relatos fantásticos da bíblia estão na mesma categoria que outras mitologias, não por má vontade, mas por falta de provas.

A comparação foi no Antropoformismo instalados nela, pensei que estava explicito...

Não leve tudo nas exatas meu caro.
Levo sim, principalmente quando se especula causas universais e Big Bang, nessas discussões licenças poéticas ficam de fora.

A premissa do crer (fé) do Teísmo não são as provas da existência de Deus, pois até nós somos uma, o fine-tuning, e sim a parte do
Espírito, que só podemos explanar sobre o que sentimos, não podemos obrigar ninguém a sentir o que sentimos, a não ser por
intercessão da Fé(Crer).
Do mesmo modo que aqueles que não conseguem falar com os mortos não é pelo fato dessa crença não ter razão de ser e sim por não termos o dom da mediunidade, ou ainda, não encontramos com os aliens por não termos as mentes abertas e não por serem invenções de ufólogos.

Isso se chama falácia da alegação especial, ao invés de admitir a falha da crença tenta se desqualificar aquele que a questiona por ausência de uma determinada condição, é nesse ponto que a ciência ganha disparado, se vacinarmos um ateu, um cristão, um espírita e um ufólogo todos eles serão imunizados, independente de acreditarem, aceitarem ou compreenderem os mecanismos de imunização, por uma razão simples, ao contrário de crenças a ciência se baseia em fatos e não em meros anseios.

Deus fez: os homens reconhecerem o pecado através da Lei, Nosso objetivo: livrar-nos desse pecado, através de: Jesus Cristo, Por
intermédio de: Arrependimento.
Pode prover um dado objetivo que não dependa da credulidade das pessoas? Lembre-se estamos em uma discussão sobre lógica e ônus da prova e não sobre teologia.

Obs: Desculpa a demora na tréplica estava ocupado.
Sem problema.


Última edição por Cal em Sab 04 Fev 2012, 10:12 pm, editado 1 vez(es)


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Cal em Sab 04 Fev 2012, 8:23 pm

athos escreveu:
Se eu sou vulcanólogos e afirmo que existe um vulcão subterrâneo, e ele vai entrar em erupção em duas semanas, trago meu ônus a partir dos estudos, tal, tal e tal, feito por geólogos e vulcanólogos da minha equipe altamente gabaritados sobre o assunto.

Mas se o prefeito da cidade onde se encontra o vulcão afirma em seu discurso, "Não existe vulcão nenhum, e nada vai entrar erupção, fiquem calmos"; ele não precisa apresentar o Ônus dele?
Outra vez, no caso citado os vulcanólogos e geológos apresentam dados objetivos e verificaveis da existência do vulcão, igual ao exemplo do meteoro da NASA, faça o mesmo em relação a deus e você me convence, o que jamais aconteceria é alguém dizer que existe um vulcão ou meteoro sem apresentar nenhum dado objetivo e diante da negativa argumentar "Prove a inexistência do meteoro." "O ônus da prova da inexistência do vulcão é seu."


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Pirou Re: Ateísmo em crise?Líderes se atrapalham com definição

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:56 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum