.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
62 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 60 Visitantes :: 1 Motor de busca

Christiano, Jarbas

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 02 Jan 2011, 12:41 pm

O criacionismo é até hoje, o maior opositor do evolucionismo. Há também a teoria do Design Inteligente, que das duas interpretações, se põe ao lado da interpretação criacionista, e também vai contra os princípios da evolução.
Pesquisadores evolucionistas obtêm certa vantagem em relação aos criacionistas porque não pensam duas vezes antes de fazerem especulações.
Mas o criacionismo procura sempre ter evidências científicas suficientes, antes de dar alguma explicação. Defenda aqui suas idéias científicas e sua fé...

Um abraço.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 02 Jan 2011, 12:48 pm

Darwin reconheceu sua incapacidade de provar sua teoria. Em 1863 ele escreveu: “Quando nos detemos para analisar os pormenores, podemos provar que espécie nenhuma mudou [isto é, que não houve nenhuma mudança em espécie alguma]; NEM CONSEGUIMOS PROVAR que as SUPOSTAS mudanças tenham sido benéficas, pois este é o fundamento da teoria. NÃO PODEMOS sequer explicar por que certas espécies se transformaram e outras não”.

Charles Darwin estava ciente dos problemas dos fósseis. Ele declarou em Origem das Espécies: “Exatamente na proporção em que este processo de extermínio atuou em enorme escala, também o número de variedades (formas) intermediárias, deve ter sido realmente grande. Por que, então, não se acha toda formação geológica e todo estrato geológico cheio de tais elos intermediários? A geologia não revela qualquer cadeia orgânica assim finamente graduada; e esta, talvez seja a objeção mais óbvia e grave que possa ser levantada contra minha teoria”...

Foi por isso que afirmo que Darwin foi honesto, e se vivesse hoje talvez negasse sua própria teoria. Eu não duvido que ele tenha se convertido antes de morrer. Ele esperava que estes elos fossem encontrados com o decorrer do tempo, confirmando sua teoria, mas isso não aconteceu.


O livro Origem das Espécies trás aproximadamente 800 verbos no futuro do subjuntivo: “suponhamos”. Ou seja, o livro trata mais de SUPOSIÇÕES, especulações e idéias pessoais que não podiam ser comprovadas, do que de fatos em si.

Veja o que Darwin admitiu em A Origem das Espécies, (pág.168): “Confesso que SUPOR que o olho possa ter sido formado por seleção natural PARECE UM ABSURDO DA MAIS ALTA ORDEM”. De fato, como podem mutações sem propósito, criar órgãos de tão extrema complexidade?
Darwin mesmo admitiu que a sua teoria poderia ser invalidada. Em seu livro Origem das Espécies, ele diz: “Se pudesse ser demonstrado que existiu algum órgão complexo que não pudesse ter sido formado por modificações leves, sucessivas e numenrosas, minha teoria estaria completamente destruída”...

Observe que Darwin pediu apenas que se mostrasse um órgão. Em sua época, só havia microscópio óptico, e não era possível se conhecer toda a complexidade do olho, do ouvido, do cérebro e dos sistemas do corpo humano. Embora Darwin tenha pedido apenas um órgão complexo para mostrar-lhe a impossibilidade de sua teoria, existem vários. Todos são órgãos complexos. Bastaria mostrar-lhe uma célula.

Outro exemplo: Darwin pensava que a célula fosse um organismo simples, e por isso, fosse possível explicar o surgimento espontâneo da vida, e a evolução a partir deste. Mas ele se enganou. Para ele, a célula seria mais ou menos, como uma bolha de citoplasma. Na época, havia apenas o microscópio “óptico”; as investigações da célula levaram o microscópio óptico ao seu limite, estabelecido pelos comprimentos da onda da luz. O microscópio óptico permitia que fosse visto apenas um décimo (1/10) do diâmetro total de uma célula bacteriana; então Darwin nunca tomou conhecimento do quanto era complexa a vida microscópica, nem dos detalhes fundamentais da estrutura celular, como o DNA, que não podiam ser vistos com um microscópio óptico.

Somente com o “microscópio eletrônico” foi possível se tomar conhecimento de tudo isso; e é justamente sobre isso que Michael Behe fala no livro “A Caixa-Preta de Darwin”: a Caixa-Preta eram estas informações que Darwin não conhecia... Com a descoberta da complexidade da vida, com o microscópio eletrônico, a própria biologia teve de ser REINTERPRETADA. A célula está repleta de maquinaria molecular de alta tecnologia, muito mais complexa que qualquer coisa já inventada por meros humanos. Cada célula é semelhante a uma cidade industrial em miniatura, onde tem de tudo. Hoje há um oceano de evidências que desacreditam a teoria da evolução. Acho que o próprio Darwin, se vivesse em nossos dias, teria deixado o evolucionismo.

Darwin disse que a semelhança entre os embriões vertebrados era “sem dúvidas, a mais forte classe de fatos simples a favor da evolução”. Entretanto, acontece que Darwin estava enganado: a série de embriões foi forjada (falsificada) por um de seus maiores defensores e amigo, o alemão Ernst Haeckel que tentava provar o argumento de que cada embrião repete as fases evolutivas anteriores (a ontogenia recapitula a filogenia). Haeckel falsificou os desenhos dos embriões, fazendo com que fossem mais parecidos (iguais) do que o são. O mais absurdo, é que ainda hoje, alguns livros de biologia estampam tais desenhos.

Darwin pensou que a variação entre os bicos dos tentilhões (pequenas aves) da ilha dos Galápagos fossem evidência da evolução, e demonstrasse que estas aves estavam evoluindo para algo novo.
Nancy Pearcey diz que “o único alimento que havia no período de seca era sementes maiores e mais duras, de forma que os pássaros com bicos maiores sobreviveram melhor. Subsequentemente, as chuvas voltaram, restabelecendo os tipos originais de sementes. E o que aconteceu? O tamanho habitual do bico voltou ao normal. Em outras palavras, a mudança que os darwinistas festejaram com tanto júbilo virou uma flutuação cíclica (processo de mudança periódica). Esta mudança não pôs os tentilhões no caminho de uma evolução para outro tipo de ave, mas foi apenas uma adaptação que permitiu à espécie sobreviver na seca.

Francis Schaefer costumava usar um argumento muito simples contra a evolução: “Se as guelras de um peixe se transformassem em pulmões, ele morreria afogado, pois os seres vivos não podem simplesmente mudar de peças, como se fossem briquedos, robôs ou máquinas. O organismo é um sistema integrado e qualquer alteração de órgãos ou membros isolados, tem mais tendência de ser maléfica do que benéfica”. Seria preciso que ele não mudasse apenas de pulmões, mas também, todos os sistemas e órgãos interiores de uma só vez.

Finalizando AMIGOS, em outras questões, tenho mostrado bases a favor do Criacionismo e Design Inteligente; eu não me limito a criticar, e estudei a ciência "neutramente" antes de me decidir pelo criacionismo...
De qualquer forma, um abraço a todos

Fonte pesquisada : http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080930171427AAm0p


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por silvamelo em Dom 02 Jan 2011, 3:37 pm

Penso que o criacionismo é somente uma teoria, assim como o evolucinosmo. Já desafiei aqui qualquer um a demonstrar como Deus criou as espécies e os seres humanos, usando a Bíblia. Ninguém pode demonstrar isso, simplesmente porque isso não está revelado na Palavra! A Bíblia fala somente que Deus criou, e a partir do quê Deus criou, e só...

Isso é mais do que compreensível! Como alguém ensinaria matéria de universidade para crianças do primário? Se você quer explicar um assunto complexo para o seu filho pequeno, você não faz uma analogia usando elementos conhecidos da realidade dele, para que ele entenda?

Existem ainda muitas lacunas que impedem a ciência de formular hoje uma teoria definitiva sobre como se deu o desenvolvimento das espécies até o que elas são agora. O evolucionismo explica muita coisa, mas ainda faltam peças a encaixar...

Mas nós sabemos que a verdade está na Bílbia! Nós sabemos que todos os seres foram criados por Deus! Nós sabemos que a vida é um milagre e nada teria vida agora se não fosse pela intervenção de Deus!

Eu me lembro de quando eu estava perdido nesse mundo de pecado e escapei da morte algumas vezes... Escapei porque Deus tinha um plano para minha vida. Escapei porque Deus queria me transformar e me colocar como exemplo para que todos ao meu redor pudessem ver o Seu poder transformador e que Ele pode todas as coisas. Eu evoluí!

silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 02 Jan 2011, 3:52 pm

O problema para os evolucionistas é que nos últimos anos têm surgido várias evidências que mostram que nem os seres vivos nem as camadas sedimentares onde os fósseis dos mesmos são achados têm milhões de anos. Os cientistas sabem (porque existe trabalho empírico em laboratório) que o ADN de um organismo morto, privado dos seus mecanismos de constante reparação, desintegra-se rapidamente.
Os estudos publicados a este respeito estabelecem um tecto máximo para a preservação de ADN num organismo morto de 125 mil anos (125.000). Isto a 0ºC. A uma temperatura constante de 10ºC, mais natural no ambiente onde são encontrados os fósseis, este limite máximo cai para 17.500 anos. (Carregar na imagem para ver em tamanho decente)

Sendo assim, a pergunta perturbadora que se coloca aos evolucionistas é a seguinte: por que razão conseguimos nós detectar tecidos orgânicos em fósseis de animais que supostamente terão vivido há milhões de anos, quando estes, segundo aquilo que sabemos a respeito da desintegração molecular, já não deveriam estar lá?

Tecidos orgânicos encontrados em fósseis de penas de 100 milhões de anos (1)
Os melanossomos são organelos que armazenam a melanina e estão presentes nas células. Cientistas norte-americanos conseguiram encontrar esta estrutura orgânica em fósseis de penas que eles afirmam ter 100 milhões de anos. O autor da descoberta reconhece o enigma: “Mas como é que enquadras isto com o facto bem conhecido de que a maioria das moléculas orgânicas decaem em milhares de anos?“. Qual foi a sugestão dele? Um cenário especulativo, que é o melhor que os evolucionistas conseguem arranjar para se safarem das conclusões óbvias.
Melanossomos encontrados em pinguim de 36 milhões de anos (2)
Um grupo de cientistas norte-americanos conseguiu detectar melanossomos num fóssil de um pinguim que, ao que afirmam, tem 36 milhões. Como foi possível estas estruturas orgânicas, privadas dos seus sistemas de manutenção, durarem 36 milhões foi uma questão deixada no esquecimento pelos investigadores.
Resíduos de retina e melanossomos encontrados em fóssil de Mosassauro de 80 milhões de anos (3)
Os mosassauros são répteis que viveram no último período do Cretáceo (145MA – 65MA, segundo a cronologia evolucionista). Se assim é, por que é que os cientistas conseguiram encontrar aquilo que eles afirmam representar “restos da retina“, bem como melanossomos, ao analisar a região do globo ocular deste fóssil de 80 milhões de anos? A questão interessante de como este tipo de estruturas orgânicas resistem milhões de anos ficou novamente esquecida.

Micróbios sobreviveram num cristal de sal por 30 mil anos (4)
O título do artigo científico demonstra o espanto dos autores da descoberta: “Como é que procariontes sobrevivem em inclusões fluidas em halite durante 30 mil anos?“. O ingrediente é sempre o mesmo: especulação, especulação e especulação. Neste post reportei um caso mais absurdo: a sobrevivência de micróbios por 250 milhões de anos!
Produtores de cerveja fazem cerveja com levedura de 45 milhões de anos (5)
A levedura foi encontrada pelo microbiologista Raul Cano no aparelho digestivo de uma abelha fossilizada em âmbar que, alegadamente, tinha 45 milhões de anos. Ele já tinha conseguido ressuscitar bactérias de supostamente entre 25-40 milhões de anos que se encontravam em abelhas também fossilizadas em âmbar. Os adjectivos “miraculoso“, “maravilhoso” e “enigmático” utilizados pelo autor para descrever a descoberta dizem tudo a respeito deste assunto.
CONCLUSÃO
A existência de tecidos orgânicos e ADN funcional (como na imagem à esquerda) em organismos que supostamente ter-se-ão fossilizado há muitos milhões de anos testifica contra a história evolucionista dos milhões de anos. Não são casos pontuais. São vários casos espalhados pelo mundo (1,2,3,4,5). Muitos outros existem além destes aqui referidos e muitos outros continuarão a aparecer.
As evidências vão continuar a amontoar-se. Os evolucionistas continuarão a dar por comprovado aquilo que é necessário comprovar (nomeadamente, que é possível recuperar tecidos orgânicos de seres que têm milhões de anos). Mas, como foi dito no primeiro parágrafo, o estatuto de “condição essencial” atribuída aos milhões de anos evolucionistas fazem com que sempre se tenha de colocar o paradigma naturalista acima das evidências.
Isso acontece porque a teoria da evolução não é científica. Teoria que não tem hipótese de ser falseada não é uma teoria científica. Chama-lhe religião, chama-lhe filosofia de vida, chama-lhe ideologia, chama-lhe o que quiseres. Só não lhe chames científica.



Cientistas acham "tecido mole" em fóssil de dinossauro

http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2005/03/050325_trexcg.shtml








Pesquisadores americanos dizem ter extraído tecido "mole" de um fóssil de 70 milhões de anos do dinossauro Tyrannoraurus Rex.


Num estudo publicado na revista Science, eles dizem que encontraram uma substância transparente e flexível que se parecia com células e vasos sanguíneos quando examinaram a perna fossilizada do animal.

Normalmente quando um animal morre, todos os seus tecidos moles se decompõem e o material ósseo afunda cada vez mais na terra e, esmagado e sob a ação do calor, acabada se transformando em minerais.

O que sobra geralmente é apenas a forma. O fóssil estudado pela equipe da Universidade da Carolina do Norte parecia não ser diferente, mas quando a pesquisadora Mary Schweitzer dissolveu os minerais, ela encontrou algo extraordinário.

Além dos filamentos que lembravam vasos sanguíneos, também foram encontrados o que pareciam ser vestígios de células sanguíneas e de outras células responsáveis por compor e manter os ossos.

"Isto é osso fossilizado no sentido de que é de um animal extinto mas não tem muitas das características do que as pessoas chamariam de fóssil", disse Schweitzer à BBC.

"Ainda há áreas onde não há minerais secundários e não é muito mais denso do que os ossos modernos. É osso mais do que qualquer outra coisa."

Schweitzer ainda não está disposta a afirmar que estes sejam os restos do material original – apenas que se parecem como tal.

Ela e outros cientistas vão procurar saber se o fóssil, encontrado em Hell Creek Formation, no famoso vale dos dinossauros no leste do Estado de Montana, passou por algum processo de fossilização particular.

Matthew Collins, especialista em estudos biomoleculares antigos da Universidade de York, na Grã-Bretanha, diz que é possível que a fossilização tenha se dado "em nível molecular" e não em grandes estruturas, como costuma acontecer.

De qualquer forma, se se tratarem de, ao menos, fragmentos das moléculas originais de dinossauros, eles poderão fornecer novas informações sobre o relacionamento entre o T. rex e outras espécies, como as aves.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por silvamelo em Dom 02 Jan 2011, 4:03 pm

Como catalogar esse espécime aqui:

Capítulo IX from thecreatureofmetepec on Vimeo.


silvamelo
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4417
Idade : 47
Localização : Rio de Janeiro
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 02 Jan 2011, 5:05 pm

O criacionismo é a crença religiosa de que a humanidade, a vida, a Terra e o universo são a criação de um agente sobrenatural. No entanto, o termo é mais comumente usado para se referir à rejeição, por motivação religiosa, de certos processos biológicos, particularmente a evolução. Desde o desenvolvimento da ciência evolutiva a partir da partir do século XVIII, vários pontos de vista desenvolvidos tiveram como objetivo conciliar a ciência com a narrativa de criação do Gênesis. Nessa época, aqueles que mantinham que as espécies tinham sido criadas separadamente eram geralmente chamados de "defensores da criação", mas foram ocasionalmente chamados "criacionistas" em correspondências privadas entre Charles Darwin e seus amigos.

À medida que a controvérsia da criação versus evolução se desenvolveu, o termo "anti-evolucionistas" tornou-se mais comum, então, em 1929, nos Estados Unidos, o "criacionismo" tornou-se o primeiro termo especificamente associado com a oposição fundamentalista cristã para a evolução humana e a crença em uma Terra jovem, embora seu uso tenha sido contestado por outros grupos que acreditavam em vários outros conceitos de criação.

Desde os anos 1920 o criacionismo, na América, foi estabelecido em nítido contraste com as teorias científicas, como a da evolução, que decorrem a partir de observações naturalistas do Universo e da vida. Criacionistas estritos acreditam que a evolução não pode explicar adequadamente a história, a diversidade e a complexidade da vida na Terra. Criacionistas rigorosos das religiões judaica e cristã geralmente baseiam a sua crença em uma leitura literal do mito da criação do Gênesis.

Outras religiões têm diferentes mitos da criação, enquanto que os diferentes membros de religiões individuais variam em sua aceitação das descobertas científicas. Em contraste com os criacionistas estritos, os criacionistas evolucionários sustentam que, embora as contas de evolução para a natureza da evolução da biosfera, por si só é cosmologicamente atribuível a uma divindade criadora.

Quando a corrente principal da pesquisa científica produz conclusões teóricas que contradizem a interpretação criacionista estrita da escritura, os criacionistas muitas vezes rejeitam as conclusões da pesquisa ou as suas teorias científicas ou sua metodologia. A rejeição do conhecimento científico tem suscitado controvérsias políticas e teológicas.

Dois ramos derivados do criacionismo—"ciência da criação" e "design inteligente"—têm sido caracterizados como pseudociência pela comunidade científica dominante. A mais notável preocupação contesta a evolução dos organismos vivos, a idéia da origem comum, a história geológica da Terra, a formação do sistema solar e a origem do universo

Dentro do termo criacionismo, um vasto espectro de hipóteses podem ser enquadradas, que podem vir a sustentar interpretação em diversos graus de literalidade de livros sagrados como o Gênesis ou o Corão.
Na maioria das civilizações antigas, tanto como nas atuais, é possível encontrar relatos tentando explicar a origem de tudo como um ato intencional criativo, muitas vezes destacando uma figura como o originador da vida.

para se aprofundar sobre o assunto leia : http://pt.wikipedia.org/wiki/Criacionismo

a teologia evolucionista afirma que: Alguns teólogos têm procurado conciliar os textos bíblicos com a Teoria da Evolução.
Teilhard de Chardin foi um padre jesuíta, teólogo, filósofo e paleontólogo francês que logrou construir uma visão integradora entre ciência e teologia. Através de suas obras, legou-nos uma filosofia que reconcilia a ciência do mundo material com as forças sagradas do divino e sua teologia. Disposto a desfazer o mal entendido entre a ciência e a religião, conseguiu ser mal visto pelos representantes de ambas. Muitos colegas cientistas negaram o valor científico de sua obra, acusando-a de vir carregada de um misticismo e de uma linguagem estranha à ciência. Do lado da Igreja Católica, por sua vez, foi proibido de lecionar, de publicar suas obras teológicas e submetido a um quase exílio na China.

Aparentemente, a Terra Moderna nasceu de um movimento anti-religioso. O Homem bastando-se a si mesmo. A Razão substituindo-se à Crença. Nossa geração e as duas precedentes quase só ouviram falar de conflito entre Fé e Ciência. A tal ponto que pôde parecer, a certa altura, que esta era decididamente chamada a tomar o lugar daquela. Ora, à medida que a tensão se prolonga, é visivelmente sob uma forma muito diferente de equilíbrio – não eliminação, nem dualidade, mas síntese – que parece haver de se resolver o conflito.
— '
O Padre Ariel Álvarez Valdez sustenta que se trata de uma parábola composta por um catequista hebreu, a quem os estudiosos chamam de “yahvista”, escrita no século X AC, que não pretendia dar uma explicação científica sobre a origem do homem, mas sim fornecer uma interpretação religiosa, e elegeu esta narração na qual cada um dos detalhes tem uma mensagem religiosa, segundo a mentalidade daquela época
John F. Haught, filósofo americano criador do conceito de Teologia evolucionista, diz que "o retrato da vida proposto por Darwin constitui um convite para que ampliemos e aprofundemos nossa percepção do divino. A compreensão de Deus que muitos e muitas de nós adquirimos em nossa formação religiosa inicial não é grande o suficiente para incorporar a biologia e a cosmologia evolucionistas contemporâneas.

Além disso, o benigno designer [projetista] divino da teologia natural tradicional não leva em consideração, como o próprio Darwin observou, os acidentes, a aleatoriedade e o patente desperdício presentes no processo da vida”, e que “Uma teologia da evolução, por outro lado, percebe todas as características perturbadoras contidas na explicação evolucionista da vida”, sobre as idéias de Richard Dawkins, Haught declara que: “A crítica da crença teísta feita por Dawkins se equipara, ponto por ponto, ao fundamentalismo que ele está tentando eliminar”
Ilia Delio, teóloga americana, sustenta que a teologia pode “tirar proveito” das aquisições de uma ciência que vê na “mutação” o núcleo essencial da matéria

O Rabino Nilton Bonder sustenta que: "a Bíblia não tem pretensões de ser um manual eterno da ciência, e sim da consciência. Sua grande revelação não é como funciona o Universo e a realidade, mas como se dá a interação entre criatura e Criador.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 02 Jan 2011, 5:10 pm

Evolucionismo teísta
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Evolucionismo teísta, ou evolução teísta é uma idéia filosófica que busca conciliar a ideia de Deus e a teoria da evolução.

A própria teoria da evolução foi originalmente proposta por um teólogo cristão, Agostinho de Hipona (353-430), para quem Deus teria criado o universo com leis e criando sementes que desenvolveram em espécies ao longo dos tempos.

Quando Charles Darwin (anglicano agnóstico) e Alfred Wallace (teísta, espiritualista) publicaram em 1858 a teoria da evolução das espécies por seleção natural, surgiram controvérsias nos meios cientícios e religiosos clamando incompatibilidade entre a concepção abraâmica de criação com evolução.

Nessa época evangelistas como Henry Drummond e o botanista Asa Gray defenderam a compatibilidade teológica e científica entre criação e evolução, principalmente porque a teoria de Darwin clamava uma origem comum do ser humano, enquanto alguns cientistas como Samuel George Morton e Louis Agassiz defendiam a poligênese e diferentes espécies humanas (baseados em racismo e a fim de justificar escravidão e colonialismo).

No século XX a presença de crentes em Deus na pesquisa biológica foi notável: o notável teólogo e paleontólogo Pierre Teilhard de Chardin (1881–1955) foi um exemplo de teísta evolucionista. A síntese moderna do evolucionismo (combinando genética molecular e seleção natural) foi desenvolvida por evolucionistas que criam em Deus: Ronald Fisher (1890–1962) e Theodosius Dobzhansky (1900–1975).

Recentemente Francis Collins, diretor do projeto Genoma, publicou uma defesa do teísmo evolucionista onde propôs o conceito de "Bios pelo Logos", ou simplesmente "BioLogos" ("bios", em grego "vida" e "logos", em grego "palavra"). Obedece tipicamente a seguinte versão:
"1. O universo surgiu, há aproximadamente 14 bilhões de anos (pela imposição de leis por deus);
2. Apesar das improbabilidades incomensuráveis, as propriedades do universo parecem ter sido ajustadas para a criação da vida;
3. Embora o mecanismo exato da origem da vida na Terra permaneça desconhecida, uma vez que a vida surgiu, o processo de evolução e de seleção natural permitiu o desenvolvimento da diversidade biológica e da complexidade durante espaços de tempo muito vastos;
4. Tão logo a evolução seguiu seu rumo, não foi necessária nenhuma intervenção sobrenatural (mas, alguns acreditam que a evolução é subtilmente acompanhada e orientada por Deus, como a ideia de Deus-presente-no-Universo de Spinoza);
5. Os humanos fazem parte desse processo, partilhando um ancestral comum com os grandes símios;
6. Entretanto, os humanos são exclusivos em características que desafiam a explicação evolucionária da Lei Moral (o conhecimento do certo e do errado) e a busca por Deus, que caracterizam todas as culturas humanas" [1]
A partir dos anos 1960 emergiu o movimento criacionismo da terra jovem dizendo que a idade da terra seria mais recente do que é geologicamente aceito e que dinossauro teriam convivido com mamíferos. O surgimento do universo e o surgimento da vida são assunto para a cosmologia, a física e a bioquímica, e não estão intrinsecamente relacionados com a Teoria da Evolução das Espécies, mas podem ser trabalhados de forma geral pela filosofia.

Evolucionismo teísta é distinto da doutrina do design inteligente e cientitas teístas evolucionistas como Kenneth R. Miller, John Haught, Michael Dowd, e Francis Collins criticam o design inteligente e criacionismo da terra jovem como não-científicos.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 02 Jan 2011, 5:13 pm

A teoria da evolução é fato comprovado?

A teoria da evolução é apresentada com tanta confiança que muitos acreditam que seja mais do que teoria. Livros didáticos, revistas e programas científicos na televisão dão a impressão que todos aceitam essa teoria como a única e mais adequada explicação das origens da vida, inclusive da vida humana.

Se a teoria da macro-evolução for um fato comprovado, a Bíblia seria absolutamente falsa, pois ela afirma que Deus criou o universo e tudo que nele há (Atos 17:25-28; Hebreus 11:3). A nossa fé seria vazia e sem valor, pois a teoria da evolução contraria os princípios fundamentais das Escrituras e até nega a existência de Deus.

Essa teoria, que domina e limita o pensamento de muitos cientistas hoje, nunca foi e jamais será comprovada. Há mais de 2.000 anos que alguns filósofos sugeriram algumas teorias da evolução. Nos últimos 200 anos, as idéias propostas por Charles Darwin têm se tornado artigos de fé que servem como a base da religião de muitos na comunidade científica. Mas são teorias e interpretações, não fatos. Nem todos os cientistas professam fé na evolução. Lynn Margulis, professora emérita de biologia na Universidade de Massachusetts diz que a história, futuramente, julgará o neodarwinismo uma "pequena seita religiosa do século XX, dentro da fé religiosa geral da biologia anglo-saxônica". Ela, como muitos outros cientistas, reconhece a falta de provas apoiando a teoria da macro-evolução.

A noção de macro-evolução (ninguém nega a micro-evolução, pequenas mudanças em organismos já existentes) sugere que a vida surgiu e se desenvolve por acaso, sem ação inteligente. Até hoje, nem provas científicas, nem evidências arqueológicas irrefutáveis foram apresentadas para sustentar essa explicação. Os proponentes da teoria ficam cada vez mais frustrados. Darwin achou que mais pesquisas e o desenvolvimento tecnológico forneceriam as evidências que faltavam na época dele. Aconteceu ao contrário. Quase dois séculos passaram, e as evidências mostram mais e mais a fraqueza da sua teoria. G. A. Kerkut, bioquímico inglês e autor do livro As Implicações da Evolução, admitiu que "a evidência que apóia [a teoria da macro-evolução] não é forte o bastante para nos permitir a considerá-la mais do que uma hipótese funcional". Jerry Coyne, do Departamento de Ecologia e Evolução da Universidade de Chicago diz: "Concluímos - inesperadamente - que há poucas provas que sustentam a teoria neodarwiniana: seus alicerces teóricos são fracos, assim como as evidências experimentais que a apóiam".

A Bíblia não menciona a teoria da evolução, mas apresenta como fato a criação por Deus. A explicação bíblica, também, fica fora dos limites dos laboratórios científicos. A grande maioria dos seres humanos olha para a evidência ao seu redor e aceita, por fé, a idéia de criação por Deus: "Porque os atributos invisíveis de Deus" são "percebidos por meio das coisas que foram criadas"

(Romanos 1:20). A nossa fé é bem colocada, e nada teme da investigação científica. E a fé dos evolucionistas? "Diz o insensato no seu coração: Não há Deus" (Salmo 14:1).



"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Dom 02 Jan 2011, 5:38 pm

Resposta a tudo o que foi colocado aqui:
http://www.talkorigins.org/indexcc/list.html

Mais algo? Tudo o que foi colocado aqui contra a Evolução já foi refutado inúmeras vezes.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Teísta em Dom 02 Jan 2011, 7:35 pm

Jumper escreveu:Resposta a tudo o que foi colocado aqui:
http://www.talkorigins.org/indexcc/list.html

Mais algo? Tudo o que foi colocado aqui contra a Evolução já foi refutado inúmeras vezes.
tudo bem... quanto mais melhor jumper. O conhecimento não faz mal.


"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons."
(Martin Luther King)

Teísta
Safira
Safira

Número de Mensagens : 129
Idade : 35
flag : Israel
Data de inscrição : 06/08/2010

http://www.ricardogondim.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 02 Jan 2011, 8:03 pm

Não encontrei nada sobre as descobertas recentes de tecidos orgânicos em fósseis de animais que supostamente teriam vivido há milhões de anos, quando estes, segundo aquilo que sabemos a respeito da desintegração molecular já não deveriam mais existir.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Dom 02 Jan 2011, 9:07 pm

Eduardo escreveu:Não encontrei nada sobre as descobertas recentes de tecidos orgânicos em fósseis de animais que supostamente teriam vivido há milhões de anos, quando estes, segundo aquilo que sabemos a respeito da desintegração molecular já não deveriam mais existir.

Uma rápida pesquisa por "tissue" me mostrou isso: CC371.1. Soft tissues from a Tyrannosaurus bone indicate recent burial.
http://www.talkorigins.org/indexcc/CC/CC371_1.html
Que contém isso:
1. The reports of the soft tissue, though remarkable, have been sensationalized further. The tissues were not soft and pliable originally. The tissues were rehydrated in the process of removing the surrounding mineral components of the bone (Schweitzer et al. 2005). Moreover, it is unknown whether the soft tissues are original tissues. Fossil flexible tissues and nucleated cells have been found before in which the original material was not preserved (Stokstad 2005).

2. The age of fossils is not determined by how well they are preserved, because preservation depends far more on factors other than age. The age of this particular bone was determined from the age of the rocks it was found in, namely, the Hell Creek Formation. This formation has been reliably dated by several independent methods (Dalrymple 2000).

3. DNA has never been recovered from any dinosaurs nor from anything as old as them, and researchers do not expect to find DNA from these soft tissues (though they can still hope). DNA has been recovered, however, from samples much more than 10,000 years old (Poinar et al. 1998), even more than 300,000 years old (Stokstad 2003; Willerslev et al. 2003). If dinosaur fossils were as young as creationists claim, finding soft tissues in them would not be news, and recovering DNA from them should be easy enough that it would have been done by now.

Então... quer que eu dê Ctrl-F em mais algo?

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 02 Jan 2011, 9:40 pm

Jumper escreveu:
Eduardo escreveu:Não encontrei nada sobre as descobertas recentes de tecidos orgânicos em fósseis de animais que supostamente teriam vivido há milhões de anos, quando estes, segundo aquilo que sabemos a respeito da desintegração molecular já não deveriam mais existir.

Uma rápida pesquisa por "tissue" me mostrou isso: CC371.1. Soft tissues from a Tyrannosaurus bone indicate recent burial.
http://www.talkorigins.org/indexcc/CC/CC371_1.html
Que contém isso:
...
3. DNA has never been recovered from any dinosaurs nor from anything as old as them, and researchers do not expect to find DNA from these soft tissues ...
Correto, foi o que eu disse. Os pesquisadores não esperavam encontrar DNA nesses tecidos moles.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Dom 02 Jan 2011, 9:53 pm

Eduardo escreveu:Correto, foi o que eu disse. Os pesquisadores não esperavam encontrar DNA nesses tecidos moles.

Ok... vamos lá, tenho que explicar como se fosse para uma criança... não foi encontrado DNA de dinossauro, pelo seu post foi encontrado 2 coisas e que o artigo que eu quotei confirmou:
1a: DNA de um ser vivo com 125 mil anos.
2a: Tecido mole de um T-Rex com mais de 65 milhões de anos....
Você entendeu essa parte? Sim ou não?
Não foi encontrado DNA em tecido mole de Dinossauro, ok? Entendeu?

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Dom 02 Jan 2011, 10:20 pm

O texto CC371.1. Soft tissues from a Tyrannosaurus bone indicate recent burial foi edited by Mark Isaak, com Copyright © de 2006. Ainda está preso a primeira descoberta de Schweitzer et al. de 2005. Na Science de 1 May 2009, Schweitzer, replicou os resultados e também anunciou outro grande achado que fortalece a primeira descoberta, uma coleção de ossos de Hadrosaur B. canadensis em arenito com uma idade estimada em cerca de 80 milhões de anos com proteínas:

Schweitzer, Zheng, Organ, Avci, Sui, Freimark, Lebleu, Duncan, Vander Heiden, Neveu, Lane, Cottrell, Horner, Cantley, Kalluri and Asara, “Biomolecular Characterization and Protein Sequences of the Campanian Hadrosaur B. canadensis,” Science, 1 May 2009: Vol. 324. no. 5927, pp. 626-631, DOI: 10.1126/science.1165069c.

http://www.sciencemag.org/content/324/5927/626.abstract

Este é um achado ainda mais forte que o grupo trouxe em seu artigo de 2005 e ainda não foi refutado e permanece extremante sugestivo. Em ambos proteínas foram encontradas:

http://www.sciencemag.org/content/316/5822/280.abstract

Isso por si só já contraria dados científicos:

http://www.biochemist.org/bio/02403/0012/024030012.pdf

O colágeno não deveria aguentar num organismo fóssil por mais de 2,7 milhões de anos, no melhor dos cenários.



Última edição por Eduardo em Seg 03 Jan 2011, 10:26 am, editado 1 vez(es)


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Seg 03 Jan 2011, 12:39 am

Que bom isso que conseguiram achar proteínas com 80 milhões de anos, é um achado e tanto.


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Seg 03 Jan 2011, 10:28 am

Jumper escreveu:Que bom isso que conseguiram achar proteínas com 80 milhões de anos, é um achado e tanto.
Proteina não dura esse tempo todo num organismo fóssil. Isso por si só já contraria dados científicos: http://www.biochemist.org/bio/02403/0012/024030012.pdf


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Seg 03 Jan 2011, 10:47 am

Por que não? Até onde sei são eventos raros encontrar esses tecidos moles...
Se eles fossem recentes, como deve ser a sua intenção acreditar, então tais achados seriam muito mais comuns, incluindo se encontraria DNA completo e não apenas moleculas organicas.

Qual a sua intenção em usar esse argumento afinal? Querer convencer que a Terra é jovem? Acho que vai precisar de mais que um punhado de proteinas para isso...


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Seg 03 Jan 2011, 10:49 am

Refute o artigo abaixo:

Biomolecules in fossil remains
http://www.biochemist.org/bio/02403/0012/024030012.pdf.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Seg 03 Jan 2011, 2:24 pm

Não abriu... ou não sei o que você quer exatamente... você pode ser mais específico? O que você quer que eu refute?
E o que isso tem a ver com o assunto em pauta? Evolução no caso...
Qual seu objetivo com isso tudo? Que eu diga que cientistas erram? Sim eles erram. Que eu diga que coisas fora do planejado ocorre? Sim, isso ocorre. Mas isso derruba Evolução (ou o que quer que você quer derrubar)? É óbvio que não.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Seg 03 Jan 2011, 2:32 pm

Correção do link: http://www.biochemist.org/bio/02403/0012/024030012.pdf

Outro artigo: http://www.jstor.org/pss/56708

ou veja através do cache Google:

http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:3KcI_pMCPZwJ:www.biochemist.org/bio/02403/0012/024030012.pdf+Biomolecules+in+fossil+remains&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEEShledA9ORH_QupzEuIhImsvkZws6tU0EIuZlVz9DVLkiKI9MI_dzg98WTKD4VgwDZDzwNdO--cDiLD_gzvngQEnMgW3uMfO-cTaA9U6uYsEp-DB4KJtEe6m35I5CS6uQo2Yv8hX&sig=AHIEtbTRpfkP_H6n9st35xRemE8SsP5CCQ


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Jumper em Seg 03 Jan 2011, 2:41 pm

Então, o que exatamente você quer que eu refute?


Você acredita em cientistas criacionistas?
Resposta a praticamente todo questionamento criacionista.

Jumper
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1340
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Seg 03 Jan 2011, 2:51 pm

Esse artigo é uma abordagem multidisciplinar de C. Nielsen-Marsh e afirma que Biomoléculas em restos fósseis não sobrevivem 80 milhões de anos. Você discorda ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por dedo-duro em Seg 03 Jan 2011, 5:50 pm

Não li todo o besteirol do Eduardo. Em suma, os evolucionistas tem os fósseis. Os criacionistas tem o quê?

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Eduardo em Seg 03 Jan 2011, 6:06 pm

Dedo, como conciliar as descobertas de Schweitzer com o consenso ciêntifico de que proteinas não duram mais que 2,7 mi de anos ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Debate entre Criacionistas X Evolucionistas

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 4:26 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 7 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum