.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
79 usuários online :: Nenhum usuário registrado, 1 Invisível e 78 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Página 6 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Cal em Seg 21 Fev 2011, 2:52 pm

Well escreveu:No meu primeiro período da Universidade, tive uma aula de Filosofia e meu professor abordou exatamente isso, mas utilizou mais exemplos que você. Bem mais. Como eu disse, hoje, eu aderi à fé cristã por meio da minha razão. Pelo que pude estudar por mim mesmo, percebi que o Cristianismo é o único ramo religioso que prega uma salvação sem ser pelas obras e que a Bíblia é um livro diferenciado por causa dos seus 28% de profecias.
Well, poderiamos começar uma longa discussão sobre os méritos e deméritos das profecias bíblicas, mas ao invés disso vou postar uma previsão de um evento futuro real e mostrar os principais pontos da mesma para servir de base de comparação para você e demais pessoas que acreditam em profecias religiosas.

O próximo periélio do Cometa Halley será em 29 de julho de 2061.

Veja a afirmação acima, vamos notar suas principais caracteristicas e comparar com as profecias religiosas.

DATAÇÃO: A afirmação acima tem o item mais importante e INDISPENSÁVEL para qualquer alegação que afirme prever eventos futuros, a data, dizer que algo vai acontecer sem dizer especificamente quando é fácil, pois das duas opções uma será escolhida entre aqueles que acreditam na alegação, ou um evento que se encaixa terá ocorrido, o que não é nada difícil em profecias que nunca expiram seu prazo de validade, ou ela será categorizada como profecia ainda não cumprida mas que será fielmente cumprida no futuro... com um padrão tão elástico e permissivo qualquer profecia é verdadeira.

ESPECIFICAÇÃO: A afirmação acima não faz jogo de palavras e termos dúbios como "um astro", "uma luz inexplicavel no céu" ou qualquer outra nesse sentido, ao invés disso diz O COMETA HALLEY, não há margens para reinterpretações caprichosas ou distorções de dissidentes, compare isso com a profecia de Daniel que ao supostamente descrever a queda da Grécia usa um "ele" ao invés de Alexandre e "quatro ventos" ao invés de generais.

ACESSO: Qualquer um que quiser ou tiver o interesse em aprender os métodos que levaram aos cientistas preverem tal evento pode fazê-lo, nada de revelações exclusivas a profetas escolhidos ou interpretações que só podem ser alcançadas por individuos iluminados, nada de separar as pessoas em classificações difamatórias (carnais) ou elevar individuos a patamares superiores (espirituais).

RELEVÂNCIA: Uma previsão para que não tenha dúvidas quanto ao seu cumprimento não podem ser cotidianas ou comuns, prever que um cometa vai passar no dia específico tal é qualitativamente melhor do que dizer "cidade tal será destruída", "reino tal cairá" principalmente em uma época aonde tais cidades e reinos travavam guerras constantes, já um cometa não é um evento cotidiano.

Eu poderia continuar com um número de detalhes ainda maior, mas acho que já deu para pegar a idéia, vale notar também que não existem cientistas "pós-halleyanos" discutindo com os "pré-cometistas" a correta interpretação dos dados.






A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por ukara em Seg 21 Fev 2011, 3:37 pm

lordakner escreveu:Ah, já sei. O Desenhista Inteligente tem de fazer uns rascunhos, antes de acertar o projeto perfeito.
Ah, da pena,viu? oh my

É, pena dá, mas felizmente a vida aqui é só uma etapa.

ukara
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por lordakner em Seg 21 Fev 2011, 6:29 pm

carlosect escreveu:
lordakner escreveu:
carlosect escreveu:
lordakner escreveu:
carlosect escreveu:
não quis me referir ao conhecimento de tudo que existe como se fosse para sabermos sobre como tudo funciona, de fato se fosse o caso poderíamos prever com exatidão uma catástrofe mas se há chuva é porque existe água isso quer dizer que alguém criou a água.

Não. oh my
Ninguém criou a água.
E citar algum versículo do Gênesis não altera este fato.

Você não pode provar que Deus não existe porque terá que admitir que tudo foi feito ao acaso, seria bem engraçado dizer que tudo já existia e por pura coincidência tudo passou a ser como é hoje, o mais engraçado ainda que tudo na natureza tem equilíbrio e só o homem estraga o que há em nosso planeta...

oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh myoh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh myoh my oh my oh my oh my oh my

Ah, já sei. O Desenhista Inteligente tem de fazer uns rascunhos, antes de acertar o projeto perfeito.
Ah, da pena,viu? oh my



Rapaz, que foto é essa?
assustei de ver... affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid affraid
É um rascunho do Desenhista Inteligente.
oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my oh my

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Well em Seg 21 Fev 2011, 6:33 pm

Jumper escreveu:Well,
Jumper,
Jumper escreveu:Mas a questão é justamente essa... nem sempre o que é real é melhor para a gente... eu acho sensacional a idéia de vida após a morte, mas não vou acreditar nisso apenas por considerar isso melhor pra mim. O que você prefere? Uma mentira bonita ou uma verdade feia?
Eu prefiro uma verdade feia, mas se ela for bonita, melhor ainda.
Jumper escreveu: Suponho que você se refere à minha crença... então, qual é a minha crença? Descrença não é crença, da mesma forma que careca não é cor de cabelo.
A careca está para a cor da pele, assim como a sua crença está para o "ver para crer".
Jumper escreveu: Então você acredita em algo por causa de um livro e por causa das profecias que esse livro compõe? Isso quer dizer o que então? Se alguém preparar um livro tão ou mais diferenciado que a Bíblia e usar mais profecias ainda, você passará a seguir esse outro livro? É isso que você adora? Um livro?
As profecias bíblicas são o selo de autenticidade. Sem contar com o subjetivismo, as profecias mostram que há um Deus no céu capaz de revelar o futuro, concordando você ou não. Qual outro livro pode se comparar à Bíblia nesse aspecto? Apresente-me um.
Jumper escreveu: Não cara, eu não falei da "minha crença", o que eu falei é basicamente a definição da necessidade de crenças pela espécie humana. É algo que se aplica a qualquer crença existente.
Bem, se a espécie humana parece já surgir com essa necessidade de crença programada, então, temos que levar o caso para o programador.
Jumper escreveu:Esse versículo só pode ser entendido nesse sentido?
Só Jesus foi crucificado? Ou no caso nem isso, já que o que fala é de uma pessoa sofrendo perfurações no corpo. Cara, versículos soltos podem ser encaixados em basicamente qualquer coisa. Profecia do passado longiquo para o passado longiquo não é tão incomum assim. Principalmente pelo fato que tais profecias podem ser alteradas mais tarde.
Eu só mostrei uma profecia. Se eu fosse fazer a conexão dessa profecia com todas as outras mostradas na Bíblia, só uma pessoa se encaixaria com perfeição: Jesus, o Cristo.
Numa época tão remota (1000 a.C.), por que ele falou da morte pela cruz, completamente desconhecida dos judeus?

Jumper escreveu:Não foi mencionado cruz alguma... basicamente alguém sofrendo bastante fazendo várias alegorias.
"Traspassaram-me as mãos e os pés..." Eu pergunto: não há possibilidade nenhuma de ter sido morte de cruz, meu caro Jumper???

Is. 53.9 E deram-lhe a sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte, embora nunca tivesse cometido injustiça, nem houvesse engano na sua boca. ==>> Mt.27.57 Ao cair da tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que também era discípulo de Jesus. 58 Esse foi a Pilatos e pediu o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que lhe fosse entregue.

Etc, etc e etc.

===========xxxxxxx======

Cal, desculpe-me, mas pelo que li da sua postagem você não conhece o que é uma profecia bíblica mesmo. Eu já citei vários exemplos aqui como a de Mateus 24.14, as profecias de Daniel e etc. Alguma contestação fudamentada a respeito??? Estou esperando.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Cal em Seg 21 Fev 2011, 7:46 pm

Well escreveu:As profecias bíblicas são o selo de autenticidade. Sem contar com o subjetivismo, as profecias mostram que há um Deus no céu capaz de revelar o futuro, concordando você ou não. Qual outro livro pode se comparar à Bíblia nesse aspecto? Apresente-me um.
Grifo meu, mas é exatamente o subjetivismo que desqualifica tais profecias como previsões válidas de eventos futuros.
Bem, se a espécie humana parece já surgir com essa necessidade de crença programada, então, temos que levar o caso para o programador.
Você bateu na trave, temos como padrão de sobrevivência a curiosidade (e não crença), já no desenvolvimento da compreensão humana o primeiro passo dado foi a personificação dos eventos naturais, foi um passo importante mas já ficou para trás, o erro é se manter nesse patamar face a uma realidade que proporciona explicações bem melhores e eficientes.
"Traspassaram-me as mãos e os pés..." Eu pergunto: não há possibilidade nenhuma de ter sido morte de cruz, meu caro Jumper???
Vejamos, temos duas opções diante desses relatos inverificaveis, ou as profecias foram cumpridas em detalhes na pessoa de Jesus e isso somado aos outros relatos fantásticos dos evangelhos causariam um impacto tremendo na cultura judaica que nos proporcionaria muito mais evidências externas aos relatos neo-testamentários do que as parcas que dispomos ou os evangelhos foram escritos em linguagem mitológica (nascimento virginal, ressurreições, etc...) e seu personagem principal foi relatado como o cumprimento das profecias do AT que os apostolos e discipulos conheciam e que foram rejeitados por seus pares como uma seita... já disse antes, se quiser acreditar você sempre terá ganchos, mas eles nunca passariam pelo crivo da lógica imparcial.
Cal, desculpe-me, mas pelo que li da sua postagem você não conhece o que é uma profecia bíblica mesmo. Eu já citei vários exemplos aqui como a de Mateus 24.14, as profecias de Daniel e etc. Alguma contestação fudamentada a respeito??? Estou esperando.
Ok, postei uma previsão do futuro real baseada em fatos mostrando a diferença entre crer em relatos e alegações profeticas daquelas fundamentadas na verdade, mostrei os critérios, me mostre uma das profecias de Daniel que tenha fornecido A DATA que o suposto evento iria ocorrer, que não use figuras de linguagem do tipo "quatro ventos" que podem ser encaixadas depois que os eventos ocorram, que não relate um evento comum como queda de reinos em guerra e que não esteja na categoria de "profecia que ainda não se cumpriu mas irá no futuro." e poderemos discutir, daquilo que se apresentou é apenas conclusão forçada em cima de fatos e evidência circular, como profecias da bíblia se cumprindo na... bíblia.

Mais ainda, as profecias de Daniel que falam de prazos são aquelas das setenta semanas, estamos em 2011, essas mesmas profecias foram usadas pelo fundador da IASD em 1844 para anunciar o retorno de Jesus, se vocês se permitem até a reinterpretar termos (semanas significarem anos???) e figuras de linguagem a profecia jamais falha para vocês, só não espere que aqueles que não estejam ideologicamente comprometidos com tais crenças as levem a sério.


Última edição por Cal em Seg 21 Fev 2011, 8:38 pm, editado 2 vez(es)


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por lordakner em Seg 21 Fev 2011, 7:59 pm

Well escreveu:As profecias bíblicas são o selo de autenticidade. Sem contar com o subjetivismo, as profecias mostram que há um Deus no céu capaz de revelar o futuro, concordando você ou não. Qual outro livro pode se comparar à Bíblia nesse aspecto? Apresente-me um.
O livro sagrado Maia - Chilam Balam -

Aqui
ficam[/size]
as
Profecias Maias:







Profecia


A primeira profecia diz que nosso mundo de ódio, materialismo e medo,
terminará num sábado, 22 de Dezembro do ano 2012. Neste dia a
humanidade deverá escolher entre desaparecer como espécie pensante,
que ameaça destruir o planeta, ou evoluir à integração harmônica
com todo o Universo, compreendendo que
somos parte deste Todo, e que podemos existir em uma Nova Era de luz.

A primeira profecia diz ainda que a partir de 1999 teríamos apenas 13 anos
para realizar as mudanças de consciência e atitude necessárias para
desviar nosso caminho da destruição, e avançarmos para uma nova
realidade onde a vida se integra com tudo
o que existe.

Os Maia sabiam que nosso Sol é um Ser vivo que respira e que de
tempos em tempos sincroniza-se com o enorme Organismo do qual faz parte
ao receber um raio de luz do centro da galáxia. Esse raio de luz,
em ressonância com o Sol, produz em sua superfície o que os
cientistas chamam de erupções solares e campos magnéticos. Os Maias
predisseram que isto sucede em ciclos de 5.125 anos e que a Terra seria
afectada pelas mudanças do sol, mediante um deslocamento de seu eixo de rotação
e previram que a partir deste movimento se produziriam grandes cataclismos.

Para os Maia, os processos universais, como a 'respiração' da galáxia,
são cíclicos e nunca acabam. O que muda é a consciência do homem
que passa através deles sempre em um processo de aperfeiçoamento. A
humanidade deve estar preparada para atravessar esse 'portal' previsto
pelos Maia, que transformará a Civilização actul em
uma civilização com uma freqüência vibratória mais elevada. Só de
maneira individual se pode atravessar a porta que permite evitar o
grande cataclismo que sofrerá o planeta, para dar começo a uma Nova
Era e um "sexto ciclo" do Sol.

Os Maia asseguravam que a sua civilização era a quinta iluminada pelo
sol. O quinto grande ciclo solar. Que antes, sabiam ter existido na
terra outras quatro civilizações, que foram destruídas por desastres
naturais. Eles acreditavam que cada civilização é apenas parte da
consciência colectiva.

Para os Maia, no último cataclismo, a civilização foi destruída por
uma grande inundação (o Dilúvio de que fala a Bíblia), deixando poucos sobreviventes e
que seriam seus
descendentes. Pensavam que, conscientes no final destes ciclos, muitos
seres humanos se preparariam para o que viria, e que, graças a isso,
haviam de conseguir conservar sobre o planeta a espécie pensante: o
homem. Dizem-nos que a mudança temporal nos permitirá ascender a uma
nova etapa consciêncial, direcionando-nos a uma Nova Civilização que
se manifestará mais harmoniosa, vivendo mais de acordo com a
sua verdadeira condição.

A primeira profecia nos fala no "tempo-do-não-tempo". Um período de 20
anos, chamado por eles de Katum - os últimos vinte anos deste grande
ciclo solar de 5.125 anos. De 1992 a 2012, profetizaram os maias, que
durante este tempo manchas e ventos solares, cada vez mais intensas,
apareceriam no sol. Que desde 1992 a humanidade entraria em um último
período de grandes aprendizados, de grandes mudanças. Que a nossa própria
conduta de depredação e contaminação do planeta contribuiria para
que estas mudanças acontecessem. A primeira profecia disse que estas
mudanças vão acontecer para que compreendamos a mecânica do Universo,
e avancemos para níveis superiores, deixando para trás o materialismo, a
dor e o sofrimento.

O livro sagrado Maia - Chilam Balam - diz que, ao final do último Katum,
cidades serão destruídas e, haverá um tempo de obscuridade, mas que
logo chegará a seara futura - os homens do sol, que despertarão a
Terra pelo norte e pelo oeste. Disseram que as palavras de seus
sacerdotes seriam ouvidas por todos, como um guia para o despertar. Eles
falam desta época, como o tempo em que a humanidade entrará no Grande
Salão dos Espelhos. Uma época de mudanças, para o homem se confrontar
consigo mesmo e analise e reveja seu comportamento consigo e com o
Todo. Uma época para que toda a humanidade, por decisão consciente,
mude e elimine o medo e a falta de respeito em todas as relações.[/size]





2 Profecia

A segunda profecia Maia anunciou que, o comportamento de toda a humanidade
mudaria rapidamente, a partir do eclipse do sol em 11 de agosto de 1999.
Naquele dia, vimos que um anel de fogo se recortava contra o céu. Foi
um eclipse sem precedentes na história, pelo alinhamento em cruz cósmica,
com o centro na Terra, de quase todos os planetas do sistema solar. Eles
se posicionaram nos quatro signos do zodíaco, que são os signos dos
quatro evangelistas. Os quatro guardiões do trono que protagonizam o Apocalipse segundo São João.
Além disso, a sombra que a Lua projetou sobre a Terra, atravessou a
Europa, passando por Kosovo, depois pelo oriente médio, pelo Irão, pelo
Iraque, e posteriormente dirigiu-se ao Paquistão e a Índia. Com sua
sombra ela parecia prever uma área de guerras e conflitos.

Os Maias sustentavam que a partir deste eclipse, o homem
perderia facilmente o controle de suas emoções, ou então alcançaria sua
paz interior e tolerância, evitando os conflitos. Sendo assim,
passamos a viver uma época de mudanças, que é a ante-sala de uma Nova Era. A
noite fica mais escura antes do amanhecer. O fim dos tempos é
uma época de conflitos e grandes aprendizados, guerras, separação e
loucura colectiva, que gera por sua vez, processos de destruição e de
sofrimento, para a evolução selectiva.

A segunda profecia indica que a energia que se recebe do centro
da galáxia aumentará, e acelerará a vibração em todo o Universo para
conduzi-lo a uma maior perfeição. Isso produzirá mudanças físicas no sol,
na Terra, e mudanças psicológicas no ser humano, alterando seu
comportamento e sua forma de pensar e sentir. Serão transformadas as
relações e as formas de comunicação, os sistemas económicos,
sociais, de ordem e justiça. Serão mudadas as convicções religiosas
e os valores que aceitamos hoje. O ser humano irá confrontar-se
com seus medos e angústias, para solucioná-los, e deste modo poderá
sincronizar-se com os ritmos do planeta e do universo. A
humanidade irá perceber seu lado negativo e, as conseqüências de
suas atitudes. Esse é o primeiro passo para a transformação e
unificação que, remete à necessidade da permanência no bem e da paz
interior.

Serão incrementados acontecimentos que nos separam, mas também os que
nos unem. A instabilidade emocional, o medo, a agressão, o ódio, as famílias em
dissolução, os enfrentamentos por ideologia, religião, modelos de
moralidade ou nacionalismo. Simultaneamente, mais pessoas encontrarão a paz e, aprenderão a controlar as suas emoções. Haverá mais respeito, mais tolerância e
compreensão, mais compaixão, amor e sentimentos de unidade. Surgirão homens com altíssimo nível de evolução. Pessoas com sensibilidade e poderes intuitivos para a salvação. Mas também aparecerão farsantes (os falsos cristos e falsos profetas), que só pretenderão obter lucro económico à custa do desespero alheio.

Os Maias previram que em 1999 começaria a era do tempo do não-tempo.
Uma etapa de mudanças rápidas, necessárias para renovar os processos
geológicos, sociais e humanos. Ao final do ciclo, cada um será seu próprio
juiz. Quando o ser humano ingressar no Grande Salão dos Espelhos para
examinar sua trajectória, será classificado pelas qualidades que tenha
conseguido desenvolver no decorrer da eternidade, seu comportamento
consigo mesmo e com seus semelhantes, com o Planeta, com o Todo. “A
cada um, de acordo com suas acções.”[/size]


Haverá momentos difíceis mas muitos conservarão a serenidade e
harmonia numa compreensão das coisas que sucederão, enquanto outros
revelarão medo e frustração, culpando Deus pelo que acontecerá, pois
a morte e sofrimento reinará. Mas também tudo isso originará mais
solidariedade e respeito
pelos semelhantes, de unidade com o planeta e o Cosmos. Isso significa
que o 'céu' e o 'inferno' estarão se manifestando simultaneamente, e que
cada ser humano aceitará ou rejeitará tudo conforme suas crenças. Uns
revelarão mais sabedoria outros mais ignorância. Na época da mudança dos tempos todas as opções estarão
disponíveis e praticamente não haverá censura de nenhum tipo, os valores morais serão mais
frouxos do que nunca, para que cada um se manifeste livremente como é.

A segunda profecia afirma que se a maioria da humanidade
conseguir transcender suas limitações, sintonizando-se com as novas
energias, muitas mudanças drásticas que serão descritas nas próximas
profecias poderão ser anuladas. O ser humano sempre decidiu seu próprio destino
pelo seu livre-arbitrio. As profecias são apenas advertências para que
tomemos consciência da necessidade de mudar o rumo das nossas escolhas erradas
evitando que se tornem realidade.
http://www.novaera-alvorecer.net/as_7_profecias_maias.htm

São SETE profecias.
Não vou postar todas, para não encher a página.
Valem tanto quanto as da bíblia.

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por ukara em Ter 22 Fev 2011, 12:10 am

As profecias bíblicas são o selo de autenticidade. Sem contar com o subjetivismo, as profecias mostram que há um Deus no céu capaz de revelar o futuro, concordando você ou não. Qual outro livro pode se comparar à Bíblia nesse aspecto? Apresente-me um.

O Alcorão.

No link abaixo tem um capítulo inteiro para o milagres científicos no Alcorão Sagrado

Guia ilustrado para entender o Islã

ukara
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por lordakner em Ter 22 Fev 2011, 12:25 am

Chega, ou quer mais?

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por ukara em Ter 22 Fev 2011, 12:38 am

Fabris escreveu:
famado escreveu:
Fabris escreveu:
Sim, eu fico repetindo falácias e estendendo conclusões que não se aplicam, só pra não admitir que estou errado, e daí?
Isto aqui não é uma falácia! É mentira pura, mesmo, já que eu jamais escrevi isto. Um exemplo bem acabado de alguém que pratica bem a "moral" cristã!


Não é mentira, é tradução.

ukara
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Cal em Ter 22 Fev 2011, 11:34 am

lordakner escreveu:Chega, ou quer mais?
Essa é uma das razões que defendo o debate entre pessoas que discordam de seus pontos de vista.

O Well acreditava mesmo que a bíblia era o único livro religioso a fazer profecias, e que tais profecias estavam estabelecida em critérios além de qualquer questionamento...

A utilidade de debates é essa, corrigir conceitos e idéias.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Well em Qua 23 Fev 2011, 2:09 pm

Cal escreveu:Grifo meu, mas é exatamente o subjetivismo que desqualifica tais profecias como previsões válidas de eventos futuros.
Cal, você conhece todas as profecias bíblicas? Citei um exemplo: Mt.24.14. Onde está o subjetivismo ali?

Cal escreveu:Você bateu na trave, temos como padrão de sobrevivência a curiosidade (e não crença), já no desenvolvimento da compreensão humana o primeiro passo dado foi a personificação dos eventos naturais, foi um passo importante mas já ficou para trás, o erro é se manter nesse patamar face a uma realidade que proporciona explicações bem melhores e eficientes.
Me ajdude aí, Cal. Existe alguma nação, povo ou tribo que na sua origem nunca acreditou em um poder sobrenatural que podia ser chamado de um deus qualquer?

Cal escreveu:Vejamos, temos duas opções diante desses relatos inverificaveis, ou as profecias foram cumpridas em detalhes na pessoa de Jesus e isso somado aos outros relatos fantásticos dos evangelhos causariam um impacto tremendo na cultura judaica que nos proporcionaria muito mais evidências externas aos relatos neo-testamentários do que as parcas que dispomos

Discordo. Por que obrigatoriamente teria que acontecer esse impacto tremendo na cultura judaica se desde os primóridos do Cristianismo os judeus sempre combateram os cristãos? Como eles iriam se preocupar em destacar os pontos positivos de uma seita se eles odiavam o fundador dessa seita? Por que eles iriam se preocupar em relatar fatos que iriam destruir com algumas de suas práticas e rituais? Onde ficaria o orgulho desse povo? Por que os judeus, desde à época de Jesus, preocuparam-se em justificar os milagres de Jesus?

Cal escreveu:ou os evangelhos foram escritos em linguagem mitológica (nascimento virginal, ressurreições, etc...) e seu personagem principal foi relatado como o cumprimento das profecias do AT que os apostolos e discipulos conheciam e que foram rejeitados por seus pares como uma seita... já disse antes, se quiser acreditar você sempre terá ganchos, mas eles nunca passariam pelo crivo da lógica imparcial.
Será mesmo que não? Não será você que está arrumando "ganchos"? Apresente as provas de suas assertivas. Acho que aqui mesmo, no Fórum, o Articulador disponibilizou um estudo sobre essas comparações feitas com a liguagem mitológica e o Cristianismo. Se tiver tempo, procure o estudo.

Cal escreveu:... me mostre uma das profecias de Daniel que tenha fornecido A DATA que o suposto evento iria ocorrer, que não use figuras de linguagem do tipo "quatro ventos" que podem ser encaixadas depois que os eventos ocorram, que não relate um evento comum como queda de reinos em guerra e que não esteja na categoria de "profecia que ainda não se cumpriu mas irá no futuro." e poderemos discutir, daquilo que se apresentou é apenas conclusão forçada em cima de fatos e evidência circular, como profecias da bíblia se cumprindo na... bíblia.
Prova de autenticidade é o cumprimento ou não da profecia nos detalhes apresentados por essa profecia. O "Aurélio" nos diz que autêntico é: "que é do autor a quem se atribui; fidedigno; ; genuíno, legítimo; etc. Nada se fala sobre datas. Data é apenas uma parte que pode ou não estar inserida numa profecia. Por exemplo, Daniel revelou ao rei Nabucodonosor que depois do reino de Babilônia surgiria o reino medo-persa, depois o reino grego e por fim um reino que ele não nominou, mas deu dicas. Pela História, veio Babilônia, Medo-Pérsia, Grécia e Roma. O fato dele não ter colocado que na data tal surgiria tal reino e numa outra data, o outro reino, não desqualifica a profecia como autêntica, segundo a definição de autenticidade. Portanto, sua afirmação de que data é imprescindível como característica de autenticidade não procede.

ukara escreveu:O Alcorão.
No link abaixo tem um capítulo inteiro para o milagres científicos no Alcorão Sagrado
Ukara, estamos falando de profecias e não de milagres, embora uma ou outra profecia possa conter algo de milagroso. Entretanto, o escopo do assunto aqui é profecia. Outra, o Alcorão foi tirado de qual livro??


Cal escreveu:
lordakner escreveu:Chega, ou quer mais?
Essa é uma das razões que defendo o debate entre pessoas que discordam de seus pontos de vista.

O Well acreditava mesmo que a bíblia era o único livro religioso a fazer profecias, e que tais profecias estavam estabelecida em critérios além de qualquer questionamento...

A utilidade de debates é essa, corrigir conceitos e idéias.
Cal, com que autoridade você afirma que "O Well acreditava mesmo..." ? Quando foi que eu afirmei que as profecias bíblicas não estavam sujeitas a questionamentos? Por favor, aponte-me isso!

Em tempo:
Como eu já falei, há inúmeras profecias bíblicas autênticas. Vou colocar mais um exemplo:

Um exemplo de profecia cumprida: Ezequiel e Tiro

Ezequiel profetizou durante o período de 592-570 a. C. Além de outras nações e cidades, ele profetizou contra Tiro, uma cidade costeira da Fenícia. Ezequiel predisse que:

- Muitas nações subiriam contra Tiro (Ezequiel 26:3)

- Os muros de Tiro seriam derrubados e a cidade completamente varrida (26:4)

- O local da cidade se tornaria um lugar para os pescadores estenderem suas redes (26:5,14)

- Os escombros de Tiro seriam atirados ao mar (26:12)

- Tiro jamais seria reconstruída (26:14)

O cumprimento destas profecias é surpreendente! Ezequiel identificou Nabucodonosor, rei da Babilônia, como aquele que atacaria a cidade de Tiro e a destruiria (26:7). Nabucodonosor assediou esta cidade na praia do Mar Mediterrâneo de 585 a 572 a. C. e quando, finalmente, rompeu as portas da cidade, ele descobriu que o seu povo, na maior parte, tinha evacuado a cidade por navio e fortificado outra cidade numa ilha a cerca de um quilômetro da costa. Nabucodonosor destruiu a cidade da terra firme (572 a.C.), mas foi incapaz de destruir a cidade da ilha. Estes acontecimentos não são, talvez, muito admiráveis porque aconteceram não muitos anos depois das profecias de Ezequiel. Contudo, a história de Tiro não tinha terminado.

O império medo-persa substituiu o dos babilônios e, por sua vez, o general grego Alexandre, o Magno, capturou o território dos persas. Depois de vencer Dario III na Ásia Menor, Alexandre se mudou para o Egito e conclamou as cidades fenícias a abrirem suas portas (332 a. C.). A cidade na ilhota de Tiro se recusou e por isso Alexandre assediou-a e começou a construir uma ponte flutuante com 60 metros de largura, desde a praia até a ilha. Ele usou os escombros da velha cidade de Tiro, limpando completamente o terreno, para fazer sua "estrada" levando-a até a cidade na ilha. Depois de um cerco de sete meses, ele tomou a cidade. Sua fúria contra os tírios foi grande; ele matou 8.000 dos habitantes e vendeu outros 30.000 para a escravidão.

Muitas cidades antigas, que foram destruídas de tempos em tempos, foram reconstruídas, mas nenhuma cidade jamais foi reconstruída no antigo local de Tiro. O terreno, até mesmo hoje, é usado por pescadores para estender suas redes para limpar, remendar e secar.

Como teria sido possível a Ezequiel saber o que Alexandre, o Magno, faria para capturar a cidade de Tiro 250 anos mais tarde? Nenhum homem poderia ter previsto com tal pormenor o futuro incomum de Tiro; profecias como estas são claramente a obra de Deus.

As profecias contra Tiro são apenas um exemplo entre muitas que poderiam ser citadas. Por exemplo, Isaías predisse que Jerusalém e o templo seriam reconstruídos por ordem de Ciro, o persa, que permitiria aos israelitas regressarem do cativeiro (44:28 - 45:13). Quando Isaías fez estas profecias cerca do ano 700 a. C. a cidade de Jerusalém e o templo ainda estavam em pé, o reino do sul de Judá ainda não tinha sido levado em cativeiro, e os assírios eram a potência mundial. Ciro não libertaria os cativos de Judá antes do ano 536 a.C., 160 anos mais tarde, e entretanto Isaías o chamou pelo nome!

fonte:http://www.estudosdabiblia.net/d37.htm


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por ukara em Qua 23 Fev 2011, 3:54 pm

Well escreveu:
ukara escreveu:O Alcorão.
No link abaixo tem um capítulo inteiro para o milagres científicos no Alcorão Sagrado
Ukara, estamos falando de profecias e não de milagres, embora uma ou outra profecia possa conter algo de milagroso. Entretanto, o escopo do assunto aqui é profecia. Outra, o Alcorão foi tirado de qual livro??

O Alcorão foi ditado a Maomé pelo anjo Gabriel. E não vejo porque você fazer esta diferenciação toda.
Bem... na verdade até vejo...

Você chegou a ler o link que eu passei? Os "milagres" científicos citados com precisão não podem ser considerados profecias? Afinal, como Maomé poderia, há mais de doze séculos, descobrir tantas coisas sobre as montanhas, embriologia, as nuvens, função do cérebro...?

ukara
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Well em Qua 23 Fev 2011, 6:41 pm

ukara escreveu:
Well escreveu:
ukara escreveu:O Alcorão.
No link abaixo tem um capítulo inteiro para o milagres científicos no Alcorão Sagrado
Ukara, estamos falando de profecias e não de milagres, embora uma ou outra profecia possa conter algo de milagroso. Entretanto, o escopo do assunto aqui é profecia. Outra, o Alcorão foi tirado de qual livro??

O Alcorão foi ditado a Maomé pelo anjo Gabriel. E não vejo porque você fazer esta diferenciação toda.
Bem... na verdade até vejo...

Você chegou a ler o link que eu passei? Os "milagres" científicos citados com precisão não podem ser considerados profecias? Afinal, como Maomé poderia, há mais de doze séculos, descobrir tantas coisas sobre as montanhas, embriologia, as nuvens, função do cérebro...?
Cheguei a ler pouco. Parei porque percebi que não havia profecia como as que tem na Bíblia. Profecia feita por Deus e dada a seus profetas é algo sobrenatural, coisa que céticos e ateus não aceitam de modo nenhum. Revelar o futuro é algo sobrenatural.

O Alcorão tem muita coisa da Torah. Os profetas do Alcorão são todos profetas bíblicos, com execeção de Maomé, é claro. Coincidência, né?


Última edição por Well em Qua 23 Fev 2011, 7:11 pm, editado 1 vez(es)


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Cal em Qua 23 Fev 2011, 7:08 pm

Well escreveu:Cal, você conhece todas as profecias bíblicas? Citei um exemplo: Mt.24.14. Onde está o subjetivismo ali?
Ei, foi você que disse que elas eram subjetivas, eu apenas concordei.
Me ajdude aí, Cal. Existe alguma nação, povo ou tribo que na sua origem nunca acreditou em um poder sobrenatural que podia ser chamado de um deus qualquer?
O problema não está no dado que você dispõe e sim da interpretação que você faz dele, você acha que o fato de seres humanos crerem (ou personificarem, ou que for) seres sobrenaturais seria um indício da existência dos mesmos, na verdade é uma forma de desenvolvimento do conhecimento humano, personificar os eventos foi um passo primordial na compreensão humana, mas a história prova que suplantamos e substituimos esse padrão por outros bem melhores e eficientes.
Discordo. 1- Por que obrigatoriamente teria que acontecer esse impacto tremendo na cultura judaica se desde os primóridos do Cristianismo os judeus sempre combateram os cristãos? 2- Como eles iriam se preocupar em destacar os pontos positivos de uma seita se eles odiavam o fundador dessa seita? 3- Por que eles iriam se preocupar em relatar fatos que iriam destruir com algumas de suas práticas e rituais? 4- Onde ficaria o orgulho desse povo? 5- Por que os judeus, desde à época de Jesus, preocuparam-se em justificar os milagres de Jesus?
Item por item...

1- Vejamos, alguém chega afirmando ser o Messias prometido, o cumprimento dos escritos de Moisés, além disso faz prodígios escancarados na frente de todo mundo (como a ressurreição de Lázaro e a multiplicação dos pães) se isso não deveria causar impacto na cultura produzindo o maior acervo historiográfico deles, o que seria necessário? Exatamente o ponto que defendo, o fato de não ter produzido é um sério e claríssimo indicativo de que os eventos não tenham ocorrido conforme os evangelhos descrevem.

2- Será que não é o contrário? Por que eles odiariam alguém que cura doentes e ressuscita mortos? Mais fácil achar que os cristãos afirmassem tal ódio e rejeição diante de relatos que não estivessem de acordo com a realidade, e mais uma questão, se os judeus que presenciaram Jesus e todos os milagres e todos os eventos fantásticos supostamente o rejeitaram como vocês podem exigir que os céticos de hoje o aceitem quando não temos nada disso?

3- Entre práticas e rituais de veneração a um deus invisível ou o próprio deus encarnado não haveria razões para a recusa, novamente, o fato deles terem o rejeitado é um forte indicativo que não foi como o narrado nesses textos.

4- Onde ficaria o orgulho de um povo que se recusou a aceitar seu deus diante de irrefutaveis evidências de sua divindade? Você deveria fazer essas perguntas a si mesmo.

5- Porque mesmo naquela época se usava o bom senso, ninguém deve acreditar que um evento extraordinário ocorreu só porque alguém diz isso sem evidências, diante de evidências estrondosas como o evangelho diz que ocorreram não haveria o que recusar, mas como recusaram, nos leva a concluir que...
Será mesmo que não? Não será você que está arrumando "ganchos"? Apresente as provas de suas assertivas. Acho que aqui mesmo, no Fórum, o Articulador disponibilizou um estudo sobre essas comparações feitas com a liguagem mitológica e o Cristianismo. Se tiver tempo, procure o estudo.
Vejamos, o evangelho afirma que ocorreu um caso de partenogenese humana (fecundação sem um gameta masculino) e eu que tenho que provar que tal afirmação não é mitológica???

Quantos as profecias, crie um tópico sobre a veracidade delas e irei debater com você item por item, não quero transformar essa postagem em um livro.












A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Well em Qua 23 Fev 2011, 7:35 pm

Cal escreveu:Ei, foi você que disse que elas eram subjetivas, eu apenas concordei.
Cal, eu disse que elas não contavam com o subjetivismo.

Me ajdude aí, Cal. Existe alguma nação, povo ou tribo que na sua origem nunca acreditou em um poder sobrenatural que podia ser chamado de um deus qualquer?
Cal escreveu:O problema não está no dado que você dispõe e sim da interpretação que você faz dele, você acha que o fato de seres humanos crerem (ou personificarem, ou que for) seres sobrenaturais seria um indício da existência dos mesmos, na verdade é uma forma de desenvolvimento do conhecimento humano, personificar os eventos foi um passo primordial na compreensão humana, mas a história prova que suplantamos e substituimos esse padrão por outros bem melhores e eficientes.
Primeiro você afirmou ser a curiosidade o motivo. Agora você vem definir a questão. Para mim, você está tergiversando aqui. Reveja nas postagens o porquê de eu ter tocado nesse assunto.

Discordo. 1- Por que obrigatoriamente teria que acontecer esse impacto tremendo na cultura judaica se desde os primóridos do Cristianismo os judeus sempre combateram os cristãos? 2- Como eles iriam se preocupar em destacar os pontos positivos de uma seita se eles odiavam o fundador dessa seita? 3- Por que eles iriam se preocupar em relatar fatos que iriam destruir com algumas de suas práticas e rituais? 4- Onde ficaria o orgulho desse povo? 5- Por que os judeus, desde à época de Jesus, preocuparam-se em justificar os milagres de Jesus?

Cal escreveu:1- Vejamos, alguém chega afirmando ser o Messias prometido, o cumprimento dos escritos de Moisés, além disso faz prodígios escancarados na frente de todo mundo (como a ressurreição de Lázaro e a multiplicação dos pães) se isso não deveria causar impacto na cultura produzindo o maior acervo historiográfico deles, o que seria necessário? Exatamente o ponto que defendo, o fato de não ter produzido é um sério e claríssimo indicativo de que os eventos não tenham ocorrido conforme os evangelhos descrevem.
Não esqueçamos que muitos judeus creram nele; os que não creram o acusaram de mentiroso, blasfemador e, pior, que todos os seus milagres eram feitos pelo poder de Satanás. Então, meu caro Cal, não espere relatos desse homem na cultura dominante judaica da época.

Cal escreveu:2- Será que não é o contrário? Por que eles odiariam alguém que cura doentes e ressuscita mortos? Mais fácil achar que os cristãos afirmassem tal ódio e rejeição diante de relatos que não estivessem de acordo com a realidade, e mais uma questão, se os judeus que presenciaram Jesus e todos os milagres e todos os eventos fantásticos supostamente o rejeitaram como vocês podem exigir que os céticos de hoje o aceitem quando não temos nada disso?
Vide resposta anterior.

Cal escreveu:3- Entre práticas e rituais de veneração a um deus invisível ou o próprio deus encarnado não haveria razões para a recusa, novamente, o fato deles terem o rejeitado é um forte indicativo que não foi como o narrado nesses textos.
Mais do mesmo. A cúpula dominante judaica viu em Jesus um impostor. Logo, não espere mais nada dela.

Cal escreveu:4- Onde ficaria o orgulho de um povo que se recusou a aceitar seu deus diante de irrefutaveis evidências de sua divindade? Você deveria fazer essas perguntas a si mesmo.
Faça essas perguntas para os judeus ortodoxos que até hoje recusarm crer em Jesus como o Messias.

Cal escreveu:5- Porque mesmo naquela época se usava o bom senso, ninguém deve acreditar que um evento extraordinário ocorreu só porque alguém diz isso sem evidências, diante de evidências estrondosas como o evangelho diz que ocorreram não haveria o que recusar, mas como recusaram, nos leva a concluir que...
O que você está me dizendo é que se os judeus não recusassem os milagres então você creria?? Esses judeus, segundo você, justificaram os milagres de Jesus por causa do bom senso que possuíam. Bem, pergunte a eles, então, por que não justificaram os milagres do AT? Por que relataram aqueles e não esses do NT? Enfim, por que os judeus recusaram o NT?

Cal escreveu:Vejamos, o evangelho afirma que ocorreu um caso de partenogenese humana (fecundação sem um gameta masculino) e eu que tenho que provar que tal afirmação não é mitológica???
Ok. Explique-me, por obséquio, a origem da vida. O homem sempre precisou de imagens para expressar suas palavras e seus atos. Você concorda? Então me explica aí: "no princípio criou Deus os céus e a terra..."

Cal escreveu:Quantos as profecias, crie um tópico sobre a veracidade delas e irei debater com você item por item, não quero transformar essa postagem em um livro.
Eu já citei aqui um link sobre o livro de Daniel. Apareça por lá!!



Última edição por Well em Qui 24 Fev 2011, 12:26 am, editado 1 vez(es)


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por lordakner em Qua 23 Fev 2011, 8:25 pm

Well escreveu:
Em tempo:
Como eu já falei, há inúmeras profecias bíblicas autênticas. Vou colocar mais um exemplo:
Um exemplo de profecia cumprida: Ezequiel e Tiro
Para saber se quem faz uma profecia é um charlatão ou simplesmente um drogado, é muito fácil.
Eis as indicações gerais de que o profeta não vale nada:

Ausência de Datas

Se é uma previsão, o mínimo que se espera é que se diga quando vai
acontecer. Idiotices como "antes do apocalipse" ou "no amanhecer do novo
mundo" são meras ilustrações literárias e não podem ser consideradas
datas. O exemplo clássico é o charlatão da esquina dizer que enxerga a
morte de um ente querido na sua vida e te cobra para chutar
quem é. É óbvio que 99% dos seres humanos gostam de outras pessoas e é
mais óbvio ainda que alguém morra mais cedo ou mais tarde. Quedas de
governos ou invasões de cidades são inúteis sem datas. Você consegue
imaginar um país que NUNCA tenha se metido numa guerra desde o início
dos tempos?


Detalhes Adicionais


Pois
bem, pode-se concluir que a probabilidade de um território de qualquer
lugar do mundo se **censurado** em uma encrenca no próximo milhão de anos é de
no mínimo 100% se a raça humana continuar existindo. A intenção do
charlatão neste caso é colocar o tempo a favor do profeta. Quanto mais
tempo levar para alguém achar uma correlação entre a previsão e a
realidade, mais créditos o profeta terá.


3 anos atrás
Ausência de Identificação

Já notou que nenhuma previsão que pareça ter se realizado especifica as vítimas ou os autores dos fatos associados?
Por exemplo "Um alto funcionário de um governo democrático cujo nome tem
a letra E" pode se referir quase metade de todos os políticos que já
existiram sobre a face da Terra. Outro exemplo: uma previsão para hoje
sobre "uma mulher de cabelos longos" só precisa de UM acerto em DOIS
BILHÕES de tentativas (este é o número aproximado de mulheres de cabelos
longos no mundo). Às vezes a chance de uma profecia sem identificação
ser realizada é maior do que ERRAR a Megasena. O objetivo de não
identificar participantes da profecia é aumentar as chances de que ela
sirva para alguém.


3 anos atrás
Linguagem Dúbia

Profeta "competente" jamais diz "fulano vai morrer", mas algo como
"profunda tristeza assolará os que conheceram fulano, que fez longa
viagem e jamais voltou...". A primeira frase é facilmente verificável,
mas a segunda pode ser verdadeira tanto para um falecido ator famoso
quanto para um ladrão que viajou para as bahamas. A intenção da
linguagem dúbia não é tornar o texto mais bonito, e sim embromar para
demonstrar suposto conhecimento, além de aumentar as chances de que a
previsão logo seja associada a algum evento sem importância.


3 anos atrás
Palavras Desconexas

Esta é a evolução da técnica da linguagem dúbia. Ao criar frases sem sentido, o profeta consegue muito mais interpretações,
pois qualquer sinônimo de qualquer palavra parecida com os termos usados na previsão podem se encaixar.
Isto também é aplicado em outras áreas de conhecimento. Veja-se por
exemplo o caso de um diretor de teatro ou de cinema que cria textos
totalmente absurdos, cheios de cenas desconexas, e ao invés de ser
chamado de idiota é aclamado porque não saem duas pessoas contando a
mesma história sobre o que assistiram.


3 anos atrás
Apoio em Entidades Sobrenaturais

Não há profeta que dispense esta alternativa. Quem acreditaria num velho
moribundo que passava o tempo olhando para uma bacia d'água enquanto
fumava umas ervas? O profeta nunca sabe de nada, sempre é "o escolhido"
de alguma autoridade espiritual para revelar ao mundo segredos
extremamente confidenciais. O incrível é que os segredos "revelados"
continuam confidenciais, pois ninguém sabe quando a referida profecia
vai se realizar. Os que falam com os mortos sempre escolhem alguém
famoso, que se preocupou com a sociedade durante a vida. A citação da
fonte quase sempre vem acompanhada de olhos esbugalhados e gritos para
tornar a autoridade citada mais respeitável.. Olhando-se as previsões da
bíblia, pode-se constatar que todas elas usam pelo menos dois dos
artifícios acima, quando não todos. Além do mais, com absurdos como a
Arca de Noé ou a Torre de Babel, não é de se admirar que alguém acabe
associando algum fato narrado a eventos posteriores.


3 anos atrás
PROFECIAS FALHADAS

Atos
18:9-10 Numa visão, Jesus garantiu à Paulo que ninguém ousaria fazêr-lhe mal, enquando ele continuasse pregando.

Atos
21:20 uma multidão atacou Paulo;
23:2 os ajudantes do sumo sacerdote bateram nele;
24:27 Paulo foi aprisionado;
27:41-43 o navio onde ele estava naufragou.

Gênesis
15:18 Deus prometeu a Abrão (Abraão) que seus descendentes, os judeus,
receberiam toda a terra desde o Rio do Egito (o Nilo) até o Rio
Eufrates.

Josué
1:3-4 O território israelita se extendera até o rio Eufrates. Mas o
território israelita nunca se extendeu até o Eufrates e é muito duvidoso
que (dado as condições político-diplomáticas da atualidade) ele se
extenda até mesmo para o Nilo.


3 anos atrás
Gênesis
17:3-8 Deus dá todo o país de Canaã para Abraão e seus descendentes
para habitarem-no para sempre. (Veja também: Gênesis 13:15, Êxodo 32:13)
Canaã era a terra a oeste do Rio Jordão e o Mar Morto, entre essas águas
e o Mediterrâneo, a região mais tarde chamada Palestina. Por um problema
histórico, os Judeus não receberam toda Canaã para uma possessão perpétua.
Revoltas dos Judeus contra Roma em 132-135 D.C. levaram ao seu
dispersamento pelo mundo. Por 18 séculos turcos, persas e árabes ocuparam
a Palestina. Os Judeus começaram a retornar em número significativo apenas
em 1921, um pouco antes da criação do moderno estado de Israel em 1948.
(Veja Atos 7:5 e Hebreus 11:13, que admitem que a promessa ou profecia de Deus, neste caso, falhou.)


3 anos atrás
Salmos
89:3-4 Deus prometeu a Davi que sua linhagem real e seu trono durariam "de geração em geração".
Salmos 89:35-37 Novamente Deus promete que a descendência de Davi será
perpétua. Seu trono durará para sempre, como o sol e a lua. Entretanto,
depois de Zedekiah não houve rei Davidiano por 450 anos. A linhagem real
foi finalmente restaurada com
Aristobolus, da dinastia Hasmoneana, mas ela também acabou. De acordo com uma
profecia do Novo Testamento, Jesus receberá o trono de Davi e reinará para sempre
(Lucas 1:32-33), mas mesmo assim a linhagem real foi interrompida e a profecia falhou.

Isaías 17:1 A profecia da cidade de Damasco. Ela se tornará "um montão
de ruínas". Mas Damasco, a capital da Síria, uma das cidades mais
antigas do mundo, prospera hoje em dia. Ela tem sido continuamente
habitada desde sua fundação. Nunca foi um montão de ruínas.


3 anos atrás
Isaías
34:8-10 Uma profecia que a terra de Edom (que fica entre o Mar Morto e o
Golfo de Ácaba) se tornará "pez ardente". "As suas torrentes se
converterão em pez, o pó do seu chão, em enxofre; a sua terra ficará
reduzida a pez ardente, que não se apagará noite e dia; a sua fumaça
subirá para sempre; de geração em geração subsistirá a ruína; pelos
séculos dos séculos não haverá que passe por ela".
Mas isso nunca aconteceu e pessoas continuam passando através de Edom até os dias de hoje.

Jeremias 9:11 Uma profecia que Jerusalém e as cidades de Judá se
tornarão um monte de pedras, uma morada de chacais, desoladas, sem
habitantes. Nem Jerusalém nem Judá alguma vez estiveram desoladas e sem
habitantes em algum período (nem durante a
dispersão dos Judeus) e o Novo Testamento prediz que Jerusalém será uma cidade eterna.


3 anos atrás
Jeremias
42:17 Todos os Judeus que retornarem para viver no Egito, lá morrerão
pela espada, pela fome e pela peste. Ninguém sobreviverá. Mas muitos
Judeus viveram no Egito pacificamente. Muitos vivem lá até hoje.
Inclusive em Alexandria os Judeus estabeleceram um grande centro
cultural no primeiro século D.C..

Jeremias 49:33 Hazor, uma antiga cidade de Israel, se tornará um abrigo
de chacais (ou dragões). Um deserto para sempre. Ninguém viverá mais
ali, homem algum habitará nela. Mas as pessoas jamais pararam de viver
na cidade de Hazor, e continuam a viver lá até hoje.

Jeremias 51:24-26; 28-31; 40; 53-55; 58 Realces de uma longa profecia
sobre o violento desaparecimento da Babilônia e todos os habitantes da
Babilônia ou Caldéia. Muitos inimigos a atacarão: os muros da Babilônia
serão derrubados, suas portas serão


3 anos atrás
abrasadas pelo fogo: ela será um monte de chamas, uma desolação perpétua.

Isaías 14:23 Outra profecia da destruição da Babilônia. Ela se tornará
morada de ouriços e um pântano. Será varrida com a vassoura do
extermínio. Apologistas clamam que a pretensa realização desta profecia
prova a veracidade literal da Bíblia. Entretanto a história mostra que a
permanente e violenta destruição da Babilônia nunca ocorreu. O
contexto da destruição profetizada indica que isto seria uma punição
pelo domínio babilônico sobre os Israelitas, de 586 a 538 A.C.. Mas
quando Babilônia finalmente
morreu, foi pacificamente, não por um processo violento, no segundo
século D.C., quando seus últimos habitantes a abandonaram, muito tempo
depois que os cidadãos ainda poderiam ser considerados responsáveis pelo
antigo tratamento que Babilônia deu à Israel.


3 anos atrás
Muitos
inimigos marcharam contra Babilônia durante sua história, e de tempos
em tempos um inimigo capturaria, ocuparia ou causaria algum dano, como
ocorreu com a maioria das outras grandes cidades do período. Mas nunca
houve um holocausto com danos permanentes. Em 538 A.C., por exemplo, os
Persas conquistaram Babilônia. A cidade mais tarde se revoltou, então os
Persas capturaran-na novamente, destruindo os muros da cidade no
processo. Mas os muros foram reconstruídos e a cidade sofreu pouco
dano. Em 330 A.C. Alexandre O Grande capturou Babilônia. A maioria dos
seus habitantes se mudaram para a nova cidade de Selucia. Doravante,
Judeus habitaram a cidade até o segundo século D.C., quando ela foi
pacificamente abandonada. Babilônia é até mencionada no Novo Testamento
(I Pedro 1:1; 5:13)


3 anos atrás
Ezequiel
26:3-4; 7-12; 27:32; 36; 28:19 A profecia da queda de Tiro. Rei
Nabucodonosor da Babilônia virá com um exército, destruirá as muralhas e
as torres, calcará todas as ruas com as patas de seus cavalos, matará
todo o povo e lançará ao mar os escombros. Tiro terá um fim terrível e
"nunca mais voltará a existir, para sempre". Apesar da profecia, e a
despeito de muito esforço, Babilônia falhou em capturar e destruir Tiro.
(A Bíblia admite, de fato, que o esforço falhou – então Deus deu o
Egito para Nabucodonosor como compensação! Veja Ezequiel 29:18-19).
A conquista de Tiro foi um feito reservado para Alexandre O Grande, 240
anos depois. Novamente, apesar de toda profecia, Tiro foi reconstruída e
o Novo Testamento até a menciona (Veja Lucas 10:13; Marcos 7:24, 31).
Hoje em dia, Tiro (Sur) tem mais de 10.000 habitantes.


3 anos atrás
Ezequiel 29:9-12 Egito será uma desolação e uma ruína e nenhum homem
ou animal passará por ele. Ficará desabitado por quarenta anos. Os
egípcios serão dispersados entre as nações. Nada disto ocorreu e a
história mostra que o Egito têm sido continuamente habitado desde os
dias da profecia.

Ezequiel 29:15 Egito será diminuído e nunca mais dominará outras nações.
Entretanto em 1820 o Egito conquistou e dominou o Sudão. E desde a década
de 60 têm sido uma potência econômico-militar naquela região.

Ezequiel 30:4-16, 22-26 Rei Nabucodonosor destruirá as multidões do Egito.
Etiópia, Líbia e "populações mistas", cairão com eles à espada. Os rios
se tornarão secos, os egípcios serão espalhados por entre os povos e
dispersados por entre as nações. Nunca mais haverá príncipe no Egito.
Historicamente isto nunca ocorreu. Egípcios ainda vivem no Egito (a
República Árabe do Egito): eles nunca foram espalhados ou dispersados.


3 anos atrás
Nabucodonosor nunca destruiu o Egito ou conquistou a

Etiópia, Libia ou Lídia. Príncipes continuaram a governar o Egito muito
tempo depois da morte de Nabucodonosor. Os rios do Egito jamais secaram.


Miquéias 7:13 Sofonias 1:2-3, 18 Deus destruirá tudo sobre a Terra.
Homens e gado, aves do céu e os peixes do mar. Toda a Terra será
devorada, por causa dos atos perversos de seus habitantes. Naturalmente
isto nunca ocorreu. E sob a luz das promessas do Novo Testamento, jamais
ocorrerá!

Mateus 24:3-35; Marcos 13:24-30; Lucas 21:27-32
Jesus faz uma extensiva e detalhada descrição do fim do mundo e de sua segunda
chegada.


3 anos atrás
Tudo isto ocorrerá antes da passagem da presente geração. Alguns apologistas
defendem estas passagens com a observação que a palavra "geração" poderia
também ser traduzida como "raça". Mas Deus prometeu a Abraão que a raça
judaica teria a Palestina para sempre. Logo não se pode negar uma parte da Bíblia para defender outra.

João 5:25
Muito específica declaração de Jesus que "vem a hora, e agora é, em que
os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus: e os que a ouvirem, viverão".

João 21:20-23
Uma sugestão de Jesus, depois da Ressurreição, que ele retornaria ainda
durante o tempo de vida de pelo menos um de seus discípulos. Note que o
anônimo autor ou escriba do Livro de João reconheceu a falha ostensiva
desta profecia e tentou
explicá-la nos versos subsequentes.


3 anos atrás
I Tessalonicenses 4:15-17
Outra declaração, por Paulo, que o retorno de Jesus ocorreria dentro do tempo de vida de alguns de seus contemporâneos.

I Pedro 4:7; I Coríntios 7:29-31; Hebreus 10:37
Declarações adicionais que o retorno de Jesus era iminente. Paulo até
mesmo sugeriu na Epístola aos Coríntios que não se fizesse planos para o
futuro.

I João 2:18
João foi até mais específico que Paulo. A hora final estava à mão, e
vários Anticristos já tinham aparecido sobre a Terra. (Veja também:
Mateus 23:25; Hebreus 1:2, 9:26; I)

Timóteo 6:13-14;
I Pedro 1:20 Revelações 22:20. Todas estas passagens implicam que o
Apocalipse estava muito perto, não em algum sentido místico, mas em
termos humanos.

Isaías 52:1 Uma profecia que os "não-circuncidados e impuros" não mais
entrariam na cidade de Jerusalém. A despeito desta profecia, os
não-circuncidados e impuros viajam para Jerusalém nos dias de hoje.

http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080516045216AARvrMp

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Well em Qui 24 Fev 2011, 12:24 am

Lord, é melhor você ir ouvir um Dire Straits. Bíblia, definitivamente não é a sua praia. Muita descontextualização. Nossa!!!!!

Por que você não experimenta ir no tópico de Daniel que eu já citei dar uma lida no que tem lá, em vez de ficar jogando um montão de textos descontextualizados?


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por ukara em Qui 24 Fev 2011, 7:43 am

Well escreveu:
ukara escreveu:
Well escreveu:
ukara escreveu:O Alcorão.
No link abaixo tem um capítulo inteiro para o milagres científicos no Alcorão Sagrado
Ukara, estamos falando de profecias e não de milagres, embora uma ou outra profecia possa conter algo de milagroso. Entretanto, o escopo do assunto aqui é profecia. Outra, o Alcorão foi tirado de qual livro??

O Alcorão foi ditado a Maomé pelo anjo Gabriel. E não vejo porque você fazer esta diferenciação toda.
Bem... na verdade até vejo...

Você chegou a ler o link que eu passei? Os "milagres" científicos citados com precisão não podem ser considerados profecias? Afinal, como Maomé poderia, há mais de doze séculos, descobrir tantas coisas sobre as montanhas, embriologia, as nuvens, função do cérebro...?
Cheguei a ler pouco.

Imaginei.

Parei porque percebi que não havia profecia como as que tem na Bíblia.

Imaginei.

Profecia feita por Deus e dada a seus profetas é algo sobrenatural,

Pois é, se tivesse lido tudo, ao invés de só um pouco, veria visto que as revelações feitas no Alcorão não poderiam ter sido naturais, mas a má vontade (ou seria medo de descobrir de o Alcorão é de fato divinamente inspirado) é muita...

coisa que céticos e ateus não aceitam de modo nenhum.

Talvez porque eles lêem pouco e param de ler quando percebem que não vão mesmo deixar de pensar como pensam por nada no mundo.

Revelar o futuro é algo sobrenatural.

Ponto para Maomé então.

O Alcorão tem muita coisa da Torah. Os profetas do Alcorão são todos profetas bíblicos, com execeção de Maomé, é claro. Coincidência, né?

Assim como, fora Jesus, o NT tá cheio de citações dos profetas do AT. O que há de impressionante nisto?

ukara
Safira
Safira

Número de Mensagens : 103
flag : Brasil
Data de inscrição : 07/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Profundo Estudioso em Qui 24 Fev 2011, 10:16 am

coldsnip escreveu:
Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Isso é a prova exata que os cristãos não tem certeza alguma de um futuro pós-túmulo ao lado de algum ser superior e em eterna felicidade. palminhas palminhas

Profundo Estudioso
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 93
flag : Brasil
Data de inscrição : 05/11/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por famado em Qui 24 Fev 2011, 10:51 am

Não não é. As pessoas tem medo da morte por instinto de preservação natural. A natureza impele todos os seres vivos à procriação e à auto-preservação. Simples assim.

famado
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3373
Idade : 48
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Profundo Estudioso em Qui 24 Fev 2011, 10:59 am

No caso dos cristãos representa uma contradição. Indiretamente o medo da morte por parte dos cristãos é uma prova da incerteza que todos vivem.

Tenho pena na realidade de ver senhoras e senhores de idade avançada, ali nas igrejas, crendo em algo que provavelmente não seja verdade.

O cristianismo é concorrente de todas as demais doutrinas que especulam sobre vida após a morte.

É bem possível que todos estejam errados.


Última edição por Profundo Estudioso em Qui 24 Fev 2011, 11:07 am, editado 1 vez(es)

Profundo Estudioso
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 93
flag : Brasil
Data de inscrição : 05/11/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por famado em Qui 24 Fev 2011, 11:03 am

De fato, dentre todas as bilhões de possibilidades e trilhões de pontos de vista, a idéia dos ateus é que está certa...

famado
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3373
Idade : 48
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Profundo Estudioso em Qui 24 Fev 2011, 11:09 am

Ateu não diz nada sobre vida a pós a morte. Mesmo porquê, não se tem conhecimento de alguém que tenha morrido e retornado posteriormente a este mundo com provas incontestáveis de que exista algo após esta vida.

Profundo Estudioso
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 93
flag : Brasil
Data de inscrição : 05/11/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por famado em Qui 24 Fev 2011, 11:21 am

Diz sim, diz que não há nada.

famado
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3373
Idade : 48
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por lordakner em Qui 24 Fev 2011, 11:29 am

famado escreveu:Não não é. As pessoas tem medo da morte por instinto de preservação natural. A natureza impele todos os seres vivos à procriação e à auto-preservação. Simples assim.
Não.
As pessoas temem a morte por não terem certeza de alguma continuidade, após ela.
O que é o caso de vocês.
Simples assim.

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que vocês crentes tem tanto medo da morte?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:08 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 13 Anterior  1, 2, 3 ... 5, 6, 7 ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum