.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
80 usuários online :: 2 usuários cadastrados, Nenhum Invisível e 78 Visitantes :: 2 Motores de busca

David de Oliveira, gusto

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Página 5 de 12 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 10, 11, 12  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por oliveira leite em Sex 10 Dez 2010, 5:57 pm

Agora veja o exemplo da roda

Pneu + Aro + Ar

Três em um

mais um exemplo de trindade

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Cal em Sex 10 Dez 2010, 8:29 pm

Oliveira existe um grave erro no parâmetro de comparação de sua analogia e na definição do termo trindade.

Trindade cristã não é deus sendo formado por três componentes distintos formando uma divindade,

um pneu + aro + ar = roda, o pneu não é a roda o aro não é a roda e o ar não é a roda, no caso da trindade cristã o pai é deus o filho é deus e o Espirito Santo é deus.

Além do mais o uso adequado do termo trindade é na teologia, no caso citado por você seria partes ou peças formando uma totalidade ou objeto composto de três partes.

Uma descrição posterior da trindade cristã é não confunda as pessoas e não separe a substância.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2787
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por oliveira leite em Sex 10 Dez 2010, 9:28 pm

Cal escreveu:Oliveira existe um grave erro no parâmetro de comparação de sua analogia e na definição do termo trindade.

Trindade cristã não é deus sendo formado por três componentes distintos formando uma divindade,

um pneu + aro + ar = roda, o pneu não é a roda o aro não é a roda e o ar não é a roda, no caso da trindade cristã o pai é deus o filho é deus e o Espirito Santo é deus.

Além do mais o uso adequado do termo trindade é na teologia, no caso citado por você seria partes ou peças formando uma totalidade ou objeto composto de três partes.

Uma descrição posterior da trindade cristã é não confunda as pessoas e não separe a substância.

Diziam que o atomo era indivisivel
depois veio o proton o neutro o eletron os neutrinos e por ai vai
não sei porque uma preocupação de tornar Deus um Deus compacto,
não conheço Deus
quando perguntei a Biblia quem era Ele
a resposta foi
"Eu sou o que Sou"
sendo assim...
ficaremos sempre na especulação
o que nem sempre vai bater
veja voce
não crer nem em um
quem diria três
sei que não existe
Deus pai, Deus filho e Deus Espirito Santo
existe só...
Deus, Pai Filho e Espirito
mas volto a dizer
Não conheço Deus
mas creio Nele

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por oliveira leite em Sex 10 Dez 2010, 9:31 pm

Agora...
apesar de não conhecer Deus
veja o que Jesus disse
"Quem conhece o filho conhece o pai"
O filho eu conheço

o que voce conclui com isso Cal?

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Cal em Sex 10 Dez 2010, 9:43 pm

Oliveira, a forma como você acredita em deus é decisão sua, apenas achei necessário esclarecer o conceito trinitário que parece que você não o havia entendido dada sua analogia de três partes formando um todo.

Sinceramente eu acho uma discussão menor do ponto de vista teológico que uma vez que a pessoa acredite que deus seja onipotente (com todas as imensas dificuldades filosóficas do conceito) se ater a dificuldade ou não da existência una ou triuna é quase irrelevante.


A verdade, somente a verdade, nada mais que a verdade.

Cal
Moderador Agnóstico
Moderador Agnóstico

Número de Mensagens : 2787
Idade : 41
flag : Brasil
Data de inscrição : 15/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por oliveira leite em Sex 10 Dez 2010, 9:47 pm

Cal escreveu:Oliveira, a forma como você acredita em deus é decisão sua, apenas achei necessário esclarecer o conceito trinitário que parece que você não o havia entendido dada sua analogia de três partes formando um todo.

Sinceramente eu acho uma discussão menor do ponto de vista teológico que uma vez que a pessoa acredite que deus seja onipotente (com todas as imensas dificuldades filosóficas do conceito) se ater a dificuldade ou não da existência una ou triuna é quase irrelevante.

Também concordo Cal
mas isso é motivo de muitos evangelicos se revoltarem uns com os outros
o galo canta e ninguém sabe aonde

oliveira leite
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 6552
Idade : 51
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/04/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por camilo tadeu salvador em Sex 17 Dez 2010, 7:30 pm



PROVANDO QUE JESUS É DEUS E NÃO UMA TRINDADE


"Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há salvador" (Is. 43:11); "Pois não há outro Deus senão eu; Deus justo e Salvador não há além de mim" (Is. 45:21); "o Senhor é o nosso rei, ele nos salvará" (Is. 33:22). Mas Deus (Yahweh: Aquele que é), além de proclamar ser o único Salvador disse que viria para salvar Israel das suas iniquidades. Isaías, de facto, disse: "Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis o vosso Deus! com vingança virá, sim com a recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará" (Is. 35:4), e ainda: "Israel será salvo pelo Senhor, com uma salvação eterna" (Is. 45:17); e nos Salmos tinha sido dito: "Espera, ó Israel, no Senhor! pois com o Senhor há benignidade, e com ele há copiosa redenção; e ele remirá a Israel de todas as suas iniquidades" (Sal. 130:7-8). Ora, antes que Jesus nascesse um anjo do Senhor apareceu em sonho a José, o marido de Maria, e entre outras coisas lhe disse: "E ela dará à luz um filho, a quem chamarás Jesus; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados" (Mat. 1:21), por isso, como Aquele que é poderoso para salvar é um só, a saber, Deus, e Deus tinha dito que seria ele a salvar o seu povo, Jesus Cristo é Deus. Não há dois salvadores mas um só segundo o que ensina a Escritura, portanto Cristo é Deus, o Salvador de Israel. Ele disse em casa de Zaqueu que "o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido" (Lucas 19:10), testificando desta maneira que Ele tinha (e tem ainda) o poder de salvar os perdidos; por isso não pode não ser Deus.

Ÿ Deus tinha dito também ser Aquele que redime Jerusalém e que a resgataria pela justiça. Ele disse de facto através de Isaías: "o Senhor... redime a Jerusalém" (Is. 52:9), e: "Sião será resgatada pela justiça, e os seus convertidos, pela rectidão.." (Is. 1:27), e ainda: "Eis que o Senhor proclama até às extremidades da terra: Dizei à filha de Sião: Eis que vem a tua salvação; eis que com ele vem o seu galardão, e a sua recompensa diante dele" (Is. 62:11). Esta é a razão pela qual, quando Jesus nasceu haviam aqueles que esperavam a redenção de Jerusalém, porque Deus tinha prometido salvá-la. Ora, segundo o que ensina a Escritura, o redentor de Jerusalém é Jesus Cristo, Deus bendito eternamente; ele é a salvação de Sião que Deus manifestou na plenitude dos tempos perante todas as nações e que pôs sobre o monte Sião. Ana, a profetisa que "não se afastava do templo, servindo a Deus noite e dia em jejuns e orações" (Lucas 2:37), quando chegou e viu o menino Jesus começou a dar graças a Deus e "falava a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém" (Lucas 2:38), porque também ela creu que Jesus era Aquele que resgataria os habitantes de Jerusalém dos seus pecados (isto é, que ele era a salvação de Sião prometida por Deus).

Ÿ Davi nos Salmos disse: "O Senhor é… a minha salvação" (Sal. 27:1), e também: "Só ele é ... a minha salvação" (Sal. 62:6), portanto ele cria que Deus era a sua salvação. Paulo diz aos Coríntios que Cristo Jesus para nós foi feito por Deus "redenção" (1 Cor. 1:30), portanto Jesus é a nossa salvação. Ele portanto é Deus.

Ÿ Deus, o Salvador do mundo, antes de Jesus vir a este mundo, ordenou a todos os habitantes do mundo que olhassem para ele para serem salvos conforme está escrito em Isaías: "Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os confins da terra" (Is. 45:22), isto significa que Ele tinha e tem o poder de salvar os habitantes do mundo. Quando Jesus se manifestou a Israel disse: "Eu vim, não para julgar o mundo, mas para salvar o mundo" (João 12:47). Mas então quantos salvadores do mundo há? Um ou dois? Nós conhecemos um só que é Cristo Jesus, Deus bendito eternamente. O nosso Senhor Jesus Cristo é o nosso Deus que veio para nos salvar! Nós, como aqueles Samaritanos que creram nele, "sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo" (João 4:42). Para confirmação de tudo isto há as seguintes palavras de Pedro: "E em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" (Actos 4:12). Dilectos, Jesus é poderoso para salvar porque ele é Deus. Ele é Aquele que agora é glorioso no seu traje, e que marcha na plenitude da sua força, Aquele que diz: "Sou eu, que falo com justiça, que sou poderoso para salvar" (Is. 63:1).

Ÿ Deus tinha dito que resgataria alguns das mãos do inimigo sem dinheiro, de facto disse: "Porque assim diz o Senhor: Por nada fostes vendidos; e sem dinheiro sereis resgatados" (Is. 52:3), e o salmista disse: "Louvai ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua benignidade dura para sempre. Digam-no os remidos do Senhor, os que remiu da mão do inimigo..." (Sal. 107:1-2). Jesus Cristo fez precisamente isso; Ele nos resgatou do poder do diabo tendo-nos resgatado das nossas iniquidades com o seu próprio sangue. Paulo diz a Tito que Jesus Cristo "se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade..." (Tito 2:14); e aos Gálatas que "Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós" (Gal. 3:13). Ele portanto é Deus.

Ÿ Deus tinha dito também que consolaria o seu povo, de facto Ele disse: "Como alguém a quem consola sua mãe, assim eu vos consolarei; e em Jerusalém vós sereis consolados" (Is. 66:13), e ainda: "O Senhor consolará a Sião; consolará a todos os seus lugares assolados.." (Is. 51:3). Mas de que maneira os consolaria? Através do seu Ungido, porque também para isto Ele o enviaria, para consolar todos os que choram. Jesus confirmou ser o Consolador de Israel, porque Ele consolou os que choravam dizendo-lhes: "Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir" (Lucas 6:21), e ainda: "Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados" (Mat. 5:4). Ele mesmo afirmou ser o Consolador enviado por Deus, quando disse aos seus discípulos, antes de ser preso: "Eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco..." (João 14:16). Por que falou de outro Consolador? Quem era o anterior? Era ele, Deus bendito eternamente, mas como Ele estava para partir para voltar para o Pai, prometeu que lhes enviaria o Consolador (o outro Consolador) que ficaria com eles para sempre, isto é, o Espírito da verdade que procede do Pai (cfr. João 16:7).

Ÿ Davi disse a Deus: "Tu és a minha esperança, Senhor Deus" (Sal. 71:5), e Jeremias dirigindo-se ainda a Deus diz: "Ó Senhor, esperança de Israel, todos aqueles que te abandonarem serão envergonhados.... porque abandonam o Senhor" (Jer. 17:13), e diz que os inimigos de Israel diziam: "Culpa nenhuma teremos; porque pecaram contra o Senhor, a morada da justiça, sim, o Senhor, a esperança de seus pais" (Jer. 50:7). Paulo, que vos recordo era um Judeu que sabia muito bem tudo isto, chama Cristo "esperança nossa" (1 Tim. 1:1), portanto ele considerava que Jesus era a esperança de todos aqueles que criam nele, Judeus crentes portanto incluídos. Portanto, o apóstolo cria que ele era Deus.

Ÿ Deus, debaixo do Antigo Pacto, tinha dito que enviaria o seu mensageiro diante dele mesmo, de facto disse através de Malaquias: "Eis que eu envio o meu mensageiro, e ele há-de preparar o caminho diante de mim" (Mal. 3:1). Ora, nós sabemos que estas palavras se referem a João o Baptista que Deus enviou ante o seu Cristo, de facto Jesus disse de João: "Este é aquele de quem está escrito: Eis aí envio eu ante a tua face o meu mensageiro, que há-de preparar adiante de ti o teu caminho" (Mat. 11:10). Mas se vós notardes bem, em Malaquias Deus disse que o enviaria diante de si mesmo, de facto disse: "Ele há-de preparar o caminho diante de mim", enquanto na citação de Malaquias feita por Jesus, Deus diz ao seu Ungido do seu mensageiro: "... há-de preparar diante de ti o teu caminho". Portanto também neste caso nós chegamos à inevitável conclusão que Jesus Cristo é Deus bendito eternamente. Zacarias, o pai de João, quando profetizou, disse: "E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, porque irás ante a face do Senhor, a preparar os seus caminhos" (Lucas 1:76), e séculos antes Isaías tinha dito: "Eis a voz do que clama: Preparai no deserto o caminho do Senhor; endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus!" (Is. 40:3), portanto como João foi enviado por Deus ante Jesus Cristo para preparar-lhe o caminho (João mesmo disse: "Não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele" [João 3:28]), por conseguinte, nós proclamamos que Jesus Cristo é o nosso Deus.

Ÿ Jesus um dia disse aos Judeus: "Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se" (João 8:56), ao que os Judeus lhe disseram: "Ainda não tens cinquenta anos, e viste Abraão?" (João 8:57) e "disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou" (João 8:58). Ora, nós sabemos que o Eu sou apareceu a Moisés no monte Horebe na chama de uma sarça ardente e lhe falou e o enviou ao Egipto para libertar Israel, mas vejamos agora quando o Eu sou apareceu ao patriarca Abraão, porque Jesus proclamou ter visto Abraão e que Abraão tinha visto o seu dia e se tinha alegrado. Está escrito: "Apareceu o Senhor a Abraão junto aos carvalhos de Manre, estando ele sentado à porta da tenda, no maior calor do dia. Levantando Abraão os olhos, olhou e eis três homens de pé em frente dele...." (Gen. 18:1,2). Notai que a Escritura diz que Abraão viu em frente de si três homens. Prosseguindo na leitura desta visita que Abraão recebeu se notará que dois destes homens eram dois anjos, de facto, depois de os três homens terem comido o que Abraão lhes tinha posto à frente, a Escritura primeiro diz: "Então os homens, virando os seus rostos dali, foram-se em direcção a Sodoma.." (Gen. 18:22), e pouco depois: "À tarde chegaram os dois anjos a Sodoma..." (Gen. 19:1). Portanto, dois daqueles três homens eram dois anjos; mas então quem era o terceiro? Ele era o Senhor, isto é, o Eu sou, de facto a Escritura após ter dito que "apareceu o Senhor a Abraão" diz que, depois daqueles dois homens terem partido de junto de Abraão, o patriarca "ficou ainda em pé diante do Senhor" (Gen. 18:22). Agora quero fazer-vos notar uma outra coisa que julgo importante porque ela confirma que esse homem que apareceu a Abraão era Deus (o Filho) antes da sua encarnação. Depois que os dois anjos tomaram pela mão Ló, sua mulher e as suas duas filhas e os levaram para fora da cidade de Sodoma, a Escritura diz que "então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra" (Gen. 19:24). Notai a expressão: "O Senhor fez chover... do Senhor", porque ela confirma que esse homem que fez chover de Deus fogo e enxofre sobre Sodoma era Deus, o Filho.

Ÿ O mesmo Filho de Deus que nos dias de Abraão fez cair enxofre e fogo sobre os ímpios, séculos depois, fez descer o Espírito Santo sobre os seus discípulos em Jerusalém ainda de Deus. Ele, quando prometeu o Espírito Santo, disse aos seus: "Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim" (João 15:26); portanto Ele disse que faria descer o Espírito sobre eles da parte do seu Pai. E isso foi o que aconteceu no dia de Pentecostes porque Pedro, quando falou aos Judeus que se tinham reunido ao ouvir aquele som semelhante ao som de vento impetuoso que sopra, e que se admiravam ao ouvir falar Galileus em línguas estrangeiras, disse-lhes: "Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas. De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis" (Actos 2:32-33); portanto foi Jesus Cristo pela destra do Pai a derramar o Espírito Santo sobre os discípulos. Mas o que está escrito no livro do profeta Joel? Está escrito: "E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne..." (Actos 2:17; Joel 2:28); mas aqui é Deus que promete derramar o seu Espírito! Portanto? Portanto Jesus Cristo é Deus!

Ÿ No livro do Êxodo está escrito que quando o Anjo do Senhor apareceu a Moisés na chama de uma sarça ardente lhe disse: "Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó" (Ex. 3:6). Que Aquele que apareceu e falou a Moisés era Deus o confirmou Jesus quando disse aos Saduceus: "Quanto aos mortos, porém, serem ressuscitados, não lestes no livro de Moisés, onde se fala da sarça, como Deus lhe disse: Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó?" (Mar. 12:26). Ora, ainda onde se fala da sarça, como disse o Senhor, está escrito que Deus disse a Moisés: "Eu sou o que sou" (Ex. 3:14), e também: "Assim dirás aos filhos de Israel: eu sou me enviou a vós" (Ex. 3:14). Com estas palavras Deus proclamou ser de eternidade a eternidade. No Evangelho escrito por João está escrito que Jesus disse aos Judeus: "Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou" (João 8:58), fazendo-se assim igual a Deus porque só Deus pode dizer ser Aquele que é. Também este confronto de Escrituras confirma que Cristo Jesus é Deus e não um deus. Queria que notásseis que os Judeus quando ouviram proferir estas palavras a Jesus pegaram em pedras para apedrejá-lo por blasfémia porque assim dizendo, segundo eles, ele tirava ao invisível e eterno Deus a honra que lhe pertence. Eles não pegaram em pedras para apedrejá-lo quando pouco antes Jesus lhes tinha dito: "Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se" (João 8:56) (confirmando a sua preexistência), tanto é que a esta afirmação de Jesus eles lhe disseram: "Ainda não tens cinquenta anos, e viste Abraão?" (João 8:57) (ficando admirados mas não indignados porque segundo eles neste caso ele não tinha blasfemado contra Deus), mas eles pegaram em pedras para apedrejá-lo quando ele falou de modo a fazer-se igual a Deus. Mas, aliás, Jesus disse a verdade e não mentiu dizendo existir desde sempre; porém os Judeus não creram nele, e por isso procuraram matá-lo.

Ÿ No livro do Deuteronómio está escrito que Moisés disse ao povo de Israel: "O Senhor vosso Deus, é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores" (Deut. 10:17); as palavras "Senhor dos senhores" aqui se referem a Deus Pai. Também Paulo confirmou que Deus Pai é o Senhor dos senhores quando diz a Timóteo que a aparição do nosso Senhor Jesus Cristo "será a seu tempo manifestada pelo bem-aventurado e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores; aquele que possui, ele só, a imortalidade, e habita em luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver; ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém" (1 Tim. 6:15-16). No livro do Apocalipse este nome é dado ao Senhor Jesus, de facto está escrito: "Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis" (Ap. 17:14), e ainda: "E no vestido e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores" (Ap. 19:16). Ora, como podeis ver o Filho tem o mesmo nome do Pai e portanto ele é Deus.

Ÿ Nos Salmos Davi disse pelo Espírito: "Em Deus louvarei a sua palavra" (Sal. 56:4), e como num outro lugar diz também: "Louvarei ao Senhor durante a minha vida" (Sal. 146:2), por conseguinte, ele cria que a Palavra de Deus era Deus, doutra forma não a louvaria. Ora, nós sabemos que Cristo Jesus é a Palavra de Deus que foi feita carne e habitou por um tempo no meio dos homens: o seu nome, como diz João, "é a Palavra de Deus" (Ap. 19:13), e nós fazemos bem em louvar e glorificar a Palavra de Deus porque é Deus, e porque outros antes de nós o fizeram conforme está escrito: "E os Gentios, ouvindo isto, alegraram-se, e glorificavam a palavra de Deus" (Actos 13:48). Não é esta uma outra clara prova que Jesus Cristo é Deus?

Ÿ Nos Salmos está escrito: "Levantai, ó portas, as vossas cabeças, levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória. Quem é este Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos, ele é o Rei da Glória" (Sal. 24:9-10). Paulo diz aos Coríntios que se os príncipes deste século tivessem conhecido a sabedoria misteriosa e oculta de Deus "não teriam crucificado o Senhor da glória" (1 Cor. 2:8), portanto Cristo Jesus é o Rei da Glória, o Senhor dos Exércitos; em outras palavras Ele é Deus.

Ÿ O profeta Zacarias disse: "O Senhor disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belo preço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei ao oleiro na casa do Senhor" (Zac. 11:13). Como podeis ver, nas palavras do profeta, Deus diz ter sido avaliado em trinta moedas de prata. No Evangelho escrito por Mateus encontramos escrito que quando Judas foi aos principais sacerdotes disse-lhes: "Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E eles lhe pesaram trinta moedas de prata" (Mat. 26:15). Neste caso está dito que Jesus foi avaliado em trinta moedas de prata. A seguir, depois que Judas lho entregou, Judas tomou as trinta moedas de prata e as devolveu aos principais sacerdotes e aos anciãos os quais "tomaram as trinta moedas de prata, preço do que foi avaliado, a quem certos filhos de Israel avaliaram, e deram-nas pelo campo do oleiro.." (Mat. 27:9-10). Também por este confronto escritural emerge que Jesus Cristo é Deus.

Ÿ O profeta Zacarias disse: "Virá o Senhor meu Deus, e todos os seus santos com ele" (Zac. 14:5). O apóstolo Paulo fala aos Tessalonicenses "na vinda de nosso Senhor Jesus com todos os seus santos" (1 Tess. 3:13); também Paulo poderia dizer como Zacarias: "Virá o Senhor meu Deus, e todos os seus santos com ele", mas disse uma coisa ligeiramente diferente porque em vez de dizer: "O Senhor meu Deus", nesta ocasião disse: "O nosso Senhor Jesus". Mas na substância as coisas não mudam porque o Deus de Zacarias que virá com todos os seus santos é Cristo Jesus. Amen. Paulo confirmou que Jesus Cristo é o nosso Deus que virá do céu com todos os seus santos quando disse a Tito: "Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus" (Tito 2:13). Também as palavras de Paulo confrontadas com as de Zacarias confirmam de maneira inequívoca que Jesus Cristo é Deus e não um deus como dizem os mentirosos.

Ÿ Isaías disse: "Eis aqui está o vosso Deus. Eis que o Senhor Deus virá com poder" (Is. 40:9-10); portanto segundo as palavras de Isaías o nosso Deus virá com poder. Ora, confrontando as referidas palavras do profeta com estas palavras de Jesus: "Então verão vir o Filho do homem em uma nuvem, com poder e grande glória" (Lucas 21:27), e estas de João: "Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá..." (Ap. 1:7), se compreende que Jesus Cristo é o nosso Deus que virá com poder. Se depois se examinarem as seguintes palavras ditas pelo Senhor Jesus a João: "Eu sou o Alfa e o Ómega, diz o Senhor Deus, aquele que é, e que era, e que há-de vir, o Todo-Poderoso" (Ap. 1:8), se notará que Aquele que há-de vir se define o Alfa e o Ómega e o Todo-Poderoso; e por isso também esta é uma confirmação que Jesus Cristo, o qual há-de vir, é Deus.

Ÿ Deus disse através do profeta Isaías: "Diante de mim se dobrará todo joelho" (Is. 45:23). O apóstolo Paulo falando de Jesus diz: "Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; para que no nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra..." (Fil. 2:9-10); portanto Jesus Cristo é Deus porque é diante dele que se devem dobrar todos os joelhos.

Ÿ O profeta Isaías predisse que o próprio Deus apascentaria o seu rebanho, de facto disse: "Dize às cidades de Judá: ‘Eis aqui está o vosso Deus.... Como pastor ele apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos, e os levará no seu regaço; as ovelhas que amamentam, ele as guiará mansamente" (Is. 40:9,11). Como podeis ver estas palavras se referem a Deus, e pondo-as em confronto com estas outras palavras que disse Miquéias a propósito do Cristo: "Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena para estar entre os milhares de Judá, de ti é que me sairá aquele que há-de reinar em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade... E ele permanecerá, e apascentará o seu rebanho com a força do Senhor, com a excelência do nome do Senhor seu Deus" (Miq. 5:2,4), se pode notar que em ambas as predições há a expressão: "Ele apascentará o seu rebanho". Mas enquanto em Isaías está dito que Deus apascentaria o seu rebanho, em Miquéias está dito que o apascentaria Aquele que nasceria em Belém. Ora, nós sabemos que Jesus que é chamado Cristo, embora existisse desde sempre antes da fundação do mundo, nasceu segundo a carne em Belém, e que ele é o bom pastor que apascenta o rebanho de Deus porque ele disse: "Eu sou o bom pastor" (João 10:11), e Pedro o chama o Pastor e Bispo das nossas almas (cfr. 1 Ped. 2:25) e também "o sumo Pastor " (1 Ped. 5:4); portanto Ele é Deus.

Ÿ Em Isaías lemos: "Conforme forem as obras deles, assim será a sua retribuição..." (Is. 59:18), e no livro dos Provérbios: "E não retribuirá a cada um conforme a sua obra?" (Prov. 24:12). Estas palavras se referem a Deus. Jesus disse: "O Filho do homem há-de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então retribuirá a cada um segundo as suas obras" (Mat. 16:27) e também que todas as igrejas saberão que ele é aquele que dará "a cada um de vós segundo as vossas obras" (Ap. 2:23). Ainda uma vez, o resultado evidente que brota deste confronto entre passagens do Antigo e passagens do Novo Pacto é que Jesus Cristo é Deus.

Ÿ No livro do profeta Isaías encontramos escrito: "Ao Senhor dos exércitos, a ele santificai; e seja ele o vosso temor e seja ele o vosso assombro. Então ele vos será por santuário; mas servirá de pedra de tropeço, e de rocha de escândalo, às duas casas de Israel..." (Is. 8:13-14). Portanto, segundo o profeta, Deus seria uma pedra de tropeço para o povo de Israel. O apóstolo Pedro na sua primeira epístola diz referindo-se a Cristo que para os incrédulos a pedra angular eleita e preciosa (isto é, Cristo) é "uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes..." (1 Ped. 2:7-8). Deste confronto emerge que Cristo Jesus, sendo a pedra de tropeço em que tropeçaram os incrédulos por decreto divino, é Deus. Notai, de facto, que em Isaías está dito que os Israelitas tropeçariam no Senhor dos Exércitos, e em Pedro que os incrédulos tropeçam na Palavra. Portanto a Palavra é Deus, o Senhor dos exércitos e, por conseguinte, dado que Cristo é a Palavra feita carne, Cristo é Deus, e não um deus.

Ÿ Nos Salmos está escrito: "Pela palavra do Senhor foram feitos os céus..." (Sal. 33:6), e como Jesus Cristo é a Palavra de Deus feita carne ("E a Palavra se fez carne" [João 1:14]), tanto é que o seu nome é a Palavra de Deus, ele não pode ser um deus inferior ao grande Deus porque num outro lugar está escrito que "no princípio criou Deus os céus..." (Gen. 1:1). Em outras palavras, como a criação dos céus é atribuída tanto a Deus como à Palavra de Deus, esta é Deus: e como Jesus é a Palavra de Deus, ele é Deus.

Ÿ Nos Salmos está escrito: "Eu clamo: Deus meu, não me leves no meio dos meus dias, tu, cujos anos alcançam todas as gerações. Desde a antiguidade fundaste a terra; e os céus são obra das tuas mãos. Eles perecerão, mas tu permanecerás; todos eles, como um vestido, envelhecerão; como roupa os mudarás, e ficarão mudados. Mas tu és sempre o mesmo, e os teus anos não acabarão" (Sal. 102:24-27). Estas palavras (de "Desde a antiguidade fundaste a terra..." em diante) na carta aos Hebreus são aplicadas pelo escritor ao Filho de Deus porque antes de citá-las está dito: "Do Filho diz" (Heb. 1:8) e depois: "Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra..." (Heb. 1:10). Ora, dado que sabemos que aquele que no princípio criou os céus e a terra é Deus, por conseguinte, o Filho é Deus. Mas além disso notai que no Salmo o salmista primeiro diz: "Deus meu" (Sal. 102:24) e depois: "Desde a antiguidade fundaste a terra..." (Sal. 102:25), o que confirma que Jesus Cristo, o Filho do Pai, é Deus. Vos recordais do que disse Tomé a Jesus quando este apareceu também a ele? Não lhe disse porventura: "Senhor meu, e Deus meu" (João 20:28) [ 14 ]? Notai por isso como as palavras do salmista dirigidas ao Filho são as mesmas que Tomé dirigiu a Jesus Cristo depois que este ressuscitou dentre os mortos: "Deus meu".

Ÿ No centésimo décimo nono Salmo está escrito em referência a Deus o Criador de todas as coisas: "A tua fidelidade dura de geração em geração; tu fundaste a terra e ela subsiste. Tudo subsiste até hoje segundo as tuas ordens, porque todas as coisas estão ao teu serviço" (Sal. 119:90-91). Ora, vimos pelo anterior confronto que as palavras "tu fundaste a terra" que se referem a Deus se referem também ao Filho; agora vejamos como também as palavras "tudo subsiste até hoje segundo as tuas ordens" que se referem a Deus se referem também ao Filho. O apóstolo Paulo na sua carta aos Colossenses diz do Filho: "Tudo foi criado por ele e para ele; ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas" (Col. 1:16-17), e o escritor aos Hebreus confirma isto dizendo que Deus criou os mundos mediante o seu Filho "o qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade nas alturas" (Heb. 1:3). Portanto tanto na carta aos Colossenses como na aos Hebreus está dito que o Filho sustenta todas as coisas, o que equivale a dizer como está escrito nos Salmos que todas as coisas subsistem às ordens do Filho de Deus. Ora, se Ele não fosse o Todo-Poderoso Deus como poderia sustentar todas as coisas? Certamente não poderia, mas porque Ele é o Todo-Poderoso Deus pode fazê-lo.

Ÿ Nos Salmos está dito: "Tu subiste ao alto, levaste cativo o cativeiro, recebeste dons dentre os homens, e até dentre os rebeldes, para fazeres lá a tua habitação, ó Senhor Deus" (Sal. 68:18). Na carta aos Efésios Paulo aplica estas palavras a Cristo, com efeito, diz: "Ora, isto—ele subiu—que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas" (Ef. 4:9-10). Portanto, Cristo, dado que é aquele que subindo ao alto levou cativo o cativeiro, é Deus.

Ÿ Deus disse através de Isaías: "Apaguei as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados como a nuvem.." (Is. 44:22). Mas não disse porventura João de Jesus: "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo" (João 1:29)? Portanto, como foi Jesus a apagar todos os nossos velhos pecados como a nuvem, Ele é Deus.

Ÿ Nos Salmos Davi diz: "Ele é o que perdoa todas as tuas iniquidades" (Sal. 103:3), e também: "Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado" (Sal. 32:5). Portanto é só Deus que pode perdoar ao homem os seus pecados. Marcos diz que Jesus disse àquele homem paralítico trazido por quatro: "Filho, perdoados estão os teus pecados" (Mar. 2:5). Ao que alguns dos escribas que estavam ali presentes arrazoavam em seus corações dizendo: "Por que fala assim este homem? Ele blasfema. Quem pode perdoar pecados senão um só, que é Deus?" (Mar. 2:7). Mas Jesus conhecendo os seus pensamentos disse-lhes: "Por que arrazoais sobre estas coisas em vossos corações? Qual é mais fácil? dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados; ou dizer-lhe: Levanta-te, e toma o teu leito, e anda? Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma o teu leito, e vai para tua casa" (Mar. 2:8-11). Como podeis ver Jesus Cristo tinha o poder de perdoar os pecados. Por isso Jesus não podia não ser Deus além de homem. Se ele tivesse sido só um homem então sim teria blasfemado, mas o facto é que Ele era, além de verdadeiro homem, também verdadeiro Deus e por isso tinha o poder de perdoar os pecados aos homens. Ainda hoje Cristo Jesus perdoa os pecados àqueles que crêem nele porque Ele é Deus.

Ÿ O profeta Jeremias disse: "Mas o Senhor é o verdadeiro Deus; ele é o Deus vivo e o Rei eterno" (Jer. 10:10). João na sua primeira epístola diz: "E nós estamos naquele que é verdadeiro, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna" (1 João. 5:20). Ora, nós sabemos que há um único verdadeiro Deus; isto o testificou o Filho de Deus nos dias da sua carne quando dirigindo-se ao seu Pai disse: "E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, como o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste" (João 17:3); portanto como é possível que João chame Jesus Cristo "o único verdadeiro Deus"? Por certo não podem haver dois verdadeiros Deuses porque isso contrastaria a verdade; portanto o facto de João ter chamado o Filho o único verdadeiro Deus confirma que Ele é Deus. O Pai e o Filho são um.

Ÿ Deus disse através do profeta Jeremias: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração e provo os rins; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas acções" (Jer. 17:9-10). Jesus Cristo disse ao anjo da igreja de Tiatira: "Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras. E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras" (Ap. 2:22-23). Portanto Jesus, sendo Aquele que esquadrinha o coração e prova os rins e dá a cada um segundo as suas obras, é Deus porque possui as mesmas características que Deus através do profeta disse ter.

Ÿ O profeta Jeremias disse: "Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja confiança é o Senhor!" (Jer. 17:7). Não é a única citação do Antigo Testamento que proclama a bênção daqueles que têm fé em Deus; mas quero citar só esta. Ora, nós somos todos filhos de Deus porque cremos em Cristo Jesus conforme está escrito: "Todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus" (Gal. 3:26), e somos benditos conforme está escrito: "De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão" (Gal. 3:9); portanto Jesus é Deus e não só um homem porque se nós tivéssemos posto a nossa confiança só num homem por certo não seríamos benditos. Nós não seríamos benditos se tivéssemos posto a nossa confiança só num homem porque Jeremias disse também: "Maldito o homem que confia no homem" (Jer. 17:5). Eis por que Jesus pôde dizer aos seus discípulos: "Crede em Deus, e crede também em mim" (João 14:1), porque Ele era Deus juntamente com o Pai. Pensais vós que se Jesus tivesse sido só um homem diria alguma vez aos seus discípulos para porem a sua confiança também nele? Não, porque em tal caso em vez de fazê-los benditos os teria feito malditos. Mas precisamente porque ele era Deus pôde ordenar-lhes que tivessem confiança também n`Ele além de em Deus Pai.

Ÿ O profeta Isaías disse do Cristo: "Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.." (Is. 7:14) e também: "Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo estará sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz" (Is. 9:6). Ora, nós sabemos que Jesus é o menino que nasceu em Belém de uma mulher virgem de nome Maria (cfr. Mat. 1:18-25; Lucas 1:26-38; 2:1-7), e ainda Ele é o Filho que nos foi dado porque como Filho de Deus ele estava com o seu Pai antes da fundação do mundo e na plenitude dos tempos Deus o deu pelas nossas transgressões (cfr. João 3:16; Gal. 4:4). Foi dito que o governo estaria sobre os seus ombros portanto que ele estaria à cabeça do reino e isto se cumpriu porque o reino foi dado a Cristo Jesus. As seguintes palavras de Jesus aos seus discípulos confirmam isso: "E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou" (Lucas 22:29), e: "Foi-me dado todo o poder no céu e na terra" (Mat. 28:18). Também o apóstolo Paulo confirma que o reino de Deus é de Cristo Jesus quando diz aos Efésios: "Porque bem sabeis isto: que nenhum fornicador, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus" (Ef. 5:5); e Pedro faz o mesmo quando diz: "Fazendo isto, nunca jamais tropeçareis. Porque assim vos será amplamente concedida a entrada no reino eterno do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo" (2 Ped. 1:10-11); portanto como nós sabemos que há um só reino celestial que é de Deus e sobre o qual reina só Deus (conforme está escrito: "Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus" (João 3:5), e noutro lugar: "O reino é do Senhor" [Sal. 22:28]), e os apóstolos dizem que ele é de Cristo Jesus, Cristo é Deus. Aliás, não disse porventura Jesus: "Tudo quanto o Pai tem é meu" (João 16:15)? Se depois examinarmos os nomes com os quais Isaías disse que o Cristo seria chamado então veremos que eles são próprios de Deus e de nenhum outro.

Emanuel que traduzido quer dizer ‘Deus connosco’. Nos salmos está dito: "O Senhor dos exércitos está connosco" (Sal. 46:11), e como só Deus pode dizer estar com todos nós filhos de Deus que nos encontramos nos quatro cantos da terra porque Ele é omnipresente e Jesus disse: "Eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mat. 28:20), ele não pode não ser Deus, porque doutra forma não poderia dizer estar sempre connosco.

Maravilhoso Conselheiro. Ora, nos Salmos está escrito que Deus disse a Davi: "Aconselhar-te-ei" (Sal. 32:8), e o próprio Davi no décimo sexto salmo disse: "Bendigo ao Senhor que me aconselha" (Sal. 16:7); portanto Deus era o conselheiro de Davi. Do menino que nasceria foi dito que seria chamado Conselheiro, e de facto Cristo Jesus é o nosso Conselheiro. Para confirmação disto submeto à vossa atenção as seguintes palavras que o Filho de Deus dirigiu ao anjo da igreja de Laodicéia: "Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas" (Ap. 3:17-18). Como podeis ver por vós mesmos Jesus Cristo aconselhou ao anjo da igreja de Laodicéia fazer algumas coisas para o bem da sua alma; portanto isto confirma que Ele é o Conselheiro da Igreja de Deus; ele é o Deus que nos aconselha e por isso cada um de nós pode dizer: ‘Bendigo a Cristo Jesus, o Senhor que me aconselha’.

Deus Poderoso. Debaixo do Antigo Pacto Jeremias chamou assim o Criador de todas as coisas, de facto lhe disse: "Ah! Senhor Deus! És tu que fizeste os céus e a terra com o teu grande poder, e com o teu braço estendido! Nada há que te seja demasiado difícil! Usas de benignidade para com milhares e retribuis a iniquidade dos pais ao seio dos filhos depois deles; tu és o grande, o poderoso Deus cujo nome é o Senhor dos exércitos" (Jer. 32:17-18). Também Isaías chamou assim Deus quando disse: "Um resto voltará; sim, o resto de Jacó voltará para o Deus poderoso" (Is. 10:21). Portanto como não podem haver dois deuses que se possam chamar ambos ‘Deus poderoso’ porque há um só Deus poderoso, Cristo Jesus, Aquele que nasceu de Maria em Belém, é Deus. Ele enquanto esteve na terra demonstrou amplamente ser o Deus poderoso, e ainda hoje o está demonstrando porque salva, cura, baptiza com o Espírito Santo, e opera poderosamente em nós o que perante Deus é agradável conforme diz Paulo aos Coríntios: "O qual [Cristo] não é fraco para convosco, antes é poderoso em vós" (2 Cor. 13:3).

Pai Eterno. Nenhuma criatura poderia ter um semelhante nome porque ele se ajusta só a Deus. Jesus é chamado Pai eterno porque ele como Filho de Deus é eterno, isto é, sem início de dias e sem fim de vida, e depois porque nós crentes tendo sido gerados por Ele lhe somos filhos. Lembrai-vos a tal propósito que Jesus chamou os seus discípulos não só irmãos mas também filhinhos ("Filhos, não tendes nada que comer?" (João 21:5), e: "Filhinhos, ainda por um pouco estou convosco" (João 13:33). O profeta tinha dito dele: "Ele será como pai para os moradores de Jerusalém, e para a casa de Judá" (Is. 22:21), e na verdade Ele é como um pai para todos nós. Cuidai que com isto não queremos dizer que Cristo Jesus é o Pai porque em tal caso negaríamos a existência da primeira pessoa da Trindade, isto é, do Pai, mas só que ele é como um pai para todos nós.

Príncipe da Paz. Quem é aquele que dá a paz? Deus, conforme está escrito em Isaías: "Senhor, tu nos darás a paz" (Is. 26:12); e por isso Ele é chamado "o Deus da paz" (Rom. 16:20). Mas Isaías disse do menino que nasceria da virgem que seria chamado Príncipe da paz, portanto também ele daria a paz. E Jesus fez isso, de facto disse aos seus discípulos: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou" (João 14:27). Portanto, como só Deus pode dar paz à alma aflita e Isaías disse que Ele nos daria a paz, Jesus Cristo é Deus.

Ÿ Deus disse através de Isaías: "Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura" (Is. 42:8). Jesus, antes de ser preso, na oração que fez ao seu Pai disse: "E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse" (João 17:5); isto o disse porque ele queria que o Pai lhe restituísse aquela glória de que Ele, como Filho de Deus co-eterno com o Pai, se tinha privado por um breve tempo assumindo a forma de um servo e tornando-se semelhante aos homens para morrer na cruz contado com os malfeitores. Mais adiante na oração Jesus disse também: "Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo" (João 17:24); portanto por aqui se compreende que Deus deu a sua glória ao seu Filho, e como a glória pertence só a Deus (conforme está escrito: "Teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém" [Mat. 6:13]) se deduz que Jesus Cristo, o Filho de Deus, é o Deus a quem pertence a glória. O Cordeiro está agora rodeado de glória no céu; João no livro da Revelação diz entre outras coisas: "E olhei, e ouvi a voz de muitos anjos ao redor do trono e dos seres viventes e dos anciãos; e o número deles era miríades de miríades, e milhares de milhares, que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor" (Ap. 5:11-12); e como pouco antes ele tinha visto os vinte e quatro anciãos prostrar-se diante de Deus Pai que estava sentado sobre o trono e adorá-lo dizendo: "Digno és, Senhor nosso e Deus nosso, de receber a glória e a honra e o poder..." (Ap. 4:11), e entre as coisas que também o Cordeiro é digno de receber a par de Deus estão a glória, a honra e o poder se deve afirmar que Jesus é Deus bendito eternamente.

Ÿ Deus disse através de Isaías: "Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus" (Is. 44:6). Jesus, quando apareceu a João na ilha de Patmos, lhe disse: "Não temas; eu sou o primeiro e o último. Eu sou o que vivo..." (Ap. 1:17-18); portanto, dado que não há ‘dois primeiros e dois últimos’ Jesus Cristo é Deus. Jesus não disse ser o segundo (neste caso seria como dizer que ele tinha sido criado antes da fundação do mundo), mas disse ser o primeiro, fazendo-se assim igual a Deus seu Pai. Presunção porventura? Para todos nós que o conhecemos não, porque Ele em verdade é o único verdadeiro Deus que é de eternidade a eternidade. "Nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade" (Col. 2:9), como diz Paulo aos Colossenses, e por isso Ele é digno de ser adorado por nós que estamos sobre a terra e pelos anjos que estão no céu (conforme está escrito: "Todos os anjos de Deus o adorem" [Heb. 1:6]). Quando Jesus ressuscitou dentre os mortos aconteceu que tanto as mulheres que o viram como os onze discípulos o adoraram; ora, se ele fosse um anjo ou uma outra criatura de Deus, certamente os admoestaria dizendo-lhes: ‘Não façais tal, adorai a Deus’, mas Ele aceitou a sua adoração porque era digno dela, sendo o seu Deus. Mas Ele é também o nosso Deus, por isso nós lhe rendemos o louvor e a glória; Ele é chamado Emanuel que significa "Deus connosco" e está verdadeiramente sempre connosco; Ele é chamado Conselheiro porque nos aconselha continuamente; o seu nome é Maravilhoso (Admirável) porque ele é o Deus que faz maravilhas; Ele é chamado Deus poderoso porque possui o poder de fazer qualquer coisa que peçamos em seu nome; Ele é chamado Pai eterno e nós somos os seus filhinhos que gerou. Dele quero falar, o seu nome quero cantar, o seu nome quero exaltar porque me amou e se deu a si mesmo também por mim. Ao nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo seja a glória agora e eternamente. Amen.

camilo tadeu salvador
Quartzo
Quartzo

Número de Mensagens : 51
flag : Brasil
Data de inscrição : 14/08/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Sex 17 Dez 2010, 9:49 pm

camilo tadeu salvador escreveu:

PROVANDO QUE JESUS É DEUS E NÃO UMA TRINDADE
Houve um equívoco!

Já sabemos que Jesus é Deus,
por textos mais simples, claros e diretos:

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava
com Deus, e o Verbo era Deus.
(João 1:1)

E o Verbo se fez carne, e habitou entre
nós, e vimos a sua glória, como a glória do
unigênito do Pai, cheio de graça e de
verdade.
(João 1:14)

E, sem dúvida alguma, grande é o
mistério da piedade: Deus se manifestou em
carne
, foi justificado no Espírito, visto dos
anjos, pregado aos gentios, crido no mundo,
recebido acima na glória.
(I Tim 3:16)

Pela bíblia já sabemos que o Pai de Jesus também é Deus:

Graça e paz da parte de Deus Pai e do
nosso Senhor Jesus Cristo,
(Gal 1:3)

Pela bíblia sabemos que enquanto o verbo de Deus estava entre nós, Deus Pai estava nos céus:

Portanto, qualquer que me confessar
diante dos homens, eu o confessarei diante
de meu Pai, que está nos céus.
(Mat 10:32)

Certamente a maioria aqui há de concordar que Jesus é Deus, e não uma trindade.


Última edição por Khwey em Sex 17 Dez 2010, 9:52 pm, editado 1 vez(es)

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por David de Oliveira em Sex 17 Dez 2010, 9:51 pm

Esse post em fórum vai entrar para o livro dos records!!! Isso não é conveniente! fórum, não é para isso e quem está interessado nesse tema, bastaria o endereço do "livro" que nem o autor é mencionado, o que é anti-ético...


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8180
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Sex 17 Dez 2010, 9:56 pm

Eu já perdi a conta de quantas vezes escrevi essas mesmas palavras. Até sugeri um tutorial que explicasse o que vem a ser um "debate"!

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por David de Oliveira em Sex 17 Dez 2010, 10:17 pm

Khwey escreveu:
camilo tadeu salvador escreveu:

PROVANDO QUE JESUS É DEUS E NÃO UMA TRINDADE
Houve um equívoco!

Já sabemos que Jesus é Deus,
por textos mais simples, claros e diretos:

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava
com Deus, e o Verbo era Deus.
(João 1:1)

E o Verbo se fez carne, e habitou entre
nós, e vimos a sua glória, como a glória do
unigênito do Pai, cheio de graça e de
verdade.
(João 1:14)

E, sem dúvida alguma, grande é o
mistério da piedade: Deus se manifestou em
carne
, foi justificado no Espírito, visto dos
anjos, pregado aos gentios, crido no mundo,
recebido acima na glória.
(I Tim 3:16)

Pela bíblia já sabemos que o Pai de Jesus também é Deus:

Graça e paz da parte de Deus Pai e do
nosso Senhor Jesus Cristo,
(Gal 1:3)

Pela bíblia sabemos que enquanto o verbo de Deus estava entre nós, Deus Pai estava nos céus:

Portanto, qualquer que me confessar
diante dos homens, eu o confessarei diante
de meu Pai, que está nos céus.
(Mat 10:32)

Certamente a maioria aqui há de concordar que Jesus é Deus, e não uma trindade.

Como será o "Pai Nosso que está no céu"? Sua essência, personalidade, percepção e onisciência ?
Como será Jesus agora, junto ao Pai? Ocupariam o mesmo "lugar" nesses atributos? Como seria os dois sendo um? Jamais o saberemos estando ainda nesse corpo material.
Temos de entender e nunca esquecer da nossa situação de animais e como tais, somos matérias com um mínimo grau de inteligência e conhecimento. Enxergarmos Deus , juntamente com Jesus numa dimensão inimaginável, é coisa que foge de nossa alçada.
Aqui na nossa dimensão, não cabem dois corpos ao mesmo tempo num só lugar, e dois indivíduos não podem se "fundir", unificar, completar ou associar. Será que em outra dimensão, por algum processo não seria possível?


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8180
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Ton em Sex 17 Dez 2010, 11:45 pm

JESUS tratou claramente sobre o assunto referente a Ele ser DEUS (YHWH) ou não; em Jo 10:24-42. Leiam todo o contexto, pois vou postar o cerne da resposta de JESUS quanto ao assunto:
"Responderam-lhe os judeus: Não é por obra boa que te apedrejamos, e sim por causa da blasfêmia, pois, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo. Replicou-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: sois deuses? Se ele chamou deuses àqueles a quem foi dirigida a palavra de Deus, e a Escritura não pode falhar, então, daquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, dizeis: Tu blasfemas; porque declarei: sou Filho de Deus?"

Pelo que JESUS respondeu, todos são tão "deuses" como Ele; e esses "deuses" não são YHWH (O DEUS de Israel). Dessa fora, JESUS deixou claro que o Messias da Nova Alianção não era YHWH (o DEUS do Antigo Testamento).
Afinal, até anjos são identificados como Deus (Gn 32:28 / Os 12:3-4).


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Sab 18 Dez 2010, 1:10 am

Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o
fim, o primeiro e o derradeiro.
Bem-aventurados aqueles que guardam
os seus mandamentos, para que tenham
direito à árvore da vida, e possam entrar na
cidade pelas portas.
Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e
os que se prostituem, e os homicidas, e os
idólatras, e qualquer que ama e comete a
mentira.
Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos
testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a
raiz e a geração de Davi, a resplandecente
estrela da manhã.
(Apoc 22:13:16)

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Ton em Dom 19 Dez 2010, 11:45 am

Khwey escreveu:Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o
fim, o primeiro e o derradeiro.
Bem-aventurados aqueles que guardam
os seus mandamentos, para que tenham
direito à árvore da vida, e possam entrar na
cidade pelas portas.
Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e
os que se prostituem, e os homicidas, e os
idólatras, e qualquer que ama e comete a
mentira.
Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos
testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a
raiz e a geração de Davi, a resplandecente
estrela da manhã.
(Apoc 22:13:16)
Se anjos se identificavam como DEUS, Yeshua também poderia fazê-lo ...

E uma coisa é muito clara em Apocalipse:
JESUS, Filho de YHWH, O tem como o Seu Pai ... "Seu DEUS"
"Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome" (Ap 3:12).
Certamente, JESUS não poderia ser o Deus de Si mesmo.

O "Shemah Israel" (Dt 6:3), o Mandamento, a Reza e o Princípio de Fé mais Importante do Judaísmo [e ressaltado por Yeshua (Mr 12:29)], ressitado todos os Cultos nas Sinagogas, quer Messiânicas quer Ortodoxas, continua sendo ensinado até os dias de hoje.


Blog Ton |de Tudo|


TON - "APRENDIZ DA BÍBLIA"
"Quando o 'Leão da Tribo de Judá' RUGE, o 'leão metido à besta' MIA de medo" (W. B. S.).

Ton
Sirius
Sirius

Número de Mensagens : 3210
Idade : 29
Localização : Serra/ES
flag : Brasil
Data de inscrição : 23/10/2008

http://arrazoemos.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Dom 19 Dez 2010, 12:17 pm

Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o
fim, o primeiro e o derradeiro.

Eu, Jesus
(Apoc 22:13:16)

Explicação, claríssima:

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava
com Deus, e o Verbo era Deus.
(João 1:1)

E o Verbo se fez carne, e habitou entre
nós, e vimos a sua glória, como a glória do
unigênito do Pai, cheio de graça e de
verdade.
(João 1:14)

E, sem dúvida alguma, grande é o
mistério da piedade: Deus se manifestou em
carne
, foi justificado no Espírito, visto dos
anjos, pregado aos gentios, crido no mundo,
recebido acima na glória.
(I Tim 3:16)

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por David de Oliveira em Dom 19 Dez 2010, 7:59 pm

O toin disse:
Se anjos se identificavam como DEUS, Yeshua também poderia fazê-lo ...


Quer dizer que para você, Jesus é um simples "anjo"??? Quem, afinal "era" Jesus para vocês???


 Jucá: “Conversei ontem com alguns ministros do Supremo (Tribunal), os caras dizem: Ooh! Só tem condições sem ela (Dilma), enquanto ela (Dilma) estiver ali, a Imprensa, os caras querem tirar ela, esse negócio não vai parar nunca entendeu estou conversando com os generais, comandantes militares está tudo tranqüilo, os caras dizem que vão garantir...” .

David de Oliveira
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 8180
flag : Brasil
Data de inscrição : 28/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Elder Henrique de Souza em Dom 19 Dez 2010, 10:39 pm

Esta doutrina inútil matou muita gente na época dos concílios, os maiores defensores dela: católicos e presbiterianos, eles mesmos dizem que esta doutrina é "difícil" e subjetiva, não havendo base bíblicas contundentes para sua aceitação, aceitam por "revelação"... revelação nada, aceitam por convenção.
Esta doutrina é um peso morto, inútil, filosófica e só atrapalha o entendimento da verdade.

Elder Henrique de Souza
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 240
Idade : 35
Localização : Natal RN
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Dom 19 Dez 2010, 10:43 pm

E por falar em coisa inútil... oh my

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Jeanbanak em Dom 19 Dez 2010, 10:59 pm

Meu Deus quanta heresia!!!!


Se Cristo é Deus porque Ele precisaria do Pai?

E se voces acreditam ser Cristo Deus então essa passagem bíblia contradiz o que voces acreditam

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6


neste blog tem pelo menos 13 perguntas a voces que dizem ser Cristo Deus!!


E se voe acreditam em dois deuses estão quebrando um m dos dez mandamentos que diz "Não terás outros Deuses diante de mim"

de forma que se voces acreditam ser Cristo o "filho do homem" também ser deus não deveria eu estar aqui neste forum!!!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 978
Idade : 28
Localização : são josé dos pinhais
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Dom 19 Dez 2010, 11:18 pm

Adventismo hoje escreveu:Meu Deus quanta heresia!!!!


Se Cristo é Deus porque Ele precisaria do Pai?
Cristo foi o filho! oh my

Que, sendo em forma de Deus, não teve
por usurpação ser igual a Deus,
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a
forma de servo, fazendo-se semelhante aos
homens;
(Fil 2:6,7)


Adventismo hoje escreveu:E se voces acreditam ser Cristo Deus então essa passagem bíblia contradiz o que voces acreditam

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

Realmente há um só Deus:

Eu e o Pai somos um.
(João 10:30)

Ele disse UM (1).

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Jeanbanak em Dom 19 Dez 2010, 11:47 pm

Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:Meu Deus quanta heresia!!!!


Se Cristo é Deus porque Ele precisaria do Pai?
Cristo foi o filho! oh my

Que, sendo em forma de Deus, não teve
por usurpação ser igual a Deus,
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a
forma de servo, fazendo-se semelhante aos
homens;
(Fil 2:6,7)


Adventismo hoje escreveu:E se voces acreditam ser Cristo Deus então essa passagem bíblia contradiz o que voces acreditam

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

Realmente há um só Deus:

Eu e o Pai somos um.
(João 10:30)

Ele disse UM (1).


era tudo era e era significa que deixou de ser

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. João 1:1
e por mais que Cristo e o Pai sejam um não poderia dessa forma ser Deus porque Deus diz que ninguem veria o Pai

E disse mais: Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum verá a minha face, e viverá. Êxodo 33:20

não faria sentido serem o mesmo por que então Cristo faria uma oraçao pedindo ao Pai que o livrasse da morte?
Se Cristo fosse Deus não teria morrido porque Deus não morre!!!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 978
Idade : 28
Localização : são josé dos pinhais
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Khwey em Dom 19 Dez 2010, 11:56 pm

Adventismo hoje escreveu:
Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:Meu Deus quanta heresia!!!!


Se Cristo é Deus porque Ele precisaria do Pai?
Cristo foi o filho! oh my

Que, sendo em forma de Deus, não teve
por usurpação ser igual a Deus,
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a
forma de servo, fazendo-se semelhante aos
homens;
(Fil 2:6,7)


Adventismo hoje escreveu:E se voces acreditam ser Cristo Deus então essa passagem bíblia contradiz o que voces acreditam

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

Realmente há um só Deus:

Eu e o Pai somos um.
(João 10:30)

Ele disse UM (1).


era tudo era e era significa que deixou de ser
A palavra de Deus sempre será Deus.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes,
dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na
terra.
(Mat 28:18)

Khwey
administrador
administrador

Número de Mensagens : 16972
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Jeanbanak em Seg 20 Dez 2010, 2:19 pm

Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:
Khwey escreveu:
Adventismo hoje escreveu:Meu Deus quanta heresia!!!!


Se Cristo é Deus porque Ele precisaria do Pai?
Cristo foi o filho! oh my

Que, sendo em forma de Deus, não teve
por usurpação ser igual a Deus,
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a
forma de servo, fazendo-se semelhante aos
homens;
(Fil 2:6,7)


Adventismo hoje escreveu:E se voces acreditam ser Cristo Deus então essa passagem bíblia contradiz o que voces acreditam

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

Realmente há um só Deus:

Eu e o Pai somos um.
(João 10:30)

Ele disse UM (1).


era tudo era e era significa que deixou de ser
A palavra de Deus sempre será Deus.

E, chegando-se Jesus, falou-lhes,
dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na
terra.
(Mat 28:18)

Se até nós que somos pecadores recebemos o poder do Espírito que vem dos céus imagine Cristo!? :p


faça o favor de não postar bobagens isso não prova Cristo Ser Deus!!!

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

A bíblia especifica que temos um só Deus O Pai e um só Senhor e Desse Senhor é por quem são todas as coisas!
sem balela a Bíblia diz: "o verbo era Deus"

Se "era Deus" significa que deixou de ser !!!
tanto isso é certo que Cristo mesmo pede em oração que ao menos a glória que tinha antes seja devolvida!

E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. João 17:5


o que derruba a assertiva de Cristo ser Deus!!!

Se a bíblia diz "um só Deus" é um só Deus!!!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 978
Idade : 28
Localização : são josé dos pinhais
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Jeanbanak em Seg 20 Dez 2010, 2:26 pm

Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. João 4:24

Veja; Deus é éspírito mas Cristo estava na terra em carne, então qual era o meio de Serem "um"?

provavelmente pelo resto do mesmo texto que diz que: "importa que os que o adoram o adore em espirito e em verdade"

e por esse motivo seria Cristo um com o Pai


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 978
Idade : 28
Localização : são josé dos pinhais
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Jeanbanak em Seg 20 Dez 2010, 2:30 pm

Eu acredito Cristo como Divino uma divindade

Por ser filho ele faz parte da divindade porque?!!:

Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse, Colossenses 1:19
Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade;
Colossenses 2:9

Divindade mas não Deus!!!

mas não Deus poruqe Deus é um só!!


E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra. Apocalipse 22:12
www.averdadebiblica.com

Jeanbanak
Esmeralda
Esmeralda

Número de Mensagens : 978
Idade : 28
Localização : são josé dos pinhais
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/10/2010

http://www.averdadebiblica.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Doutrina sobre a Trindade - Topico Oficial

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 4:06 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 12 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 10, 11, 12  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum