.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 10:47 pm por Lit San Ares

» A eleição torna-nos robôs?
Ontem à(s) 10:29 pm por Lit San Ares

» DESAFIO AOS DO LIVRE ARBITRIO
Ontem à(s) 9:45 pm por Lit San Ares

»  Endurecimeto do Faraó
Ontem à(s) 8:44 pm por Lit San Ares

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 7:44 pm por Jarbas

»  Arqueólogos encontram selo que comprova veracidade de histórias da Bíblia
Ontem à(s) 4:46 pm por Cartman

» Golpe é o cacete, agora é golpe no golpe!
Ontem à(s) 3:27 pm por David de Oliveira

» Consequências da Reeleição
Ontem à(s) 10:02 am por EVANGELISTA/RJ/MSN

» O homem na lua...
Qui 01 Dez 2016, 11:38 pm por Khwey

Quem está conectado
36 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 35 Visitantes :: 2 Motores de busca

Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

É admissível que um cristão seja miserável???

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Convidad em Sex 23 Set 2011, 12:41 pm

Edigar Torres escreveu:
Valeria Freitas escreveu:isso tudo sem contar que Jesus se preocupava muitos com os orfãos, as viuvas e os pobres. e mandava os ricos ajudarem os pobres.

Jesus era simples, não tinha uma casa, num tinha carro. ate o burrinho que entrou em jerusalem, num era dele.

quando teve que fazer a ceia, o fez em lugar que não era dele, igualmente.

portanto, eu não vejo como estaria demonizando as bençaos de Deus.

é que eu tenho outro conceito de prosperidade. só isso.

eu tendo o bastante para poder viver, já to contente. e mermo que tivesse muito, com certeza ja estaria sem nada! hahahahahah

daqui não vamos levar nada. esse mundo num é o nosso. aqui a gente ta de passagem.

é como se tivesse numa viagem de ferias: aproveita os grandes cafés da manhã dos hoteis, come do bom e do melhor, mas quando votla pra casa, se contenta com o café com pão e manteiga, tão gostosinho de todo dia! :)

saber viver feliz tanto na fartura quanto quanto na faltura, é o segredo que paulo nos ensina em suas cartas!

alguns pastores não aprendem isso de forma alguma. enquanto isso, suas ovelhinhas ficam mirradinhas, enquanto os que as conduzem engordammmmmm..

triste isso, muito triste! Sad

beijos!

Cara Valéria, o lógico para um cristão deveria ser prosperar, visto que ele supostamente teria um comportamento econômico mais racional, ao contrário dos não-cristãos, que tendem a desperdiçar dinheiro com vícios, modas, consumismo, etc. Não se trata de busca de dinheiro, no sentido de ganância. A prosperidade de um cristão seria consequência natual de seu modo de vida austero e disciplinado. Na minha opinião, no Brasil, o que impede um cristão de enriquecer é a falta de espírito empreendedor de muitos. Ao trabalhar para os outros, ganhado uma remuneração mensal fixa, dificilmente consegue acumular dinheiro. Ainda perdura em nosso meio a idéia de que buscar algo além de um salário mínimo seria um pecado gravíssimo. É certo que um cristão genuíno, ao ter seu prórprio negócio, trabalhando duro e reinvestindo seus lucros, ficará rico com o passar dos anos. Mas, ao invés disso, almeja trabalhar para os outros.

Eu tenho observado também que muitos jovens cristãos desperdiçam tempo e dinheiro com videogames. Inclusive um amigo de infância meu, hoje Pastor, tendo fundado sua própria Igreja, passa o dia envolto com esta maldição chamada games.


Edigar, você quase chega no alvo.

1o. - Teologia da prosperidade é a enfase de pregação de que se doando tempo e recursos para Deus, Deus nos devolveria ainda mais. Ela é herética porque cria ambição no ser-humano, a máxima de Cristo sobre este assunto é : "tendo onde repousar e o que comer, dai-vos por satisfeitos".

2o. - SE partirmos desta SATISFAÇÃO com o pouco, Deus PODE (não é dever) nos colocar sobre o muito, então o problema da teologia da prosperidade é de medidas, não exatamente de teoria, eles apregoam com MUITA ENFASE como se Deus tivesse algum dever de nos prosperar, ao invés de ser uma OPÇÃO que Deus COSTUMA usar com aqueles que tem os atributos corretos, que como já disse passa por doutrina boa, honestidade cristã, vontade de luta, etc.. E como você disse, um certo nível de EMPREENDEDORISMO (mas também cito zelo e sabedoria).

quanto a trabalhar ou não para os outros, Daniel trabalhou para os outros e prosperou, Jacó idêm, tudo tem seu tempo e sua hora, é aqui que falo com a sabedoria é importante (e esta não admite fórmulas prontas,mas a análise de cada momento da vida), 70-80% dos pequenos negócios no Brasil fecham nos dois primeiros anos, logo é importante fazer tudo com cautela e segurança, para não desperdiçar o trabalho de Deus para nossas vidas, visto que vivemos em um mundo material ainda.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por abençoado em Sex 23 Set 2011, 1:16 pm

2o. - SE partirmos desta SATISFAÇÃO com o pouco, Deus PODE (não é dever) nos colocar sobre o muito, então o problema da teologia da prosperidade é de medidas, não exatamente de teoria, eles apregoam com MUITA ENFASE como se Deus tivesse algum dever de nos prosperar, ao invés de ser uma OPÇÃO que Deus COSTUMA usar com aqueles que tem os atributos corretos, que como já disse passa por doutrina boa, honestidade cristã, vontade de luta, etc.. E como você disse, um certo nível de EMPREENDEDORISMO (mas também cito zelo e sabedoria).



Bom post irmão Roberto! positivinho

Simples,equilibrado,direto e...biblico (como sempre).

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por DEMAR em Ter 04 Out 2011, 1:12 am

Valéria,
voce vai de encontro a tudo que Jesus não ensinou.

tendo um teto, comida pra comer e roupa pra vestir, estejais contentes.

por que não poderiamos viver assim e ainda sermos felizes?

quem que falou que pra ser cristão tem que ser prospero?!

prosperidade não é ter coisas.

prosperidade é ter saúde. é ter alegria. é ter contentamento.

será muito dificil um rico entrar no reino dos céus, é o que diz a palavra. mais facil é passar um camolo pelo fundo de uma agulha.

nunca fui rica. sempre vivi com dificuldades. mas vivo uma vida honesta. trabalho pra ganhar o meu pão. não falta comida na mesa, ainda que não seja um salmão, um caviar (que alias é muito ruim!!! hahahah).

tenho uma cama quentinha pra dormir, e choro pelos que não tem.
tenho comida quentinha na mesa no almoço, e choro pelos que não tem.
tenho um teto que não chove dentro nos dias de chuva. e choro pelos que vivem na rua.
tenho oportunidade de ter luz eletrica, agua encanada, computador e internet, e fico triste que muitos não tenham nada disso.

por isso, não concordo com essa de que pra ser cristão tem que ser prospero.
"Nem tudo o que desejamos, o dinheiro pode comprar"

O dinheiro compra a cama, mas não compra o sono.
O dinheiro compra a comida, mas não compra o apetite.
O dinheiro compra a diversão, mas não compra a felicidade.
O dinheiro compra a convivência, mas não compra o amor.
O dinheiro compra a companhia, mas não compra os amigos.
O dinheiro compra o crucifixo, mas não compra a fé.
O dinheiro compra o livro, mas não compra a inteligência.
O dinheiro compra o remédio, mas não compra a saúde.
O dinheiro compra o luxo, mas não compra a beleza.
O dinheiro compra um lugar luxuoso no cemitério, mas não compra o céu.
Existem coisas mais importantes que o dinheiro e que jamais poderá comprar. O amor é uma riqueza que não se vende, nem se compra, mas que se dá.
É feliz aquele que dá sem recordar. Recebe sem esquecer!
Autoria desconhecida

Faltou: O dinheiro compra uma casa, mas não um lar.
Excelente a colocação da Valéria Freitas, para reflexão.
Jesus Cristo nos ensinou que existem dois tipos de riquezas: a MATERIAL, que é efêmera e transitória e suscetível de se perder,e, a ESPIRITUAL, que é ETERNA, portanto, uma vez adquirida nunca mais a perderemos. Ser rico materialmente não é nenhum privilégio e motivo de orgulho, e não é sinônimo de felicidade, porque o fardo dele é maior. A riqueza, por si só, conseguida através de muito trabalho honesto e a duras penas, não representa um mal, porque é fruto do merecimento. O que é maléfico e condenado, é o APEGO EXCESSIVO À RIQUEZA MATERIAL, que é perecível e transitória. Existem ricos que não tem o dinheiro; é o dinheiro que os tem, sendo, portanto, verdadeiros escravos do ouro. Quando Jesus aduziu que é mais fácil um camêlo passar pelo fundo da agulha do que um rico entrar no céu, não condenou a riqueza material, mas pretendeu alertar sobre os problemas que ela poderia trazer. Em primeiro lugar, é o apego àquilo que não podemos levar além-túmulo, ou seja, àquilo que Deus lhe deu EMPRESTADO, porque, na vida material, NINGUÉM É DONO ABSOLUTO DE NADA. O rico, geralmente, é avarento e egoísta, vivendo em função do dinheiro. Esquece-se de Deus, pensando que com a sua fortuna não precisa mais Dele. Conheço rico que “anda a pé” para economisar combustível e outro que faz “prato feito” para cada membro da família, não podendo comer mais de uma pratada de alimentos, para economizar. Conheço rico doente que não pode tomar um guaraná, porque lhe faz mal e que se alimenta únicamente de sopa especialmente preparada para ele, onde o sal deve ser bem dosado (nem mais e nem menos), não podendo ingerir outro tipo de alimento. Rico dorme pouco, pensando nos negócios e lucros; não tira férias porque não pode ficar afastado dos negócios; não pode ir a lugar nenhum sòzinho, mas acompanhado de seguranças, etc.,etc.- Portanto, bão mermo é ser pobre...vive mais feliz...
Jesus não defendeu as riquezas materiais, porque eles são extremamente desatrosas para o espírito. Tanto é, que Ele, o Ser mais importante que passou pelo planeta,“não tinha um travesseiro para reclinar a cabeça” e recomendou para que nós não nos preocupassemos “com o dia de amanhã”...
"Mutatis mutandi":
Salmão, caviar, eka...Bão mesmo é o arroz com feijão, uma salada de rúcula e almeirão, plantados e colhidos no fundo do quintal, e uma linguicinha (podendo mesmo ser a “cabo-de-reio...). Come-se à vontade, sem “muita etiqueta” de rico...Valéria, vc. se equivocou quando afirmou que “nunca fui rica”. Pelo seu relato, vislumbra-se que vc. é mais rica do que pode imaginar,nem tanto pela riqueza material, mas sim, pela riqueza espiritual que vc. possui, e esta não se perde, porque está dentro de você, de seu coração, porque é honesta e tem a capacidade, que poucos tem, de chorar pelos sofredores e menos favorecidos pela sorte, e de se entristecer pela situação deles. Que coisa bonita, que beleza espiritual e luz divina vc. tem....Confesso que me emocionei até as lágrimas, quando li suas colocações. Vc. não precisa de NADA; tem TUDO aquilo que realmente interessa e vai ter MUITO MAIS futuramente...Continue assim, com JESUS, vc. está bem...

Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mateus 6:19

Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Mateus 6:20


Amplexos fraternais.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Edigar Torres em Ter 04 Out 2011, 11:37 pm

DEMAR escreveu:"Bão mermo é ser pobre".

Não há virtude nenhuma na pobreza, nem pecado algum em ser próspero.


IURD, o lugar onde a Fé traz resultados positivos práticos na vida das pessoas!!!

Edigar Torres
Safira
Safira

Número de Mensagens : 181
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/09/2011

http://www.facebook.com/profile.php?id=100000882963091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Valeria Freitas em Qua 05 Out 2011, 5:58 pm

há virtude no contentamento, edigar.

aí sim, há!

temos que saber viver bem, com vida em abundancia, tanto na fartura quanto na falta.

e quem tem muito, tem que vender e distribuir aos pobres. o bispo fala pra fazer isso, né?

assim que Jesus nos ensinou.

ou tem alguma palavra diferente naquilo que Ele falou, que eu num li?! e me rfiro aos ensinamentos de Jesus, na palavra. né coisa do bisporão não, tá?

se tem, num li não!
né?

beijos!

Valeria Freitas
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 758
Idade : 52
Localização : Pitangui - MG
flag : Brasil
Data de inscrição : 08/08/2011

http://www.eunumtenho.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Edigar Torres em Qua 05 Out 2011, 6:04 pm

Valeria Freitas escreveu:há virtude no contentamento, edigar.

aí sim, há!

temos que saber viver bem, com vida em abundancia, tanto na fartura quanto na falta.

e quem tem muito, tem que vender e distribuir aos pobres. o bispo fala pra fazer isso, né?

assim que Jesus nos ensinou.

ou tem alguma palavra diferente naquilo que Ele falou, que eu num li?! e me rfiro aos ensinamentos de Jesus, na palavra. né coisa do bisporão não, tá?

se tem, num li não!
né?

beijos!

Minha cara, a Sra. nao é pobre...Pelo que a Sra. já disse em outros tópicos, tem uma vida estável, e tem hábitos econômicos racionais. Só não é rica porque, provavelmente, tem uma atividade laborial com salário fixo. Se tivesse algum meio de produção e de crescimento de capital (Como um comércio), com certeza estaria em uma situação financeira muito melhor.

Como uma pessoa pode ter contentamento passando fome??? Ou devendo à agiotas???

Existe uma ciência que estuda o dinheiro, chama-se Economia. E, conforme diz esta ciência, não existe nenhuma relação de causa e efeito entre algumas pessoas serem ricas e outras serem pobres. Se existem pobres no Brasil, não se deve à prosperidade de uma parte das pessoas, e sim da escasses de meio de produção, somados a excessiva carga tributária e uma casta de funcionários públicos com privilégios exorbitantes, como políticos, juízes, etc., inaceitáveis se trabalhassem em empresas privadas.

Além disso, existe uma cultura no Brasil que estimula o "espírito" de probreza nas pessoas. Inclusive, muitas Igrejas fazem isso, ao oferecerem cursos profissionalizantes com o objetivo de preparar as pessoas para serem empregadas, ao invés de focar na independência financeira.


Última edição por Edigar Torres em Qua 05 Out 2011, 11:00 pm, editado 2 vez(es)

Edigar Torres
Safira
Safira

Número de Mensagens : 181
Idade : 33
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/09/2011

http://www.facebook.com/profile.php?id=100000882963091

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Valeria Freitas em Qua 05 Out 2011, 6:07 pm

eita! eu vendo o almoço pra comprar a janta, uai!

e vivo enriquecendo a drogaria araujo e o supermercado! rs

e sou contente, meu querido.

bem feliz. tenho uma riqueza muito grande:

meus pais de 80 aninhos, ainda vivos, tres filhos maravilhosos, um marido muito carinhoso e que me ama muito, irmãos que são muito unidos, uma cachorrinha veiinha, que tá sem dente, com cancer e cegueta, ma é a alegria da casa, um papagaio marrento que é um horror!

quem precisa de mais?!

né?

beijos!

Valeria Freitas
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 758
Idade : 52
Localização : Pitangui - MG
flag : Brasil
Data de inscrição : 08/08/2011

http://www.eunumtenho.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Ed em Qua 05 Out 2011, 7:30 pm

Benza a Deus





::


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3155 dias de existência com 228791 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11000
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por DEMAR em Qui 06 Out 2011, 3:52 am

Edigar Torres escreveu:
DEMAR escreveu:"Bão mermo é ser pobre".

Não há virtude nenhuma na pobreza, nem pecado algum em ser próspero.
O fato de alguém ser pobre ou abastado não se traduz em PECADO, desde que a prosperidade do último não seja originada de condutas danosos e lesivas ao próximo, e sim, através do labor honesto e profícuo. PECADO, consoante exata definição dos textos bíblicos, É A VIOLAÇÃO DA LEI DE DEUS. E a própria lei enseja a sanção, lavrada de acordo com o grau de culpabilidade. O fato gerador das sanções está contida na seguinte expressão bíblica: "A SEMENTEIRA É LIVRE, MAS A COLHEITA É OBRIGATÓRIA", que, traduzindo em miúdos, conduz a outra expressão:"A CADA QUAL SEGUNDO SUAS OBRAS", todas correlacionadas com outros textos, entre os quais: "CADA QUAL RECEBERÁ SEGUNDO O QUE TIVER FEITO, ATRAVÉS DO CORPO, O BEM OU O MAL". Interessante destacar que a expressão primeira:"A SEMENTEIRA É LIVRE" significa o LIVRE-ARBÍTRIO das pessoas; já na segunda parte da mesma oração, o livre-arbítrio cessa; é tempo da sanção. Isso chama-se LEI DA AÇÃO E REAÇÃO ( termos cinetíficos= LEI DA CAUSA E EFEITO). Note, na terceira oração, temos, ainda, importante ensinamento extra: "ATRAVÉS DO CORPO", significando que quem FAZ é o Espírito, ATRAVÉS de sua vestimenta temporária, que é O CORPO MATERIAL. Demonstra que o corpo é animado pelo ESPÍRITO, visto que, segundo ensinamento bíblico, o CORPO sem espírito é MORTO, assim como o é,também, A FÉ SEM OBRAS. Mas, voltando ao assunto postado anteriormente, peço que o companheiro leia com a atenção mais acurada, e constará que foi dada ênfase maior às RIQUEZAS DE CARÁTER ESPIRITUAL, que são inapagáveis e eternas, a contrário das MATERIAIS, que são efêmeras e transitórias. Aduzi, ainda, que, para o necessário progresso e evolução espiritual, as riquezas materiais erigem-se, conforme o caso, em verdadeiros impecilhos ou dificuldades, porquanto esse tipo de riqueza NÃO INTERESSA ao Plano Espiritual, portanto, o fato de ser rico ou ocupar grandes postos ou cargos, NADA SIGNIFICA no além túmulo, nenhuma conotação tem com o efeito de facilitar a sua salvação. O rico, que vive nababescamente, com fartura e todo tipo de conforto geralmente se esquece da religiosidade e do Evangelho, pensando, muitas vezes, que, por sentir-se poderoso e pensar que o dinheiro "pode comprar tudo", não precisa de Deus. Quando apegado excessivamente à sua riqueza, ele sofre intensamente no plano Espiritual por ocasião do desenlace, por estar imantado a ela e não querer desvincular-se. Por isso eu confirmo o que disse anteriormente: "BÃO MERMO É SER POBRE", que está acostumado a sofrer na Terra e não estranhará a sua "mudança". O pobre (material) sofre,e, em consequência, compreende e é mais sensível à dor e o infortunio do próximo, tendo, portanto, maior CAPACIDADE DE ASSIMILAR E APLICAR A ESSÊNCIA DO ENSINAMENTO DE JESUS CRISTO: amar a deus...e ao próximo como a si mesmo - fato que, indubitavelmente, gerará para êle, outro tipo de riqueza, a qual seja: A RIQUEZA ESPIRITUAL, que é a única válida e apta a proporcionar um lugar MELHOR e MAIS DESTACADO no Plano Espiritual. Leia, para melhor compreensão do tema, a PARÁBOLA DO RICO E LÁZARO, através da qual Jesus nos dá preciosas lições a respeito da riqueza e da pobreza e suas consequências. Muitos pensam que vieram a este planeta com o objetivo de, tão-somente, "gozar a vida", quando, na verdade, os objetivos são outros."ROMAGEM TERRESTRE NÃO É EXCURSÃO TURÍSTICA". Temos metas espirituais a cumprir visando atingir aquilo que o Mestre dos Mestres JESUS nos ordenou: "SÊDE PERFEITOS.....", o que, óbviamente, não é possivel alcançar através de uma única encarnação...Finalizando, "virtude" e "pecado" não estão vinculados à qualquer condição do ser humano (rico,pobre,feio,bunito, colorido...), mas sim, ao que a pessoa tem no seu interior, ou seja: em seu coração...Resumindo: o que é condenável é o apego excessivo aos bens materiais, que, além de serem perecíveis, podemos perdê-los "a qualquer instante"...Rico ou pobre, quem "manda" é o comportamento traduzido através de ações e omissões (boas ou más)...O RICO DE HOJE PODE SER O POBRE DE AMANHÃ e vice-versa.. Quem é mais rico: o pobre que não tem dinheiro, mas de saúde plena ou o rico que tem um câncer incurável?!. Só pra meditar.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por DEMAR em Qui 06 Out 2011, 4:59 am

VALÉRIA FREITAS,
Essa mensagem vinda da Espiritualidade Superior, através da psicografia, nos dá preciosas lições em torno da pobreza e riqueza (foi ditada pelo Espírito EMMANUEL através de FRANCISCO XAVIER - livro: Instrumentos do Tempo - Edição GEEM), embora muitos, por ora, ainda não acreditam que os espíritos elevados nos podem trazer preciosos conhecimentos e normas de conduta lastreadas no Evangelho de Jesus...)

- ANTE O REINO DOS CÉUS -

"Indubitavelmente, a aplavra do Mestre, no comentário sobre a dificuldade dos ricos ante o Reino dos Céus, exprime incontestável realidade, porquanto a posse exagerada de bens terrestres é quase sempre a crucificação da alma em pesados madeiros de ouro.
Enquanto a pobreza de recursos materiais vive independente para a amizade e para a fé, para a confiança e para a compreensão, os detentores da fortuna amoedada vivem quase sempre prisioneiros da suspeita e da desilusão, nos tormentos da defensiva...
Mas, existem outros ricos do mundo com infinitos obstáculos no acesso ao paraíso da alegria e da paz.
Vejamos por exemplo:
os ricos de exigências;
os ricos da cólera a se desvairarem nos conflitos das trevas;
os ricos de melindres pessoais que nunca conseguem elementos de tolerância, necessários à superação das próprias fraquezas;
os ricos da mentira que tecem a rede de sombras em que enleiam a própria alma;
os ricos de tristeza e desânimo, recolhidos à inutilidade em que se acolhem;
os ricos de reclamações e de queixas que atravessam o mundo, entre a insatisfação e a ociosidade;
os ricos de ignorância que se agarram à penúria do espírito;
os ricos de letras e artes que se encarceram em torres de marfim, para o culto ao próprio egoísmo;
os ricos de saúde e de possibilidades que imobilizaram o coração na caixa do peito, aguardando que o dinheiro fácil lhes venha ao encontra, para o exercício da caridade;
os ricos de ódio;
os ricos de usura;
os ricos de medo da verdade e do bem;
e os ricos numerosos de vaidade que se trancafiam nas masmorras do próprio "eu", exigindo que o Céu se converta em propriedade exclusiva dos seus caprichos individuais.

Enriqueçamo-nos de amor e sirvamos sempre.
O dinheiro pode ajudar muitíssimo, mas, só o coração aberto ao esplendor solar do bem pode amparar, libertar, erguer, salvar e aperfeiçoar paa sempre.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Misterioso User-Mistério em Sex 07 Out 2011, 5:06 pm

Nossa prosperidade material vai virar pó uma hora ou outra,quando morrermos ou enquanto vivermos.

Misterioso User-Mistério
Safira
Safira

Número de Mensagens : 168
Idade : 22
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Josoco em Sex 07 Out 2011, 5:49 pm

Eu já vi pastor miserável....

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: É admissível que um cristão seja miserável???

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 2:34 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum