.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» As pérolas do ENEM e de Vestibulares
Hoje à(s) 12:00 am por EVANGELISTA/RJ/MSN

» Noticiário Escatológico
Sab 21 Out 2017, 8:57 pm por Jarbas

» EU APOIO O BOLSONARO, E VOCÊ ?
Sab 21 Out 2017, 5:54 pm por Jarbas

» Porque a Bíblia não relata sobre os dinossauros?
Sab 21 Out 2017, 8:58 am por Cartman

» Consequências da Reeleição
Qui 19 Out 2017, 6:08 pm por EVANGELISTA/RJ/MSN

» Coisas nas quais não acredito mais
Qua 18 Out 2017, 7:50 pm por Ab82

» Por que o uso do termo “ESQUERDOPATA” é inadequado?
Sab 14 Out 2017, 10:41 am por gusto

» Uruguai é modelo de respeito aos direitos trabalhistas, revela estudo,
Sab 14 Out 2017, 10:39 am por gusto

» Como classificar este forum?
Sab 14 Out 2017, 10:37 am por gusto

Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10


Cristo e A Transcendência Humana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

farol Cristo e A Transcendência Humana

Mensagem por Luís em Sab 13 Mar 2010, 3:50 pm

A Transcendência Humana e a Sociedade Perfeita.
Rodolfo Plata Lopes

Pitágoras, ao dar-se conta de que as narrações sagradas eram uma mitologia produto da fantasia humana, a fim de explicar as os prodígios humanos (acontecimentos extraordinários), naturais e cósmicos, concluiu que o homem é a medida de todas as coisas, anulando o culto aos deuses do Olimpo, e ao deus desconhecido.

Lucrécio, em sua obra “A natureza das Coisas” (Nature Rarun), seguindo-se à Epicuro, lutou contra a superstição e a alienação que promove a religião organizada, para submeter os crentes mediante a manipulação e o medo ao sofrimento, a morte e o castigo eterno. Propôs a observação e investigação dos fenômenos humanos, naturais e cósmicos, a fim de anular a crença de que os deuses eram os causadores das catástrofes e regedores do destino dos homens.

A Epístola apócrifa das Maravilhas de Felipe mostra o cristianismo como continuação da educação nos valores que persegue alcançar a Paidéia grega, promovida pelos sábios alexandrinos que foram os primeiros em tomar conhecimento do movimento secular cristão quando alguns gregos se entrevistaram com Cristo (Jn XII, 20 aos 24).

Estes foram convocados a comprovar a veracidade da teoria aristotélica, ao abordar o problema da ‘alma truncada’, a qual sustenta que o homem pode transcender à suas próprias limitações se praticar metodicamente as virtudes opostas à seus defeitos, até alcançar a super-humanidade (lembra Niestzche?).

Posteriormente enviaram o médico Lucas para dar testemunho escrito dos feitos, vida, exemplo e ensino de Cristo, a fim de comprovar na pessoa de Cristo, que é certa a teoria da transcendência humana e as potencialidades espirituais inerentes à esta.

A partir de então, os povos helênicos, tomando a Cristo como exemplo do que é a transcendência humana, seguiram-no não como Deus, senão como homem, a fim de alcançar a transcendência humana e a sociedade perfeita; por istolutaram por helenizar*** o cristianismo a fim de estruturar a fé de acordo com à razão, o que resultou num choque cultural, diante da oposição radical e intransigente dos príncipes da sinagoga que tentavam evitar que se helenizasse o cristianismo para mantê-lo sujeito à sinagoga.

São Paulo (Saulo) foi um Cavalo da Tróia enviado pelo tribunal judeu para infiltrar-se no movimento cristão, judaizá-lo e mantê-lo sujeito aos interesses judeus. Depois do calcanhar de Aquiles da doutrina da Igreja seguiu-se o profetismo judeu e o fideísmo** bíblico.

Separando a fé da razão, cuja união inseparável Cristo tinha revelado metaforicamente ao cego de nascimento (Jn IX, 39), provocando nos povos cristãos a estupidez generalizada e a coroação do obscurantismo, ao esquecer as raízes helenistas de nossa cultura; o qual converteu as igrejas em sinagogas, os sacerdotes em rabinos, os cristãos em servos do governo mundial judeu, e o cristianismo judaico em religião-sucata.

Assim, o movimento cristão deixou de ser laico (não religioso) e de perseguir os fins últimos da educação na Paideía; e por isto, não alcançamos a sociedade perfeita nem a transcendência humana.

Fonte

* Paidéia: segundo Werner Jaeger, era o "processo de educação em sua forma verdadeira, a forma natural e genuinamente humana" na Grécia antiga.

** fideísmo: Doutrina segundo a qual as verdades metafísicas, morais e religiosas são acessíveis apenas mediante a
fé, e não mediante a razão
.

*** helenismo: Conjunto das idéias e costumes da Grécia antiga.


"A razão de eu jamais haver visto teu deus é que ele está na tua imaginação."
avatar
Luís
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4099
flag : Canada
Data de inscrição : 08/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum