.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Pr Paulo Brasil - Nota triste de falecimento
Hoje à(s) 8:23 am por Ed

» Já existíamos antes de nascermos
Ontem à(s) 5:37 pm por Eterna

» Um conselho aos debatedores de internet
Ontem à(s) 4:18 pm por Eterna

» Eleição, a dor e a loucura do incrédulo.
Ontem à(s) 4:03 pm por Eterna

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Ontem à(s) 3:33 pm por Cartman

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 12:15 pm por Jarbas

»  Endurecimeto do Faraó
Ontem à(s) 4:14 am por Lit San Ares

» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 3:39 am por Lit San Ares

» PREDESTINAÇÃO DE DEUS
Sab 03 Dez 2016, 10:10 pm por gusto

Quem está conectado
67 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 65 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Vigência das Leis mosaícas - parte I

Página 3 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 21 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 2:56 pm

Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:
Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:... a iniquidade que trata em Mateus 7:23 não pode ser a lei mosaica , sendo sim o desrespeito ao ensino ATUALIZADO que vocês praticam em parte , ou seja , o que é pecado na nova aliança , e isto seria suficiente para fechar questão .

O contexto não dá espaço para essa idéia, Cristo sempre usou anomos para referir-se a Torah.

como já foi demonstrado , anomia pode ser qualquer dos sinônimos acima , o contexto nada sugere sobre leis mosaícas , e sim sobre pecado .

Mas meu jovem Romanos 3:19 e 20 deixa isso claro:

"... porque pela lei vem o pleno conhecimento do pecado."

João confirma esse conceito:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4 (João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada)


ótimo , apenas mais provas de que a lei nestes contextos é a lei ATUALIZADA da nova aliança , já que se fosse o contrário (insisto naquilo que você foge de argumentar) , você estaria em pecado por não cumprir dezenas das 613 regras da TORÁ , e seria ANOMOS.

Esta conversa toda de tentar trocar iniquidade por lei mosaica , não passa de adulteração biblica , a própria bíblia diz que iniquidade = pecado ! , portanto basta apenas sabermos o que é ou não pecado para um cristão , com certeza centenas de leis da torá não são mais consideradas pecado , simples questão de admissão .
(I João 5:17) - Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte.
(I João 3:4) - Qualquer que comete pecado, também comete iniqüidade; porque o pecado é iniqüidade.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 3:03 pm

Articulador escreveu:
Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:
Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:... a iniquidade que trata em Mateus 7:23 não pode ser a lei mosaica , sendo sim o desrespeito ao ensino ATUALIZADO que vocês praticam em parte , ou seja , o que é pecado na nova aliança , e isto seria suficiente para fechar questão .

O contexto não dá espaço para essa idéia, Cristo sempre usou anomos para referir-se a Torah.

como já foi demonstrado , anomia pode ser qualquer dos sinônimos acima , o contexto nada sugere sobre leis mosaícas , e sim sobre pecado .

Mas meu jovem Romanos 3:19 e 20 deixa isso claro:

"... porque pela lei vem o pleno conhecimento do pecado."

João confirma esse conceito:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4 (João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada)


ótimo , apenas mais provas de que a lei nestes contextos é a lei ATUALIZADA da nova aliança...

Errado, ambas as passagens referem-se a Torah. Veja o contexto, Rm 3:21 deixa isso claro:

"Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas"

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 3:12 pm

Articulador escreveu:Esta conversa toda de tentar trocar iniquidade por lei mosaica , não passa de adulteração biblica , a própria bíblia diz que iniquidade = pecado ! , portanto basta apenas sabermos o que é ou não pecado para um cristão , com certeza centenas de leis da torá não são mais consideradas pecado , simples questão de admissão .
(I João 5:17) - Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte.
(I João 3:4) - Qualquer que comete pecado, também comete iniqüidade; porque o pecado é iniqüidade.

De novo isso ?

Pensei que já tivesse abandonado essa idéia. Essa tradução é risivel, fica redundante. Não há definição alguma ao utilizar essa tradução. O leitor vai ao dicionario e encontra os seguintes significados para iniquidade: - qualidade do que é iníquo; ação iníqua; falta de equidade; perrversidade. A passagem fica sem sentido.

Quando as traduções usam o termo Iniquidade é no grego a mesma palavra anomian que se acha em 1 João 3:4 com o sentido de "transgressão da lei". Nessa passagem todas as traduções concordam que anomia é transgressão da Lei:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4 (João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada)

O significado literal de anomos é 'anti Lei', isso fica claro pois o prefixo 'a' é de negação, por exemplo, aético é tudo o que não possui ética. Nomos significa Lei e deve se encaixar ao uso do termo no evangelho de Mateus já que o verso em questão está nesse livro. Veja Mateus 5, o termo 'Lei(nomos) e profetas' é clarissimo e se refere a Tora sem sombra de duvidas.

Grego: ανομως [anomôs] (Advérbio). De ανομος [anomos] (α [a] -como uma partícula negativa- "sem", e νομος [nomos] "lei" = "sem lei"). Sem legalidade. Ilegalmente. Contra a lei. Por exemplo, Romanos 2: 12:

"Assim, pois, todos os que pecaram sem lei também sem lei perecerão; e todos os que com lei pecaram mediante lei serão julgados."

The New Testament Greek Lexicon

Strong's Number: 458a)nomiða
Original WordWord Origin
a)nomiðafrom (459)
Transliterated WordPhonetic Spelling
Anomia[/size]an-om-ee'-ah
Parts of SpeechTDNT
Noun Feminine4:1085,646
Definition
1. the condition of without law
a. because ignorant of it
b. because of violating it
2. contempt and violation of law, iniquity, wickedness
Translated Words
KJV (15) - iniquity, 12; transgress the law + (4160), 1; transgression of the law, 1; unrighteousness, 1;
NAS (15) - lawless deed, 1; lawless deeds, 2; lawlessness, 12.
ttp://www.studylight.org/lex/grk/view.cgi?number=458

Agora que não resta duvida de que o termo anomia é transgressão da Lei devemos acabar com a idéia de que essa Lei pode ser qualquer uma, inclusive as pagãs gregas. Essa idéia defendida pelo Articulador não encontra respaldo pois, Cristo falava em Aramaico e não em Grego. Dessa forma, a Lei de Mateus 7:23 deve ser a mesma citada por Cristo nas demais passagens de Mateus que tratam desse tema, ou seja, a Torah.

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 3:16 pm

Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:Esta conversa toda de tentar trocar iniquidade por lei mosaica , não passa de adulteração biblica , a própria bíblia diz que iniquidade = pecado ! , portanto basta apenas sabermos o que é ou não pecado para um cristão , com certeza centenas de leis da torá não são mais consideradas pecado , simples questão de admissão .
(I João 5:17) - Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte.
(I João 3:4) - Qualquer que comete pecado, também comete iniqüidade; porque o pecado é iniqüidade.

Essa tradução é risivel, fica redundante. Não há definição alguma ao utilizar essa tradução. O leitor vai ao dicionario e encontra os seguintes significados para iniquidade: - qualidade do que é iníquo; ação iníqua; falta de equidade; perrversidade. A passagem fica sem sentido.

Ao contrário , perversidade , falta de equidade , injustiça , tudo isto é qualificação do que é pecado , acerta a tradução , não só aqui , como em Mateus 7:23 . Nosso debate apenas corrobora que os transliteradores portuguêses estavam corretos , que o léxico grego está correto . Inclusive já lhe dei exemplo na bíblia de ANOMIA usada para o termo injustiça , em contraposição com justiça .

Agora veja se para de postar repetecos , o studylight já confirmou que ANOMIA NÃO É OBRIGATORIAMENTE lei mosaica , cada vez que posta , está apenas demonstrando mais isto .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 3:23 pm

Articulador escreveu:
Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:Esta conversa toda de tentar trocar iniquidade por lei mosaica , não passa de adulteração biblica , a própria bíblia diz que iniquidade = pecado ! , portanto basta apenas sabermos o que é ou não pecado para um cristão , com certeza centenas de leis da torá não são mais consideradas pecado , simples questão de admissão .
(I João 5:17) - Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte.
(I João 3:4) - Qualquer que comete pecado, também comete iniqüidade; porque o pecado é iniqüidade.

Essa tradução é risivel, fica redundante. Não há definição alguma ao utilizar essa tradução. O leitor vai ao dicionario e encontra os seguintes significados para iniquidade: - qualidade do que é iníquo; ação iníqua; falta de equidade; perrversidade. A passagem fica sem sentido.

Ao contrário , perversidade , falta de equidade , injustiça , tudo isto é qualificação do que é pecado , acerta a tradução , não só aqui , como em Mateus 7:23 . ...

Mas essas não são as unicas alternativas meu caro, deve evitar a redundância. Todos sabem que pecado é pecado(se usar iniquidade aqui). Esses são siginificados modernos do termo. Devemos ver os originais.

Agora veja se para de postar repetecos , o studylight já confirmou que ANOMIA NÃO É OBRIGATORIAMENTE lei mosaica , cada vez que posta , está apenas demonstrando mais isto .

Transgressão da Lei é o tradução literal para anomia, se quiser colocar outra opção terá que justificar ou então vai gerar traduções redundantes como essa de que 'pecado é pecado(iniquidade)'. A propria tradução de João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada enxergou esse erro e traduziu corretamente:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4


Última edição por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 3:27 pm, editado 1 vez(es)

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 3:25 pm

Agora que não resta duvida de que o termo anomia é transgressão da Lei devemos acabar com a idéia de que essa Lei pode ser qualquer uma, inclusive as pagãs gregas. Essa idéia defendida pelo Articulador não encontra respaldo pois, Cristo falava em Aramaico e não em Grego. Dessa forma, a Lei de Mateus 7:23 deve ser a mesma citada por Cristo nas demais passagens de Mateus que tratam desse tema, ou seja, a Torah.

pela sua fonte :

Mt 7:23 - And then willI profess unto them, I never knew you: depart from me, ye that work iniquity.
Mt 13:41 - The Son of man shall send forth his angels, and they shall gather out of his kingdom all things that offend, and them which do iniquity;
Mt 23:28 - Even so ye also outwardly appear righteous unto men, but within ye are full of hypocrisy and iniquity.
Mt 24:12 - And because iniquity shall abound, the love of many shall wax cold.

Nenhum destes versos nos demonstra anomia neles é ir contra a lei mosaica .
todos eles , o termo ANOMIA é usado no sentido de INJUSTIÇA OU PERVERSIDADE . E volto a lembrar : se você quer fixar o termo em 'lei da torá' , DEVERÁ se circuncirdar no prepúcio , para não se tornar anomos .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 3:29 pm

Transgressão da Lei é a tradução literal para anomia, se quiser colocar outra opção terá que justificar ou então vai gerar traduções redundantes como essa de que 'pecado é pecado(iniquidade)'. A propria tradução de João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada enxergou esse erro e traduziu corretamente:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 3:34 pm

Eduardo escreveu:Agora veja se para de postar repetecos , o studylight já confirmou que ANOMIA NÃO É OBRIGATORIAMENTE lei mosaica , cada vez que posta , está apenas demonstrando mais isto .

Transgressão da Lei é o tradução literal para anomia, se quiser colocar outra opção terá que justificar ou então vai gerar traduções redundantes como essa de que 'pecado é pecado(iniquidade)'.


não , não é . o léxico grego já especifou os sinônimos possíveis , e transgressão da lei é UM deles . Quem teria que justificar é quem está tentando mudar a bíblia para caber em sua doutrina , Ainda assim eu já justifiquei , demonstrei que se fosse lei da torá , todos os incircuncisos de prepúcio (ou outra lei da torá) seriam anomos , a começar pelos adventistas , e de quebra apresentei versos onde o sentido não é lei mosaíca , mas injustiça ou perversidade .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 3:35 pm

Veja a King James Version traduzindo anomia por transgressão da Lei:

"Whosoever committeth sin transgresseth also the law: for sin is the transgression of the law." 1John.3:4

Essa estrutura é a mesma de Mateus 7:23, a saber, caso acusativo singular.





Grego: ανομια [anomia] (Substantivo feminino). De ανομος [anomos] (α [a] -como uma partícula negativa- "sem", e νομος [nomos] "lei" = "sem lei"). Negação da lei. Ilegalidade, falta de conformidade com a lei, violação da lei, desacato à lei, iniqüidade, impiedade.


Última edição por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 5:17 pm, editado 1 vez(es)

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 3:40 pm

Eduardo escreveu:A propria tradução de João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada enxergou esse erro e traduziu corretamente:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4

interessante que a mesma tradução Atualizada , não fez isto em Mateus 7:23 , nem nos versos que elequei acima , o que prova que não há erro nenhum na tradução , porque mesmo revisando , não acharam motivos para mudar as sinômias que utilizaram . e lembre , a Lei de João não é a torá , caso contrário é sua obrigação circuncidar o prepúcio , fazer a terra descansar no sétimo ano , etc ..

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 4:21 pm

De acordo com o "Pocket Lexicon Greek New Testament", pg. 24:
anomia, lawlessnes; especially disobedience to the divine law, sin.

Articulador escreveu:
Eduardo escreveu:A propria tradução de João Ferreira de Almeida Revista e Atualizada enxergou esse erro e traduziu corretamente:

“Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é transgressão da lei.” I João 3:4

interessante que a mesma tradução Atualizada , não fez isto em Mateus 7:23 , nem nos versos que elequei acima , o que prova que não há erro nenhum na tradução , porque mesmo revisando , não acharam motivos para mudar as sinômias que utilizaram ...

Isso tudo prova que iniquidade = transgressão da Lei (Anomia). Bom, como diz o ditado italiano: traduttore, traidore . Todo tradutor é um traidor, e quando encontra uma sinuca de bico como essa preferem defender suas teologias antinomianas do que traduzir corretamente. É o que acontece com a palavra inferno, termos distantes como xeol, hades, geena e tartaro são traduzidos indiscriminadamente por inferno. Como você sabe a palavra inferno é de origem latina e foi acrecentada posteriormente por Jerônimo em sua Vulgata:

Infernus (de baixo) não teve apenas alteração ortográfica. Perdeu sua função adjetiva após ser substantivada para designar sepultura, que realmente é um lugar inferior. Como a sepultura é lugar dos mortos, e os povos primitivos acreditavam que ao morrer o homem, após sepultado, vai sofrer um suplício pelos seus pecados ou vai ter o gozo merecido por sua justiça, o Cristianismo Romano passou a considerar inferno como lugar de tormento eterno das almas.

Quando Jacó disse: "Meu filho não descerá convosco; seu irmão é morto, e ele ficou só; se lhe sucede algum desastre no caminho por onde fordes, fareis descer minhas cãs com tristeza à sepultura" (Gênesis, 42: 38 AA), ele usou a palavra hebraica sheol, traduzida para o grego hades, e para o latim infernus. Veja Salmos l6:l0, "Porque não deixarás a minha alma no inferno (sheol), nem permitirás que teu Santo veja corrupção" (Sal. 15: 10 PAPF), A versão Almeida atualizadas traduz sheol por morte. As versões antigas traduziam sempre por inferno. Em atos 2: 27, Pedro citou o texto como referente à ressurreição de Cristo, traduzindo sheol para hades, que na Tradução do Padre A. P. de Figueiredo consta inferno. A mesma palavra usou Jó ao desejar que Deus o encobrisse no inferno (sheol) (Jó, 14: 13). Um antigo catecismo católico, que eu lia na infância, dizia que Cristo "desceu ao inferno e ao terceiro dia ressurgiu dentre os mortos". Ainda em minha infância, conheci a nova versão, que dizia "desceu à mansão dos mortos", dando-me uma idéia mais nítida de que inferno era a sepultura.

Certa vez uma colega minha me disse que "Jesus quando morreu ficou três dias no inferno lutando contra o Diabo em favor do homem". Ela apenas havia lido a frase "não deixarás minha alma no inferno, nem permitirás que teu santo veja corrupção", que significa não me deixarás na sepultura, nem permitirá que teu santo se desfaça, ou apodreça. Pedro citou o texto em Atos 2, para afirmar que Cristo foi sepultado e ao terceiro dia foi ressuscitado.

http://www.joaodefreitas.hpg.ig.com.br/babel.htm

Mudanças No Sentido da Palavra Inferno

O Dicionário Expositivo de Palavras do Velho e do Novo Testamento diz a respeito do uso de inferno para traduzir as palavras originais do hebraico Sheol e do grego Hades (Bíblia): Hades . . . Corresponde a Sheol no Antigo Testamento. Na Versão Autorizada do A.T. e do N. T., foi vertido de modo infeliz por Inferno.[1]

A Enciclopédia da Collier diz a respeito de Inferno: Primeiro representa o hebraico Seol do Antigo Testamento, e o grego Hades, da Septuaginta e do Novo Testamento. Visto que Seol, nos tempos do Antigo Testamento, se referia simplesmente à habitação dos mortos e não sugeria distinções morais, a palavra ‘inferno’, conforme entendida atualmente, não é uma tradução feliz.[2]

O Terceiro Novo Dicionário Internacional de Webster diz: Devido ao entendimento atual da palavra inferno (Latim Infernus) é que ela constitui uma maneira tão infeliz de verter estas palavras bíblicas originais. A palavra inferno não transmitia assim, originalmente, nenhuma idéia de calor ou de tormento, mas simplesmente de um lugar coberto ou oculto (de . . . helan, esconder).[3]

A Enciclopédia Americana diz: Muita confusão e muitos mal-entendidos foram causados pelo fato de os primitivos tradutores da Bíblia terem traduzido persistentemente o hebraico Seol e o grego Hades e Geena pela palavra inferno. A simples transliteração destas palavras por parte dos tradutores das edições revistas da Bíblia não bastou para eliminar apreciavelmente esta confusão e equívoco.[4]

O significado atribuído à palavra inferno atualmente é o representado em A Divina Comédia de Dante[5], e no Paraíso Perdido de Milton[6], significado este completamente alheio à definição original da palavra. A idéia dum inferno de tormento ardente, porém, remonta a uma época muito anterior a Dante ou a Milton.

Referências

1 Vine’s Expository Dictionary of Old and New Testament Words (Dicionário Expositivo de Palavras do A.T. e do N.T., de Vine, 1981, Vol. 2, p. 187)
2 A Collier’s Encyclopedia (Enciclopédia da Collier, 1986, Vol. 12, p. 28)
3 O Webster’s Third New International Dictionary (Terceiro Novo Dicionário Internacional de Webster)
4 The Encyclopedia Americana(Enciclopédia Americana, 1956, Vol. XIV, p. 81)
5 A Divina Comédia de Dante
6 PARAÍSO PERDIDO (1667) John Milton (Inglaterra/1608 - 1674)

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 5:19 pm

Veja a King James Version traduzindo anomia por transgressão da Lei:

"Whosoever committeth sin transgresseth also the law: for sin is the transgression of the law." 1John.3:4

Essa estrutura é a mesma de Mateus 7:23, a saber, caso acusativo singular.



Grego: ανομια [anomia] (Substantivo feminino). De ανομος [anomos] (α [a] -como uma partícula negativa- "sem", e νομος [nomos] "lei" = "sem lei"). Negação da lei. Ilegalidade, falta de conformidade com a lei, violação da lei, desacato à lei, iniqüidade, impiedade.

Isso prova que não há motivo algum para traduzir Mateus 7:23 de I João 3:4.

dcariri justificou esta tradução da seguinte forma:

dcariri escreveu:...[no] texto grego “original”... estará... a palavra grega anomian. Pronto!!!! até aqui está tudo nos “conformes”, o problema é que cada linha de tradutores poderá traduzí­-la tanto como iniquidade como trangressão da lei, mas lembre-se: Anomia é a palavra no original.

O ponto é: Se você pegar um tradutor tradicional ele nunca irá colocar a expressão “ trangressão da lei” pois lhe é inconveniente , logo ele irá preferir inquidade, daí­ nós vemos na sua fonte Blue Letter que ele mostra que fora traduzida na maior parte como sendo iniquidade, mas lembre-se foi uma preferência do tradutor, pois no “original” contém a palavra anomian.

Agora na mesma fonte usada por você tem uma opção de uso pelo Léxico, é daí­ que sua fonte começa a endossar o que estamos afirmando e mostrando veja o uso do léxico:

Em que na opção :
1. Without Law significa fora da lei.
2. Contempt and violation of law significa violação da lei.

E só depois iniquidade.

Fora isso chaver, você usa um texto receptus que anteriormente já debatemos, é um texto como o nome já diz: recebido, é um texto que recebe textos de vários outros.

Como você se sente sabendo que seu texto é uma mistura de vários outros?

Sem contar que quando “juntamos” o texto grego com o texto em aramaico fica visí­vel essa questão, ou seja anomia primariamente é transgrressão da torah e só depois iniquidade, mas os tradutores romanos preferiram a segunda opção!!! Fazer o que né!


Última edição por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 5:36 pm, editado 2 vez(es)

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 5:26 pm

choveu no molhado ,

a) seu primeiro post acima é 'enche' tela para falar da tradução da palavra inferno , não é nosso caso aqui .

b) no segundo você faz prova contra-sí mesmo , porque TANTO as bíblias em português , como a renomada KingJames , traduzem anomia em MATEUS 7 , como INIQUIDADE , mas em João3:4 como lei , logo isto é prova que eles souberam diferenciar pelo contexto , qual sinônimo usar , e não ousaram ir além da intenção do escritor , como os adventistas fazem .

c) Ainda aguardo (até quando ??) você me resolver a questão proposta , que define isto facilmente , se anomia em Mateus 7 é 'lei torá' , então os adventistas são ANOMOS , porque não cumprem os 613 preceitos da lei , simples questão de sinceridade doutrinária .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 08 Dez 2008, 5:37 pm

Eduardo escreveu:Em que na opção :
1. Without Law significa fora da lei.
2. Contempt and violation of law significa violação da lei.

E só depois iniquidade.


bom , não considero dcariri como uma fonte ok ? não tem um pingo de lógica você citar a opinião de forista judeu , como se fosse uma fonte . Segundo que você demonstra não ter intimidade com léxicos , estar em primeiro, segundo , ou terceiro lugar não diz NADA , não se coloca em ordem de uso , e sim as várias opções de sinômia .

Vejamos uma caso aparentado em português :
do Lat. illicitu
não lícito;
contrário à moral ou às leis;
ilegal.


são três sinônimos que SÓ O CONTEXTO define sobre qual sentido está se falando , usando seu mesmo peso , diríamos que 'i = não' 'lícito = permitido' , portanto significaria sempre desrespeito à lei , porém quando vemos o USO CORRENTE do termo , entendemos que pode ser até mesmo uma imoralidade (e note que o sentido de desrespeito à lei é o último da relação) . não é diferente em nada o termo grego que você quer particularizar , para justificar a adulteração bíblica que sua igreja anda fazendo , ele tem sinônimos , que dependem UNICAMENTE do contexto .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Seg 08 Dez 2008, 5:40 pm

Articulador escreveu:...se anomia em Mateus 7 é 'lei torá' , então os adventistas são ANOMOS , porque não cumprem os 613 preceitos da lei , simples questão de sinceridade doutrinária .

A circuncisão transformou-se no batismo cristão, visto que não mais havia necessidade de derramamento de sangue, pois o Cordeiro Pascal estava preste a ser imolado. Em Colossenses 2:11-12, o batismo cristão é chamado explicitamente de ‘‘circuncisão de Cristo’’

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Seg 08 Dez 2008, 7:31 pm

Articulador escreveu:
Ton escreveu:
Articulador escreveu:
Ton escreveu:
Articulador escreveu:
"Levantam-se testemunhas maliciosas; interrogam-me sobre coisas que eu ignoro. Tornam-me o mal pelo bem, causando-me luto na alma. Mas, quanto a mim, estando eles enfermos, vestia-me de cilício, humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito. Portava-me como o faria por meu amigo ou meu irmão; eu andava encurvado e lamentando-me, como quem chora por sua mãe" (Sl 35:11-14).

cuidado com as citações , use CONTEXTO , este verso fala do que Davi fazia ANTES de se 'levantarem' as testemunhas maliciosas. olhe a petição dele , que inclusive era idêntica ao que a lei mandava , olho a olho :
(Salmos 35:8) - Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição.

evidentemente que Davi também teve momentos que entendeu a perfeição da vontade de Cristo , como profeta e espiritual que era , muitas vezes ele deixou a letra da lei de lado , pena que os adventistas não consigam fazer o mesmo .
1º - CONTEXTO é algo que você não considera ...
O mesmo erro você faz dizendo que JESUS anulou mandamento da Lei ao dizer "Eu porém vos digo" sendo que no MESMO capítulo Ele diz que não veio para isso, e sendo também que Ele também disse "Eu porém vos digo" ao falar sobre os mandamentos "não matarás" e "não adulterarás"; e são leis rigorosamente observadas na cristandade.
2º - Davi, observador da Lei, mostrou, nos versos que citei, que JESUS não disse nenhuma novidade ... estava apenas reinterando e dando maior abrangencia aos Ensinos já dados pelo AT. O mesmo JESUS fez com com mandamentos do Decálogo.
3º - Porque não considerou os outros Textos que citei? Se os tivesse considerado, por inteligencia não teria enchido tela ao refutar Textos Claros da Bíblia.

1o. A prova está acima , você desconsiderou o contexto , o que lhe é habitual , mas grato por admitir que quando ele dizia 'Eu pórém vos digo..' era referente a mandamentos da lei , e não as invenções dos anciãos , que você quer usar como desculpa para não aceitar as palavras do mestre .

2o. Davi , observador da lei , apenas provou que você estava errado , ele pediu a Deus o 'olho por olho' com relação à seus inimigos , o demonstra que a lei não mandava amar os inimigos . Mas não custa deixar bem confirmando : (Salmos 139:22) - Odeio-os com ódio perfeito; tenho-os por inimigos.

3o. Porque em nenhum deles está escrito para amar os inimigos , o enche tela foi seu , o de davi quando contextualizado , se voltou contra sua tese , ajudar o inímigo com seu boi , ou poupar-lhe a vida , não implica em amá-lo , ou dar a outra face .

1º - Não refutou meu Comentário I, só deu rodeios "enche tela".

2º - Davi, nos Textos que mostrei, tratava os que lhes faziam mal como a um amigo (ponto final). Os textos que catou, estão tão isolados quanto os meus, não sei porque tá dramatizando ...

3º - Não está dizendo para amar o inimigo, mas mostra atitudes amistosas ao inimigo ... e foi o que JESUS mencionou com mais abrangencia. Se não for pedir muito, espero que os comente ... não citei textos de um gibi ...

Passe bem ...

1o. será a segunda vez que repito o argumento : ATÉ que tudo seja cumprido . Ele cumpriu , por isto em Efésios Paulo ensina "aboliu na cruz a lei dos mandamentos .." . E registre-se , provado que não eram invenções dos 'anciãos', e sim sua mesmo , isto sim lhe é habitual .

2o . uma óbvia inverdade sua .. ( Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição) .

3o. grato por admitir 'não está dizendo mesmo para amar o inimigo' , não adianta agora quererm forçar 'atitudes amistosas' à amar o inimigo , quando a própria lei falava 'olho por olho' . Você não citou gibi , mas interpretou como se fosse , 'inventivamente' .

1 - Repetir 'argumentos' furados é de sua praxe. Ele aboliu na cruz a lei dos mandamentos, mas essa interpretação fajuda só tem aplicação literal quando o assunto é sábado; quando o assunto é as leis MOSAICAS mais importantes, ou até mesmo a lei MOISAICA que proibe a tatuagem, rápidim o ritmo muda de nota.

2 - Quer que eu REPITA a parte do salmo em que o salmista trata como amigo aqueles que lhe faziam mal? Por favor, vá se tratar dessa aminésia proposital sua.
"Levantam-se testemunhas maliciosas; interrogam-me sobre coisas que eu ignoro. Tornam-me o mal pelo bem, causando-me luto na alma. Mas, quanto a mim, estando eles enfermos, vestia-me de cilício, humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito. Portava-me como o faria por meu amigo ou meu irmão; eu andava encurvado e lamentando-me, como quem chora por sua mãe" (Sl 35:11-14).

3 - Quem trata alguém como amigo, ama e ora por ele. Usa meio-neuronio que é o suficiente para entender isso.


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Seg 08 Dez 2008, 7:56 pm

Articulador escreveu:
Ton escreveu:
Articulador escreveu:
Ton escreveu:
Articulador escreveu:
Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:2o. - não demonstrou , conforme refutado anteriormente , mas sendo generoso , se houvesse aqui um empate de citações , o que desempataria facilmente é que eu crí nas palavras do Mestre , você não .

Este debate na verdade gira em torno do sábado e se Cristo tivesse em mente sua alteração teria incluido no sermão do monte. Ele não aboliu o sábado em lugar algum dos evangelhos. Portanto se você crer nas palavras do mestre deveria seguir o exemplo dele e guardar o sábado.

vale mais o contrário , se Jesus tivesse em mente o sábado teria o reafirmado no sermão do monte, ele diz "bem aventurados os mansos ....bem aventurados os pacificadores ...bem aventurados ...." , mas não diz bem aventurados os sabatistas em lugar alguns dos evangelhos
No Sermão do Monte, JESUS disse:
- Bem-aventurados os que adoram unicamente a YHWH ?
- Bem-aventurados os que os que não fabricam imagens idolátricas para se curvarem diante delas?
- Bem-aventurados os que não falam o Nome de YHWH em vão?
- Bem-aventurados os que honram seu pai e mãe?
- Bem-aventurados os que ...

Argumento mais POBRE ...
E olha que se diz pastor ... ai, caramba!


ton , como sempre você está atrasado e equivocado .
já provei CADA UM destes pecados repreendidos pelos ensinos do monte . a exemplo , já que você teve preguiça de ler , a idolatria é reprimida ao Jesus ensinar à 'Ora a teu Pai nos céus , e Ele te recompensará' , colocando Deus como destino de todas as petições e fonte de todas as bençãos . O nome de Deus não pode ser tomado em vão porque é ensinado a santificá-lo 'santificado seja teu nome' ... e assim por diante .

Agora eu entendo que como mosaíco que você é , não está preparado para entender que os dois mandamentos de Cristo são MUITO mais abrangentes que 613 leis do aio , seu véu não foi ainda tirado . Deus nos deu a condição de não precisar de muletas e aios da lei , por isto aquele povo que ouviu a Cristo era BEM AVENTURADO , mas os Fariseus diziam "este povo é maldito porque não cumpre a lei" ... , hoje não é diferente . xauzinho
Não só os fariseus reprovavam os que não cumpriam a Lei, o próprio JESUS mandará os transgressores contumases apartarem-se dEle. Nisso não há diferença, uma Verdade dita por um santo ou um pecador, continua sendo Verdade.
E está claro, que o que JESUS disse no Sermão do Monte, mesmo que você tente forçar, não está tão claro assim, óh iluminado ...
A artimanha que usou pode ser usado para validar qualquer lei mosaica, incluisive a de oferta de sacrificios de animais depois de reconsciliado com o irmão.
Se quizer, posso usar essa mesma técnica para mostrar que JESUS confirmou o quarto mandamento no Sermão do Monte. Se quizer, é só pedir ... estará no mesmíssimo nivel ... study

transgressores contumazes , inclusive de Rm14 , Cl2:16 , Atos 15 , IICor3 , e outros contextos que mandam não julgarem quem não mais observa a lei abolida para cristãos . Antes você seria iniquo/pecador se não circuncidasse o prepúcio , se não casasse com sua cunhada viúva , se não cumprisse os dias de purim , de festas , hoje isto não é mais pecado , assim como o abolidinho sabado regrado para cristãos em base dos ensinos acima , que já nos ensinam outro tipo de pecado , o julgar quem não faz distinção entre dias .

Está bem claro sim , recém convertidos poderão entender facilmente que 'santificar o nome de Deus' é o contrário de 'usá-lo em vão' , igualmente que Jesus eu ordem para pedir ao Pai , e não a maria , e que é o Pai , e não maria , que iria recompensar , tudo consequência direta e objetiva .

1 - Os Textos que me apresenta como violador deles, só se for com base nas SUAS teorias caducas; pois tal como eles o são, não os violo em nada, muito pelo contrário, os aplico de forma que não se atritam com as Escrituras, diferente de suas teses ...

2 - Se "santificar o nome de DEUS" é o contrário de "usá-lo em vão", então "seja feita a TUA Vontade assim na Terra como no Céu" é o contrário de ser "profanador do quarto mandamento". Qualquer recém-convertido sabe disso, menos tipos que tem mente cauterizada por teorias caducas.


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Eduardo em Ter 09 Dez 2008, 11:48 am

Articulador escreveu:... não é diferente em nada o termo grego que você quer particularizar , para justificar a adulteração bíblica que sua igreja anda fazendo , ele tem sinônimos , que dependem UNICAMENTE do contexto .

Essa tese não é da IASD, é minha. O termo 'transgressão da lei' cabe perfeitamente no contexto de Mateus 7:23.

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Dom 14 Dez 2008, 5:07 pm

Eduardo escreveu:
Articulador escreveu:...se anomia em Mateus 7 é 'lei torá' , então os adventistas são ANOMOS , porque não cumprem os 613 preceitos da lei , simples questão de sinceridade doutrinária .

A circuncisão transformou-se no batismo cristão, visto que não mais havia necessidade de derramamento de sangue, pois o Cordeiro Pascal estava preste a ser imolado. Em Colossenses 2:11-12, o batismo cristão é chamado explicitamente de ‘‘circuncisão de Cristo’’


primeiro que não é apenas circuncisão , temos 613 preceitos , e vocês só dizem cumprir dez , mais algumas regras alimentares . Segundo que se a circuncisão 'transformou-se' é porque não é mais a lei mosaica de corte do prepúcio . os adventistas continuam ANOMOS , caso você insista que em Mateus 7 está tratando da lei mosaíca .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Dom 14 Dez 2008, 5:31 pm

Ton escreveu:1 - Repetir 'argumentos' furados é de sua praxe. Ele aboliu na cruz a lei dos mandamentos, mas essa interpretação fajuda só tem aplicação literal quando o assunto é sábado; quando o assunto é as leis MOSAICAS mais importantes, ou até mesmo a lei MOISAICA que proibe a tatuagem, rápidim o ritmo muda de nota.

que bom que admitiu , aboliu mesmo a lei mosaíca na cruz , portanto não preciso de interpretação fajuta quando o nt é literal assim . E deixe de mentir , nunca disse que tatuagem é proibida e sim que não convém , e muito menos me vali da envelhecida , e que para nada serve , lei de Agar . Para isto temos claro ensinos neotestamentários sobre a não conveniência de estragar nosso corpo , ou causar escandalo .

2 - Quer que eu REPITA a parte do salmo em que o salmista trata como amigo aqueles que lhe faziam mal? Por favor, vá se tratar dessa aminésia proposital sua.
"Levantam-se testemunhas maliciosas; interrogam-me sobre coisas que eu ignoro. Tornam-me o mal pelo bem, causando-me luto na alma. Mas, quanto a mim, estando eles enfermos, vestia-me de cilício, humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito. Portava-me como o faria por meu amigo ou meu irmão; eu andava encurvado e lamentando-me, como quem chora por sua mãe" (Sl 35:11-14).

trata-se apenas e tão somente de uma mentira sua , os versos acima tratam do momento ANTES de das pessoas referidas se levantarem como 'testemunhas maliciosas' , o que é facilmente entedido por simplesmente ler .

o salmo começa com Davi pedindo a destruição deles :
(Salmos 35:8) - Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição.
termina pedindo a vergonha deles :
(Salmos 35:26) - Envergonhem-se e confundam-se à uma os que se alegram com o meu mal; vistam-se de vergonha e de confusão os que se engrandecem contra mim.

3 - Quem trata alguém como amigo, ama e ora por ele. Usa meio-neuronio que é o suficiente para entender isso.

falácia braba .
você pode tratar qualquer pessoa amigavelmente sem o amar .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Dom 14 Dez 2008, 5:33 pm

Ton escreveu:
1 - Os Textos que me apresenta como violador deles, só se for com base nas SUAS teorias caducas; pois tal como eles o são, não os violo em nada, muito pelo contrário, os aplico de forma que não se atritam com as Escrituras, diferente de suas teses ...

julga quem não faz distinção de dias para Deus :
(Romanos 14:4) - Quem és tu, que julgas o servo alheio? ...Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias.
julga quem não guarda o sábado mosaíco :
(Colossenses 2:16) - Portanto, ninguém vos julgue ... ou dos sábados,

você é um desrespeitador destes mandamentos da nova aliança .

2 - Se "santificar o nome de DEUS" é o contrário de "usá-lo em vão", então "seja feita a TUA Vontade assim na Terra como no Céu" é o contrário de ser "profanador do quarto mandamento". Qualquer recém-convertido sabe disso, menos tipos que tem mente cauterizada por teorias caducas.

você está tão fora da realidade, que nem sabe mais o 'mundinho' em que você vive , o 'qualquer convertido sabe disto' não abrante 98% dos cristãos que nunca foram sabatistas e que entendem perfeitamente a lei divina , ao contrário de vocês . Sua comparação é outra sem noção , santificar um nome É o exato contrário de usá-lo em vão , santificar é moralizar , venerar , dar valor , e usar em vão é antônimo , desvalorizar , não venerar , desvalorizar . Mas a vontade de Deus na terra É , a que ele explanou em colossenses 2:17 e Romanos 14 , aqueles mandamentos que você descumpre .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Dom 14 Dez 2008, 7:48 pm

Articulador escreveu:
Ton escreveu:1 - Repetir 'argumentos' furados é de sua praxe. Ele aboliu na cruz a lei dos mandamentos, mas essa interpretação fajuda só tem aplicação literal quando o assunto é sábado; quando o assunto é as leis MOSAICAS mais importantes, ou até mesmo a lei MOISAICA que proibe a tatuagem, rápidim o ritmo muda de nota.
que bom que admitiu , aboliu mesmo a lei mosaíca na cruz , portanto não preciso de interpretação fajuta quando o nt é literal assim . E deixe de mentir , nunca disse que tatuagem é proibida e sim que não convém , e muito menos me vali da envelhecida , e que para nada serve , lei de Agar . Para isto temos claro ensinos neotestamentários sobre a não conveniência de estragar nosso corpo , ou causar escandalo .
A única coisa que minha "admissão" admitiu foi a parcialidade de sua intepretação caduca e contraditória.
"Não convir" é o mesmo de "não faça, pois a Bíblia não aprova".
O que seria proibido diante da afirmação de Paulo "Tudo é lícito" ?
Me polpe né, fi?

Articulador escreveu:
2 - Quer que eu REPITA a parte do salmo em que o salmista trata como amigo aqueles que lhe faziam mal? Por favor, vá se tratar dessa aminésia proposital sua.
"Levantam-se testemunhas maliciosas; interrogam-me sobre coisas que eu ignoro. Tornam-me o mal pelo bem, causando-me luto na alma. Mas, quanto a mim, estando eles enfermos, vestia-me de cilício, humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito. Portava-me como o faria por meu amigo ou meu irmão; eu andava encurvado e lamentando-me, como quem chora por sua mãe" (Sl 35:11-14).
trata-se apenas e tão somente de uma mentira sua , os versos acima tratam do momento ANTES de das pessoas referidas se levantarem como 'testemunhas maliciosas' , o que é facilmente entedido por simplesmente ler .

o salmo começa com Davi pedindo a destruição deles :
(Salmos 35:8) - Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição.
termina pedindo a vergonha deles :
(Salmos 35:26) - Envergonhem-se e confundam-se à uma os que se alegram com o meu mal; vistam-se de vergonha e de confusão os que se engrandecem contra mim.
"ANTES" ??? Outra invenção sua ... Se fôsse antes a ordem seria:
1 - Sl 35:11-14
2 - Sl 35:8
3 - Sl 35:26

E não é como está acima.
8 < 11 < 26.

Articulador escreveu:
3 - Quem trata alguém como amigo, ama e ora por ele. Usa meio-neuronio que é o suficiente para entender isso.

falácia braba .
você pode tratar qualquer pessoa amigavelmente sem o amar .
Então você não sabe o que é um AMIGO de verdade.
Pois "o amigo ama a todo tempo".


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Luís em Dom 14 Dez 2008, 7:54 pm

Amigo ama, odeia. Amigo é gente!


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."

Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Ton em Dom 14 Dez 2008, 8:01 pm

Articulador escreveu:
Ton escreveu:
1 - Os Textos que me apresenta como violador deles, só se for com base nas SUAS teorias caducas; pois tal como eles o são, não os violo em nada, muito pelo contrário, os aplico de forma que não se atritam com as Escrituras, diferente de suas teses ...

julga quem não faz distinção de dias para Deus :
(Romanos 14:4) - Quem és tu, que julgas o servo alheio? ...Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias.
julga quem não guarda o sábado mosaíco :
(Colossenses 2:16) - Portanto, ninguém vos julgue ... ou dos sábados,

você é um desrespeitador destes mandamentos da nova aliança .
Quanto à Cl 2, quem Julga é a Própria Palavra ... Ela é que é o Juíz. E o sábado do quarto mandamento não é sombra de coisas futuras, e sim de coisas passadas relacionadas à Criação.
Rm 14 não está relacionado há Leis do VT, prova disso é que você até hoje não me mostrou onde tá a lei do VT que manda comer só legumes ...


Articulador escreveu:
2 - Se "santificar o nome de DEUS" é o contrário de "usá-lo em vão", então "seja feita a TUA Vontade assim na Terra como no Céu" é o contrário de ser "profanador do quarto mandamento". Qualquer recém-convertido sabe disso, menos tipos que tem mente cauterizada por teorias caducas.

você está tão fora da realidade, que nem sabe mais o 'mundinho' em que você vive , o 'qualquer convertido sabe disto' não abrante 98% dos cristãos que nunca foram sabatistas e que entendem perfeitamente a lei divina , ao contrário de vocês . Sua comparação é outra sem noção , santificar um nome É o exato contrário de usá-lo em vão , santificar é moralizar , venerar , dar valor , e usar em vão é antônimo , desvalorizar , não venerar , desvalorizar . Mas a vontade de Deus na terra É , a que ele explanou em colossenses 2:17 e Romanos 14 , aqueles mandamentos que você descumpre .
Primeiro que seu critério é fajudo:
Uma MENTIRA dita por 3bilhões e meio de pessoas nunca se tornará uma VERDADE.
Segundo que o argumento que eu usei é da mesma linha que o seu:
- Se DEUS dentre 10 dos Mandamentos que DEUS escreveu com o Próprio Dedo, somente 9 são "fazer a vontande de DEUS tanto na terra como no céu" ?

Deixa de ser preconceituoso, "crente" ...


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Convidad em Seg 15 Dez 2008, 3:18 am

Ton escreveu:
Articulador escreveu:
Ton escreveu:1 - Repetir 'argumentos' furados é de sua praxe. Ele aboliu na cruz a lei dos mandamentos, mas essa interpretação fajuda só tem aplicação literal quando o assunto é sábado; quando o assunto é as leis MOSAICAS mais importantes, ou até mesmo a lei MOISAICA que proibe a tatuagem, rápidim o ritmo muda de nota.
que bom que admitiu , aboliu mesmo a lei mosaíca na cruz , portanto não preciso de interpretação fajuta quando o nt é literal assim . E deixe de mentir , nunca disse que tatuagem é proibida e sim que não convém , e muito menos me vali da envelhecida , e que para nada serve , lei de Agar . Para isto temos claro ensinos neotestamentários sobre a não conveniência de estragar nosso corpo , ou causar escandalo .
A única coisa que minha "admissão" admitiu foi a parcialidade de sua intepretação caduca e contraditória.
"Não convir" é o mesmo de "não faça, pois a Bíblia não aprova".
O que seria proibido diante da afirmação de Paulo "Tudo é lícito" ?
Me polpe né, fi?

sua falta de educação não é interpretação bíblica , você mentiu ao afirmar que eu usei a torá para negar a tatuagem , não estamos debatendo tatuagem e sua conveniência , eu estou é desbaratando uma mentira .

Articulador escreveu:
2 - Quer que eu REPITA a parte do salmo em que o salmista trata como amigo aqueles que lhe faziam mal? Por favor, vá se tratar dessa aminésia proposital sua.
"Levantam-se testemunhas maliciosas; interrogam-me sobre coisas que eu ignoro. Tornam-me o mal pelo bem, causando-me luto na alma. Mas, quanto a mim, estando eles enfermos, vestia-me de cilício, humilhava-me com o jejum, e orava de cabeça sobre o peito. Portava-me como o faria por meu amigo ou meu irmão; eu andava encurvado e lamentando-me, como quem chora por sua mãe" (Sl 35:11-14).
trata-se apenas e tão somente de uma mentira sua , os versos acima tratam do momento ANTES de das pessoas referidas se levantarem como 'testemunhas maliciosas' , o que é facilmente entedido por simplesmente ler .

o salmo começa com Davi pedindo a destruição deles :
(Salmos 35:8) - Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição.
termina pedindo a vergonha deles :
(Salmos 35:26) - Envergonhem-se e confundam-se à uma os que se alegram com o meu mal; vistam-se de vergonha e de confusão os que se engrandecem contra mim.
"ANTES" ??? Outra invenção sua ... Se fôsse antes a ordem seria:
1 - Sl 35:11-14
2 - Sl 35:8
3 - Sl 35:26

E não é como está acima.
8 < 11 < 26.

barbaridade , é como debater com criança , agora você quer que o texto siga a ordem que te apraz . O tira-teima é simples :
(Salmos 35:1) - PLEITEIA, SENHOR, com aqueles que pleiteiam comigo; peleja contra os que pelejam contra mim.
(Salmos 35:2) - Pega do escudo e da rodela, e levanta-te em minha ajuda.
(Salmos 35:3) - Tira da lança e obstrui o caminho aos que me perseguem; dize à minha alma: Eu sou a tua salvação.
(Salmos 35:4) - Sejam confundidos e envergonhados os que buscam a minha vida; voltem atrás e envergonhem-se os que contra mim tentam mal.
(Salmos 35:5) - Sejam como a moinha perante o vento; o anjo do SENHOR os faça fugir.
(Salmos 35:6) - Seja o seu caminho tenebroso e escorregadio, e o anjo do SENHOR os persiga.
(Salmos 35:7) - Porque sem causa encobriram de mim a rede na cova, a qual sem razão cavaram para a minha alma.
(Salmos 35:8) - Sobrevenha-lhe destruição sem o saber, e prenda-o a rede que ocultou; caia ele nessa mesma destruição.
(Salmos 35:9) - E a minha alma se alegrará no SENHOR; alegrar-se-á na sua salvação.
(Salmos 35:10) - Todos os meus ossos dirão: SENHOR, quem é como tu, que livras o pobre daquele que é mais forte do que ele? Sim, o pobre e o necessitado daquele que o rouba.
(Salmos 35:11) - Falsas testemunhas se levantaram; depuseram contra mim coisas que eu não sabia.
(Salmos 35:12) - Tornaram-me o mal pelo bem, roubando a minha alma.
(Salmos 35:13) - Mas, quanto a mim, quando estavam enfermos, as minhas vestes eram o saco; humilhava a minha alma com o jejum, e a minha oração voltava para o meu seio.
(Salmos 35:14) - Portava-me como se ele fora meu irmão ou amigo; andava lamentando e muito encurvado, como quem chora por sua mãe.
(Salmos 35:15) - Mas eles com a minha adversidade se alegravam e se congregavam; os abjetos se congregavam contra mim, e eu não o sabia; rasgavam-me, e não cessavam.
(Salmos 35:16) - Com hipócritas zombadores nas festas, rangiam os dentes contra mim.
(Salmos 35:17) - Senhor, até quando verás isto? Resgata a minha alma das suas assolações, e a minha predileta dos leões.
(Salmos 35:18) - Louvar-te-ei na grande congregação; entre muitíssimo povo te celebrarei.
(Salmos 35:19) - Não se alegrem os meus inimigos de mim sem razão, nem acenem com os olhos aqueles que me odeiam sem causa.
(Salmos 35:20) - Pois não falam de paz; antes projetam enganar os quietos da terra.
(Salmos 35:21) - Abrem a boca de par em par contra mim, e dizem: Ah! Ah! os nossos olhos o viram.
(Salmos 35:22) - Tu, SENHOR, o tens visto, não te cales; Senhor, não te alongues de mim:
(Salmos 35:23) - Desperta e acorda para o meu julgamento, para a minha causa, Deus meu e Senhor meu.
(Salmos 35:24) - Julga-me segundo a tua justiça, SENHOR Deus meu, e não deixes que se alegrem de mim.
(Salmos 35:25) - Não digam em seus corações: Ah! alma nossa! Não digam: Nós o havemos devorado.
(Salmos 35:26) - Envergonhem-se e confundam-se à uma os que se alegram com o meu mal; vistam-se de vergonha e de confusão os que se engrandecem contra mim.


Davi começa relatando como foi traido por seus amigo , no verso 13/15 ele diz diz que esta traição não tinha razão porque (MAS) ele fazia o bem para estes , e CONTINUA pedindo que Deus os penalizasse .

Articulador escreveu:
3 - Quem trata alguém como amigo, ama e ora por ele. Usa meio-neuronio que é o suficiente para entender isso.

falácia braba .
você pode tratar qualquer pessoa amigavelmente sem o amar .
Então você não sabe o que é um AMIGO de verdade.
Pois "o amigo ama a todo tempo".

'tratar amigavelmente' , levítico não fala em 'amar a todo o tempo' , e sim 'ajude a tirar o boi da cova' . seja um pouquinho mais verídico nas suas retrancas .

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Vigência das Leis mosaícas - parte I

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 12:33 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 40 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 21 ... 40  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum