.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
57 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 55 Visitantes :: 2 Motores de busca

Khwey, luisfoletto

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Ainda "Avatar"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ainda "Avatar"

Mensagem por Fabrício_Luz em Qua 23 Jun 2010, 4:32 pm

Antes tarde do que nunca. Sabendo que o assunto já não é tão atual, mas que os efeitos da agenda oculta do filme são duradouros, entendo que ainda é pertinente refletir sobre “Avatar”, o visualmente fantástico filme eco-pagão de fantasia científica de James Cameron.



Avatar é considerado um candidato a clássico do cinema, senão pela história, pelo menos pelos efeitos visuais inovadores. Comercialmente seu sucesso é um fato, pois nas semanas iniciais de exibição já havia batido todos os recordes de arrecadação (ajudou o fato de o ingresso ser mais caro que os filmes comuns em duas dimensões).


“Avatar” usou recursos inéditos no cinema, dentre os quais está a técnica onde são inseridas expressões humanas em criaturas virtuais, captadas com o uso de milhares de sensores aplicados em atores reais, numa perfeita sintonia entre a arte e a tecnologia. O resultado é uma viagem para um mundo extraordinário em três dimensões. Nesta tempestade de cores e imagens, o recurso da impressão visual de profundidade foi apenas coadjuvante na fantástica visão do planeta distante imaginado por Cameron. Foram quatro anos de trabalho para materializar uma idéia que o diretor já tinha há 11 anos. Quanto aos efeitos de projeção, não há descrição que possa substituir a experiência de assistir ao filme em uma sala 3D. Então, paro por aqui.


Já quanto ao enredo, é sim possível tergiversar sem estragar a diversão de ninguém. O gênero é ficção científica, somos transportados para o ano de 2154, num mundo onde nós, os terráqueos nos aventuramos no espaço e (surpresa), somos os invasores de uma lua de Saturno chamada Pandora. Neste distante mundo dedicamo-nos basicamente à fazer o que já fazemos na Terra: explorar recursos naturais à exaustão. No caso, o que atrai a corporação norte americana é um minério raro, escondido sob uma luxuriante floresta alienígena.


Como seria uma natureza extraterrestre? Existiriam plantas fosforescentes, árvores gigantescas, cores esfuziantes e animais bizarros? Pois estão todos lá em Pandora, onde uma natureza hiper fértil explode nas mais variadas formas de vida animal e vegetal. Vendo e ouvindo essa exuberante floresta, nos sentimos como aqueles primeiros europeus que exploraram a natureza das Américas ou da África: extasiados. Mas, voltando ao enredo: é lógico que os humanos exploradores não estão preocupados com o meio ambiente extraterrestre. A corporação que explora os minérios é composta de milhares de trabalhadores, um exército particular de “seguranças”, uns burocratas de clichê e de poucas dezenas de cientistas - (os burocratas são tapados, os soldados são maus e os cientistas são bonzinhos). Os cientistas são encarregados de fazer o “link” entre a exploração e a população local, pois Pandora é habitada por seres humanóides inteligentes, chamados de povo Na’vi.


Os ETs são indivíduos de pele azul, com uns três metros de altura, que apresentam o mesmo dimorfismo sexual dos humanos e que se organizam em tribos e clãs. São algo como que indígenas caçadores, que habitam em árvores gigantescas e tem um código moral baseado nas relações com a natureza. Estes seres me pareceram inspirados em algumas etnias de indígenas (da Terra mesmo, por óbvio), algo como uma combinação entre os massais africanos; cherokees e moicanos norte-americanos e os aborígenes australianos. No filme, a raça resiste como pode aos “homens do céu” (nós, terráqueos), usando flechas envenenadas contra as imensas máquinas de mineração.


Para fugir da superficialidade de um vídeo-clip psicodélico seria preciso dar a aparência de “filosofia” (nada sério, afinal just a business), então o filme oferece o de sempre: aventura, heroísmo, vilania, idealismo, ambição, violência, dramas de consciência, relacionamento impossível em amor romântico, mediocridade, violência e clichês eco- paranóicos.


Até aí, o enredo não difere muito dos tantos encontrados, por exemplo, em “games” eletrônicos ou em livros e filmes de ficção científica popular. Mas um aspirante a clássico precisa adentrar em temas mais, digamos, “profundos” e Cameron quis difundir sua peculiar visão da espiritualidade. Sim, espiritualidade, e aí começam os maiores equívocos de “Avatar”, (ou os maiores acertos, sob a ótica “cameroniana”).


Antes tivesse o Sr. Cameron se restringido a contar uma história de ficção científica num cenário espetacular, tangenciando no nível mediano questões filosóficas (como o fazem sucessos de literatura infanto-juvenil como “O Senhor dos Anéis”, ou clássicos do gênero como “Guerra nas Estrelas). O filme não perderia em conteúdo e já teria garantido seu lugar na História do cinema comercial. Mas não, infelizmente Cameron deu o passo em direção ao transcendental onde até então só se falava em fantasia científica e crítica social disfarçada.


Tratada como uma coadjuvante, a espiritualidade “avatariana” é de um simplismo cruel, dimensionada para agradar tanto os Arautos do Acaso (ateus), quanto os Místicos Sem Deus (espiritualistas, ocultistas, panteístas etc). A espiritualidade-materialista de Pandora não é como a de Stanley Kubrik, no clássico “2001 Uma Odisséia no Espaço”. Neste, o transcendental (ou a falta dele, sei lá), está sugerida nos silêncios e nas músicas e ainda referenciada numa estranha construção alienígena que acompanha os homens-macacos em sua “evolução” da bestialidade à era espacial.


Na verdade, Avatar segue pelos caminhos ecumênico-eco-pagãos do Movimento Nova Era. O próprio termo “avatar” foi emprestado do hinduísmo e do misticismo pós-moderno pela linguagem da internet, onde passou a designar algo como uma personalidade paralela, uma figura que representa o operador real no universo virtual da rede de computadores. Assim o termo tem dupla conotação no filme, pois ao mesmo tempo em que o protagonista tem um, digamos, “corpo paralelo”, também podemos vê-lo se adequando à noção mística de “avatar” que é algo como um mestre espiritual designado a agir em determinada era.


Até aqui são meras referências à ideologias místicas “da moda”, comuns quando se deseja dar um caráter mais metafísico a histórias comuns. Mas em dado momento, o místico se torna um dos personagens principais, interferindo no desenrolar da trama.



Há em Pandora uma força superior que os cientistas terráqueos chamam de “rede biodinâmica” e que os nativos Na’vi materializam numa “árvore sagrada”, onde à sua volta se realizam rituais de canalização e comunicação com os antepassados mortos. Algo como “culto à mãe natureza” conduzido por um Xamã (feiticeiro). Os ETs gigantes se mostram ligados espiritualmente ao planeta em que vivem, sem maldade inata, como o “bom selvagem” de Rousseau.
O planeta, aliás, é uma grande entidade espiritual (“Eya” a mãe do planeta) com personalidade própria, interferindo diretamente em suas sub-partes (animais, plantas e seres inteligentes). Esta é uma idéia condizente com a chamada Hipótese Gaia, um tipo de neo-panteísmo defendido por algumas correntes místicas, profetas da destruição ambiental e até por alguns cientistas e céticos, que prega resumidamente, que “deus é tudo e tudo é deus”, sendo o planeta um indivíduo vivo, e nós, só uma parte dele.

Convenhamos que seria pouco razoável esperar que a espiritualidade embutida no filme tivesse matriz cristã. Afinal, cristianismo puro nunca foi um sucesso de público no cinema hollywoodiano (com raras e abençoadas exceções). Sempre os produtores dançaram em volta da fogueira da neutralidade e do senso comum/ecumênico.


Para o cristianismo bíblico não há meio termo e a visão metafísica pregada mostra nítida matriz anti-cristã, pois quando se prega outra resposta que não Jesus Cristo à Grande Questão (quem somos, de onde viemos, para onde vamos após a morte ?), se está semeando o erro, o desvio e a mentira.


Notícias dão conta que o Sr. Cameron é um entusiasta do Movimento Nova Era. Creio que as inserções condizentes com este movimento não estão no filme só porque correspondem a uma espécie de consenso pós-moderno: o homem faz parte da natureza e essa é a única coisa parecida com espiritualidade que pode ser aceita sem reservas. Creio que estamos, mais uma vez, diante de uma grande e pouco sutil doutrinação. Pandora não é cristã e lá há árvores sagradas, vozes dos antepassados e “vida emprestada”. A juventude está sendo apresentada à crença panteísta da Nova Era, onde não há Deus.


Exatamente o inverso do que diz a crença cristã evangélica, para a qual a Criação tem o homem como ápice e, após a Queda, todos somos irremediavelmente alheios à perfeição e errados de origem, sendo que o único caminho para a Redenção é aquele proporcionado pelo próprio Criador, restaurando a perfeição do Amor pelo Senhor Jesus Cristo.


Mas o Evangelho de Cristo, mesmo sem estar nas salas de cinema 3D, continua sua marcha triunfal através da História.

mais em
www.leituraemz.blogspot.com

Fabrício_Luz
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 45
Localização : Curitiba
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/06/2010

http://www.leituraemz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por oliveira leite em Qua 23 Jun 2010, 6:12 pm

Mas o Evangelho de Cristo, mesmo sem estar nas salas de cinema 3D, continua sua marcha triunfal através da História.

por falar em 3D

Maradona diz que devemos comprar um oculos 3D
para ver a façanha dele caso a argentina ganhe a copa
será que o homem endoidou?

agora filme demoniaco
em todos os canais
até nos que se dizem evangelicos

sem essa de filme
vamos para a Biblia

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Khwey em Qua 23 Jun 2010, 10:37 pm

A conclusão para tudo isto é que este filme "Avatar" é um filme demoníaco que deve ser evitado?

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16974
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Fish em Qua 23 Jun 2010, 11:42 pm

Concordo em gênero, número e graó.

Avatar faz parte da concepção e da "mentalidade" do movimento de Nova Era sim, eu também já tinha analisado umas correlações entre o filme e as crenças neo pagãs. Na verdade, Avatar é uma versão redefinida de "Pocahontas", onde os índios, ao invés de serem de uma continente distante, são de otro planeta: Pandora, que segundo a mitologia grega foi o nome da mulher que abriu a caixa de onde sairam todos os males da humanidade. Os europeus viraram humanos espaciais, John Smith, o mediador entre índios e europeus se tornou o mediador entre humanos e aliens. Como Pocahontas era originalmente um filme da Disney, que tem claras tendências ocultistas, não era de se esperar que a sua readaptação fosse sair isenta.

Num to dizendo que ninguém mais deve ver esse filme, até porque eu mesmo ví e analisei ele posteriormente. Mas com certeza pelo menos digo que devemos ficar mais atentos com os valores que vão sendo sutilmente passados a nós nesses filmes. As vezes ficamos tão fascinados com as cores, musicas e ações rápidas desses filmes que acabamos "engolindo" muitas de suas ideologias inerentes para "consociar" contrastes com as nossas crenças. O mais importante não é necessariamente deixar de ver esses filmes, mas sim "vigiar e orar" para não escorregar nas suas enganações.

Fish
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 470
flag : Brasil
Data de inscrição : 13/09/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Fabrício_Luz em Qui 24 Jun 2010, 10:51 am

Claro que devemos assistir, afinal o espetáculo visual é bom e como avaliar sem ver? Mas com senso crítico suficiente para enxergar a agenda oculta por trás do entretenimento: PAGANISMO NEW AGE anti-cristão.

Fabrício_Luz
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 45
Localização : Curitiba
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/06/2010

http://www.leituraemz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Josoco em Sab 26 Jun 2010, 10:59 pm

Para mim o filme avatar é uma ficção como muitas outras que existe e foi feito para divertir e é claro os produtores ficarem ricos.

Josoco
Banido

Número de Mensagens : 1930
Idade : 63
Localização : Brasil
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Marilyn Manson em Seg 28 Jun 2010, 12:33 pm

Fabrício_Luz escreveu:Claro que devemos assistir, afinal o espetáculo visual é bom e como avaliar sem ver? Mas com senso crítico suficiente para enxergar a agenda oculta por trás do entretenimento: PAGANISMO NEW AGE anti-cristão.

Estranho, tão radical,e ultilizando a internet, claro, a parte que te convém como sempre, pode.....

Marilyn Manson
¹
¹

Número de Mensagens : 304
Idade : 30
flag : Brasil
Data de inscrição : 29/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Fabrício_Luz em Ter 29 Jun 2010, 11:02 am

O Sr. "Manson" (eita !!) confunde as coisas. Quem disse que o cristão tem que se isolar do mundo ? Conveniente é a sua (dele) concepção simplista (voluntária ou não).

Fabrício_Luz
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 45
Localização : Curitiba
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/06/2010

http://www.leituraemz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Marilyn Manson em Ter 29 Jun 2010, 11:52 am

Fabrício_Luz escreveu:O Sr. "Manson" (eita !!) confunde as coisas. Quem disse que o cristão tem que se isolar do mundo ? Conveniente é a sua (dele) concepção simplista (voluntária ou não).

Se vc soubesse ler e interpretar, entenderia que não generalizei nenhum cristão e dei rumo certo ao burro, como vc não sabe ler e interpretar, logo pensa que por é ser cristão que recebeu a crítica que recebeu, e seguiu o burro pro lado errado.

Marilyn Manson
¹
¹

Número de Mensagens : 304
Idade : 30
flag : Brasil
Data de inscrição : 29/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por lordakner em Ter 29 Jun 2010, 12:01 pm

Khwey escreveu:A conclusão para tudo isto é que este filme "Avatar" é um filme demoníaco que deve ser evitado?
Parece que sim. oh my

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Marilyn Manson em Ter 29 Jun 2010, 12:36 pm

lordakner escreveu:
Khwey escreveu:A conclusão para tudo isto é que este filme "Avatar" é um filme demoníaco que deve ser evitado?
Parece que sim. oh my

Bom, segundo alguns cristãos, os teletubbies eram "altamente" demoniacos, então....

Marilyn Manson
¹
¹

Número de Mensagens : 304
Idade : 30
flag : Brasil
Data de inscrição : 29/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Fabrício_Luz em Ter 29 Jun 2010, 1:50 pm

O demonio é o deus deste mundo.
Ignore isso ou acorde.
Aliás, de que lado vc está ?
vc está satisfeito com sua opção ?

Fabrício_Luz
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 45
Localização : Curitiba
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/06/2010

http://www.leituraemz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Marilyn Manson em Qua 30 Jun 2010, 5:03 am

Fabrício_Luz escreveu:O demonio é o deus deste mundo.
Ignore isso ou acorde.
Aliás, de que lado vc está ?
vc está satisfeito com sua opção ?

Como assim de que lado eu estou, não é óbvio???

Marilyn Manson
¹
¹

Número de Mensagens : 304
Idade : 30
flag : Brasil
Data de inscrição : 29/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Fabrício_Luz em Qua 30 Jun 2010, 11:30 am

O seu lado é óbvio. Vc serve ao deus deste mundo.

Quanto a "saber ler", ainda estou aprendendo, é verdade.
Mas, quando alguém relaciona "radicalismo" contra ocultismo new age, com o uso da Internet, apontando um imaginário paradoxo, não sei se o burro seguido está tão errado não....

Fabrício_Luz
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 45
Localização : Curitiba
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/06/2010

http://www.leituraemz.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Marilyn Manson em Qua 30 Jun 2010, 11:50 am

Fabrício_Luz escreveu:O seu lado é óbvio. Vc serve ao deus deste mundo.

Quanto a "saber ler", ainda estou aprendendo, é verdade.
Mas, quando alguém relaciona "radicalismo" contra ocultismo new age, com o uso da Internet, apontando um imaginário paradoxo, não sei se o burro seguido está tão errado não....

Tudo se resume a free will meu caro, o que conta na verdade é free will pra certos aspectos, pra outrso nem tanto, a internet é bem mais new age que o filme avatar com certeza, se vc escolher ir por esse caminho de encontrar sinificado pra tudo.

Marilyn Manson
¹
¹

Número de Mensagens : 304
Idade : 30
flag : Brasil
Data de inscrição : 29/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ainda "Avatar"

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:07 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum