.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
51 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 51 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Sab 15 Jan 2011, 8:49 pm

Jumper escreveu:
Temos duas pendências aqui, proteinas que não deveriam mais existir em ossos de dinossauros de supostos milhões de anos. A segunda pendência é a abrangente pesquisa do Dr. Gentry sobre os Halos de Polônio gravados onde não deveriam estar. Alguém se habilita a responder minhas dúvidas ?
As duas não possuem relação alguma com Evolução.
A 1a é irrelevante além do fato de dizer que modelos podem estar errados, coisa que, dã, todos sabem.
De acordo.
A 2a é má ciência, que não fala nada com nada e que vários geofísicos de renome já refutaram.
Nada com nada ?
A tese do Dr. Gentry possui vários peer review na Science, Nature, Annual Review of Nuclear Science, American Geophysical Union, Physics Today, American Association for the Advancement of Science, Geophysical Research Letters, Los Alamos National Laboratory entre outras.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Sab 15 Jan 2011, 9:17 pm

Nenhum progresso científico do último século conseguiu fazer com que os criacionistas mais tradicionais repensem suas perspectivas, embora repensem suas estratégias. Uma coisa é um velho cientista e seu séquito morrer apegado à idéia de Éter, outra, bem mais complicada, é uma comunidade religiosa inteira misturando crenças milenares com posturas pretensamente científicas que são tornadas tão imunes à revisão quanto os próprios dogmas de fé. É impossível uma atividade científica progredir desta forma.

O que nos leva diretamente ao ponto mais importante. Nada há de errado em apostar numa posição criacionista como concorrente séria à posição científica dominante a não ser sua completa falta de resultados. Lembremos que o evolucionismo não é somente uma explicação abstrata sobre um tema pragmaticamente desconectado da atividade científica, ela está profundamente amarrada com a produção de conhecimento prático, incluindo a medicina, e ainda mais importante, apresenta uma vasta consistência capaz de interligar diversas áreas do conhecimento.

Para concorrer com o evolucionismo, os criacionistas teriam que mostrar uma ampla produção de saber, que desse conta de explicar não apenas questões isoladas, mas um todo coerente, o que necessariamente pressupõe uma investigação conjunta entre diversos pesquisadores e entidades, pois foi-se o tempo que isso podia ser feito por um único pensador.

Pense bem, coordenando interesses com suas comunidades, os criacionistas poderiam obter financiamentos bastante significativos, haja visto a força e integração que possuem. Se ao menos 1% de tudo o que é arrecada pelas igrejas fosse canalizado para pesquisa científica, só no Brasil o orçamento provavelmente seria maior que o de muitas instituições estatais.

Por que não o fazem? Quase certamente porque, em primeiro lugar, não há essa coerência nem mesmo entre eles próprios. Como poderia então haver num âmbito mais amplo.
Não esqueça que o evolucionismo mostrou a que veio. Revolucionou uma produção científica, unificou a 'História Natural' e deu origem à Biologia que hoje conhecemos, conectando-as harmonicamente com a Antropologia, Geologia, Paleontologia e etc.

Concorrer com esse paradigma não é tarefa simples, é preciso mostrar muito resultado, e provar idoneidade, para se apresentar como uma alternativa. E digo idoneidade no sentido de convencer que se trata de uma postura comprometida antes de tudo com o conhecimento.

--------------------------------------------------------

Há diversos mistérios que desafiam e possivelmente permanecerão desafiando nosso entendimento, e creio que o advento da mente é o maior deles. Somos seres INTENCIONAIS que vivem num mundo permeado por eventos físicos supostamente NÃO Intencionais, o que coloca uma divisão entre nós que pode ser vista na relação Sujeito e Objeto. É muito difícil, possivelmente impossível, explicar como se dá a passagem do Não Intencional para o Intencional. É possível que o limiar seja qualitativo, e intransponível.

Para solucionar essa dificuldade, há basicamente 3 opções lógicas. Colocar a Intencionalidade prévia a perpetuamente no mundo Físico, afirmar que a mesma surge em algum momento no mundo Físico, ou remove-la da mente. A última é evidentemente inaceitável e só é considerada na cabeça dos niilistas mentais, como os behavioristas ontológicos, ou talvez o venha ser por computadores mais avançados.

As demais são respectivamente representadas pela totalidade do pensamento religioso e parte do filosófico, a Primeira, e por parte do filosófico e maior parte do científico, a Segunda.

Os criacionistas são defensores da manutenção perpétua da intencionalidade na natureza. Infelizmente, mal se dão conta dessa sutileza e colocam tudo em termos de criação divina, o que simplesmente destrói a questão em si transformando tudo em Poesia X Lógica (como se isso fosse possível), ou mero Design Inteligente, que apenas torna a questão fundamental um tanto obscura e pode, por um lado, voltar ao non-sense da primeira, ou permitir atingir a profundidade da segunda.

O que digo, afinal, é que por trás de toda a longa e possivelmente circular discussão entre Criação e Evolução, está por trás algo que possui uma complexidade, e uma beleza, muito mais pura e fundamental do que pode crer o criacionista médio, ou o evolucionista que está interessado na vida apenas enquanto fato científico.

Trata-se da noção de que a mente humana, nossa consciência, é algo radicalmente distinto das demais coisas do mundo a ponto de que sua base física, o corpo humano, bem como sua manifestação, sejam coisas que mereçam tratamento radicalmente diferente dos demais objetos físicos, e mesmo dos animais.

A importância dessa distinção é pura e simplesmente ABSOLUTA! E sem ela nada mais faria o menor sentido. As leis se fundam nela, as nações, o conhecimento, a arte, tudo tem como base a premissa inviolável da superioridade intrínseca da mente sobre a matéria. Muitas vezes inconsciente, mas SEMPRE presente.

Graça e paz
http://www.evo.bio.br/EVOXCRIA.HTML

OBS: Ainda sou criacionista-evolucionista. Mas não creio que vim do macaco ou de girinos. Foi Deus que me fez. No entanto não tiro o mérito da ciência que Evolui conforme os séculos. Nós criacionistas deveriamos evoluir também mentalmente e espiritualmente.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Sab 15 Jan 2011, 9:26 pm

Teista, Deus criou o ser humano como nós o conhecemos hoje, Homo sapiens ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Sab 15 Jan 2011, 11:01 pm

Eduardo escreveu:
Jumper escreveu:
Temos duas pendências aqui, proteinas que não deveriam mais existir em ossos de dinossauros de supostos milhões de anos. A segunda pendência é a abrangente pesquisa do Dr. Gentry sobre os Halos de Polônio gravados onde não deveriam estar. Alguém se habilita a responder minhas dúvidas ?
As duas não possuem relação alguma com Evolução.
A 1a é irrelevante além do fato de dizer que modelos podem estar errados, coisa que, dã, todos sabem.
De acordo.
A 2a é má ciência, que não fala nada com nada e que vários geofísicos de renome já refutaram.
Nada com nada ?
A tese do Dr. Gentry possui vários peer review na Science, Nature, Annual Review of Nuclear Science, American Geophysical Union, Physics Today, American Association for the Advancement of Science, Geophysical Research Letters, Los Alamos National Laboratory entre outras.
Sim, por volta de 1970, de lá pra cá vários geofisicos e geologos contestaram as conclusões dele.
E, como falei, só refuto artigos de geofísica escrito por geofísicos.
Esse é um assunto ultrapassado e sem valor algum, ninguém do meio científico leva o cara a sério, já te mostrei várias refutacões sobre o assunto, se você não quer aceitar que esse assunto está morto e enterrado eu não posso fazer nada.
O trabalho dele é refutado com base em sei lá quantos experimentos que comprovam uma Terra antiga. Você discorda que a Terra é antiga?

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Sab 15 Jan 2011, 11:06 pm

Jumper escreveu:
Eduardo escreveu:
Jumper escreveu:
Temos duas pendências aqui, proteinas que não deveriam mais existir em ossos de dinossauros de supostos milhões de anos. A segunda pendência é a abrangente pesquisa do Dr. Gentry sobre os Halos de Polônio gravados onde não deveriam estar. Alguém se habilita a responder minhas dúvidas ?
As duas não possuem relação alguma com Evolução.
A 1a é irrelevante além do fato de dizer que modelos podem estar errados, coisa que, dã, todos sabem.
De acordo.
A 2a é má ciência, que não fala nada com nada e que vários geofísicos de renome já refutaram.
Nada com nada ?
A tese do Dr. Gentry possui vários peer review na Science, Nature, Annual Review of Nuclear Science, American Geophysical Union, Physics Today, American Association for the Advancement of Science, Geophysical Research Letters, Los Alamos National Laboratory entre outras.
Sim, por volta de 1970, de lá pra cá vários geofisicos e geologos contestaram as conclusões dele.
Até agora não nenhuma com peer review.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 16 Jan 2011, 12:39 am

Eduardo escreveu:Teista, Deus criou o ser humano como nós o conhecemos hoje, Homo sapiens ?

a nível de conhecimento, um humano, ser humano, pessoa, gente ou homem é um animal membro da espécie de primata bípede Homo sapiens, pertencente ao género Homo, família Hominidae (taxonomicamente Homo sapiens - latim: "homem sábio"). Os membros dessa espécie têm um cérebro altamente desenvolvido, com inúmeras capacidades como o raciocínio abstrato, a linguagem, a introspecção e a resolução de problemas.

Esta capacidade mental, associada a um corpo ereto possibilitaram o uso dos braços para manipular objetos, fator que permitiu aos humanos a criação e a utilização de ferramentas para alterar o ambiente a sua volta mais do que qualquer outra espécie de ser vivo.
Evidências de DNA mitocondrial indicam que o homem moderno teve origem na África oriental há cerca de 200 000 anos. Atualmente os seres humanos estão distribuídos em toda a Terra, principalmente nos continentes e ilhas do planeta.

No entanto, outros grupos de indivíduos estão voando em veículos particulares na atmosfera, outros viajando ao longo dos oceanos e até mesmo um pequeno número de indivíduos que vivem na órbita terrestre baixa. A população humana na Terra, em abril de 2010, era superior a 6,8 bilhões de indivíduos. Desde o surgimento da civilização, os humanos são uma forma dominante de vida biológica, em termos de distribuição espacial e efeitos sobre a biosfera do planeta.

Como a maioria dos primatas superiores, os seres humanos são sociais por natureza, sendo particularmente hábeis em utilizar sistemas de comunicação, principalmente verbal, gestual e escrita para se expressar, trocar ideias e se organizar. Os humanos criaram complexas estruturas sociais compostas de muitos grupos cooperantes e concorrentes, de famílias até nações.

As interações sociais entre os humanos criaram uma variedade extremamente grande de tradições, rituais, normas sociais e éticas, leis e valores, que em conjunto formam a base da sociedade humana. A cultura humana é marcada pelo apreço pela beleza e estética o que, combinado com o desejo de expressão, levou a inovações como a arte, a escrita, a literatura e a música.
O Homo sapiens, como espécie, tem como característica o desejo de entender e influenciar o ambiente à sua volta, procurando explicar e manipular os fenômenos naturais através da filosofia, artes, ciências, mitologia e da religião. Esta curiosidade natural levou ao desenvolvimento de ferramentas e habilidades avançadas.

O ser humano é a única espécie conhecida capaz de criar o fogo, cozinhar seus alimentos, vestir-se, além de utilizar várias outras tecnologias. Os humanos passam suas habilidades e conhecimentos para as próximas gerações e, portanto, são considerados dependentes da cultura.

E assim continua a evoluir em conhecimento e sabedoria mas não, não acredito na evolução genética do ser humano... mas sim em uma outra evolução social e humana dos seres. Mas veja:
A evolução humana, ou antropogênese, é a origem e a evolução do Homo sapiens como espécie distinta de outros hominídeos, dos grandes macacos e mamíferos placentários. O estudo da evolução humana engloba muitas disciplinas científicas, incluindo a antropologia física, primatologia, a arqueologia, linguística e genética.

O termo "humano" no contexto da evolução humana, refere-se ao gênero Homo, mas os estudos da evolução humana usualmente incluem outros hominídeos, como os australopitecos. O gênero Homo se afastou dos Australopitecos há cerca de 2,3 e 2,4 milhões de anos na África. Os cientistas estimam que os seres humanos ramificaram-se de seu ancestral comum com os chimpanzés - rsrsrsrsrs

o único outro hominins vivo - há cerca de 5-7 milhões anos atrás. Diversas espécies de Homo evoluíram e agora estão extintas. Estas incluem o Homo erectus, que habitou a Ásia, e o Homo neanderthalensis, que habitou a Europa. O Homo sapiens arcaico evoluiu entre 400.000 e 250.000 anos atrás.

A opinião dominante entre os cientistas sobre a origem dos humanos anatomicamente modernos é a "Hipótese da origem única", que argumenta que o Homo sapiens surgiu na África e migraram para fora da continente em torno 50-100,000 anos atrás, substituindo as populações de H. erectus na Ásia e de H. neanderthalensis na Europa. Já os cientistas que apoiam a "Hipótese multirregional" argumentam que o Homo sapiens evoluiu em regiões geograficamente separadas.

Adão foi o primeiro homem no Éden e não na Terra.

Conforme achados arqueológicos, o homem (homo sapiens) originou-se no Norte da África há aproximadamente 160 mil anos. Entende-se que foi quando Deus criou o homem à sua imagem e semelhança, entretanto Adão foi formado no Éden 100 mil anos após. Este fato ficou registrado no DNA do homem através da mutação do gene FOXP2, gene responsável pela fala.

No primeiro capitulo do livro de Gênesis relata que Deus criou as vidas na Terra, porém em Gênesis 2:5 relata que no Éden ainda não havia plantas, não havia homens e também não havia os animais. Então Deus formou o homem (Gênesis 2:7), os animais (Gênesis 2:19) e também formou um jardim (Gênesis 2:9). Não foram espécies vivas que Deus levou para o Éden, e sim células-tronco ou embriões e os desenvolveu geneticamente no Éden.

O relato bíblico é simbólico. Assim como Deus formou a mulher a partir da costela de Adão, o homem do Éden foi formado do pó da terra, ou seja, a partir da célula contendo o cromossomo Y e o DNA mitocondrial (DNAmt) do homem nativo da Terra. A costela de Adão pode ser relacionada com um dos cromossomos de Adão. Entende-se que Deus utilizou-se da engenharia genética para formar o homem e a mulher no Éden.

Em 1986, pesquisadores da Universidade da Califórnia concluíram que todos os seres humanos são descendentes de uma mulher que surgiu na África há 160 mil anos, e passou a ser chamada de “Eva mitocondrial”. Mais recentemente pesquisadores concluíram que aproximadamente 60 mil anos um único cromossomo Y, desde o surgimento do homem na Terra, começou a predominar e ficou conhecido como “Adão cromossomo Y”.

Pelos conhecimentos da ciência genética Adão e Eva não se encontraram, porém, quem surgiu na África não foi Eva e sim o homem (homo sapiens) criado na Terra à imagem e semelhança de Deus. Adão e Eva foram formados no Éden 100 mil anos após, Deus formou Adão a partir do gene do homem da Terra.

Mais recentemente, pesquisadores descobriram uma mutação no gene FOXP2, ocorrida há aproximadamente 60 mil anos, quando o homem adquiriu a capacidade de falar. Entende-se que foi quando Deus testou os recursos de comunicação do homem, dando oportunidade para Adão, dar nomes aos animais (Gênesis 2:19).

Houve cruzamento da descendência de Caim com a população nativa, como relatado em Gênesis 6:2, esta descendência carregou consigo a herança genética do homem nativo, porém foi exterminada no dilúvio. Pode-se entender que, tanto pela análise da genética, como pelo texto bíblico (Gênesis 6:7), a descendência de Caim e os homens nativos não sobreviveram ao dilúvio, prevalecendo Noé como o mais antigo ancestral comum, carregando no seu gene o “Adão cromossomo Y” e “Eva mitocondrial”.

Ver matéria completa Assim tudo aconteceu
http://www.odemori.blogspot.com/

OBS: tentei postar as duas vertentes científicas. Creio na última positivinho

A paz.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 16 Jan 2011, 10:29 am

Se acredita que o Homo sapiens evoluiu de espécies anteriores, você também acredita que o mecanismo que catalisou essa evolução foi a seleção natural, você coloca Deus como guia desse mecanismo ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 16 Jan 2011, 12:30 pm

Eduardo escreveu:Se acredita que o Homo sapiens evoluiu de espécies anteriores, você também acredita que o mecanismo que catalisou essa evolução foi a seleção natural, você coloca Deus como guia desse mecanismo ?
Tem sido isso que tenho postado caro irmão. Mas dentro da seleção natural acredito que primeiro : Deus disse " façamos o homem a nossa imagem e semelhança' e assim aconteceu.
segundo: A seleção natural dentro da ciência é uma verdade. Você não crê?

As variações são submetidas ao meio ambiente que, através de seleção natural, conserva as favoráveis e elimina as desfavoráveis. Assim, quando as condições ambientais se modificam, algumas variações serão vantajosas e permitirão, então, aos indivíduos que as apresentam, sobreviver e produzir mais descendentes do que aqueles que não as têm.

Entre os principais exemplos de seleção natural citaremos: melanismo industrial, moscas e DDT, bactérias e antibióticos e siclemia.

O Melanismo Industrial

Antes da industrialização da Inglaterra, predominavam as mariposas claras; as vezes apareciam mutantes escuros, dominantes, que, apesar de serem mais robustos, eram eliminados pelos precadores por serem visíveis. Depois da industrialização no século passado, os mutantes escuros passaram a ser mimetizados pela fuligem e, como eram mais vigorosos, forem aumentando em freqüência e substituindo as mariposas que agora pesaram a ser eliminadas pelos predadores por ficarem mais invisíveis. Tais predadores da mariposas atuando como agentes seletivos são pássaros.

Resistência de mosca ao DDT
Durante o primeiro ano em que o DDT foi usado numa determinada localidade, quase todas as moscas foram mortas; algumas, porém, por causa da variação herdada, não foram afetadas. Puderam sobreviver e só reproduzir e, assim, logo ultrapassaram em número os tipos de moscas menos resistentes naquela área. O inseticida foi só tornando menos ativo. O DDT causou uma mudança no ambiente e só as moscas que eram resistentes puderam sobreviver e foram sendo selecionadas; não foi; portanto, o inseticida que conferiu resistência as moscas.

Resistência de Bactérias aos Antibióticos

Tem sido publicados muitos trabalhos sobro o fato de algumas bactérias patogênicas terem adquirido resistência a um determinado antibiótico. Assim, o ipedloucura2prolongado de uma infecção, com um antibiótico acaba perdendo toda a eficácia., havendo a necessidade da troca do medicamento. Se uma colônia de bactérias recebe uma pequena dose do um determinado antibiótico, ocorre a morte da maioria delas, sobrevivendo aquelas portadoras do variações que conferem resistência ao medicamento.

Os descendentes das bactérias sobreviventes não morrem com a mesma dose do antibiótico, evidenciando que as variações são hereditárias. Se a dose do antibiótico for aumentada, novamente algumas, as resistentes a nova dose sobreviverão. Enfim, prosseguindo com o aumento progressivo das doses dos antibióticos obtém-se, no final, bactérias resistentes a altas dosagens do antibiótico. Saliente-se que as variedades são provocadas por mutações espontâneas. É de vital importância considerar que não é a presença do antibiótico que provoca o aparecimento das mutações; na realidade elas surgem espontaneamente a, quando conferem resistência ao antibiótico, são úteis à bactéria na presença do mesmo.

Siclemia ou anemia Falciforme Na anemia falcilforme ou sidemia, as ipedloucura5recém formadas têm forma normal mas, sob condições de baixa tensão de oxigênio, a maioria se deforma, adquirido o aspecto do uma foice.

Essas células anormais são destruídas no baço, o que provoca anemia. As aglomerações de hemácias falciformes provocam obstrução de vasos capilares e enfartes dolorosos em vários tecidos tais como ossos, baço e pulmões. Os indivíduos com anemia falciformes são homozigotos (SS) e geralmente morrem na infância. Os heterozigotos (Ss) apresentam uma forma atenuada do sidemia, o organismo só produz célula falciformes quando o suprimento de oxigênio é baixo (nas altitudes elevadas) ou quando, durante um exercício físico, necessitam do mais oxigênio. A forma atenuada de siclemia não é letal. pelo fato dos homozigotos não atingirem a idade da reprodução, a freqüência do gene S, nas populações, é sempre baixa. Contudo, em determinadas regiões da África, onde a malária é endêmica, a freqüência de heterozigotos é bastante alta, atingindo a faixa do 40% o que acontece é o seguinte: os indivíduos são portadores do gene para siclemia (ss) geralmente morrem devido a malária, enquanto que os heterozigotos são resistentes a mesma. Sabe-se que, quando o plasmódio (protozoário que provoca a malária) penetra na hemácia e consome oxigênio. Com a diminuição de oxigênio a hemácia siclêmica se altera e é eliminada do organismo antes que o protozoário se reproduza o consequentemente o indivíduo contraia a malária. Portanto, nas regiões com malária, o portador do gene para siclemia apresenta uma vantagem sobre os que não o apresentam.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 16 Jan 2011, 12:36 pm

Sua tese ainda está meio confusa, perdoe minha ignorância. Por favor, coloque apenas o que você concorda, não coloque teses contrárias a suas. Vou fazer outra pergunta, Deus criou o homem perfeito ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 16 Jan 2011, 12:58 pm

Eduardo escreveu:Sua tese ainda está meio confusa, perdoe minha ignorância. Por favor, coloque apenas o que você concorda, não coloque teses contrárias a suas. Vou fazer outra pergunta, Deus criou o homem perfeito ?
não é tese, eu não sou cientista. só pesquiso sobre o assunto. Mas sim Deus criou o homem como é hoje. Não MACACO. Mas a seleção natural é falsa? sim ou não?


DEUS CRIOU O HOMEM A SUA IMAGEM

http://www.igrejaemmacae.com.br/Ensinos/Ministracoes/DEUS_CRIOU_O_HOMEM_A_SUA_IMAGEM.pps


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 16 Jan 2011, 1:30 pm

Teísta escreveu:
Eduardo escreveu:Sua tese ainda está meio confusa, perdoe minha ignorância. Por favor, coloque apenas o que você concorda, não coloque teses contrárias a suas. Vou fazer outra pergunta, Deus criou o homem perfeito ?
Mas sim Deus criou o homem como é hoje.
E por que neste ponto você não concorda com os darwinistas ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 16 Jan 2011, 4:51 pm

Eduardo escreveu:
Teísta escreveu:
Eduardo escreveu:Sua tese ainda está meio confusa, perdoe minha ignorância. Por favor, coloque apenas o que você concorda, não coloque teses contrárias a suas. Vou fazer outra pergunta, Deus criou o homem perfeito ?
Mas sim Deus criou o homem como é hoje.
E por que neste ponto você não concorda com os darwinistas ?

por que sou um ser de fé :roll2: cético em alguns termos, mas cheio de fé.

"Concebido pela evolução" gargalhada gargalhada


Um pouco de humor sem graça, porque hoje é domingo, e ninguém é de ferro!


Estando ociosamente a perambular pela Internet, encontrei o seguinte comentário num desses fóruns populares nos quais se discute evolução:

“Macacos não podem se miscigenar com humanos, devido, entre outras coisas, a terem 48 cromossomos. Vamos supor: humanos geram híbridos com macacas, e os híbridos começam a se reproduzir sem controle. Será que a população de humanos desapareceria com o tempo, passando a existir apenas a população híbrida?”

Fiquei então a imaginar, neste domingo quente de São Paulo, se um dia, sei lá por quais meios ou técnicas avançadas da ciência, consiga-se produzir um ser gerado nas entranhas de uma lasciva chimpanzé após a libidinosa ação de um desses “machos alfas” freqüentadores de academias. Até é possível antever a euforia da imprensa tupiniquim após o mais espetaculoso parto de toda história humana e simiesca:

Folha Universal:
“Nasce a besta do Apocalipse”

Jornal Nacional:
Assombro, choro e alegria no mais extraordinário parto da história

Revista Superinteressante:
“A Morte definitiva de Deus”

Revista Veja:
“O triunfo final de Charles Darwin”

Jornal Folha de São Paulo:
"Nascimento do primeiro ‘homem-macaco’ é a prova final da evolução"

Brasil Urgente (Datena):
“Imagens exclusivas do saradão que engravidou a macaca”

Jornal Extra:
“O que virá agora?”

Programa do pastor Malafáia:
"Nasce o filho do capeta: é o fim dos tempos"

Blog darwinista:
Evolução pra fundamentalista nenhum botar defeito!

Título de um livro de Dawkins publicado no Brasil:
“Concebido pela evolução”

É isso! ((rs))



Fonte:http://humordarwinista.blogspot.com

Graça e paz


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Dom 16 Jan 2011, 10:36 pm

Cara, isso não é Evolução... isso é hibridização de espécies, é bem diferente, ok?


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 16 Jan 2011, 11:24 pm

Jumper escreveu:Cara, isso não é Evolução... isso é hibridização de espécies, é bem diferente, ok?

não me ofenda oras...

Eu sabia que tinha alguma coisa errada. Mas hibridização de espécies não faz parte de sua evolução? Você acha que eu não sei do que estou falando? a hibridação homoploide resulta no cruzamento de espécies distintas ... a hibridação interespecífica teve um papel muito activo na evolução dos seres.

Um assunto leva ao outro. gargalhada

A paz positivinho


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Seg 17 Jan 2011, 10:54 am

Mas hibridização de espécies não faz parte de sua evolução?
Não, faz parte da Biologia, mas Evolução não é assim que ocorre...
Até onde sei, hibridização geralmente resulta em espécimes estéreis.
Não vejo um papel tão ativo assim... talvez gerasse uma espécie ou outra.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Ter 18 Jan 2011, 4:44 pm

Eduardo, a Sci-Am Brasil desse mês trata sobre a questão do Tecido mole e sobre as condições com que pode ocorrer sobreviver tanto tempo.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Ter 18 Jan 2011, 5:10 pm

É este aqui?

Sangue de Pedra
Ossos de dinossauro mostram que material orgânico
pode durar milhões de anos.
Por Mary H. Schweitzer
http://www2.uol.com.br/sciam/sumario/

A sciam apenas reproduziu este:

http://pos-darwinista.blogspot.com/2009/04/moleculas-podem-ser-ser-preservadas-por.html

REAÇÃO DA SCIENCE

Science 1 May 2009:
Vol. 324. no. 5927, p. 578
DOI: 10.1126/science.324_578

PALEONTOLOGY:

‘Protein’ in 80-Million-Year-Old Fossil Bolsters Controversial T. rex Claim

Robert F. Service

A controversial finding that protein fragments can be recovered from dinosaur fossils has been replicated for the first time. Two years ago, a team of paleontologists stunned the community when they reported discovering intact protein fragments in a fossil from a Tyrannosaurus rex that died 68 million years ago. The claim has remained contentious, because proteins in tissue normally degrade quickly after an animal dies. On page 626 of this week's issue of Science, however, the team reports finding an even larger number of protein fragments from an 80-million-year-old fossil from a duck-billed dinosaur, or hadrosaur, known as Brachylophosaurus canadensis.

+++++

PARA LER O RESTO DO ARTIGO REQUER ASSINATURA OU ACESSO VIA
CAPES - Periódicos


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Qua 19 Jan 2011, 10:18 am

Acredito que ela expandiu o assunto, não li a matéria apenas dei uma folheada, buscaram explicação sobre como o material orgânico sobreviveria tanto tempo, dadas as condições ideais.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Qua 19 Jan 2011, 10:42 am

Esse é o grande detalhe, em condições ideias o material
orgânico sobreviveria, no máximo, 2,7 milhões de anos.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por dedo-duro em Sex 21 Jan 2011, 6:59 pm

Qual a base da "alternativa" criacionista?

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por lordakner em Sex 21 Jan 2011, 7:26 pm

dedo-duro escreveu:Qual a base da "alternativa" criacionista?

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Sab 22 Jan 2011, 3:06 am

lordakner escreveu:
dedo-duro escreveu:Qual a base da "alternativa" criacionista?

number 1 Eu vencí:

Atualmente há muita discussão sobre a validez do criacionismo, o qual é definido como “a crença de que o universo e organismos vivos se originaram de atos específicos da criação divina, como descrito na narrativa bíblica, ao invés de processos naturais, como a evolução”. A ciência criacionista é frequentemente descartada pela comunidade secular e acusada de não ter valor científico. No entanto, é bem claro que o criacionismo é compatível com a abordagem científica referente a qualquer assunto. O criacionismo faz declarações sobre eventos, lugares, pessoas e coisas do mundo real. Não se focaliza apenas em idéias subjetivas ou em conceitos abstratos. Há fatos científicos estabelecidos que são consistentes com o criacionismo, e a forma pela qual esses fatos se relacionam entre si combinam com a interpretação criacionista. Da mesma forma que idéias científicas gerais são usadas para dar coerência a uma série de fatos, assim também ocorre com o criacionismo.

Como, então, é o criacionismo – oposto ao “naturalismo”, o qual é definido como “um ponto de vista filosófico que defende a idéia de que tudo surge de propriedades e causas naturais, excluindo quaisquer explicações supernaturais ou espirituais” - científico? Admitidamente, a resposta depende de como “científico” é definido. Muito frequentemente, “ciência” e “naturalismo” são considerados a mesma coisa, automaticamente descartando as observações criacionistas. Tal definição requer uma reverência irracional ao naturalismo. Ciência é definida como “a observação, identificação, descrição, investigação experimental e explicação teórica de fenômenos”. Nada requer que a ciência, por si só, tenha que ser naturalista. Naturalismo, assim como o criacionismo, requer uma série de pressuposições que não são geradas por experimentos. Elas não são extrapoladas de dados, nem se originam de resultados de testes. Essas pressuposições filosóficas são aceitas antes mesmo de quaisquer dados serem observados. Porque tanto o naturalismo como o criacionismo são fortemente influenciados por pressuposições que não podem ser testadas ou provadas, as quais entram nas discussões antes de quaisquer fatos, é justo dizer que o criacionismo é tão cientifico quanto o naturalismo.

O criacionismo, como o naturalismo, pode ser “científico”, no sentido de que é compatível com o método científico de descobrimento. Esses dois conceitos não são, no entanto, ciências em si mesmos, pois ambas as opiniões incluem aspectos que não são considerados “científicos” no seu sentido normal. Nem o criacionismo nem o naturalismo podem ser rejeitados ou negados; quer dizer, não há qualquer experimento que possa conclusivamente refutar um ou o outro. Nenhum dos dois pode ser predito; eles não geram ou melhoram a habilidade de predizer qualquer efeito ou resultado. Apenas tomando esses dois pontos como base podemos ver que não há nenhuma razão lógica pela qual devemos considerar um como sendo mais científico que o outro.

Um dos motivos principais pelo qual os naturalistas rejeitam o criacionismo é devido ao conceito de milagres. Ironicamente, naturalistas tipicamente dizem que milagres, tais como o da criação, são impossíveis porque eles transgridem leis da natureza que têm sido claramente e historicamente observadas. Tal conceito é irônico por vários motivos. Como exemplo, considere a abiogênese, a teoria de que a vida surgiu de matéria morta. A abiogênese é um dos conceitos mais refutados da ciência. No entanto, um ponto de vista verdadeiramente naturalista presume que vida na terra – vida orgânica complexa que se auto-duplica e auto-sustenta – surgiu por acaso de matéria morta. Tal conceito nunca foi observado uma vez sequer em toda a história da humanidade. As mudanças evolucionárias benéficas necessárias para que uma criatura progredisse a uma forma mais complexa também nunca foi observada. Então, o criacionismo, na verdade, como teoria propriamente dita, é melhor do que o naturalismo, pois ela possui evidências de declarações de milagres, já que as Escrituras nos fornecem narrativas documentadas de acontecimentos milagrosos. A caracterização do criacionismo como um conceito não científico por causa de milagres exige uma caracterização semelhante para o naturalismo.

Há muitos fatos que são usados por ambos os lados no debate entre a criação e o naturalismo. Fatos são fatos, mas o conceito de que um fato requer apenas uma interpretação não existe. A separação entre o criacionismo e o naturalismo secular deve-se inteiramente a interpretações diferentes. Especificamente no que diz respeito ao debate entre a evolução e a criação, o próprio Charles Darwin defendeu esse argumento. Na introdução de A Origem das Éspecies, ele afirmou: “Estou bem ciente de que provavelmente não há um só assunto discutido neste volume sobre os quais mais provas não podem ser fornecidas, muitas vezes aparentado levar a conclusões diretamente opostas àquelas as quais cheguei”. Obviamente, Darwin acreditava na evolução ao invés da criação, mas pelo menos ele admitiu que a interpretação era o ponto chave ao escolher uma crença. Um cientista pode enxergar um fato em particular como suporte do naturalismo, enquanto um outro cientista pode enxergar o mesmo fato como suporte do criacionismo.

Além disso, é importante ressaltar o fato de que o criacionismo é a única alternativa possível às idéias naturalistas, tais como a da evolução -- principalmente quando grandes nomes da ciência já admitiram essa dicotomia. Colin Patterson, Douglas Futuyma, and H.S. Lipson, entre outros, são frequentemente citados por afirmarem que as únicas explicações possíveis para a vida são a evolução naturalista ou a criação especial. Nem todos os cientistas concordam sobre qual é a verdade, mas quase todos concordam que ou um ou o outro tem que ser verdade.

Há muitos, muitos outros motivos pelos quais o criacionismo é uma abordagem racional e científica à aprendizagem. Entre eles estão os conceitos de probabilidade realística, falta de evidência que sustente a macroevolução, a evidência da experiência, e adiante. Não há nenhuma base lógica para aceitarmos as pressuposições naturalistas e simplesmente rejeitarmos e negarmos as pressuposições criacionistas. Firme crença na criação não é uma barreira ao descobrimento científico – dê uma olhada nas grandes realizações de homens como Newton, Pasteur, Mendel, Pascal, Kelvin, Linnaeus e Maxwell. Todos eles eram confortavelmente e claramente criacionistas. Criacionismo não é uma “ciência”, assim como naturalismo não é uma “ciência”. Criacionismo é, no entanto, completamente compatível com a ciência propriamente dita.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por lordakner em Sab 22 Jan 2011, 4:04 am

Teísta escreveu:
lordakner escreveu:
dedo-duro escreveu:Qual a base da "alternativa" criacionista?

Eu vencí:

Atualmente há muita discussão sobre a validez do criacionismo, o qual é definido como “a crença de que o universo e organismos vivos se originaram de atos específicos da criação divina, como descrito na narrativa bíblica, ao invés de processos naturais, como a evolução”. A ciência criacionista é frequentemente descartada pela comunidade secular e acusada de não ter valor científico... blá-blá-blá, nheinnheinnhein, mimimimi.

Assista esse filme e veja a SURRA que os criacionistas levaram:
http://gospelbrasil.topicboard.net/t4454-filmes-que-os-crentes-deveriam-ver#92983

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Darwinismo: Verdade inegável ou um cavalo-de-batalha ateu?

Mensagem por abençoado em Dom 23 Jan 2011, 12:58 am

"Criacionistas e evolucionistas se reuniram no mesmo nível para discutirem questões intelectuais sérias. Contudo, no clima darwinista atual, onde o discordar é, freqüentemente, considerado preconceito religioso, só o colocar das questões na mesa [para debate] foi um sucesso.
Além disso, alguns meses depois, um eminente darwinista que participara no simpósio de Dallas, admitiu publicamente que um dos pontos salientado por Johnson estava correto, isto é, que o darwinismo se baseia tanto em suposições filosóficas como em evidência científica.



" enquanto que a maioria dos darwinistas ainda está respondendo com clichês. Agora são os criacionistas que estão fazendo as perguntas difíceis e demandando um debate justo.
Mas, basicamente, Johnson disse, não são os debates ou os argumentos que vencerão. "É a realidade que está fazendo isto. É do jeito que o mundo é. E, mais cedo ou mais tarde, os cientistas terão que reconhecer aquele fato."





Será mesmo o darwinismo uma verdade sin aequo?Ou será que nasce de uma corrente de época (ceticismo)?

É tão inatacável como parece ou apenas um clichê para "tapar o sol com a peneira" de um problema bem mais profundo?

O fato é que as falhas do Darwinismo são muitas..recentemente,circulou um documento nos EUA para que assinassem todos os cientistas que criticavam o evolucionismo e ,pasmem-se, a maioria dos cientistas que o assinaram não eram crentes..parece que o jogo está mudando e que ,afinal, o Darwinismo não é o bicho de 7 cabeças que os crentes pensam que é..a comunidade de "não darwinistas"parece crescer a cada dia.

Segue mais um texto que apresenta as principais carências do sistema darwinista:

http://www.jornalinfinito.com.br/series.asp?cod=131 - "Desafiando os mitos de Darwin"

O Criacionismo já parece ter sido esculachado de toda a forma e feitio..

Está na altura de serem os defensores dos postulados do naturalista britânico responderem!

1)explicações de 500 milhões de anos de silêncio total em termos evolutivos durante a Explosão Cambriana;

2) Cadê as formas intermediárias simples que Darwin dizia ser o "calcanhar de Aquiles"da sua teoria e que esta seria explicada mais tarde,aquando do desenvolvimento da Paleontologia?A Paleontologia ainda não desevolveu o suficiente?De outro modo, porque o número de fósseis descobertos (cada vez maior), aponta cada vez menos evidências desse evolucionismo?

3) Explicações do surgimento de novos filos na mesma sem registos evolutivos sejam eles quais forem?A Natureza deixou de evoluir num intervalo de milhões de anos?E de onde surgiram esses novos filos?Apareceram do nada?Cadê as evidências do "surgimento vagaroso" de filos por evolução divergente das espécies?


4) Evidências do aparecimento gradual de orgãos complexos (olho,por exemplo)?




abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por abençoado em Dom 23 Jan 2011, 1:00 am

O mundo espera as respostas daqulo que Darwin nunca respondeu..

abençoado
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1851
flag : Estados Unidos
Data de inscrição : 22/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:51 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum