.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
71 usuários online :: 3 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 68 Visitantes :: 2 Motores de busca

EVANGELISTA/RJ/MSN, Khwey, Rodrigão

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Carta ao Sr Bandido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Carta ao Sr Bandido

Mensagem por Roberto Braga em Dom 10 Jan 2010, 7:08 am


Senhor Bandido.

Esse termo de senhor que estou usando é para evitar que macule sua imagem ao lhe chamar de bandido, marginal, delinquente ou outro atributo que possa ferir sua dignidade, conforme orientações de entidades de defesa dos Direitos Humanos.

Durante vinte e quatro anos de atividade policial, tenho acompanhado suas "conquistas" quanto à preservação de seus direitos, pois os cidadãos, e especialmente nós policiais, estamos atrelados às suas vitórias, ou seja, quanto mais direito você adquire, maior é nossa obrigação de lhe dar segurança e de lhe encaminhar para um julgamento justo, apesar de muitas vezes você não dar esse direito às suas vítimas.

Todavia, não cabe a mim contrariar a lei, pois me ensinaram que o Direito Penal é a ciência que protege o criminoso, assim como o Direito do Trabalho protege o trabalhador, e assim por diante.

Questiono que hoje em dia você tem mais atenção do que muitos cidadãos e policiais. Antigamente você se escondia quando avistava um carro da polícia; hoje, você atira, porque sabe que numa troca de tiros o policial sempre será irresponsável em revidar. Não existe bala perdida, pois a mesma sempre é encontrada na arma de um policial ou pelo menos a arma dele é a primeira a ser suspeita.

Sei que você é um pobre coitado. Quando encarcerado, reclama que não possuímos dependências dignas para você se ressocializar. Porém, quero que saiba que construímos mais penitenciárias do que escolas ou espaço social, ou seja, gastamos mais dinheiro para você voltar ao seio da sociedade de forma digna do que com a segurança pública para que a sociedade possa viver com dignidade.

Quando você mantém um refém, são tantas suas exigências que deixam qualquer grevista envergonhado.

Presença de advogados, imprensa, colete à prova de balas, parentes, até juízes e promotores você consegue que saiam de seus gabinetes para protegê-los. Mas se isso é seu direito, vamos respeitá-lo.

Enfim, espero que seus direitos de marginal não se ampliem, pois nossa obrigação também aumentará.
Precisamos nos proteger. Ter nossos direitos, não de lhe matar, mas sim de viver sem medo de ser um policial.


Dois colegas de vocês morreram, assim como dois de nossos policiais sucumbiram devido ao excesso de proteção aos seus direitos. Rogo para que o inquérito policial instaurado, o qual certamente será acompanhado por um membro do Ministério Público e outro da Ordem dos Advogados do Brasil, não seja encerrado com a conclusão de que houve execução, ou melhor, violação aos Direitos Humanos, afinal, vocês morreram em pleno exercício de seus direitos.
Autor:

Wilson Ronaldo Monteiro
Delegado da Polícia Civil do Pará
Enviado por: Abelardo Gomes da Silva Júnior
Assoc. dos Militares Bachareis em Direito
Diretor Presidente


Atos 17:11 porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.

Roberto Braga
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 204
Idade : 47
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta ao Sr Bandido

Mensagem por gusto em Qua 07 Set 2016, 10:14 am

""Bandido tem que morrer". Ah é?":
Vamos seguir nessa linha, então. Pode fechar essa janela quando a água começar a bater na cintura.
08 de Julho de 2015  13:20

Nessa semana um assaltante foi amarrado a um poste e espancado até a morte. Eu poderia usar “suspeito”, mas resolvi usar assaltante para simplificar a questão. O povo aplaudiu, e o povo não gosta do (politicamente) correto. No Extra, o linchamento teve aprovação de mais de 70% dos leitores. Quem repudiou o ato falou em racismo. Quem aprovou, defendeu a pena de morte e uma hipotética figura do “pai de família” ou do “cidadão de bem”.

No Brasil não há pena de morte. Muito menos determinada e executada por civis. Nesse caso não houve legítima defesa. Foi um homicídio. A lei prevê que os responsáveis sejam presos e julgados. A mesma lei que prevê pena pra quem rouba, também castiga quem mata. Não gostou? Vota em quem mude a lei. Fim.

Ah, mas ele era um assaltante. Sim, e por isso deveria ser preso e julgado.
Ah, mas ele tentou matar alguém. Preso e julgado.
Ah, mas ele iria ser solto. Não, não iria. Nossas cadeias estão superlotadas com o que? Vento? Não, estão lotadas com gente pobre, que nem ele.
Tá com pena? Leva pra casa! O mais escroto dos argumentos. Ninguém tá com pena. É só uma questão de saber o que funciona e o que não funciona. Deixar que qualquer um mate quem quiser não funciona.

A polícia brasileira está entre as mais letais do mundo. A de São Paulo é a mais violenta do País. Ela mata mais que todas as polícias dos Estados Unidos combinadas (dados da ONG Internacional Human Rights Watch, de 2009). Claro que é preciso dar um desconto. Os Estados Unidos tem uma taxa de criminalidade menor. Mas não é regra. A cidade de Detroit, por exemplo, é uma das mais violentas do planeta. A população dos EUA, no entanto, é oito vezes maior que a de São Paulo. Lá tem muito mais gente pra matar, mas ainda sim, se mata mais aqui. Apesar de a nossa polícia “matar bandido”, 19 das 50 cidades mais violentas do mundo estão no Brasil (dados da ONG Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal, do México). Nessa mesma lista, tem só duas dos EUA.

Ah, mas não pode comparar diretamente os EUA com o Brasil. Claro que não. Não é uma comparação direta. Estamos pelo menos oito vezes piores do que eles. Não é pouca coisa.

Bandido bom

Ah, mas bandido tem que morrer mesmo.

Ah é? Vamos seguir nessa linha, então.
Pode fechar essa janela quando a água começar a bater na cintura. Na minha bateu.
 
Tem algo que eu sempre repito, mas ninguém acredita. Você sabia que morre mais gente no trânsito brasileiro do que vítima de arma de fogo? Pois é. Foram 42 mil no asfalto – a grande maioria por imprudência – e 36 mil a tiro em 2010, segundo dados do Global Status Report on Road Safety e do Mapa da Violência. Tem mais “bandidos” em potencial nas ruas do que nas sombras, esperando para matar o pai de família e o cidadão de bem. Em números: é 16% mais fácil morrer no trânsito.

E você sabia que a imprudência consciente – do tipo beber e dirigir, ou passar no sinal vermelho – pode ser considerada pela justiça como “dolo eventual”, ou seja, quando se assume o risco de provocar o resultado? Na prática matar alguém nessa situação será, hipoteticamente, a mesma coisa que matar alguém com um tiro na cara. Tu liga o botão do “que se dane”. A justiça pode ver como intenção de matar.

Então, vamos começar a punir os bandidos segundo aquela nossa lógica.

Tomou uma latinha e pegou o carro? Colocou gente em risco. Morte.
Foi só uma latinha! Não interessa. Bandido tem que morrer. Vagabundo, safado. Quase 50 mil morrem por ano por culpa de gente que nem tu.
Passou no sinal vermelho? Poderia ter matado alguém. Vai pro poste.

E tem tantos outros.

E os caras que amarram o assaltante no poste? Suspeitos de tráfico. Morte. Agora assassinos. Morte duas vezes.
Sonegou imposto de renda? Ladrão. Merece uma surra, no mínimo.
Ah, mas o político... Ladrão também, que nem tu. Ele não vai roubar menos por que tu também roubou.
Furtou lembrancinha da loja? Ladrão. Safado. Merece pelo menos um tapa bem dado.

E aí? Por que é tão difícil concordar?

Porque o ladrão era um ninguém. Era uma praga que as pessoas “de bem” querem exterminar. Era o bandido bom. Era pobre, preto, favelado, chinelão. Não fazia parte da realidade. Era algo que acreditava-se que ia embora se morto, mas não. Pode matar, pode exterminar. Ele vai voltar. Porque todos os dias surgem dezenas, centenas mais. E todos os dias alguém cospe na cara deles. Nega emprego. Nega estudo, saúde, educação. Nega esgoto encanado. Não olha na cara, tenta fugir quando ele pergunta as horas. Expulsa ele do shopping. Mostra uma vida que ele não pode ter. Coisas que ele não pode comprar. Diz que seria melhor se ele tivesse morto. O excluído econômico-social tem que ser excluído novamente: ele não pode existir.

Ah, então todo pobre é ladrão? É evidente que não. Tem gente que apanha mais da vida, e tem gente que aguenta menos, mas nem por isso merece morrer. Temos um sistema de polícia, de justiça, que precisa funcionar. O fato de eles serem deficitários não significa liberar qualquer pessoa pra fazer o que acha certo.

O que fazer?

O que fazer? O que é feito em cem por cento dos países vistos como “ideais”. Muita gente fala no que Rudolph Giuliani (aí na foto) fez em Nova York nos anos 90, quando reduziu a taxa de homicídios em 65%. O prefeito estabeleceu uma política de “tolerância zero” contra a criminalidade, aprimorando e equipando a polícia. Ok. Muito bonito. Porém, junto com a implantação dessa política, investiu fortunas construindo centros de lazer para crianças e adolescentes, abrindo novas escolas e gerando empregos. Giuliani apostou na repressão policial e na redução da desigualdade social. Não demorou décadas para melhorar. Foram anos.

Atacar as consequências sempre foi errado. O problema tem uma causa e ela deve ser combatida. Os sintomas precisam ser tratados, mas só isso não resolve o problema. Espancar assaltantes não reduz, nem de perto, a criminalidade. É uma mera cortina de fumaça, uma ilusão de poder e controle, que serve só pra acalmar a massa. http://www.movirs.com.br/_conteudo/2015/07/blogs/marcelo_collar/186129-bandido-tem-que-morrer--ah-e.html


1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9977
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta ao Sr Bandido

Mensagem por gusto em Dom 11 Set 2016, 2:58 pm

"LINCHAR OU SALVAR?":
“(…) Ora, o Filho do homem não veio com o objetivo de destruir a vida dos seres humanos, mas sim para salvá-los! (…)”. Lucas 9.55b-56a

Você sabe o significado do verbo “linchar”? Segundo o dicionário Houaiss, linchar é “executar sumariamente, sem julgamento regular e por decisão coletiva criminosos ou alguém suspeito de sê-lo”.
Veja que o significado sugere uma ação sem misericórdia contra alguém tido como culpado de algum mal. A palavra pode não estar em nosso vocabulário, mas talvez não faríamos oposição a esses “justiceiros” quando claramente reconhecemos o mal no “réu”.
Em nossa perspectiva facilmente damos diferentes notas para o mal.
Para nós existe o “pecadinho” e o “pecadão”, é um senso de justiça baseado em interesses!
Mas lemos na Bíblia que o Senhor Deus não trata dessa forma. Para Ele só existe um tipo de mal e esse mal tem um só nome: Pecado. Talvez fosse melhor entendermos que nossa rebeldia contra o Senhor é sempre um “pecadão”. Saiba que sua desobediência sempre tem dimensões eternas!
O povo de Samaria não fez questão de receber Jesus Cristo e os discípulos já estavam prontos para “linchar” aquele povo! O Senhor Jesus deixa bem claro que não foi para isso que Ele veio. Aprendemos aqui que Sua disposição não se resume a acabar com o mal, mas Ele trabalha para redimir e salvar o malvado. Percebe?
Quando Jesus Cristo foi até aquela cruz, verificamos que invés de executar o “criminoso” (eu e você), Ele deu a própria vida para que tivéssemos a Oportunidade de ser reconciliados com o Pai.
Ele escolheu nos salvar!
Diante do Juiz, do Soberano e Eterno Deus, qual seria sua sentença?
Sua rebeldia contra o Senhor merece que pena?
Seu modo de vida hoje tem por base o Amor de Deus ou Seu iminente julgamento?

Pense Nisto
Ciente do nosso estado de culpa, consegue entender nossas semelhanças? “Todos” somos dignos de “linchamento”, mas invés disso conhecemos a Graça de Deus através de Jesus. Aquele que verdadeiramente conhece essa Graça exerce misericórdia sobre o seu próximo. Hoje é dia de rever seus conceitos e considerar o Amor de Deus sobre sua vida. Lembre-se que o perfeito Amor está estreitamente ligado à perfeita Justiça. Seu modo de vida no presente revela um futuro encontro com O Juiz ou com O Salvador? http://tele-fe.com/portal/171214-linchar-ou-salvar/


1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9977
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta ao Sr Bandido

Mensagem por David de Oliveira em Dom 11 Set 2016, 8:40 pm

O grande problema é que as classes policiais não sabem distinguir o marginal do homem de bem. A animosidade e o afã de "mostrar serviço" aos superiores, esquecem de fazer diferença entre os dois tratamentos e isso só nos faz temer (não é aquele marginal), muito mais as polícias do que os marginais. Bandidos não nos manda para a cadeia antes de provarmos que não somos bandidos; são os policiais que nos tratam mal e não nos dão o direito de ter direitos. 
Vejo uma falta muito grande entre os instrutores policiais em instruir melhor o policial a ser "protetor" e não abusante de autoridade. Se o guarda da rua, seja ele de trânsito ou de segurança fosse gracioso, meigo, simpático, agradável etc. para com o cidadão que paga o seu salario, não teríamos esse dois terrores de policiais e de bandidos na sociedade.
A moeda tem duas faces...
Houve avanços de direitos aos marginais sim, são pessoas e muitas delas são produtos de abusos de autoridade, tanto dos pais, professores, e de policiais. 
A classe policial não avançou por uma razão, não é benquista pela sociedade e os culpados são os doutrinamentos dos remanescentes coronéis da ditadura, onde só existia uma lei destinada aos bandidos e aos cidadãos comuns; a dos policiais. violência não se cura com violência e fogo não se apaga com gasolina.
O Brasil está longe de estar preparado para os avanços na área de segurança dos países europeus.
foto de prisão na Alemanha 

Os exemplos começam lá de cima, em Brasília. Esse é o nosso principal empecilho. Como é que um país que quer se livrar de bandido na sociedade se é governado por bandidos maiores? 
Coronéis do cone sul são impotentes e despreparados para acompanhar os avanços de muitos países na área de segurança e quem sofre são os guardinhas... 


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8183
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta ao Sr Bandido

Mensagem por gusto em Seg 12 Set 2016, 9:30 pm

"Juiz libera preso dizendo que “bandidos estão dando golpe na democracia”":

Ao expandir um alvará de soltura do camelô José Cleuto de Oliveira Almeida, o juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, da 17ª Vara da Justiça Federal em Minas Gerais, escreveu que "os bandidos deste País, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na Democracia" http://www.brasil247.com/pt/247/minas247/253129/Juiz-libera-preso-dizendo-que-%E2%80%9Cbandidos-est%C3%A3o-dando-golpe-na-democracia%E2%80%9D.htm


1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9977
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta ao Sr Bandido

Mensagem por gusto em Sab 17 Set 2016, 1:03 pm

"Polícia flagra carro de luxo a 208 km/h em rodovia do Paraná":
 
Cotidiano
17 de setembro de 2016 10:24


Polícia flagra carro de luxo a 208 km/h em rodovia do Paraná

Carro foi flagrado a 208 km/h na BR-369/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Carro foi flagrado a 208 km/h na BR-369, em Mamborê, na região central do Paraná.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou, durante a tarde desta quinta-feira (15), um carro de luxo a 208 km/h na BR-369, em Mamborê, na região central do Paraná – onde a velocidade máxima permitida para veículos leves é de 110 km/h.

O flagrante aconteceu durante uma operação de radar na rodovia, com o objetivo de fiscalizar o cumprimento dos limites de velocidade.

Além do veículo de luxo, mais de 60 imagens foram registradas em uma hora e meia de operação. Pelo menos outros três carros foram flagrados a velocidades superiores a 150 km/h.

O condutor que estava dirigindo acima de 208 km/h será autuado pelo artigo 218 do Código de Trânsito (“Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local e como a velocidade dele é superior à máxima em mais de 50%”).

Essa infração, de natureza gravíssima, prevê multa de R$ 574 e a suspensão do direito de dirigir.

A PRF orienta os condutores a dirigir dentro dos limites de velocidade. Os motoristas que desrespeitam esses limites colocam em risco todos os usuários das rodovias.

Quem presenciar algum tipo de risco nas rodovias federais de todo o país pode acionar a PRF pelo telefone de emergência 191.

As informações são da Banda B. http://arede.info/cotidiano/113848/policia-flagra-carro-de-luxo-a-208-kmh-em-rodovia-do-parana




1 João 4:6 Nós somos de Deus; quem conhece a Deus nos ouve; quem não é de Deus não nos ouve. assim é que conhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.       

gusto
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 9977
Idade : 46
Localização : Ponta Grossa Pr
flag : Brasil
Data de inscrição : 12/08/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carta ao Sr Bandido

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 1:53 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum