.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 10:47 pm por Lit San Ares

» A eleição torna-nos robôs?
Ontem à(s) 10:29 pm por Lit San Ares

» DESAFIO AOS DO LIVRE ARBITRIO
Ontem à(s) 9:45 pm por Lit San Ares

»  Endurecimeto do Faraó
Ontem à(s) 8:44 pm por Lit San Ares

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 7:44 pm por Jarbas

»  Arqueólogos encontram selo que comprova veracidade de histórias da Bíblia
Ontem à(s) 4:46 pm por Cartman

» Golpe é o cacete, agora é golpe no golpe!
Ontem à(s) 3:27 pm por David de Oliveira

» Consequências da Reeleição
Ontem à(s) 10:02 am por EVANGELISTA/RJ/MSN

» O homem na lua...
Qui 01 Dez 2016, 11:38 pm por Khwey

Quem está conectado
36 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 35 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Entrevista com lucifer.

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por vitorA em Qua 16 Maio 2012, 4:35 pm

Paz,silvamelo

Eu já li o suposto livro de enoque,e o que ele afirma nada tem a ver com as escrituras.
por certo o Enoque que Judas menciona,nada tem a ver com o livro que circula por aí,e se os seus escritos fossem inspirados,certamente quando moisés escreveu acerca dele,os teria mencionado.
Enoque, o sétimo depois de Adão é apenas uma figura do arrebatamento,e por ser o sétimo profetizou acerca disso mesmo;assim como Enos que era o terceiro,e a partir daí se começou a invocar ao senhor,figura de cristo,a partir do 3º dia,se começou a invocar ao senhor,em espirito e em verdade.
Isto é predestinação,homens predestinados por Deus,para que suas vidas fossem autênticas parábolas.

Quanto a ser calvinista está equivocado,porque nunca li a respeito dos seus ensinos,no entanto se Ele falava da mesma forma que nós, significa que também era Cristão.

Mas olhemos para as escrituras,porque essas são inspiradas e guardadas por DEUS.

No princípio era o verbo e o verbo estava com Deus e o verbo era Deus, e com Ele estavam todos os deuses, ou seja, os filhos de Deus. Antes de se manifestar ao mundo Jesus já existia, assim também todos os que são de Deus, estavam com Ele junto do Pai.

Rm. 8:29 … os que dantes conheceu, também predestinou para serem conformes á imagem de seu filho.

Como pode Deus pode conhecer o que não existe?



Deus não está falando que os viu de longe, mas que os conheceu. A verdade é que o filho de Deus sempre esteve com o Pai até ao dia em que o enviou á terra e fez dele alma vivente á semelhança da manifestação de Cristo. Repara no que Deus diz a Jó.

Jó 38:7-21 Quando as estrelas da alva juntas cantavam alegremente, e todos os filhos de Deus rejubilavam, … de certo tu o sabes, porque já eras nascido e grande é o número dos teus dias.



Se leres com atenção Deus está a revelar a Jó como foi a construção do universo e diz que antes que este fosse criado, lá estavam a cantar as estrelas, ou seja os anjos, e também todos os filhos de Deus assistiam a esta grande obra e rejubilavam.

E se eram todos, então não faltava nenhum, e claro, tu que crês também lá estavas. E confirma que jó também lá estava e que a sua idade é incontável, isto apesar de não poder lembrar-se, pois nós vivemos pela fé á semelhança de Jesus. Também o sábio Salomão confirma esta verdade quando fala que no princípio, tudo foi criado por meio da sabedoria (Jesus) de Deus.

Pv. 8:29-31 Quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não passassem o seu mandato, quando compunha os fundamentos da terra, então eu (a sabedoria), estava com Ele e era o seu arquitecto, dia após dia, eu era as suas delicias, … regozijando-me no seu mundo habitável a achando as minhas delicias com os filhos dos homens.

Repara que o mundo ainda estava a ser construído e Adão ainda não tinha vindo ao mundo, então quem são estes filhos dos homens com que a sabedoria (Jesus) se alegrava? São irmãos daquele que é chamado o filho do homem. Mas alguns dirão: estes são anjos e não filhos. Mas Deus jamais chamou aos anjos de filho. Isso é negar a própria escritura que diz: …a qual dos anjos disse: tu és meu filho, hoje te gerei.

E outra vez:

Hb. 1:5 Eu lhe serei por Pai, e ele me será por filho.

Vê como foi a tua entrada no mundo.

Gn. 2:7 E formou o Senhor Deus, o homem do pó da terra e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida e tornou-se alma vivente (ser humano).

Tudo foi criado em seis dias, e a partir dai nada mais foi criado e Deus descansou de todas as suas obras. Deus não te criou no ventre de tua mãe, isso é resultado de quando Deus ordenou a todas as gerações (Multiplicai-vos), mas tu já existias com Deus e no momento da ordem ser cumprida, foste soprado e o teu corpo pôde viver.

Repara no que Jó dizia:

Jó 10:11De pele me vestiste e de ossos e nervos me cobriste.

E vê como será na tua morte:

Ecl. 12:7 E o pó volte ao pó, como o era, e o espírito volte a Deus que o deu.

Ou seja: O pó volte á sua origem que é a terra, e o espírito volte de onde veio, que é o céu. Porém nem todos os homens são de Deus e nem todos tiveram esta preexistência. Pois a escritura fala de duas gerações que são inimigas desde a sua origem, são de mundos diferentes. Pois uma tem origem terrena, outra celeste. Vamos ver como tudo começou:

Mt. 13:37-40 O que semeia a boa semente é o filho do homem. O campo é o mundo, e a boa semente são os filhos do reino, o joio são filhos do maligno e o inimigo que o semeou é o diabo.

A ceifa é o fim do mundo e os ceifeiros são os anjos. Assim como o joio é colhido e lançado no fogo, assim será na consumação deste mundo. Repara que a escritura diz que as sementes são pessoas, e não outra coisa qualquer, e que já existiam antes de ser semeados neste mundo e que são filhos de origens diferentes. Diz que existem dois semeadores e dois tipos de filhos. O joio nunca foi boa semente e a boa semente nunca foi joio. Por isso a escritura fala muitas vezes na ovelha e no bode; no justo e no injusto; na árvore boa e na árvore má. No santo e no pecador; nos filhos de Deus e nos filhos do diabo.

E desde o princípio que a escritura dá testemunho disso, repara.

Gn. 3:15 porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e o seu descendente,…

Depois de Deus fazer Adão e Eva seres humanos, o diabo, que é o semeador mau, serviu-se de Eva para gerar uma descendência maligna, a qual seria inimiga da descendência de Deus para sempre.

1 Jo. 3:12 não sendo como Caim que era do maligno e por isso matou o seu irmão.

As duas sementes começam aqui, Abel chamado justo, era filho de Deus, boa semente, e por isso Deus atentou para ele, mas Caim filho do diabo, má semente, e por isso Deus não atentou para ele. Aquele que é de Deus inclina-se naturalmente para Deus, mas o ímpio inclina-se naturalmente para o mal, e por isso matou seu irmão, pois pelos frutos se conhecem as árvores Nota o que o João nos ensina:

1 Jo. 3:9 Aquele que é nascido de Deus não vive na prática habitual do pecado, porque a semente (agora sim é a palavra, ou melhor. Cristo) de Deus permanece nele, e não pode continuar pecando, porque é nascido de Deus.

Nisto são manifestos os filhos de Deus e os filhos do diabo, … Eles estão inclinados para o mal, porque a sua natureza é má. Mas vamos seguir estas duas sementes até ao dia de hoje. Depois de Caim matar a seu irmão, foi expulso da presença de Deus, e tanto a semente de Adão como a de Caim, multiplicaram-se, até que um dia:

Gn. 6:1-2Como os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram Formosas, e tomaram para si as mulheres que quiseram.

Aqui se misturaram as duas sementes, vê como a escritura faz diferença dizendo: Filhos dos homens (origem humana) e os filhos de Deus (origem celeste). Pois a boa semente sempre existiu em Cristo, mas a semente má tem a sua origem na criação dos seis dias, em que Deus diz:

Gn. 2:1-2 Assim os céus e a terra e todo o seu exército foram acabados.

Estes céus que a escritura fala, não é o céu dos céus, pois esse sempre existiu, é o mundo de Deus e dos seus filhos. Mas é o céu físico e o céu espiritual do reino das trevas, e por isso fala nos seus exércitos, que pertencem ao maligno. E foi nestes seis dias que o diabo e a sua semente foram criados Pois os anjos estavam presentes quando Deus criou o mundo como vimos em Jó 38:7

Is. 54:16 … fui Eu que criei o assolador, para destruir.

Pv. 3:4 Deus criou tudo com um propósito, até o ímpio para o dia do mal.

Tanto o diabo, como o ímpio, não foram criados para serem salvos, mas para serem destruídos. Mas, voltemos á história da humanidade. Quando a maldade se multiplicou sobre a terra por causa da mistura das sementes, Deus escolheu Noé, e este era justo (de Deus), para enviar por meio deste o dilúvio e destruir toda a humanidade. Porém sem se esquecer dos seus, e por isso nos dias de seu filho, foram resgatados.

1 Pd. 3:18-20… no qual foi e pregou aos espíritos em prisão, os quais noutro tempo foram rebeldes quanto á paciência de Deus, que esperava nos dias de Noé, …

Até estes foram salvos pelo cordeiro anunciado desde o jardim Éden. De repente uma luz brilhou no vale da sombra e da morte, a fim de os transladar para Deus.

Apesar de serem desobedientes, jamais esta semente se pode perder. Mas voltando a Noé. Através dele a terra começou novamente a ser povoada, uma nova geração surgiu, mas mais uma vez lá estava a geração maldita.

Gn. 9:25 Maldito seja Canaã! Servo dos servos seja de seus irmãos.

E assim cresceram e tornaram-se a misturar as duas sementes, e por isso Deus voltou a escolher outro homem a fim de fundar uma nação eleita e santa.

Gn. 22:16-18 … por Mim, diz o Senhor, … te abençoarei e te multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu e como a areia que está na praia no mar. … e em tua descendência serão benditas todas as nações.

Foi por esta descendência que Cristo veio e não por qualquer outra, pois existiam tantas outras no tempo de Abraão. E é por isso que nós os que cremos somos chamados os descendentes de Abraão.

Gl. 3:6-14 … sabei pois, que os que são da fé, é que são filhos de Abraão, … de sorte que os que são da fé, são benditos como o crente Abraão, … Jesus nos resgatou para a bênção de Abraão.

Repara na característica dos eleitos, só esses possuem fé, conforme diz Paulo a Tito.

Tito 1:1 Paulo, servo de Deus, … para promover a fé que é dos eleitos.

Pois sendo a fé um dom de Deus, só o tem a quem Deus dá, por isso a indiferença de Deus a Caim e o seu amor a Abel. Claro que estamos a falar duma geração espiritual e não humana, pois segundo a natureza humana nada difere dos outros homens, mas quando Deus faz ouvir a sua voz, os seus seguem-no, mas os outros tornam-se anticristos para que se cumpra a promessa que Deus ordenou no Éden ( porei inimizade…). Assim acontece quando o lavrador semeia o trigo, mas quando nasce, também aparece o joio mesmo sem ele o ter semeado, e em pequeno passa despercebido como se fosse também trigo. Porém, ao crescer é facilmente identificado, e o seu fim é ser arrancado a lançado na fogueira. Como já disse, uns são gerados de forma natural, mas outros de forma espiritual. Pois embora todos sejam espírito, uns são de origem terrena e por isso só entendem das coisas terrenas.

E por isso o próprio diabo só entende das coisas humanas e só pode exercer o seu domínio por meio das coisas terrenas. Mas, das duas naturezas vê o que Paulo nos revela:

Gl. 4:22-31…Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre. Todavia, o que era da escrava nasceu segundo a carne, mas o que era da livre segundo o espírito, por promessa, … como aquele que era gerado segundo a carne perseguia o que era gerado segundo o espírito, assim o é agora. Contudo diz a escritura: lança fora a escrava e o seu filho, porque de modo algum o filho da escrava será herdeiro com o filho da livre. E assim, irmãos, somos filhos não de escrava, mas da livre.

Toma atenção: a Agar representa aquela que gera seres humanos, mas Sara, aquela que gera filhos de Deus. Pois Ismael foi feito de forma natural, mas Isaac foi dado por Deus por promessa, por um milagre visto que Sara era estéril. Um foi feito pela força de Abraão, mas outro pelo poder de Deus; um foi obra de Abraão, outro foi obra de Deus. E como podes ver a velha promessa lá estava, pois Ismael perseguia Isaac. E logo avisa que isso aconteceu não só naquele tempo, como agora também será assim. Os eleitos sempre serão perseguidos pela semente má .

E por fim diz o que tenho vindo a ensinar, Ismael, embora sendo descendente de Abraão, ficou fora da herança, que consiste na vida eterna. Pois torno a dizer, não é a semente humana que conta para Deus, mas a semente espiritual que foi semeada por Cristo. Atenta para as palavras de Jesus:

Jo. 3:6 Aquele que é nascido da carne é carne e aquele que é nascido do Espírito é espírito.

Jesus está dizendo que só aquele que nascido pela obra do Espírito, é espiritual, mas aquele que nasce de forma natural é humano. Um é de cima e outro é de baixo. E só aquele que é nascido do Espírito é que pode tornar a nascer de novo, porque o outro jamais poderá, porque é a sua própria natureza espiritual é carnal. Ele não morreu como nós espiritualmente. Não foi destituído da glória. Pois só é separado aquele que já esteve junto; Só é reconciliado aquele que já esteve unido; Só é desgarrado aquele que já esteve no rebanho; etc. …

Simplesmente, eles já foram criados mortos espiritualmente, ainda antes de nascerem. A morte é o seu reino (onde nós já estivemos), são filhos do abismo, e por isso Jesus dizia que judas era um diabo. Vejamos outro caso idêntico com Isaac, que da sua esposa saíram gémeos com naturezas diferentes. E por isso foram tratados por Deus de forma diferente.

Rm. 9:10-13 Rebecca, quando concebeu de Isaac, não tendo os gémeos ainda nascido, nem tendo feito o bem ou o mal ( para que o propósito de Deus, segundo a eleição ficasse firme, e não por causa das obras, mas por aquele que chama), foi dito: Amei Jacó e odiei Esaú.

Vê, aqui está a razão porque nós nos chamamos igreja dos eleitos, porque Deus é um Deus que elege. Repara como Deus fez diferença. A um amou e a outro odiou, ainda antes deles nascerem, ou terem feito bem ou mal. Deus só não faz distinção dos que crêem.

Depois confirma que Deus fez isso para que o propósito de Deus segundo a eleição ficasse firme, e não porque viu as obras que eles haveriam de fazer. E lembra-te que depois mais tarde, quando ele pecou, de nada serviu o seu arrependimento.

Hb. 12:16-17 Ninguém seja devasso ou profano como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito á primogenitura. Bem sabeis, que querendo ele ainda herdar a bênção, foi rejeitado, e não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscasse.

E porque não foi perdoado? Foi por causa do que fez? Mas não fez Davi coisas piores? A razão foi esta:

Odiei Esaú. Ml. 1:2-4…não foi Esaú irmão de Jacó? Diz o Senhor. Todavia amei Jacó e odiei Esaú, e fiz dos seus montes uma desolação, e dei a sua herança aos chacais do deserto. Ainda que Edom sua descendência diga: Empobrecidos estamos, tornemos a edificar os lugares no deserto, assim diz o Senhor: Eles edificarão e Eu destruirei.

Deus está irado eternamente contra ele e a sua semente, porquê? Porque são semente do diabo.

No entanto Jacó enganou Esaú várias vezes, e Deus protegeu-o e abençoou-o, indo mesmo contra a lei, pois a herança pertencia a Esaú por direito. Nós, porém, somos os verdadeiros judeus, o verdadeiro Israel, descendentes de Jacó, e não aqueles que habitam na Judeia. Assim como a verdadeira circuncisão (sinal que identificava os judeus) não é aquela que era feita na carne, mas sim no espírito. Rm. 2:28-29 Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão o que é na carne. Mas é o judeu o que o é no interior, e circuncisão o que o é no coração, não da letra, cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus. Mas quê, o projecto de Deus falhou? Claro que não, pois tudo isto foi determinado ainda antes da fundação do mundo e o que aconteceu e está a acontecer, é obra de Deus, para confundir os sábios. Rm. 9:6-8 Não que a palavra de Deus haja falhado. Mas nem todos os que são de Israel são israelitas. Nem por serem descendência de Abraão são todos filhos. Mas em Isaac será chamada a tua descendência. Isto é, não são os filhos segundo a carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa é que são contados como descendência. É este o segredo que esteve oculto desde a eternidade.

Os verdadeiros filhos de Deus, são aqueles como Isaac que foram dados a Abraão como promessa, isto é, pelo poder do Espírito e por isso são espirituais. E não como Ismael que foi gerado segundo a carne, isto é, fruto de um ajuntamento de um homem e de uma mulher. Voltemos aos dias de Jacó, que é Israel. Sabemos que dele vieram os doze patriarcas, que constituem o povo de Israel. Vê o que Deus diz dele. Lv. 20:26 Sereis para mim santos, porque Eu, o Senhor, Sou santo, e vos separarei para serdes meus. E outra vez: Dt. 14:2 …sois povo santo ao Senhor vosso Deus. O Senhor vos escolheu dentre todas as nações que há na face da terra, para lhe serdes o seu próprio povo. Aqui está novamente Deus a fazer diferença e a revelar a doutrina da eleição. Pois nenhum gentio tinha parte com Israel, nem com as alianças, promessas, nada.

E vê o que Deus fazia àqueles que estavam no seu caminho. Nm. 21:34-35 Disse o Senhor a Moisés: Não o temas, pois eu o dei nas tuas mãos, a ele e a todo o seu povo e sua terra. … de tal maneira feriram, a ele e a seus filhos e a todo o seu povo, que nenhum deles escapou,… Outra vez: Js. 6:21 Tudo o que havia na cidade destruiu a fio de espada, homem, mulher, menino e velho, ovelhas jumentos. Também Samuel diz: Sm. 15:3-23 Vai agora e fere a Amaleque, e destrói tudo o que tiver. Nada poupes; matarás os homens e as mulheres, os meninos e as crianças de peito, bois e as ovelhas, … Mas porque Deus fazia isto? Isto parece uma acção cruel? Isto acontecia porque era geração do diabo, e no reino espiritual, quer da luz ou das trevas, não existem crianças. Sim, Deus matava os povos, já para mostrar qual o destino desta semente.

É destes que Jesus dirá que nunca os conheceu, e por isso desde o princípio Deus ordenava ao seu povo não se misturassem com eles. Dt. 7: 2-3 E quando o Senhor tiver dado as nações diante de ti, totalmente as destruirás. Não farás aliança com elas, nem terás piedade delas. Não te aparentarás com elas, nem darás as tuas filhas a seus filhos, nem tomarás as suas filhas para os teus filhos, … Mas de nada serviu o aviso: Esd. 9:2 Tomaram das suas filhas para si e para seus filhos, e assim se misturou a semente santa com os outros povos da terra. Por isso em vez de termos nascido em Israel, viemos nascer neste país em que habitamos, mas isto já aconteceu assim pela vontade de Deus para nos dar a entender que esta não é a nossa pátria.

Mas, quando se manifestou o filho de Deus, a geração de Deus começou a ser reunida. Jo. 11:52 e não somente pela nação, mas também para reunir em um só corpo os filhos de Deus que andavam dispersos. Por isso o salmista diz: Sl. 105:6-43 Ó descendência de Abraão, seu servo, ó filhos de Jacó, seus escolhidos. O Senhor lembra-se perpetuamente da sua aliança, da palavra que ordenou até milhares de gerações, da aliança que fez com Abraão e do juramento que fez a Isaac, Ele o confirmou a Jacó e a Israel por aliança eterna. Esta semente é eterna e jamais se perderá, e se ela se extraviar, Deus a trará de volta. Todos estes ao ouvirem a voz de Deus reagirão, não por querem, mas porque reconhecem Aquele em cuja presença já estiveram, embora nada se lembrem. Jo. 10:4 Quando tira para fora todas as ovelhas que lhe pertencem, vai adiante delas e elas o seguem, porque reconhecem a sua voz.

Repara que diz todas as que lhe pertencem, só estas podem reconhecer a sua voz. Pois que milagre é este de amar alguém que nunca viu e até de dar a vida por alguém que não conhece? Só estes têm esta capacidade. Agora compreenderás porque Jesus afirmava certas frases, como: Jo. 8:47 Quem é de Deus ouve as palavras de Deus (mas á outra semente diz), o motivo porque não ouvis é porque não pertenceis a Deus. Aos fariseus dizia: Jo. 10:26 Vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas, elas ouvem a minha voz e me seguem, Eu as conheço e lhes dou a vida eterna e jamais perecerão. Eles não podiam crer, não podiam conhecer a sua voz, pois o seu pai é outro e por isso numa discussão com Jesus, eles diziam: Nós somos filhos de Abraão. E Jesus dizia: se fosseis filhos de Abraão, fareis as obras de Abraão. Vós fazeis as obras do vosso pai. E eles diziam: O nosso pai é Deus. E Jesus dizia: Se Deus fosse vosso Pai, vós iríeis me amar, porque Eu vim Dele. Porque razão não me compreendeis, e não podeis suportar a minha palavra? Então Cristo dá a resposta: Vós sois do diabo, que é o vosso pai, e vós quereis satisfazer-lhe os seus desejos.

Ver em Jo.8: 39-44 Ora, isto é profundamente esclarecedor, e por isso o salmista diz: Sl. 58:3-5 Desviam-se os ímpios desde a madre, andam errados desde que nascem proferindo mentiras. Têm veneno semelhante ao da serpente, são como a víbora surda que tapa os ouvidos, para não ouvir a voz dos encantadores, nem mesmo do encantador perito em encantamentos. Eles são filhos da velha serpente, têm o mesmo veneno, e não há profeta que os possa convencer da verdade, nem que fosse o próprio Jesus, e porquê?

Porque tudo isto é obra de Deus, e a vara que Deus usa é o diabo. Jo. 12:37-40 E embora tivesse feito tanto sinais na sua presença, não creram Nele, para que se cumprisse a palavra do profeta Isaías que diz: Senhor quem creu na nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Por isso não podiam crer, porque Isaías disse ainda: Deus cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, para que não vejam com os olhos e entendam com o coração, e se convertam e sejam por mim curados. É por isso que eles não se podem converter, Deus os cegou, e não se revelou a eles, e por isso Jesus cheio de alegria dizia: Graças te dou ó Pai, porque escondestes estas coisas aos grandes e a revelastes aos pequenos, sim ó Pai, porque assim te aprouve. Pois é Ele que esconde e é Ele quem revela. Mas com a semente santa diz: Perdoarei os seus pecados e todos me conhecerão desde o maior ao menor. Esta aliança trata-se precisamente de nos abrir os olhos e os ouvidos e de nos dar um coração para que o possamos conhecer, e só a semente santa tem este privilégio. Muito mais poderia escrever sobre este assunto, mas não é pelo escrever que os eleitos vêm á salvação, mas pelo poder de Deus.

E por isso, para terminar deixo algumas passagens sobre a geração eleita Sl.37:37:25-28 …nunca vi o justo desamparado, nem a sua semente mendigar o pão. … a sua semente é abençoada. … Eles serão perseverados para sempre; mas a semente dos ímpios será arrancada. 2 Pd. 2:12-14 Mas estes, como animais irracionais, seguem a natureza, foram criados para serem presos e mortos, … são filhos da maldição. Eles vieram ao mundo com este propósito: serem presos e mortos duas vezes, porque são filhos malditos. Sl. 18:50 Porque Deus está na linhagem dos justos. Sl 89:4,29,36 A tua semente estabelecerá para sempre,.. Conservarei para sempre a sua semente, … a sua semente durará para sempre. 1 Pd. 2:9 Mas vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, … 1 Pd. 2:8 Cristo é uma pedra de tropeço e uma rocha de escândalo para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes, mas para isto foram destinados.

Vês, foram destinados para isso. Jo. 6:70 Não escolhi Eu os doze? Contudo um é um diabo Pois assim como somos á imagem e semelhança do nosso Pai, também eles são á imagem e semelhança de seu pai. Sl. 65:4 Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes e fazes chegar a ti, para que habite em teus átrios. Jo. 15:16 Não fostes vós que me escolhestes, mas fui Eu que vos escolhi, … 2 Tm. 1:9 Ele nos salvou e nos chamou para uma santa vocação, não segundo as nossas obras, mas segundo o seu propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos eternos. Esta é a palavra da cruz que escandaliza e provoca divisões, entre os amigos e a família, pois ao ser anunciada revela-se o coração dos homens, e por isso Jesus veio para dividir o joio do trigo. E muitas vezes o joio está dentro da nossa casa. Efe. 1:4-11 Deus nos escolheu Nele antes da fundação do mundo, …e nos predestinou par Ele, …desvendando-nos o mistério da sua vontade, …predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade. É este o motivo da nossa igreja se chamar a igreja dos eleitos, e de sermos tão poucos.

Pois são poucos aqueles que encontram a porta da vida e poucos são os que são enviados á terra em cada geração. Jr. 3:14 Convertei-vos ó filhos rebeldes, porque Eu vos desposarei e vos tomarei um de uma cidade, e dois de uma geração, e vos levarei a Sião. Mais uma vez digo: Tanto Cristo como os que lhe pertencem, têm a mesma origem, vieram todos do mesmo lugar, e por isso Jesus chama-os de irmãos. Hb. 2:10-11 Porque convinha que Aquele, para quem são todas as coisas, e mediante quem tudo existe, trouxesse muitos filhos á glória, pelas aflições se consagrasse o príncipe da salvação deles. Porque, tanto o que santifica, como os que são santificados, vêm todos de um só, por isso não se envergonha de chamá-los de irmãos. A diferença Dele para nós é que Ele é o primogénito de toda a criação, a quem pertence a herança, por quem Deus fez tudo e tudo subsiste Nele, Ele que se deu por nós o Pai o constituiu Senhor de tudo, quer dos vivos, quer dos mortos, ámen!

O diabo e a sua semente foram criados por nossa causa, ele é o agente da ira que Deus usa, ele é a vara usada para a disciplina. Vê o que Deus fez com Israel. Jz. 3:12 Tornaram os filhos de Israel a fazer o que era mau aos olhos do Senhor, então o Senhor fortaleceu a Eglom, rei dos Moabitas, contra Israel. Repara com os 400 anos de escravidão dos hebreus por meio de Faraó. Rm . 9:17 … Para isto te levantei, para em ti mostrar o meu poder, e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra. Repara que foi Deus que fortaleceu o Faraó á custa do trabalho e da escravidão dos hebreus, para depois o derrubar. Pois ele dá autoridade a quem quer, e retira conforme lhe apraz. Deus deu autoridade a Pilatos para matar Jesus. Por isso Jesus dizia: Jo. 19:11 Nenhuma autoridade terias contra mim se de cima não te fosse dada Também Deus deu autoridade a um mensageiro de Satanás para castigar Paulo, e embora ele suplicasse para que o libertasse, Deus não o atendeu. Pois assim com deu autoridade a Pilatos para que se cumprisse as escrituras acerca do sacrifício do cordeiro, também com Paulo, Deus fez isso para que ele não caísse no orgulho.

Até o diabo só pode fazer alguma coisa se Deus lhe der autoridade. Para fazer mal (ou melhor: o bem) a Jó, teve de pedir licença a Deus. E até no fim dos tempos quando ele se manifestar como a besta, ele só fará e prosperará no seu trabalho, pela autoridade que Deus lhe concederá. Ap. 13:57 Foi-lhe dada uma boca para proferir arrogâncias e blasfémias, e deu-se-lhe autoridade para continuar por 42 meses. … foi-lhe permitido fazer guerra aos santo e vence-los. E deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, língua e nação. Quem poderia dar-lhe poder senão aquele que é mais poderoso do que ele? Ele será o rei desta terra e até irá matar muitos santos, mas tudo pela vontade de Deus, pois não há nada no céu ou na terra que aconteça sem que Deus o consinta.

Mas porque Deus faz isto? Qual é o objectivo do seu projecto? Ele nos enviou a este mundo para sermos aperfeiçoados, como Cristo foi aperfeiçoado, e isto por meio de aflições. Hb. 5:8-9 Embora sendo filho, aprendeu a obediência por meio daquilo que sofreu e tendo sido aperfeiçoado, veio a ser o autor da eterna salvação para todos os que lhe obedecem. Esta é a razão de Deus criar o mal e as trevas. Is. 45:7 Eu formo a luz, e crio as trevas; Eu faço a paz e crio o mal; Eu, o Senhor, faço todas estas coisas. Querendo Deus criar um povo especial, era necessário que todos, sem excepção, provassem a vida e a morte, o bem e o mal, a saúde e a doença, e toda a sorte de aflições, para que saíssem aprovados, não confiando em nada do que os rodeia, mas somente em Deus. Não, meu amigo, Deus nunca falhou, mas é na morte que se revela a vida; é nas trevas que se revela a luz; É na injustiça que se revela o justo; é na fraqueza humana que se revela o poder de Deus; é nas aigrejadoseleitos_com_dversidades que se revela a verdadeira fé em Deus, a firmeza inabalável que Deus pede. A Ele seja dada a glória pelo seu domínio eterno sobre todas as gerações.

vitorA
Banido

Número de Mensagens : 746
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Cal em Qua 16 Maio 2012, 4:43 pm

vitorA escreveu:Eu já li o suposto livro de enoque,e o que ele afirma nada tem a ver com as escrituras...
Você tira o livro de Enoque, o CarlosB o livro de Tiago.

É fácil assim? A Bíblia é um self service aonde cada um pode determinar qual livro é ou não inspirado?

O dia que reduzirem ela apenas a história de José e seus irmãos e a cidade de Nínive me chamem, deus nesses livros é um sujeito bacana.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por vitorA em Qua 16 Maio 2012, 5:17 pm

Cal escreveu:
vitorA escreveu:Eu já li o suposto livro de enoque,e o que ele afirma nada tem a ver com as escrituras...
Você tira o livro de Enoque, o CarlosB o livro de Tiago.

É fácil assim? A Bíblia é um self service aonde cada um pode determinar qual livro é ou não inspirado?

O dia que reduzirem ela apenas a história de José e seus irmãos e a cidade de Nínive me chamem, deus nesses livros é um sujeito bacana.



Olá Cal

O Livro de Enoque não está na Biblia,joão ferreira de Almeida,nem, sequer na Biblia católica, que tem mais seis livros,que a" nossa", no entanto esses livros que faltam,são de inspiração Divina,para quem entende, quanto ao livro de Tiago,esse está lá com o propósito de fazer tropeçar, aqueles que não creem na graça.

vitorA
Banido

Número de Mensagens : 746
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Margaridaportaluz em Qua 16 Maio 2012, 6:14 pm

Gente, acabei de postar sobre os Anunnakis na Sessão de Arqueologia: aleluia!

http://gospelbrasil.topicboard.net/t6409-a-historia-da-humanidade-1-480000-ac-para-100000-ac#142154
humm...
Descubram quem é o Lucifer nesta historia toda...

Margaridaportaluz
SUSPENSO

Número de Mensagens : 38
Idade : 52
Localização : Porto Alegre Rio Grande Do Sul
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Sales em Qua 16 Maio 2012, 10:04 pm

vitorA escreveu:
A escritura nunca trata os anjos de filhos,e sim de espíritos.

Nenhum homem ou mulher foi chamado de filho no Antigo testamento, ...a filiação de Deus para os homens só veio a partir de Jesus Cristo, NEle, somos filhos, Ele é o primogênito de muitos...

Qualquer referência de filhos no antigo testamento se refere unicamente a anjos. Nem mesmo Abraão foi chamado de filho.

Gênesis 6, chama aos anjos de filhos de Deus assim como em Jó 1:6 também ali se refere aos anjos.

Se quiserem esclarecer mais sobre o assunto leia o Livro AS ERAS MAIS PRIMITIVAS DA TERRA, Tomo I e II por G.H. Pember... ...Criei um tópico com o Tomo I em PDF que pode ser visto no link abaixo:

http://gospelbrasil.topicboard.net/t5842-as-eras-mais-primitivas-da-terra-g-h-pember#130016

Nesta obra podemos conferir sobre Lúcifer, agora Satanás, a Rebelião e mais assuntos... ...O Autor, já falecido, G.H. Pember é um homem de Deus com muita propriedade teológica e científica pra tratar dos assuntos abordados em sua obra. Vale a pena conferir.

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Sales em Qua 16 Maio 2012, 10:09 pm

Margaridaportaluz escreveu:Gente, acabei de postar sobre os Anunnakis na Sessão de Arqueologia:

http://gospelbrasil.topicboard.net/t6409-a-historia-da-humanidade-1-480000-ac-para-100000-ac#142154

Descubram quem é o Lucifer nesta historia toda...

Esta abordagem sobre os Anunnakis é mitologia e misticismo... é exatamente o que o Diabo quer que as pessoas acreditem e assim leva a humanidade a crer na farsa ET que prepararam durante os tempos.

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por carlosect em Qua 16 Maio 2012, 10:33 pm

Margaridaportaluz escreveu:Gente, acabei de postar sobre os Anunnakis na Sessão de Arqueologia: aleluia!

http://gospelbrasil.topicboard.net/t6409-a-historia-da-humanidade-1-480000-ac-para-100000-ac#142154
humm...
Descubram quem é o Lucifer nesta historia toda...


Nossa, como satanás tenta confundir o povo, muitos preferem acreditar em histórias de ET a confiar na bíblia.


carlosect
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1532
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por vitorA em Qui 17 Maio 2012, 5:50 am

Paz

Este é o grande mistério,oculto a todos os séculos e gerações,e que agora foi revelado aos Apóstolos, e está sendo revelado aos filhos de DEUS´PELO ESPIRITO, a fim de que conheçam de onde vieram e para onde vão, CRÊS NISTO?


Então, tendo despedido a multidão, foi Jesus para casa. E chegaram ao pé dele os seus discípulos, dizendo: Explica-nos a parábola do joio do campo.
E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente, é o Filho do homem;
O campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno;
O inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos.
Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo.
Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniqüidade.
E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.
Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
Mateus 13:36-43

O que significa reconciliar? não é tornar a colocar em boa relação,aqueles que se haviam separado?neste caso Pai e filhos.

O filho não se pode gerar a si mesmo,tem de ser gerado pelo Pai.
E Ele nos gerou ainda antes da fundação do mundo,por isso uns são filhos de DEUS,e outros são filhos do diabo.

É CLARO QUE SÓ DEUS PODE DAR ENTENDIMENTO PARA COMPREENDER OS SEUS MISTÉRIOS

vitorA
Banido

Número de Mensagens : 746
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/04/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por silvamelo em Qui 17 Maio 2012, 4:00 pm

VitorA escreveu:Eu já li o suposto livro de enoque,e o que ele afirma nada tem a ver com as escrituras.
por certo o Enoque que Judas menciona,nada tem a ver com o livro que circula por aí,
É aí que você se engana! conforme os estudos efetuados até agora podemos observar que o livro de Enoque que temos hoje é bastante consistente com aquele que os apóstolos tinham em mãos, ao que tudo indica pelos manuscritos encontrados na gruta 4 de Qunram, embora existam algumas diferenças em trechos isolados. Isso realmente o desqualifica com canônico, PORÉM não o descarta como referência de estudo:


O Livro de Enoque

O Livro de Enoque (ספר חנוך א') é um dos maiores pseudo-epígrafos, grandemente conhecido pela sua versão em etíope e mais tarde as traduções gregas dos capítulos I-XXXII, XCVII-CI e CVI-CVII, bem como de algumas citações importantes feitas por Georgius Syncellus, o autor bizantino. Teria sido escrito por Enoque, ancestral de Noé, contendo profecias e revelações. O Livro de Judas cita um trecho desta obra .

Em Qumram, foram encontrados na Gruta 4, sete importantes cópias que foram atestadas pela versão Etíope. Estas cópias embora que não idênticas na totalidade foram encontradas em conjunto com cópias do Livro dos Gigantes referenciadas no capitulo IV do Livro de Enoch.

As cópias de Qumram foram catalogadas com as referências 4Q201-2 e 204-12 e fazem parte da herança deixada pela comunidade Nazarita do Mar Morto, em Engedi.

O Livro de Enoque também é chamado de Primeiro Livro de Enoque. Existem outros dois livros chamados de Segundo Livro de Enoque e Terceiro Livro de Enoque, considerados de menor importância.


Datação dos manuscritos

A datação Paleográfica datou estes documentos de Qumram entre 200aC e o fim da era cristã.


Conteúdo da versão aramaica de Qumram

Existem muitos excertos aleatórios no livro que estão descontextualizados ou simplesmente não fazem sentido. Fazendo uma breve referencia ao conteúdo dos excertos que fazem sentido no livro, estes resumem-se da seguinte forma:
* 4Q201 - Enumera os nomes em aramaico dos vinte chefes dos anjos caídos;
* 4Q204 - Relata o milagroso nascimento de Noé cujo paralelismo é notório com o de Génesis Apócrifo e os fragmentos do Livro de Noé.
* 4Q206 - Este é o mais divergente com a versão etíope
* 4Q209 - Chamado Livro Astronómico, é consideravelmente mais longo que a versão etíope.

A secção do Livro dos Gigantes não existe na versão etíope, mas circulava na literatura maniqueísta, talmúdica e medieval Judaica.
Comparação das versões

Existem diferenças notórias, embora que parciais, na estrutura das versões do Livro de Enoque. A parte astrológica é muito mais desenvolvida na versão etíope que na versão de Qumram. Por outro lado a secção do Livro das Parábolas dá mais ênfase a sua especulação a respeito do Filho do Homem na versão do Qumram do que na versão etíope. Existem outra inúmeras divergências estilísticas, colocadas provavelmente pelos diferentes tradutores que trabalharam as obras na altura.
http://www.ocultura.org.br/index.php/Livro_de_Enoque


VitorA escreveu:e se os seus escritos fossem inspirados,certamente quando moisés escreveu acerca dele,os teria mencionado.
Não entendi essa sua colocação. O livro de Gênesis MENCIONA o livro de Enoque e o livro de Judas também! Não há como negar!

VitorA escreveu:Enoque, o sétimo depois de Adão é apenas uma figura do arrebatamento,e por ser o sétimo profetizou acerca disso mesmo;
Segundo a Bíblia Enoque é mais do que uma figura, Enoque é PROFETA:

"E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão," Judas 1:14.

VitorA escreveu:Quanto a ser calvinista está equivocado,porque nunca li a respeito dos seus ensinos,no entanto se Ele falava da mesma forma que nós, significa que também era Cristão.
Interessante! Você é o segundo membro da "igreja dos eleitos" que responde exatamente a mesma coisa quando é indagado a respeito do calvinismo. Respostas formatadas como esta me lembram as táticas usadas pelas impresas de marketing de rede para recrutar participantes.

VitorA escreveu:E se eram todos, então não faltava nenhum, e claro, tu que crês também lá estavas. E confirma que jó também lá estava e que a sua idade é incontável, isto apesar de não poder lembrar-se, pois nós vivemos pela fé á semelhança de Jesus.
Pois eu não concordo com essa estória de pre-existência. Isso aí não é bíblico. Na verdade é preciso manobrar bastante os textos para induzir essa impressão. Somente Jesus é pre-existente. Quanto aos homens, não existe base bíblica para se afirmar isso...

VitorA escreveu:Mas Deus jamais chamou aos anjos de filho. Isso é negar a própria escritura que diz: …a qual dos anjos disse: tu és meu filho, hoje te gerei.
Essa passagem de Hebreus não está negando que OS HOMENS chamavam os anjos de "filhos de Deus" na antiguidade (e só depois passaram a chamá-los de anjos), está apenas mostrando que Jesus é o ÚNICO filho de Deus gerado por Ele. Assim como OS HOMENS chamavam os profetas de "videntes" na antiguidade e só depois passaram a chamá-los de profetas. A Bíblia mesmo mostra isso.

VitorA escreveu: é nas aigrejadoseleitos_com_dversidades que se revela a verdadeira fé em Deus, a firmeza inabalável que Deus pede.
Amigo, se você de fato é um eleito de Deus, isto se dá porque DEUS o elegeu, não porque você faz parte dessa tal de "igreja dos eleitos".

Rapaz, quando eu vejo esse tipo de doutrinação na base da imposição de dogmas e da lavagem cerebral para manter seus membros eu trato logo de me afastar. Não existe denominação portadora da verdade. Todas são dirigidas por homens falhos, que fracassam pela falta de humildade quando querem se passar por donos da verdade. Assim vão se dirigindo cada vez mais para longe da verdade, porque a verdade única é aquela que está na Palavra de Deus. O resto é só interpretação de homens.

Cuidado, Vitor! Jesus o libertou para que você seja livre, não para ser de novo enredado por homens! Lembre-se do alerta que Paulo nos deu:

"Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão." Gálatas 5:1.

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 46
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Sargento em Qui 17 Maio 2012, 8:11 pm

Ah... agora se entende porque Cristo o chamava o pai da mentira...sim senhores!

Mentiu durante toda a entrevista!
Só ele para querer fazer pensar que já foi bom!


Sl 17:8 Protege-me como à menina dos teus olhos...

Um membro da Igreja Dos Eleitos
http://igrejadoseleitos.com/

Sargento
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1211
flag : Portugal
Data de inscrição : 22/03/2012

http://igrejadoseleitos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Qui 17 Maio 2012, 9:39 pm

Silva, não acertou uma, como já é normal.

Sobre o enoque só se conhece a sua profecia e nada mais, e além disso dar uma profecia não faz da pessoa um profeta. Até Caifás, que mandou matar Jesus profetizou, até o burro de Balaão Deus usou, e nem por isso era ministro de Deus.

Mas esse livro dito do enoque, está cheio de erros de idades, datas, e nem sequer foi escrito por ele, e só diz parvoíces como por exemplo de um espírito gerar com uma pessoa de carne, enquanto Jesus veio dizer que os anjos não podem gerar (falando como as famílias humanas casando-se), doutra forma continuavam a fazê-lo. Onde têm eles os espermatozóides? Na algibeira?? O que é espírito é espírito o que é carne é carne.

Por isso até o diabo precisou do corpo de Adão e Eva para gerar a sua descendência conforme está escrito em Génesis 3;1515 - E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente...

E por isso mais tarde Jesus veio a falar dela, dizendo: Vois sois filhos do diabo. Então eles eram filhos de anjos?? Ou foram gerados por um homem e uma mulher??

Paulo diz que Deus nunca chamou filhos aos anjos e é isso que está escrito no original em Génesis 6 e em jó, agora quem não crê diz que é anjos; e assim vai contra o que Paulo diz aos Hebreus.

E vou mostrar mais uma vez está enganado, que também fala dos filhos de Deus no velho pacto, veja:

Salmo 82:6 - Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo.

Ou o Altíssimo não é Deus???

Acabou mais uma vez por dizer que Jesus é mentiroso, pois ele disse que a árvore boa não pode; não pode; não pode dar mau fruto. Se ele era bom e se tornou mau, então Cristo mentiu.

Seja Deus verdadeiro e todo o homem mentiroso!

Engraçado que na bíblia não crêem ,mas nessas fantasias já acreditam.

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Qui 17 Maio 2012, 10:25 pm

Se quiseres ainda te mostro mais passagens de filhos de Deus antes de Cristo

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Sales em Qui 17 Maio 2012, 11:58 pm

CarlosB escreveu:Se quiseres ainda te mostro mais passagens de filhos de Deus antes de Cristo

Mostra ai... estou curioso... ...

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 4:39 am

Sales escreveu:
CarlosB escreveu:Se quiseres ainda te mostro mais passagens de filhos de Deus antes de Cristo

Mostra ai... estou curioso... ...

Quer dizer que o salmo 82 não te convenceu?

Mas tudo bem, deixa ouvir os outros. Daqui a algumas horas, vou mostrar 4 ou 5 passagens onde fala claramente em filhos de Deus no velho pacto.

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por silvamelo em Sex 18 Maio 2012, 1:24 pm

Silva, não acertou uma, como já é normal.
Oh, sim... Deve ser porque eu não sou da tal "igreja dos eleitos"... oh my

Sobre o enoque só se conhece a sua profecia e nada mais, e além disso dar uma profecia não faz da pessoa um profeta. Até Caifás, que mandou matar Jesus profetizou, até o burro de Balaão Deus usou, e nem por isso era ministro de Deus.
Rapaz, agora só faltava mesmo negar que Enoque era ministro de Deus... ai, caramba! Haja paciência

Mas esse livro dito do enoque, está cheio de erros de idades, datas, e nem sequer foi escrito por ele, e só diz parvoíces como por exemplo de um espírito gerar com uma pessoa de carne, enquanto Jesus veio dizer que os anjos não podem gerar (falando como as famílias humanas casando-se), doutra forma continuavam a fazê-lo. Onde têm eles os espermatozóides? Na algibeira?? O que é espírito é espírito o que é carne é carne.
Anjos são espíritos mas podem também se materializar. Como você acha que o anjo comeu com Abraão, com uma boca de verdade ou com a algibeira? Ou você acha que ele enguliu a comida e essa foi caindo pelo chão?

"E tomou manteiga e leite, e a vitela que tinha preparado, e pôs tudo diante deles, e ele estava em pé junto a eles debaixo da árvore; e comeram." Gênesis 18:8.

Por isso até o diabo precisou do corpo de Adão e Eva para gerar a sua descendência conforme está escrito em Génesis 3;1515 - E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente...
Isso aí é distorção do que está escrito. Lá não está dizendo que a mulher teve relações com a serpente. VOCÊS que dizem isso!! Leia com atenção! Qual foi a inimizade que Deus colocou?

"Esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar." Gênesis 3:15.

E outra: Se Deus tivesse falando de DUAS sementes diferentes, falaria isso do HOMEM e não da mulher, já que dela sai apenas uma semente e não faria diferença!!! Repare bem a BOBAGEM que você está dizendo!

E por isso mais tarde Jesus veio a falar dela, dizendo: Vois sois filhos do diabo. Então eles eram filhos de anjos?? Ou foram gerados por um homem e uma mulher??
Jesus está falando de filhos de carne ou de espírito, meu querido? Vamos estudar (fora da bitola dos nicolaítas)!

"E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção." 1 Coríntios 15:50.

Paulo diz que Deus nunca chamou filhos aos anjos e é isso que está escrito no original em Génesis 6 e em jó, agora quem não crê diz que é anjos; e assim vai contra o que Paulo diz aos Hebreus.
Vocês querem superestimar essa passagem de Hebreus para justificar uma doutrina sem sustentação. Mas o contexto bíblico está contra vocês!

Salmo 82:6 - Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo.
De novo eu pergunto: filhos na carne ou no espírito?

Acabou mais uma vez por dizer que Jesus é mentiroso, pois ele disse que a árvore boa não pode; não pode; não pode dar mau fruto. Se ele era bom e se tornou mau, então Cristo mentiu.

Seja Deus verdadeiro e todo o homem mentiroso!
Amigo, Cristo é verdadeiro! Mas vocês precisam abrir os olhos para enchergar, pois desse jeito tá difícil!

A árvore boa não pode dar bom fruto, enquanto, enquanto, ENQUANTO for árvore boa! Do contrário, como, como, COMO UM RAMO NATURAL poderia ser cortado??? Responda essa aí, por favor!!!

Engraçado que na bíblia não crêem ,mas nessas fantasias já acreditam.
A fantasia é quando começam a se achar espirituais demais...

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 46
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 3:06 pm

Sales escreveu:
CarlosB escreveu:Se quiseres ainda te mostro mais passagens de filhos de Deus antes de Cristo

Mostra ai... estou curioso... ...



Ora bem, como prometi, vou mostrar outras passagens em que no velho pacto já falava nos filhos de Deus.

Repara os que Deus diz acerca de Israel:

Então dirás a Faraó: Assim diz o SENHOR: Israel é meu filho, meu primogênito.Êxodo 4:22

Se são filhos do Senhor, não são filhos de Deus? Outra vez:

Voltai, ó filhos rebeldes, eu curarei as vossas rebeliões. Eis-nos aqui, vimos a ti; porque tu és o SENHOR nosso Deus.Jeremias 3:22


Deus guarda a sua correção para seus filhos, e dá-lhe o pago, para que o conheça.Jó 21:19

Todavia o número dos filhos de Israel será como a areia do mar, que não pode medir-se nem contar-se; e acontecerá que no lugar onde se lhes dizia: Vós não sois meu povo, se lhes dirá: Vós sois filhos do Deus vivo.Oséias 1:10

Filhos sois do SENHOR vosso Deus; não vos dareis golpes, nem fareis calva entre vossos olhos por causa de algum morto.Deuteronômio 14:1

Chega? Vou dar mais:

Isaias 55:11 - Assim diz o SENHOR, o Santo de Israel, aquele que o formou: Perguntai-me as coisas futuras; demandai-me acerca de meus filhos, e acerca da obra das minhas mãos.

Mostrando assim que não são todos filhos.

Ainda mais:

Isaias 64:8 - Mas agora, ó SENHOR, tu és nosso Pai; nós o barro e tu o nosso oleiro; e todos nós a obra das tuas mãos.

João 11:51 - Ora ele não disse isto de si mesmo, mas, sendo o sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus devia morrer pela nação. 52 - E não somente pela nação, mas também para reunir em um corpo os filhos de Deus que andavam dispersos.

Vê, aqui ainda Jesus não tinha sido morto, ainda menos ressuscitado, mas já a escritura fala da existência dos filhos de Deus que andam dispersos pelo mundo. Dispersos porque não é todo o mundo que é filho de Deus, mas só aquele a quem o Pai conheceu ainda antes da fundação do mundo e predestinou para ser salvo neste tempo presente.

E esse quando ouvir o evangelho, conhecerá a voz do seu pastor, mas o outro sempre rejeitará a verdade, não claramente, mas dissimulando chamando bem ao mal e mal ao bem, isso porque nele não há verdade, e quando fala a mentira fala daquilo que lhe é próprio.

Não está isso tudo relatado na parábola do filho pródigo?? Mas quem pode entender!

Para mim chega de falar do diabo, estou farto de ler escritos daqueles que o defendem.

È engraçado, que quase todos aqui acham escandaloso que a escritura chame de filhos de Deus ao seu povo escolhido de Deus, mas se for aos demónios todos aceitam e apoiam; assim se vê de que lado estão.

Espero que tenha matado a sua curiosidade, Sales, assim como o sorrisinho.

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 3:09 pm

Silvamelo escreveu:A árvore boa não pode dar bom fruto, enquanto, enquanto, ENQUANTO for árvore boa! Do contrário, como, como, COMO UM RAMO NATURAL poderia ser cortado??? Responda essa aí, por favor!!!

Silvamelo
Esta é de morte, até dói a barriga com tanto rir. Então se Cristo diz que a árvore boa não pode dar mau fruto e você diz: enquanto for boa??? Então uma figueira pode dar abrolhos alguma vez na vida?? Sendo assim até Cristo se pode tornar mau? Ou até Deus??

Você nem faz a mais pequena ideia do que é a bíblia homem. E assim continua a chamar de Cristo mentiroso, pois foi ele que disse: não pode. Não fui eu. E você diz que pode vir a poder dar mau fruto.

Você está mesmo mal, coitado. Você quer falar de enxertos quando não sabe do que está a falar. Nem vou perder tempo consigo, é de uma ignorância que até dói.Meu Deus.

lê o artigo que o VitorA te enviou, pode ser que aprendas alguma coisa.

De mim já te disse o que havia de dizer. Pois continuo a afirmar: ainda não acertaste uma.


Última edição por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 3:20 pm, editado 1 vez(es)

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Cal em Sex 18 Maio 2012, 3:17 pm

CarlosB escreveu:De mim já te disse o que havia de dizer. Pois continuo a afirmar: ainda não acertaste uma.
Qual a base axiomática que você usa para determinar quem estaria certo ou errado e porquê?

Se for a Bíblia então podemos ignorar todos os outros aspectos para dizer que o Silvamelo errou bem menos que você só pelo fato de não colocar em questão um de seus livros, a saber o de Tiago, se você coloca em xeque seus próprios axiomas então você fica sem base para julgar quem acerta ou erra.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 4:25 pm

Olá VitorA;
Quero contar-te uma parábola:

Era uma vez duas videiras de nome formosa e graciosa. E a Formosa queixando-se dizia: o meu fruto é tão pequeno, quem me dera ser como aquela mangueira que dá frutos enormes e apetitosos.

E respondeu a Graciosa: Mas menina, é o fruto que te é próprio, tem o tamanho normal?

E a outra continou: sim, mas eu quero dar frutos iguais á da mangueira. E a Graciosas replicou: mas isso é impossivel? E a Formosa convicta disse: já sei, vou ter com a mangueira e vou enxertar-me nela e então poderei dar frutos iguais aos seus.

Mas a Graciosa disse: estás a viver de ilusões, porque só o agricultor tem poder para te enxertar ou separar da mangueira, de ti nada podes fazer. Mas ela insistindo disse: não, eu sou livre e senhora do meu destino, a minha vida depende das minhas escolhas, por isso agora vou até lá e vou enxertar-me.

E assim se preparou a fim de ir ter com a mangueira.

No outro dia, aparece o agricultor, e olhando para as videiras, será que viu a formosa cheia de frutos de manga???


O resto da história deixo á tua consciência, no entanto digo-te que a Formosa nem se mexeu um milímetro em direcção á mangueira; assim são os do livre arbítrio que querem ir em direcção a Deus por sua escolha..



CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 5:10 pm

Cal escreveu:
CarlosB escreveu:De mim já te disse o que havia de dizer. Pois continuo a afirmar: ainda não acertaste uma.
Qual a base axiomática que você usa para determinar quem estaria certo ou errado e porquê?

Se for a Bíblia então podemos ignorar todos os outros aspectos para dizer que o Silvamelo errou bem menos que você só pelo fato de não colocar em questão um de seus livros, a saber o de Tiago, se você coloca em xeque seus próprios axiomas então você fica sem base para julgar quem acerta ou erra.

Não te preocupes comigo Sal, não és tu que vais dar contas de mim. E se eu rejeitei um livro, os evangélicos rejeitaram seis, no entanto a minha base não são os livros, mas Cristo, pelo seu testemunho que está em mim, e foi por ele que soube que Tiago não era livro de Deus.

Mas como poderia esperar que entendesses o que não crês? Porque as coisas naturais precisamos primeiro entender para acreditar nelas, mas nas celestes é preciso primeiro ter a fé para só depois poder entender. Logo, é inútil toda a nossa conversa, e ainda mais inútil os teus conselhos ou admoestações.

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Cal em Sex 18 Maio 2012, 6:09 pm

CarlosB escreveu:
Não te preocupes comigo Cal, não és tu que vais dar contas de mim.
Como eu poderia me preocupar com alguém que sequer conheço? Meu questionamento se dá pelo fato de você fazer acusações aos outros membros desse fórum e eu sou membro desse fórum.

Desde que siga as regras você é livre para postar o que quiser aqui, mas essa liberdade tem um preço, os outros membros do fórum são livres para replicarem suas postagens caso o desejem, e disso não abrimos mão, se não quer receber respostas dentro das regras vigentes vá postar em outro lugar.

E se eu rejeitei um livro, os evangélicos rejeitaram seis, no entanto a minha base não são os livros, mas Cristo, pelo seu testemunho que está em mim, e foi por ele que soube que Tiago não era livro de Deus.
Jesus em pessoa lhe disse que o livro de Tiago é uma fraude? O testemunho dele está em você afirmando isso? E tudo isso na realidade "espiritual", as pessoas deveriam acreditar só porque você mesmo está dizendo isso? Quem se recusar é porque é "carnal"?

Falando sério, você acha mesmo que um argumento tosco desse realmente convence alguém? Seja crente, ateu, espírita ou o que for?

Logo, é inútil toda a nossa conversa, e ainda mais inútil os teus conselhos ou admoestações.
Pelo o que pude observar qualquer conversa com você seja lá com quem for é inútil, o pedantismo o isola de qualquer forma proveitosa de comunicação.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Sales em Sex 18 Maio 2012, 6:51 pm

CarlosB escreveu:
Sales escreveu:

Mostra ai... estou curioso... ...

Ora bem, como prometi, vou mostrar outras passagens em que no velho pacto já falava nos filhos de Deus.

Repara os que Deus diz acerca de Israel:
Exatamente, ISRAEL, como nação... Esse termo "filhos" só acontecia a Israel no VT coletivamente, ...nenhum israelita individualmente poderia ser chamado de filho de Deus, mas SERVO... Ninguém (humano), exceto Adão e Eva, no VT era chamado de "filho de Deus" no singular... Pois, isso só aconteceu com a vinda, morte e ressurreição de Cristo, o PRIMOGÊNITO de muitos... ...Dai, você pode conferir que a filiação trata no singular:

Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. Gálatas 4:7

Agora o indivíduo que ANTES ERA SERVO (somente), em CRISTO passou a ser FILHO... ...muito diferente do que ocorria no Antigo Testamento... ali, filhos que você mostrou nos textos é referência a ISRAEL como nação... mas, o filho GERADO, só em CRISTO e isto você ver a Bíblia citar especificamente no singular, tal qual podemos conferir em Gálatas.

O apóstolo Paulo lançou os fundamentos de uma doutrina sobre os verdadeiros filhos de Deus, dizendo:Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, afim de recebermos a adoção de filhos” (Gl. 4:4-5).

João disse:Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder para serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus” (Jo. 1:12-13). Que quer dizer remir? Paulo responde: O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras” (Tt. 2:14). Só o sangue de Jesus pode remir dos pecados. Na ceia Jesus disse, ao tomar o cálice: “Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados” (Mt. 26:28). Sem o sangue de Jesus ter sido derramado para remir o pecador, ninguém podia ser filho de Deus, logo, no Velho Testamento não havia filhos de Deus.

Israel. Dentro da doutrina da eleição (Êx 19.5,6; Dt 7), Israel tornou-se o filho de Yahweh (Jr 31.9), seu primogênito (Êx 4.22,23). Portanto, os israelitas na coletividade, e não individualmente, poderiam chamar Deus de Pai (Dt 14.1; Os 1.10; Is 64.8). Isto é corroborado por Flávio Josefo, quando refere-se a Deus como Pai dos Hebreus (Antiguidades Judaicas 5.1.25) e aos patriarcas como filhos de Deus (Antiguidades Judaicas 1.3.9). O fiel individualmente poderia se considerar filho de Deus, ainda assim com reservas, somente posteriormente, conforme documentado na literatura apócrifa inter-testamentária (Sabedoria de Salomão 2.18 e Salmo de Salomão 17.27 e o uso posterior do aramaico abba, ‘pai’, nas orações ).

Anjos. Os anjos são reputados como filhos de Deus no livro de Jó (1.6; 2.1; 38.7). Neste caso, a expressão utilizada no hebraico é בְּנֵי־הָאֱלהִם (bney ha-Elohim). Isto é reforçado pelo texto da Septuaginta em Dt 32.43, que acrescenta o texto “Regozijai, céus, com ele, e todos os filhos de Deus o adorem” A passagem de Daniel 3.25, onde Nabucodonosor afirma ver um “semelhante ao filho dos deuses”, provavelmente indica, dentro da prática antiga oriental, que acreditava ter visto um deus ou algum ser divino. Em duas passagens, Sl 29.1 e Sl 89.6, aparece a expressão אֵלִים בְּנֵי (bney elim), geralmente traduzido como “filhos dos poderosos” (Almeida Corrigida, a italiana La Nuova Diodati, a espanhola Reina Valera e as inglesas King James Version e Young’s Literal Translation), mas que alguns preferem traduzir como “filhos dos deuses” (Almeida Atualizada, Septuaginta, Vulgata, Bíblia de Jerusalém, a italiana La Sacra Bíblia Nuova Riveduta e a inglesa Bible in Basic English) ou ainda como “seres celestiais”, divinos (Lutero, a inglesa Revised Standard Version), o que faz pensar na possibilidade de menção aos anjos, como faz a inglesa The New Living Translation.

Falando sobre o s FILHOS DE DEUS em Gênesis 6:

A interpretação de que os "filhos de Deus" que aparecem em Gênesis 6 seriam os "bons filhos de Sete" e de que as "filhas dos homens" seriam as "más filhas de Caim" surgiu faz pouco tempo, há cerca de 300 anos. Até então, só havia uma análise da passagem: os filhos de Deus são anjos que tiveram relações sexuais com mulheres, gerando filhos. A interpretação "antropológica" surgiu porque a mais antiga parecia ser muito bizarra. Homens modernos não podem acreditar em coisas bizarras. Homens educados estudaram o suficiente para "corrigir" a Palavra de Deus (e eles sempre a corrigem quando não a entendem ou quando ela fala de algum pecado que os atinge). É demais para os homens educados acreditarem em acontecimentos fantasiosos como esse: anjos tendo relações sexuais com mulheres. E por aí vão os argumentos. O fato puro e simples é que não crêem no que estão lendo.

O verso 2 de Gênesis 6 trata de um dos assuntos mais disputados de toda a Bíblia. Principalmente os "fundamentalistas" vez por outra entram em debate sobre a questão. Muitos livros, artigos, folhetos e crônicas foram escritos a respeito do assunto, sempre apresentando "provas definitivas" para tentar por um fim à discussão, tanto de um lado quanto do outro.

Para começar, quem defende a idéia de que os "filhos de Deus" são os "bons filhos de Sete", esquece-se do seguinte:

Eles esquecem-se de que Adão caiu. Chamar qualquer homem ou qualquer "linha" de homens, no Antigo Testamento, de um "filho de Deus" seria ridículo. Isso porque o "Filho de Deus" tinha a imagem de Deus, e João 1:12 é para aqueles que se tornaram "filhos de Deus", por terem recebido a imagem. Tal afirmativa deve ficar bastante clara quando se lê Gênesis 5:1-3. Adão perdeu a imagem de Deus. Seu filho, Sete, nasceu à imagem e semelhança do seu pai decaído, e, do mesmo modo, todos depois dele. Alguém só pode receber de novo a imagem de Deus quando torna-se filho dEle, em Jesus Cristo. Tal fato só pode ser observado depois da morte e ressurreição do Messias. Até então, ninguém tinha a imagem de Deus, por ser apenas filho de Adão, segundo a carne.

Eles esquecem-se de que a designação "filhos e filhas" (Isaías 43:6) não é o equivalente de "filhos de Deus", porque as palavras são escritas e pronunciadas de modo diferente. "Coisas diferentes não são iguais. Termos diferentes têm significados diferentes", como manda o bom Português, Inglês, Francês ou qualquer outra língua. [Ademais,] os "filhos e filhas" de Isaías 43 são todos israelitas, porém os antediluvianos filhos de Sete não são. Este teve muitos descendentes que não eram israelitas (Gênesis 11:22,26).

As expressões contrastantes "filhos de Deus e filhas dos homens" (Gênesis 6:4) não poderiam jamais gerar essa falta de cuidado sem tamanho, na interpretação do texto, tal como "os filhos de Sete e as filhas de Caim", a despeito do que "a uniforme interpretação hebraica e cristã" têm feito. Por que alguém insiste em fazer o texto dizer o que não diz, tentando fazê-lo dizer alguma coisa que ele nunca intentou dizer, apenas para provar o seu próprio ponto de vista? Lembre-se: "É assim que Deus disse?" (Gênesis 3:1).

Se fossem os "filhos de Sete com as filhas de Caim", como, então, a operação toda acontece novamente "e também depois" (Gênesis 6:4 - depois dos dias do dilúvio), quando todas as filhas de Caim foram mortas pelo dilúvio?

Se fossem os "filhos de Sete com as filhas de Caim", como poderia esta relação produzir gigantes? Os gigantes apareceram "quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens…" , etc., não a todo o tempo. Não conheço nenhum casamento entre um "filho de Deus", ou seja, um salvo, com uma pessoa não salva, do qual tenha nascido um "gigante". Pois é… esta é apenas mais uma mazela que um comentário "erudito" sobre Gênesis 6 produz.

Como pode ser isso, que a "linha bondosa de Sete" se misturou, quando o termo "linha bondosa" é uma fabricação ilusória dos personagens mais anti-cristãos e que nos 66 livros da Bíblia não existe nenhuma alusão sequer ao termo "linha bondosa"? Existe sim uma "linha messiânica", pela qual o Messias veio. Mas esta linha, entretanto, é bem "maldosa", se qualquer pessoa buscar as suas raízes. Note alguns ascendentes de Jesus Cristo: Judá, um fornicário (Gênesis 38); Perez, um filho ilegítimo; Raabe, uma prostituta; Bateseba, uma adúltera (Mateus 1:1-6); Davi, um adúltero e assassino… e por que continuar? Percebe? Então, uma "linha bondosa", como uma "linha apostólica" (os papas) é apenas uma invenção humana. Não existe tal coisa nas Escrituras, ou sequer fora delas. Daí as três premissas básicas do argumento de que os "filhos de Deus" são "descendentes de Sete", e as "filhas dos homens" são as descendentes de Caim, estarem 100% erradas. Bem, a OPINIÃO de qualquer um é bem vinda numa democracia, mas, definitivamente, esta OPINIÃO não faz parte do corpo de verdades reveladas nas Escrituras.

Os "filhos de Deus", no Antigo Testamento, são identificados e definidos em um livro escrito pouco tempo depois do dilúvio (Jó 1, 2, 38) e eles estão presentes em um tempo antes de Adão ter sido criado (Jó 38:7). Eles são mencionados numa conexão entre Satanás e a criação (Jó 38). Os "filhos dos poderosos" do Salmo 89:6 são indubitavelmente os "deuses" do Salmo 82:1 - note aqui o dilúvio no contexto! Assim, já podemos concluir que existe tanta disputa em torno do texto porque estes "filhos de Deus" são os anjos de II Pedro 2 e Judas 6, 7. Então, eles são machos com aparência de 33 anos de idade, sem asas e podem manter relações sexuais com mulheres e se reproduzirem, maneira pela qual obtêm sangue. E eles vão retornar a este planeta nos últimos tempos e reproduzir o cenário original de Gênesis 6, como "deuses que descem na forma de homem" (Atos 14, 19; Mateus 24; Lucas 21; Apocalipse 12:7). Aqui nós paramos de comentar e passamos à parte profética do assunto. Então, voltemos ao texto.

"Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois" (Gênesis 6:4). Para clarear o pensamento, deve-se manter em mente que a Bíblia fala de gigantes em outras passagens, e, em algumas delas, dá nomes aos tais (Deuteronômio 3:11; I Crônicas 20:4; Josué 17:15; II Samuel 21:16,17; Números 13:33, etc.). Os fatos são históricos. O Antigo Testamento é história para o crente bíblico, incluindo Gênesis, literalmente.

As expressões "Naqueles dias" e "também depois" podem ser localizadas facilmente. Existem duas advertências para "dias" em Lucas 17; uma é "dias de Noé" (este é o nosso texto) e a outra é os "dias de Ló" (Lucas 17: 26,28). Para confirmar isto com três testemunhas, Simão Pedro adverte sobre os dias de Ló e Noé (II Pedro 2:5,7) [vide acima] e Judas diz "amém" para Ló (Judas 6,7) [vide acima]. O leitor não vai falhar em notar que o contexto de todas as passagens citadas trata-se de "anjos caídos"! Estes são os homens de "ferro" de Daniel 2:43, 44 que são dados como 10 em número. A hierarquia do penúltimo reino, antes do reino milenar de Jesus na Terra, será constituída de 10 governantes (Apocalipse 17:12-14).

"Os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos" (Gênesis 6:4). Bem, nós vamos tomar o significado da passagem exatamente como está escrito, e, se qualquer cristão, líder, professor, expositor, pregador ou teólogo neste planeta concordarem que o texto significa alguma coisa a mais, nós vamos ficar com o texto e somente com ele por AUTORIDADE FINAL.

"Estes eram os valentes que houve na antiguidade, homens de fama"(Gênesis 6:4). Esta expressão não nega ou torna nulo o fato de que eram "gigantes". "Homens de fama", obviamente, não é uma interpretação da palavra "gigante", mas sim, uma descrição da reputação alcançada por esses homens. Esta reputação chegou distorcida nos nossos dias, tanto pelo tempo quanto pela ciência. O livro de Hislop, intitulado "Two Babylons", traça muito bem essa distorção: Ulysses, Apolo, Venus, Afrodite, Tamus, Semiramis, Baco, Zeus, Marduk, o Minotauro, Tezeu, Atlas, Mercúrio, Astarote, Medusa, Lorelei, Baal, Wotan, Júpiter, Jove, Diana, Thor, etc. Ninguém pode esquecer-se de que foram os filósofos gregos que lançaram os fundamentos da "ciência moderna". Os atos heróicos dos "deuses" são lendários em qualquer civilização, e eles são especialmente fortes no folclore Indo-Europeu, do que em qualquer outro lugar do mundo. O Super-homem das histórias em quadrinhos modernas, assim como Bat Man, Cat Man, Fat Man, Capitão Marvel, Paul Bunyan, Gulliver, King Kong, etc, são maneiras modernas de se preservar uma tradição que só pode ser baseada em fatos. OS FATOS SÃO PRESERVADOS SEM ERROS EM "A BÍBLIA SAGRADA"

Anjos caídos estiveram aqui e produziram filhos com mulheres. Eles "deixaram a sua própria habitação" (Judas 6), e se reproduziram.

O Termo FILHOS DE DEUS:

O termo "filhos de Deus" em hebraico é originalmente 'Bene Elohim', termo esse que é encontrado outras quatro vezes justamente para descrever anjos.

"E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles". Jó 1:6
"E, vindo outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles, apresentar-se perante o SENHOR". Jó 2:1
"Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?" Jó 38:7
"Respondeu, dizendo: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem sofrer nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante ao Filho de Deus." Daniel 3:25

Há um equívoco quando alguns citam Deuteronômio 14:1 alegando que o termo filhos de Deus também se refere aos homens:

"Filhos sois do SENHOR vosso Deus; não vos dareis golpes, nem fareis calva entre vossos olhos por causa de algum morto. Deuteronômio 14:1

Mas esse versículo é um erro de tradução, induzida ou não, mas fica muito claro quando vemos a versão King James original, considerada uma das melhores traduções da Bíblia: Ye {are} the children of the LORD your God: ye shall not cut yourselves, nor make any baldness between your eyes for the dead. Deuteronomio 14:1. Nota-se claramente que a expressão significa "crianças de Deus", porque Deus cuidou de Seu povo, o protegeu e alimentou e não filhos de Deus em um contexto de criados por Ele.

Outro versículo mal interpretado é Isaias 1:2,

"Ouvi, ó céus, e dá ouvidos, tu, ó terra; porque o SENHOR tem falado: Criei filhos, e engrandeci-os; mas eles se rebelaram contra mim." Isaías 1.2

Aqui novamente o termo "Criei filhos" é uma expressão no sentido de alimentar, cuidar, nutrir e não "criar", mesmo na vulgata o termo é "enutrivi", tradução correta "nutrir", e novamente não no sentido de terem sido criados por Ele mesmo.

Além disso não há que se misturar os termos ou compreendê-los literalmente na tradução. Esse termo é especificamente os seres criados diretamente por Deus, porque Deus só teve um filho unigênito enviado para salvar a humanidade do pecado.

Até a vinda do Messias os seres humanos não eram considerados filhos de Deus e sim servos de Deus, mas após Cristo aqueles que são salvos por sua fé em Cristo são sim considerados como filhos de Deus (João 1:12, Romanos 8:14, 1 João 3:1). Afirmar que os seres humanos eram filhos de Deus antes do advento do Cristo é negar Sua divindade e Seus propósitos.

João 1.9-12
9 Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
10 Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome
;

Outro aspecto é que o único homem do antigo testamento chamdo de 'filho de Deus' foi Adão (Lucas, 3:38), porque fora criado à imagem e semelhança de Deus, enquanto os descendentes de Adão foram todos criados à semelhança do próprio Adão decaído (e não de Deus, Gen 5:3).

Podemos concluir que todas as criaturas criadas diretamente por Deus são considerados seus filhos e os homens considerados servos de Deus no antigo testamento, enquanto no novo testamento são considerados filhos de Deus aqueles nascidos de novo em Cristo.

Se dissermos que haviam seres humanos chamados de filhos de Deus no VT, então ficamos a perguntar:

O sangue de Cristo não tem valor? Para ser filhos de Deus não temos de ser lavados no sangue de Cristo? (Ap. 1:5).


Fontes:
http://solascriptura-tt.org/Angelologia/FilhosDeDeusGn6-Ruckman.htm
http://doaldofb.sites.uol.com.br/filhodedeus.htm
http://www.estudosgospel.com.br/estudos/diversos/anjos-caidos-gigantes-e-os-filhos-de-deus.html

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 6:57 pm

Sales escreveu:
CarlosB escreveu:
Sales escreveu:

Mostra ai... estou curioso... ...

Ora bem, como prometi, vou mostrar outras passagens em que no velho pacto já falava nos filhos de Deus.

Repara os que Deus diz acerca de Israel:
Exatamente, ISRAEL, como nação... Esse termo "filhos" só acontecia a Israel no VT coletivamente, ...nenhum israelita individualmente poderia ser chamado de filho de Deus, mas SERVO... Ninguém (humano), exceto Adão e Eva, no VT era chamado de "filho de Deus" no singular... Pois, isso só aconteceu com a vinda, morte e ressurreição de Cristo, o PRIMOGÊNITO de muitos... ...Dai, você pode conferir que a filiação trata no singular:

Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo. Gálatas 4:7

Agora o indivíduo que ANTES ERA SERVO (somente), em CRISTO passou a ser FILHO... ...muito diferente do que ocorria no Antigo Testamento... ali, filhos que você mostrou nos textos é referência a ISRAEL como nação... mas, o filho GERADO, só em CRISTO e isto você ver a Bíblia citar especificamente no singular, tal qual podemos conferir em Gálatas.

O apóstolo Paulo lançou os fundamentos de uma doutrina sobre os verdadeiros filhos de Deus, dizendo:Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, afim de recebermos a adoção de filhos” (Gl. 4:4-5).

João disse:Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder para serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus” (Jo. 1:12-13). Que quer dizer remir? Paulo responde: O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras” (Tt. 2:14). Só o sangue de Jesus pode remir dos pecados. Na ceia Jesus disse, ao tomar o cálice: “Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados” (Mt. 26:28). Sem o sangue de Jesus ter sido derramado para remir o pecador, ninguém podia ser filho de Deus, logo, no Velho Testamento não havia filhos de Deus.

Israel. Dentro da doutrina da eleição (Êx 19.5,6; Dt 7), Israel tornou-se o filho de Yahweh (Jr 31.9), seu primogênito (Êx 4.22,23). Portanto, os israelitas na coletividade, e não individualmente, poderiam chamar Deus de Pai (Dt 14.1; Os 1.10; Is 64.8). Isto é corroborado por Flávio Josefo, quando refere-se a Deus como Pai dos Hebreus (Antiguidades Judaicas 5.1.25) e aos patriarcas como filhos de Deus (Antiguidades Judaicas 1.3.9). O fiel individualmente poderia se considerar filho de Deus, ainda assim com reservas, somente posteriormente, conforme documentado na literatura apócrifa inter-testamentária (Sabedoria de Salomão 2.18 e Salmo de Salomão 17.27 e o uso posterior do aramaico abba, ‘pai’, nas orações ).

Anjos. Os anjos são reputados como filhos de Deus no livro de Jó (1.6; 2.1; 38.7). Neste caso, a expressão utilizada no hebraico é בְּנֵי־הָאֱלהִם (bney ha-Elohim). Isto é reforçado pelo texto da Septuaginta em Dt 32.43, que acrescenta o texto “Regozijai, céus, com ele, e todos os filhos de Deus o adorem” A passagem de Daniel 3.25, onde Nabucodonosor afirma ver um “semelhante ao filho dos deuses”, provavelmente indica, dentro da prática antiga oriental, que acreditava ter visto um deus ou algum ser divino. Em duas passagens, Sl 29.1 e Sl 89.6, aparece a expressão אֵלִים בְּנֵי (bney elim), geralmente traduzido como “filhos dos poderosos” (Almeida Corrigida, a italiana La Nuova Diodati, a espanhola Reina Valera e as inglesas King James Version e Young’s Literal Translation), mas que alguns preferem traduzir como “filhos dos deuses” (Almeida Atualizada, Septuaginta, Vulgata, Bíblia de Jerusalém, a italiana La Sacra Bíblia Nuova Riveduta e a inglesa Bible in Basic English) ou ainda como “seres celestiais”, divinos (Lutero, a inglesa Revised Standard Version), o que faz pensar na possibilidade de menção aos anjos, como faz a inglesa The New Living Translation.

Falando sobre o s FILHOS DE DEUS em Gênesis 6:

A interpretação de que os "filhos de Deus" que aparecem em Gênesis 6 seriam os "bons filhos de Sete" e de que as "filhas dos homens" seriam as "más filhas de Caim" surgiu faz pouco tempo, há cerca de 300 anos. Até então, só havia uma análise da passagem: os filhos de Deus são anjos que tiveram relações sexuais com mulheres, gerando filhos. A interpretação "antropológica" surgiu porque a mais antiga parecia ser muito bizarra. Homens modernos não podem acreditar em coisas bizarras. Homens educados estudaram o suficiente para "corrigir" a Palavra de Deus (e eles sempre a corrigem quando não a entendem ou quando ela fala de algum pecado que os atinge). É demais para os homens educados acreditarem em acontecimentos fantasiosos como esse: anjos tendo relações sexuais com mulheres. E por aí vão os argumentos. O fato puro e simples é que não crêem no que estão lendo.

O verso 2 de Gênesis 6 trata de um dos assuntos mais disputados de toda a Bíblia. Principalmente os "fundamentalistas" vez por outra entram em debate sobre a questão. Muitos livros, artigos, folhetos e crônicas foram escritos a respeito do assunto, sempre apresentando "provas definitivas" para tentar por um fim à discussão, tanto de um lado quanto do outro.

Para começar, quem defende a idéia de que os "filhos de Deus" são os "bons filhos de Sete", esquece-se do seguinte:

Eles esquecem-se de que Adão caiu. Chamar qualquer homem ou qualquer "linha" de homens, no Antigo Testamento, de um "filho de Deus" seria ridículo. Isso porque o "Filho de Deus" tinha a imagem de Deus, e João 1:12 é para aqueles que se tornaram "filhos de Deus", por terem recebido a imagem. Tal afirmativa deve ficar bastante clara quando se lê Gênesis 5:1-3. Adão perdeu a imagem de Deus. Seu filho, Sete, nasceu à imagem e semelhança do seu pai decaído, e, do mesmo modo, todos depois dele. Alguém só pode receber de novo a imagem de Deus quando torna-se filho dEle, em Jesus Cristo. Tal fato só pode ser observado depois da morte e ressurreição do Messias. Até então, ninguém tinha a imagem de Deus, por ser apenas filho de Adão, segundo a carne.

Eles esquecem-se de que a designação "filhos e filhas" (Isaías 43:6) não é o equivalente de "filhos de Deus", porque as palavras são escritas e pronunciadas de modo diferente. "Coisas diferentes não são iguais. Termos diferentes têm significados diferentes", como manda o bom Português, Inglês, Francês ou qualquer outra língua. [Ademais,] os "filhos e filhas" de Isaías 43 são todos israelitas, porém os antediluvianos filhos de Sete não são. Este teve muitos descendentes que não eram israelitas (Gênesis 11:22,26).

As expressões contrastantes "filhos de Deus e filhas dos homens" (Gênesis 6:4) não poderiam jamais gerar essa falta de cuidado sem tamanho, na interpretação do texto, tal como "os filhos de Sete e as filhas de Caim", a despeito do que "a uniforme interpretação hebraica e cristã" têm feito. Por que alguém insiste em fazer o texto dizer o que não diz, tentando fazê-lo dizer alguma coisa que ele nunca intentou dizer, apenas para provar o seu próprio ponto de vista? Lembre-se: "É assim que Deus disse?" (Gênesis 3:1).

Se fossem os "filhos de Sete com as filhas de Caim", como, então, a operação toda acontece novamente "e também depois" (Gênesis 6:4 - depois dos dias do dilúvio), quando todas as filhas de Caim foram mortas pelo dilúvio?

Se fossem os "filhos de Sete com as filhas de Caim", como poderia esta relação produzir gigantes? Os gigantes apareceram "quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens…" , etc., não a todo o tempo. Não conheço nenhum casamento entre um "filho de Deus", ou seja, um salvo, com uma pessoa não salva, do qual tenha nascido um "gigante". Pois é… esta é apenas mais uma mazela que um comentário "erudito" sobre Gênesis 6 produz.

Como pode ser isso, que a "linha bondosa de Sete" se misturou, quando o termo "linha bondosa" é uma fabricação ilusória dos personagens mais anti-cristãos e que nos 66 livros da Bíblia não existe nenhuma alusão sequer ao termo "linha bondosa"? Existe sim uma "linha messiânica", pela qual o Messias veio. Mas esta linha, entretanto, é bem "maldosa", se qualquer pessoa buscar as suas raízes. Note alguns ascendentes de Jesus Cristo: Judá, um fornicário (Gênesis 38); Perez, um filho ilegítimo; Raabe, uma prostituta; Bateseba, uma adúltera (Mateus 1:1-6); Davi, um adúltero e assassino… e por que continuar? Percebe? Então, uma "linha bondosa", como uma "linha apostólica" (os papas) é apenas uma invenção humana. Não existe tal coisa nas Escrituras, ou sequer fora delas. Daí as três premissas básicas do argumento de que os "filhos de Deus" são "descendentes de Sete", e as "filhas dos homens" são as descendentes de Caim, estarem 100% erradas. Bem, a OPINIÃO de qualquer um é bem vinda numa democracia, mas, definitivamente, esta OPINIÃO não faz parte do corpo de verdades reveladas nas Escrituras.

Os "filhos de Deus", no Antigo Testamento, são identificados e definidos em um livro escrito pouco tempo depois do dilúvio (Jó 1, 2, 38) e eles estão presentes em um tempo antes de Adão ter sido criado (Jó 38:7). Eles são mencionados numa conexão entre Satanás e a criação (Jó 38). Os "filhos dos poderosos" do Salmo 89:6 são indubitavelmente os "deuses" do Salmo 82:1 - note aqui o dilúvio no contexto! Assim, já podemos concluir que existe tanta disputa em torno do texto porque estes "filhos de Deus" são os anjos de II Pedro 2 e Judas 6, 7. Então, eles são machos com aparência de 33 anos de idade, sem asas e podem manter relações sexuais com mulheres e se reproduzirem, maneira pela qual obtêm sangue. E eles vão retornar a este planeta nos últimos tempos e reproduzir o cenário original de Gênesis 6, como "deuses que descem na forma de homem" (Atos 14, 19; Mateus 24; Lucas 21; Apocalipse 12:7). Aqui nós paramos de comentar e passamos à parte profética do assunto. Então, voltemos ao texto.

"Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois" (Gênesis 6:4). Para clarear o pensamento, deve-se manter em mente que a Bíblia fala de gigantes em outras passagens, e, em algumas delas, dá nomes aos tais (Deuteronômio 3:11; I Crônicas 20:4; Josué 17:15; II Samuel 21:16,17; Números 13:33, etc.). Os fatos são históricos. O Antigo Testamento é história para o crente bíblico, incluindo Gênesis, literalmente.

As expressões "Naqueles dias" e "também depois" podem ser localizadas facilmente. Existem duas advertências para "dias" em Lucas 17; uma é "dias de Noé" (este é o nosso texto) e a outra é os "dias de Ló" (Lucas 17: 26,28). Para confirmar isto com três testemunhas, Simão Pedro adverte sobre os dias de Ló e Noé (II Pedro 2:5,7) [vide acima] e Judas diz "amém" para Ló (Judas 6,7) [vide acima]. O leitor não vai falhar em notar que o contexto de todas as passagens citadas trata-se de "anjos caídos"! Estes são os homens de "ferro" de Daniel 2:43, 44 que são dados como 10 em número. A hierarquia do penúltimo reino, antes do reino milenar de Jesus na Terra, será constituída de 10 governantes (Apocalipse 17:12-14).

"Os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos" (Gênesis 6:4). Bem, nós vamos tomar o significado da passagem exatamente como está escrito, e, se qualquer cristão, líder, professor, expositor, pregador ou teólogo neste planeta concordarem que o texto significa alguma coisa a mais, nós vamos ficar com o texto e somente com ele por AUTORIDADE FINAL.

"Estes eram os valentes que houve na antiguidade, homens de fama"(Gênesis 6:4). Esta expressão não nega ou torna nulo o fato de que eram "gigantes". "Homens de fama", obviamente, não é uma interpretação da palavra "gigante", mas sim, uma descrição da reputação alcançada por esses homens. Esta reputação chegou distorcida nos nossos dias, tanto pelo tempo quanto pela ciência. O livro de Hislop, intitulado "Two Babylons", traça muito bem essa distorção: Ulysses, Apolo, Venus, Afrodite, Tamus, Semiramis, Baco, Zeus, Marduk, o Minotauro, Tezeu, Atlas, Mercúrio, Astarote, Medusa, Lorelei, Baal, Wotan, Júpiter, Jove, Diana, Thor, etc. Ninguém pode esquecer-se de que foram os filósofos gregos que lançaram os fundamentos da "ciência moderna". Os atos heróicos dos "deuses" são lendários em qualquer civilização, e eles são especialmente fortes no folclore Indo-Europeu, do que em qualquer outro lugar do mundo. O Super-homem das histórias em quadrinhos modernas, assim como Bat Man, Cat Man, Fat Man, Capitão Marvel, Paul Bunyan, Gulliver, King Kong, etc, são maneiras modernas de se preservar uma tradição que só pode ser baseada em fatos. OS FATOS SÃO PRESERVADOS SEM ERROS EM "A BÍBLIA SAGRADA"

Anjos caídos estiveram aqui e produziram filhos com mulheres. Eles "deixaram a sua própria habitação" (Judas 6), e se reproduziram.

O Termo FILHOS DE DEUS:

O termo "filhos de Deus" em hebraico é originalmente 'Bene Elohim', termo esse que é encontrado outras quatro vezes justamente para descrever anjos.

"E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles". Jó 1:6
"E, vindo outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles, apresentar-se perante o SENHOR". Jó 2:1
"Quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus jubilavam?" Jó 38:7
"Respondeu, dizendo: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, sem sofrer nenhum dano; e o aspecto do quarto é semelhante ao Filho de Deus." Daniel 3:25

Há um equívoco quando alguns citam Deuteronômio 14:1 alegando que o termo filhos de Deus também se refere aos homens:

"Filhos sois do SENHOR vosso Deus; não vos dareis golpes, nem fareis calva entre vossos olhos por causa de algum morto. Deuteronômio 14:1

Mas esse versículo é um erro de tradução, induzida ou não, mas fica muito claro quando vemos a versão King James original, considerada uma das melhores traduções da Bíblia: Ye {are} the children of the LORD your God: ye shall not cut yourselves, nor make any baldness between your eyes for the dead. Deuteronomio 14:1. Nota-se claramente que a expressão significa "crianças de Deus", porque Deus cuidou de Seu povo, o protegeu e alimentou e não filhos de Deus em um contexto de criados por Ele.

Outro versículo mal interpretado é Isaias 1:2,

"Ouvi, ó céus, e dá ouvidos, tu, ó terra; porque o SENHOR tem falado: Criei filhos, e engrandeci-os; mas eles se rebelaram contra mim." Isaías 1.2

Aqui novamente o termo "Criei filhos" é uma expressão no sentido de alimentar, cuidar, nutrir e não "criar", mesmo na vulgata o termo é "enutrivi", tradução correta "nutrir", e novamente não no sentido de terem sido criados por Ele mesmo.

Além disso não há que se misturar os termos ou compreendê-los literalmente na tradução. Esse termo é especificamente os seres criados diretamente por Deus, porque Deus só teve um filho unigênito enviado para salvar a humanidade do pecado.

Até a vinda do Messias os seres humanos não eram considerados filhos de Deus e sim servos de Deus, mas após Cristo aqueles que são salvos por sua fé em Cristo são sim considerados como filhos de Deus (João 1:12, Romanos 8:14, 1 João 3:1). Afirmar que os seres humanos eram filhos de Deus antes do advento do Cristo é negar Sua divindade e Seus propósitos.

João 1.9-12
9 Ali estava a luz verdadeira, que ilumina a todo o homem que vem ao mundo.
10 Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu.
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome
;

Outro aspecto é que o único homem do antigo testamento chamdo de 'filho de Deus' foi Adão (Lucas, 3:38), porque fora criado à imagem e semelhança de Deus, enquanto os descendentes de Adão foram todos criados à semelhança do próprio Adão decaído (e não de Deus, Gen 5:3).

Podemos concluir que todas as criaturas criadas diretamente por Deus são considerados seus filhos e os homens considerados servos de Deus no antigo testamento, enquanto no novo testamento são considerados filhos de Deus aqueles nascidos de novo em Cristo.

Se dissermos que haviam seres humanos chamados de filhos de Deus no VT, então ficamos a perguntar:

O sangue de Cristo não tem valor? Para ser filhos de Deus não temos de ser lavados no sangue de Cristo? (Ap. 1:5).


Fontes:
http://solascriptura-tt.org/Angelologia/FilhosDeDeusGn6-Ruckman.htm
http://doaldofb.sites.uol.com.br/filhodedeus.htm
http://www.estudosgospel.com.br/estudos/diversos/anjos-caidos-gigantes-e-os-filhos-de-deus.html

E assim arranjou forma de chamar a escritura de mentirosa. Força, continue. Vai-te enganando com as expressões. A verdade rejeitas as fantasias amas.

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por CarlosB em Sex 18 Maio 2012, 7:02 pm

Cal escreveu:
CarlosB escreveu:
Não te preocupes comigo Cal, não és tu que vais dar contas de mim.
Como eu poderia me preocupar com alguém que sequer conheço? Meu questionamento se dá pelo fato de você fazer acusações aos outros membros desse fórum e eu sou membro desse fórum.

Desde que siga as regras você é livre para postar o que quiser aqui, mas essa liberdade tem um preço, os outros membros do fórum são livres para replicarem suas postagens caso o desejem, e disso não abrimos mão, se não quer receber respostas dentro das regras vigentes vá postar em outro lugar.

E se eu rejeitei um livro, os evangélicos rejeitaram seis, no entanto a minha base não são os livros, mas Cristo, pelo seu testemunho que está em mim, e foi por ele que soube que Tiago não era livro de Deus.
Jesus em pessoa lhe disse que o livro de Tiago é uma fraude? O testemunho dele está em você afirmando isso? E tudo isso na realidade "espiritual", as pessoas deveriam acreditar só porque você mesmo está dizendo isso? Quem se recusar é porque é "carnal"?

Falando sério, você acha mesmo que um argumento tosco desse realmente convence alguém? Seja crente, ateu, espírita ou o que for?

Logo, é inútil toda a nossa conversa, e ainda mais inútil os teus conselhos ou admoestações.
Pelo o que pude observar qualquer conversa com você seja lá com quem for é inútil, o pedantismo o isola de qualquer forma proveitosa de comunicação.


Eu já te disse desde o principio que não quero conversas contigo, tu é que te metes comigo, senão queres ouvir não comentes os meus post,s

Quanto ao teu juízo, isso pouco me interessa.

CarlosB
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 457
flag : Portugal
Data de inscrição : 24/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Sales em Sex 18 Maio 2012, 7:19 pm

CarlosB escreveu:

E assim arranjou forma de chamar a escritura de mentirosa. Força, continue. Vai-te enganando com as expressões. A verdade rejeitas as fantasias amas.

Meu caro, eu não me atrevo a essa atitude precipitada de dizer que "arranjou forma de chamar a escritura de mentirosa"... Isso é falta de bom senso! Ninguém está 100% com a razão... As interpretações Bíblicas no meio da Igreja divergem MUITO... mas, não é por isso que vou me atrever julgar alguém dessa maneira porque não concorda comigo... ...Se VOCÊ não vê coerência no que eu argumentei, ok!, mas, isso não valida que você está com a razão e muito menos julgue os outros... Teu comportamento é precipitado e ARROGANTE achando que está plenamente certo...

Você está equivocado sobre o assunto, esse é o meu entendimento acerca,... ...Prefiro aderir como te mostrei, pois PRA MIM, está em harmonia com a Palavra de Deus. Mostrado está, ACEITE SE QUISER!

fique na paz.


Última edição por Sales em Sex 18 Maio 2012, 7:23 pm, editado 1 vez(es)

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

roll Re: Entrevista com lucifer.

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:42 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum