.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
39 usuários online :: 2 usuários cadastrados, 1 Invisível e 36 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011 - 14:49
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Eduardo em Seg 1 Nov 2010 - 10:49

Essa é para um amigo meu deste fórum e para todos os demais:

Álcool é mais prejudicial para a sociedade que crack e heroína, diz cientista inglês

Estudo leva em conta os danos individuais e às outras pessoas


O álcool foi considerado a droga mais perigosa da Grã-Bretanha, à frente até do crack e da cocaína, segundo um ranking que leva em conta, além dos prejuízos pessoais, os danos que ela pode provocar na sociedade. O estudo, publicado nesta segunda-feira pelo periódico médico Lancet, foi realizado pelo Comitê Científico Independente sobre Drogas, liderado pelo ex-consultor governamental David Nutt.
Nutt foi demitido ano passado após fazer declarações contra a política antidrogas do governo, quando disse que andar de cavalo era mais perigoso que ingerir ecstasy, uma droga sintética bastante consumida na Grã-Bretanha. Também afirmou que a maconha fora promovida à droga classe B, a segunda classe mais perigosa segundo o Conselho Britânico sobre Abuso de Drogas, por causa de uma “decisão política”.
No estudo publicado nesta segunda-feira, Nutt e seus colegas classificam as drogas pelos danos individuais, que vão desde a morte até danos mentais e perda dos relacionamentos, e pelos danos que podem provocar às outras pessoas. A pontuação vai de zero (inofensivo) até 100 (mais perigoso).
No ranking geral, o álcool ficou em primeiro lugar, com 72 pontos — a heroína ficou com 55 pontos, o crack com 54, a cocaína ganhou 27 pontos, a maconha ficou com 20, o ecstasy e os anabolizantes com nove e os cogumelos alucinógenos com cinco. Se levados em conta apenas os danos individuais, as drogas mais perigosas são o crack, a heroína e metanfetamina. A mais danosa aos outros foi o álcool, seguida pela heroína e o crack.

Os autores do estudo escreveram que a classificação atual é ultrapassada e é preciso chamar a atenção de forma agressiva para os perigos do álcool, em prol da saúde pública. Pelo sistema britânico de classificação atual, o ecstasy é considerado uma droga classe A, tão perigoso quanto metanfetamina.
Nutt é autor de outro estudo, publicado também no Lancet em 2007, afirmando que álcool e cigarro eram mais prejudiciais que a maconha e o LSD.

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/alcool-e-mais-prejudicial-para-a-sociedade-que-crack-e-heroina-diz-cientista-ingles
-----

Os danos aos outros explicam a classificação do álcool

Um estudo britânico que analisou os danos causados aos usuários de drogas e para as pessoas que os cercam concluiu que o álcool é mais prejudicial do que a heroína ou o crack.

O estudo divulgado na revista científica Lancet classifica os danos causados por cada substância em uma escala de 16 pontos.

Os pesquisadores concluíram que a heroína e a anfetamina conhecida como "crystal meth" são mais danosas aos usuários, mas quando computados também os danos às pessoas em volta do usuário, no topo das substâncias mais nocivas estão, na ordem, o álcool, a heroína e o crack.

O cigarro e a cocaína são considerados igualmente nocivos também quando se leva em conta as pessoas do círculo social dos usuários, segundo os pesquisadores. Drogas como LSD e ecstasy foram classificadas entre as menos danosas.

Apolítica

Um dos autores do estudo é David Nutt, que ocupou o cargo de principal conselheiro do governo britânico para a questão das drogas.

Após deixar o posto, no ano passado, ele formou o Comitê Científico Independente sobre Drogas, instituição que se propõe a investigar o tema de forma apolítica.

O professor Nutt afirma que "considerados os danos totais, o álcool, o crack e a heroína são claramente mais prejudiciais que todas as outras (substâncias)".

"Nossas conclusões confirmam outros trabalhos que afirmam que a classificação atual das drogas tem pouca relação com as evidências de danos", diz o estudo.

"Elas também consideram como uma estratégia de saúde pública válida e necessária o combate agressivo aos males do álcool." BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,alcool-e-mais-prejudicial-do-que-a-heroina-ou-o-crack-diz-estudo,633206,0.htm

Álcool é mais perigoso do que crack e heroína

Diário IOL - O álcool foi considerado a droga mais perigosa da Grã-Bretanha, à frente de drogas como do crack e cocaína, segundo um ranking da revista médica Lancet, ...
Álcool é mais perigoso do que a heroína e cocaína

RTP - O álcool é mais perigoso do que as drogas ilegais como a heroína ea cocaína. A conclusão é da revista médica "Lancet", tendo em conta um estudo realizado em ...

Álcool é mais prejudicial para a sociedade que crack e heroína [b]...

veja.com - O álcool foi considerado a droga mais perigosa da Grã-Bretanha, à frente até do crack e da cocaína, segundo um ranking que leva em conta, além dos prejuízos ...

Estudo: Álcool é mais prejudicial que heroína e crack

Diário Digital - O álcool é mais prejudicial do que a heroína eo crack quanto aos impactos sociais, segundo um estudo publicado esta segunda-feira na revista médica The ...

Álcool é mais prejudicial do que a heroína ou o crack , diz estudo

Estadão - Um estudo britânico que analisou os danos causados aos usuários de drogas e para as pessoas que os cercam concluiu que o álcool é mais prejudicial do que a ...

Especialistas dizem que álcool é pior que crack e heroína

O Globo - LONDRES (Reuters) - O álcool é uma droga mais perigosa do que o crack ea heroína, quando são levados em conta os danos causados aos usuários ea terceiros, ...


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Cal em Seg 1 Nov 2010 - 10:54

Eduardo, eu concordo que o alcool seja uma desgraça em termos sociais e combato seu consumo do mesmo modo que faço com todos os outros entorpecentes.

Dito isso, acho que a questão é mais do número de pessoas que consomem alcool em relação as outras substâncias e sua acessibilidade do que outros fatores para considerá-lo o pior.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Eduardo em Seg 1 Nov 2010 - 11:17

Cal escreveu:Eduardo, eu concordo que o alcool seja uma desgraça em termos sociais e combato seu consumo do mesmo modo que faço com todos os outros entorpecentes. Dito isso, acho que a questão é mais do número de pessoas que consomem alcool em relação as outras substâncias e sua acessibilidade do que outros fatores para considerá-lo o pior.
O estudo tem o mérito de fazer uma análise global de cada uma das drogas, sem partidarismo e o que é mais importante, não cedeu às pressões das industrias de alcool e tabaco.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Seg 1 Nov 2010 - 11:57

Que álcool, crack, heroína, fumo, fazem mal a saúde estamos cansados de saber. Logo, seria mais interessante aprender o que não sabemos.

Por que pessoas que viveram no campo, das quais eu tenho conhecimento, tinham o hábito de mascar fumo e fumar cigarro de palha, e morreram de velhice?

Porque pessoas que eu conheço a muitos anos, tem o hábito de tomar pequenas doses diárias de aguardente, dizendo tratar-se de um aperitivo, e continuam com vigor e disposição apesar da idade avançada?

Por que nenhum cientista sabe explicar isto?

Ou estas informações são omitidas por certas pessoas?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Cal em Seg 1 Nov 2010 - 12:08

1- Concordo.

2- Ninguém morre de velhice* e sim de alguma doença, antigamente a proporção de pessoas centenárias era de uma para cada grupo de dez mil habitantes e hoje são de vinte e duas, as pessoas que você cita viveriam em média mais catorze anos se não tivessem tais hábitos.

3- Nossos corpos são dotados de mecanismos de defesa, quando eles sofrem um ataque como a ingestão de uma substância nociva eles reagem se tornando mais resistentes, o problema que o limite dessa reação varia muito de pessoa para pessoa, como prova dessa alegação posso citar as pessoas que estavam longe das explosões das bombas nucleares e receberam pouca radiação delas se tornaram mais resistentes a radiação do que a média das pessoas que nunca sofreram de exposição alguma ao agente nocivo.

4- Sabem sim, até eu que sou chaveiro acabei de lhe explicar.

5- Não, não são omitidas, eu as conheço por ter lido na imprensa especializada.

*Para caracterizar a morte por velhice só se ocorresse o esgotamento do polímero das células, mas as pessoas morrem muito antes por outras causas antes de chegar nessa descrição extrema.


Última edição por Cal em Seg 1 Nov 2010 - 12:16, editado 1 vez(es)


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Eduardo em Seg 1 Nov 2010 - 12:12

Khwey escreveu:Que álcool, crack, heroína, fumo, fazem mal a saúde estamos cansados de saber.
Por que você toma cerveja então ?


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Seg 1 Nov 2010 - 12:18

Eduardo escreveu:
Khwey escreveu:Que álcool, crack, heroína, fumo, fazem mal a saúde estamos cansados de saber.
Por que você toma cerveja então ?
Porque a muito tempo eu gosto de beber cerveja e estou ótimo, segundo o parecer da ciência!

Qual seria a explicação científica???

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Cal em Seg 1 Nov 2010 - 12:21

Eu já respondi... item 3.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Sex 5 Nov 2010 - 19:45

Amanhã é sábado, e eu vou guarda-lo conforme manda a lei. Vou ficar quietinho em casa, só no churrasco e na cerveja.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Eduardo em Sex 5 Nov 2010 - 20:07

Álcool é mais prejudicial para a sociedade que crack e heroína, diz cientista inglês


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Sex 5 Nov 2010 - 20:15

Eu também acho.

O álcool prejudica a saúde do viciado e também de quem está perto dele, sob pena de haver óbito de um e do outro.

Para mim é a droga número um em poder.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Josoco em Sex 5 Nov 2010 - 20:22

Bebida acoólica existe desde o começo da raça humana. Nem precisa lembrar Noé e por aí a fora. Cristo participou de uma festa onde acabou o vinho e Ele não deixou a festa acabar, fez mais ainda.

A questão é a falta de controle das pessoas. Viciar sim é pecado, quem sabe se conter, sabe moderar, não prejudica a si mesmo e mais ninguém. Isso que penso.

Não sou dono da verdade, sou um reepresentante dela

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por eliassoares em Sex 5 Nov 2010 - 21:36

Josoco escreveu:Bebida acoólica existe desde o começo da raça humana. Nem precisa lembrar Noé e por aí a fora. Cristo participou de uma festa onde acabou o vinho e Ele não deixou a festa acabar, fez mais ainda.

A questão é a falta de controle das pessoas. Viciar sim é pecado, quem sabe se conter, sabe moderar, não prejudica a si mesmo e mais ninguém. Isso que penso.

Não sou dono da verdade, sou um reepresentante dela

A você errado ai em certo ponto:

Noé sim fez vinho fermentado e bebeu até cair.

mas o vinho que o povo Judeu davam em uma festa, não eram alcólico, não tinha álcool, e nem era fermentado. Era O vinho sem fermento estraido da uva pura.

o vinho que Jesus transformou não tinha álcool, era apenas o melhor suco de uva da face da terra.

é assim até hoje os casamentos religioso em israel.

uma coisa é você fazer o suco de uva fermentar e outra coisas é você jogar um terço de álcool no suco de uva.

quer comprovar vai até um lugar que faz vinho e esprimente os dois e veja qual a diferênça:

o suco de uva fermentado.
o suco de uva misturado no álcool.

irmão. Existem vários tipos de fermentações tanto para a uva (o tipo de uva também delimita o tipo de bactérias que quebrará suas moléculas) quanto para todos os tipos de bebidas alcoólicas. Já o vinho sem álcool, é o suco de uva. Concentrado, mais encorpado, ... mas não é o caso do vinho da época de Jesus. Acontecia o seguinte: as pessoas colhiam as uvas, as pisavam COM OS PÉS ( que contêm bactérias e outros micro-organismos, ainda mais em um tempo em que banho não era uma coisa muito divulgada a não ser entre os romanos) até macerar muito bem as uvas. Depois coavam, separando o suco do bagaço, e colocavam o suco em barris, e os transportavam, para seu uso pessoal, em ODRES feitos geralmente do estômago de cordeiros. O leite também era carregado assim, e é por isso que a coalhada síria existe, os iogurtes também foram descobertos assim. Imagine, irmão, quanto tempo levava para o suco ou o leite fermentar.
O fermento de pão, foi descoberto por acaso - alguma mulher exagerou na quantidade de pão, e guardou o restante da massa dentro do saco de farinha. No dia seguinte, ao amassar o pão, este cresceu e ficou macio, cheio de bolhas de ar no meio da massa - mais um serviço prestado por nossas mui úteis bactérias.
Mas, voltando ao vinho, se Jesus só tomava o suco da uva recem-pisado, recente, fresco, então Ele tomava suco, agora, se tivesse passado alguns dias de seu preparo, se não era vinho, era vinagre o que Ele tomava. Hoje temos suco de uva o ano todo, porque descobrimos a pasteurização do suco: ele é aquecido e resfriado rapidamente, até que as bactérias que estão nele morram, por isso o suco não fermenta - as bactérias que têm nele estão mortas.

eliassoares
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 249
flag : Brasil
Data de inscrição : 09/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Sex 5 Nov 2010 - 22:58

Será que o vinho usado na santa ceia, por Jesus e apóstolos, também era o melhor suco de uva da face da terra???


Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Josoco em Sab 6 Nov 2010 - 3:20

eliassoares escreveu:
A você errado ai em certo ponto:

Noé sim fez vinho fermentado e bebeu até cair.

mas o vinho que o povo Judeu davam em uma festa, não eram alcólico, não tinha álcool, e nem era fermentado. Era O vinho sem fermento estraido da uva pura.

Eu acho até engraçado esta argumentação. Vinho é vinho e suco de uva é suco de uva. Uma pessoa nunca se embriaga bebendo suco de uva. O vinho era a bebida acoólica daquele tempo se fosse hoje no Brasil, era cerveja.

Toda questão da bebida acoólica é sempre falta de controle.

Digo só mais uma coisa: eu aprendi a beber ainda jovem e gosto de faze isso. Nunca me viciei e nunca me viciarei e nunca bebo ou bebi todos os dias. às vezes leva até meses entre uma bebida e outra e o máximo que bebi foi num intervalo de uma semana entre uma bebida e outra.

Quem não prendeu a beber e não gosta de beber faz melhor de quem bebe, mas o pecado reside na FALTA DE CONTROLE que uma pessoa tem diante do alcóol...

Nem muito longe para não ser esquecido, nem muito perto para ser lembrado demais

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por nandokiss em Sab 6 Nov 2010 - 7:06

nunca me converti por isso.
iam cortar e me proibir de tomar minha "santa" cerveja.
alem das mulheres e dos jogos. :risadinha:


Ergueu a maleta e

acompanhou o homem (...). Contornaram a praça e enviesaram pela rua

larga depois do viaduto.

Samuel rawet

nandokiss
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 984
Idade : 42
Localização : Brasília
flag : Canada
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Ed em Sab 6 Nov 2010 - 7:21

eliassoares escreveu:mas o vinho que o povo Judeu davam em uma festa, não eram alcólico, não tinha álcool, e nem era fermentado. Era O vinho sem fermento estraido da uva pura.
..................................................................................................................


Conta outra...

A gente mora na Terra e não no Paraiso, ô meu! oh my




Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3158 dias de existência com 228856 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Josoco em Sab 6 Nov 2010 - 9:55

nandokiss escreveu:nunca me converti por isso.
iam cortar e me proibir de tomar minha "santa" cerveja.
alem das mulheres e dos jogos. :risadinha:


Também gosto de tomar uma cerveja, gosto de mulher e gosto tanto que casei com uma, gosto de ler a bíblia, e sou cristão, os jogos da loteria não vejo nada de errado neles. Nada disso é incompatível com crença em Deus ou o cristianismo.


Todo ato de construção é também um ato de destruição

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Cal em Sab 6 Nov 2010 - 10:11

eliassoares escreveu:
1- Noé sim fez vinho fermentado e bebeu até cair.
mas o vinho que o povo Judeu davam em uma festa, não eram alcólico, não tinha álcool, e nem era fermentado. Era O vinho sem fermento estraido da uva pura.
2- as pessoas colhiam as uvas, as pisavam COM OS PÉS
1- A Biblia fala claramente sobre embriaguez logo toda essa sua argumentação é falha visto que suco de uva não deixa ninguém embriagado...

2- Fica meio difícil imaginar algo sendo pisado de outra forma...


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por nandokiss em Sab 6 Nov 2010 - 12:16

isso é desculpa de pentecostal para banir o vinho dos evangelhos.
nao existe vinho sem alcool. Todos os povos antigos, dos gregos aos fenicios passando pelos hebreus (judeus) faziam vinho com algum teor alcoolico.


Ergueu a maleta e

acompanhou o homem (...). Contornaram a praça e enviesaram pela rua

larga depois do viaduto.

Samuel rawet

nandokiss
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 984
Idade : 42
Localização : Brasília
flag : Canada
Data de inscrição : 09/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Sab 6 Nov 2010 - 12:19

Também não existiu suco de uvas, naquela época, que foi usado sem nenhum teor alcoólico, dada a rápida fermentação deste suco.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Eduardo em Sab 6 Nov 2010 - 12:27

Ed escreveu:
eliassoares escreveu:mas o vinho que o povo Judeu davam em uma festa, não eram alcólico, não tinha álcool, e nem era fermentado. Era O vinho sem fermento estraido da uva pura.
Conta outra... A gente mora na Terra e não no Paraiso, ô meu!
Ed, teu amigo Hélio de Menezes discorda de você:

Fez o Senhor Jesus vinho alcoólico?

1. A palavra vinho na Bíblia é um termo genérico;
algumas vezes significa suco de uva e algumas vezes significa bebida alcoólica. Os versos seguintes provam que a palavra "vinho" pode significar o puro e fresco suco de uva, o fruto da vide: Gen. 40:11; De. 11:14; 2Cr. 31:5; Ne. 13:15; Pr. 3:10; Is. 16:10; 65:8; 1 Ti. 5:23.

2. O contexto irá sempre mostrar quando "vinho" se refere a bebida alcoólica.
Em tais casos, Deus discute os maus efeitos do álcool e alerta contra eles. Um exemplo poderia ser a experiência de Noé após o dilúvio em Gên. 9. No verso 21 lemos: "E bebeu do vinho e embebedou-se; e descobriu-se no meio de sua tenda." Isso claramente se refere à bebida alcoólica. Em Prov. 20:1, se fala da mesma coisa, quando nos é alertado que: "O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio." O vinho alcoólico é enganador, mas como? Na exata maneira em que as pessoas estão divulgando hoje, ao dizer que "um pouquinho só não faz mal..." Todo mundo admite que beber muito faz mal, mas isso é o óbvio! O engano está quando uma isca é jogada. E a isca é dizer: "só um pouquinho..." Quando um traficante vai aliciar um adolescente ele também diz: "só um pouquinho..." Isca! Até mesmo as empresas fabricantes de bebidas nos dizem para não dirigir e beber, mas eles insistem que "só um pouquinho não faz mal..." Todavia, isso é exatamente o que é enganoso. Quem é que sabe o quão pouco se deve beber?. Os especialistas nos dizem que cada pessoa é diferente. Só se precisa de um copo para afetar uma pessoa, enquanto que muito mais é preciso para afetar outra. A mesma pessoa vai reagir ao álcool de modo diferente dependendo da quantidade de comida que comeu, dentre outras coisas. Portanto, a idéia de que "só um pouquinho não faz mal" é enganosa e não é sábia! Prov. 23:30-31 se refere ao vinho alcoolizado porque nos diz no verso anterior que aqueles que bebem têm os ais, os pesares, as pelejas, as queixas, as feridas sem causa, os olhos vermelhos. Que descrição gráfica daqueles que se demoram no alcoolismo! Os versos 32 a 35 continuam a mesma descrição. O contexto deixa claro quando o álcool é que está sendo referido.

3. As Escrituras alertam para o perigo de se beber vinho alcoolizado.
A Bíblia é consistente com isso no Velho e no Novo Testamentos. As duas passagens previamente citadas, Prov. 20:1 e 23:29-35, são bons exemplos de alertas contra o consumo de álcool. Prov. 23:32 diz: "No fim picará como a cobra, e como o basilisco morderá." Dor e envenenamento. Por causa da diminuição da barreira moral, o verso 33 mostra que o álcool irá causar que um homem olhe com cobiça para as mulheres estranhas (toda aquela que não seja a esposa) e fale coisas perversas, ou coisas que ele não diria se estivesse sóbrio. O verso 34 prevê aquelas coisas que irão causar a morte precoce daquele que bebe álcool como: afogamentos, ou solidão, ou tonturas. É como a situação de alguém deitado em cima do topo de um mastro. No verso 35, se alerta sobre a anestesia: "espancaram-me e não me doeu"; e sobre o vício evidenciado pela dependência: "quando despertarei? aí então beberei outra vez."
Prov. 31:4-5 ensina: "Não é próprio dos reis, ó Lemuel, não é próprio dos reis beber vinho; nem dos príncipes o desejar bebida forte; para que bebendo, se esqueçam da lei, e pervertam o direito de todos os afllitos." O perigo é óbvio.

A propósito, Prov. 31:6.7 nos dá o único legítimo uso do vinho alcoólico em toda a Bíblia: "Dai bebida forte ao que está prestes a perecer, e o vinho aos amargurados de espírito. Que beba e esqueça da sua pobreza, e da sua miséria não se lembre mais." Isto seria um ato de misericórdia como um anestésico para aliviar moribundos em intensa dor. Isto todavia não seria para qualquer pessoa como se diz no verso 6: "... ao que está prestes a perecer..." É evidente que naquela época não se tinha anestésicos e medicamentos que aliviam a dor como temos hoje. No nosso tempo não precisamos nem mesmo da única exceção em toda a Bíblia para se ingerir álcool. Nós temos todo o tipo de anestésicos para aliviar a dor daqueles que estão morrendo. Naquela época, entretanto, algum tipo de álcool era o único anestésico disponível pelas pessoas, para os moribundos. O álcool, todavia, é depressivo, não um estimulante como alguns pensam. Depois de alguns goles, se fica tonto e se o caminho continuar, vem o desmaio ou até mesmo o coma alcoólico. Esta passagem, portanto, ensina que a bebida alcoólica seria apenas para a pessoa que está pronta para morrer, onde não haveria mais esperança para sua vida. Tudo que seria possível seria um alívio da dor para ajudar a que se esqueça da sua miséria. Outra passagem é Is. 5:11: "Ai dos que se levantam pela manhã, e seguem a bebedice; e continuam até à noite até que o vinho os esquente!" Obviamente isso é o álcool, pois "inflama." Por que se diz: "Ai dos que..."? O verso 12 responde: "não olham para a obra do SENHOR, nem consideram as obras de Suas mãos." Todo mundo sabe que quando alguém se entrega ao beber vinho alcoolizado, essa pessoa não vai ficar mais espiritual nem mais desejoso de aprender a Palavra de Deus. Ao contrário, isso vai causar que a pessoa ignore ao Senhor. Os versos 13-14 revelam dois outros terríveis resultados da tragédia maior de desprezar a Deus: o povo vai ser cativo (ficar escravizado por algo ou por alguém), e o Inferno vai se alargar, ou seja, essa pessoa será mais um dos milhões de condenados ao Inferno. O beber do álcool causa com que o Inferno seja alargado por receber mais uma pessoa (1Co. 6:10). Deus não deseja que ninguém vá para o Inferno, Ele deu o mais querido e precioso dos dons que Ele poderia dar para resgatar pecadores desse lugar. O Senhor Jesus disse que o Inferno foi preparado para o Diabo e seus anjos (Mat. 25:41). Todavia, por causa do maligno álcool, o Inferno tem tido um alargamento. Aqui está um alerta claro contra o beber álcool, porque Deus não quer que ninguém vá para lá. Seria uma contradição muito grande, a Bíblia ensinar o "beber socialmente" e deixar que isso fosse a isca carnal e Diabólica para que levasse uma só alma preciosa a ser queimada para todo o sempre nas chamas do Inferno. O risco é grande demais. Aqui, portanto, está um aviso claro, solene, e fatal, contra todo o tipo de bebida alcoólica!

Isso é porque Deus não quer que ninguém vá para o Inferno. Em Is. 28:7, 8 o aviso continua: "Mas também estes erram por causa do vinho, e com a bebida forte se desencaminham; até o sacerdote e o profeta erram por causa da bebida forte; são absorvidos pelo vinho; desencaminham-se por causa da bebida forte; andam errados na visão e tropeçam no juízo. Porque todas as suas mesas estão cheias de vômitos e imundícias, e não há lugar limpo." Que coisa trágica que até mesmo nos dias de Isaías, os profetas e sacerdotes estavam engajados na bebedice de vinho alcoolizado! Vemos então, que o problema de pregadores recomendando álcool não é novo. Seis séculos antes de Cristo o demônio do álcool já fincava suas raízes na religião.

4. O processo de fazer álcool não é algo naturalAnos atrás eu tinha certeza que se eu pegasse o suco de uva e deixasse por si só sem refrigerá-lo, ele automaticamente com o tempo se tornaria em vinho alcoolizado. Há várias razões pelas quais isso não é verdade. Precisa-se muito mais do que tempo para fazer vinho. Algumas vezes pessoas tentam defender o consumo de álcool dizendo que deve ser bom, uma vez que foi Deus quem o fez. Todavia, de fato Deus não o fez. Foi o homem que aprendeu a fazer o vinho alcoolizado através do processo que ele inventou. Fazedores de vinho sabem que eles devem ter a correta proporção de água, açúcar e temperatura, para fazer vinho. Colocando suco de uva no refrigerador, vai impedir que fermente, pois a temperatura não está certa. Por outro lado, temperatura de um clima quente e tropical também impedirá a fermentação. Nos dias antigos, antes que tivéssemos refrigeração e habilidade de selar à vácuo, as pessoas aprenderam como preservar o suco de uva sem que este se tornasse em vinho alcoolizado. Muitas pessoas o ferviam até que ficava como um creme ou pastoso. Fazendo assim, se preservava por longos períodos de tempo. Quando eles queriam beber, era só adicionar água na proporção desejada e pronto, se tinha o mesmo efeito como se fosse polpa de fruta congelada de hoje. Nos tempos Bíblicos, ao contrário do que muita gente pensa, não era necessário se beber vinho alcoolizado como uma bebida comum nas refeições. Se recomenda o livro "Bible Wines and the Laws of Fermentation," escrito por William Patton (Challenge Press, Emmaus, PA). Há mais de cem anos atrás, este pregador era o único na sua cidade que acreditava em abstinência total de álcool. Ele viu que era necessário fazer um extenso estudo para ver o que as Escrituras ensinavam a respeito. Este livro é o resultado de suas pesquisas e é o melhor que eu já li sobre o assunto.

[Editor: Processos naturais apenas irão produzir fermentação sob certas condições muito especiais, mas esses processos, se não forem ajudados pelo homem, produzirão rapidamente vinagre. A indústria de bebidas alcoólicas é uma atividade muito bem organizada e conduzida pelo homem]

Agora vem a parte mais longa e importante desse estudo porque muitos que querem continuar na bebida alcoólica insistem que Jesus fez e bebeu vinho alcoólico. Vejamos:





10 Provas que Jesus nunca fez nem bebeu vinho alcoólico:



1. Por causa da Sua Santa Natureza.




Em Heb. 7:26 lemos que o Senhor Jesus é "santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores." Sem dúvida que "Deus se manifestou em carne" (1Tim. 3:16), se tornando o Salvador-Homem. Ele poderia ser visto por qualquer pessoa e elas viam a Sua total santidade. Profanos soldados, por exemplo, que foram enviados para prendê-lO, deram a desculpa de não terem trazido-O, a de que "Nunca homem algum falou assim como este homem." (Jo. 7:46). As palavras de Jesus eram diferentes, Ele sem sombra de dúvida tinha caráter, fala e aparência santos. Por que isso é tão importante? Considere essa ilustração. A palavra "cidra" pode significar o vinho alcoólico ou simplesmente suco de uva. Suponhamos que nós vivêssemos durante os anos de 1920, durante o período da proibição de álcoolismo nos Estados Unidos (aliás um período maravilhoso de diminuição drástica da criminalidade). Suponhamos que se aproximassem duas pessoas oferecendo um gole de cidra. Uma das pessoas, o homem mais santo da cidade, fiel na casa de Deus, separado do mundo, diligente em suas orações, e sempre testemunhando a outros; o outro um vendedor de bebida alcoólica. Se ambos oferecessem um gole de sua "cidra," nós assumiríamos que o que o homem santo estava a oferecer era suco de uva e não haveria dúvida alguma sobre o que o vendedor de álcool estava se referindo. Obviamente, o caráter da pessoa influencia o que essa pessoa faz. Desde que Jesus Cristo era "santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores," nós podemos assumir seguramente que Ele não faria o aquilo que as Escrituras chamam de algo escarnecedor, enganador dos homens, algo que causa desgraças indescritíveis.


2. Por que Ele não poderia contradizer as Escrituras.




Em Mt. 5:17-18, Cristo deixou muito claro dizendo: Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei sem que tudo seja cumprido." Portanto, Cristo não poderia ter entrado em contradição com Hab. 2:15 que diz: "Ai daquele que dá de beber ao seu companheiro! Ai de ti, que adiciona à bebida o teu furor, e o embebedas para ver a sua nudez! Certamente Jesus sabia que esse verso estava na Bíblia, pois Ele é o Autor dela! Ele não apenas era muito bem familiarzado com as Escrituras, mas como Dono e Autor, Ele sabe que acerca dEle as Escrituras foram escritas. Ele não veio para violar as Escrituras, mas para cumprí-las. Ele não poderia fazer isso se tivesse feito vinho alcoólico e se o tivesse dado ao seu próximo. Algumas pessoas tentam refutar o uso desse verso e essa conclusão clara, dizendo que a aplicação seria apenas para aquele que estava dando de beber ao seu próximo com a intenção de descobrir a nudez. O pecado seria apenas a intenção, não o beber álcool. Entretanto, mesmo que não haja essa intenção, devemos nos lembrar que quando alguém dá ao seu próximo algo que o faz bêbado, ele já está pecando e está colocando a si mesmo na mesma classe daqueles que têm a intenção: o resultado será o mesmo: a nudez.

E como as Escrituras ordenam que evitemos "toda a aparência do mal" (1Ts. 5:22), nós podemos ter a certeza de que o Senhor Jesus jamais poderia ter feito algo que o associaria com tal prática maligna descrita em Hab. 2:15. Pela mesma razão, nenhum crente deveria se envolver na venda de bebida alcoólica.


3. Porque em Lev. 10:9-11, há o mandamento de que o sacerdote de Deus não podia beber vinho nem bebida forte.




"Não bebereis vinho nem bebida forte, nem tu nem teus filhos contigo, quando entrardes na tenda da congregação, para que mão morrais... para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo. E para ensinar aos filhos de Israel todos os estatutos que o SENHOR lhes tem falado..." Agora, desde que em Heb. 2:17 chama Cristo de "misericordioso e fiel sumo sacerdote," nós esperaríamos que ele obedecesse todas a Escritura, inclusive o que diz respeito ao seu ofício. Se Ele tivesse feito ou bebido vinho alcoólico, Ele teria desobedecido esses versos e teria se desqualificado para ensinar os filhos de Israel os estatutos do Senhor.


4. Porque, como já visto, em Prov. 31:4-5 está a proibição para reis e príncipes beberem vinho alcoólico ou qualquer outra bebida forte. Se eles o fizessem, seus julgamentos seriam pervertidos.




Era necessário para Cristo obedecer estes versos também, pois Ele é o Príncipe da Paz (Isa. 9:6), e Rei dos reis (Apoc. 19:16). Em Mat. 27:11 Ele admitiu ser o Rei dos Judeus. Ele montou num jumentinho para cumprir Zac. 9:9, que profetizou que o rei de Israel entraria na cidade daquela maneira. Sem dúvida, desde que Ele era Rei, como tal Ele jamais poderia ter bebido vinho alcoólico, pois teria que ter obedecido Pv. 31:4-5.


5. Porque Cristo não veio para escarnecer nem enganar as pessoas.




Entretanto, em Prov. 20:1 lemos que o vinho alcoólico faz as duas coisas. Ao invés de escarnecer e enganar, ele veio para salvar!


6. Porque Cristo não veio para mandar as pessoas para o Inferno.




Nós já vimos que Isa. 5:11-14 ensina que o Inferno irá se alargar por causa da bebida alcoólica. Cristo não veio para mandar pessoas para o Inferno. Ouçamos Jo. 3:17: "Porque Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele."


7. Porque Cristo não veio para lançar uma pedra de tropeço perante ninguém.




Todavia, lemos em Rom. 14:21 que a pessoa que dá bebida alcoólica a outra, faz exatamente isso. "Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer coisas em que teu irmão tropeçe, ou se escandalize ou enfraqueça." Qualquer um que tenha estudado o problema do alcoolismo, aprendeu que algumas pessoas não podem lidar com nenhuma quantidade de álcool, enquanto que outras podem beber um ou dois copos "socialmente" e parar. Especialistas não sabem porque isso acontece. Várias teorias foram propostas, mas nada foi provado quanto a algo comum a todas as pessoas afetadas. Alguns dizem que é químico, outros insistem que deve ser psicológico. O fato é que nós não sabemos com certeza. Em qualquer grupo de pessoas, pode haver vários alcoólatras em potencial, caso eles comecem a beber. Que lástima, para uma pessoa, que seria um escravo em potencial, provar o primeiro gole de álcool na mesa do Senhor em uma igreja, e então prosseguir no caminho miserável do alcoolismo até o túmulo! Eu certamente não iria querer que os meus filhos provassem o primeiro gole (nem gole algum) numa reunião de família, muito menos numa igreja. Um ou mais deles poderiam ser alcoólicos em potencial. Como isso é possível, devemos considerar que algumas denominações que servem vinho alcoólico em seus cultos, também possuem casas de recuperação de alcoólatras para seus oficiantes! Todavia, podemos ficar absolutamente seguros que Cristo não veio para causar que outros tropeçassem!


8. Porque não há motivo algum para que o vinho de Caná em João 2 tenha sido alcoólico.




Muitos insistem que aquele vinho era alcoólico com base em João 2:10 que diz: "Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho." Eles dizem que naqueles dias era comum servir o melhor vinho alcoólico no começo da festa e guardar o pior para depois, quando o paladar das pessoas já estivesse estragado pela bebedeira. Todavia o ponto é exatamente o oposto aqui! Essas pessoas podiam reconhecer com certeza, que o vinho que Jesus fez era muito melhor do que o que fora servido no início. Isso não seria possível se eles já estivessem no estado de intoxicação alcoólica! O argumento se auto destrói. O fato é que nenhum dos dois era alcoólico, mas puro suco de uva.


9. Porque o Senhor Jesus Cristo não teria recebido glória alguma se tivesse feito pessoas bêbadas, mais bêbadas ainda!




O verso 11 é de suma importância quando declara que, por intermédio desse milagre, Jesus "manifestou a sua glória." O verso 10 indica que as pessoas já tinham bebido "bem" daquilo que estavam bebendo. Se aquilo que estavam bebendo fosse álcool, eles estariam intoxicados ou quase. Se Cristo tivesse feito vinho alcoólico, Ele teria feito gente quase bêbada em mais bêbada ou completamente bêbada! Tal feito, com certeza, jamais poderia trazer nem manifestar glória nenhuma nEle.


10. Porque fazer pessoas bêbadas mais bêbadas ainda, jamais poderia fazer com que os discípulos cressem mais fortemente nEle.




Todavia no verso 11, lemos que como resultado do que Ele fez, transformar água em vinho, "seus discípulos creram nEle." Em Jo. 1:41, vemos que eles já criam nEle como Messias; isso entretanto, aprofundou a fé deles e uma prova de que eles não estavam errados. Será que fazer pessoas bêbadas, mais bêbadas iria inspirar tal fé? O oposto é o que aconteceria. Eles não procuravam por um Messias que distribuísse álcool de graça! Portanto, por causa da descrição desse milagre e o seu resultado, não podemos concluir outra coisa senão que esse vinho era suco de uva.

Pr. Bruce Lackey

(Tradução e adaptação: José Pedro M. de Almeida)

http://solascriptura-tt.org/VidaDosCrentes/ComerBeber/FezJesusVinhoAlcoolico-BLackey.htm


Última edição por Eduardo em Sab 6 Nov 2010 - 12:30, editado 1 vez(es)


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Cal em Sab 6 Nov 2010 - 12:32

Só completando Eduardo...

A média do consumo moderado seria de 250ml de bebida fermentada ou 50ml de bebida destilada por dia, mais do que isso já caracteriza abuso do alcool.

Você conhece alguém que ingere quantidades tão modestas dentro do grupo que afirma ¨¨beber socialmente¨¨?


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2788
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Khwey em Sab 6 Nov 2010 - 13:08

Eduardo escreveu:
Fez o Senhor Jesus vinho alcoólico?
Fez sim.

Nenhum convidado reclamou, e antes já estavam tomando vinho.

Também havia alguém na festa, certamente um bom conhecedor de vinhos:


E, logo que o mestre-sala provou a água
feita vinho (não sabendo de onde viera, se
bem que o sabiam os serventes que tinham
tirado a água), chamou o mestre-sala ao
esposo,
E disse-lhe: Todo o homem põe primeiro o
vinho bom e, quando já têm bebido bem,
então o inferior; mas tu guardaste até agora
o bom vinho.
(João 2:9,10)

Este mestre-sala já estava um pouco saturado de tanto provar vinho alcoólico nesta vida, e então quando provou o suco de uva, coisa que nunca tinha provado antes, o confundiu como sendo o famoso vinho sem álcool, coisa diferente, isto explica o seu elogio.
oh my oh my oh my

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Ed em Sab 6 Nov 2010 - 13:35

Eu nunca vi, nem ouvi falar em toda a minha vida nem em história, algum casamento regado a suco de uva diet ou kisuco sabor uva...

Deve ser um festão hein...

Já pensou, Jesus transformando água em refresco?!

Mas leio cada uma que dá licença oh my



::


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3158 dias de existência com 228856 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alerta aos crentes que gostam de uma cervejinha

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:24


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum