.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» Noticiário Escatológico
Hoje à(s) 2:38 pm por Jarbas

» Mulher de piloto do voo da Chapecoense pede desculpas: "Ele não é bandido"
Hoje à(s) 2:08 pm por gusto

» Onde congregar?
Hoje à(s) 1:39 pm por gusto

» A religião e o ateísmo - tópico oficial
Hoje à(s) 12:50 pm por gusto

» Palavras são palavras, nada mais do que palavras. Será?
Hoje à(s) 10:44 am por gusto

» Um conselho aos debatedores de internet
Hoje à(s) 10:23 am por gusto

» A Verdadeira Liberdade
Hoje à(s) 10:02 am por gusto

» Frases
Hoje à(s) 9:54 am por gusto

» Livre arbítrio, auto idolatria
Ontem à(s) 10:47 pm por Lit San Ares

Quem está conectado
58 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 55 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Jarbas, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Eduardo em Ter 16 Nov 2010, 10:43 pm

Veredito: ossuário do irmão de Jesus é verdadeiro


Ela pesa 25 quilos. Tem 50 centímetros de comprimento por 25 centímetros de altura. E está, indiretamente, no banco dos réus de um tribunal de Jerusalém desde 2005. A discussão em torno de uma caixa mortuária com os dizeres “Tiago, filho de José, irmão de Jesus” nasceu em 2002, quando o engenheiro judeu Oded Golan, um homem de negócios aficionado por antiguidades, revelou o misterioso objeto para o mundo. A possibilidade da existência de um depositário dos restos mortais de um parente próximo de Jesus Cristo agitou o circuito da arqueologia bíblica. Seria a primeira conexão física e arqueológica com o Jesus do Novo Testamento. Conhecido popularmente como o caixão de Tiago, a peça teve sua veracidade colocada em xeque pela Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA). Em dezembro de 2004, Golan foi acusado de falsificador e a Justiça local entrou no imbróglio. No mês passado, porém, o juiz Aharon Far¬kash, responsável por julgar a suposta fraude cometida pelo antiquário judeu, encerrou o processo e acenou com um veredicto a favor da autenticidade do objeto. Também recomendou que o IAA abandonasse a defesa de falsificação da peça. “Vocês realmente provaram, além de uma dúvida razoável, que esses artefatos são falsos?”, questionou o magistrado. Nesses cinco anos, a ação se estendeu por 116 sessões. Foram ouvidas 133 testemunhas e produzidas 12 mil páginas de depoimentos.

Especialista em arqueologia pela Universidade Hebraica de Jerusalém, Rodrigo Pereira da Silva acredita que todas as provas de que o ossuário era falso caíram por terra. “A paleografia mostrou que as letras aramaicas eram do primeiro século”, diz o professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). “A primeira e a segunda partes da inscrição têm a mesma idade. E o estudo da pátina indica que tanto o caixão quanto a inscrição têm dois mil anos.” O professor teve a oportunidade de segurá-lo no ano passado, quando o objeto já se encontrava apreendido no Rockfeller Museum, em Jerusalém.

Durante o processo, peritos da IAA tentaram desqualificar o ossuário, primeiro ao justificar que a frase escrita nele em aramaico seria forjada. Depois, mudaram de ideia e se ativeram apenas ao trecho da relíquia em que estava impresso “irmão de Jesus” – apenas ele seria falso, afirmaram.

A justificativa é de que, naquele tempo, os ossuários ou continham o nome da pessoa morta ou, no máximo, também apresentavam a filiação dela. Nunca o nome do irmão. Professor de história das religiões, André Chevitarese, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, levanta a questão que aponta para essa desconfiança. “A inscrição atribuiria a Tiago uma certa honra e diferenciação por ser irmão de Jesus. Como se Jesus já fosse um pop¬star naquela época”, diz ele. Discussões como essa pontuaram a exposição de cerca de 200 especialistas no julgamento. A participação de peritos em testes de carbono-14, arqueologia, história bíblica, paleografia (análise do estilo da escrita da época), geologia, biologia e microscopia transformou o tribunal israelense em um palco de seminário de doutorado. Golan foi acusado de criar uma falsa pátina (fina camada de material formada por microorganismos que envolvem os objetos antigos). Mas o próprio perito da IAA, Yuval Gorea, especializado em análise de materiais, admitiu que os testes microscópicos confirmavam que a pátina onde se lê “Jesus” é antiga. “Eles perderam o caso, não há dúvida”, comemorou Golan.

O ossuário de Tiago, que chegou a ser avaliado entre US$ 1 milhão e US$ 2 milhões, é tão raro que cerca de 100 mil pessoas esperaram horas na fila para vê-lo no Royal Ontario Museum, no Canadá, onde foi exposto pela primeira vez, em 2002. Agora que a justiça dos homens não conseguiu provas contra sua autenticidade, e há chances de ele ser mesmo uma relíquia de um parente de Jesus, o fascínio só deve aumentar.

(IstoÉ)

Nota: Na verdade, esse assunto deveria ser capa da IstoÉ, mas preferiram falar sobre “sedução”. Estaria a mídia tão seduzida pelo naturalismo/secularismo que prefere não destacar matérias que confirmam fatos relacionados com o cristianismo? Isso mereceria também reportagem de capa na Superinteressante ou na Veja, não acha? É esperar para ver...[MB]

Leia também: “O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia”


Última edição por Eduardo em Sex 19 Nov 2010, 7:53 pm, editado 1 vez(es)


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia.

Mensagem por Sales em Sex 19 Nov 2010, 12:55 pm

O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia.

Por Michelson Borges



Quando descobrem um fóssil duvidoso tido por algum especialista como "elo perdido" ou coisa que o valha, a mídia geralmente faz aquele estardalhaço. Por que, então, silenciaram sobre a primeira descoberta arqueológica referente a Jesus e Sua família? O ossuário (urna funerária, foto abaixo) de Tiago data do século 1 e traz a inscrição em aramaico "Tiago, filho de José, irmão de Jesus" (Ya'akov bar Yosef achui d'Yeshua). Oculto por séculos, o ossuário foi comprado muitos anos atrás por um colecionador judeu que não suspeitou da importância do artefato. Só quando o renomado estudioso francês André Lemaire viu na urna, em abril de 2002, a inscrição na língua falada por Jesus, foi que se descobriu sua importância. O ossuário foi submetido a testes pelo Geological Survey of State of Israel e declarado autêntico. Segundo o jornal The New York Times, "essa descoberta pode muito bem ser o mais antigo artefato relacionado à existência de Jesus".

Estou lendo o ótimo livro O Irmão de Jesus (Editora Hagnos, 247 p.), que trata justamente da descoberta do ossuário de Tiago. A autoria é de Hershel Shanks, fundador e editor-chefe da Biblical Archaeology Review, e de Ben Witherington III, especialista no Jesus histórico e autor de vários livros sobre Jesus e o Novo Testamento. O prefácio é do próprio Lemaire, especialista em epigrafia semítica e autoridade incontestável no assunto. Hershel conduz a história de maneira muito interessante, revelando os bastidores da descoberta e as reações a ela, afinal, o ossuário, além de autenticar materialmente o Jesus histórico, afirma que Ele tinha um irmão chamado Tiago, filho de José e, possivelmente, também de Maria. Segundo a revista Time, trata-se de "uma história de investigação científica com alta relevância para o cristianismo", talvez por isso mesmo deixada de lado por setores da mídia secular e antirreligiosa.

O livro é bom, o achado é tão tremendo quanto o dos Manuscritos do Mar Morto (na década de 1940), e eu estou fazendo minha parte, divulgando-o aqui. Vale a pena ler!






Veredito: ossuário do irmão de Jesus é verdadeiro.





Ela pesa 25 quilos. Tem 50 centímetros de comprimento por 25 centímetros de altura. E está, indiretamente, no banco dos réus de um tribunal de Jerusalém desde 2005. A discussão em torno de uma caixa mortuária com os dizeres “Tiago, filho de José, irmão de Jesus” nasceu em 2002, quando o engenheiro judeu Oded Golan, um homem de negócios aficionado por antiguidades, revelou o misterioso objeto para o mundo. A possibilidade da existência de um depositário dos restos mortais de um parente próximo de Jesus Cristo agitou o circuito da arqueologia bíblica. Seria a primeira conexão física e arqueológica com o Jesus do Novo Testamento. Conhecido popularmente como o caixão de Tiago, a peça teve sua veracidade colocada em xeque pela Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA). Em dezembro de 2004, Golan foi acusado de falsificador e a Justiça local entrou no imbróglio. No mês passado, porém, o juiz Aharon Far¬kash, responsável por julgar a suposta fraude cometida pelo antiquário judeu, encerrou o processo e acenou com um veredicto a favor da autenticidade do objeto. Também recomendou que o IAA abandonasse a defesa de falsificação da peça. “Vocês realmente provaram, além de uma dúvida razoável, que esses artefatos são falsos?”, questionou o magistrado. Nesses cinco anos, a ação se estendeu por 116 sessões. Foram ouvidas 133 testemunhas e produzidas 12 mil páginas de depoimentos.

Especialista em arqueologia pela Universidade Hebraica de Jerusalém, Rodrigo Pereira da Silva acredita que todas as provas de que o ossuário era falso caíram por terra. “A paleografia mostrou que as letras aramaicas eram do primeiro século”, diz o professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp). “A primeira e a segunda partes da inscrição têm a mesma idade. E o estudo da pátina indica que tanto o caixão quanto a inscrição têm dois mil anos.” O professor teve a oportunidade de segurá-lo no ano passado, quando o objeto já se encontrava apreendido no Rockfeller Museum, em Jerusalém.

Durante o processo, peritos da IAA tentaram desqualificar o ossuário, primeiro ao justificar que a frase escrita nele em aramaico seria forjada. Depois, mudaram de ideia e se ativeram apenas ao trecho da relíquia em que estava impresso “irmão de Jesus” – apenas ele seria falso, afirmaram.








A justificativa é de que, naquele tempo, os ossuários ou continham o nome da pessoa morta ou, no máximo, também apresentavam a filiação dela. Nunca o nome do irmão. Professor de história das religiões, André Chevitarese, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, levanta a questão que aponta para essa desconfiança. “A inscrição atribuiria a Tiago uma certa honra e diferenciação por ser irmão de Jesus. Como se Jesus já fosse um pop¬star naquela época”, diz ele. Discussões como essa pontuaram a exposição de cerca de 200 especialistas no julgamento. A participação de peritos em testes de carbono-14, arqueologia, história bíblica, paleografia (análise do estilo da escrita da época), geologia, biologia e microscopia transformou o tribunal israelense em um palco de seminário de doutorado. Golan foi acusado de criar uma falsa pátina (fina camada de material formada por microorganismos que envolvem os objetos antigos). Mas o próprio perito da IAA, Yuval Gorea, especializado em análise de materiais, admitiu que os testes microscópicos confirmavam que a pátina onde se lê “Jesus” é antiga. “Eles perderam o caso, não há dúvida”, comemorou Golan.

O ossuário de Tiago, que chegou a ser avaliado entre US$ 1 milhão e US$ 2 milhões, é tão raro que cerca de 100 mil pessoas esperaram horas na fila para vê-lo no Royal Ontario Museum, no Canadá, onde foi exposto pela primeira vez, em 2002. Agora que a justiça dos homens não conseguiu provas contra sua autenticidade, e há chances de ele ser mesmo uma relíquia de um parente de Jesus, o fascínio só deve aumentar.

(IstoÉ)




Nota: Na verdade, esse assunto deveria ser capa da IstoÉ, mas preferiram falar sobre “sedução”. Estaria a mídia tão seduzida pelo naturalismo/secularismo que prefere não destacar matérias que confirmam fatos relacionados com o cristianismo? Isso mereceria também reportagem de capa na Superinteressante ou na Veja, não acha? É esperar para ver...[MB]















Fonte: http://apologiajudaica.blogspot.com/2010/11/o-ossuario-do-irmao-de-jesus-e-o.html


Mn. Sales




Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Cal em Sex 19 Nov 2010, 1:18 pm

Já ouviu o ditado "Gato escaldado tem medo de água fria"?

Só a arca de Noé já anunciaram seu achado umas 25 vezes só no século anterior, o manto de Turim cujo os primeiros testes favoreciam a alegação de sua autenticidade foi anunciado como prova dos evangelhos só para ser desmascarado mais tarde, e por aí vai...

A experiência mostra que é bom não fazer muito alarde sobre essas alegações mesmo quando parecem promissoras a primeira vista.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Cal em Sex 19 Nov 2010, 3:46 pm

Tópico redundante, já existe outro no espaço de ateísmo sobre o mesmo tema.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Sales em Sex 19 Nov 2010, 4:41 pm

Cal escreveu:Já ouviu o ditado "Gato escaldado tem medo de água fria"?

Só a arca de Noé já anunciaram seu achado umas 25 vezes só no século anterior, o manto de Turim cujo os primeiros testes favoreciam a alegação de sua autenticidade foi anunciado como prova dos evangelhos só para ser desmascarado mais tarde, e por aí vai...

A experiência mostra que é bom não fazer muito alarde sobre essas alegações mesmo quando parecem promissoras a primeira vista.

O pior de tudo é que mesmo "repetindo" a cegueira ainda impera nas vidas de pessoas como você... Que, ainda que seja verdade o dito, sempre irá fazer resistência porque jamais irá adimitir algo que contrarie seus conceitos ainda que seja a verdade.

Mn. Sales

Sales
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6100
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 10/10/2008

http://www.tempodedeus.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Cal em Sex 19 Nov 2010, 8:38 pm

Trata-se de credibilidade ministrosales,

Se uma universidade de medicina conceituada cujas as pesquisas já mostraram excelentes resultados anteriores anunciar que desenvolveu uma nova forma terapeutica de lidar com o câncer as pessoas lhe darão ouvidos sem muita desconfiança pelo que ela fez no passado, claro que se ela começar a pisar muito na bola e começar a mentir a história muda...

Apologistas cristãos adoram fazer conclusões bombásticas com evidências mínimas (O manto de Turim foi emblemático nesse aspecto) e anunciam irresponsavelmente achados que depois se mostram falhos, a culpa pela falta de credibilidade não é minha e sim deles e de todos que procedem dessa maneira.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Eduardo em Sex 19 Nov 2010, 9:01 pm

Cal escreveu:Apologistas cristãos adoram fazer conclusões bombásticas com evidências mínimas ...
Os evolucionistas não ficam atrás, que o diga Ardi e Darwinius masillae:

Ardi quem diria, trombeteada como 'elo perdido' da evolução humana, agora 'reles macaca':

http://adventista.forumbrasil.net/artigos-cientificos-f6/ardi-quem-diria-trombeteada-como-elo-perdido-da-evolucao-humana-agora-reles-macaca-t684.htm#1600

Darwinius masillae, mais um 'elo perdido' que vai pra lata de lixo da História da Ciência:

http://adventista.forumbrasil.net/artigos-cientificos-f6/darwinius-masillae-mais-um-elo-perdido-que-vai-pra-lata-de-lixo-da-historia-da-ciencia-t306.htm?highlight=perdido

Se uma universidade de medicina conceituada cujas as pesquisas já mostraram excelentes resultados anteriores anunciar que desenvolveu uma nova forma terapeutica de lidar com o câncer as pessoas lhe darão ouvidos sem muita desconfiança pelo que ela fez no passado, claro que se ela começar a pisar muito na bola e começar a mentir a história muda...
Depois de tantas mentiras o evolucionistas devem perder a credibilidade já.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Cal em Sex 19 Nov 2010, 9:30 pm

Por facilitar o argumento (e por preguiça de pesquisar :risadinha: ) vamos supor que esses links estejam certos, o tópico é sobre uma suposta descoberta da ossada do irmão de Jesus e eu argumentei a falta de interesse da imprensa.

Além disso, dois erros não fazem um acerto, erros de evolucionistas não justificam os erros dos religiosos e vice-versa.

E por fim não caia na falácia:

Tu Quoque
Essa é a famosa falácia “você também”. Ocorre quando se argumenta que uma ação é aceitável apenas porque seu oponente a fez. Por exemplo:

“Você está sendo agressivo em suas afirmações.”

“E daí? Você também.”


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Eduardo em Sex 19 Nov 2010, 11:35 pm

A discussão em torno dessa caixa mortuária com os dizeres “Tiago, filho de José, irmão de Jesus” nasceu em 2002. São oito anos, acho que é um bom tempo mas vou aguardar o tempo que for preciso.


Última edição por Eduardo em Sab 20 Nov 2010, 9:32 pm, editado 1 vez(es)


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Cal em Sab 20 Nov 2010, 12:58 pm

Postura sensata, o manto de Turim levou alguns anos para ser desmascarado como fraude, além disso confirmar a veracidade de itens tão antigos é um grande desafio e deve ser feito de forma isenta sem ninguém forçando ou apressando conclusões (como o ocorrido com o manto).


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por dedo-duro em Sab 20 Nov 2010, 7:24 pm

Por onde andou essa relíquia nos últimos dois mil anos?

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por oliveira leite em Dom 21 Nov 2010, 12:00 am

Não quero olhar para osso no momento
conheço varios irmãos de Jesus
que estão vivos
quer ver um
se olhe no espelho
pois para dizer que um osso é do irmão de Jesus
como vai fazer o DNA?
tá dificil né?

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Cal em Dom 21 Nov 2010, 5:26 pm

Além disso vale citar um versículo:

"Quem são meus irmãos e mãe, aqueles que fazem a vontade de deus são meus irmãos."

Se Jesus não dava valor ao seu parentesco carnal por que razão vocês dariam?


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por famado em Dom 21 Nov 2010, 8:26 pm

Se o ossuário é autêntico, não há como provar que são os mesmos José, Thiago e Jesus dos evangelhos. A maior galera tinha este nome. Pode ser apenas uma coincidência.

Advogado do diabo... hehe

famado
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3373
Idade : 48
flag : Brasil
Data de inscrição : 26/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Eduardo em Dom 21 Nov 2010, 8:34 pm

famado escreveu:Se o ossuário é autêntico, não há como provar que são os mesmos José, Thiago e Jesus dos evangelhos. A maior galera tinha este nome. Pode ser apenas uma coincidência.
Embora Tiago (Jacó, ou Ya'akov), José (Yosef) e Jesus (Yeshua) fossem nomes comuns naquele tempo e naquele lugar, notaram vários especialistas, seria muito pouco comum achá-los na combinação e na ordem de parentesco encontrada na inscrição. (JOHN NOBLE WILFORD DO "THE NEW YORK TIMES")

Se os nomes Tiago, José e Jesus, bastante comuns naquele período, se referem mesmo aos integrantes da família de Cristo. Pelos cálculos do próprio Lemaire, as probabilidades são de que, entre os 80 mil habitantes que viveram em Jerusalém no século I, cerca de 20 poderiam apresentar a mesma combinação de nome e parentesco citada na inscrição. Porém, a menção ao irmão em um ossuário é bastante incomum. No tempo de Jesus, as pessoas eram identificadas pela filiação, não pelo sobrenome. Assim, a referência a José, o pai, parece natural. O mesmo não ocorre em relação a Jesus. Dos mais de 2 mil ossuários judaicos que se conhecem, produzidos entre os anos 100 a.C. e 70 d.C., somente mais um fazia referência a um irmão. Tal exceção, argumenta Lemaire, só pode indicar a importância do irmão - e faria sentido no caso de Tiago, um dos primeiros a pregar que Jesus era o Messias. Mas há outras suspeitas a ser esclarecidas.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Khwey em Ter 30 Nov 2010, 3:08 pm

O quente mesmo vai ser quando encontrarem o corpo de Moisés!

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17150
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por David de Oliveira em Ter 30 Nov 2010, 8:13 pm

Se a nossa fé precisa de ossos para a sua fundamentação, estamos mal, pois, Vai ser impossível achar os ossos de Jesus...
David


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8352
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Khwey em Ter 30 Nov 2010, 10:47 pm

Não liga!

Certamente isto está dentro daquele contexto de querer arranjar provas para a existência de Deus e assim detonar com os ateus e a evolução.


É uma perda de tempo, algo parecido com a discussão, lei(sábado) versus a graça!

Mas, no fundo até que é divertido ficar assistindo a estas disputas.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17150
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O ossuário do irmão de Jesus e o silêncio da mídia

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 3:38 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum