.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
Quem está conectado
70 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 69 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

cuidado com o lugar que vai expressar gíria

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

cuidado com o lugar que vai expressar gíria

Mensagem por EVANGELISTA/RJ/MSN em Qua 10 Mar 2010, 1:37 pm




Pendurado em poste






A
polícia investiga se o corpo encontrado ontem pendurado em um poste,
com as mãos amarradas e muito machucado, em Madureira, pode ser mais
uma vítima do tráfico do Morro São José da Pedra. Negro, com idade
estimada em 30 anos, ele foi localizado com uma corda ao pescoço na Rua
Iguassú, próximo à favela.


De acordo com policiais
da 29ª DP (Madureira), que investigam a quadrilha, pelo menos seis
pessoas já foram mortas por traficantes locais desde novembro do ano
passado, todas com algum tipo de envolvimento com o tráfico, e a
maioria com requintes de crueldade. Este caso, no entanto, será
investigado pela Divisão de Homicídios (DH).


A
crueldade dos traficantes do Morro São José da Pedra e de outras
favelas da região, também dominadas pela facção Terceiro Comando Puro
(TCP), pode ser acionada por uma simples 'senha': 'É nóis!'. Usada por
traficantes da facção rival Comando Vermelho (CV), a expressão é
repudiada pelos criminosos do TCP
. Casos de agressões a usuários de
drogas que simplesmente pronunciaram a gíria são comuns, segundo a
polícia.


O mais recente aconteceu segunda-feira,
na pequena comunidade da Fazendinha, uma espécie de anexo da favela da
Serrinha, também em Madureira e dominada pelo TCP. Dois homens foram
espancados e baleados por traficantes por terem dito o termo 'É nóis!'

e, em seguida, se identificarem como moradores da Vila Cruzeiro, na
Penha, reduto do CV. Eles apanharam e levaram tiros nas nádegas e
pernas e foram levados ao Hospital Salgado Filho, no Méier.
Investigação
da 29ª DP indica que as mortes do São José da Pedra dependem do aval de
André Wilson Moura, de 29 anos, o André Cavalo, chefe do tráfico no
local. Ele já tem passagens na polícia por homicídio e tráfico. Já
Nílson de Oliveira Augusto, de 38 anos, o Chuchu é apontado como seu
braço direito.


fonte: http://meiahora.terra.com.br/blog/plantao_policia/

EVANGELISTA/RJ/MSN
administrador
administrador

Número de Mensagens : 6002
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum