.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
65 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 65 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Eterna em Sex 22 Abr 2011, 9:14 pm

Deixo aqui um texto sobre criacionismo e evolucionismo dentro do conceito espírita. Gostaria de conhecer a opinião dos colegas.

A Gênese mosaica, traz em seu primeiro capítulo a história da criação. No capítulo 1, vers. 1 lemos: “No princípio criou Deus os céus e a terra”. O capítulo 2, vers. 7 trata da criação do homem: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente”. Ainda no mesmo capítulo 2, mas nos vers. 21 e 22 vedrifica-se o aparecimento da mulher: “Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem”.

Até o século 19, o ocidente tinha o relato bíblico como a única explicação para o surgimento do planeta e de tudo que há nele, apesar de que na época, já haviam ocorrido algumas manifestações contrárias a esta forma de pensar, mas poucos tinham coragem de ir contra a influência da Igreja Romana.

Charles Darwin, em 1859, publicou o livro “A origem das espécies”. Antes dele, outros cientistas já haviam sugerido que os seres vivos mudam ao longo do tempo. Mas Darwin, que fez observações de fósseis, plantas e animais durante uma viagem ao redor do mundo, foi o primeiro a propor uma explicação lógica para a evolução. Nascia então uma visão científica do aparecimento do homem e de todos os animais: o Evolucionismo.

Segundo Darwin, os seres vivos evoluíram ao longo dos anos dando origem ao homem, aos animais e as plantas. Disso decorre que as espécies mais bem adaptadas às mudanças do ambiente sobreviveriam e transmitiriam para os descendentes esta melhor adaptação. Enquanto que as espécies que não obtiveram esta adaptação foram desaparecendo.
A partir daí percebe-se o embate que apareceu entre criacionismo e evolucionismo. De um lado, religiosos classificando os cientistas de hereges. De outro, toda uma comunidade científica se aprofundando sobre a questão da formação do universo, do planeta terra e dos seres vivos.

Para alguns teólogos, o planeta teria em torno de 6500 anos. Para os cientistas, a média seria de 5 bilhões de anos. Hoje não há dúvida sobre esta datação. As técnicas radiológicas, que usam a chamada meia-vida dos elementos radioativos, mostram que é impossível uma idade tão curta para o planeta como querem afirmar os criacionistas.

A igreja católica, depois de relutar tanto com os cientistas, já aceita a evolução das espécies como verdade irrefutável. A mesma igreja que em outros tempos combateu o evolucionismo de Darwin, prega hoje que a história bíblica da criação é uma alegoria que deve ser discernida pelas luzes da ciência.

O espiritismo desde sua fundação com o lançamento de “O livro dos Espíritos” já demonstrava uma posição evolucionista, sem para isso tirar Deus da temática da Criação.

A igreja católica de hoje e o espiritismo possuem um posicionamento bem semelhante quanto à formação do universo. As duas correntes religiosas aceitam as descobertas científicas, mas não aceitam o aparecimento de tudo como obra do acaso.

Nós espíritas sabemos que Deus é o princípio de tudo, mas nem por isso precisa derrogar Suas leis e criar tudo como um passe de mágica. Se assim fosse, Deus não seria Deus, seria um mandraque que através de uma palavra criaria tudo que existe no universo e no planeta terra. Temos a convicção de que a ciência tem feito seu papel ao desvendar como se originou a vida no planeta. A evolução é um fato, e contra fatos não existem argumentos.

O que nos impressiona hoje, apesar de todo avanço tecnológico, é que existem pessoas que não abrem mão de acreditar no criacionismo bíblico conforme encontra-se literalmente na Gênese mosaica. Está incluída neste grupo a maioria das denominações protestantes. Há inclusive um forte movimento nos EUA que tenta abolir o ensino da evolução nas escolas americanas. No Aquário da Flórida, na cidade de Tampa, não há aquela arvorezinha do tempo mostrando a escala evolutiva dos animais ali expostos. A direção do Aquário informa que visitantes americanos que defendem o criacionismo bíblico se sentem insultados com a escala evolutiva. É uma questão político-religiosa, explica a direção do Aquário.

Se fizermos uma análise destes criacionistas bíblicos, chegamos à conclusão que para os que encaram a Bíblia como um livro infalível, não há como aceitar a história da criação como uma alegoria, levando em conta o contexto histórico-cultural do povo hebreu. Se assim eles fizerem, terão também de aceitar outras passagens como ficção ou entender que aquilo fazia parte do costume de um povo. Sendo assim, eles teriam que concordar que a proibição de Moisés em não consultar os mortos é na verdade uma mensagem de acautelamento com as comunicações mediúnicas, e não obra de feiticeiro, como muitos teimam em atacar. Quando alguém é mergulhado anos numa cultura religiosa, sendo bombardeado com informações de que a Bíblia é a palavra de Deus e tudo que está literalmente escrito é verdade pura e absoluta, dificilmente aceitará as conclusões das pesquisas científicas.

Hoje percebemos pelos avanços tecnológicos que não é possível conciliar a Bíblia levada ao pé da letra com a ciência. Talvez seja por isso que dentro de famílias religiosas tradicionais tenham saído muitos incrédulos e céticos. Agora mais do que nunca é necessário que estas religiões mais tradicionais repensem sobre o que está sendo pregado aos seus jovens para que não tenham que sofrer uma reforma na base da força.

O Espiritismo, muito pelo contrário, está lado a lado com a ciência seguindo a orientação de Kardec: “Ou o Espiritismo caminha com a ciência, ou não sobreviverá”. Não podemos esquecer que as descobertas científicas também vêm de Deus, pois nada é revelado ao homem sem que antes seja aprovado pela espiritualidade superior. O problema é que, infelizmente, por causa do livre-arbítrio, nós seres humanos, utilizamos para o mal aquilo que foi criado primariamente para o bem. Mas isso é uma outra história e que fica para uma outra vez...

Autor: Anderson Luiz da Silva


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3831
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Amigo em Sex 22 Abr 2011, 10:07 pm

seria melhor se vc não tivesse dito "no conceito espírita", não por mim mas por outros que rejeitam só de pensar que possa ser "conceito espírita". Sem entenderem que o pensamento livre não se prende dentro de uma religião. Se o escritor fizesse uma revisão textual e tirasse os pontos volados para o espiritismo alguns leriam. O preconceito é grande em todos os lugares amigo, inclusive aqui.... beijinho


a paz.


Creio em Deus Pai, Todo-poderoso, Criador do Céu e da terra.

Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, o qual foi concebido por obra do Espírito Santo; nasceu da virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; ressurgiu dos mortos ao terceiro dia; subiu ao Céu; está sentado à direita de Deus Pai Todo-poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos.

Creio no Espírito Santo; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição do corpo; na vida eterna. Amém.

Amigo
Safira
Safira

Número de Mensagens : 179
Idade : 46
Localização : Rio Claro-São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Amigo em Sex 22 Abr 2011, 10:19 pm

Eterna escreveu:Deixo aqui um texto sobre criacionismo e evolucionismo dentro do conceito espírita. Gostaria de conhecer a opinião dos colegas.

A Gênese mosaica, traz em seu primeiro capítulo a história da criação. No capítulo 1, vers. 1 lemos: “No princípio criou Deus os céus e a terra”. O capítulo 2, vers. 7 trata da criação do homem: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente”. Ainda no mesmo capítulo 2, mas nos vers. 21 e 22 vedrifica-se o aparecimento da mulher: “Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem”.

Até o século 19, o ocidente tinha o relato bíblico como a única explicação para o surgimento do planeta e de tudo que há nele, apesar de que na época, já haviam ocorrido algumas manifestações contrárias a esta forma de pensar, mas poucos tinham coragem de ir contra a influência da Igreja Romana.

Charles Darwin, em 1859, publicou o livro “A origem das espécies”. Antes dele, outros cientistas já haviam sugerido que os seres vivos mudam ao longo do tempo. Mas Darwin, que fez observações de fósseis, plantas e animais durante uma viagem ao redor do mundo, foi o primeiro a propor uma explicação lógica para a evolução. Nascia então uma visão científica do aparecimento do homem e de todos os animais: o Evolucionismo.

Segundo Darwin, os seres vivos evoluíram ao longo dos anos dando origem ao homem, aos animais e as plantas. Disso decorre que as espécies mais bem adaptadas às mudanças do ambiente sobreviveriam e transmitiriam para os descendentes esta melhor adaptação. Enquanto que as espécies que não obtiveram esta adaptação foram desaparecendo.
A partir daí percebe-se o embate que apareceu entre criacionismo e evolucionismo. De um lado, religiosos classificando os cientistas de hereges. De outro, toda uma comunidade científica se aprofundando sobre a questão da formação do universo, do planeta terra e dos seres vivos.

Para alguns teólogos, o planeta teria em torno de 6500 anos. Para os cientistas, a média seria de 5 bilhões de anos. Hoje não há dúvida sobre esta datação. As técnicas radiológicas, que usam a chamada meia-vida dos elementos radioativos, mostram que é impossível uma idade tão curta para o planeta como querem afirmar os criacionistas.

A igreja católica, depois de relutar tanto com os cientistas, já aceita a evolução das espécies como verdade irrefutável. A mesma igreja que em outros tempos combateu o evolucionismo de Darwin, prega hoje que a história bíblica da criação é uma alegoria que deve ser discernida pelas luzes da ciência.

O espiritismo desde sua fundação com o lançamento de “O livro dos Espíritos” já demonstrava uma posição evolucionista, sem para isso tirar Deus da temática da Criação.

A igreja católica de hoje e o espiritismo possuem um posicionamento bem semelhante quanto à formação do universo. As duas correntes religiosas aceitam as descobertas científicas, mas não aceitam o aparecimento de tudo como obra do acaso.

Nós espíritas sabemos que Deus é o princípio de tudo, mas nem por isso precisa derrogar Suas leis e criar tudo como um passe de mágica. Se assim fosse, Deus não seria Deus, seria um mandraque que através de uma palavra criaria tudo que existe no universo e no planeta terra. Temos a convicção de que a ciência tem feito seu papel ao desvendar como se originou a vida no planeta. A evolução é um fato, e contra fatos não existem argumentos.

O que nos impressiona hoje, apesar de todo avanço tecnológico, é que existem pessoas que não abrem mão de acreditar no criacionismo bíblico conforme encontra-se literalmente na Gênese mosaica. Está incluída neste grupo a maioria das denominações protestantes. Há inclusive um forte movimento nos EUA que tenta abolir o ensino da evolução nas escolas americanas. No Aquário da Flórida, na cidade de Tampa, não há aquela arvorezinha do tempo mostrando a escala evolutiva dos animais ali expostos. A direção do Aquário informa que visitantes americanos que defendem o criacionismo bíblico se sentem insultados com a escala evolutiva. É uma questão político-religiosa, explica a direção do Aquário.

Se fizermos uma análise destes criacionistas bíblicos, chegamos à conclusão que para os que encaram a Bíblia como um livro infalível, não há como aceitar a história da criação como uma alegoria, levando em conta o contexto histórico-cultural do povo hebreu. Se assim eles fizerem, terão também de aceitar outras passagens como ficção ou entender que aquilo fazia parte do costume de um povo. Sendo assim, eles teriam que concordar que a proibição de Moisés em não consultar os mortos é na verdade uma mensagem de acautelamento com as comunicações mediúnicas, e não obra de feiticeiro, como muitos teimam em atacar. Quando alguém é mergulhado anos numa cultura religiosa, sendo bombardeado com informações de que a Bíblia é a palavra de Deus e tudo que está literalmente escrito é verdade pura e absoluta, dificilmente aceitará as conclusões das pesquisas científicas.

Hoje percebemos pelos avanços tecnológicos que não é possível conciliar a Bíblia levada ao pé da letra com a ciência. Talvez seja por isso que dentro de famílias religiosas tradicionais tenham saído muitos incrédulos e céticos. Agora mais do que nunca é necessário que estas religiões mais tradicionais repensem sobre o que está sendo pregado aos seus jovens para que não tenham que sofrer uma reforma na base da força.

O Espiritismo, muito pelo contrário, está lado a lado com a ciência seguindo a orientação de Kardec: “Ou o Espiritismo caminha com a ciência, ou não sobreviverá”. Não podemos esquecer que as descobertas científicas também vêm de Deus, pois nada é revelado ao homem sem que antes seja aprovado pela espiritualidade superior. O problema é que, infelizmente, por causa do livre-arbítrio, nós seres humanos, utilizamos para o mal aquilo que foi criado primariamente para o bem. Mas isso é uma outra história e que fica para uma outra vez...

Autor: Anderson Luiz da Silva


Eu não sou espirita amigo. No entanto que o ser humano evolui sim. ao longo dos séculos o ser humano deu um salto de evolução sim na ciência e na religião. Sou criacionista amigo e creio que Deus criou todas as coisas sem ser espirita.

Mas não coloco minha religião como base da ciência como está fazendo este escritor . Escreve bem mas quando se faz menção de sua religião tira todo o mérito da escrita... a esposa!

é a msma coisa de um adventista ou batista ou católico dizer . " eu aprendi assim na minha religião assim e é assim... pode não ser e vc pode estar errado. sei lá... entedeu?

a paz. positivinho

Amigo
Safira
Safira

Número de Mensagens : 179
Idade : 46
Localização : Rio Claro-São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 06/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Karla Cristina em Sab 23 Abr 2011, 9:38 am

Quando li o texto, a primeira impressão que me passou, que quem escreveu não acompanhou o andamento da ciência atual. O texto está ultrapassado com as descobertas modernas, o que é divertido, pq o tempo todo o autor do texto se vangloria, chega até ser chato porque ele "puxa saco" da ciência, diz: - oh nós espíritas somos seres mais inteligentes que evangélicos, pq andamos abraçados com a ciência e vcs evangélicos são ultrapassados, não aceitam a ciência. O q é totalmente desnecessário, já que existem vários religiosos evangélicos ajudando a ciência a prosperar. Essa postura chega a ser infantil.

Vamos alguns pontos:

A Gênese mosaica, traz em seu primeiro capítulo a história da criação. No capítulo 1, vers. 1 lemos: "No princípio criou Deus os céus e a terra". O capítulo 2, vers. 7 trata da criação do homem: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou-lhe nas narinas o fôlego da vida; e o homem tornou-se alma vivente”. Ainda no mesmo capítulo 2, mas nos vers. 21 e 22 vedrifica-se o aparecimento da mulher: “Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem”.

Até o século 19, o ocidente tinha o relato bíblico como a única explicação para o surgimento do planeta e de tudo que há nele, apesar de que na época, já haviam ocorrido algumas manifestações contrárias a esta forma de pensar, mas poucos tinham coragem de ir contra a influência da Igreja Romana.

Charles Darwin, em 1859, publicou o livro “A origem das espécies”. Antes dele, outros cientistas já haviam sugerido que os seres vivos mudam ao longo do tempo. Mas Darwin, que fez observações de fósseis, plantas e animais durante uma viagem ao redor do mundo, foi o primeiro a propor uma explicação lógica para a evolução. Nascia então uma visão científica do aparecimento do homem e de todos os animais: o Evolucionismo.

Segundo Darwin, os seres vivos evoluíram ao longo dos anos dando origem ao homem, aos animais e as plantas. Disso decorre que as espécies mais bem adaptadas às mudanças do ambiente sobreviveriam e transmitiriam para os descendentes esta melhor adaptação. Enquanto que as espécies que não obtiveram esta adaptação foram desaparecendo.

Não tem como um cristão se orgulhar da teoria darwinista, porque está mais que provado na história que a teoria trouxe conseqüências maléficas ao mundo.

"Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant

Existem provas documentadas que tanto Karl Marx, Francis Galton (pai da eugenia), Adolf Hitler, Mao Tse-Tung e outros, sofreram influencias da teoria darwinista na sobrevivência pelo mais apto, que Charles Darwin patrocinou e popularizou. Só que ele cometeu um erro grave, não são os mais fortes/aptos que sobrevivem, a ciência moderna já provou que a evolução existiu, não por causa de organismos batalharem pela supremacia, mas sim pelo espaço.

Os animais terrestres -. anfíbios répteis, mamíferos e aves - os cientistas mostraram que a quantidade de biodiversidade estreitamente alinhados a disponibilidade de "espaço vital" ao longo do tempo foi a maior causa da evolução.

Então olhe o que está escrito em Mateus 7:15-20:

"Pelos seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis"

Os frutos sociais da teoria da evolução tem sido maus para o ser humano.

"Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant

"SE DEUS não existe e a alma é mortal, tudo é permitido." Dostoiévski



A partir daí percebe-se o embate que apareceu entre criacionismo e evolucionismo. De um lado, religiosos classificando os cientistas de hereges. De outro, toda uma comunidade científica se aprofundando sobre a questão da formação do universo, do planeta terra e dos seres vivos.

Isso aqui foi uma declaração preconceituosa, tem muitos evangélicos envolvidos na ciência. Vocês estão piores que ateus falando de religiosos. vômito

Para alguns teólogos, o planeta teria em torno de 6500 anos. Para os cientistas, a média seria de 5 bilhões de anos. Hoje não há dúvida sobre esta datação. As técnicas radiológicas, que usam a chamada meia-vida dos elementos radioativos, mostram que é impossível uma idade tão curta para o planeta como querem afirmar os criacionistas.

Sim, sempre houve e ainda há dúvidas sobre a datação, o ser humano é limitado, ele não consegue chegar num consenso sem cair em contradições, não sabemos que idade a terra tem. Na balança está pesando mais contra a terra nova, mas não significa que qualquer teoria seja uma verdade absoluta. Pelo que vemos na ciência, hoje o q parece ser a maior verdade, amanha cai por terra.

Sobre a terra ser antiga, ter bilhões de anos, a ciência já observou alguma coisa ao longo de milhões de anos? Não. Eles já repetiram uma experiência única ao longo de milhões de anos? Não. Então não é uma visão científica, mas uma questão puramente religiosa.

Não se deve negligenciar as falsificações evidentes dos fósseis, tais como Archaeorapter, Piltdown Man, Nebraska Man, e assim por diante.

Existe também a Pareidolia, percepção de significado em um estímulo vago ou aleatório, por exemplo, ver animais nas nuvens ou o rosto de uma figura religiosa em um item alimentar, ver imagens em janelas de vidro e mensagens ocultas em músicas executadas do contrário, ver também ovnis e extraterrestres. A ciência está sofrendo disso, tudo que encontra induz ser prova do modismo que nela se encontra. Como a maioria crê na terra ser antiga, tudo conspira pra isso, mas será provas ou persuasão?

A igreja católica, depois de relutar tanto com os cientistas, já aceita a evolução das espécies como verdade irrefutável. A mesma igreja que em outros tempos combateu o evolucionismo de Darwin, prega hoje que a história bíblica da criação é uma alegoria que deve ser discernida pelas luzes da ciência.

Olha como o texto é tendencioso a denegrir outras religiões, a igreja católica NUNCA aceitou a teoria da evolução darwinista toda, nem pode,nenhum cristão poderia, seria jogar Deus para escanteio, como se Ele não fosse importante na criação.

O papa não apoia e nem pode apoiar macroevolução.

Evolução sim, evolucionismo não

"Nós não somos o produto casual e sem sentido da evolução. Cada um de nós é um fruto de um pensamento de Deus. Cada um de nós é querido, cada um é amado, cada um é necessário". Bento XVI

http://www.3pinformatica.com.br/redemptor/fotos/fotos/admin/imagens/revistas/pdf/Bento16_evolucao.pdf


O espiritismo desde sua fundação com o lançamento de “O livro dos Espíritos” já demonstrava uma posição evolucionista, sem para isso tirar Deus da temática da Criação.

A igreja católica de hoje e o espiritismo possuem um posicionamento bem semelhante quanto à formação do universo. As duas correntes religiosas aceitam as descobertas científicas, mas não aceitam o aparecimento de tudo como obra do acaso.

Nós espíritas sabemos que Deus é o princípio de tudo, mas nem por isso precisa derrogar Suas leis e criar tudo como um passe de mágica. Se assim fosse, Deus não seria Deus, seria um mandraque que através de uma palavra criaria tudo que existe no universo e no planeta terra. Temos a convicção de que a ciência tem feito seu papel ao desvendar como se originou a vida no planeta. A evolução é um fato, e contra fatos não existem argumentos.

Sim, mas a teoria darwinista nunca foi provada, não foram achados os fosseis de transição. Vejo em vcs muito mais impolgação com a ciência do que com o livro sagrado. A bíblia sempre foi muito mais poderosa, sempre esteve a frente da ciência. Na bíblia está
escrito que não somos capazes de contarmos as estrelas no céu, a ciência já nos
provou isso. Se fossemos contar as estrelas da via lactea uma por segundo, demorariamos 2.500 anos, para contá-las. Enquanto Deus, sabe o nome de cada uma delas, somos um cisco perante a grandeza de Deus, somos como uma poeirinha no Universo. Vejo tentativa em vcs de diminuir Deus e valorizar os homens.

Inclusive, como vc se posiciona com relação ao Chico Xavier ter deixado um código secreto com os humanos, para quando entrar em contato, identificarem que é ele e até hoje (passaram-se nove anos) ele ainda não deu sinal de “morto”? Isso não é uma grande prova que espiritismo é uma furada? Onde quer que ele tenha ido, não consegue comunicar com os vivos.


O que nos impressiona hoje, apesar de todo avanço tecnológico, é que existem pessoas que não abrem mão de acreditar no criacionismo bíblico conforme encontra-se literalmente na Gênese mosaica. Está incluída neste grupo a maioria das denominações protestantes. Há inclusive um forte movimento nos EUA que tenta abolir o ensino da evolução nas escolas americanas. No Aquário da Flórida, na cidade de Tampa, não há aquela arvorezinha do tempo mostrando a escala evolutiva dos animais ali expostos. A direção do Aquário informa que visitantes americanos que defendem o criacionismo bíblico se sentem insultados com a escala evolutiva. É uma questão político-religiosa, explica a direção do Aquário.

A árvore evolutiva darwinista, está totalmente desacreditada, até entre os cientistas. Não existem fosseis de transição. Os criacionistas só estão defendendo que, se não existem provas, se é uma questão de fé, então não faz sentido tirar Deus da criação do universo.

Charles Darwin deveria ter escrito apenas aquilo que foi observável na natureza, foi loucura ele ir além e afirmar que viemos todos de um simples ser , ele não tinha como provar isso (macroevolução) de forma observável. O que ele fez trouxe inúmeras consequencias ao mundo.

Se fizermos uma análise destes criacionistas bíblicos, chegamos à conclusão que para os que encaram a Bíblia como um livro infalível, não há como aceitar a história da criação como uma alegoria, levando em conta o contexto histórico-cultural do povo hebreu. Se assim eles fizerem, terão também de aceitar outras passagens como ficção ou entender que aquilo fazia parte do costume de um povo. Sendo assim, eles teriam que concordar que a proibição de Moisés em não consultar os mortos é na verdade uma mensagem de acautelamento com as comunicações mediúnicas, e não obra de feiticeiro, como muitos teimam em atacar. Quando alguém é mergulhado anos numa cultura religiosa, sendo bombardeado com informações de que a Bíblia é a palavra de Deus e tudo que está literalmente escrito é verdade pura e absoluta, dificilmente aceitará as conclusões das pesquisas científicas.

Ao tentar diminuir a bíblia, vcs estão diminuindo Deus, é na bíblia que está escrita a personalidade de Deus, quem faz isso não pode se considerar cristão.

Hoje percebemos pelos avanços tecnológicos que não é possível conciliar a Bíblia levada ao pé da letra com a ciência. Talvez seja por isso que dentro de famílias religiosas tradicionais tenham saído muitos incrédulos e céticos. Agora mais do que nunca é necessário que estas religiões mais tradicionais repensem sobre o que está sendo pregado aos seus jovens para que não tenham que sofrer uma reforma na base da força.


Nooossaaa que medooooo...rs

O texto tenta diminuir a bíblia o tempo todo. Existe flexibilidade na bíblia, não mudaria em nada se realmente fosse provado que a terra tem bilhões de anos ou é uma terra jovem. A bíblia suporta estas duas hipóteses.

Ninguém vai sofrer uma reforma a base da força, a bíblia passou por séculos sem nunca ter sido refutada. Ela é atemporal.


“O Espiritismo, muito pelo contrário, está lado a lado com a ciência seguindo a orientação de Kardec: “Ou o Espiritismo caminha com a ciência, ou não sobreviverá”. Não podemos esquecer que as descobertas científicas também vêm de Deus, pois nada é revelado ao homem sem que antes seja aprovado pela espiritualidade superior. O problema é que, infelizmente, por causa do livre-arbítrio, nós seres humanos, utilizamos para o mal aquilo que foi criado primariamente para o bem. Mas isso é uma outra história e que fica para uma outra vez...

Autor: Anderson Luiz da Silva”

Graças a Deus os evangélicos não tem fé cega na ciência, porque sabemos que perfeito só Jesus, e que o homem é um ser limitado, sujeito a erros.

Aqui o texto se contradiz, mas fala a verdade, toda a evidência é de Deus,

Salmo 24:1. "A terra é do Senhor e toda a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam." Não é uma questão de tentar encontrar provas. A prova está em toda parte. A questão é a interpretação das provas.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Não entendi o motivo de criticarem o criacionismo, seee acreditam em Deus não tem motivos para estarem contra, a não ser que não tenha entendido o criacionismo, que é um movimento surgido nos EUA há cerca de 40 anos, cujos integrantes são, em sua grande maioria, cientistas com graus avançados em importantes universidades. Estes cientistas estão convencidos de que a evidência científica de hoje nos mostra que a teoria da evolução é falsa, e que a verdade sobre nossas origens é que Deus criou o universo, os seres vivos e o homem. Até que provem o contrário a criação divina é a verdade sobre nossas origens.

Então, quem tem que provar são os evolucionistas, já que por ser uma teoria cheia de furos inspirou o movimento criacionista no mundo.

Karla Cristina
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 710
flag : Brasil
Data de inscrição : 24/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Convidad em Sab 23 Abr 2011, 11:02 am

Se fizermos uma análise destes criacionistas bíblicos, chegamos à conclusão que para os que encaram a Bíblia como um livro infalível, não há como aceitar a história da criação como uma alegoria, levando em conta o contexto histórico-cultural do povo hebreu. Se assim eles fizerem, terão também de aceitar outras passagens como ficção ou entender que aquilo fazia parte do costume de um povo. Sendo assim, eles teriam que concordar que a proibição de Moisés em não consultar os mortos é na verdade uma mensagem de acautelamento com as comunicações mediúnicas, e não obra de feiticeiro, como muitos teimam em atacar. Quando alguém é mergulhado anos numa cultura religiosa, sendo bombardeado com informações de que a Bíblia é a palavra de Deus e tudo que está literalmente escrito é verdade pura e absoluta, dificilmente aceitará as conclusões das pesquisas científicas.



olha, tenho que concordar com a Karla ,
o texto não trás um único desenvolvimento argumentativo , apenas auto-douração do espíritismo , vemos , a exemplo, o texto acima dizer uma falácia bem lamentável :

'não há como aceitar a estória da criação como alegoria'
Há e facilmente , basta usar o que é vezeiro na bíblia , a relativização temporal , "um dia para Deus é como mil , e mil anos com um dia", conceitos assim existem vários na bíblia , o que dá direito a um cristão (não necessariamente exigência , apenas direito) de dizer 'não 7 dias de criação' mas '7 passos de criação'. O lamentável aqui , é que qualquer que tenha um PEQUENO conhecimento da bíblia , sabe que ela tem um alto percentual de alegorias , dizer que não deve-se ser alegorizada , no que parece ser , é o que céticos costumam fazer para 'colar' críticas . Por exemplo , Eva foi tirada da costela de Adão = DNA SAMPLE , nem chega a ser uma alegoria , é uma interpretação bem direta , caso alguém a deseje.

Se usa esta tentativa de vender a bíblia como sendo 'manual de geladeira, ultra-literal' , para dizer que a proibição de consultar mortos não deveria ser levada a sério , é um 'olha o avião' , a literalidade deste ensino não só é patente , irrefutável , como gerou as consequências previstas na lei de moises - Saul morreu por conta de ter feito o que não era para ter feito. O interessante destes ensinos sobre não consultar mortos é que são :
a) reiterados
b) envolvem todo tipo de sinônimo possível para o consultor de mortos - deixando claro ser tudo a mesma coisa para olhos divinos , e a prática em sí ser , cabalmente , recriminada.
c) nenhum destes ensinos ser alegórico , nem em pensamento poderiam se sofismados.


Vejamos um sample :
(Isaías 8:19) - Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?
(Zacarias 10:2) - Porque os ídolos têm falado vaidade, e os adivinhos têm visto mentira, e contam sonhos falsos; com vaidade consolam, por isso seguem o seu caminho como ovelhas; estão aflitos, porque não há pastor.
(Deuteronômio 18:11) - Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;



alguém viu alegoria nestes versos ?
pois , não apenas vendamos sermos sábios , sejamos , e está escrito como fazer :
(Salmos 111:10) - O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre.



enfim ,
sabedoria é não adequar-se a doutrinas de homens , e sim a de Deus.
A ciência , em seu método científico diz 'não importa quantos pássaros brancos se veja , isto jamais provará que não exista um negro', SE isto fosse levado a sério pelos que se dizem 'científicos e racionais', resultaria no livre debate entre Darwinistas e todos os tipos de criacionistas , sem fronteiras, sem concebimentos à priori , sem pré-concebimentos , AÍ SIM a ciência avançaria , mas de resto será apenas a démodé falácia de Apelo ad-populum , o que já gerou vários erros em massa, na história da ciência .





Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por dedo-duro em Sab 23 Abr 2011, 1:29 pm

Os darwinistas tem os fósseis, pacientemente coletados. Os criacionistas tem um livrinho velho e absurdo, que mal sabem a autoria.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por abençoado em Sab 23 Abr 2011, 1:46 pm

Os darwinistas tem os fósseis, pacientemente coletados. Os criacionistas tem um livrinho velho e absurdo, que mal sabem a autoria.

Seus 'companheiros de farda',como o Art. chama (rs),já disseram que o criacionismo explica o inicio do universo,o darwinismo a evolução das espécies.

A Paleontologia tem sido uma pedra no sapato de muito bom darwinista.Já mastigado aqui,as faltas de evidência de formas intermiárias de orgãos complexos e de longos períodos históricos,onde espécies surgem sem nenhum aparente ancestral comum.



abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por sabino-sp em Sab 23 Abr 2011, 4:08 pm



O Espiritismo, muito pelo contrário, está lado a lado com a ciência seguindo a orientação de Kardec: “Ou o Espiritismo caminha com a ciência, ou não sobreviverá”. Não podemos esquecer que as descobertas científicas também vêm de Deus, pois nada é revelado ao homem sem que antes seja aprovado pela espiritualidade superior. O problema é que, infelizmente, por causa do livre-arbítrio, nós seres humanos, utilizamos para o mal aquilo que foi criado primariamente para o bem. Mas isso é uma outra história e que fica para uma outra vez...

Autor: Anderson Luiz da Silva[/color][/quote]

A Ciencia tem ajudado em muito para mudar conceitos abrir nossa visão para um mundo maior entendermos quem é Deus através de suas obras coisas grandes fantásticas e nos coloca em nosso devido lugar como seres extremamentes pequenos diante da grandeza de Deus, o que ainda muitos não se deram conta é que sendo ele eterno o tempo não conta, a pressa é só nossa que temos uma vida curta , apesar de ter muitas lacunas e muito ainda para descobrir desvendar muitas coisas tem lógica o raciocinio, é difissil afirmar com certeza absoluta alguns assuntos a respeito da evolução o bom senso nos faz acreditar que alguma coisa neste sentido podem ter acontecido não importa para mim como foi. Apenas acredito que é impossível ser obra do acaso coisas tão complexas, Deus é quem fez não importa como

sabino-sp
Sol
Sol

Número de Mensagens : 2161
Idade : 63
Localização : Santo André - São Paulo
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Eterna em Sab 23 Abr 2011, 7:26 pm

Amigo escreveu:seria melhor se vc não tivesse dito "no conceito espírita", não por mim mas por outros que rejeitam só de pensar que possa ser "conceito espírita". Sem entenderem que o pensamento livre não se prende dentro de uma religião. Se o escritor fizesse uma revisão textual e tirasse os pontos volados para o espiritismo alguns leriam. O preconceito é grande em todos os lugares amigo, inclusive aqui.... beijinho


a paz.

Não amigo! Quando eu deixar de ser aceita porque sou espírita será melhor buscar novos horizontes. Não imponho minha presença, tampouco dobro a cerviz quando não sou aceita. O mundo não se restringe aos simpatizantes deste ou daquele sistema filosófico, político ou religioso.


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3831
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Eterna em Sab 23 Abr 2011, 7:43 pm

Amigo escreveu:Eu não sou espirita amigo. No entanto que o ser humano evolui sim. ao longo dos séculos o ser humano deu um salto de evolução sim na ciência e na religião. Sou criacionista amigo e creio que Deus criou todas as coisas sem ser espirita.

Mas não coloco minha religião como base da ciência como está fazendo este escritor . Escreve bem mas quando se faz menção de sua religião tira todo o mérito da escrita... a esposa!

é a msma coisa de um adventista ou batista ou católico dizer . " eu aprendi assim na minha religião assim e é assim... pode não ser e vc pode estar errado. sei lá... entedeu?

a paz. positivinho

Inicialmente Amigo, sou do sexo feminino, portanto sou amiga. Na sequência, quanto criacionista você pode ter dificuldades para vislumbrar que a evolução é da lei e que Deus não precisa de religião. E por fim, a religião não tem que ter base científica, mas a ciência precisar ter base religiosa! Entendeu?


Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3831
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Eterna em Sab 23 Abr 2011, 8:21 pm

[quote="Karla Cristina"]Quando li o texto, a primeira impressão que me passou, que quem escreveu não acompanhou o andamento da ciência atual. O texto está ultrapassado com as descobertas modernas, o que é divertido, pq o tempo todo o autor do texto se vangloria, chega até ser chato porque ele "puxa saco" da ciência, diz: - oh nós espíritas somos seres mais inteligentes que evangélicos, pq andamos abraçados com a ciência e vcs evangélicos são ultrapassados, não aceitam a ciência. O q é totalmente desnecessário, já que existem vários religiosos evangélicos ajudando a ciência a prosperar. Essa postura chega a ser infantil.

É interessante observar a sua graça num texto ultrapassado com posterior sentimento de desdém aos evangélicos. A postura de um autor que escreve para a massa é compreensível, mas o mais interessante é notar a postura individual de cada um.

Não tem como um cristão se orgulhar da teoria darwinista, porque está mais que provado na história que a teoria trouxe conseqüências maléficas ao mundo.

"Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant

Existem provas documentadas que tanto Karl Marx, Francis Galton (pai da eugenia), Adolf Hitler, Mao Tse-Tung e outros, sofreram influencias da teoria darwinista na sobrevivência pelo mais apto, que Charles Darwin patrocinou e popularizou. Só que ele cometeu um erro grave, não são os mais fortes/aptos que sobrevivem, a ciência moderna já provou que a evolução existiu, não por causa de organismos batalharem pela supremacia, mas sim pelo espaço.

Os animais terrestres -. anfíbios répteis, mamíferos e aves - os cientistas mostraram que a quantidade de biodiversidade estreitamente alinhados a disponibilidade de "espaço vital" ao longo do tempo foi a maior causa da evolução.

O orgulho é um dos sete pecados capitais. Você deve saber que só existe porque um dos espermatozóides do seu pai não disputou espaço - mas sobrevivência. É lógico que tem uns espertinhos que chegam junto com outros, mas isto é outra história.

Então olhe o que está escrito em Mateus 7:15-20:

"Pelos seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis"

Os frutos sociais da teoria da evolução tem sido maus para o ser humano.

hahahahaha Desculpe, não deu para conter!

Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant

"SE DEUS não existe e a alma é mortal, tudo é permitido." Dostoiévski

A partir daí percebe-se o embate que apareceu entre criacionismo e evolucionismo. De um lado, religiosos classificando os cientistas de hereges. De outro, toda uma comunidade científica se aprofundando sobre a questão da formação do universo, do planeta terra e dos seres vivos.

Isso aqui foi uma declaração preconceituosa, tem muitos evangélicos envolvidos na ciência. Vocês estão piores que ateus falando de religiosos. vômito
Karla, não existe embate criacionismo e evolucionismo. Somente em fóruns encontramos essas discussões. Você não está entendendo! Existe o evolucionismo e pronto!
Mas como você está passando mal, deixemos as coisas como estão para não perdermos tempo precioso.




Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.

Eterna
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3831
Localização : Sampa
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Jumper em Sab 23 Abr 2011, 10:18 pm

Não tem como um cristão se orgulhar da teoria darwinista, porque está mais que provado na história que a teoria trouxe conseqüências maléficas ao mundo.

"Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant
Então você prefere não saber como as espécies surgem?
Prefere fechar os olhos à ver a realidade?

Existem provas documentadas que tanto Karl Marx, Francis Galton (pai da eugenia), Adolf Hitler, Mao Tse-Tung e outros, sofreram influencias da teoria darwinista na sobrevivência pelo mais apto, que Charles Darwin patrocinou e popularizou. Só que ele cometeu um erro grave, não são os mais fortes/aptos que sobrevivem, a ciência moderna já provou que a evolução existiu, não por causa de organismos batalharem pela supremacia, mas sim pelo espaço.
O Marxismo é a base do comunismo... não vejo algo mais contrário ao darwinismo social do que o comunismo.
Hitler era um cristão matando judeus, não foi a 1a vez na história que isso aconteceu.
Ciência não toma lados da mesma forma que um martelo não tem culpa se é usado para arrebentar a cabeça de alguém. Você preferia então nunca ter inventado o martelo?
Darwin sempre falou que era a sobrevivência do mais apto e ele nunca usou a Teoria dele nos humanos, o primo dele no entanto...

Os frutos sociais da teoria da evolução tem sido maus para o ser humano.
Sério? Você considera os ultimos 150 anos como os piores da história humana?
Você quer dizer que após a eliminição da escravidão, difusão dos direitos humanos, até as mulheres podem votar e dirigir! Esses são os frutos maus, que vieram após Darwin.
Nós nunca vivemos tanto e tão bem, as descobertas medicinais e tecnológicas foram imensas.

O que foi muito mal foi a inquisição com as suas cruzadas, censurando o conhecimento e mandando crianças para a guerra... torço muito para que nunca mais a religião volte a dominar o mundo mas que pelo visto é o objetivo de várias pessoas aqui.

Sobre a terra ser antiga, ter bilhões de anos, a ciência já observou alguma coisa ao longo de milhões de anos? Não. Eles já repetiram uma experiência única ao longo de milhões de anos? Não. Então não é uma visão científica, mas uma questão puramente religiosa.
Isso é um pensamento muito limitado, "só acredito no que vejo"... Como nenhuma pessoa vive mais que cento e poucos anos então devemos jogar fora tudo que dure mais que cento e poucos anos? Besteira.
Vou citar um exemplo prático, há um lago que deixa camadas de sendimentos todo ano, ao longo de milhares de anos temos então milhares de camadas. Simples e prático. Não é questão de fé nem de religião.
Usando multiplos casos como esse pode-se então ter uma boa idéia de datação.

Não se deve negligenciar as falsificações evidentes dos fósseis, tais como Archaeorapter, Piltdown Man, Nebraska Man, e assim por diante.
Falsificações derrubadas pelos cientistas.
Se fosse numa religião, tais falsificações seriam usadas como prova de fé e os religiosos ignorariam (ou perseguiriam) qualquer um que dizesse ser falsificação.
Qual dos dois então está mais interessado em descobrir a verdade, seja ela qual for? Meu voto vai pra ciência.

Existe também a Pareidolia, percepção de significado em um estímulo vago ou aleatório, por exemplo, ver animais nas nuvens ou o rosto de uma figura religiosa em um item alimentar, ver imagens em janelas de vidro e mensagens ocultas em músicas executadas do contrário, ver também ovnis e extraterrestres. A ciência está sofrendo disso, tudo que encontra induz ser prova do modismo que nela se encontra. Como a maioria crê na terra ser antiga, tudo conspira pra isso, mas será provas ou persuasão?
Então é um modismo que dura séculos e que reuniu provas incontestáveis.
E vocês? Acreditam em uma Terra nova porque? Porque algum padre fez as contas um dia e calculou que a Terra tinha 6006 anos. E ai de quem afirmar o contrário.

Sim, mas a teoria darwinista nunca foi provada, não foram achados os fosseis de transição. Vejo em vcs muito mais impolgação com a ciência do que com o livro sagrado. A bíblia sempre foi muito mais poderosa, sempre esteve a frente da ciência
Epa, não precisa mentir... fosseis transicionais existem aos montes, só não vê quem não quer.
A Bíblia sempre foi um empecilho para o desenvolvimento humano, matando e perseguindos inumeros cientistas que discordavam das "Verdades bíblicas". Os ultimos 150 anos, desde que a inquisição acabou e desde que houve uma grande separação da Igreja e do Estado, foram os anos em que nós avançamos mais.


Na bíblia está
escrito que não somos capazes de contarmos as estrelas no céu, a ciência já nos
provou isso. Se fossemos contar as estrelas da via lactea uma por segundo, demorariamos 2.500 anos, para contá-las. Enquanto Deus, sabe o nome de cada uma delas, somos um cisco perante a grandeza de Deus, somos como uma poeirinha no Universo. Vejo tentativa em vcs de diminuir Deus e valorizar os homens.
Exemplo infantil e irrelevante.
Porque não cita os versículos onde é o Sol quem se move e os que afirmam que a Terra é plana?


A árvore evolutiva darwinista, está totalmente desacreditada, até entre os cientistas. Não existem fosseis de transição. Os criacionistas só estão defendendo que, se não existem provas, se é uma questão de fé, então não faz sentido tirar Deus da criação do universo.
Nossa... então as centenas de milhares de fósseis transicionais não existem? Caramba...


Charles Darwin deveria ter escrito apenas aquilo que foi observável na natureza, foi loucura ele ir além e afirmar que viemos todos de um simples ser , ele não tinha como provar isso (macroevolução) de forma observável. O que ele fez trouxe inúmeras consequencias ao mundo.
Mas Charles Darwin escreveu sobre o que ele observou, sobre espécies que se adaptaram de forma diferentes em ilhas diferentes, por ex.
Macroevolução é a especiação e isso é um fato observável. Largamente conhecido e documentado em biologia.


Me diga, você faz questão de não ver a realidade? Porque você tem essa necessidade de não mudar e não aprender coisas novas? É medo que o mundo seja maior que um livro?

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Karla Cristina em Sab 23 Abr 2011, 10:33 pm

Eterna escreveu:Quando li o texto, a primeira impressão que me passou, que quem escreveu não acompanhou o andamento da ciência atual. O texto está ultrapassado com as descobertas modernas, o que é divertido, pq o tempo todo o autor do texto se vangloria, chega até ser chato porque ele "puxa saco" da ciência, diz: - oh nós espíritas somos seres mais inteligentes que evangélicos, pq andamos abraçados com a ciência e vcs evangélicos são ultrapassados, não aceitam a ciência. O q é totalmente desnecessário, já que existem vários religiosos evangélicos ajudando a ciência a prosperar. Essa postura chega a ser infantil.

É interessante observar a sua graça num texto ultrapassado com posterior sentimento de desdém aos evangélicos. A postura de um autor que escreve para a massa é compreensível, mas o mais interessante é notar a postura individual de cada um.

Ele não escreveu este texto para a massa, ele escreveu este texto direcionado aos criacionistas, inclusive teve forista que lhe disse, que no forum gospel vc iria encontrar preconceito contra espirita, o que não concordo, aqui no fórum vai ter pessoas que se preocupam com sua alma, e que por este motivo queiram te evangelizar. O que é diferente de ter preconceito, e o que vi foi o contrário, este texto é super-preconceituoso .

Não tem como um cristão se orgulhar da teoria darwinista, porque está mais que provado na história que a teoria trouxe conseqüências maléficas ao mundo.

"Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant

Existem provas documentadas que tanto Karl Marx, Francis Galton (pai da eugenia), Adolf Hitler, Mao Tse-Tung e outros, sofreram influencias da teoria darwinista na sobrevivência pelo mais apto, que Charles Darwin patrocinou e popularizou. Só que ele cometeu um erro grave, não são os mais fortes/aptos que sobrevivem, a ciência moderna já provou que a evolução existiu, não por causa de organismos batalharem pela supremacia, mas sim pelo espaço.

Os animais terrestres -. anfíbios répteis, mamíferos e aves - os cientistas mostraram que a quantidade de biodiversidade estreitamente alinhados a disponibilidade de "espaço vital" ao longo do tempo foi a maior causa da evolução.

O orgulho é um dos sete pecados capitais. Você deve saber que só existe porque um dos espermatozóides do seu pai não disputou espaço - mas sobrevivência. É lógico que tem uns espertinhos que chegam junto com outros, mas isto é outra história.


Você está confundindo sabedoria com orgulho. Uma pessoa que questiona, não aceita tudo que lhe vende de forma cega, é sábia

A vida é mágica, podemos ver a mão de um design inteligente na fertilização. Tudo tem uma hora, um momento certo para acontecer, não adianta ter um espermatozoide que vc diz como "apto", se ele não estiver no momento certo. Se a mulher estiver fora do período fértil, os espermatozoides geralmente não têm qualquer possibilidade de entrar sequer no útero.

Não acreditamos no acaso, eu tenho um Pai, e existo porque já estava predestinado o espermatozoide fecundar o ovário. Se seu pai Eterna, é o acaso, só tenho que lamentar.

Deus sempre tem um projeto de vida para nós. Observe o projeto de vida que Deus teve na vida do profeta Jeremias:

Jeremias 1:5 "Antes que eu te formasse no ventre materno, eu te conheci, e, antes que saísses da madre, te consagrei, e te constituí profeta às nações".



Então olhe o que está escrito em Mateus 7:15-20:

"Pelos seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis"

Os frutos sociais da teoria da evolução tem sido maus para o ser humano.

hahahahaha Desculpe, não deu para conter!

Com este tipo de comportamento, vc demonstra pouco conhecimento de história, de ciências e muita fé na evolução. Ao invés de :risadinha: você deveria Sad .

Espiritualmente vc está no caminho que não vai te levar a lugar nenhum, pq vc não questiona, ficou sólida nas suas crenças, assim vc não vai estar aberta para aprendizagem e sim para o deboche, que não traz crescimento nenhum.

Entrei num fórum totalmente afastada de Deus, com valores deturpados, mas entrei de coração aberto, comecei a questionar, filosofar, em poucos meses já sabia qual era o melhor caminho a seguir.

Ao oferecer a evolução em lugar de Deus como uma causa da história, Darwin removeu a base teológica do código moral da cristandade" Will Durant

"SE DEUS não existe e a alma é mortal, tudo é permitido." Dostoiévski

A partir daí percebe-se o embate que apareceu entre criacionismo e evolucionismo. De um lado, religiosos classificando os cientistas de hereges. De outro, toda uma comunidade científica se aprofundando sobre a questão da formação do universo, do planeta terra e dos seres vivos.

Isso aqui foi uma declaração preconceituosa, tem muitos evangélicos envolvidos na ciência. Vocês estão piores que ateus falando de religiosos. vômito

Karla, não existe embate criacionismo e evolucionismo. Somente em fóruns encontramos essas discussões. Você não está entendendo! Existe o evolucionismo e pronto!

Puxa, vc está pior que eu poderia imaginar. Pense, filosofe, questione, vc está colocando evolucionismo acima de Deus, o homem erra, a teoria da origem das especies está cheia de furos, não é só criacionistas que estão incomodados com isso, mas muitos cientistas também estão. Estude mais, pelo visto vc não está preparada para este tipo de debate.

Mas como você está passando mal, deixemos as coisas como estão para não perdermos tempo precioso.


Você está igual o leão da montanha: - Saída pela esquerda!!!


Karla Cristina
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 710
flag : Brasil
Data de inscrição : 24/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por dedo-duro em Sab 23 Abr 2011, 11:06 pm

abençoado escreveu:
Os darwinistas tem os fósseis, pacientemente coletados. Os criacionistas tem um livrinho velho e absurdo, que mal sabem a autoria.

Seus 'companheiros de farda',como o Art. chama (rs),já disseram que o criacionismo explica o inicio do universo,o darwinismo a evolução das espécies.

A Paleontologia tem sido uma pedra no sapato de muito bom darwinista.Já mastigado aqui,as faltas de evidência de formas intermiárias de orgãos complexos e de longos períodos históricos,onde espécies surgem sem nenhum aparente ancestral comum.



Deve ter uma lacuna aqui outra acolá. Os crentes subvertem e fazem escândalo. Não que eu dê bola para isso, embora pense que todos deveriam ser ateus na atualidade.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por dedo-duro em Sab 23 Abr 2011, 11:07 pm

podemos ver a mão de um design inteligente na fertilização

Oh!

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por abençoado em Dom 24 Abr 2011, 10:34 am



Deve ter uma lacuna aqui outra acolá. Os crentes subvertem e fazem escândalo. Não que eu dê bola para isso, embora pense que todos deveriam ser ateus na atualidade.

É mais do que uma 'lacuna aqui ou ali'.Não são "crentes" ,são cientistas que não fazem do darwinismo aquilo que não é,só por modismo.

Os processos darwinianos são plausíveis de acontecer neste ou naquele contexto,não generalizar a teoria, dizer que ela explica a origem da vida (sem evidência) e que refuta as religiões abrâamicas (sem evidência e com exegese bíblica forçada e mal intrepretada)não passa de uma arma apontada ao teísmo,pelo fraqueza dos argumentos filosóficos ateístas.

Ou seja,o ateísmo aproveita-se de uma teoria que é a 'melhor' (entenda-se melhor como mais aceite,pelo menos até à primeira metado do século XX) atualmente (não significa que seja a correta como bem sabemos) e força-a como se fosse um cavalo de batalha que todos sabem que não é.

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por dedo-duro em Dom 24 Abr 2011, 12:20 pm

Amigão, já foram encontrados fósseis de bactérias que são praticamente feitos somente de RNA, com bilhões de anos de idade. Esse é o Adão que defende?

Cientistas não são conspiradores. Pelo contrário, esforçam-se bastante para divulgar seus avanços na medição das coisas, aprimorando o pensamento e a sociedade humana. Quem embola o meio de campo são a religião e a tradição, que, desde Galileu, forçam a barra, e enfiam criacionismo guela abaixo às pessoas.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por abençoado em Dom 24 Abr 2011, 2:37 pm

Amigão, já foram encontrados fósseis de bactérias que são praticamente feitos somente de RNA, com bilhões de anos de idade. Esse é o Adão que defende?

E daí?Como disse,você nunca Gênesis.

Cite o trecho bíblico onde Moisés assevera que Adão foi o primeiro ser vivo a ser criado.

Cientistas não são conspiradores. Pelo contrário, esforçam-se bastante para divulgar seus avanços na medição das coisas, aprimorando o pensamento e a sociedade humana. Quem embola o meio de campo são a religião e a tradição, que, desde Galileu, forçam a barra, e enfiam criacionismo guela abaixo às pessoas

Não duvido dos cientistas.O que questiono é a validade de pérolas ateístas como aquelas que citei.

Quanto à tradição,concordo.Mas para isso apareceu a Reforma Protestante-para que cada pessoa fosse livre para pensar livremente e fosse o próprio Deus a revelar-se a si mesmo através das Escrituras.

Ok,isso levantou um aparecimento de trocentas denominações,crenças heréticas,exploração por parte de alguns,etc..mas por aqueles que hoje são livres para abrir uma Bíblia e conhecer Cristo,frequentar uma igreja que seja de acordo com o seu pensamento por si mesmo e mesmo por aqueles que desenvolvem o dito "conhecimento secular" sem influência da tradição humana,valeu a pena.


Quanto ao criacionismo "enfiado goela à baixo",primeiro que tudo,a sociedade ocidental de hoje é livre(não existem fogueiras escaldantes para os "hereges"como antigamente).Depois,não tenho conhecimento do criacionismo ser ensinado nas escolas,ao contrário do evolucionismo. E ,como já referido, Criacionismo explica a criação do mundo (hipótese do DI em filosofia),evolucionismo a evolução das espécies.Um erro muito comum é confundir-se fixismo com criacionismo.Para além disso,muitos teístas são evolucionistas,tudo depende da intrepretação dada a Gênesis 1.

Então,não se podem colocar as duas no mesmo campo,como se praticassem o mesmo esporte e nem se pode afirmar que TE refuta a hipótese divina- talvez ela refute ideias pré-concebidas dos ateus a despeito dos pensamentos religiosos (mas isso são coisas bem diferentes).


abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por dedo-duro em Dom 24 Abr 2011, 6:25 pm

Cara, Oparin-Miller já refutou qualquer pretensão do gênesis. Acompanhe o outro tópico. Não há nada próximo à evolução das espécies contido no gênesis. Qualquer leitor médio não engole essa.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por abençoado em Dom 24 Abr 2011, 7:04 pm

Como assim?Gênesis apenas indica que as espécies foram criadas por Deus,não infere nada a respeito do resto (como foram formadadas,quando foram formadas,etc).

Passar disso é pura especulação

(não sou defensor de TE,mas sei que existem teístas evolucionistas e que isso não é propriamente um problema).

Inferir como as espécies evoluem não implica desprezar o DI nem existe contradição entre ambos.


abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por abençoado em Dom 24 Abr 2011, 7:05 pm

As experiências de Oparin Miller refutou Gênesis em quê afinal?

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por dedo-duro em Dom 24 Abr 2011, 7:41 pm

[Editado pela moderação].

É contra as regras ataques pessoais.

A Moderação.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por abençoado em Dom 24 Abr 2011, 8:19 pm

Editado pela moderação
Quê?? hummm

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entendendo o criacionismo bíblico x evolucionismo

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 6:08 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum