.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
51 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 51 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

Decepção com a ética científica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Sab 21 Nov 2009, 9:56 pm

A conspiração por trás do mito aquecimento global antropogénico

http://blogs.telegraph.co.uk/news/jamesdelingpole/100017393/climategate-the-final-nail-in-the-coffin-of-anthropogenic-global-warming/

Hacker invadiu os computadores da Universidade de East Anglia Climate Research Unit

Hackers invadiram servidores de um prominente centro de pesquisas climáticas britânico e revelaram anos de mensagens de e-mail confidenciais, incluindo um com uma referência de um plano para "esconder o declínio" nas temperaturas.

A Internet está cheia de material que vazou da Universidade da East Anglia's Climate Research Unit (comumente chamada de Hadley CRU), na qual reconheceu o roubo de 61MB de dados confidenciais.

Céticos descreveram os dados vazados como evidência da conspiração entre os climatologistas e manipulação de dados para apoiar a opinião generalizada de que a mudança climática é causada pela ação do homem. Os autores de alguns dos e-mails, entretanto, acusam os céticos de avaliarem as mensagens fora de contexto, acrescentando que as provas ainda mostram claramente uma tendência de aquecimento.

Os dados teriam sido lançados em um arquivo de um servidor russo por um autor com o pseudônimo "FOIA".

Em uma entrevista exclusiva com a revista TGIF Edition, Phil Jones, o chefe da Hadle CRU, confirmou que os dados vazados são reais.

"Foi um hacker. Nós estamos cientes disso desde três ou quatro dias atrás", ele disse para a revista, adicionando que o centro ainda precisa de contatar a polícia sobre a quebra de dados.

TGIF Edition perguntou à Jones sobre o controverso comentário de "esconder o declínio da temperatura" de um e-mail que ele escreveu em 1999: "I've just completed Mike's Nature trick of adding in the real temps to each series for the last 20 years (ie from 1981 onwards) amd [sic] from 1961 for Keith's to hide the decline."

Ele disse à revista que não houve intenção de induzir erro, mas ele "não fazia ideia" do que ele quis dizer com aquelas palavras.

"Aquele foi um e-mail de dez anos atrás. Você pode lembrar o contexto exato do que você escreveu há dez anos atrás?" ele disse.

[...]

O jornal The Telegraph postou alguns dos trechos mais contundentes desses e-mails, sugerindo manipulação de evidências e dúvidas privadas sobre a realidade do aquecimento global, embora grande parte da linguagem cientifica nos e-mails é esotérica e difícil de interpretar.

Outros sugerem que os comentários são simplesmente "cientistas conversando sobre ciência." Em uma entrevista com Wired, Kevin Trenberth, chefe da Climate Analysis Section at the National Center for Atmospheric Research, diz que "se você ler todos esses e-mails, você ficará surpreso com a integridade desses cientistas."

Ainda assim, um notável e-mail de um dos arquivos hackeados descreve claramente como oprimir cientistas dissidentes do processo de revisão da teoria atual:

"Eu acho que nós temos que parar de considerar o Climate Research como um jornal de revisão cientifica. Talvez nós devemos encorajar nossos colegas na comunidade de pesquisa climática para não mais submeter para, ou citar pesquisas, desse jornal. Nós também precisamos considerar o que dizemos ou solicitamos aos nossos colegas mais moderados que atualmente fazem parte do conselho editorial... O que os outros pensam?"

Fonte: Fox News
Toda essa teoria sobre "mudança climática" foi propagada através de mentiras, distorções, omissões e ataques aos céticos. Sim, no campo cientifico existe isso. Nesse caso a teoria tem sido usada como ferramenta política contra nações industrializadas para aumentar taxas e subsídios para os países de terceiro mundo como "compensação". Além dessa controversia do Aquecimento Global, existem outros assuntos cientificos onde os céticos são esmagados por motivos políticos e suas pesquisas ignoradas ou condenadas.

Sobre os trechos dos e-mails vazados que foram postados pelo The Telegraph, segue o artigo abaixo (em inglês):

If you own any shares in alternative energy companies I should start dumping them NOW. The conspiracy behind the Anthropogenic Global Warming myth (aka AGW; aka ManBearPig) has been suddenly, brutally and quite deliciously exposed after a hacker broke into the computers at the University of East Anglia’s Climate Research Unit (aka Hadley CRU) and released 61 megabites of confidential files onto the internet. (Hat tip: Watts Up With That)

When you read some of those files – including 1079 emails and 72 documents – you realise just why the boffins at Hadley CRU might have preferred to keep them confidential. As Andrew Bolt puts it, this scandal could well be “the greatest in modern science”. These alleged emails – supposedly exchanged by some of the most prominent scientists pushing AGW theory – suggest:
Conspiracy, collusion in exaggerating warming data, possibly illegal destruction of embarrassing information, organised resistance to disclosure, manipulation of data, private admissions of flaws in their public claims and much more.
One of the alleged emails has a gentle gloat over the death in 2004 of John L Daly (one of the first climate change sceptics, founder of the Still Waiting For Greenhouse site), commenting:
“In an odd way this is cheering news.”
But perhaps the most damaging revelations – the scientific equivalent of the Telegraph’s MPs’ expenses scandal – are those concerning the way Warmist scientists may variously have manipulated or suppressed evidence in order to support their cause.

Here are a few tasters. (So far, we can only refer to them as alleged emails because – though Hadley CRU’s director Phil Jones has confirmed the break-in to Ian Wishart at the Briefing Room – he has yet to fess up to any specific contents.) But if genuine, they suggest dubious practices such as:

Manipulation of evidence:
I’ve just completed Mike’s Nature trick of adding in the real temps to each series for the last 20 years (ie from 1981 onwards) amd from 1961 for Keith’s to hide the decline.
Private doubts about whether the world really is heating up:
The fact is that we can’t account for the lack of warming at the moment and it is a travesty that we can’t. The CERES data published in the August BAMS 09 supplement on 2008 shows there should be even more warming: but the data are surely wrong. Our observing system is inadequate.
Suppression of evidence:
Can you delete any emails you may have had with Keith re AR4?
Keith will do likewise. He’s not in at the moment – minor family crisis.
Can you also email Gene and get him to do the same? I don’t have his new email address.
We will be getting Caspar to do likewise.
Fantasies of violence against prominent Climate Sceptic scientists:
Next
time I see Pat Michaels at a scientific meeting, I’ll be tempted to beat
the crap out of him. Very tempted.
Attempts to disguise the inconvenient truth of the Medieval Warm Period (MWP):
……Phil and I have recently submitted a paper using about a dozen NH records that fit this category, and many of which are available nearly 2K back–I think that trying to adopt a timeframe of 2K, rather than the usual 1K, addresses a good earlier point that Peck made w/ regard to the memo, that it would be nice to try to “contain” the putative “MWP”, even if we don’t yet have a hemispheric mean reconstruction available that far back….
And, perhaps most reprehensibly, a long series of communications discussing how best to squeeze dissenting scientists out of the peer review process. How, in other words, to create a scientific climate in which anyone who disagrees with AGW can be written off as a crank, whose views do not have a scrap of authority.
“This was the danger of always criticising the skeptics for not publishing in the “peer-reviewed literature”. Obviously, they found a solution to that–take over a journal! So what do we do about this? I think we have to stop considering “Climate Research” as a legitimate peer-reviewed journal. Perhaps we should encourage our colleagues in the climate research community to no longer submit to, or cite papers in, this journal. We would also need to consider what we tell or request of our more reasonable colleagues who currently sit on the editorial board…What do others think?”
“I will be emailing the journal to tell them I’m having nothing more to do with it until they rid themselves of this troublesome editor.”“It results from this journal having a number of editors. The responsible one for this is a well-known skeptic in NZ. He has let a few papers through by Michaels and Gray in the past. I’ve had words with Hans von Storch about this, but got nowhere. Another thing to discuss in Nice !”
Hadley CRU has form in this regard. In September – I wrote the story up here as “How the global warming industry is based on a massive lie” – Hadley CRU’s researchers were exposed as having “cherry-picked” data in order to support their untrue claim that global temperatures had risen higher at the end of the 20th century than at any time in the last millenium. Hadley CRU was also the organisation which – in contravention of all acceptable behaviour in the international scientific community – spent years withholding data from researchers it deemed unhelpful to its cause. This matters because Hadley CRU, established in 1990 by the Met Office, is a government-funded body which is supposed to be a model of rectitude. Its HadCrut record is one of the four official sources of global temperature data used by the IPCC.

I asked in my title whether this will be the final nail in the coffin of Anthropenic Global Warming. This was wishful thinking, of course. In the run up to Copenhagen, we will see more and more hysterical (and grotesquely exaggerated) stories such as this in the Mainstream Media. And we will see ever-more-virulent campaigns conducted by eco-fascist activists, such as this risible new advertising campaign by Plane Stupid showing CGI polar bears falling from the sky and exploding because kind of, like, man, that’s sort of what happens whenever you take another trip on an aeroplane.

The world is currently cooling; electorates are increasingly reluctant to support eco-policies leading to more oppressive regulation, higher taxes and higher utility bills; the tide is turning against Al Gore’s Anthropogenic Global Warming theory. The so-called “sceptical” view is now also the majority view.

Unfortunately, we’ve a long, long way to go before the public mood (and scientific truth) is reflected by our policy makers. There are too many vested interests in AGW, with far too much to lose either in terms of reputation or money, for this to end without a bitter fight.

But if the Hadley CRU scandal is true, it’s a blow to the AGW lobby’s credibility which is never likely to recover.

Fonte: The Telegraph


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Seg 23 Nov 2009, 7:46 pm

Corrupção da Nomenklatura científica sobre o aquecimento global


The Wall Street Journal
BEST OF THE WEB TODAY NOVEMBER 23, 2009
Settled Science?
Computer hackers reveal corruption behind the global-warming "consensus."

By JAMES TARANTO

"Officials at the University of East Anglia confirmed in a statement on Friday that files had been stolen from a university server and that the police had been brought in to investigate the breach," the New York Times reports. "They added, however, that they could not confirm that all the material circulating on the Internet was authentic." But some scientists have confirmed that their emails were quoted accurately.

The files--which can be downloaded here--surely have not been fully plumbed. The ZIP archive weighs in at just under 62 megabytes, or more than 157 MB when uncompressed. But bits that have already been analyzed, as the Washington Post reports, "reveal an intellectual circle that appears to feel very much under attack, and eager to punish its enemies":

In one e-mail, the center's director, Phil Jones, writes Pennsylvania State University's Michael E. Mann and questions whether the work of academics that question the link between human activities and global warming deserve to make it into the prestigious IPCC report, which represents the global consensus view on climate science.

"I can't see either of these papers being in the next IPCC report," Jones writes. "Kevin and I will keep them out somehow--even if we have to redefine what the peer-review literature is!"

In another, Jones and Mann discuss how they can pressure an academic journal not to accept the work of climate skeptics with whom they disagree. "Perhaps we should encourage our colleagues in the climate research community to no longer submit to, or cite papers in, this journal," Mann writes...

Mann, who directs Penn State's Earth System Science Center, said the e-mails reflected the sort of "vigorous debate" researchers engage in before reaching scientific conclusions. "We shouldn't expect the sort of refined statements that scientists make when they're speaking in public," he said.

This is downright Orwellian. What the Post describes is not a vigorous debate but an attempt to suppress debate--to politicize the process of scientific inquiry so that it yields a predetermined result. This does not, in itself, prove the global warmists wrong. But it raises a glaring question: If they have the facts on their side, why do they need to resort to tactics of suppression and intimidation?

It is hard to see how this is anything less than a definitive refutation of the popular press's contention that global warmism is settled science--a contention that both the Times and the Post repeat in their articles on the revelations: "The evidence pointing to a growing human contribution to global warming is so widely accepted that the hacked material is unlikely to erode the overall argument," the Times claims. The Post leads its story by observing that "few U.S. politicians bother to question whether humans are changing the world's climate," and that "nearly three years ago the U.N. Intergovernmental Panel on Climate Change concluded the evidence was unequivocal." (As blogger Tom Maguire notes, this actually overstates even the IPCC's conclusions.)

The press's view on global warming rests on an appeal to authority: the consensus among scientists that it is real, dangerous and man-caused. But the authority of scientists rests on the integrity of the scientific process, and a "consensus" based on the suppression of alternative hypotheses is, quite simply, a fraudulent one.

Redefining 'Consensus'

Then again, maybe "consensus" doesn't mean what we thought it did. Consider the first three paragraphs of a New York Times article about economists' views of President Obama's so-called stimulus:

Now that unemployment has topped 10 percent, some liberal-leaning economists see confirmation of their warnings that the $787 billion stimulus package President Obama signed into law last February was way too small. The economy needs a second big infusion, they say.

No, some conservative-leaning economists counter, we were right: The package has been wasteful, ineffectual and even harmful to the extent that it adds to the nation's debt and crowds out private-sector borrowing.

These long-running arguments have flared now that the White House and Congressional leaders are talking about a new "jobs bill." But with roughly a quarter of the stimulus money out the door after nine months, the accumulation of hard data and real-life experience has allowed more dispassionate analysts to reach a consensus that the stimulus package, messy as it is, is working.

So there's one group of economists that thinks the stimulus was insufficient, another that thinks it was harmful, and a third that thinks it was both beneficial and sufficient. This is not normally what one would describe as a consensus.

But then, if you read that third paragraph carefully, you'll see that the Times is claiming a consensus only in the third group, i.e., "more dispassionate analysts," which seems to be defined as those who think the stimulus is working. It's a consensus by tautologyhttp://www.blogger.com/img/blank.gif! This approach may hold some promise for keeping global warmism alive.
...

Read more here/Leia mais aqui.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Ter 24 Nov 2009, 1:55 pm

Cientistas têm comportamento bandido 'suavizado' pela Folha de São Paulo


A Folha de São Paulo cada vez mais se afunda. O que foi um comportamento aético dos cientistas -- sonegaram informações científicas sobre a questão do aquecimento global, e sugestões de como lidar com os dissidentes, foi 'suavizado' pelo artigo de Ricardo Mioto:

Hackers roubam e publicam e-mails de climatologistas
Céticos do clima dizem que leitura mostra farsa científica; autores apontam teoria da conspiração

RICARDO MIOTO
DA REPORTAGEM LOCAL

Hackers tiveram acesso a pouco mais de mil e-mails trocados desde 1996 por alguns dos principais climatologistas ao redor do mundo e colocaram tudo na internet. Céticos do aquecimento global dizem ter encontrado ali provas de que os cientistas falsificaram deliberadamente pesquisas. Os cientistas rebatem dizendo que os céticos estão vendo uma conspiração onde não há nada.

Os invasores conseguiram isso ao acessar os servidores da Universidade de East Anglia, na Inglaterra, que é um centro de referência em estudo do clima. A frase que vem causando mais confusão está em mensagem enviada por um professor de lá, o climatologista Phil Jones, a colegas nos EUA.

Ele dizia que tinha usado o mesmo "truque" que Michael Mann, geofísico da Universidade Estadual da Pensilvânia, para "esconder o declínio" em uma série de temperaturas.

No site Real Climate (www.realclimate.org), os cientistas escreveram para se defender. Dizem que usam "com frequência o termo truque para se referir a um bom jeito de lidar com um problema, e não para dizer que algo é secreto".

Sobre "esconder o declínio", eles dizem que Jones se referia a um problema científico específico -as medições do tamanho dos anéis das árvores- e que escolheu mal as palavras.

...

Para ler mais requer assinatura da FSP ou do UOL.

+++++

NOTE O TÍTULO:
Os Hackers 'roubam e publicam e-mails de climatologistas', o comportamento aético dos cientistas é suavizado e ganhou destaque de 'teoria da conspiração'. Os e-mails que os hackers 'roubaram' revelam o comportamento bandido desses cientistas pode ser visto aqui, mas o repórter da FSP não mencionou.

Muito antes da FSP, este blogger reportou esta ação nefanda da Nomenklatura científica aqui.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Ter 24 Nov 2009, 11:46 pm

Correspondência científica roubada abre polêmica sobre mudança climática


Computadores da Universidade East Anglia, no Reino Unido, foram invadidos e mais de mil e-mails e 3 mil documentos trocados entre cientistas do clima foram roubados, abrindo polêmica no mundo acadêmico a poucas semanas da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 15), em Copenhague.

O material, que revelaria uma suposta manipulação de dados para reforçar a tese do aquecimento global, está sendo usado por céticos para alertar que a necessidade de corte de emissões de CO2 não passaria de uma farsa planetária. Cientistas afirmam que o roubo faz parte de uma campanha para evitar um acordo climático.

Muitos dos e-mails roubados foram trocados entre cientistas que participaram do relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC).

O documento, de 2007, foi o primeiro a confirmar que o aquecimento global é resultado da atividade humana. Phil Jones, que teve e-mails roubados, diz que palavras como "truque" e "esconder a queda" foram usadas fora de contexto pelos hackers.

Mas a polêmica já virou debate político. Lord Lawson, cético da mudança climática, pediu investigação e disse que a credibilidade da ciência está em jogo. O secretário-geral da Organização Mundial de Meteorologia (WMO, na sigla em inglês), Michel Jarraud, rejeitou a tese. "É lamentável que ainda traga impacto um rumor como esse."

Fonte - G1


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Qua 25 Nov 2009, 11:19 pm

O arreganhar dos dentes do Climategate



Escondam os dados! Escondam os dados! Escondam os dados! Escondam os dados!

É assim que a Nomenklatura científica age quando defende com unhas e dentes uma ideia 'consensual'...

Eu queria ver a cara da Grande Mídia Tupiniquim que teve uma atitude de 'vaquinha de presépio' e 'faremos tudo o que o Al 'Apocalipse' Gore nos mandar'. Gente, bastava apenas uma pitada salutar de ceticismo localizado.

Obrigado,
Barry Arrington.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Sex 27 Nov 2009, 8:49 pm

Leia aqui os e-mails do Climategate que você não lerá em outros meios de informação

Al 'Apocalipse' Gore e gang devem estar bastante frustrados e contrariados com os e-mails que foram hackerizados dos computadores do Climate Research Unit (CRU) na University of East Anglia. Muito mais contrariados porque a lista pode ser lida aqui.

A Nomenklatura científica, a Grande Mídia internacional e tupiniquim, em tácito acordo, não deram espaço para os dissidentes, como este blogger, mas eu queria ver a cara deles agora que os cientistas bandidos foram apanhados com a mão na cumbuca!!!

Segundo o blog http://www.powerlineblog.com/archives/2009/11/024993.php este é o email que mais chamou a atenção até agora:

CLIQUE AQUI PARA VER O EMAIL

A linguagem é certamente sugestiva – usar um “truque” para “esconder o decréscimo [de temperatura]”. Este é um dos muitos emails que sugerem que os cientistas adeptos da hipóteses do AGA manipularam os dados livremente a fim de atingir seus objetivos políticos, mas é possível que as palavras usadas tenham uma explicação relativamente benigna. Mas há muito mais material a ser analisado.

Uma vez que todos os emails têm como destinatários universidades públicas americanas, são públicos, ou seja, têm divulgação protegida pelo FOIA – Freedom of Information Act. Mas no resto do mundo, a busca por evidências de fraude é frenética. Enquanto isso, os diretores do CRU e seus aliados na grande mídia catastrofista tentam minimizar o vazamento ou caracterizá-lo como “manobra” dos céticos. Aliás, FOIA 2009 é o nome do arquivo compactado que está batendo recordes de downloads mundo afora. É um “Climategate” em gestação avançada, apesar dos esforços em abortá-lo.

Mas enquanto as intenções hacker (ou mesmo de um vazamento proposital por parte de algum membro do próprio CRU, descontente com os rumos da política interna do centro de pesquisas) e principalmente o teor dos emails são assunto de discussão em grandes jornais e redes de TV mundo afora, no Brasil apenas alguns blogs deram a notícia, além, é claro, de uma breve citação da ultra-verde BBC Brasil. O único site brasileiro que dedicou maior espaço e atenção ao assunto foi o M@M.

Os 60 MB se dividem em 4.559 arquivos. Faremos um longo e cuidadoso trabalho de análise desse extenso material. Possivelmente, alguns desses documentos não trazem nada que possa ser caracterizado como conspiração para fraudar dados e resultados de pesquisas climáticas. Todavia e conforme artigo da colunista Melanie Phillips:

And with so much material now in the public domain, it is possible that some of it has an innocent explanation.But in an awful lot of it it is hard to see such innocence [Com tanto material agora de domínio publico, é possível que alguma parte dele tenha uma explicação inocente. Mas numa terrível quantidade desse material é difícil encontrar tal inocência].

Eis um exemplo pinçado pela colunista:

Here is lead IPCC scientist Keith Briffa admitting:
I tried hard to balance the needs of the science and the IPCC, which were not always the same.

Aqui está um dos principais cientistas do IPCC [ONU], Keith Briffa admitindo:

Eu fiz um grande esforço para tentar equilibrar as necessidades da ciência e do IPCC, as quais nem sempre foram as mesmas.

Há muito mais. Aguarde a exclusiva tradução completa desse artigo de Melanie Phillips aqui, no M@M.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Qua 02 Dez 2009, 11:07 pm

Cientistas manipulam dados para provar aquecimento

Documentos vazados revelaram fraudes no cálculo do aquecimento global. Já conhecido no mundo como “Climategate”, em referência ao caso Watergate, o vazamento mostra que cientistas diretamente ligados à Organização das Nações Unidas (ONU) estavam manipulando índices para provar que o planeta passa por um processo de aquecimento sem precedentes.

O cientista Philip Jones, um dos apontados durante o Climategate, é responsável por criar o mais importante de quatro índices que orientam políticas climáticas de nações e da ONU. Os emails vazados mostram como os cientistas que trabalham com Jones não liberavam dados importantes de suas pesquisas, feitas na e fabricavam motivos para mantê-los em segredo. Jones decidiu nesta terça, 1°, se afastar da Unidade de Pesquisa de Clima da University of East Anglia até que a universidade conclua as investigações sobre o incidente.

Os cientistas ligados a Jones também tentavam abalar a credibilidade de qualquer pesquisador que fosse contra os resultados apresentados. Entre os pesquisadores envolvidos no Climategate, estão responsáveis por outros índices que orientam a ONU e o braço-direito do ex-vice-presidente norte-americano Al Gore.

http://opiniaoenoticia.com.br/vida/meio-ambiente/cientistas-manipulam-dados-para-provar-aquecimento/?optin


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por lordakner em Qui 03 Dez 2009, 1:39 am


lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Sex 04 Dez 2009, 11:03 pm

Thompson 'falou e disse': o sucesso do darwinismo ocorreu pelo declínio de integridade científica


Com toda esta falta de integridade científica com os dados do aquecimento global, eu me lembrei de uma voz evolucionista do passado, e que deixou gravado para a história da ciência a introdução feita ao Origem das Espécies em 1956:

“O sucesso do darwinismo foi realizado por um declínio na integridade científica… A tendência geral de eliminar por meio de especulações, os limites das categorias que a natureza nos apresenta, é a herança de biologia do Origem das Espécies. Para estabelecer a continuidade exigida pela teoria, os argumentos históricos são invocados, ainda que a evidência histórica esteja faltando. Assim são formadas aquelas frágeis torres de hipóteses baseadas em hipóteses, onde o fato e a ficção se misturam numa confusão inextricável.” [1]

NOTA

1. “The success of Darwinism was accomplished by a decline in scientific integrity… The general tendency to eliminate, by means of unverifiable speculations, the limits of the categories nature presents to us, is the inheritance of biology from the Origin of Species. To establish the continuity required by theory, historical arguments are invoked, even though historical evidence is lacking. Thus are engendered those fragile towers of hypotheses based on hypotheses, where fact and fiction intermingle in an inextricable confusion.” William Robin Thompson (1887 - 1972), Introduction to Origin of Species by Charles Darwin (Dutton: Everyman’s Library, 1956).
Thompson, entomólogo evolucionista, foi diretor do Commonwealth Institute of Biological Control, Ottawa, Canadá.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Sab 05 Dez 2009, 2:40 pm



Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por lordakner em Sab 05 Dez 2009, 3:11 pm

É.
Tá fazendo frio.
Compra um pulôver!

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Adriane Cunha em Sab 05 Dez 2009, 7:58 pm

lordakner escreveu:
Seja sincero lord...
É desta forma que você me vê aqui? É este tipo de testemunho que passo?
Te amo em Cristo Jesus!
Beijocas da Dri...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por lordakner em Sab 05 Dez 2009, 8:48 pm

Adriane Cunha escreveu:
lordakner escreveu:
Seja sincero lord...
É desta forma que você me vê aqui? É este tipo de testemunho que passo?
Te amo em Cristo Jesus!
Beijocas da Dri...
Não.
VOCÊ não.
Você é gentil e educada.

lordakner
Arcturus
Arcturus

Número de Mensagens : 5811
flag : Brasil
Data de inscrição : 27/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Adriane Cunha em Sab 05 Dez 2009, 9:38 pm

Off Topic...
Lord meu amado!
Que tal abrir um tópico com essa figura, a fim de que possamos debater algo acerca da atitude de cristãos com relação a ateus?
Apagarei este post depois de um "alô" seu amado!
Beijocas da Dri...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Tupac em Dom 06 Dez 2009, 7:57 pm

Sim Adriane, muitas vezes vejo você exatamente assim.


“Uma visita ao hospício mostra que a fé não prova nada.” Nietzsche

Meu site, galera - www.bemviveronline.com
Ultimos textos (meus): Lyoto x Shogun || Poeira de estrelas Valew...

Tupac
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1112
flag : Brasil
Data de inscrição : 21/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Adriane Cunha em Dom 06 Dez 2009, 8:50 pm

Off Topic...
Tupac escreveu:Sim Adriane, muitas vezes vejo você exatamente assim.
Assim como abençoado? Ái, ái, ái...


cafezinho "Sempre fica um pouco de perfume nas mãos que oferecem flores."

Adriane Cunha
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4899
flag : Israel
Data de inscrição : 03/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por West em Seg 07 Dez 2009, 10:42 am

Conferência de Copenhague começa em clima de esperança por acordo global

Delegações dos 193 países terão apenas 6 dias de reuniões técnicas.
Ministros terão 2 dias para negociar até a chegada dos líderes nacionais.


A Conferência sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas (COP 15) começou na manhã desta segunda-feira (7) em clima de esperança - pelo menos da parte dos organizadores - em relação a um acordo global de redução das emissões de gases causadores do efeito estufa. O evento foi aberto oficialmente pelo presidente da COP 14, o polonês Maciej Nowicki.

Na cerimônia de abertura, o secretário-executivo da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática, Yvo de Boer, destacou que o “tempo de declarações formais acabou”. “Chegou o momento de darmos as mão”, prossseguiu o representante da ONU.

Ele lembrou aos participantes que lotavam o plenário principal do Bella Center, espaço de convenções onde acontece a conferência, que as delegações dos 193 países terão apenas seis dias de reuniões técnicas para entregar resultados aos seus ministros (no caso da delegação do Brasil, quem está à frente é a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff).

Os ministros, então, terão dois dias para negociar até a chegada dos líderes nacionais que, se as esperanças se confirmarem, podem fechar um acordo climático global até 18 de dezembro.

A prefeita de Copenhague, Ritt Bjerregaard, e o primeiro-ministro da Dinamarca, Lars Rasmussen, reforçaram na abertura a esperança de que as negociações avancem neste encontro. Bjerregaard disse que a cidade precisa se tornar “Hopenhagen”, trocadilho com a palavra “esperança” em inglês (hope) que tem sido usada em campanhas em favor de um consenso climático. As autoridades dinamarquesas esperam que seu país fique marcado como o que selou o acordo que vai substituir o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

A presidente da COP 15 e ex-ministra do Clima da Dinamarca, Connie Hedegaard, destacou os compromissos de controle das emissões assumidos pelas nações em desenvolvimento, incluindo o Brasil, e também apelou aos presentes por um acordo.

O presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU (IPCC, sigla em inglês), Rajendra Pachauri, se juntou a De Boer e aos governantes dinamarqueses ao pedir um acordo em Copenhague.

Ele aproveitou para criticar o vazamento de e-mails trocados por cientistas da Universidade de East Anglia, na Grã-Bretanha, e de outras instituições, que levaram a acusações de que dados produzidos por pesquisadores do clima não seriam confiáveis. Pachauri argumentou que um novo acordo de redução de emissões incomoda de tal maneira que provoca até o cometimento de “ilegalidades”. Ele destacou ainda que as pesquisas produzidas pelo painel não são resultado de trabalho individual,e sim de milhares de cientistas que pesquisam e checam suas conclusões entre si.

FONTE: http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL1405746-17816,00-CONFERENCIA DE COPENHAGUE COMECA EM CLIMA DE ESPERANCA POR ACORDO GLOBAL.html

West
Safira
Safira

Número de Mensagens : 192
flag : Brasil
Data de inscrição : 30/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por West em Seg 07 Dez 2009, 2:54 pm

ONU rebate acusações sobre manipulação de dados sobre clima
Polêmica teve início após vazamento de e-mail;
cientistas dizem que aquecimento global é 'inequívoco'.


Dois dias antes do início da conferência das Nações Unidas sobre o clima em Copenhague, na Dinamarca, cientistas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU (IPCC, na sigla em inglês) se defenderam das acusações de que dados sobre a influência humana nas modificações do clima teriam sido exagerados.

Em um comunicado divulgado neste sábado por dois de seus membros, o IPCC afirmou que o "aquecimento no sistema climático é inequívoco" e que defende "firmemente" que as emissões de gases que causam efeito estufa são um dos fatores que contribuíram para o aumento da temperatura global.

O comunicado foi uma resposta às acusações de que dados coletados por pesquisadores da Unidade de Pesquisas Climáticas da Universidade de East Anglia, na Grã-Bretanha, não seriam confiáveis.

Vazamento

A polêmica teve início após centenas de e-mails trocados por pesquisadores da universidade e de outras instituições terem vazado na internet com outros documentos.

Segundo alguns críticos, uma das mensagens que vazaram sugeriria que o chefe da unidade de pesquisas da universidade, professor Phil Jones, queria excluir alguns documentos da próxima avaliação da ONU sobre o clima, levantando suspeitas de uma tentativa de manipulação de dados sobre o aquecimento global.

Jones, que deixou seu cargo, nega que sua intenção fosse manipular os dados. Uma investigação independente sobre o caso está sendo conduzida.

"Estas mudanças foram detectadas como desvios significativos da variação climática natural e foram atribuídas ao aumento (na emissão) de gases causadores do efeito estufa", afirma comunicado

No comunicado divulgado neste sábado, os professores Thomas Stocker e Qin Dahe, chefes do grupo de trabalho 1 do IPCC, condenaram o vazamento dos e-mails na internet, mas evitaram comentar o conteúdo das mensagens.

Os cientistas preferiram tentar rebater diretamente as acusações de que os dados sobre o aquecimento global seriam exagerados.

"(As conclusões da ONU) são baseadas em informações de diversas instituições independentes em todo o mundo, que demonstram mudanças significativas no solo, atmosfera, oceanos e nas partes do planeta cobertas por gelo", diz o comunicado.

"Por meio de trabalho científico independente envolvendo métodos estatísticos e uma série de modelos climáticos, estas mudanças foram detectadas como desvios significativos da variação climática natural e foram atribuídas ao aumento (na emissão) de gases causadores do efeito estufa".


'Conspiração'

Também neste sábado, o professor Jean-Pascal van Ypersele, vice-diretor do IPCC, afirmou acreditar que o vazamento dos e-mails faz parte de uma conspiração para desacreditar os dados sobre o aquecimento global antes da conferência de Copenhague.

"A intenção era claramente abalar a confiança que os negociadores (da conferência) têm na ciência", diz Ypersele, vice-diretor do IPCC


"Você acha que é coincidência isto ter acontecido a duas semanas de Copenhague?", disse o cientista, que acusou hackers russos de receberem dinheiro para publicar os e-mails na internet.

Ele, no entanto, não citou nomes ao dizer quem estaria interessado no vazamento.

"A intenção era claramente abalar a confiança que os negociadores (da conferência) têm na ciência", declarou Ypersele, que, no entanto, afirmou haver diversas outras evidências que comprovam o aquecimento global.

"Mesmo que as evidências que aqueles cientistas (que tiveram os e-mails vazados) fossem descartadas, nada mudaria nas conclusões do IPCC".



FONTE: http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL1404928-17816,00-ONU+REBATE+ACUSACOES+SOBRE+MANIPULACAO+DE+DADOS+SOBRE+CLIMA.html

West
Safira
Safira

Número de Mensagens : 192
flag : Brasil
Data de inscrição : 30/10/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Seg 07 Dez 2009, 9:03 pm

A teoria do aquecimento global (AG) sofreu um duro revés nas última semanas com a descoberta de uma troca de emails entre cientistas proponentes da teoria (vêr 1, 2, 3, 4, 5). Supostamente houve falsificação de dados, censura a pesquisas que contradiziam o consenso científico e outras coisas mais.


A eminente destruição da teoria do AG mostra bem a condição caída do ser humano. Neste exemplo se vê como seres humanos motivados por uma crença pessoal (e por motivos do foro financeiro e político) subverteram a ciência durante o processo.


Para quem acompanha o debate criacionismo versus evolucionismo, isto não deve ser surpresa alguma uma vez que a teoria da evolução "sobrevive" exactamente da mesma forma. Os evolucionistas falsificam dados, censuram cientistas que lançam ou permitem a publicação de hipóteses alternativas, entre muitas outras coisas.

A razão pela qual é mais difícil refutar-se a teoria da evolução do que o AG, não se deve ao facto da primeira ser cientificamente mais sólida que a segunda, mas sim porque a primeira tem um grande peso ideológico. Isso é tanto mais assim nas sociedades ocidentais onde a religião suportada pelos estados é o Humanismo. Sem a teoria da evolução, fica mais difícil avançar-se com coisas como o aborto, o "casamento" homossexual, separação entre a igreja e o Estado, etc.

No entanto, não creio que os evolucionistas vão deixar de notar ao que está a acontecer com a teoria do AG. Vai ser mais difícil usar-se o "consenso" como evidência a favor da sua fé, especialmente quando se descobre (mais uma vez) que o consenso pode estar errado ou a mentir deliberadamente à população.

Tal como foi dito no passado, aquilo que as falsas ideologias mais temem é o livre acesso à informação. Foi o acesso à informação dos emails que levou àquilo que muitos chamam de "ClimateGate". Do mesmo modo, a melhor forma que existe de se resistir aos avanços do ateísmo mascarado de ciência (evolucionismo) é ter acesso a informação.

O futuro dirá quais vão ser as consequências do ClimateGate, mas a ciência sai deste processo mais fortificada.

Reparem também como os supostos "defensores da ciência" (naturalismo) estão absolutamente silenciosos em relação ao escândalo ClimateGate.


Para se ver isso, leiam estes dois artigos:

1. At Least The ClimateGate Scientists Didn’t Admit Going to Church

2. 'Consensus Science' is to Science as Money-Laundering is to Finance.


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por dedo-duro em Seg 07 Dez 2009, 9:46 pm

Os evolucionistas falsificam dados,

Prove!

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Sab 12 Dez 2009, 2:34 pm

É proibido perguntar perguntas difíceis sobre o Climategate...

http://designinteligente.blogspot.com/2009/12/climategate-onu-censura-imprensa.html#mais

Ao tentar tomar o microfone do jornalista, o segurança das Nações Unidas fez o que lhe disseram: nada de perguntas após o encerramento do evento. Interessante é a resposta evasiva e agressiva do cientista palestrante (defensor do aquecimento global ser antropogenicamente provocado).

A Nomenklatura científica é antropofágica e a tropa de choque da KGB (peer-reviewers é très chic, chérie, très chic) é truculenta na defesa do paradigma. Mesmo quando as evidências não corroboram as proposições teóricas. "As evidências, ora, que se danem as evidências, o que vale é a teoria" (Dobzhansky no Brasil a um de seus alunos da USP -- a confirmar historicamente quando ocorrer a solução biológica desta testemunha histórica...)

Tirando o chapéu para Wesley J. Smith.




Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por darkshi em Dom 13 Dez 2009, 7:29 pm

Tupac escreveu:Sim Adriane, muitas vezes vejo você exatamente assim.

Mania de perseguição....


"Teleology is like a mistress to a biologist: he cannot live without her but he's unwilling to be seen with her in public." J. B. S. Haldane

darkshi
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1692
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/11/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Ter 12 Jan 2010, 1:18 pm

Climategate: Siga a trilha do dinheiro


Num artigo publicado no Wall Street Journal no dia 01/12, o colunista Bret Stephens faz uma interessante análise sobre os motivos que teriam levado tantos cientistas a defender por anos, e com ardor crescente, a hipótese do AGA – Aquecimento Global Antropogênico. Na verdade, manobraram e trapacearam para estabelecê-la como “consenso” científico.

Eis alguns trechos do artigo:

“Ano passado, a ExxonMobil doou 7 milhões de dólares a uma variada gama de institutos de políticas públicas, incluindo o Aspen Insitute, o Asian Society e a Transparency International. A empresa também doou um total de 125 mil dólares ao Heritage Institute e ao National Center for Policy Analysis, dois think-tanks conservadores que apresentavam visões divergentes daquilo que até recentemente era chamado – sem ironia – de “consenso” sobre mudanças climáticas.

Ao ler sobre os números dessas doações — que somam cerca de 0,00027% dos lucros da Exxon em 2008 (cerca de 45 bilhões de dólares) — alguém poderia imaginar estar diante de um grande escândalo. Mas na verdade, o verdadeiro escândalo está em outro lugar.

O Climategate, tal como os leitores destas páginas já sabem, diz respeito a alguns dos principais climatologistas do mundo trabalhando em conjunto para: bloquear o acesso à informação, manipular o processo de revisão pelos pares [peer-reviewed] e obscurecer, destruir ou maquiar dados inconvenientes – fatos que foram colocados a nu pelo vazamento, na semana passada, de milhares de emails da Unidade de Pesquisa Climática da Universidade de East Anglia [CRU, na sigla em inglês].


Charge faz trocadilho com o nome do filme Uma verdade inconveniente para se referir ao escândalo envolvendo os apologistas do Aquecimento Global Antropogênico - Fonte BokBluster.com

Mas a questão mais profunda é: por que os cientistas se comportaram dessa maneira, uma vez que a ciência por trás do AGA era tida como firmemente estabelecida? Pra responder a essa pergunta, é útil usar o lema dos alarmistas “siga a trilha do dinheiro” , mas agora contra eles mesmos.

Considerem o caso de Phil Jones, o diretor da CRU e o homem no coração do Climategate. De acordo com um dos documentos “hackeados”, entre os anos 2000 e 2006, o Sr. Jones foi recebedor (ou co-recebedor) de algo em torno de 19 milhões de dólares de fundos para pesquisa, um aumento de seis vezes se comparado ao que ele recebeu na década de 1990.

Por que o dinheiro jorrou tão rapidamente? Porque o alarmismo climático continuou soando muito alto. Quanto mais alto o alarme, maiores as somas. E quem melhor para soá-lo do que pessoas tais como o Sr. Jones, um de seus mais prováveis beneficiários?” [...]

Bret Stephens continua:

[...] “E isso é apenas uma fração dos 94 bilhões de dólares que o banco HSBC estima que foram gastos no mundo todo este ano, naquilo que chama de “estímulos verdes” – principalmente etanol de milho e outros esquemas de energia alternativa— do tipo que Al Gore e seus sócios na Kleiner Perkins esperam lucrar graciosamente.

Como sabemos, a oferta é que faz a sua própria demanda. Logo, para cada bilhão de dólares adicional em forma de verbas governamentais (ou as dezenas de milhões de dólares oferecidos por fundações tais como a Pew Charitable Trusts), sugiram universidades, institutos de pesquisa, grupos de pressão e seus vários derivados e dependentes para recebê-los. [...]

[...] Hoje, esses grupos formam um tipo de ecossistema todo próprio. Este inclui não apenas nomes antigos tais como o Sierra Club ou o Greenpeace, mas também o Ozone Action, Clean Air Cool Planet, Americans for Equitable Climate Change Solutions, o Alternative Energy Resources Association, o California Climate Action Registry, etc., etc. etc. Todos eles estão na ponta recebedora dos fundos relacionados á mudanças climáticas, portanto, todos precisam crer na realidade (e catastrófica iminência) do aquecimento global.

Nenhuma dessas entidades é corrupta per se, isto é, no sentido de que o dinheiro recebido seja gasto em outra coisa que não na atividade declarada. Mas elas dependem de uma premissa inerentemente corruptora: ou seja, que a hipótese sobre a qual depende o seu ganha pão tenha sido de fato provada. Na ausência da prova, tudo o que essas entidades representam — incluindo milhares empregos – desaparece. Isto é conhecido como interesse velado, e interesses velados são inimigos da verdadeira ciência. [...]

[…] “Não obstante, os “edifícios científicos” de muitos bilhões de dólares que foram construídos sobre tais bases estão destinados a ruir”.


Leia o artigo integral (em inglês) aqui.

Fonte: Mídia@Mais

+++++

NOTA 'CAUSTICANTE' ANTROPOGENICAMENTE PROVOCADA POR ESTE BLOGGER:

Dizem as más línguas, mas Al 'Apocalipse' Gore fez grande fortuna com tudo isso. A conferir a capacidade em ganhar $$$ do homem que inventou a internet...


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Eduardo em Sab 06 Fev 2010, 12:29 pm

Grupo britânico oculta erros em dados sobre aquecimento

Pesquisadores da Universidade de East Anglia (Reino Unido), um dos centros acadêmicos de maior prestígio em mudança climática, teriam ocultado erros na compilação de dados que foram fundamentais para consolidar a teoria da influência humana no aquecimento global.

Foi o que informou na terça-feira (2) o jornal britânico "The Guardian", que leva novamente ao centro da polêmica o professor Phil Jones, o responsável da Unidade de Mudança Climática (CRU) da citada Universidade, em torno da que se gerou o chamado Climagate às vésperas da cúpula de Copenhague, realizada em dezembro do ano passado.

O roubo de uma série de e-mails a Jones revelou, segundo os céticos sobre a mudança climática, que foram ocultadas informações ao Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU (IPCC) para não criar dúvidas sobre o efeito do dióxido de carbono (CO2) na temperatura do planeta.

O que "The Guardian" acrescenta agora é que milhares de e-mails e documentos da Universidade que também foram pirateados demonstram que uma série de medições de temperaturas feitas em estações meteorológicas na China continha graves erros que foram ocultados de maneira intencional.

Segundo essa informação, Jones não divulgou os erros cometidos por alguns de seus colaboradores, o professor Wei-Chyung Wang, da Universidade de Albany (Estados Unidos), apesar de outros colegas terem lhe advertido que tinham se equivocado.

Essas supostas tentativas de ocultar erros nos dados sobre temperatura na China demonstram, segundo o jornal britânico, a relação entre o Climagate e o IPCC, já que um estudo baseado nessas medições equivocadas contribuiu para que o IPCC advertisse sobre os perigos imediatos da mudança climática.

...
Fonte - Folha


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Decepção com a ética científica

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:52 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum