.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
70 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 68 Visitantes :: 2 Motores de busca

gusto, Khwey

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O dispensacionalismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O dispensacionalismo

Mensagem por Eduardo em Sab 02 Out 2010, 2:24 pm

Os Erros do Dispensacionalismo

Alguns dos erros do dispensacionalismo que já tratamos são os seus ... Mais alguns erros flagrantes do dispensacionalismo tem a ver com seu ...

http://www.monergismo.com/textos/dispensacionalismo/dispensa-erros_hanko.pdf

Dispensacionalismo

O dispensacionalismo é basicamente o método de interpretação das ... segue é uma lista selecionada de dogmas que muitos dispensacionalistas contemporâneos ..

http://www.monergismo.com/textos/livros/dispensacionalismo-Nathan-Pitchford.pdf

O dispensacionalismo é uma doutrina teológica e escatológica cristã que afirma que a segunda vinda de Jesus Cristo será um acontecimento no mundo físico, envolvendo o arrebatamento e um período de sete anos de tribulação, após o qual ocorrerá a batalha do Armagedon e o estabelecimento do reino de Deus na Terra. A palavra "dispensação" deriva-se de um termo latino que significa "administração" ou "gerência", e se refere ao método divino de lidar com a humanidade e de administrar a verdade em diferentes períodos de tempo.

Doutrina

Inicialmente elaborada por John Nelson Darby a partir das visões da adolescente Margaret McDonald, o dispensacionalismo é um sistema teológico que apresenta duas distinções básicas: (1) Uma interpretação consistentemente literal das Escrituras, em particular da profecia bíblica, vista em várias séries de "dispensações" de Deus na história ea (2) A distinção entre Israel e a Igreja no programa de Deus.
A teologia dispensacionalista acredita que há dois povos distintos de Deus: Israel e a Igreja. Os dispensacionalistas acreditam que a salvação foi sempre pela fé (Em Deus no Velho Testamento; especificamente em Deus o Filho no Novo Testamento). Os dispensacionalistas afirmam que a Igreja não substituiu Israel no programa de Deus e que as promessas do Velho Testamento a Israel não foram transferidas para a Igreja. Eles crêem que as promessas que Deus fez a Israel no Velho Testamento serão cumpridas no período de 1000 anos de que fala Apocalipse 20. Eles crêem que da mesma forma que Deus concentra sua atenção na igreja nesta era, Ele novamente, no futuro, concentrará Sua atenção em Israel (Romanos 9-11).
Usando como base este sistema, os dispensacionalistas entendem que a Bíblia seja organizada em sete dispensações: Inocência (Gênesis 1:1- 3-7), Consciência (Gênesis 3:8- 8:22), Governo Humano (Gênesis 9:1 – 11:32), Promessa (Gênesis 12:1 – Êxodo 19:25), Lei (Êxodo 20:1 – Atos 2:4), Graça (Atos 2:4 – Apocalipse 20:3) e o Reino Milenar (Apocalipse 20:4 – 20:6). Mais uma vez, estas dispensações não são caminhos para a salvação, mas maneiras pelas quais Deus interage com o homem. O Dispensacionalismo, como um sistema, resulta em uma interpretação pré-milenar da Segunda Vinda de Cristo, e geralmente uma interpretação pré-tribulacional do Arrebatamento.

Dispensações

Os dispensacionalistas acreditam que há uma série de dispensações cronológicamente sucessivas, mas variam nas ordens desses eventos.



Ordem dos capítulosEsquemas
Gênesis 1-3Gênesis 3-8Gênesis 9-11Gênesis 12
a Êxodo 19
Êxodo 20 a
Atos 1
Atos 2 a
Apocalipse 20
Apocalipse 20:4-6Apocalipse 20-22
7 ou 8 esquema de
dispensação
Inocência
ou Edênico
Consciência
ou Antediluviano
Governo CivilPatriarcal
ou Promessa
Mosaico
ou Lei
Graça
ou Igreja
Reino MilenalEstado Eterno
ou Final
4 esquema de
dispensação
PatriarcalMosaicoEclesialSionista
3 esquema de
dispensação
(minimalista)
LeiGraçaReino





Das sete dispensações, cinco já foram concluídas: inocência consciência, governo humano, patriarcal e lei, e estamos vivendo a dispensação da graça que dará lugar a milenial. O que é necessário percebermos é que Deus tendo dividido a história da humanidade em dispensações deu para cada uma delas um propósito ou missão e todas elas deveriam ter um inicio e um fim, portanto esta era atual, ou este período de tempo chamado graça em que vivemos terá um fim, o que marcará este fim? Dois grandes eventos marcarão o fim, o arrebatamento da igreja e a volta visível de Jesus para inaugurar o milênio.

A teologia do concerto (ou teologia pactual) é uma alternativa calvinsta às interpretações dispensacinalistas.

O Mormonismo crê em um modelo diferente de Dispensações. Dispensação, segundo o Mormonismo é o espaço de tempo no qual há pelo menos um servo de Deus autorizado, que possui o Santo Sacerdócio e a missão de levar o evangelho ao habitantes da Terra. Existiram 8 dispensações ao longo da história, cada uma encabeçada por um profeta - Adão, o primeiro homem; Enoque, que liderou a cidade de Sião; Noé, que preservou a humanidade no Dilúvio; Abraão, que preservou o Monoteísmo na Antiguidade; Moisés, que instituiu a Lei (lei Mosaica); Jesus Cristo (Dispensação do Meridiano dos Tempos); e mais duas dispensações nas Américas, uma entre o povo Nefita e outra entre os Jareditas. Depois de Cristo veio a Grande Apostasia (ou Apostasia Universal), encerrada no Século XIX, com Joseph Smith, inicando a Dispensação da Plenitude dos Tempos, ou os Últimos Dias, que precedem a Segunda Vinda e o Milênio.

Dispensacionalismo na Ficção

O dispensacionalismo é o fundamento teológico da série de ficção Deixados Para Trás, que vendeu mais de cinquenta milhões de exemplares de livros e foi transposta para várias línguas e outras mídias, inclusive três filmes.

Das sete dispensações, cinco já foram concluídas: inocência consciência, governo humano, patriarcal e lei, e estamos vivendo a dispensação da graça que dará lugar a milenial. O que é necessário percebermos é que Deus tendo dividido a história da humanidade em dispensações deu para cada uma delas um propósito ou missão e todas elas deveriam ter um inicio e um fim, portanto esta era atual, ou este período de tempo chamado graça em que vivemos terá um fim, o que marcará este fim? Dois grandes eventos marcarão o fim, o arrebatamento da igreja e a volta visível de Jesus para inaugurar o milênio.


Última edição por Eduardo em Sab 02 Out 2010, 2:31 pm, editado 2 vez(es)


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O dispensacionalismo

Mensagem por eleito_17 em Sab 02 Out 2010, 2:30 pm

Eduardo,

Qual a posição escatológica que você acredita?Um amilenismo?

eleito_17
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 346
flag : Portugal
Data de inscrição : 02/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O dispensacionalismo

Mensagem por Eduardo em Sab 02 Out 2010, 2:37 pm

Eu creio que a explicação adventista do milênio é a mais coerente e lógica. Ela faz muito mais sentido e está em harmonia com João 14:1-3. Vejamos:

Quando Cristo Se manifestar nas nuvens com TODOS os Seus santos anjos (Mat. 25:35), ninguém resistirá à visão celestial. Até os crentes vivos terão que ser transformados “num abrir e fechar de olhos”, se não iriam ser consumidos, como serão os inimigos de Deus (ver 2 Tess. 2:8, Apo. 19:11-16 e 20).

Somente a aparição de um anjo levou os soldados da guarda romana ao túmulo de Cristo ficarem como mortos, imaginem TODOS os anjos do Senhor vindo na glória celestial (ver Mat. 28:1-4)!

Assim, Cristo leva os Seus para os céus, como se entende claramente por João 14:1-3, e ali ficarão mil anos dedicados à obra de juízo, examinando os livros celestiais para entenderem o porquê de tantos de seus queridos amigos e parentes não se terem salvo (e saberem por que eles próprios ali estão--ver 1 Cor. 6:2, 3).

Os ímpios permanecerão mortos sobre a Terra, e Satanás em “prisão domiciliar” por esses mil anos, meditando sobre toda a maldade e destruição que o seu Reino de trevas produziu. A prisão é circunstancial, pois sendo que não há a quem tentar, já que os não-salvos estão mortos e os remidos foram para o céu com Cristo.

No final dos mil anos é que os santos do altíssimo retornam com Cristo para a habitação perpétua deste planeta renovado, e aí os ímpios ressuscitam, com o que Satanás deixa a sua “prisão” e volta a tentá-los. E a última ação satânica será conduzir todos esses ímpios numa inútil tentativa de dominar a cidade santa, que desce dos céus. Só que essa imensa multidão de perdidos enfrentará é o fogo eterno que os destrói na “segunda morte” (Apoc. 20:9ss).

Daí, lembrando que não há divisão em capítulos e versículos no original bíblico, o relato prossegue com João dizendo que viu “novos céus e uma nova terra . . . e o mar já não existe [nem o lago de fogo]” (Apoc. 21:1).

O lago de fogo desaparece de cena após cumprir sua obra de “segunda morte” (Apo. 20:14). Não está escrito em parte alguma que salta de sobre a superfície da Terra para prosseguir queimando noutra parte do universo.

Sem falar na dificuldade adicional de que os que ressuscitam, sem serem salvos, recebem seu corpos NÃO CORRUPTÍVEIS (só os remidos terão corpos incorruptíveis--Filp. 3:20, 21 e 1 Cor. 15:35-55). Assim, fica no ar a questão: como é que podem ficar queimando eternamente nesse fogo em corpos que NÃO SÃO REFRATÁRIOS a tal fogo? E Paulo e Pedro falam claramente da DESTRUIÇÃO DOS HOMENS ÍMPIOS (1 Tess. 1:7-10 e 2a. Pedro 3:6-10). Aliás, onde é que ficam queimando, sendo que o lago de fogo sai de cena?!

E onde já se viu um ato de destruição que nunca se completa? A própria palavra “destruição” indica algo que se completa definitivamente. E isso está em perfeita harmonia com todo o teor do ensino bíblico sobre o aniquilamento total dos ímpios (Sal. 37:20; 68:2; 92:7; Ezeq. 28:14-18; Malaq. 4:1-3).


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O dispensacionalismo

Mensagem por eleito_17 em Sab 02 Out 2010, 2:49 pm

Portanto não é bem um dispensacionalismo?Ou você crê na divisão da história em dispensações?

eleito_17
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 346
flag : Portugal
Data de inscrição : 02/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O dispensacionalismo

Mensagem por Eduardo em Sab 02 Out 2010, 9:07 pm

eleito_17 escreveu:Ou você crê na divisão da história em dispensações?
Não, definitivamente não creio na divisão da história em dispensações.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O dispensacionalismo

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:29 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum