.....................................................
Que bom que você entrou Convidado
Quem está conectado
52 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 51 Visitantes :: 2 Motores de busca

Lit San Ares

O recorde de usuários online foi de 2364 em Seg 19 Dez 2011, 5:49 pm
Consulta Bíblica
Ex: fé - Ex: Gn 1:1-10

O brilhantismo de Charles Darwin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Eduardo em Ter 13 Out 2009, 12:33 pm

O brilhantismo de Charles Darwin




Quando em Novembro próximo oferecermos a estudantes universitários 170,000 cópias do livro A Origem das Espécies , eu quero que cada um dos 170 mil estudantes leia o livro todo e não só a Introdução. Eu quero que eles leiam o livro Origem das Espécies minuciosamente.

Quando eu li o livro eu fiquei impressionado com o brilhantismo de Charles Darwin. Se ele fosse vivo, estou certo que ele faria parte dos criativos da Disney, ou faria uma fortuna como um dos roteiristas [eng: screenwriter] dos filmens de ficção científica.

Entre muitas outras coisas, Darwin reparou que os ursos pretos nadam durante horas com a boca aberta, apanhando insectos na água. Ele acreditava que, se eles mantivessem a sua boca aberta o dia todo, todos os dias (durante um longo período de tempo), eles adquiririam "bocas cada vez mais largas até quem uma criatura tão monstruosa como a baleia fosse produzida".

Os estudantes vão poder ler a sua explicação para o facto de não haver evidências empíricas para a sua teoria - que todas as variedades "intermédias desapareceram - tal como as placas douradas do Mormonismo, que supostamente foram entregues ao Joseph Smith pelo anjo Moroni, "desapareceram". Há uma diferença fundamental entre as placas douradas e as variedades intermédias. Os mórmones afirmam que só duas placas douradas desapareceram. Darwin disse que milhões de fósseis (aos quais ele chama de "inumeráveis") se encontram desaparecidos.

Passados 150 anos, os "elos perdidos" ainda se encontram perdidos.

Os estudantes podem ler como a cauda da girafa evoluiu do modo a poder afugentar as moscas. Pensem nos milhões de anos o pobre animal teve que sofrer antes da cauda ter evoluído.

Eles podem também ler como Darwin se questionava se o abutre não ficou calvo (durante os milhões de anos) devido ao facto de constantemente pôr a sua cabeça na carne podre. Darwin aconselhou, no entanto, alguma cautela porque "a cabeça do peru, que come comida limpa, também é calva". Os estudantes podem também reparar que milhões de homens são calvos e duvidar que tal se deve porque os seus ascendentes esfregavam as suas cabeças na carne em decomposição.

No livro de Darwin, nada é tal como Deus as criou. Deus não só não criou a cauda da girafa de modo a esta afugentar as moscas, como também não criou o abutre e o peru com uma cabeça calva. Em vez disso, toda a criação evoluiu milagrosamente -- partindo da boca do urso até a cauda da girafa, tudo evoluiu. Curiosamente, e após milhões e milhões de anos de redundância, tudo atingiu o estado de maturidade precisamente nos nossos dias.

Abram alas, J. R. R. Tolkien, Arthur C. Clark e J. K. Rowling! Estes três escritores juntos não se comparam com Charles Darwin. A maior parte dos fãs dos três escritores mencionados nas linhas de cima sabem que os seus escritos são fantasia, mas os fiéis discípulos de Darwin não sabem o mesmo em relação aos seus escritos.Tradução parcial do original


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Ed em Ter 13 Out 2009, 1:06 pm

Palmas para o Darwin

Esse "grande homem" gostava de viajar na maionese

::
::
::
::
::


Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus 2Co 2:17

O Forum Gospel Brasil completa hoje 3160 dias de existência com 228879 mensagens

Ed
Mateus 18:20
Mateus 18:20

Número de Mensagens : 11001
Idade : 64
Localização : BRUSA
flag : BrUSA
Data de inscrição : 13/04/2008

http://gospelbrasil.topicboard.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Santomeh em Ter 13 Out 2009, 8:17 pm

O velhote não tinha o que fazer, aí ficava procurando chifre em cabeça de cavalo

Porque o urubu evoluiu para a calvice?


A tua fé te salvou! -
É na bíblia que você encontra a palavra da Vida

Santomeh
Pérola
Pérola

Número de Mensagens : 222
flag : Brasil
Data de inscrição : 02/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por dedo-duro em Ter 13 Out 2009, 10:05 pm

Falácia do argumentum ad boboca.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por darkshi em Ter 13 Out 2009, 11:05 pm

sim. Boboca do Darwin.


"Teleology is like a mistress to a biologist: he cannot live without her but he's unwilling to be seen with her in public." J. B. S. Haldane

darkshi
Diamante Azul
Diamante Azul

Número de Mensagens : 1692
flag : Brasil
Data de inscrição : 22/11/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Eduardo em Qui 22 Out 2009, 12:26 pm

Kevin Padian 'detona' 10 mitos sobre Darwin


BioScience
October 2009, Vol. 59, No. 9, Pages 800–804 , DOI 10.1525/bio.2009.59.9.10
Posted online on October 5, 2009.
(doi:10.1525/bio.2009.59.9.10)

Ten Myths about Charles Darwin
Kevin Padian‌
Professor of integrative biology, and curator in the Museum of Paleontology, at the University of California, Berkeley.
E-mail: kpadian@berkeley.edu

1. As a boy Darwin was good only for "shooting, dogs, and rat-catching"

2. Darwin was a "mere companion" to Captain Robert FitzRoy on the HMS Beagle

3. Darwin's epiphany about natural selection came while visiting the Galápagos Islands

4. Darwin stole the credit for natural selection from Alfred Russel Wallace

5. Population thinking

6. Dual criteria for classification: Genealogy and similarity

7. Gradual change is slow and steady

8. Human evolution was shaped mainly by natural selection

9. Sexual selection is all about how many offspring you leave

10. Darwin was a confirmed atheist who had a deathbed conversion to Christianity

FREE PDF GRÁTIS


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por dedo-duro em Qui 22 Out 2009, 10:33 pm

.
Senti dó do Ronaldo, mas já passou.

dedo-duro
Pollux
Pollux

Número de Mensagens : 4236
flag : Brasil
Data de inscrição : 19/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Jarbas em Sex 23 Out 2009, 12:30 am

...

Eh, ele parece muito com seus discípulos...






Maranata.



"Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem."  (Lucas 21 : 36)

"Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"  (II Pedro 2 : 9)


"PERECE o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são recolhidos, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal."  (Isaías 57 : 1)


"O temor do SENHOR é odiar o mal; a soberba e a arrogância, o mau caminho e a boca perversa, eu odeio."
  (Provérbios 8 : 13)

Jarbas
‎moderador
‎moderador

Número de Mensagens : 15317
Localização : Goiânia - Go
flag : Brasil
Data de inscrição : 16/08/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Eduardo em Seg 02 Nov 2009, 8:52 pm

Darwin sente mais calafrios em Westminster por causa da retina

Charles Darwin revelou seu espanto em relação à complexidade e eficiência do olho numa carta que escreveu a Asa Grey, em 3 de abril de 1860, que diz: "Só de pensar no olho, tenho calafrios". "Tipos altamente complexos de olhos como os nossos são um assombro de partes coordenadas que operam em conjunto para que possamos ver". Se Darwin soubesse do espetacular olho do matins (que supera o nosso em qualidade) iria ficar mais perplexo ainda.

Darwin escreveu que só de pensar no olho ele sentia calafrios. Repousando no seu túmulo na Abadia de Westminster (um agnóstico)próximo de Isaac Newton (deísta), ele deve estar sentindo muito mais calafrios agora com esta notícia sobre o funcionamento da retina. 100% Design Inteligente!

+++++

Como a retina funciona: como um quebracabeça de camadas múltiplas de campos de recepção

ScienceDaily (7 de abeil de 2009) — Cerca de 1.25 milhões de neurônios na retina — cada um deles vê o mundo somente através de uma pequena janela irregular chamada de campo receptivo — coletivamente formam a figura sem costura que nós dependemos para navegarmos em nosso ambiente. Os campos receptivos se encaixam como peças de quebracabeças evitando “pontos cegos” e sobreposição excessiva que poderiam borrar nossa percepção do mundo, de acordo com pesquisadores do Salk Institute for Biological Studies.

Mais informações, sorry periferia, mas está em inglês, aqui.

+++++

Receptive Fields in Primate Retina Are Coordinated to Sample Visual Space More Uniformly

Jeffrey L. Gauthier1*, Greg D. Field1, Alexander Sher2, Martin Greschner1, Jonathon Shlens1,3, Alan M. Litke2, E. J. Chichilnisky1

1 Salk Institute for Biological Studies, La Jolla, California, United States of America, 2 Santa Cruz Institute for Particle Physics, University of California, Santa Cruz, California, United States of America, 3 University of California, Berkeley, California, United States of America



In the visual system, large ensembles of neurons collectively sample visual space with receptive fields (RFs). A puzzling problem is how neural ensembles provide a uniform, high-resolution visual representation in spite of irregularities in the RFs of individual cells. This problem was approached by simultaneously mapping the RFs of hundreds of primate retinal ganglion cells. As observed in previous studies, RFs exhibited irregular shapes that deviated from standard Gaussian models. Surprisingly, these irregularities were coordinated at a fine spatial scale: RFs interlocked with their neighbors, filling in gaps and avoiding large variations in overlap. RF shapes were coordinated with high spatial precision: the observed uniformity was degraded by angular perturbations as small as 15°, and the observed populations sampled visual space with more than 50% of the theoretical ideal uniformity. These results show that the primate retina encodes light with an exquisitely coordinated array of RF shapes, illustrating a higher degree of functional precision in the neural circuitry than previously appreciated.

Funding. This work was supported by the National Insitutes of Health (NIH) National Research Service Award (NRSA) (1 F31 NS054519–01) and the Chapman Foundation (JLG), Helen Hay Whitney Foundation (GDF), Burroughs Wellcome Fund Career Award at Scientific Interface (AS), Deutscher Akademischer Austausch Dienst (DAAD) (MG), National Science Foundation (NSF) Integrative Graduate Education and Research Traineeship (IGERT) DGE-033451 (JS), McKnight Foundation (AML and EJC), NSF Grant PHY-0417175 (AML), and NIH Grant EY017992 (EJC). The funders had no role in study design, data collection and analysis, decision to publish, or preparation of the manuscript.

Competing interests. The authors have declared that no competing interests exist.
Academic Editor: Michael Robert DeWeese, University of California, Berkeley, United States of America

Citation: Gauthier JL, Field GD, Sher A, Greschner M, Shlens J, et al. (2009) Receptive Fields in Primate Retina Are Coordinated to Sample Visual Space More Uniformly. PLoS Biol 7(4): e1000063 doi:10.1371/journal.pbio.1000063
Received: February 13, 2008; Accepted: February 6, 2009; Published: April 7, 2009
Copyright: © 2009 Gauthier et al. This is an open-access article distributed under the terms of the Creative Commons Attribution License, which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original author and source are credited.

Abbreviations: DF, dendritic field; RF, receptive field; SEM, standard error of the mean; STA, spike-triggered average; UI, uniformity index

* To whom correspondence should be addressed. E-mail: gauthier@salk.edu

AUTHOR INTRODUCTION

All visual information reaching the brain is transmitted by retinal ganglion cells, each of which is sensitive to a small region of space known as its receptive field. Each of the 20 or so distinct ganglion cell types is thought to transmit a complete visual image to the brain, because the receptive fields of each type form a regular lattice covering visual space. However, within each regular lattice, individual receptive fields have jagged, asymmetric shapes, which could produce “blind spots” and excessive overlap, degrading the visual image. To understand how the visual system overcomes this problem, we used a multielectrode array to record from hundreds of ganglion cells in isolated patches of peripheral primate retina. Surprisingly, we found that irregularly shaped receptive fields fit together like puzzle pieces, with high spatial precision, producing a more homogeneous coverage of visual space than would be possible otherwise. This finding reveals that the representation of visual space by neural ensembles in the retina is functionally coordinated and tuned, presumably by developmental interactions or ongoing visual activity, producing a more precise sensory signal.

+++++

PDF do artigo gratuito
aqui. [5.64 MB]


Visite-me no Fórum Adventista:

http://adventista.forumbrasil.net/

Eduardo
‎Moderador Adventista
‎Moderador Adventista

Número de Mensagens : 8396
Idade : 40
flag : Brasil
Data de inscrição : 17/10/2008

http://adventista.forumbrasil.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O brilhantismo de Charles Darwin

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:10 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum