.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
67 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 66 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Qui 21 Out 2010, 1:21 pm

slot escreveu:
Well escreveu:Já leram II Crônicas 21.12, onde fala sobre a carta de Elias? Essa carta foi escrita antes ou depois do arrebatamento? Parece ter sido escrita depois... Confiram!!
Mesmo que tenha sido escrita depois, ela só prova uma coisa que todos sempre disseram: Elias subiu vivo aos céus.
Olá, Slot. Tudo bem contigo? Mas se a tal carta foi escrita depois como pode ter sido escrita por Elias se ele foi arrebatado antes da carta? É mais fácil entender como o Famado disse, que pode ter sido escrita por outra pessoa, mas se atribuiu a Elias porque talvez fosse da vontade dele e foi escrita por um de seus discípulos, sei lá...

Em tempo: entendi seu ponto de vista, Slot. Você quis dizer que Elias escreveu a carta e ela ficou guardada, sendo mostrada tempos depois do seu arrebatamento. É isso? Mas se for isso, como fica o contexto da época inserido no assunto da carta? A carta era atual e com um assunto atual que se deu pós-arrebatamento. Talvez uns dez anos depois do arrebatamento. E aí?


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por lucas oliveira em Qui 21 Out 2010, 3:56 pm

Esse assunto do arrebatamento de Elias é um dos assuntos de maior mistério da Bíblia, pelo menos ao meu ver. É curioso pois Elias apareceu depois a Jesus junto com Moisés, que esta morto.

Este texto fala detalhes a respeito disso(de Elias):

O Arrebatamento de Elias

Paulo da Silva Neto Sobrinho

Quando se diz que Elias foi arrebatado o que querem dizer? Baseado numa passagem bíblica, que veremos mais à frente, dizem que Elias foi levado por Deus ao Céu de corpo e alma, ou seja, pensam que na verdade Elias não morreu (???).

Se Elias não morreu, ficamos em dúvida por querer saber o porquê desse privilégio, pois se até mesmo Jesus, o Cristo, que era muito superior a Elias, morreu pregado numa cruz.

Por outro lado, ficamos, também, sem entender o que Elias faria com o corpo físico no mundo espiritual. Seria o mesmo que mandarmos alguém viver debaixo d’água do jeito que ele vive aqui na superfície, sem lhe dar nenhum equipamento apropriado àquele lugar. A coisa não lhe parece absurda? Entretanto é o que esperam em relação a Elias, ou seja, que ele vá viver numa outra dimensão, totalmente diferente daquela que é adequada somente à matéria, como se nessa dimensão fosse necessário o corpo físico para se viver a vida do espírito.

Também não encontramos nenhum respaldo para esse absurdo no que Jesus deixou como legado à humanidade através das narrativas dos evangelistas. Muito ao contrário, entendemos que afirma justamente o oposto. Vejamos, no entender de Jesus, o que consta no evangelho segundo João: “O espírito é o que dá a vida. A carne não serve para nada”. (6, 63). Perguntamos: se a carne não serve para nada, para que ela serviria depois da morte? Se, pelas palavras de Jesus, “Deus é Espírito” (Jo 4, 24) ficaremos novamente com um outro absurdo, qual seja: na dimensão espiritual nós seremos ainda matéria enquanto que o próprio Criador é um ser espiritual. Acrescentamos mais ainda; Jesus, pouco antes de expirar, disse: “Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito” (Lc 23, 46). Por que ele não entregou o corpo? É por pura coerência, já que antes havia dito que a carne de nada serve, não é mesmo?

Não se pode alegar ignorância dessa realidade, pois até mesmo no Antigo Testamento encontramos a indiscutível separação entre o corpo e espírito, vejamos: “O pó volte à terra, onde estava, e o espírito volte para Deus, seu autor” (Ecl 12, 7).

E, Paulo de Tarso, se dirigindo aos coríntios, arremata categórico: “Mas isto vos digo, irmãos: a carne e o sangue não podem possuir o Reino de Deus, nem a corrupção herdará a incorrupção” (1 Cor 15, 50). Não está afirmando, com outras palavras, que é o espírito que vai herdar o reino de Deus? Afirmou um pouco antes: “Pois, se há um corpo animal, há também um corpo espiritual” (v. 44), quando explicava aos coríntios qual era o corpo da ressurreição.

Vamos, agora, ver a passagem em que é citado arrebatamento de Elias, que está narrado em 2 Reis 2, 11: “Ora, enquanto seguiam pela estrada conversando, de repente apareceu um carro de fogo com cavalos também de fogo, separando-os um do outro, e Elias subiu para o céu no turbilhão”. Depois disso procuraram Elias por todos os lugares e não o encontraram. Interessante colocarmos as explicações dos tradutores da Bíblia de Jerusalém a cerca disto: “A busca infrutífera certifica apenas que Elias não é mais deste mundo; seu destino é mistério que Eliseu não quer desvendar. O texto não diz que Elias não morreu, mas facilmente se pôde chegar a essa conclusão”. Só que esse facilmente parece não ser tão fácil assim, pois ainda existem muitas pessoas que acreditam que Elias não morreu, foi de corpo e alma para o céu. Verdade que esses fanáticos religiosos aceitam com base numa fé cega, apesar de absurda.

Pelos acontecimentos anteriores a esse arrebatamento, lemos que Eliseu, discípulo de Elias, pressentindo o final do seu mestre, lhe faz um pedido: “Eu gostaria de receber uma porção dupla de teu espírito” (v. 9). Ao que lhe respondeu Elias: “Fizeste um pedido difícil. Mas se me vires ao ser arrebatado do teu lado, terás o que pediste; se não me vire, não o terás” (v 10). O que será que aconteceu? Não deixaremos para o próximo capítulo, caro leitor, pois não o queremos ver “morrendo” de curiosidade. Bom, a única coisa que sobrou de Elias, após o tal arrebatamento, foi o seu manto. Eliseu pega esse manto e bate com ele na água do rio Jordão. Isso fez com que a água se dividisse em duas partes, fato que os outros profetas da comunidade viram. Diante desse extraordinário fenômeno, e como Elias já tinha também feito isso, disseram: “O espírito de Elias repousou sobre Eliseu” (v.15). O que numa linguagem popular ficaria assim: “O espírito de Elias baixou em Eliseu”. Nós diremos que de fato Elias morreu, pois fica comprovado que do plano espiritual influência Eliseu.

Na narrativa bíblica sobre o arrebatamento se afirma que Elias foi levado num turbilhão (ou redemoinho, segundo algumas traduções). Será que o acontecido não teria sido um fenômeno de ordem natural produzido pela natureza como um tufão, um ciclone ou um tornado? Não sabemos que nesses fenômenos são tragados objetos de peso considerável? Seria este o caso de Elias? Sinceramente, ficamos inclinados a aceitar essa hipótese, pois se não foi assim, teremos que aceitar que Elias foi levado pelo demônio! Como? Veja a narrativa não diz que apareceu um carro de fogo com cavalos de fogo? Ora, não se afirma que todas as coisas do demônio são de fogo? Assim, podemos pressupor que ele, em pessoa, veio, em seu exuberante veículo de transporte, buscar Elias, deu uma voltinha com ele no céu (o azul) e o levou diretamente para a fornalha ardente do inferno. (Cruz!!!).

Será que alguém conseguirá provar o contrário? Provar não, mas acreditar numa outra hipótese sim. Os aficionados em disco voador, por exemplo, poderão dizer que Elias foi abduzido por um OVNI, também aqui ninguém poderá provar o contrário.

Fica aí para sua reflexão, caro leitor, o episódio do arrebatamento de Elias que sempre é utilizado para negar que João Batista seja Elias reencarnado. Negam o que Jesus disse: “E se quiserdes aceitá-lo, ele (João Batista) é o Elias, que há de vir”. Como sabia que a incredulidade vigoraria, completa: “Quem tem ouvidos ouça”. (Mt 11, 14-15). Parafraseando Jesus, diremos: Quem tem capacidade de entender, entenda. Mas, se isso ainda for difícil a você, podemos acrescentar algo, que lhe ajudará a dissipar de uma vez por todas a sua dúvida, e aqui estamos falando somente para os não fanatizados, o que Jesus disse: “Ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu: o Filho do homem”. (João 3, 13).

Fonte: Portal do Espírito

lucas oliveira
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 211
Data de inscrição : 29/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Josoco em Qui 21 Out 2010, 6:37 pm

lucas oliveira escreveu:
Será que alguém conseguirá provar o contrário? Provar não, mas acreditar numa outra hipótese sim. Os aficionados em disco voador, por exemplo, poderão dizer que Elias foi abduzido por um OVNI, também aqui ninguém poderá provar o contrário.

Isso de dizer que Enoque ou Elias foram abduzidos por OVNIS além de rídiculos é um absurdo. Foram arrebatados por Deus por um motivos que desconhecemos e que estamos tentando compreender. Não é poque qualquer um pode abrir a boca e falar uma bobagen desta que isso merece credibilidade dos cristãos que estudam e conhecem a bíblia no seu todo.


Fica aí para sua reflexão, caro leitor, o episódio do arrebatamento de Elias que sempre é utilizado para negar que João Batista seja Elias reencarnado.

Quanto a Elias ser reencarnação de João Batista, seria bom ler o que João disse deste assunto:

- Quem é você?

Perguntaram-lhes eles.

- Você é Elias?

João Batista respondeu:

- Não sou!

Ev. de João cap: 1: 21.


O próprio João Batista interrogado sobre se ele era Elias reencarnado disse categoricamente: "Não sou."





Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é suprimi-la

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por DEMAR em Sab 23 Out 2010, 4:17 am

Josoco,
Vamos analisar o texto apresentado por vc., com mais acuidade e com isenção de ânimos.
João 1:19 a 23” Quem és tu? Disse João Batista: Eu não sou o Cristo. E perguntaram-lhe: Então quem és? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não. Disseram pois. Quem és? Para que demos respostas àqueles que nos enviaram; que dizes de ti mesmo? Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías".
O texto suscitado pelo nobre colega, não tem o condão de provar que a reencarnação não existe, mas sim, o contrário, ou seja: que a reencarnação existe. Se os sacerdotes e levitas perguntaram a João Batista se ele era Elias, então ficou plenamente demonstrado que eles acreditavam em reencarnação; só não tinham certeza se a reencarnação era do Elias (podia ser a reencarnação de outro...). E João Batista respondeu acertadamente, negando o fato, pois que, naquele momento não tinha mais o corpo de Elias, mas sim, outro, com o nome de João Batista. Destarte, ele FOI Elias, no passado, e, na época da interpelação, era João Batista. A pergunta dos sacerdotes e levitas é que foi mal elaborada, visto que deveriam ter perguntado se ele FOI Elias. Por outro lado, há de se observar que a resposta dada por João Batista foi um tanto evasiva, parecendo receoso em dar a resposta que os indagadores pretendiam ouvir, visto que, ao lhe perguntarem, inicialmente, “quem és tu?”, respondeu: “eu não sou o Cristo”. É de se convir, ademais, que os interrogadores não estavam ali com boas intenções, e, a melhor resposta que poderia ser dada, naquele momento, é NÃO. Não negou, todavia, ser o Precursor, aquele que Jesus disse que viria primeiro para restaurar todas as coisas, ou seja: Elias viria como o PRECURSOR (Mt. 17:10 A 13). Outra hipótese pela negativa de João: o esquecimento do passado, explicado por Kardec, no livro “O Evangelho segundo o Espiritismo”, item 11, cap.V:
"Havendo Deus entendido de lançar um véu sobre o passado, é que há nisso vantagem. Com efeito, a lembrança traria gravíssimo inconveniente. Poderia, em certos casos, humilhar-nos singularmente, ou então, exaltar-nos o orgulho e, assim, entravar o nosso livre-arbítrio. Em todas as circunstâncias, acarretaria inevitável perturbação nas relações sociais.
Freqüentemente , o Espírito renasce no mesmo meio em que já viveu, estabelecendo de novo relações com as mesmas pessoas, a fim de reparar o mal que lhes haja feito. Se reconhecesse nelas as a quem odiara, quiçá o ódio se lhe despertaria outra vez no íntimo. De todo modo, ele se sentiria humilhado em presença daquelas a quem houvesse ofendido.
Para nos melhorarmos, outorgou-nos Deus, precisamente, o de que necessitamos e nos basta; a voz da consciência e as tendências instintivas. Priva-nos do que nos seria prejudicial." .
Eventuais dúvidas ainda existentes, sobre a questão de ser João Batista a reencarnação de Elias, elas são dirimidas na narrativa contida em Mateus 11, 14-15: “E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça”, A última frase foi dita por Jesus, porque Ele sabia que muitos não iriam acreditar na reencarnação.Vamos ouvir, já que temos ouvidos de ouvir?!
Se eventuais dúvidas ainda persistirem, examinemos Mateus, 17:10 a13: “POR QUE DIZEM ENTÃO OS ESCRIBAS QUE É MISTER QUE ELIAS VENHA PRIMEIRO?
E Jesus, respondendo, disse-lhe: "Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas; Mas digo-vos que Elias já veio e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do homem.". Então entenderam os discípulos que lhes falara de João Batista."
O corpo de João Batista realmente não podia ser o mesmo corpo de Elias, daí a resposta negativa de João Batista, ou seja: negando ser Elias, mas o anjo Gabriel, em diálogo com Zacarias sobre seu filho João Batista, disse, em Lucas 1:16/17: “E CONVERTERÁ MUITOS DOS FILHOS DE ISRAEL AO SENHOR SEU DEUS. E IRÁ ADIANTE DELE NO ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS PARA CONVERTER ....”
Não diz que João Batista irá com “o corpo de Elias”, mas sim, com o espírito e virtude de Elias, deixando claro que JOÃO BATISTA foi a reencarnação de ELIAS.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Josoco em Sab 23 Out 2010, 10:50 am

DEMAR escreveu:Josoco,

O texto suscitado pelo nobre colega, não tem o condão de provar que a reencarnação não existe, mas sim, o contrário, ou seja: que a reencarnação existe.

Prezado colega DEMAR


Certa vez fui expulso de um fórum espírita por fazer essa pergunta: Quem fui eu em outra vida?

Eles não souberam responder. Já que vc entende bastante de reencarnação, com certeza vai saber responder, já também, que vc até sabe que João Batista era Elias reencarnado, está provado que vai saber responder minhas duas perguntas:

1 - Quem fui eu em outra vida

2 - Quem foi vc na vida passada.

Me responda com provas e métodos convincentes que aceitarei a idéia da reencarnação.

O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Sab 23 Out 2010, 4:09 pm

"E IRÁ ADIANTE DELE NO ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS..."

Meu caro, Demar, isso não quer dizer que João Batista era Elias, mas que João Batista iria ter a mesma unção de Elias numa missão de preparar o caminho. Outra, se João Batista era Elias reencarnado por que, no monte Tabor, não apareceu João Batista no lugar de Elias visto ter sido essa sua última reencarnação? Você pode argumentar que ele era um espírito muito evoluído e ele quis tomar o corpo de Elias e não o seu corpo da última encarnação. Bem, então, ele perdeu uma excelente oportunidade para nos mostrar a reencarnação. Não é verdade? :chapeu:

Dificuldades para se crer na existência da reencarnação:

1 - Segundo a teoria espírita sobre a reencarnação, a pessoa não esquece o que adquiriu de conhecimento e moral em cada vida que passa, ou seja, ela leva isso para a sua próxima encarnação. Pergunto: se uma pessoa nasceu americana, viveu e morreu na cultura americana, por que ela ao reencarnar no Brasil, por exemplo, não já vem falando o conhecimento adquirido da Língua Inglesa? Por que precisa estudar anos para poder falar o idioma que ela, supostamente, já vivenciou numa outra vida? Bastaria um primeiro contato ou, no máximo, alguns poucos momentos com a Língua Inglesa para ela poder lembrar-se. Por que num simples contato com a Língua, essa pessoa já não "aciona o botão" do conhecimento que ela trouxe de outra vida e já sai falando fluentemente o Inglês, tendo em vista ter vivido numa cultura inglesa na última reencarnação?

2 - Se uma pessoa que nasce com uma deficiência física é porque está expiando alguma falta passada ou veio em missão, por que então cachorros, gatos, vegetais e frutas também nascem com deficiências físicas?

3 - Imagine uma pessoa que encarnou em um planeta diferente da Terra numa época, depois reencarnou na Terra como um homem, depois reencarnou como um homossexual, depois como uma mulher e depois como homem novamente e assim foi reencarnando centenas de vezes em vários planetas. Bem, no final de tudo, quem foi essa pessoa? O sujeito da primeira encarnação com suas características adquiridas, o segundo sujeito, o milésimo, foi o somatório de tudo? Se ele é um espírito que teve várias experiências adquiridas em suas encarnações, como fica sua individualidade? Simplesmente não fica, pois ele passa a ser uma amálgama de fulano, sicrano, beltrano, etc...

4 - Se a Bíblia apóia a reencarnação por que Jesus disse que é por meio da sua morte e ressurreição (Mt.26.28) que o homem atinge à salvação da sua alma e por que Jesus disse ser impossível ao homem se salvar (vide Mateus 19.26)?

5 - Como pode o imperfeito tornar-se perfeito por si só? Por mais que reencarne como poderá atingir a perfeição se não tiver uma interferência externa (Jesus)? Novamente, vide Mateus 19.26.

6 - Se o sonho, segundo o Espiritismo, é a lembrança do que o Espírito viu durante o sono. Resultado da liberdade do Espírito durante o sono. Efeito da emancipação da alma, que mais independente se torna pela suspensão da vida ativa e de relação. (Equipe da FEB, 1995) porque os animais também sonham?

7 - Se o corpo é apenas uma roupagem para o espírito, se a carne para nada aproveita, por que o espírito precisa do corpo para depurar-se? Em outras palavras: por que o homem precisa da calça jeans e do blusão para poder ser homem? Se quando o espírito foi criado simples e ignorante ele ainda não tinha praticado nem o bem e nem o mal, ou seja, não tinha impurezas, para que, então, necessitaria de encarnar??

[ ]s.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por DEMAR em Ter 09 Nov 2010, 3:18 am

Prezado JOCOSO,
DEMAR escreveu:Josoco,
O texto suscitado pelo nobre colega, não tem o condão de provar que a reencarnação não existe, mas sim, o contrário, ou seja: que a reencarnação existe.
Prezado colega DEMAR
Certa vez fui expulso de um fórum espírita por fazer essa pergunta: Quem fui eu em outra vida?
Eles não souberam responder. Já que vc entende bastante de reencarnação, com certeza vai saber responder, já também, que vc até sabe que João Batista era Elias reencarnado, está provado que vai saber responder minhas duas perguntas:
1 - Quem fui eu em outra vida
Um “Zé Mané” qualquer, provávelmente....kkkkk
2 - Quem foi vc na vida passada.
Também um “Zé Mané”, com certeza...kkk, visto que fomos reprovados “no outro lado” e tivemos que voltar para a vida terrestre, para o recomeço...
Me responda com provas e métodos convincentes que aceitarei a idéia da reencarnação.
Indiferente me é o fato de vc. acreditar ou não em reencarnação...Não estou querendo convencer ninguém. Recomendo, se vc. tiver interesse, a estudar e pesquisar o assunto, assim como eu fiz, do contrário, continue a não aceitá-la, por ora. Afinal temos a eternidade pela frente.... Como vc. explicaria as diferenças de toda espécie (sociais, biológicas, economicas, etc.,etc.) diante da afirmação de vários textos bíblicos, tanto do Novo Testamento, como do Velho, de que DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS (trata todos com imparcialidade), se não existe a Reencarnação?! Porque alguns nascem em “berço de ouro”; outros pobres, alguns com deformidades físicas, mentais, outros sadíos, bons, maus, alguns vivem mais tempo, outros não,etc.,etc., considerando-se que Deus é justo e imparcial?!. Até hoje ninguém me explicou, com exceção do Espiritismo. Que explicação tem vc. ou as denominações religiosas não reencarnacionista?!...É claro, NENHUMA.Quanto às suas perguntas simplórias e engraçadas, de quem vc. , e eu, fomos na vida passada, é claro que isso não é possivel responder (não tenho “bola de cristal” e nem o Espiritismo se presta às práticas de prognostismo e adivinhação...kkk),e, mesmo porque o esquecimento temporário do passado é uma benção de Deus. Terapia de vidas passadas também não é prática espírita...Saber algo sobre a Reencarnação e que ela existe, não nos autoriza, em hipótese alguma, conhecer “vidas passadas”. Eu, de minha parte, prefiro não conhecê-las, porque isso poderia me causar terríveis traumas...Mas, tenho uma sugestão para vc., caso tenha interesse: tente uma terapia de vidas passadas (regressão de memória), em consultórios de profissionais especializados, geralmente psicólogos ou médicos, que existem, é comprovado, e tem resultados cientificamente respaldados, MAS NÃO É PRÁTICA ESPÍRITA, assim como a Reencarnação não é "invenção" do Espiritismo. 2/3 da população mundial acredita na reencarnação
Quanto ao ESQUECIMENTO DO PASSADO, passo a vc. um artigo de Richard Simonetti, bastante elucidador:
Esquecimento do passado
Richard Simonetti
1 – Se reencarnamos para ressarcir dívidas, não seria interessante guardar a lembrança delas? Não haveria maior facilidade em aceitar sofrimentos e dissabores que ensejam o resgate?O objetivo primordial da existência humana é a evolução. O resgate de dívidas é apenas parte do processo. Quanto ao esquecimento, funciona em nosso benefício. Seria impossível incorporar, sem perturbador embaralhamento, o rico, o pobre, o negro, o índio, o branco, o amarelo, o analfabeto, o letrado e tudo mais que já fomos, em múltiplas encarnações. É ilustrativo que muita gente vai parar em hospitais psiquiátricos simplesmente por sofrer a pressão de pálidas lembranças, envolvendo acontecimentos pretéritos.
2 – Se não lembramos o que fomos e fizemos, de que nos adianta?Guardamos a experiência. O adulto não se lembra de seus primeiros passos, na infância, mas conserva a adquirida capacidade de andar.
3 – Há alguma causa física para o esquecimento?Sim. O Espírito reencarnado registra clara e conscientemente apenas o que passa pelos cinco sentidos – tato, paladar, olfato, audição e visão. Essa é uma das razões pelas quais também não lembramos das experiências no mundo espiritual durante as horas de sono.
'Nada se perde. Ficam resguardadas nos arquivos do inconsciente, que se localiza na intimidade do Espírito, o ser imortal. É esse substrato das experiências pretéritas que compõe a personalidade do indivíduo, com suas características, tendências e aptidões. Em determinadas circunstâncias, natural-mente ou sob indução hipnótica, esses arquivos se abrem e surgem as reminiscências.
5 – Fala-se que o principal objetivo do esquecimento é possibilitar a reconciliação de desafetos do passado, reunidos pelos laços da consangüinidade no lar. Seria isso?
Pode acontecer, mas seria exagero generalizar. É mais freqüente nos ligarmos a Espíritos simpáticos, a fim de consolidarmos afeições e nos ajudarmos mutuamente nos caminhos da vida.
6 – Por que, então, há tantos conflitos e desentendimentos nos lares? Não seria lógico imaginar que estamos diante de adversários em confronto?O objetivo das experiências junto a desafetos do pretérito, quando ocorram, não é a dissensão, mas a pacificação. Deus não nos une pela consangüinidade para vivermos às turras. Desentendimentos no lar relacionam-se muito mais com a falta de compreensão, respeito e tolerância que caracteriza o ser humano, orientado pelo egoísmo. Falando o português claro: o problema é a falta de educação.
7 – Na análise de todas as circunstâncias que envolvem a reencarnação, conclui-se que é bom esquecer o pretérito…
É indispensável! No planeta em que vivemos, habitado por Espíritos atrasados, comprometidos com o vício e a irresponsabilidade, é importante desfrutar a bênção do recomeço, suprimindo, temporariamente, o passado. Imaginemos um condenado de consciência atormentada, desfrutando a misericordiosa possibilidade de cumprir sua pena sem a perturbadora lembrança de seus desatinos…
8 – Chegará o tempo em que recordaremos plenamente das vidas anteriores?Sim, na medida em que se torne mais sofisticado o cérebro, habilitando-nos a recuperar informações confinadas no inconsciente; em que se depure o sentimento, para que contemplemos o passado sem constrangimento; em que sejamos capazes de evitar desajustes decorrentes de um embaralhamento de lembranças… Levará milênios, talvez, mas chegaremos lá.
Do livro: Reencarnação: Tudo o que você precisa Saber.
No link abaixo encontrará outras esclarecimentos, caso tenha interesse:
http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/index.html
Amplexos fraternais.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por DEMAR em Ter 09 Nov 2010, 4:13 am

Caro companheiro WEISS,
"E IRÁ ADIANTE DELE NO ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS..."

Meu caro, Demar, isso não quer dizer que João Batista era Elias, mas que João Batista iria ter a mesma unção de Elias numa missão de preparar o caminho. Outra, se João Batista era Elias reencarnado por que, no monte Tabor, não apareceu João Batista no lugar de Elias visto ter sido essa sua última reencarnação? Você pode argumentar que ele era um espírito muito evoluído e ele quis tomar o corpo de Elias e não o seu corpo da última encarnação. Bem, então, ele perdeu uma excelente oportunidade para nos mostrar a reencarnação. Não é verdade?
Entenda como quiser; não estou aqui para convencer ninguém. O texto é de uma clareza impressionante. A expressão: “NO ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS” refere-se ao espírito de Elias, e à PERSONALIDADE dele , portanto, é O PRÓPRIO ELIAS. Elias iniciou uma missão, perecendo antes de cumprí-la e Moisés deu continuidade; mas como era a reencarnação do primeiro, conclui-se que a missão COMPLETA fora levada a efeito pelo próprio Elias (utilizando-se de dois corpos diferentes, mas com o mesmo ESPÍRITO e VIRTUDES deste). Talvez por questões históricas, ou outras razões que não nos compete conhecer, o Espírito resolveu apresentar-se com a aparência física da encarnação anterior (Elias), o que é plenamente possível para espíritos de elevada estatura moral; que, aliás, podem se apresentar com a aparência de qualquer uma das reencarnações. Muitos se apresentam com a da reencarnação que mais lhe agradaram.
Se vc. está convicto de que eu perdi uma “excelente oportunidade para nos mostrar a reencarnação”, digo que está, na verdade, altamente equivocado. Quero, no entanto, deixar claro que a Reencarnação existe há milênios, portanto, não é “invenção do Espiritismo”, assim como as comunicações com o “lado de lá”, que já eram feitas na mais remota antiguidade. Ela, a REENCARNAÇÃO, está demonstrada tanto no NT como no VT.- Em tópico específico apresentarei os textos e comentários.

“PORQUE SOMOS DE ONTEM, E NADA SABEMOS; PORQUANTO NOSSOS DIAS SOBRE A TERRA SÃO COMO A SOMBRA” (Jó 8:9).


Esse vs., por si só, já bastaria para quem tem “olhos de ver e ouvidos de ouvir”.

DEMAR
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 236
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/05/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Josoco em Ter 09 Nov 2010, 9:08 am

DEMAR escreveu:Prezado JOCOSO,
DEMAR escreveu:Josoco,
O texto suscitado pelo nobre colega, não tem o condão de provar que a reencarnação não existe, mas sim, o contrário, ou seja: que a reencarnação existe.
Prezado colega DEMAR
Certa vez fui expulso de um fórum espírita por fazer essa pergunta: Quem fui eu em outra vida?
Eles não souberam responder. Já que vc entende bastante de reencarnação, com certeza vai saber responder, já também, que vc até sabe que João Batista era Elias reencarnado, está provado que vai saber responder minhas duas perguntas:
1 - Quem fui eu em outra vida
Um “Zé Mané” qualquer, provávelmente....kkkkk
2 - Quem foi vc na vida passada.
Também um “Zé Mané”, com certeza...kkk, visto que fomos reprovados “no outro lado” e tivemos que voltar para a vida terrestre, para o recomeço...
Me responda com provas e métodos convincentes que aceitarei a idéia da reencarnação.
Indiferente me é o fato de vc. acreditar ou não em reencarnação...Não estou querendo convencer ninguém. Recomendo, se vc. tiver interesse, a estudar e pesquisar o assunto, assim como eu fiz, do contrário, continue a não aceitá-la, por ora. Afinal temos a eternidade pela frente.... Como vc. explicaria as diferenças de toda espécie (sociais, biológicas, economicas, etc.,etc.) diante da afirmação de vários textos bíblicos, tanto do Novo Testamento, como do Velho, de que [b]DEUS NÃO .


Peço a vc que tenha mais respeito pelos colegas de debate e responda um argumento com outro argumento. Se vc se dirigir a minha pessoa com palavras de insultos, na próxima vez vou denunciar vc a adm pedindo providencias. Aqui se respeita os colegas e vc está faltando com respeito. Vou deixar passar por agora mas na próxima vez não deixarei passar.

Quem não pode com um pensamento ataca o pensador[

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Ter 09 Nov 2010, 1:25 pm

DEMAR escreveu: Ela, a REENCARNAÇÃO, está demonstrada tanto no NT como no VT.- Em tópico específico apresentarei os textos e comentários.

“PORQUE SOMOS DE ONTEM, E NADA SABEMOS; PORQUANTO NOSSOS DIAS SOBRE A TERRA SÃO COMO A SOMBRA” (Jó 8:9).

Esse vs., por si só, já bastaria para quem tem “olhos de ver e ouvidos de ouvir”.
Estarei aguardando você abrir o tópico para conversarmos a respeito.
Você cita a Bíblia para tentar provar a reencarnação. Ótimo!!! Falaremos sobre a Bíblia.
Se você acha que esse verso de Jó diz respeito à reencarnação está enganado. Vamos ler o anterior e o posterior também:

8 Indaga, pois, eu te peço, da geração passada, e considera o que seus pais descobriram.

9 Porque nós somos de ontem, e nada sabemos, porquanto nossos dias sobre a terra, são uma sombra.

10 Não te ensinarão eles, e não te falarão, e do seu entendimento não proferirão palavras?

Precisa falar alguma coisa, Demar???

Ah!! Não é Weiss. É Well.


:chapeu:


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Khwey em Ter 09 Nov 2010, 10:44 pm

DEMAR escreveu:
Entenda como quiser; não estou aqui para convencer ninguém. O texto é de uma clareza impressionante. A expressão: “NO ESPÍRITO E VIRTUDE DE ELIAS” refere-se ao espírito de Elias, e à PERSONALIDADE dele , portanto, é O PRÓPRIO ELIAS.
Associar a possibilidade da reencarnação com Elias por apenas este verso é pouco, e também dá uma outra versão ela.

Como Elias não morreu, então temos a reencarnação de um vivo, que deixou seu corpo original para reencarnar em outro corpo e neste mesmo plano, e quando a morte tomou este outro corpo, então ele voltou ao corpo original.

Eu creio que o espiritismo não prega isto.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Josoco em Qua 10 Nov 2010, 5:23 am

Kardec foi um homem que nem coragem de usar seu próprio nome ele teve. Ele se deixou enganar pelos espíritos e é responsavel pela difusão de muitas mentiras.


Não existe dia marcado para morrer, existe um limite máximo para viver

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Qua 10 Nov 2010, 11:18 am

Josoco escreveu:Kardec foi um homem que nem coragem de usar seu próprio nome ele teve. Ele se deixou enganar pelos espíritos e é responsavel pela difusão de muitas mentiras.


Não existe dia marcado para morrer, existe um limite máximo para viver
Josoco, pelo que sei Kardec usou esse pseudônimo para não confundir as obras literárias espíritas com as obras literárias pedagógicas dele, Hipolite Rivail.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Sex 07 Ago 2015, 9:21 am

Analisando bem, tanto Enoque quanto Elias morreram sim!

Não creio que Enoque não tenha passado pela morte, mas creio que ele foi trasladado de um lugar para outro para não ver a morte no contexto em que ele estava inserido. Que morte? Que contexto?

"A estes também é que profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, quando disse: Eis que o Senhor veio com miríades de seus santos a executar juízo sobre todos e a convencer a todos os ímpios de todas as obras ímpias que impiamente cometeram, e de todas as palavras duras que pecadores ímpios pronunciaram contra ele." Judas 1:14,15

Enoque viveu no meio de uma geração ímpia e ele pregava contra esses ímpios. Deus o retirou dali para que esses ímpios não o matassem, mas, depois de retirado desse cenário, viveu Enoque 365 anos, tal qual está indubitavelmente escrito em Gen. 5 (teve filhos e filhas) e Heb. 11.13 (todos morreram e Enoque está citado no contexto), 39 e 40 (não foram aperfeiçoados).

Leiamos: Todos estes, tendo alcançado bom testemunho pela sua fé, contudo não alcançaram a promessa, tendo Deus provido alguma coisa melhor no tocante a nós, para que eles, sem nós, não fossem aperfeiçoados. Hebreus 11:39,40. Enoque está incluído na expressão "todos estes". Isso é fato.

Quanto a Elias: a carta que ele escreveu dez anos depois já mostra que ele estava pela terra. Outro detalhe: um carro de fogo separou ele de Eliseu, mas segundo o relato bíblico, Elias subiu ao céu num redemoinho. Ora, redemoinho é formado por ar. Logo Elias não saiu da atmosfera terrestre, pois fora desta, não há redemoinho! Tal qual Enoque e Felipe, Elias foi trasladado de um lugar para outro, mas na terra mesmo. Apenas saiu de cenário.

Quanto a Moisés, em lugar nenhum da Bíblia está escrito que ele ressuscitou. o arcanjo Miguel não permitiu que o diabo fizesse algo com o corpo de Moisés, que foi sepultado. Miguel estava ali para assegurar isso. Apenas isso. Simples assim. Nada é dito sobre ressurreição ali. Agora, as elucubrações são livres sempre visando ao gosto do cliente.

Os adventistas usam esse verso (No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir. Romanos 5:14) para dizer que Moisés ressuscitou.

A morte reinou desde Adão até Moisés, ora, isso implica em dizer que com a vinda do Cristo o domínio da morte foi tomado. A morte reinou até Moisés porque Cristo ressuscitou e não porque Moisés ressuscitou. Isso é fácil de perceber quando vemos que a lei e os profetas duraram até João... Jesus está dizendo que a Lei (representada por Moisés) e que trazia a morte reinou até aquele momento. A graça e a verdade vieram por meio de Jesus. A morte reinou até Moisés simplesmente porque Cristo chegou e venceu a morte. A expressão "até" não exclui Moisés, mas o inclui sob o domínio da morte. A morte reinou de Adão até Moisés. Perceba o verbo no passado "reinou", isso não quer dizer que Moisés ressuscitou, mas que ficou morto, pois a morte reinou sobre ele.

Enfim, o próprio Jesus disse que "ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que de lá desceu..." Aí os teólogos vêm e tentam dizer que ninguém subiu ao céu e de lá desceu com a intenção de trazer as mensagens divinas... Tenha dó!!!!!!!

[  ]s

Elias, Moisés e Enoque morreram e aguardam a promessa final de Heb. 11: 39-40 se cumprir.


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Khwey em Sex 07 Ago 2015, 11:37 am

Eu não me sinto seguro em dizer que Enoque Morreu.

Gênesis
5:24 E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.

Da mesma forma, Elias foi elevado tal como Jesus quando subiu, pois uma nuvem ocultou Jesus ainda na atmosfera, porque as nuvens estão na atmosfera.

A carta de Elias já havia sido escrita antes dele subir, assim como o Pentateuco de Moisés, o qual narra até a morte do mesmo.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Sex 07 Ago 2015, 12:06 pm

Khwey escreveu:Eu não me sinto seguro em dizer que Enoque Morreu.

Gênesis
5:24 E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.

Da mesma forma, Elias foi elevado tal como Jesus quando subiu, pois uma nuvem ocultou Jesus ainda na atmosfera, porque as nuvens estão na atmosfera.

A carta de Elias já havia sido escrita antes dele subir, assim como o Pentateuco de Moisés, o qual narra até a morte do mesmo.
Deus o tomou para si porque do contrário aquela geração ímpia em que ele vivia o mataria. Hebreus 11 é claro em mostrar que ele morreu, principalmente os versos finais (39 e 40).

Bem, com relação a Elias, eu gostaria de saber como você chegou à conclusão de que a sua carta foi escrita antes dele subir.



Jeorão reinou 8 anos em Jerusalém, conforme observa-se em 2Cr 21:5 e 2Reis 8:17,18. Os reinos dos dois Jeorões terminaram juntos, conforme observa-se em 2Reis 8:25. Na época em que chegou a carta, o profeta já era Eliseu, conforme observa-se em 2Reis 2:1; 3:9-11.

fonte: http://www.israelitas.com.br/estudos/estudosVer.php?id=9


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Khwey em Sex 07 Ago 2015, 12:35 pm

Well escreveu:
Deus o tomou para si porque do contrário aquela geração ímpia em que ele vivia o mataria. Hebreus 11 é claro em mostrar que ele morreu, principalmente os versos finais (39 e 40).
Isto não é válido, porque Deus tem poder para livrar a pessoa da morte. E temos exemplos disto.

Well escreveu:Bem, com relação a Elias, eu gostaria de saber como você chegou à conclusão de que a sua carta foi escrita antes dele subir.
Está escrito que Elias era profeta, portanto Elias escreveu uma profecia, assim como Moisés ao descrever a própria morte.
Logicamente, Moisés escreveu tudo antes de Morrer.

Também é bom considerar a possibilidade da carta ter sido enviada por Elias, antes dele subir.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por gusto em Sex 07 Ago 2015, 10:36 pm

O termo arrebatado pode tanto ter o sentido de ser tirado do mundo dos vivos, como ser levado de um lugar para outro.

Creio que no caso de Enoque e Elias houve os dois, isto é, foram num primeiro momento levados para outro lugar e depois morreram.

gusto
Antares
Antares

Número de Mensagens : 10517
Idade : 47
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Well em Sab 08 Ago 2015, 3:40 pm

Khwey, não creio que Moisés escreveu sua própria morte. Creio que o livro foi terminado por outra pessoa.

Quanto a Elias vejo mais coerência no que disse e que o Gusto também falou: "Creio que no caso de Enoque e Elias houve os dois, isto é, foram num primeiro momento levados para outro lugar e depois morreram."


http://nemtodoslevamadeus.blogspot.com.br/

Well
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1870
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Khwey em Sab 08 Ago 2015, 6:55 pm

Well escreveu:Khwey, não creio que Moisés escreveu sua própria morte.
Eu creio, porque Deus revelou isso a ele.

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 17151
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Interroga??o Re: O mistério do arrebatamento de Enoque e Elias.

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:17 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum