.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
42 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 42 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Vigência das Leis mosaícas - parte I

Página 40 de 40 Anterior  1 ... 21 ... 38, 39, 40

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Khwey em Sex 25 Mar 2011, 1:20 pm

Adventismo hoje escreveu:
Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:porque a circuncisão SOMENTE A CIRCUNCISÃO OBRIGA A GUARDAR TODA A LEI
Esta doeu!!!
Onde está escrito isto, por favor.


E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei.
Gálatas 5:3


Leia ele esta dizendo que; o que se deixa se circuncidar fica obrigado a guardar TODA A LEI, portanto somente quem se circuncida fica obrigado a guardar TODA a lei

Porque a circuncisão é, na verdade, proveitosa, se tu guardares a lei; mas, se tu és transgressor da lei, a tua circuncisão se torna em incircuncisão. Romanos 2:25

É realmente ingênua e inocente esta sua interpretação!

Leia com atenção o que diz este texto:


Porque qualquer que guardar toda a lei, e
tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado
de todos.
(Tiago 2:10)

A circuncisão é apenas um dos pontos da lei a ser guardado.

Ou seja, se guardar a circuncisão terá que guardar toda a lei porque a circuncisão é um dos pontos da lei.

Vamos trocar a circuncisão por outro ponto da lei?

Que tal a carne de porco?

Se guardar o mandamento sobre carne de porco terá que guardar toda a lei porque a proibição do consumo da carne de porco é um dos pontos da lei.

Era assim para qualquer mandamento da lei.

Mas...

Você não entendeu que estavam discutindo sobre circuncisão somente porque alguém endurecido quis discutir isto?


Então alguns que tinham descido da Judéia
ensinavam assim os irmãos: Se não vos
circuncidardes conforme o uso de Moisés,
não podeis salvar-vos.
{At 15:1)

Se a discussão fosse sobre outro ponto da lei, a exemplo da carne de porco, certamente estaria escrito:

"guardar o ponto da lei sobre não comer carne de porco só será proveitoso se guardar toda a lei."

Como pode ver, poderia ser assim com qualquer mandamento da lei.

Segundo o entendimento de Tiago 2:10, no contexto bíblico quanto a antiga aliança não existe isto de guardar um, dois ou dez mandamentos e ignorar os outros.

Maldito todo aquele que não
permanecer em todas as coisas que estão
escritas no livro da lei, para fazê-las.
(Gal 3:10)

É para guardar tudo ou então, maldição.

Então é melhor sair fora desta antiga aliança e ingressar na nova.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por David de Oliveira em Sex 25 Mar 2011, 8:30 pm

Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:
Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:porque a circuncisão SOMENTE A CIRCUNCISÃO OBRIGA A GUARDAR TODA A LEI
Esta doeu!!!
Onde está escrito isto, por favor.


E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei.
Gálatas 5:3


Leia ele esta dizendo que; o que se deixa se circuncidar fica obrigado a guardar TODA A LEI, portanto somente quem se circuncida fica obrigado a guardar TODA a lei

Porque a circuncisão é, na verdade, proveitosa, se tu guardares a lei; mas, se tu és transgressor da lei, a tua circuncisão se torna em incircuncisão. Romanos 2:25

É realmente ingênua e inocente esta sua interpretação!

Leia com atenção o que diz este texto:


Porque qualquer que guardar toda a lei, e
tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado
de todos.
(Tiago 2:10)

A circuncisão é apenas um dos pontos da lei a ser guardado.

Ou seja, se guardar a circuncisão terá que guardar toda a lei porque a circuncisão é um dos pontos da lei.

Vamos trocar a circuncisão por outro ponto da lei?

Que tal a carne de porco?

Se guardar o mandamento sobre carne de porco terá que guardar toda a lei porque a proibição do consumo da carne de porco é um dos pontos da lei.

Era assim para qualquer mandamento da lei.

Mas...

Você não entendeu que estavam discutindo sobre circuncisão somente porque alguém endurecido quis discutir isto?


Então alguns que tinham descido da Judéia
ensinavam assim os irmãos: Se não vos
circuncidardes conforme o uso de Moisés,
não podeis salvar-vos.
{At 15:1)

Se a discussão fosse sobre outro ponto da lei, a exemplo da carne de porco, certamente estaria escrito:

"guardar o ponto da lei sobre não comer carne de porco só será proveitoso se guardar toda a lei."

Como pode ver, poderia ser assim com qualquer mandamento da lei.

Segundo o entendimento de Tiago 2:10, no contexto bíblico quanto a antiga aliança não existe isto de guardar um, dois ou dez mandamentos e ignorar os outros.

Maldito todo aquele que não
permanecer em todas as coisas que estão
escritas no livro da lei, para fazê-las.
(Gal 3:10)

É para guardar tudo ou então, maldição.

Então é melhor sair fora desta antiga aliança e ingressar na nova.


Eu fico "embasbacado" com tantas pérolas que esses legalistas nos trazem...




 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8361
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Sex 25 Mar 2011, 11:23 pm

David de Oliveira escreveu:
Ton escreveu:
David de Oliveira escreveu:Um testamento só entra em vigor depois da morte do testador. Permanece sem efeito enquanto ele vive. Hebreus 9:17
Quem é o testador?



Ora, estando estas coisas (apetrecho de cerimônia) assim preparadas, a todo o tempo entravam os sacerdotes no primeiro tabernáculo, cumprindo os serviços;
Mas, no segundo, só o sumo sacerdote, uma vez no ano, não sem sangue, que oferecia por si mesmo e pelas culpas do povo;
Dando nisto a entender o Espírito Santo que ainda o caminho do santuário não estava descoberto enquanto se conservava em pé o primeiro tabernáculo,Que é uma alegoria para o tempo presente, em que se oferecem dons e sacrifícios que, quanto à consciência, não podem aperfeiçoar aquele que faz o serviço;
Consistindo somente em comidas, e bebidas, e várias abluções e justificações da carne, impostas até ao tempo da correção.Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação,
Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.
Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne,
Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?
E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna.
Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador.
Porque um testamento tem força onde houve morte; ou terá ele algum valor enquanto o testador vive?


Quem é o testador do segundo testamento? Quem nos deixou todo esse inventário???
Então quer dizer que o testador (não perguntei Mediador) é Yeshua e Seu Testamento foi válido por apenas 3 dias (em que ficou morto)?


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por carlosect em Sex 25 Mar 2011, 11:50 pm

Adventismo hoje escreveu:
carlosect escreveu:maldito aquele que vive sobre a lei...

o fim de tudo é isto:

Amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a ti mesmo.


Quero saber se isso que vou lhe mostrar não é amor a Deus?



os 10 mandamentos

Amar a Deus sobrte todas as coisas
Não fazer imagem de Escultura
Ñão tomarás o nome do Senhor teu Deus em Vão
Lembra-te do dia de sábado para o santificar


Se voce guardar esses mandamentos não estará obedecendo á Deus?
Amando á Deus em suas Ordens sobre todas as coisas?
Sendo Cristo e Deus um só não seriam um só nas mesmas ordenanaças?
se obedecesse estaria fazendo algo errado?


Amor ao próximo
Não mataras
Não adulterarás
Não furtarás
Não diras falso testemunho
Não cobiçaras nada do teu próximo


Se voce obedecesse eses mandamentos estaria ou não amando ao próximo como a ti mesmo?
se voce tem certeza que não há mais os 10 mandamentos por que não deixa sua mulher adulterar contra voce?
Porque não convida o ladrão á sua casa para o assultar
Porque não permite que os da sua familia sejam mortos por assassinos que não tem nada a perder?

Veja uma coisa se os 10 mandamentos não tem valor o Seu Cristianismo também não tem valor!
Pois não é inspirado pela Vontade De Deus, Ma pela Sua!!!


Honra teu Pai e tua Mãe




irmão, não existe Lei sobre o amor... entenda...

romanos 4
13 Porque não foi pela lei que veio a Abraão, ou à sua descendência, a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo, mas pela justiça da fé.
14 Pois, se os que são da lei são herdeiros, logo a fé é vã e a promessa é anulada.
15 Porque a lei opera a ira; mas onde não há lei também não há transgressão.


Quer seguir a Lei ??? , não estou dizendo lei cerimonial ou mosaica ou seja lá qual for...
Quer anular a fé irmão?


Romanos 5
17 Porque, se pela ofensa de um só, a morte veio a reinar por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça, e do dom da justiça, reinarão em vida por um só, Jesus Cristo.

Quer um conselho, NÃO SIGA ESTAS OBRAS!!!
GÁLATAS 5
19 Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia,
20 a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos,
21 as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.

SIGA ISTO!!!

22 Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade.
23 a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.

Ou seja....
Mateus 19
16 E eis que se aproximou dele um jovem, e lhe disse: Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?
17 Respondeu-lhe ele: Por que me perguntas sobre o que é bom? Um só é bom; mas se é que queres entrar na vida, guarda os mandamentos.
18 Perguntou-lhe ele: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho;
19 honra a teu pai e a tua mãe; e amarás o teu próximo como a ti mesmo.

se o Sábado fosse tão importante Jesus teria dito, no entanto, não matar, não furtar entre outros se encaixam na passagem de gálatas 5, é por isto que Jesus falou o que foi dito em Mateus e não incluiu o sábado.

Agora, você acha que sou contra quem prega a palavra no sábado? De maneira nenhuma, pode ser no domingo, segunda...sexta, o importante é anunciar a palavra. Seria muito absurdo uma pessoa ir para o inferno porque pregava de segunda a sexta feira...

outro fator é que vocês colocoram gálatas 3:10 mas esqueceram de por

Gálatas 3:11
11 É evidente que pela lei ninguém é justificado diante de Deus, porque: O justo viverá da fé;


isto mostra claramente que mesmo que você obedeça o sábado, não será justificado por tal coisa porque é EVIDENTE !!!

quer um conselho, gálatas é o melhor para seguir além desta parte:
Amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a ti mesmo.

Não é questão de ser lei ou não, o motivo para se seguir é porque "é BOM".

Seremos salvos por isto:
JOÃO 3,16
16 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Isto meu irmão, é dom de Deus, é graça imerecida, não é porque fazemos o bem, fazer o bem não é mais que obrigação....

será que você não entende ainda???

Faça comparações...
no espiritismo, consultar um morto não é errado porque eles dizem que há espíritos bons, logo, Deus estava apenas se referindo aos espíritos ruins.

NO catolicismo, fazer Imagens não é pecado porque existem imagens "BOAS", logo, Deus não estava se referindo as imagens dos Santos mas Deus proibiu construir imagens de coisas ruins como também imagens de adoração.

NO ADVENTISMO, quem não seguir a Lei vai para o inferno porque embora Deus tenha dito que somos salvos pela graça e ainda Deus mostrando que EVIDENTEMENTE ninguém será justificado pela Lei, os adventistas afirmam que Deus estava sim se referindo as obras da Lei.


Por estes motivos te pergunto:
Qual seria a diferença meu irmão dos espíritas e dos católicos?
espero que você tenha compreendido agora.


Última edição por carlosect em Sab 26 Mar 2011, 12:13 am, editado 1 vez(es)

carlosect
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1532
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por carlosect em Sex 25 Mar 2011, 11:54 pm

Ton escreveu:
Ton escreveu:
David de Oliveira escreveu:Um testamento só entra em vigor depois da morte do testador. Permanece sem efeito enquanto ele vive. Hebreus 9:17
Quem é o testador?
Deividi? oh my

Tom... está aqui...

hebreus 9
16 Pois onde há testamento, necessário é que intervenha a morte do testador.
17 Porque um testamento não tem força senão pela morte, visto que nunca tem valor enquanto o testador vive.

Espero ter respondido para você...

Espero que você não me pergunte quem é o testador... porque é óbvio.

carlosect
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1532
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Khwey em Sab 26 Mar 2011, 9:50 am

carlosect escreveu:

Espero que você não me pergunte quem é o testador... porque é óbvio.
Para ele assim não serve.

Tem que estar escrito assim...

"O testador mencionado em Hebreus 9:17 é (...nome completo da pessoa...)."

Se estiver escrito assim na bíblia, então pode ser que ele aceite.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por David de Oliveira em Sab 26 Mar 2011, 9:54 am

Khwey escreveu:
carlosect escreveu:

Espero que você não me pergunte quem é o testador... porque é óbvio.
Para ele assim não serve.

Tem que estar escrito assim...

"O testador mencionado em Hebreus 9:17 é (...nome completo da pessoa...)."

Se estiver escrito assim na bíblia, então pode ser que ele aceite.

Nem assim ele aceitaria, "pois iria de encontro à sua doutrina"...


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8361
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Sab 26 Mar 2011, 1:26 pm

carlosect escreveu:
Ton escreveu:
Ton escreveu:
David de Oliveira escreveu:Um testamento só entra em vigor depois da morte do testador. Permanece sem efeito enquanto ele vive. Hebreus 9:17
Quem é o testador?
Deividi? oh my

Tom... está aqui...

hebreus 9
16 Pois onde há testamento, necessário é que intervenha a morte do testador.
17 Porque um testamento não tem força senão pela morte, visto que nunca tem valor enquanto o testador vive.

Espero ter respondido para você...

Espero que você não me pergunte quem é o testador... porque é óbvio.
Não é Óbvio não sr ...
Quem é o testador que está morto para que seu testamente tenha validade?


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Sab 26 Mar 2011, 1:32 pm

Khwey escreveu:
carlosect escreveu:

Espero que você não me pergunte quem é o testador... porque é óbvio.
Para ele assim não serve.

Tem que estar escrito assim...

"O testador mencionado em Hebreus 9:17 é (...nome completo da pessoa...)."

Se estiver escrito assim na bíblia, então pode ser que ele aceite.
Exato.

Mas e quanto a esse post inútil aí? Pra que serve? Aumentar a quantidade de suas postagens?


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Sab 26 Mar 2011, 1:48 pm

Khwey escreveu:Portanto, o descanso cristão não é sábado semanal!!! Isto é ridículo!!!hummm
A Carta foi escrita aos Hebreus.

[size=16pt]Hebreus 3 e Hebreus 4[/size]

Hb 3:7-11
Assim, pois, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração como foi na provocação
[Dt 32:51], no dia da tentação [Ex 17:7 / Dt 6:16 / Dt 9:22 / Dt 33:8] no deserto, onde os vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, e viram as minhas obras por quarenta anos. Por isso, me indignei contra essa geração e disse: Estes sempre erram no coração; eles também não conheceram os meus caminhos. Assim, jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso [Nm 14:21-23].
*
Os versos de 7 a 11 de Hb 3 é a citação dos versos de 7 a 11 do Sl 95 [coincidência?]. Essa Passagem do AT é empregada pelo escritor de Hebreus como Base de seu raciocínio. Tal Passagem tem alguns pontos a serem considerados:
1 - O fato de o escritor ter mencionado a expressão "assim, pois, como diz o Espírito Santo" deve-se ao fato de que, ao citar tal Salmo, ele tinha a convicção que "o Espírito do SENHOR tinha falado por intermédio de Davi, e a Sua Palavra tinha estado na língua dele" (2Sm 23:1-2).
2 - O evento em que o Texto do Sl 95 se refere é o de quando o povo murmurou por água (Nm 20:2-5) e Moisés, descrente que saísse água da rocha (Nm 20:10. 12), feriu a rocha duas vezes (Nm 20:11). Pelas suas constantes revoltas no deserto, DEUS jurou que os que duvidavam de Seu poder (Nm 14:11) não entraria em Canaã (Nm 14:21. 30).
3 - A palavra "descanso" do vs. 11 vem da palavra grega "katapausis" e aparece 8 vezes nas Escrituras do NT (At 7:49 / Hb 3:11. 18 / Hb 4:1. 3. 5.10-11). Por ser uma transliteração da palavra hebraica "m@nuchah" do verso 11 do Sl 95, a palavra "katapausis" não está relacionada à palavra grega "sabbaton", comumente relacionada ao sábado, o sétimo dia da semana. Como bem se nota, o "descanso" a qual o SENHOR jurou que eles não entrariam era a Terra Prometida, e não o sábado do sétimo dia, pois se o fosse tais rebeldes não teriam que guardar o sábado (Ex 20) logo após o "dia da provocação" (Ex 17).

Hb 3:12-14
Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo; pelo contrário, exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado. Porque nos temos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardarmos firme, até ao fim, a confiança que, desde o princípio, tivemos.

*
Nos versos de 12 a 14 de Hb 3, o escritor faz uma advertência aos leitores da carta, tomando por base a incredulidade do povo nos tempos de Moisés; para não serem incrédulos como fora o povo de outrora. Para estimular a fé, o escritor diz que deve-se haver exortação mútua e diária; e essa exortação não dever ser adiada para 'amanhã', mas deve ser feita imediatamente, ou seja, "Hoje", pois essa firme confiança indica que "temos nos tornado participantes de CRISTO".
O ponto a se notar nesse Trecho é sobre a palavra "Hoje", que se refere ao momento presente. E tal palavra não se refere a nenhum tipo de "descanso", mas tão-somente está relacionada com a "exortação mútua".

Hb 3:15-19
Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração, como foi na provocação. Ora, quais os que, tendo ouvido, se rebelaram? Não foram, de fato, todos os que saíram do Egito por intermédio de Moisés? E contra quem se indignou por quarenta anos? Não foi contra os que pecaram, cujos cadáveres caíram no deserto? E contra quem jurou que não entrariam no seu descanso, senão contra os que foram desobedientes? Vemos, pois, que não puderam entrar por causa da incredulidade.

*
Nos versos de 15 a 19 de Hb 3, vemos uma ênfase no resultado gerado pela incredulidade do povo de Israel, ou seja, a perda da oportunidade de entrarem no descanso de DEUS, a Terra Prometida.
O escritor, além de mencionar a incredulidade do povo como motivo de tal juramento feito por DEUS, ele menciona também outras características do povo que não agradaram a DEUS; entre elas, a rebeldia (vs. 16), o pecado (vs. 17) e a desobediência (vs. 18), que, vistas de um ângulo geral, resumem-se em não terem feito a Vontade de DEUS, dentre tal pode-se mencionar a desobediência às Leis e aos Mandamentos de DEUS já existentes bem antes do Sinai (Ex 16:4. 28).
É bom ressaltarmos que, mais uma vez, vemos o "descanso de DEUS" como sendo a "entrada em Canaã".

Hb 4:1-3
Temamos, portanto, que, sendo-nos deixada a promessa de entrar no descanso de Deus, suceda parecer que algum de vós tenha falhado. Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, como se deu com eles; mas a palavra que ouviram não lhes aproveitou, visto não ter sido acompanhada pela fé naqueles que a ouviram. Nós, porém, que cremos, entramos no descanso, conforme Deus tem dito: Assim, jurei na minha ira: Não entrarão no meu descanso. Embora, certamente, as obras estivessem concluídas desde a fundação do mundo.

*
Nos versos de 1 a 3 de Hb 4, notamos a menção de três detalhes importantes:
O primeiro ponto é que o Texto diz que "nos foi deixada a promessa de entrar no descanso de DEUS", e esse "descanso", como vimos nos versos anteriores, era o próprio deleite na terra de Canaã. Abraão e seus descendentes peregrinaram nessa terra (Gn 47:9), incluindo os israelitas (1Cr 29:15 / Hb 11:13). Mas surge a pergunta: DEUS nos deixou a promessa de entrarmos na terra que o povo israelita entrou? Literalmente não, pois vemos que o próprio autor de Hebreus usa a "entrada na terra prometida" [a "pátria terrestre"] para referir-se à uma "pátria superior, isto é, celestial" (Hb 11:15). Assim, fica fácil entender que nos foi prometida a "entrada na Canaã Celestial", uma cidade "que tem fundamentos, da qual Deus é o arquiteto e edificador" (Hb 11:10), e como Paulo escreveu aos gentios de Filipos, "a nossa pátria está nos céus" (Fl 3:20).
O segundo ponto é que as mesmas "boas novas" [o mesmo "Evangelho"] anunciadas aos israelitas da época de Moisés foram anunciadas em épocas posteriores (At 13:32), tanto a judeus quanto a gentios (Rm 1:16). Isso nos faz entender que o Evangelho anunciado por JESUS é a despeito do Reino dos Céus (Mt 4:17), por isso que ao dizer: "Desde esse tempo, vem sendo anunciado o evangelho do reino de Deus, e todo homem se esforça por entrar nele" (Lc 16:16) notamos uma grande semelhança com a conclusão exposta pelo autor de Hebreus no verso 11 de Hb 4, que diz: "Esforcemo-nos, pois, por entrar naquele descanso".
O terceiro ponto é que o autor menciona que "os que crêem entraram no descanso", no sentido de que tornaram-se participantes da promessa feita aos israelitas de desfrutarem do descanso, mas o Celestial, pois pela fé, DEUS "nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus" (Ef 2:6) e temos "chegado ao monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial" (Hb 12:22).
Em suma, o autor de Hebreus desvincula o sentido literal do "descanso de DEUS" em Sl 95, e o translitera, relacionando o "descanso de DEUS" à nossa "entrada na pátria Celestial".

Hb 4:4-5
Porque, em certo lugar, assim disse, no tocante ao sétimo dia: E descansou Deus, no sétimo dia, de todas as obras que fizera. E novamente, no mesmo lugar: Não entrarão no meu descanso.

*
Nos versos de 4 a 5 de Hb 4, encontramos um dos trechos mais complicados de Hb 3 e Hb 4. Argumenta-se que o descanso no sábado foi substituído pelo "descanso de DEUS" mencionado nos versos anteriores. E para provarmos se esse argumento está em harmonia com o contexto, dependeremos da análise já feita dos versos anteriores e da análise dos versos posteriores.
No entanto, um ponto importante a nos ater nesses versos, é a despeito das expressões "em certo lugar, assim disse" [dito no Éden – Gn 2:2-3] e "novamente, no mesmo lugar" [dito próximo à Canaã – Nm 13:2 / Nm 14: 21-23].
As expressões nos passam a idéia de que as duas afirmações mencionadas pelo autor foram ditas "no mesmo lugar". Com isso pode-se subentender que:
1 – Tal "lugar" seja uma mesma região. E para isso seria necessário entender que a região próxima ao Éden seja a mesma região próxima a Canaã, embora não haja evidências precisas para afirmarmos a relação de tais lugares.
Ou,
2 – Tal "lugar" seja uma mesma Fonte de Informação da qual foram citados os relatos, ou seja, as Escrituras Hebraicas.
A dúvida de se saber a que tipo de "lugar" se refere, não afeta o entendimento desses versos, já que os versos anteriores e posteriores nos dão os esclarecimentos, principalmente para pormos à prova o 'argumento' sustentado erroneamente por esses versos de Hb 4.

Hb 4:6-7
Visto, portanto, que resta entrarem alguns nele e que, por causa da desobediência, não entraram aqueles aos quais anteriormente foram anunciadas as boas-novas, de novo, determina certo dia, Hoje, falando por Davi, muito tempo depois, segundo antes fora declarado: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração.

*
Nos versos de 6 a 7 de Hb 4, o autor declara que resta alguns entrarem no descanso, e para isso é necessário que tais creiam nas mesmas boas novas de entrarem no descanso de DEUS transmitidas aos israelitas da época de Moisés, ou seja, a entrada na pátria prometida, mas uma pátria melhor, a celestial.
Com isso, assim como foi exposto nos versos de 12 a 14 de Hb 3, o "certo dia" que foi determinado, "Hoje", é para que os que restam entrar no descanso sejam estimulados a ouvirem a Voz de DEUS de aceitarem a exortação diária e a promessa, para se tornarem "participantes de CRISTO" (Hb 3:14).

Hb 4:8-11
Ora, se Josué lhes houvesse dado descanso, não falaria, posteriormente, a respeito de outro dia. Portanto, resta um repouso para o povo de Deus. Porque aquele que entrou no descanso de Deus, também ele mesmo descansou de suas obras, como Deus das suas. Esforcemo-nos, pois, por entrar naquele descanso, a fim de que ninguém caia, segundo o mesmo exemplo de desobediência.

*
Nos versos de 8 a 11 de Hb 4, o autor de Hebreus deixa claro seu raciocínio. Ele expõe que o "descanso" que Josué deu ao povo, que foi a "entrada na pátria de Canaã", representava, profeticamente, um outro tipo de "descanso", a "entrada na pátria celestial".
Ao dizer que "resta um repouso para o povo de DEUS", o autor estimula a fé dos crentes, pois apesar de sermos participantes e termos entrado nesse descanso, devemos esperar a "concretização da promessa" (Hb 11:39), pois todos os da fé morreram "sem ter obtido as promessas; antes viram-nas, de longe, e saudaram-nas, e confessaram que eram estrangeiros e peregrinos sobre a terra" (Hb 11:13).
Quando o autor diz que "aquele que entrou no descanso de DEUS" [na pátria celestial], também "descansou de suas obras como DEUS das Suas", ou seja, descansou no sétimo dia, de todas as suas obras. Isso evidencia que o fato de sermos participantes de um descanso profético, isso não significa que devemos deixar de lado o descanso no sétimo dia. Para dar mais solidez a essa evidencia devemos saber como DEUS descansou de Suas obras, ou seja, se Ele realmente descansou no dia sétimo da semana e se Ele descansou das tarefas feitas nos outros seis dias da semana; e de acordo com Gn 2:2-3, foi exatamente dessa forma que DEUS descansou.
O autor finaliza seu raciocínio reforçando a exortação de entrarmos no descanso profético de DEUS, e com esforço, para não sermos desobedientes como o povo da época de Moisés.



Conclusão:
O descanso físico no sábado revigora nossas forças físicas (Lc 23:56). O Descanso Espiritual de CRISTO revigora nossas forças espirituais (Mt 11:28-29). Ter o Descanso Espiritual de CRISTO à nossa disposição não significa que nosso cansaço físico será revigorado sem o descanso físico (Mt 26:45 / Mr 6:31). Ter o descanso físico somente também não nos implica a nenhuma vantagem, pois é do SENHOR que vem a força (Dt 8:18 / Is 40:29-31).
A harmonia entre o descanso físico e o Descanso Espiritual é notória.
De acordo com Hb 3 e Hb 4, se somos crentes, temos o Descanso em CRISTO ("aquele que entrou no Descanso de DEUS" - Hb 4:10) e descansam no único dia santificado e abençoado por DEUS, no dia sétimo de todas as tarefas corriqueiras dos outros seis dias ("descansou de suas obras assim como DEUS das Suas" - Hb 4:10).

Por enquanto é isso!
Fiquem com DEUS, irmãos!


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por carlosect em Sab 26 Mar 2011, 5:12 pm

Ton, independentemente das brincadeiras...

Você entendeu agora o que está escrito?
Observe que não foi minha opinião, o que coloquei está na bíblia e se você disser que Não é correto o que escrevi, então sinceramente não sei o que argumentar uma vez que o mostrado não foi opinião mas sim a Palavra de Deus.
Espero ter te ajudado a compreender irmão.

carlosect
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1532
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por carlosect em Sab 26 Mar 2011, 6:43 pm

Ton escreveu:
Não é Óbvio não sr ...
Quem é o testador que está morto para que seu testamente tenha validade?

Não é o testador que está morto, é o testador que morreu...
Vou te dar uma dica...

Existe o Velho Testamento e o Novo Testamento....

Quem criou o novo testamento? não digo quem o escreveu, digo,... Quem o estabeleceu???

testador= testamento observe que os radicais são os mesmos... test.

Meu jovem, se você ainda me afirmar o que você escreveu acima dizendo que não está obvio esquece porque tá difícil...

Mais dicas...

hebreus 9

18 Pelo que nem o primeiro pacto foi consagrado sem sangue; ===> ou seja, ele estava se referindo ao segundo pacto.
19 porque, havendo Moisés anunciado a todo o povo todos os mandamentos segundo a lei, tomou o sangue dos novilhos e dos bodes, com água, lã purpúrea e hissopo e aspergiu tanto o próprio livro como todo o povo,
20 dizendo: este é o sangue do pacto que Deus ordenou para vós.
21 Semelhantemente aspergiu com sangue também o tabernáculo e todos os vasos do serviço sagrado.
22 E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.
23 Era necessário, portanto, que as figuras das coisas que estão no céu fossem purificadas com tais sacrifícios, mas as próprias coisas celestiais com sacrifícios melhores do que estes.
24 Pois Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, mas no próprio céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus;
Hebreus 10 versos:
9 agora disse: Eis-me aqui para fazer a tua vontade. Ele tira o primeiro, para estabelecer o segundo. ===> Observe que depois de ter falado do primeiro pacto com Sangue, falou do Segundo pacto.
10 É nessa vontade dele que temos sido santificados pela oferta do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez para sempre.
12 mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, assentou-se para sempre à direita de Deus,

Resumindo: o segundo testamento tem haver com sangue...
Sangue de quem?

mais uma dica:
começa com JE e termina com SUS!!!
19 Tendo pois, irmãos, ousadia para entrarmos no santíssimo lugar, pelo sangue de Jesus,

irmão, se você por acaso disser que não é óbvio, deixo a você esta passagem...

MARQUE BEM...

2 CORINTIOS 3 VERSO:
14 mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do velho pacto, permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele abolido;

Espero que você tenha compreendido FINALMENTE...

carlosect
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1532
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Khwey em Sab 26 Mar 2011, 6:51 pm

Ton escreveu:
Khwey escreveu:
carlosect escreveu:

Espero que você não me pergunte quem é o testador... porque é óbvio.
Para ele assim não serve.

Tem que estar escrito assim...

"O testador mencionado em Hebreus 9:17 é (...nome completo da pessoa...)."

Se estiver escrito assim na bíblia, então pode ser que ele aceite.
Exato.

Mas e quanto a esse post inútil aí? Pra que serve? Aumentar a quantidade de suas postagens?
A utilidade aqui é, em outras palavras, para que os participantes não percam o tempo com certos argumentos.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por carlosect em Sab 26 Mar 2011, 7:29 pm

gente, favor trancar este fórum, estas questões já foram mais do que respondidas neste link:


http://gospelbrasil.topicboard.net/t4678p30-o-que-e-que-paulo-quis-dizer-com-galatas-310#99688

eu não consigo compreender como alcançou-se 64 páginas de comentários...

aff,

carlosect
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1532
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Khwey em Sab 26 Mar 2011, 7:33 pm

Ton escreveu:
Khwey escreveu:Portanto, o descanso cristão não é sábado semanal!!! Isto é ridículo!!!hummm
A Carta foi escrita aos Hebreus.
E daí???

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Khwey em Sab 26 Mar 2011, 7:37 pm

carlosect escreveu:
eu não consigo compreender como alcançou-se 64 páginas de comentários...

aff,
Qualquer tópico sobre lei envolvendo judeu ou simpatizante dá nisto.

Mas até que é divertido dar as mesmas repostas para as mesmas perguntas, perpetuamente.

-------

http://gospelbrasil.topicboard.net/viewtopic.forum?t=5320

-------

http://gospelbrasil.topicboard.net/viewtopic.forum?t=5321

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 2:37 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 40 de 40 Anterior  1 ... 21 ... 38, 39, 40

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum