.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
90 usuários online :: 4 usuários cadastrados, 1 Invisível e 85 Visitantes :: 2 Motores de busca

irmão, Jarbas, Khwey, Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez - 17:49
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Os membros mais ativos do mês
Rafael Mori
 
irmão
 
Khwey
 
Ed
 
Burke
 
Lit San Ares
 


A IGREJA DE LAODICÉIA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

15032010

Mensagem 

A IGREJA DE LAODICÉIA






Laodicéia era uma cidade rica e florescente do Império Romano, na Ásia Menor, situada ao Sudoeste de Filadélfia, nas proximidades da cidade de Colossos, cujos nomes anteriores foram Dióspolis e Rheos. Uma das significações do nome Laodicéia, é democracia, nome que lhe teria sido dado em homenagem à esposa do rei sírio Antíoco II. Laodicéia foi destruída, pela segunda vez, em 1402 d.C., pelas hordas de Timur-Lenk.

Laodicéia tinha uma igreja cristã e Jesus Cristo, no Livro de Apocalipse 3:14-20, lhe envia uma carta como segue:

“E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”.

A Igreja de Laodicéia pode ser comparada à maioria das igrejas das várias denominações modernas. Cada igreja evangélica, nos dias de hoje, possui uma ou muitas características de Laodicéia. Ela usa o nome do Senhor Jesus para se tornar respeitável, porém não O deixa entrar em suas reuniões. Lá dentro, há quase sempre reuniões sociais, nas quais podemos ver e ouvir:

* Corinhos heréticos ao som do rock, cantados, com tremendos erros de métrica, rima, e gramática, enquanto os crentes rebolam, na maior euforia, batendo palmas, exatamente como se costuma fazer nos shows mundanos. Sem falar naqueles que começam a enrolar a língua, bolam de rir, caem para trás, andam de quatro, tiram a roupa e têm o “vômito” do Espírito Santo.

*Declamações rápidas de alguns trechos bíblicos são feitas pelo pregador e a congregação... Mas ninguém atenta para a significação dos mesmos, os quais, na maioria das vezes, são retirados do Velho Testamento, como se todos os crentes fossem judeus. (Isto tem acontecido até na igreja que eu frequento).

*Mensagens teóricas, embasadas na psicologia “cristã”, compiladas dos best-sellers “evangélicos” americanos traduzidos no país, sendo os preferidos das igrejas, que almejam se tornar “espiritualizadas” e, também, ricas...

As passagens do VT são apresentadas e explanadas pelo pregador, com a preocupação de agradar às ovelhas e convencê-las da necessidade de maior colaboração financeira, pois as boas obras estão implícitas nas passagens escolhidas. Quase não se fala de pecado, inferno e santidade de vida, porque os membros não gostam! Dentro da igreja é preciso haver gente que se divirta e ainda busque os amigos de fora para virem também se divertir. (Rick Warren ensina tudo isto direitinho e bem “a propósito”).

Dentro da Igreja, muitas vezes, reina o maiorcalor humano, assim como uma completa mornidão espiritual. Laodicéia imagina-serica e abastada. Foi construída dentro de um terreno magnífico, possui um templo imponente, bem decorado com móveis caros e cortinas de cetim. Vitrais coloridos brilham sobre as janelas prateadas. Seus pastores (gordos, flácidos e bem remunerados) pensam o seguinte, enquanto olham tanto luxo: “O Senhor Jesus merece o melhor. Eu também acho que mereço um carro do ano!”.

Jesus conhece as obras desta igreja, que não é quente nem fria, mas completamente morna. Ela não deseja adquirir o ouro provado no fogo, ou seja, conhecer o verdadeiro sentido de sua existência, que é salvar e edificar vidas, através da pregação do verdadeiro evangelho, dentro e fora da Igreja. Sua nudez é evidente em matéria de santidade; mas, mesmo assim, ela não tenta se vestir com roupas brancas, adotando uma vida de pureza, alicerçada na verdadeira conversão ao Senhor Jesus Cristo, crescendo na graça e no conhecimento do Senhor, pelo estudo diário de Sua Palavra. Ela dispensa o colírio de ervas medicinais do Espírito Santo, para limpar a poeira que a impede de contemplar a beleza do Senhor. E demos graças a Deus que ela não tenha sido fundada na fraqueza humana da lasquinha de pedra chamada Pedro, mas na Rocha eterna e perfeita, que é Jesus Cristo; e ainda tenha a possibilidade de se recuperar, quando o pastor da mesma se converter!

Quase todos nós pertencemos a esta igreja. Queremos democracia total dentro de nossa denominação. Exigimos um pastor jovem, culto, simpático, elegante, e muito compreensivo. Principalmente um que não repreenda os jovens, quando eles se agarram durante o culto. Nem os adultos, quando jogam na Sena e na Loto. Que ele feche os olhos quando faltamos à Escola Dominical, para dormir um pouco mais, ou ir à praia, numa linda manhã de sol. Que não se incomode, quando deixamos de ir às reuniões semanais, para ficar em casa assistindo à novela da Globo.

O pastor desta igreja nunca deve pregar sobre Romanos 6:23, dizendo que “o salário do pecado é a morte”. Que ele não exija dos membros santidade de vida e separação do mundo. Mais importante é buscar a “espiritualidade” dos místicos medievais da Igreja de Roma, pois estes, sim, eram realmente santos! Mesmo porque os filhos adolescentes do pastor são tão legais! Eles têm uma bela coleção de CD’s de rock, estudam em colégios jesuítas, que são os mais caros e melhores! Os garotos usam camisetas com desenhos ocultistas tipo Walt Disney. As gatinhas usam minissaias digitais. A esposa do pastor anda na última moda e até gosta de mostrar os belos joelhos morenos!

O pregador pode até simpatizar com a doutrina da Prosperidade, pois todos nós desejamos ser ricos e felizes! Todos nós almejamos, como os mórmons, ser pequenos deuses e devemos repetir sempre coisas positivas, porque “as palavras têm poder!” Doutrina ortodoxa? Sem essa! Agora quem manda é o AMOR ! O Apóstolo João diz que “Deus é amor”... Então o AMOR é quem manda!

Sua igreja combina com este perfil? Então, caia fora e procure outra menos “laodiceiana”. .. Porque até Jesus pode se cansar e dar um basta nesta igreja insulsa, e mandar um bom terremoto para transformá-la em ruínas!



Mary Schultze, atualizado em março, 2010.

www.maryschultze. com


Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres Joa 8:36    *****    FGBB ***** 2362 dias a serviço do evangelho

Homini
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens: 693
Localização: Americas
flag: Brasil
Data de inscrição: 17/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum