.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Últimos assuntos
» O Jesus diferente do Espiritismo
Ontem à(s) 7:39 pm por David de Oliveira

» Renan é afastado da presidência do Senado após tornar-se réu por peculato
Ontem à(s) 6:53 pm por David de Oliveira

» Oportunidades de emprego
Ontem à(s) 3:55 pm por Christiano

» Noticiário Escatológico
Ontem à(s) 3:33 pm por Jarbas

» Absurdário Escatológico
Ontem à(s) 9:56 am por Ed

» Olá...
Sex 09 Dez 2016, 10:25 pm por Ed

» Qual a verdadeira intenção dos organizadores das manifestações?
Sex 09 Dez 2016, 7:40 pm por Lit San Ares

» Meditações da Bíblia
Sex 09 Dez 2016, 4:59 pm por Discipulah

» Só há um jeito do Lula perder a próxima eleição!
Sex 09 Dez 2016, 7:36 am por gusto

Quem está conectado
27 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 27 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

A História da "Hóstia"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A História da "Hóstia"

Mensagem por Homini em Sab 16 Jan 2010, 6:56 pm

A História da "Hóstia"



Tratando do SACRÍFICIO INCRUENTO de hóstias, em sua polêmica com o DR. Carlos de Laet, registrou o REV. Álvaro Reis: " Epiphanio afirma que a prática de fazer HÓSTIAS principiou entre as mulheres da Arábia, no quarto século, justamente em culto idólatra tributado a virgem Maria, também chamada Rainha do Céu! Prática condenada por este ilustre ministro da Igreja como sacrilegamente herética e abominável.

"O sr doutor Carlos Laet deve saber, naturalmente, quanta importância a igreja romana liga a forma da HÓSTIA, ou TORTA, que deve ser BEM REDONDA. Pois bem, no Egito, assevera Hislop, a quem estou seguindo neste estudo do mimetismo católico, encontra-se em todos os altares a DELGADA E REDONDA HÓSTIA.


No culto egípcio quase toda letra e número tem um significado simbólico. O "disco bem redondo", tão frequente nos emblemas sagrados, simboliza o SOL. Pois bem, quando OSÍRIS - O DEUS SOL - tomou a forma humana, nasceu, não foi afim, meramente, de oferecer a sua vida como sacrifício, mas para que se tornasse vida e alimento das almas dos homens.





"É admitido universalmente que ÍSIS era o tipo original da DEUSA CERES.CERES, porém era adorada não só como a "descobridora" do "trigo", mas também "Mãe do Trigo".O seu grande deus era representado sob a forma de "trigo". Este caído da graça de CERES , em seu terror , resolveu tomar a forma de uma ave, e remontou ao espaço. A " Senhora" (como era conhecida), porém, tomando a forma de gavião, o perseguiu. Na sua preciptação, descobrindo o deus num monte de "trigo", nele se escondeu, tomando a forma de um grão desse cereal. A deusa, por sua vez, se transformou em uma galinha negra, alta e de grande crista.E, esgravatando o dito monte de trigo, destacando aquele grão divino o engoliu. Nove meses depois, a deusa dava a luz uma criatura tão bela que resolveu não destruir."

Aí temos, pois, o "trigo" transubstanciado no "filho" da Deusa CERES, a "Senhora", a Rainha do Céu.
"A VIRGEM CERES era porém, representada com "uma espiga de trigo" na mão, que correspondia a deusa e seu filho; como no Egito, a Ísis e Osíres; na Índia, Isa e Isvra; na Ásia, Cibele e DIonísio; em Roma, Fortuna e Júpter,e como na Grécia, na China e no Japão, onde os missíonarios jesuitas ficaram maravilhados de que " A Senhora e seu filho" eram adorados como na igreja papal!

Prosseguindo ainda o Rev Álvaro Reis:
"O Filho de CERES, que se encarnara no trigo, criam os egípcios, que era o DEUS SOL, : 'nenhum mortal, refere um oráculo, jamais pôde levantar o meu véu, o fruto que dei a luz, é o SOL'."

"Pois bem, além do já referido,que proclama de forma eloqüente o mimetismo que a igreja romana tem praticado do paganismo, parece que o papado teve inconscientemente o cuidado de conservar, em sua liturgia, as evidências da origem pagã do seu SACRIFÍCIO INCRUENTO, no DEUS HÓSTIA, feito de TRIGO e de forma bem REDONDA.

"Por toda parte a HÓSTIA é representaada como um SOL... Até mesmo quando apresentada na parte superior do cálix - ficando este circundado de raios luminosos como se fora um Sol! Na parte dos sacrários, lá esta ela belamente desenhada, a hóstia, em meio do resplendor de um SOL" A hóstia é colocada numa riquíssima patena de prata ou de ouro, representando um SOL! Nas procissões, um sacerdote carrega , conservando diante do rosto, a custódia de ouro brilhante que, refletindo os raios luminosos do astro do dia, parece se tornar um SOL em miniatura" Ao ver esse Sol o povo se ajoelha , adorando a HÓSTIA!

" Por ocasião das festas aos santos, a cerimônia soleníssima é a exposição do SANTÍSSIMO SACRAMENTO. Nesse momento, ao tomar a custódia de ouro, que tem a aparência do SOL, devido as luzes torna-se um esplendoroso Sol, diante do qual o povo presta adoração... Na ocasião, o véu que cobre a patena representa as trevas que envolveram o SOL!

Todos esses atos de cultos são inteiramente semelhantes aos que os pagãos praticavam, adorando ao SOL ou suas imagens de ouro nos altares de seus templos.
" E que mais? Se em Babilônia o deus Bar era chamado TRIGO, se no Egito o deus SOL era representado pela HÓSTIA de trigo, na igreja romana, em uma das orações da Litânia, o católico se dirige a HÓSTIA e diz seriamente:- Oh! TRIGO DOS ELEITOS, tem misericórdia de nós...

"Ninguém pode engolir a HÓSTIA CONSAGRADA sem estar em jejum rigoroso, nem água depois da meia noite. Pois bem, até nisso é flagrante o mimetismo: os babilônios jejuavam rigorosamente antes de seus SACRIFÍCIOS INCRUENTOS..

"Por fim, A MARCA DE FÁBRICA!!!... As HÓSTIAS trazem a marca J.H.S. que dizem os romanistas signicar: - JESUS, HOMINUM SALVADOR, ou, Jesus Salvador dos Homens. Pois bem, para o pagão egípcio esse mesmíssimo Sinal ou marca significa: - ÍSIS, HORUS, SEB, isto é: a MÃE, o FILHO e PAI DOS DEUSES!"

Fonte bibliográfica:



  • Epiphanius, Adversus Herus. Tomo I, pág. 1054).
  • Los Egípcios, Tomo V. pág 353-Wilkson.
  • Davis- Los Druidas Britânicos, págs.320, 504
  • Hislop- Las do Babylonias, pág 33
  • Busen El Egipto, Tomo I, págs, 386,387
  • Vide o Diurnal da Mocidade Cristã, pág 40
  • Reis, Álvaro, Mimetismo Católico, Rio de Janeiro, 1909, pp.277 a 281.


Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres Joa 8:36    *****    FGBB ***** 3164 dias a serviço do evangelho

Homini
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 698
Localização : Americas
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/04/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum